domingo, 26 de novembro de 2017

Saga Crepúsculo - Amanhecer Parte 2... Parte 2... E FINAL!!!


Vocês esperaram ANOS... ANOS e agora SEMANAS pelo desfecho da saga mais ESPETACULOSA, MARAVILINDA, CHOCOLATANTE e EPAMINÔNDICA DO UNIVERSO.

E este momento finalmente chegou.

Oh Bella... Oh Cedrico... Como nos divertimos com vocês... Mas tudo que é bom chega ao fim.

E Crepúsculo também precisa chegar.

Adiante então, para o capítulo final desta saga que encheu nossos corações de ódio, e nossas calças de diarreia.

Quando os vimos pela última vez, Bella e os outros Cavaleiros encontravam-se diante de dois misteriosos vampiros feios:


terça-feira, 31 de outubro de 2017

Mês das Bruxas: Saga Crepúsculo - Amanhecer Parte 2... Parte 1


E cá estamos nós... Mais uma vez... Para desfrutar da saga Purucutúsculo...

É o último filme, então força. Logo acaba e todos poderemos voltar para nossas waifus.

Antes de começar, eu gostaria de dizer que, se vocês acharam que a Rey era Mary Sue em O Despertar da Força, é porque não viram a Bella vampira. Rey é o Milhouse perto da Bella vampira.

Adiante então.

domingo, 22 de outubro de 2017

Mês das Bruxas: Saga Crepúsculo - Amanhecer Parte 1... Parte 2


Hey, escutaram a última? Se sua filha for branca e quiser se fantasiar de Moana, ela estará fazendo APROPRIAÇÃO CULTURAL!!!

Yep!

Então vamos em frente com nosso artigo, antes que eu seja acusado de me apropriar culturalmente de filmes que só podem ser debatidos pela nobre raça vampírica.

Quando a vimos pela última vez, Bella tava no celular...

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Mês das Bruxas: Saga Crepúsculo - Amanhecer Parte 1... Parte 1


Pois é, aqui estamos! Vocês esperaram muitos e muitos anos, acharam que nunca aconteceria... Mas cá estamos nós, falando de Crepúsculo mais uma vez.

Diga-se de passagem, devemos ser as únicas pessoas do mundo fazendo isso. Crepúsculo foi um dos maiores fenômenos da mídia na última década, mas logo após o último filme sair de cartaz, a franquia simplesmente desapareceu. Sua base de fãs não se renovou como a de Harry Potter, Senhor os Anéis ou da gripe espanhola. O sucesso de Cedrico, Bella e Shark Boy ficou preso a uma única geração.

Tenho minhas teorias pra isso, mas as revelarei ao final deste mês, quando finalmente der por encerrada a tarefa árdua de resenhar esta franquia.

SIM SENHOR! MÊS DAS BRUXAS 2017 SERÁ SÓ CREPÚSCULO!

De nada.

Adiante então.

sábado, 30 de setembro de 2017

Vamos refazer: Transformers (2007) - Parte 2


OLÁ, MEUS QUERIDOS FON-FONS!!! CONSEGUIRAM SOBREVIVER A MAIS UMA SEMANA SEM SEREM MORTOS POR TERRORISMO INTERNACIONAL???

Sim, eu sei que não existem ataques terroristas no Brasil. Ainda. Deem tempo ao tempo.

Hoje prosseguiremos com nossa reimaginação do primeiro Transformers. O roteiro seguirá a estrutura clássica de uma narrativa em três atos. Como já fomos apresentados ao nosso elenco no artigo anterior (que você pode ler aqui), prossigamos com nossa história.

Sim, nossa história que não é um fanfic.

Não é!

Minha roomate disse que isso que eu tou fazendo é um fanfic.

NÃO É, TÁ BOM? SUA FEIA!!!

sábado, 23 de setembro de 2017

Vamos refazer: Transformers (2007) - Parte 1


OLÁ, MEUS QUERIDOS FON-FONS!!! CONSEGUIRAM EVITAR O SUICÍDIO POR MAIS UMA SEMANA?

Sim, eu sei que é Setembro Amarelo. Também sou suicida, posso fazer essas piadas.

Pois muito bem, hoje iniciamos uma nova série aqui no Blog, chamada de “Amer Recria”, onde reescreverei os roteiros de filmes bosta e os deixarei um pouco menos insuportáveis, provando de uma vez por todas que sou um roteirista muito melhor que todos os canastrões de Hollywood.

Embora eu jamais vá ser tão rico, nem nunca terei tanto acesso a virilhas alheias quanto eles.

Seja como for, iniciemos esta nova empreitada com a minha franquia de brinquedos caríssimos favorita de todos os tempos: TRANSFORMERS!!! Será que eu posso aperfeiçoar a obra de Michael Bay?

CLARO QUE SIM!!! A OBRA DE MICHAEL BAY É MERDA!!!

Adiante então.

sábado, 16 de setembro de 2017

Crítica do Amer: It - A Coisa


Terror é um gênero que fica estagnado com muita facilidade. O cinema encontra uma fórmula que funciona, a repete a exaustão e eventualmente, os filmes que antes nos assustavam tornam-se apenas ruído branco. O maníaco mascarado torna-se uma figura cômica, as mocinhas em perigo ficam tão intercambiáveis quanto Taylor Swift e Miley Cyrus, e as histórias que antes assombravam nossos pesadelos, passam a causar tantos bocejos quanto um jogo de Hideo Kojima.

Mas vez ou outra, surge um filme que quebra o padrão e aplica uma injeção de ânimo no cinema de terror, inspirando uma geração de diretores que aterrorizarão as plateias dos anos vindouros. Dentre tais obras podemos destacar A Noite dos Mortos Vivos, O Massacre da Serra Elétrica, Hellraiser: Renascido do Inferno e Os Oogieloves e a Aventura no Grande Balão.

It: A Coisa... Não é um destes filmes.

domingo, 30 de julho de 2017

Crítica do Amer: Logan


FINALMENTE ACONTECEU! Eu prometi, não prometi? Crítica de Logan! E aqui está, com alguns meses de atraso, quando tudo que havia para ser dito a seu respeito já foi dito, por críticos com ego demasiado inflado, que acreditam que usar palavras como “grandiloquente” de alguma forma engrandece suas críticas de filmes BASEADOS EM QUADRINHOS DE SUPER HERÓIS!!!

Quando na verdade, a crítica de cinema é uma das maiores perdas de tempo de toda história. Vocês já sabem se gostaram ou não do filme, independente de terem o assistido. O público quer apenas ter sua opinião validada por um figura que esteja numa suposta posição de autoridade.

...

Ok, acho que é amargura suficiente para a abertura deste artigo. Vou tomar uma dose de Jack Daniels e dizer o que achei do filme de uma vez.

...

Ok, não é Jack Daniels, é Yakult.

...

Tá bom, é Sukita uva... PAREM DE ME JULGAR!!!

quarta-feira, 7 de junho de 2017

As Armas/Poderes/Personagens mais Overpower dos games


Me avise se a cena seguinte lhe parece familiar.

Você está lá, jogando seu game favorito, a caminho da fase final, quando subitamente percebe uma caverna/casa/puteiro que nunca tinha visto antes, seja pelo déficit de atenção inerente a pessoas de sua geração, ou pelo puro e simples mongolismo mesmo. Disposto a completar 100% do game, você adentra este nunca antes desbravado território, disposto a desvendar todos os seus segredos.

Então você avança, mata tudo que encontra no caminho com os mais bisonhos requintes de crueldade, até que finalmente chega no chefe secreto do lugar: Uma coisa indescritível, com HP de oito milhões, que simboliza a privação sexual do programador que passou oito meses sem inalar um pentelho alheio, unicamente para terminar o jogo no prazo.

Após muito sofrimento e determinação, você encontra no YouTube um vídeo que lhe ensina a matar o chefe, e graças as dicas de um jogador muito mais habilidoso e honesto, você supera este desafio e ganha sua devida recompensa. No caso, uma arma especial.

Vamos batizá-la de "Os Chatos de Miley Cyrus".

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Crítica do Amer: Persona 5


Ok, como posso começar minha crítica de Persona 5?

Bem, é o melhor RPG que joguei na última década.

Yep! Melhor que Mass Effect, Dragon Age e Fallout. De fato, consegue ser superior até mesmo a seus antecessores, Persona 3 e Persona 4. Acho que poucos games do gênero conseguiram atingir tamanha excelência naquilo que se propuseram a fazer.

Assim sendo, vá comprar! Agora! Já!

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Crítica do Amer: Masters of Combat


Estava pensando agora, e faz bastante tempo desde a última vez que escrevi sobre um game do Master System. De fato, a última vez que resenhei sobre um título para o 8 bits da Sega foi... NUNCA.

Isso é porque O MASTER SYSTEM É UMA MERDA E TODOS QUE O PREFERIRAM AO INVÉS DE UM NINTENDO MERECEM MORRER NO INFERNO!!!

domingo, 26 de março de 2017

Vamos divagar sobre Pin-ups


Sim, eu sei. Vocês esperavam a crítica de Logan... Infelizmente, ainda não tive chance de assistir.

O mesmo vale pra Star Wars: Rogue One, que eu provavelmente só vou criticar quando sair em LP, K7 e CD.

E vale também pra Power Rangers...

Mas prometo que na próxima semana vou me esconder em um cinema e não sairei até assistir a todos estes filmes! Me alimentarei da pipoca e dos papéis de Halls que caem no chão, e se necessário respirarei o assento das poltronas que foram sentadas por debutantes! Mas não regressarei ao lar até que minha missão esteja cumprida!!!

Até lá, aqui vai mais um artigo tapa buraco.

Se acostumem, porque vai ter muitos desses daqui pra frente. Hey, melhor que o blog ficar parado por meses, non?

segunda-feira, 13 de março de 2017

Dez anos de Blog!!! Parabéns para ele!!!


Exatamente hoje, meu blog completa uma década de existência.

Que coisa absurda!

Decidi escrever algo pra não deixar a data passar em branco. Não esperem um artigo gigantesco, cômico e profundo. Provavelmente serão apenas os devaneios de um velho maluco... Exatamente como quando comecei.

domingo, 12 de março de 2017

Crítica do Amer: Magus


É DOMINGO A TARDE, E ESTOU AQUI SENTADO! DESOCUPADO, FEITO UM VIADO!

PROCURANDO NA INTERNET, COMO FAZER CAFÉ GELADO!

PRECISO... DE UM GAME PRA SER ANALISADO!!!

...

Pois então, eu preferia escrever sobre Papers, Please. Que é um dos melhores games que tive o prazer de jogar no último ano. Infelizmente, tem um FILHO DA PUTA CHEIO DE SARNA tocando forró a todo volume na rua, o que me impede de atingir o grau de concentração necessário para escrever de forma adequada sobre uma obra como esta.

Então vou falar de um game bosta: Magus!

É uma merda!

Essa é a crítica. O resto é encheção de linguiça! Podem ir embora. Mesmo. Vão fazer algo construtivo, como lavar roupa, ler toda obra do Carl Sagan, bater uma pra vizinha loirinha gatinha que NUNCA daria bola pra você e que namora um boy magia com barriga tanquinho que você jamais terá... Qualquer coisa, só vão embora. Não cliquem no “Leia mais”.

sábado, 4 de março de 2017

Os melhores cenários de campanha para Dungeons & Dragons


“Ameríndio! Estou chocada!”

Que foi?

“Você? Escrevendo sobre RPG?”

Pois é, quem diria?

“Eu pensei que você odiava RPG.”

Não, não, não. Você confundiu as coisas. Eu não odeio RPG, odeio RPGistas.