sábado, 23 de julho de 2016

Queen's Blade



Lembra de como você achou que eram Animes que só existiam pra mostrar peitos, e nem se esforçavam pra criar um enredo coerente?

Bom, é porque você ainda não viu Queen's Blade. Os outros dois ainda tentavam criar um contexto onde peitos de fora se faziam necessários. Esse aqui parte da lógica do EU QUERO VÊ AS TETA! QUEDÊ AS TETA? ME DÁ AS TETA! QUERO TETA, TETA, TETA! GRANDE, REDONDA, BICUDA, SEGUINDO O BALANÇO DO MAR, NA MINHA CARA! AGORA!!! BLRLRLRLRLRLRLRLRLRLRLRLRLRLRLRLRLRLRLR!!!

Pois é.

sábado, 16 de julho de 2016

Crítica do Amer: Em Busca dos Anéis Perdidos


Todos começamos em algum lugar, e não importa o quanto desejemos, não há como mudar nossas origens. Elas são parte de nós, e ajudaram a moldar aqueles que somos hoje.

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Crítica do Amer: X-Men: Apocalypse


Eu tenho um relacionamento estranho com os filmes dos X-Men.

Gosto deles... Bom, de boa parte deles. E em uma era onde a Marvel Studios domina o mercado e define como filmes de super heróis devem ser, os longas dos X-Men são uma relíquia pertencente a um tempo onde os estúdios não sentiam obrigação alguma de serem fiéis aos quadrinhos. Algo que os fãs não aceitam mais, se o desempenho morno de Batman V. Superman nos ensinou algo.

X-Men: Apocalypse, produto final de 16 anos de uma continuidade extremamente bagunçada dos mutantes, acaba sendo uma amálgama das duas eras que englobou durante todo esse tempo. É parte um projeto de vaidade de seu diretor Bryan Singer, e parte uma boa adaptação de quadrinhos.

Não é o melhor filme de super-heróis já feito, mas é o melhor filme que poderia ser.

ATENÇÃO: Este artigo possui SPOILERS, mas apenas trapaceiros bichinhas ligam pra spoilers. Cinema é uma mídia visual, e mesmo que alguém te conte o final de um filme, isso não vai estragar seu prazer em assisti-lo. Afinal, saber o que acontece e ver acontecer são duas coisas completamente diferentes.

Por exemplo, em Clube da Luta, Tyler Durden e o narrador são a mesma pessoa. Pronto. Se ainda não assistiu o filme, vá ver agora, depois me diga se o Spoiler estragou sua diversão.

Seu trapaceiro bichinha!

sábado, 11 de junho de 2016

Crítica do Amer: Hitozuma Hime Club


Sabem o que eu já reparei?

Que meus artigos sobre games hentai são alguns dos mais populares aqui no blog.

Então vamos falar de mais um.

JÁ!

AGORA MESMO!

NESSE INSTANTE!!!

E será do primeiro eroge que joguei em casa, no meu próprio computador. Porque antes de ter um PC, eu jogava hentai quando visitava meus amigos.

Sim, era muito estranho para todos os envolvidos.

ATENÇÃO: Este artigo possui cenas de nudez e sexo. Nada explícito, mas que com certeza irá chocar gente puritana que gosta mandar no brioco alheio. Se você é uma destas pessoas, coloque uma arma na boca e aperte o gatilho. O mundo agradece.

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Crítica do Amer: Capitão América - Guerra Civil


Existem dois tipos de pessoas no mundo.

Primeiro, aquelas que já tem uma opinião formada sobre um filme (ou game, música, livro, lubrificante anal) e procuram críticas apenas para se sentirem validados em sua forma de pensar.

...

Bom, acho que não existe um segundo tipo. Especialmente nesta era de internet, onde absolutamente TUDO é a pior (ou melhor) coisa que já existiu. Muitas vezes meses antes de seu lançamento.