quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Mês das Festas *BÔNUS* - Feliz Ano Novo Charlie Brown!


Bom, pra começar, quero deixar bem claro que não menti.

No artigo passado, disse que não escreveria mais nada em 2008 e que voltaria apenas no ano que vem.

E eram meus planos originais.

MAS... ocorreu algo...

O especial de Ano-Novo do Charlie Brown apareceu por aqui!

Eu pretendia falar deste desenho no dia 31 de Dezembro de 2007, mas não o consegui a tempo. Este ano, achei que também não o conseguiria, mas de repente aconteceu um milagre de Natal e eu o tenho em mãos!

Ou seria um milagre de entre-festas? Só consegui o desenho depois do Natal...

Não importa!

Assisti esse desenho quando foi exibido pela primeira vez na Rede Globo. Não lembro do ano exato, mas foi quando a emissora começou a exibir a série animada de Peanuts dos anos 80, todo Domingo de manhã.

Eu acordava Domingo de manhã pra ver Charlie Brown, eu sou um herói!

Enfim, um Domingo calhou de ser o último dia do ano e eles exibiram este desenho. Provavelmente como uma forma de nos compensar karmicamente pelo Reveillon do Faustão que seria exibido mais a noite.

Eu gravei esta animação na mesma fita de Transformers: O Filme (fita esta que tenho até hoje, quase vinte anos depois) e o assistí repetidas vezes, mesmo quando não estavamos em Dezembro.

Como disse antes, eu não tinha muitos amigos...

Não sei se este especial voltou a ser exibido na televisão ou se foi lançado em DVD, portanto, agradeço qualquer informação que vocês possam me dar a respeito.

Enfim, vamos ao especial!


Nosso querido Chuck e seu amigo Linus estão no último dia de aula antes dos feriados Natalinos. Para quem não sabe, nos Estados Unidos eles tem aulas até quase o fim de Dezembro e voltam do recesso escolar um pouco depois dos primeiros dias de Janeiro. Eles não tem estes meses de Férias como nós.

O que permite que os professores passem trabalhos para os alunos fazerem neste período.


E quem diria... é justamente isso que acontece. A professora manda seus alunos lerem "Guerra e Paz" durante estes dias.

Sinceramente, o livro tem mais de mil páginas e é um drama extremamente complexo sobre as Guerras Napoleônicas! É o tipo de livro sobre o qual se fazem teses de doutorado!

Então das duas uma: ou Charlie Brown e Linus são crianças prodígio que já estão na universidade ou a professora é uma tremenda de uma filha da puta sádica.

Eu voto na segunda opção.


Nosso querido Minduim fica deprimido como sempre e Linus resolve animá-lo um pouco.

Como? Iniciando uma guerra e bolas de neve com as meninas!


E ele erra seu disparo magistralmente, mesmo estando a pouco mais de dois metros de distância.

Que bom que ele nunca foi pra guerra, eu lhe digo...


Pois bem, Linus está para aprender que NINGUÉM FODE COM LUCY VAN PELT!!!


E Minduim paga o pato junto porque sinceramente... ele é o capacho do universo...

E é neste momento que aparece o título de desenho, o que explica porque os dois estão nocauteados na imagem que coloquei abrindo o artigo.


Em casa, Chuck tenta se concentrar no maldito livro que tem para ler.

Claro, ele não consegue.

Nosso herói chega a conclusão que é impossível ler um livro desses em um feriado.


Então aparece o Linus, que começa a falar pelos cotovelos e dar suas lições de moral de merda.

Ele conta a esposa de Leon Tolstói fez sete cópias do livro para o marido, à luz de vela e com pena e tinteiro... e que Charlie Brown é uma bichinha chocolatante por não conseguir ler o livro nem uma vez sequer.

Neste momento, qualquer pessoa teria usado o livro para golpear o crânio de Linus até a morte, por ele ser tão metido à sabe tudo.

Mas espera aí... Charlie e Linus são da mesma classe, porque só o senhor Brown está se preocupando em ler o livro? Será que Linus tem nota o suficiente para deixar passar este trabalho sem prejuízos? Ou ele tá pouco se fodendo e decidiu repetir de ano?

Agora que Charles Schultz não mais está entre nós, jamais teremos tais respostas.

...

Mas mantenho que Linus é um dos maiores chatos filhos da puta dos desenhos animados.


Bom, Patty Pimentinha telefona para nosso herói e o convida para sua festa de Ano-Novo.

Chuck reluta em participar, pois precisa ler o maldito livro. Patty não arreda pé e o quer por perto.

Vou admitir que quando era bem pequeno, eu achava que a Patty era um menino. Digo, ela agia como menino, a Marcie a chamava de "meu" e ela tinha uma voz bastante masculinizada na dublagem original da Maga.

Só quando o desenho passou na Globo e colocaram a voz da Miriam Ficher na personagem que eu descobri que na verdade ela era uma garota feia.

É... eu era meio denso, eu sei...


As meninas estão todas empolgadinhas por causa da festa e Chuck percebe que será um ser anda mais estranho e alienado se não tomar parte dela.

Como ainda precisa ler o livro, ele recorre à solução que tantos de nós já buscamos quando precisávamos ler livros pra escola...


... ele foi alugar o filme baseado no livro!

Infelizmente, a loja não tinha "Guerra e Paz" na versão VHS.

... nem em disco...

... ou um videogame baseado nele...

...

... nem mesmo em slides...

...

Que puxa... não tem jeito mesmo, Chuck!

Mas ele não quer ser deixado de fora do Reveillon e resolve se encontrar com a galera, que está tendo aulas de dança no momento.


E quando vejo esta imagem, perçebo que há muitas crianças no universo de Peanuts que nunca sequer receberam um nome.


Chuck resolve sentar num canto e ler seu livro, mas Patty Pimentinha não deixa! Oras merda, foi até uma aula de dança pra ficar lendo? Que porra é essa?

Bom, sou forçado a concordar com ela dessa vez.


E lá vão eles!

Chuck é meio pé de chumbo no começo, mas pega o jeito rápido e começa a dançar como Fred Astaire.

...

Ou como Fred Flintstone, sei lá.

Se esta cena me ensina algo, é que mulheres sempre arrastarão os caras de que gostam para este tipo de coisa, não importa o quanto eles não queiram.


Sally arrastou Linus, que pela cara, preferia bater o pinto contra uma cerca de arame farpado a estar dançando.


Lucy arrastou Schroeder que também está aí contra a vontade. Diferente o Linus, ele não deve estar pensando em nenhuma forma de auto-flagelação, pois o que quer que imagine, não será tão horrível quanto o que a senhorita Van Pelt faria com ele se fugisse.


Em um raro momento de "não-derrota", Chuck se diverte com Patty.


Assim como Woodstock se diverte com...

... com...

...

Que porra é essa? A irmã do Woodstock? Quantos passarinhos de merda tinha nessa porra de desenho?

Ahhh, quer saber? Foda-se, não me interessa! Ninguém dá a mínima pro Woodstock!

E fica um conselho: nunca dê um Woodstock pra sua namorada! Só um perdedor escolheria o Woodstock ao invés do Snoopy para presentear alguém!


Viu? A Marcie tá dançando com o Snoopy!

Ninguém quis dançar com o Woodstock e por isso ele precisou fazer divisão celular e gerar outro de sí só para ter um par.

Isso prova minha teoria de que NINGUÉM DÁ UM PUTO PRO WOODSTOCK!

Enfim, todos se divertem até que...


Chuck tropeça em seu livro e cai, voltando à dura realidade: não existe paz para ele, somente a dura guerra do cotidiano.

...

Sacaram?

"Paz"... "Guerra"... ele está lendo "Guerra e Paz"... morou?

WAKKA-WAKKA-WAKKA!!!

...

Prosseguindo...


Linus e Lucy estão preparando a decoração a festa, o que me faz crer que eles serão os anfitriões.

Então por que picas era a Patty que estava convidando todo mundo? Não entendo mais porra nenhuma.

Os dois estão enchendo bexigas e Rerun, o irmão caçula e pouco conhecido do trio resolve ajudar.


Uau!!!

Isso é impressionante pra caralho!!!


Como Linus é um empata foda, ele não percebe o talento de seu irmão em desafiar as leis da realidade ao encher bexigas e tenta ensiná-lo a fazer da forma "certa."

Sem sucesso, ele decide tentar algo diferente...


Uma bexiga que simula uma fila de banco feita com almôndegas.

Ele a passa para Rerun e...


... uau... impressionante pra caralho, mais uma vez!

Linus fica envergonhado por seu irmão ser "incapaz"... mas sinceramente, é ele quem passa as noites de Halloween em canteiros de abóboras esperano um deus pagão surgir e lhe dar presentes.

Sério, quem é a vergonha da família aqui?


Patty liga para Chuck e diz que na festa de Ano-Novo, todos devem ter um par e que o careca precisa convidar uma garota.


Nosso herói entende como uma sugestão para convidar a garotinha ruiva e decide fazer isso mesmo.


Patty fica puta por Chuck não ter sacado a indireta e não a ter convidao e abusa fisicamente do telefone antes e batê-lo na cara do amigo.

Não sério, qual o problema dessa menina? Se gosta do cara, porque não confessa o que sente por ele?

Sinceramente, isso é uma coisa que vocês mulheres fazem e que me enche o ravioli! Se gostam e um cara, cheguem nele e digam isso, não esperem uma iniciativa de alguém que pode não fazer a menor idéia de como vocês se sentem!

E quando eu digo "cheguem nele e digam isso" me refiro a sentar com ele e abrir o coração e não abrir as pernas e sentar nele.

Eu juro, se eu ganhasse um Real por cada amiga minha que tomou o segundo curso de ação descrito acima e depois veio reclamar que todo homem é canalha... bom, eu teria quatro Reais.

Mas enfim, prossigamos com a história.


Nosso herói preparou uma carta convidando a garotinha ruiva, mas está com medo de colocá-la no correio da casa dela.

Por que?

Porque a mão dele pode ficar presa no vão da carta e a porta da casa da menina pode abrir neste momento de plena humilhação.

Linus diz que é impossível que isso aconteça.


Mas estamos falando de Charlie Brown e para ele o impossível não existe.

A mão dele fica presa e a porta se abre.

Sem opção, Chuck junta toda sua coragem e convida a menina no gogó.

Que puxa...


Snoopy e (um dos) Woodstock estão se arrumando e ficando chiques para a festa de Reveillon...


... e eles saúdam Charlie durante a saída.

Mas ainda é dia 30, o que só prova que Snoopy e Woodstock são dois vagabundos boêmios que não fazem porra nenhuma da vida e adoram viver caindo de bêbados pelos bares enquanto trepam com prostitutas sifilíticas!

...

Animais hedonistas imundos!!!

Mas enfim, o dia da festa chega!


E tem até uma banda de Jazz improvisada.

Digam o que quiserem, mas essas crianças tem bom gosto musical.


Sem Charlie por perto, Patty dança com sua segunda melhor opção: Marcie.

E e por isso que as pessoas dizem que elas cresceram e viraram lésbicas.

Se pensar bem, Patty e Marcie são quase como as versões femininas e pré-adolescentes do Lenny e o Carl.


Mas Chuck aparece no último minuto... carregando seu maldito livro...

Patty acha que ele foi por sua causa, mas Minduim confessa que tem esperança que a garotinha ruiva apareça.

Pois é, a esperança é a última que morre.


Enfim, as crianças decidem fazer a dança da cadeira.

Não vou descrever muito esta cena, pois sempre que vejo alguém fazendo esta brincadeira, tenho memórias muito amargas e humilhantes...


Basta que vocês saibam que a final foi entre Chuck e Patty...


... e ele logicamente perdeu.

Claro! O que vocês esperavam?


Lucy serve uma cervejinha pra Chuck e pergunta quais suas resoluções para o ano novo. Ele explica que pretende ser menos perdedor no ano vindouro.

Boa decisão, Chuck!


Mas Lucy o informa que isso é impossível, que ele é um fracassado e sempre será até o dia de sua solitária e inexpressiva morte.

E que ele provavelmente ainda será virgem aos quarenta anos.

Enquanto isso, Snoopy funga em sua cerveja.


O que prontamente a faz ter um ataque neurastênico.

Lucy usa seus binóculos para checar a existência de germes caninos...


... e ARRÁ!!! Lá estão eles!!!

Como isso é Peanuts e não Star Trek, vou deixar pra lá as implausibilidades científicas de todos os atos mostrados nesta cena.


Chuck vai até a varanda para ler um pouco seu livro e Patty o segue.

Claro, nem preciso dizer as obscenidades que ela está opensando em fazer com o pobre Chuck, basta olhar para ela.


E as crianças começam a buscar seus pares pois faltam apenas DOIS MINUTOS PARA MEIA-NOITE!!!


Patty se cansa do papo chato e da falta de iniciativa de Chuck e resolve voltar para a festa com Snoopy.

E dizem que Family Guy foi o primeiro desenho a mostrar zoofilia.

Ao nosso herói, nada resta exceto ler seu livro.


E uau! Ele tá lendo mesmo! Nem sequer colocou um gibi do Batman dentro para aliviar a tensão!

Se bem que se você está lendo Guerra e Paz na noite de Ano-Novo, não há Batman no mundo que vá fazê-lo sentir melhor.

Chuck continua tentando se concentrar, mas aos poucos perde os sentidos...


... e o resto... é silêncio...

Ele viveu como um guerreiro... e morreu como um herói...

... que sua Centelha una-se à Matriz... junto aos heróis de Cybertron...


Enquanto isso, as crianças continuam em sua festa, aguardando o relógio dar Meia-Noite.


E um convidado misterioso chega bastante atrasado...


... SANTO CARALHO!!! É A GAROTINHA RUIVA!!!

PUTA QUE PARIU DO BUCÉFALO, CADÊ O CHARLIE BROWN????


DEUS DO CÉU!!! ACORDA SEU BALDE DE PORRA!!! VAI PERDER A CHANCE DA SUA VIDA!!!

JÁ É QUASE MEIA-NOITE!!!

...

Espera aí...

É quase meia-noite... e a garotinha ruiva veio andando sozinha pela rua?

E onde estão os adultos??? Não tem um adulto sequer supervisionando a festa!!!

Raios! Ou esse desenho tem os adultos mais irresponsáveis do mundo, ou estamos na cidade de Colheita Maldita.


Marcie entorna o nono whisky da noite e Patty procura desesperadamente pelo Chuck, pois está sem par.


Chuck está desativado na varanda da casa, exatamente onde você o deixou, Patty. Vocês estavam juntos até agora a pouco, já esqueceu?

E mais, você não o tinha trocado pelo Snoopy? O que aconteceu? O Beagle te largou por alguma outra menina mais arrumadinha?

...

Pois é... que isso lhe sirva de lição! Que isso sirva de lição para todas as meninas que estão lendo isso!

Mas agora é tarde...


... já é Meia-Noite.


E todos celebram a chegada do Ano Novo com muita alegria e cantoria movida a álcool!


E Chuck finalmente desperta do coma.


Prontamente tomando um esporro de Patty e Sally assim que poe os pés dentro a casa.

Patty tá puta porque "ELE" a deixou sozinha na festa.

Lembremos sempre que ela largou ele pra ficar com o Snoopy, o que a torna uma vagabunda resmungona e uma personagem extremamente realista quando a comparo com certas garotas que conheci.

Já Sally está puta porque Linus a trocou por outra garota durante a virada.



Linus ficou com... A GAROTINHA RUIVA!!!


E Linus se justifica, dizendo que não sabia onde Chuck estava.

Podemos ver nesta imagem que Charlie Brown está a um passo de dizer "Why so serious", fraturar o crânio de Linus com o livro e se tornar um agente do caos.


Mas como sempre, ele engole a mágoa e simplesmente decide ir para casa cometer suicídio.


Mas...


... a esperança vem de onde menos esperamos nessas situações.

E Chuck decide adiar o fim de sua vida por mais alguns dias.

...

Pra ser honesto, a Patty não é a única personagem realista ao se comportar como uma filha da puta ingrata. Chuck também é realista ao ser o típico sujeito que tem pessoas ao seu redor que gostam dele, mas que quer a atenção justamente de quem não se importa com sua pessoa.

Por que ele se interessa pela garotinha ruiva se a Marcie gosta dele?

Digo, entendo perfeitamente o interesse por ruivas, mas se eu tivesse uma Marcie por perto, não pensaria duas vezes em voltar minhas atenções para ela.

...

Enfim...


O feriado do fim de ano acaba e as crianças voltam para a escola... universidade... centro acadêmico para jovens superdotados... ou seja lá onde eles estudem.

Chuck tira a nota mais baixa possível com sua resenha do livro, mas ele pelo menos está livre.

Porém, Linus informa que agora eles precisarão ler "Crime e Castigo" de Dostoevsky.

A pressão é demais para Chuck...


... e ele atira na própria testa, morrendo em sala de aula.


FIM!!!

Nota do Amer: Super foda pra caralho!!!

Eu adoro Peanuts e não importa quanto tempo passe, este desenho sempre continua atual! É o que eu sempre digo!!!

Se o artigo de hoje não foi o suficiente, pode ler mais sobre as aventuras de Charlie Brown clicando aqui e aqui.

E agora é realmente o fim! Encerrei a temporada 2008 do blog!

Novamente agradeço a todos que passam aqui para ler meus artigos! Vocês são os maiores!

Fiquem de olho que no primeiro fim de semana de 2009... vou publicar algo que fará com que vocês virem do avesso!

E é isso aí! Feliz Ano Novo e se forem sair pra comemorar... não bebam demais e não usem drogas, ok?

E meninas, não larguem seus Charlie Browns para ficar com o Snoopy. O Chuck pode ser um fracassado, mais não vai abandoná-las.

Meninos, fiquem atentos para as Marcies, pois sempre tem uma por perto. Não desperdicem suas oportunidades como eu já fiz.

E por enquanto é só! Vejo vocês no próximo Ciclo Solar.

Cheers!!!

47 comentários:

UnderHell86 disse...

Mais um ótimo review! Começo a imaginar se existe algum material ruim do Charlie Brown (tirando Woodstock, óbvio)...

Enfim...

Feliz ano novo! E que a Terra não seja invadida por alienígenas albinos saltitantes anões!

Dark disse...

Mas que sorte a minha, mesmo sabendo que não ia achar nenhum post novo, entrei e acabo me deparando com um post "bonus"!

Show de bola Amer e Feliz 2009 pra todos!

Bruno disse...

Ia comentar hoje de madrugada mas graças aos efeitos colaterais das... bom... esqueça.

Mais um belíssimo review, o único filme do Snoopy q eu assisti era Snoopy e seus amigos ou algo do gênero.

Feliz 2009 para todos os cidadãos de boa fé q estão presentes.

Felipe disse...

Que passe bem a virada Amer, uma vez que não você não virá aqui em casa com o Luiz e o Victor(descolei até um Play3 pra isso)
Excelente artigo, Chalie Brown rulez, tanto quanto um looser master pode ruleiar.
E aguardo ser virado do avesso em 2009.

Cheers, hail Megatron!

Fernando disse...

Muito bom
Charlie Brown é um otimo desenho e esse foi mais um otimo review

Ta de Parabens Amer
Feliz ano novo pra todo mundo

Nanda disse...

"Podemos ver nesta imagem que Charlie Brown está a um passo de dizer "Why so serious", fraturar o crânio de Linus com o livro e se tornar um agente do caos."

HAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAAHAH!!!
Morri!!

Depois dessa parte não consegui mais ler sem dar risada!!

Enfim, vamos tentar comentar!
Primeiro... Peanuts tá cheio de amores não correspondidos... Eu acho que o Drummond se inspirou na série pra fazer aquele poema, Quadrilha... Porque é impressionante!! O Snoopy gosta da Lucy, que gosta do Schroeder, que ama seu..piano!
Aí o Snoopy, pra afogar as mágoas, sai com a Patty (sim, tem muitos episódios que eles dançam/patinam/jogam/fazer qualquer atividade juntos), que gosta do Minduim, que gosta da garotinha ruiva, que não gosta de ninguém, mas fica com o Linus!! Aliás, esse Linus é um tremendo dum sacana! Além de enrolar a irmã do Charlie Brown, dança com a garotinha ruiva?!
Aliás, voltando à Sally, que gosta do Linus, que gosta do...cobertor?!
No fim sobra a Marcie, que gosta do Charlie Brown e é assediada pela Patty! HAHAHAHAAH!! Que desenho mais freudiano!!
Acho que ali, só quem se dá bem é o Woodstock, que faz um clone pra ficar com ele nos momentos oportunos.. E olha que ótimo, quando ele cansa, o Woodstock-clone simplesmente some!! É incrível!

Aliás, eu adoraria um Woodstock de pelúcia!!! Acho ele muito simpático, com sua fala de acentos agudos!

Mais um post excelente!! Pra fechar 2008 com chave de ouro! Um dos maiores presentes do meu ano, esse blog! Adoro!
Eu volto em 2009, com mais comentários gigantes! ahahhahah!! \o/

Beijo, Amer!
Feliz Ano Novo!

Paco D. Lee disse...

Rerun poderia poupar o sofrimento do Professor Girafáles e fazer uma bola quadrada para o Kiko. Huh?

Ahhh, tempos que não comentava aqui. Feliz fim de 2008.

Gus disse...

Mas que sorte a minha, mesmo sabendo que não ia achar nenhum post novo, entrei e acabo me deparando com um post "bonus"!

Show de bola Amer e Feliz 2009 pra todos! [2]

Edson disse...

Ainda me lembro desse especial e da frustração que eu sentia por causa do Charlie Brown... quando eu era criança não entendia como alguém podia dar tanta bola fora, mas aí eu cresci e passei a dar umas mancadas também, o que fez com que eu me identificasse bastante com as personagens do Peanuts. Valeu pela lembrança!

Feliz ano novo pessoal! o/

Vicente disse...

Hilária resenha, Amer! Tenho boas lembranças dos Peanuts quando passavam no SBT, e o Charlie Brown tinha a voz do Chaves e falava "Que Puxa...". Ter encontrado seu blog foi um dos pontos altos de 2008 (e não só por você ter linkado minha galeria no DA, hehehe). Muito obrigado pelos comentários e pelas risadas. Continuarei visitando seu blog sem falta. Um Feliz Ano Novo para você!

Smile Time disse...

... e o resto... é silêncio...

Ele viveu como um guerreiro... e morreu como um herói...

... que sua Centelha una-se à Matriz... junto aos heróis de Cybertron...


-----

Poxa, até correu uma lagrima aqui.
O que um guerreiro sem arma faz? IMPROVISA!

Tem que fazer uma resenha desse epi Amer

Katchiannya disse...

Oi Amer,
Tudo bem?
Faz um tempinho que não comento aqui, mas já viu, né? Final de ano as coisas realmente ficam complicadas. :P
Enfim, vou comentar sobre postas passados, presentes e futuros... XD

Primeiro, concordo em gênero, número e grau com vc que O Conto de Natal do Mickey é um dos melhores especiais de Natal que eu já li... não tem como descrever melhor do que você fez. Ele consegue ser emocionante, sem ser piegas.

Mas, confesso que gosto do Grinch. Não o do Jim Carrey ¬¬ Mas do desenho original narrado pelo Bela Lugosi, que o Cartoon simplesmente não passa ¬¬

O Natal das Poderosas também é divertido. E confesso que sinto falta também do Dia da Geladeira.

Sobre o post familiar, como apreciadora de Harry Potter (era mais fã antes do livro 07), espero que sua teoria sobre Mione/Krum esteja correta, pq Ron Weasley ninguém merece. E, como a Jean Grey bem disse em X-Men 2, as garotas flertam com o perigo mas se casam com os bons moços. Mione parece fazer esse estilo.

Papai Noel e os Marcianos...Filho...que complexo de auto-flagelação vc tem oO No comments.

E agora, sobre este post aqui... Eu não me lembrava desse especial até reler aqui. ^^

E realmente, ele é muito bom. Sou apaixonada por Peanuts!

Eu me lembro do Rerun, tem uma tirinha ou um dos desenhos (às vezes não lembro qual é qual) de ele refletindo sobre o mundo na garupa da bicicleta da mãe dele que é muito fofo e divertido.

Agora, Linus é um traira, como ele fica com a Garotinha Ruiva sabendo que o Charlie gosta dela? ¬¬ Cara, com um amigo assim, fala sério... ¬¬

Sobre Patty Pimentinha e o problema de ela não ser tão direta, a questão é que, às vezes, mesmo sendo relativamente diretas, Charlies Browns podem ser absurdamente burros a ponto de acabarem te empurrando para um Linus ao invés de serem sinceros com as Pattys.

Bem, o fato de ele não sacar a Marcie já é o suficiente para ver como os Charlies podem ser idiotas.

Btw, chegou a ver Peanus? Sinceramente, não gostei muito não. O primeiro ainda vai, mas o do especial de Natal, sinceramente, over demais para o me gosto. :P

E sobre posts futuros (pq sei que um dia vc vai falar desse filme). Já viu os atores do filme de Avatar? Bem, talvez sendo um pouco “fã putinha”, não estou gostando da escolha não, em termos de biótipo do personagens.

Mas, vá lá, né? O Michael Clarke Duncan como Rei do Crime era uma das poucas coisas que realmente se salvaram no filme do Demolidor.

A verdade é que eu não estou levando muita fé no M. Night Shyamalan como diretor. Não que ele seja ruim (embora eu não tenha gostado da Vila e não foi por causa do final que eu já sabia e tinha achado até interessante), o problema dele é o ritmo... ele é muuuuuuuuuuuuuito lentooooooooooooooo, gosta de muitos “tempos mortos”, e não combina muito com o ritmo e a dinâmica do desenho.

Pensando em que poderia fazer algo mais próximo do tom do desenho, a única pessoa que me veio à cabeça foi o Richard Donner por causa de Goonies, mas nem sei mais se ele dirige filmes.

Espero estar errada sobre o filme do Avatar e me surpreender com o resultado.

Já falei demais... Mas antes de ir, três coisinhas.

(1) Gostaria de te convidar para ler um artigo meu sobre Mangas e Comics no fanzine que eu participo. Tem um pouco de fanzisse nos artigos das demais meninas, mas como é uma coisa mais light, não vejo problemas, mesmo que nem sempre concorde com as opiniões delas. Espero que isso não te incomode. ^^

http://www.expressohogwarts.com.br/tsuru.htm

(2) Depois dá uma olhada nisso. È uma mistura de Homem-Aranha com Calvin e Peanuts:

http://www.orkut.com.br/Main#Album.aspx?uid=4297977478814105456&aid=1208501331

Se não abrir, procura Puny Parker ou Vitor Cafaggi.

(3) O básico de sempre, FELIZ 2009!!!!

Abraços

Katchiannya disse...

Ah, eu esqueci de falar. Aquela piadinha de Freud e Jung no Pink e Cérebro foi TUDODEBOM.

Cara, eu não lembrava daquilo!

Lady Graograman disse...

Eu ganhei um Woodstock de pelúcia do André. Se não acreditar, entra no meu perfil do orkut...

Amer H. disse...

Feliz Ano-Novo para todos! Agradeço os elogios e espero que tenham passado bem o Reveillon

Smile-Time, ainda vou falar de Beast Wars aqui, mas com o respeito que essa série merece. Aguarde.

Katchy, lí Puny Peter Parker e achei genial. Muito bom mesmo.

E seu artigo sobre Comics x Mangá foi muito bom também. Não acrescentaria nada.

Quanto a Avatar... bom...

O Michael Clarke Duncan de Rei do Crime é justificável. O senhor Duncan é enorme e um excelente ator, portanto caiu como uma luva para interpretar Wilson Fisk.

Principalmente porque fora alguns astros da luta livre aposentados, não existia um ator branco com o porte do personagem e um Rei do Crime gordinho e baixinho ia ser motivo de protesto também.

Quer dizer, os fãs putinhas iam reclamar anyway, então...

Mas pelo menos justificaram, quando ele diz que cresceu no Bronx, que é um bairro habitado principalmente por negros e que é tremendamente barra-pesada. Deram um aprofundamento pro personagem.

Plus, nada da mitologia do personagem se perdeu. O filme é ruim por outros motivos.

Agora, Avatar se passa em um mundo INSPIRADO NA CULTURA ORIENTAL.

Aang e Toph tem traços chineses, Katara e Sokka tem traços Inuitas e Zuko, Iroh e Azula tem traços Japoneses.

PORQUE RAIOS O ZUKO DO FILME É LOIRO DE OLHOS AZUIS???

Digo, isso é desrespeitar totalmente o universo em que o mundo animado se passa e as culturas em que ele foi inspirado.

Entendo que é um lance comercial. Os produtores acreditam que um cast de orientais poderia "assustar" o público americano, o que é uma tremenda bobagem na minha opinião.

Se o público americano fosse tão incapaz de se identificar com orientais, Jackie Chan, Jet Li e tantos outros astros de filmes chineses de ação, jamais teriam feito sucesso na terra de Bill Clinton.

Mas enfim, tenho baixas expectativas com esse filme. Vamos ver no que dá.

Cheers!

Katchiannya disse...

Concordo com vc em número, gênero e grau sobre Avatar, mas meu problema ainda é o diretor.

Entenda, não tenho nada contra o Shyamalan. Gosto do Sexto Sentido, gosto de Corpo Fechado. Sinais é legalzinho, A Vila não me desce...

É um cara que acerta e erra... Mas o tom dele não tem ABSOLUTAMENTE NADA A VER com Avatar. ¬¬

Para mim já começou errando daí...

Mas eu realmente espero quebrar a cara apesar de todos os contras que nós dois colocamos sobre o filme. Espero mesmo sair do cinema, falando, pqp, filme ótimo.

bjs mil e feliz ano novo!

Feh disse...

Ora, mas que blasfêmia! Woodstock é o melhor personagem, falando sério.

Ele é uma coisa amarela e bonitinha. Isso não pode ser ruim.

"Aliás, eu adoraria um Woodstock de pelúcia!!! Acho ele muito simpático, com sua fala de acentos agudos!"

Concordo totalmente, Nanda.

(Aliás, feliz ano novo, consegui entrar hoje pra dar uma olhada no artigo.)

Nanda disse...

hahahaha! Tô falando que é mal de nome! Eu e a Feh temos muitas coisas em comum (tirando a idade.. céus! *se recolhe pra fazer tricô*)!!

O Woodstock é uma graça!!

BIEL !!! disse...

HEY ARMER ! Feliz Ano Novo Rapaz! leio seu blog a mais ou menos 8 meses e sinceramente ele é muito foda!
Poxa...q tal em 2009 um Review de "Snoopy volta pra casa?"

CHERRS!

patrickpereira disse...

Mais um grande review!

Parabéns Amer!!!

Feliz Ano Novo!

Nanda disse...

"Poxa...q tal em 2009 um Review de "Snoopy volta pra casa?" "

Eu também voto nesse!!! _o/

lance disse...

Olha como AdEvogado dos comentários aqui eu concorda com a história do Woodstock ser um bom personagem¬¬

Aliás outro personagem classico do Snoppy que ninguém nunca meteu o dedo na cara do Maurício de SOuza dizendo que ele roubou é o Pigpen...que o Amer nunca sequer cita...

o Sr.Duncan ficou até pequeno demais pra ser o rei do crime.

e comentando os comentários:

"O Snoopy gosta da Lucy, que gosta do Schroeder, que ama seu..piano! "

O Snoppy não gosta da Lucy em especial...ele é o John Cool ele gosta de todas as mulheres...e como a lucy se faz de dificil ele provoca ela mais já que as outras são conquistas fáceis(lembra que ele pega a Patty toda hora e sempre larga ela pra pegar a seguinte).

Bruno disse...

Ficou muito legal o banner do site.

Nanda disse...

Snoopy, o cafageste!

hahahahahahahahaha!!

Foi só um começo de raciocínio, lance, pra ficar com 3 pessoas em cada um deles.. hahahahaah!!

E já estamos formando um grupo de pessoas que gostam do Woodstock, viu só?? \o/

Amer H. disse...

Pois é... Snoopy é um canalha e todas as mulheres caem na conversa dele...

Exatamente como na vida real... que puxa...

Quanto ao Banner, vou falar pro meu amigo que o fez que você gostou, Bruno.

lance disse...

quando sai o review do Snoppy da regata?[:P]


...não sei q hj fiquei lembrando do desenho da liga dos mutantes...

Amer H. disse...

Esse Snoopy sai um dia.

Tenho outras coisas planejadas antes.

Raven disse...

Olá, Amer!! Feliz 2009 para você!!

Ah, que novidade, adorei sua resenha do especial de Natal do Charlie Brown, e confesso que não conhecia o desenho. Vou procurar!

Pena que agora tudo que eu vir do Charlie Brown vai me lembrar aquela porra de especial pornô (?)que fizeram com esses personagens... O negócio é simplesmente o supra sumo do mau gosto, totalmente constrangedor :P

Bem, você fez algumas reclamações sobre o comportamento das garotas, algumas eu até concordo, mas tem uma que me faz sentir obrigada a refutar: Amer, por experiência própria, os caras em geral não gostam de garotas que chegam pra eles e abrem seus corações. Eles não conseguem entender o que isso significa.

Quando uma jovem faz isso, de duas, uma: ou o sujeito irá brincar com o sentimento dela, ou então, o que é mais comum, ele simplesmente sumirá ou passará a ignorar a garota. E isso, convenhamos, além de pouco másculo, é deseperador para quem está apaixonada :P

Por isso que preferimos usar a tática das indiretas ou deixar que o sujeito perceba por si só, entendeu?

Infelizmente, cometer sincericídio - que é o nome que dou para o ato de uma mulher declarar-se para um homem - é a coisa mais bela, porém mais idiota que uma garota pode pensar em fazer nos dias de hoje.

Se ainda estivéssemos no século XIX...

Abração procê!!

Amer H. disse...

Discordo.

Isso acontece quando uma garota se abre pro cara errado!

Caras cool tratarão a moça com o respeito que ela merece.

Mas os caras cool não conseguem se aproximar das garotas porque elas ficam na defensiva, devido ao que já passaram nas mãos dos caras que não são cool.

E aí... todos perdem!!!

E that's not cool.

Nanda disse...

"Infelizmente, cometer sincericídio - que é o nome que dou para o ato de uma mulher declarar-se para um homem - é a coisa mais bela, porém mais idiota que uma garota pode pensar em fazer nos dias de hoje."

Existem exceções!!!
E eu sou uma delas! \o/

*ai ai*

Nanda disse...

E eu copiei o trecho errado do comentário... Abestada! ¬¬

Era esse:
"Quando uma jovem faz isso, de duas, uma: ou o sujeito irá brincar com o sentimento dela, ou então, o que é mais comum, ele simplesmente sumirá ou passará a ignorar a garota."

Agora sim!
*ai ai*

Katchiannya disse...

"Quando uma jovem faz isso, de duas, uma: ou o sujeito irá brincar com o sentimento dela, ou então, o que é mais comum, ele simplesmente sumirá ou passará a ignorar a garota. E isso, convenhamos, além de pouco másculo, é deseperador para quem está apaixonada :P"

Ou ele se faz de burro e ainda tenta te empurrar para outra pessoa. ¬¬

Mas eu concordo com o Amer.

"Caras cool tratarão a moça com o respeito que ela merece.

Mas os caras cool não conseguem se aproximar das garotas porque elas ficam na defensiva, devido ao que já passaram nas mãos dos caras que não são cool."

E a reciproca é verdadeira, tem muito cara cool que se ferra pq fica interessado na guria errada.

ps- Também adoro o Woodystock!

Bruno disse...

Da aonde você tira as imagens dos filmes Amer?

Rogério disse...

Poxa Amer, encerrou com chave de ouro mesmo. Eu me lembrava vagamente dessa história... pra mim, a garotinha ruiva era quase uma lenda urbana, tipo a loira do banheiro, jacaré no esgoto e a restituição do imposto de renda.
Descobrir seu blog foi a salvação da lavoura no final de 2008!

E vamo prá frente!

Rafael disse...

Nunca vi um especial de tv do charlie brown especificamente
os dois que eu ja vi era quase snoopy woodstock
e só

Mr. Nice Bobby disse...

Hey Amer!

Já considerou fazer um review de Team America?

Cheers!

Amer H. disse...

Sim sim... os caras cool se ferram bastante também.

O problema é que caras cool e garotas cool tem dificuldades de se encontrar. As vezes não freqüentam os mesmos lugares, ou nem são da mesma cidade ou simplesmente estão tão separados por um oceano de gente que não é cool que não conseguem se aproximar.

Mas as vezes as coisas rolam em nosso favor.

Quanto as imagens, tenho uma robozinha chamada Jenny que se conecta ao meu PC para conseguir as imagens para mim. Ela me ajuda em troca de favores... pessoais e pouco Cristãos.

Que posso dizer? Me amarro numa robozinha!

Quanto a Team America, já pensei em escrever, mas o DVD simplesmente sumiu do mercado brasileiro. Quando relançarem e eu conseguir comprar um, escrevo a respeito.

Bruno disse...

Uma robozinha chamada Jenny? Você tá de zoeira com a minha cara?

lance disse...

"Ela me ajuda em troca de favores... pessoais e pouco Cristãos."

È a namorada dele, Bruno...

Raven disse...

Olá, Amer!

Valeu por responder meu comentário ^^
Sabe, é muito verdadeiro isso aqui que você disse:

"O problema é que caras cool e garotas cool tem dificuldades de se encontrar. As vezes não freqüentam os mesmos lugares, ou nem são da mesma cidade ou simplesmente estão tão separados por um oceano de gente que não é cool que não conseguem se aproximar".

Isso me fez lembrar das idéias de meu estimado Eric Magnus... Que tal arrumar um vasto asteróide para onde a espécie cool poderia migrar e viver e conviver numa boa? ^^

Pode ficar sossegado que também será assegurada a entrada de robozinhas, andróides e similares no referido asteróide... Afinal de contas, todo mundo tem direito a ser feliz, não é mesmo? ^^ ^^

Bração procê!

Amer H. disse...

Eu não tenho namorada.

A Jenny é uma robozinha mesmo.

Um dia conto a história de como nos conhecemos.

Lucita disse...

Ahhh, Peanuts!!!
E as crianças de hoje lêem Naruto... Eu tenho pena delas!!!
Ótimo review Amer!!!
Bjos!

Nanda disse...

Geeeente! Essa discussão sobre caras e garotas cool está muito interessante! ahahahahahah!!

Mas pessoas! Pra existir caras cool, tem que existir os canalhas! Afinal, como a gente saberia valorizar um cara cool quando ele aparece??? Se só existisse gente cool, as pessoas seriam "só mais uma"...
É o que eu acho!
Pra mim o problema é que pessoas cool geralmente tem muito medo de assumir os sentimentos (porque já assumiram pra alguém não-cool), e fica nessa palhaçada toda!

Ou não...

hahahahah!!
Beijo ae!

Amer H. disse...

Sim, Nanda! Esse é um dos exatos motivos!

Caras não-cool fodem com as meninas cool.

Elas passam a ficar na defensiva.

Caras cool já se ferraram nas mãos de meninas não-cool.

Eles passam a ter medo de se aproximar.

Caras cool conhecem meninas cool.

Eles ficam com receio de se aproximar e elas ficam na defensiva.

Não sai nada e os dois se afastam.

E acabam se envolvendo com gente nada cool de novo.

E assim o muno roda.

Com raras exceções.

Infelizmente...

Nanda disse...

Palhaçada! ahhahahahahah!!

Mas eu entendo!
Sabe qual é o problema? É que pessoas não-cool são TÃO não-cool que falam "eu amo vc" pra qualquer pessoas.. Aí é mais fácil se abrir depois que o outro disse algo do tipo (mesmo não sendo verdade)... "Sad but truuuuuuue"... [Metallica mode off]

Por isso eu acho que se vc tá afim, não custa nada tentar ser sincero (se nada deu certo ainda).. O que se tem a perder?! Se a pessoa não gostar mesmo de vc, bola pra frente... Ela não vai teignorar ou sumir.. Se fizer isso, só vai provar que é uma pessoa não-cool... Então vc não perdeu nada! hahahaha!

Não é?

Nanda disse...

pra qualquer pessoa*

Que absurdo esse erro de concordância...¬¬

Amer H. disse...

Exato!

Eu não teria dito melhor!