domingo, 21 de junho de 2009

Mês de Cybertron - Web World


Puxa vida, faz tempo que eu não venho aqui!

As últimas duas semanas tem sido bastante atribuladas, tive uma enxurrada de trabalho, meu Xbox 360 morreu, questionei o sentido da vida seis vezes e ajudei Scooby-Doo e seus amigos a desvendarem o mistério de porque as salsichas que a turma comprava vinham desaparecendo (era culpa da Velma).

Enfim, cá estou de volta e como prometido, com o review de um episódio da série clássica de Transformers.

Não um episódio qualquer, mas Web World!!!

Caso não tenha assistido, tudo bem, é da terceira temporada.

Os fãs normalmente ignoram a terceira temporada da série, a que veio depois do Movie. Isso se dá porque bem... a maioria dos fãs simplesmente não conseguiu se afiçoar aos novos robôs como o tinha feito com os antigos.

Quantos fãs de Transformers você conhece que preferem o Cyclonus ao Starscream?

Pois é!

E quantos fãs de Transformers você conhece que não são mongolóides sub-humanos inacreditavelmente irritantes?

Por que eu te digo, encontrei mais fãs do Cyclonus que fãs racionais de Transformers.

Mas enfim, não estou aqui para xingar os fãs das latarias da Hasbro, mas sim para narrar um episódio do qual pouca gente se lembra... ou que poucos fazem questão de lembrar.

Este episódio responde a uma pergunta simples: o que aconteceria se levassem Galvatron ao psicólogo?

Pois é...

Enfim, vamos acabar com isso de um vez.



Nossa história começa com os Decepticons fazendo aquilo em que eram melhores: vagar a esmo procurando algum elemento aleatório que pudesse ser usado de alguma forma esdrúxula para vencer os Autobots.

Acho que neste episódio, estavam procurando um mineral em um cinturão de asteróides ou coisa assim, estes detalhes me escapam as vezes.

Todo vilão de desenho dos anos 80 tinha um tipo de plano ao qual se apegava quase que romanticamente, não importa o quanto desse errado. No caso do Comandante Cobra era sequestrar cientistas, no caso de Mumm-Ra era se disfarçar de alguma coisa que na maioria das vezes só enganava o Tygra e no caso dos Decepticons, era encontrar coisas aleatórias que pudessem ser usadas como armas ou para abastecer armas.

Bons tempos que os vilões eram preguiçosos e até um narcoléptico podia acompanhar o roteiro dos desenhos.



E veja você, os Autobots encontraram o elemento randômico deste episódio antes dos Decepticons! Quais as chances???

Não, sério, quais as chances? Em toda a galáxia, de todos os asteróides e todos os elementos, quais as possibilidades dos Autobots irem parar no mesmo asteróide que Galvatron e suas tropas estavam procurando?

Bom, faça como eu! Se algo no episódio não fizer sentido, é culpa da Singularidade Unicron!

Dê uma procurada, é a desculpa oficial que a Hasbro arranjou para explicar os furos de roteiro de seus desenhos!

Mas estou me desviando do assunto, os Autobots estão no asteróide, o que só pode levar a uma coisa:



LUTA VIOLENTA!!!

...

Sinceramente, depois da treta do Optimus com Megatron no Movie, as batalhas da série de TV ficaram um saco.

Cyclonus tenta ajudar Galvatron, que fica triste e melancólico e assim sendo, reage da única forma que uma pessoa inteligente e tranquila o faria...



SHORYUKEN!!!



Os Autobots aproveitam enquanto Galvatron banca a Dominatrix e manda um BDSM-Koo-Koo-Katchoo em suas tropas e dão no pé.

Sem minerais misteriosos, derrotados e com um líder que acredita estar em um filme Francês, não resta alternativa aos Decepticons exceto voltar pra casa e assistir o programa da Sonia Abrão.



Em casa, Cyclonus é cercado pelos outros Decepticons, que se cansaram da loucura de Galvatron e lhe dão um ultimato: ou ele dá um jeito em seu líder, ou será forçado a participar de Kiss Players.

Como não quer contracenar com robôs linguarudos que estupram meninas de sete anos, Cyclonus decide finalmente fazer algo.

Aliás, um pouco de história. Para quem não sabe, Galvatron permaneceu total e completamente insano durante toda a terceira temporada da G1.

Isso aconteceu porque logo após a batalha com Rodimus Prime no Movie, ele caiu em um planeta vulcânico e passou meses preso na lava.

Sim, faz todo sentido!

...

Não questione!



Graças as leis da conveniência universal, um Quintesson aparece e dá o telefone de uma excelente clínica psiquiátrica para Cyclonus.

DEUS EX MACHINA FOREVER!!!



Em casa, Galvatron está muito irritado, pois sua circuncisão está demorando mais do que o necessário.

Podemos ver que os outros Decepticons sabem que como robô, ele não tem pinto e é por isso que o procedimento está demorando, mas não se questiona um sujeito insano que carrega um canhão nuclear no braço.



Agora que sua conversão ao Judaísmo está completa, Galvatron decidiu comemorar comendo um belo sanduiche de presunto com leite, mas na saída, foi interceptado por Cyclonus, que disse conhecer um restaurante Kosher muito bom em outra galáxia.

E lá foram eles, satisfazer seus desejos Hebráicos!



E assim sendo, ele viajaram até o planeta que parece uma enorme almôndega recheada de plutônio. Mas havia algo de errado...



Assim que desceram, Galvatron deu de cara com um rejeito de Senhor dos Anéis...



... com o filho bastardo do Jabba...



... e com... essa coisa, seja lá o que xavascas for.


Cyclonus é então recebido com o chefe do lugar, um macacão azul que o reconhece como o cara que havia marcado uma consulta algum tempo antes.

Como não faço a menor idéia do nome desse sujeito, vou chamá-lo de Dr. Zaius.

E é interessante perceber que eles são macacos imensos, pois tem o mesmo tamanho dos Transformers.

Ou isso, ou os animadors esqueceram que os Transformers são seres gigantescos.

...

Como esse desenho era animado por prisioneiros de guerra na Coréia, voto na segunda opção.


Galvatron fica muito agitado, pois percebeu que este não é um planeta Judeu e resolve espancar seus companheiros anti-semitas.

Para conter seus impulsos, os médicos o prendem com um campo de energia e depois atiram lasers nele.

Espera, eles atiram nele???


Uau! Nunca ví um psiquiatra que anda armado! Isso que é medicina, vou te contar!


Após ser nocauteado, Galvatron é preso em uma jaula feita com alguma merda roxa e começam a discutir a forma de pagamento com Cyclonus.


Felizmente, o convênio médico paga o tipo de tratamento que será aplicado em Galvatron e o Dr. Zaius pede a Cyclonus que assine o documento.


E ele o faz com o dedão.

...

Sim, os Decepticons, flagelo desta galáxia e de muitas outras, eram analfabetos. Agora você sabe, e saber é metade da batalha!!!


Mais tarde no hospital que parece um monte de fezes...


... o tratamento de Galvatron começa.

O médico pergunta se ele foi molestado por seus pais, ao que Galvatron responde que não.

Então, o doutor sabiamente pergunta se ele foi molestado por algum membro do clero, é quando Galvatron se lembra de seus tempos de coroinha...


... e despiroca por completo.

E isso explica sua conversão ao Judaísmo.


Como o primeiro tratamento não funcionou, resolvem partir para outro.

Colocam várias peças de um objeto desmontado na frente de Galvatron e pedem a ele que o remonte. De acordo com Dr. Zaius, ao reconstruir algo desmontado, o vilão pode conseguir a estabilidade para reconstruir sua mente esfacelada.

Claro, pode ser que funcione. Afinal de contas, jamais dariam um objeto perigoso para ele montar, não?


Ooooops...


Isso mesmo, dêem uma arma nas mãos de um maníaco psicótico e violento! Com certeza vai ajudá-lo a melhorar.


Para se livrar de (provavelmente mais um) processo por erro médico, Dr. Zaius declara que “Galvatron não respondeu bem ao tratamento.”

O que é preocupante, pois pode ser que eles dêem armas nas mãos de todos os pacientes e esperem que isso os cure.

Onde merdas esses médicos conseguiram seus diplomas? Em encartes da revista Contigo?


Pois bem, Galvatron é levado a uma arena com outras aberrações que estão internadas no lugar e lá eles farão... algo...

Não prestei muita atenção ao que o Dr. Zaius falou que seria, mas sinceramente, não espero muito depois do tratamento com a arma.


É quando de repente, um monstro que parece o fruto do amor proibído entre um Lango Lango e um Pogobol começa a pular e gritar sem nenhum motivo aparente.


Compreensivelmente, Galvatron fica puto com o monstro, se solta da gosma roxa que o prendia e começa a atirar em tudo e todos.


Dr. Zaius não parece surpreso por este tratamento também ter dado errado, o que demonstra que ele é um médico acostumado ao fracasso e que deve ter um excelente advogado.

Enfim, o macaco declara que só resta uma opção: LOBOTOMIA!!!


PAN-PAN-PAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAN!!!


Cyclonus fala que esta putaria já foi longe demais e decide levar seu chefe embora. É quando Dr. Zaius o prende e declara que precisa terminar o tratamento de Galvatron.

Bom, ainda faltam quatro minutos para o episódio acabar, é justificável sua preocupação.

Mas os métodos de lobotomia de Zaius são ainda menos ortodoxos que os outros que foram empregados.

E o que pode ser menos ortodóxo que dar uma arma na mão de um paciente?


Deixá-lo ser molestado por insetos enormes, é claro!

...

Certo.

Bom, aparentemente, os insetos “penetram” (hmmmmmmm...) no cérebro de Galvatron e o conectam ao núcleo do planeta, que é um gigantesco computador. Através desta ligação, Galvatron ficará tão bem quanto Jack Nicholson ficou ao final de Um Estranho no Ninho.

Nunca assistiu? É um excelente filme, você devia ver!


Cyclonus lamenta o sofrimento infindável de seu líder! Ele nem pode olhar tamanha barbaridade!

E por que raios Cyclonus tem sobrancelhas? Ele é um robô, pelo amor de Megan Fox!


Mas surpresa! O plano saiu pela culatra, exatamente como acontece quando um menino gordo egoísta dá uma escarrada em seu chocolate para a irmãzinha não pedir um pedaço!

Pois bem, o planeta não consegue curar Galvatron, mas sim é afetado por sua loucura...


... e começa a entrar em colapso.

Quem diria?


Galvatron se solta e Cyclonus se mostra arrependido por tê-lo levado a este planeta horrendo.

Envergonhado, o soldado pede perdão ao seu líder.


Galvatron, sempre bondoso, o perdoa.


Mas ele ainda não acabou, não senhor! O planeta tentou botar no rabo dele, então é hora de foder com o planeta!!!

Para provar que não está brincando, Galvatron pula de cabeça na primeira fenda que encontra e vai até o centro do mundo.


E como qualquer pessoa equilibrada que é capaz de se transformar em canhão faria, ele destrói o núcleo do planeta.

VIVA!!!

Não satisfeito, ele resolve sair matando tudo que se mexe que ele puder encontrar na superfície.


Mas como este é um desenho dos anos 80, o melhor que ele consegue é deixar as pessoas atordoadas e o planeta fumegando um pouco.


Cyclonus aproveita que seu chefe está bem mais calmo e o convence que é hora de voltar pra casa.

Galvatron concorda, pois precisa colocar as contas em dia, renovar sua assinatura da Playboy e assistir ao Silvio Santos maltratando a Maísa no Youtube.


Então, assim eles o fazem! De volta para casa!

E o desejo de Galvatron por Latkes se foi totalmente.

Nota do Amer: Tão bom quanto um desenho dos anos 80 envolvendo macacos e robôs pode ser!!!

O mais legal deste episódio é que ele nos faz torcer pelos vilões! Galvatron é aprisionado e está prestes a sofrer uma lobotomia e a narrativa do episódio faz com que tenhamos pena dele.

Bom, verdade seja dita, sempre adoramos os vilões tanto quanto os heróis.

Que seria de Luke sem Darth Vader? De Rocky Balboa sem Ivan Drago? Daquele nerdzinho patético cujo nome me escapa sem o Buddy Revell?

Pois é! Pense nisso!

E por hoje é só!

A seguir, minha análise de A VINGANÇA DOS DERROTADOS!!!

...

Como esse nome soa imbecil em Português...

Cheers!!!

43 comentários:

cyf [Cayo] disse...

Muito bom, Amer!!

Apesar de não entender nada de Transformers além do que leio aqui e do filme [que eu achei muito maneiro, por sinal], me amarro nrsses posts.

Esse mês temático está ótimo!

Ah, e eu pesquisei a Singularidade Unicron e, surpresa, o único resultado do google é seu outro post do ano passado dizendo o que é isso. XD

Enfim...

Quando for ver Transformers no cinema essa semana, certifique-se de prestar atenção aos traillers: Vai sair o trailer do "oh tão controverso" live action de Avatar.

Vi um sneak peak e parece que tá muuuuito bom! Faça um comentário sobre ele semana que vem, ok? xD


cyf out!

Eniguima disse...

Desenhos dos anos 80 me traz lembranças...

Mas tem coisas que prefiro só deixar na memória, pois quando vou assistir novamente sempre fico me perguntando "nossa eu gostava disso? parecia mais bem feito"

Hehe! mas boa matéria, alias tenho uma sugestão Amer, se tu curte luta livre da uma olhada nisso: http://getreadytorumble.wordpress.com/2009/02/22/%E2%80%9Cfarofa-do-raposa%E2%80%9D-%E2%80%93-luz-camerawrestling-parte-1/

é uma matéria sobre lutadores em filmes, achei uma boa idéia para o blog.

Avalanche(Lance) disse...

Disseram que eu estava louco,mas o Blog do Amer VIVEEEEEEEEEE!!!!!!!!!!!!!


AHHAHAHAHHA
RIAM COMIGO!!!!!

AndréBetim disse...

Buenas!

Amer, por acaso esse Len Wein que escreveu o episódio é aquele roteirista de quadrinhos, que criou o Monstro do Pântano e o Wolverine (este último não tenho mais certeza se foi uma boa idéia)? Mas enfim, achei que seria uma boa citar esse detalhe...se form o mesmo cara afinal.

Ce vai postar alguma coisa especial por conta dos 70 anos do Batman?

Abraço!

Sergio disse...

"meu Xbox 360 morreu"

lamento, amer.

quando o meu 360 morreu o meu irmão ficou umas semana sem dormir direito.

Amer H. disse...

Sobre o Len Wein, é possível. Apesar das piadas que eu fiz, este episódio é bem mais sombrio que a média da série, então não duvido.

No tinha pensado a respeito do Batman, mas agora que você falou, pode ser uma boa.

Sim, o cruzado embuçado merece um mês só dele!

Aliás, sobre filmes com Wrestlers, já escrevi sobre dois. Há mais um sobre o qual quero falar, mas como este não saiu em dvd nem mesmo lá fora, fica difícil conseguir uma cópia com boa imagem pra escrever a respeito.

Mas eu chego lá um dia.

Raven disse...

"Sim, o cruzado embuçado merece um mês só dele!"

*______________________*

Amer, eu amo você!!

Ow, ótimo post! O fruto do amor proibido e o refugo de SdA me mataram de rir!!

Também gosto um bocado de vilões... Fazer o quê, se eles acabam sendo, na maioria das vezes, muito mais interessantes e complexos que os heróis?

Katchiannya disse...

Amei o post. Huahuahuahua.

Cara, esse episódio não fica nada a dever a um episodio de Invasor Zim, completamente absurdo e "coerente" huahuahua

Menino, não sabia que meu nome tinha ido parar em um golpe ultramegasuper. Bom saber. XD

Sinceramente, concordo com vc. Um herói só é bom qdo se tem um vilão decente em seu encalço.

E Vader é O Cara! (sempre desconsiderando as "loucas aventuras de anakin skywalker)

bjs a todos.

João disse...

Bem feito que seu Xbox tenha quebrado, seu hipócrita!! Vc trabalha para uma revista de PS3 e não tem umn Ps3, vc merece o Belo Ursinho Fritz, isso sim!

Amer H. disse...

Huh?

Walmir disse...

Ah, Amer...
Eu não consigo mais ver esses desenhos.
Quando descobri uma loja em Guarulhos que vendia DVDs de desenhos antigos (isso por volta de 2005), comprei um monte, incluindo Galaxy Rangers, Ursinhos Gummy, Defensores da Terra, Pole Position, Herculoides, Bravestar e TF.
Que saco...
Tudo muito ruim, histórias bestas, desenhos mal acabados...
Cheguei a comprar a primeira temporada da G1 completa. Assisti dois episódio e guardei.
Idade, talvez?
Sei lá, mas hoje em dia não conisgo ver 5 minutos dessas paradas, apesar de gostar muito quando criança.

Por isso, parabéns por mais um review de episódio ruim de TF!

Ah.. o pessoal tá combinando de ver os Derrotados no próximo sábado, dia 27, tá afim?
Eu sei que vc vai antes (eu tb), mas vai ser legal conhecer um pessoal fã da série.

Amer H. disse...

Acho que esses desenhos dos anos 80 são legais quando os assistimos pelo que eles são: um retrato da época em que foram feitos.

Se você assiste tais séries pelo puro valor nostálgico e sem levá-las muito a sério, dá pra se divertir um bocado. Mas caso queira usá-las como combustível pra iniciar uma guerra de reclamações do tipo “não se faz mais desenhos como antigamente”, vai quebrar a cara legal.

Assims endo, eu adoro a G1, mas não consigo levá-la a sério. O Movie é sensacional, mas a série de tevê é... triste.

E é por isso que defendo Beast Wars e TF Animated com tanto afinco. As pessoas se referem a estas animações como “prejudiciais a boa imagem da G1” quando a própria série clássica, quando vista hoje em dia já causa muitos danos a sua própria reputação.

A animação ocidental só começou a evoluir com Batman Animated Series mesmo. Qualquer coisa produzida antes deve ter sua qualidade questionada.

Menos He-Man! Esse sempre foi assumidamente brega e é por isso que o amávamos!

E claro, por ele ter nos ensinado que não devemos aceitar doces de estranhos, ou comer tinta, ou enforcar gatos com fios de extensão telefônica.

Ah sim, Caverna do Dragão também era genuinamente bom, por isso que durou tão pouco.

...

Ahhhhhhhh, Sheila...

... embora a Diana fosse boa também... hmmmmmmmmm...

fernando disse...

parabéns Amer, mais um otimo post seu.
concordo com sua analise sobre os desenhos de nossa infancia, não da pra levar eles a sério, são praticamente todos sem sentido!!! desses desenhos o unico q ainda assisto é o caverna do dração mesmo, acho que nem o thundercats eu conseguiria ver mais, apesar de ser ainda legalzinho...

Erick disse...

OK, o que a Velma fazia com as Salsichas?

Amer H. disse...

Thundercats também é bom. Não envelheceu bem como Caverna do Dragão, mas é bem superior a média da época.

A Velma fazia com as salsichas o mesmo que a Meg Griffin faz.

Eniguima disse...

Mas que filme seria esse Amer?

Tu viu o link que mandei? achei a matéria lá bem humorada como seu blog por isso te passei hehe!

Amer H. disse...

"No Holds Barred", lançado aqui como "Desafio Total."

Pois é...

guilherme.kinni disse...

Lance:Ahahahahahaah.

Desenhos dos anos 80, tão divertidos...

Avalanche(Lance) disse...

Olha queiram me desculpas.

MAs os roteiros poderiam ser apressados(até pq na época os únicos preocupados com a idéia de universo fechado eram o Trekkers e olhe lá).

A Maioria das história usava o contexto fantasia pq se usasse um mais "real" poderia irritar a censura.

Mas como dizia....reclamem das histórias e da falta de violência,mas Galaxy Rangers e Ursinhos Gummy tem uma animação excelente, principalmente se comparados com muitos desenhos de hoje.

Aias ambos sendo da Disney, Ursinhos Gummy tem uma animação equivalente á Gárgulas.

Amer H. disse...

De fato, mas lembre-se que nem todos os desenhos da época tinham boa animação.

Transformers e G.I Joe eram animados no Japão, por estúdios diversos e com baixo orçamento, o que causava animação de baixa qualidade com erros grotescos em diversos episódios.

Um dia falarei em maiores detalhes disso.

Quanto ao roteiro, lembremos que TODOS estes desenhos eram produzidos PARA CRIANÇAS. Não é uma questão de só os Trekkers se inportarem com universo fechado, mas produções infantis normalmente não tem um roteiro muito bem trabalhado.

Mas isso não significa que sejam plenamente ruins.

Ben 10 é infantil e mesmo com um pé na ficção científica, possui absurdos de continuidade que fariam Stan Lee corar.

E independente disso, acho uma das melhores séries de animação da atualidade.

Galaxy Rangers era bom, assim como Thundercats e muitos outros, mas a maioria dos desenhos dos anos 80 são mais memoráveis por seus defeitos que qualidades.

Nem tudo conseguia casar tão bem boa animação com ótimos roteiros, como faziam Caverna do Dragão e o desenho dos Caça Fantasmas.

AndréBetim disse...

Opa. Dei uma pesquisada e parece que é o Len Wein dos quadrinhos msm, dinossauro, tá em atividade até hoje. Parece que o Marv Wolfman (Crise nas Infinitas Terras) e o Gerry Conway (A Morte de Gwen Stacy) tb fizeram roteiros pra transformers...só não sei o q exatamente.

Mês dos Morcego com certeza! Vai bolar os posts ou pode mandar sugestões?

Abs.

Joey_S disse...

E por falar em desenhos antigos... eu finalmente terminei de ler/assistir Hokuto no Ken... Eu tava kerendo ler faz um bom tempo e foi seu artigo q deu o empurrão final... Mto boa msm a série... possue apenas 2 problemas

1- Tem uns momentos beeeeeeem piegas... Ñ q estraguem a série, mas o povo chora bastante e usa umas frases de efeito um tanto quanto emotivas... hahaha... (C pá na época ñ era tão piegas assim...)

2-Ken é bastante overpower... Com algumas poucas exceções, ele em geral derrota facilmente os inimigos... Até msm os fodões do desenho... Pobre Raoh... hahaha

Esses fatores até contribuem pro clima do enredo... Mas provavelmente seriam beeeeem diferentes c a série fosse mais nova... De qlqr forma, vlw por me ter me dado o chute final pra conferir a série...

Qto a transformers... Bom, cheguei a assistir as séries antigas... Mas só acompanhei msm Beast Wars (e devo dizer q uma lágrima correu dos meus olhos qdo vi Dinobot como #1 na sua lista... hahaha)

Abçs!

Lezard valeth disse...

De todos os desenhso dos anos 80 O que mais gostei foi dos thundercats e dos transformers.Ta certo que o toteiro era pra criança mesmo mas oque importava nao era somente o roteiro (por que eu nao acho que crianças de 7 a 8 anos se importavam com o roteiro)Era o quanto o episodio era divertido isso oque realmente importava valeu abraço pra vcs

ps Na verdade o tygra nao era enganado pelo mun_ra o tygra fumava um baseadao memso e ficava viajando achando que invisivel heheheh

fernando disse...

ei amer, acabei nem lembrando na hora do meu comentario anterior, os caça fantamas era muito bom tb e as tartarugas tb. n sei se hj assistiria como antigamente mas ambos eraam bons...
tb tem o primo menos famoso, mas legalzinho até, dos thundercats, os silverhawks. vi alguns episodios no sbt n faz muitos anos e era até legalzinho...

AndréBetim disse...

Esse cara faz stop motion com brinquedos, quem não conhece vale conferir esse video com dois transformers:

http://www.youtube.com/watch?v=2r1WasN5JFQ&feature=PlayList&p=16F00D181B315ECD&index=2 ?

Rafael disse...

"Isso mesmo, dêem uma arma nas mãos de um maníaco psicótico e violento! Com certeza vai ajudá-lo a melhorar."

Putz, eu ri muito nessa parte continue melhorando seus posts.

E já que falou em "macacos" e "robos" porque você não faz uma analise de "super esquadrão dos macacos robos hiperforça Já!"depois do mes de cybertron?

E espero que TF2 seja bom...

Edson disse...

Putz, se eu não visse o nome do Len Wein nos créditos, não acreditaria que ele teve parte nisso... o cara foi um dos roteiristas mais sensacionais no final dos anos 60 e início dos 70!

E até hoje acho difícil acreditar que Marv Wolfman participou daquela coisa grotesca chamada "Beast Machines" e estragou totalmente a melhor série de Transformers (depois da G1, claro). =P

Erick disse...

Mas o grande barato de assistir desenhos dos anos 80 é a nostalgia mesmo, é você se jogar de volta naquela época, lembrar que assistiu pela primeira vez o episódio de Tartartugas Ninja que o Michelangelo se transforma em humano quando estava na casa da sua vó, com 8 anos, bebendo toddynho e girando o seu nunchaku feito com pedaços de bambu retirados (sem permissão) da cortina de bambu da sua vó!

Comparar com séries atuais é pau no cuzice.

Tyr Quentalë disse...

Vou ser sincera, nunca o desenho dos Transformers foi tão divertido quanto o que leio aqui. A virada do prisma sobre sua ótica, deve dar muitos curtos circuitos nos robôs antigos.

Frodo disse...

Bom dia a todos!

Acho que nunca tinha assistido esse episódio, ou eu aopaguei de minha memória, mas ele me pareceu tão bizarro que foi até divertido!

Sobre transformes animated: depois de muito tempo, tomei coragem e assisti as 3 temporadas, e me aconteceu exatamente a mesma coisa que senti quando assiti x-men evolution: demorei pra caramba para engolir o traço dos desenhos, mas depois que se acostuma, você começa a achar bem melhor que o traço dos desenhos antigos...
Só não engoli ainda o Prowl =P

Sobre desenhos antigos: quer ter problemas com história bizarra de desenho dos anos 80? assistam cavalo de fogo ou poplees, aquilo já era psicodélico na época, hoje então...

Sobre os vilões: concordo com o Amer e com as meninas Katchiannya (espero não ter errado a escrita) e a Raven (pare de se sentir velha! =P ), vilões são os melhores, e sem eles os heróis ficam bem sem graça... (duvido que o Batman seria a mesma coisa sem o coringa!)

Já escrevi demais, vou deixar para outra hora... abraços!

Avalanche(Lance) disse...

"Comparar com séries atuais é pau no cuzice.

23 de Junho de 2009 08:42"


Eu acho muito bom comparar com as atuais sim[:P]

Principalmente com essas enxurada de animes aleatórios que vem pro Brasil...

Cara Zach Bell e blayblade...pelamor de Deus a criançada jogando pião e se achando moderna...


Pior é o desenho do Yughy Oh...as regras tão todas roubadas..e os baralhos dos caras só tem 10 cartas:P

guilherme.kinni disse...

Lance: Mas Zatch Bell é legal sim, ao menos o mangá. (nunca vi o anime)

Quanto a animes aleatórios, eu concordo, têm vários animes que eu nunca ouvi falar passando, e os bons animes eles nunca passam. (ainda esperando Clannad)

E Yugi-oh é assim mesmo, o jogo foi concebido para dar vantagem a quem tem o melhor deck, ou seja, quem gastou mais.

AndréBetim disse...

Putz, essa vale a pena conferir: http://www.universohq.com/quadrinhos/2009/n24062009_08.cfm

João Pedro disse...

Sei que não é lugar apropriado para postar...
Mas alguém viu as notícias? Perdemos o Rei do Pop! Que Deus o tenha...
Cara, to muito triste...

Pedro disse...

Derci Gonçalves, Clodovil e agora Michael Jackson...
A Morte ta varrendo a casa, quem será o próximo?

Avalanche(Lance) disse...

Eu diria o Silvio Santos...mas dai lembro que ele é um cyborgue...

Kesy disse...

"rejeito de Senhor dos Anéis..."
hauhauahauhaua ADOREI!!!!!

Parabéns, Amer, muito bom realmente!!
O que eu mais gosto do seu blog é que mesmo quando eu não entendo balhufas sobre o que vc está falando ainda assim eu consigo dar boas risadas com uns comentários que vc faz!!

Beijos
(e num demora tanto pra atualizar de novo, que a gente fica com saudades rssssss)

Walmir disse...

Amer, seu patife, quando sai o review daquilo que tão chamando de "filme", o Transformers 2?

Tem uma molecada que precisa tomar um cala boca legal, e não sei de ninguém melhor do que vc pra fazer isso.

Aguardando, hein?

Avalanche(Lance) disse...

Falando nisso Walmir.


O pessoal ta foda hoje em dia, vi gente reclamando do roteiro do filme do "Justiceiro zona de guerra", mas ta foda com o povo querendo pagar de critico num filme sobre bonecos.

Rakeshemi ラケシェミ™ disse...

O Amer da uma lida nesse post http://nivelhard.blogspot.com/2009/02/calcinhas-que-fazem-seu-maridonamorado.html
acho que vc vai gostar xD

Walmir disse...

Avalanche, esse foi o melhor comentário que eu vi sobre essa parada. Pior que, como o Amer disse, tem muito moleque de 15 anos que adorou o filme e gosta de discutir na net, graças ao anonimato.

Eu tou doido pra ver o Amer tratar o filme como ele merece!

E vou divulgar aos quatro ventos.

Avalanche(Lance) disse...

até enfiei um pleonasmo ali:P


Mas nem é questão de anônimato,o povo tem é o medo de apanhar, como não da pra enviar soco adoram falar merda (inclusive eu tenho um fake no orkut, o povo quer cantar de galo pq eu sou fake, e eu mando meu endereço:P).


Mas eu adorei num review que o cara reclamava que "as piadas do filme dos transformers eram infantis".

Sério... deu vontade de aplicar um dropkick com botas de alpinistas.


Apesar de ainda não poder reclamar, temo pelo tamanho da película....


Mas Transformers 1 é mil vezes melhor que o Terminator 4(esse sim um filme mediocre)

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

Graças as leis da conveniência universal, um Quintesson aparece e dá o telefone de uma excelente clínica psiquiátrica para Cyclonus.

DEUS EX MACHINA FOREVER!!!

hahahhahahahah! ri litros aqui

Mais tarde no hospital que parece um monte de fezes...

o que faz sentido, já que é um planeta reinado por macacos...e eu achando que o macacão azul iria curar Galvatron.