sábado, 27 de junho de 2009

Um análise de Transformers: Revenge of the Fallen.


Então, Revenge of the Fallen estreou no Brasil e eu aposto que vocês estão doidos pra saber minha opinião a respeito.

Sim, porque eu sou o maior conhecedor de Transformers que vocês já viram, tenho certeza!

Digo, pelo menos o maior conhecedor de Transformers que não é uma vítima de dano cerebral nem um moleque de quinze anos que acha que Dream Theater é a maior banda da história do universo.

Claro, nem todos são assim, mas há um número bem elevado de Trans-fans que bate com esta descrição.

Desta forma, uma vez que sou altamente qualificado para a tarefa, farei uma crítica por tópicos enumerando tudo que achei bom e ruim no filme... principalmente o que achei ruim...

Aliás, lembrem também que eu sou fã de Transformers há mais de vinte anos, portanto é impossível que eu analíse este filme sem levar um pouco em consideração a mitologia da série e o que esse filme representa para ela.

E quem não gostar, pode beijar meu exaustor!!!

Aliás, haverão alguns pequenos spoilers no texto. Se você é uma bichinha chocolatante que não gosta de spoilers, volte depois de ter assistido o filme, mas machos que não ligam pra isso podem prosseguir!

Coisas que não gostei:



Humor de banheiro.

Michael Bay tem merda na cabeça, disso todos sabemos. O negócio é que ele consegue ser mais sem noção do que Joselito de Cascatinha quando faz seus filmes.

Ok, o que são Transformers?

Brinquedos.

E quem compra brinquedos?

Crianças.

Bem, alguns sujeitos adultos e solitários e que não conseguiriam transar nem mesmo em um puteiro também os colecionam (como o Amer), mas principalmente crianças são seus alvos de interesse.

Assim sendo, Transformers é um filme que terá um enorme público infantil e como tal, deveria se preocupar em não mostrar humor de baixo calão.

Não é o que acontece. Há um sem número de piadas grosseiras que aparecem ao longo do filme e que não tem utilidade alguma para o enredo ou sequer são engraçadas.

Como exemplos, posso citar o início do filme onde os cachorros da família de Sam ficam trepando no sofá da casa, o close da câmera na bunda de fio dental do Agente Simmons (mostrado na foto usando todas a roupa, graças a Deus) e o Wheelie que começa a fazer “impulsos pélvicos” na perna da Mikaela quando descobre que pode ficar morando com ela ao invés de servir aos Decepticons.

Isso sem mencionar um momento em que Mikaela aparece desmaiada e caída com o rosto sobre a virilha do colega de quarto de Sam.

Classudo! Parece coisa dos irmãos Wayans.

Entendo que esse tipo de coisa é divertida para algumas pessoas (novamente, os moleques de quinze anos semi retardados e alguns universitários entupidos de maconha) mas estas pessoas não são o público alvo deste filme. O fato de Michael Bay usar este humor grosseiro mesmo sabendo que pais levarão os filhos ao cinema é um exemplo do enorme dedo do meio que o diretor dá para os espectadores.

Sério agora, este é um filme que eu pensaria duas vezes antes de levar meus filhos para assistir. Eu ia preferir que vissem Harry Potter.

Pelo menos, tenho certeza que nunca teremos uma cena do Harry pegando a Hermione saindo do quarto do Rony toda suada, descabelada e com gosma branca no canto da boca.



Romance adolescente imbecil.

Uma das sub-tramas do roteiro é o relacionamento estacionado entre Sam e Mikaela.

Os dois estão namorando há algum tempo, já fizeram coisa imorais e pouco Cristãs e Sam tem a sorte de namorar uma garota que parece com a Megan Fox e não se importa se ele anda por aí com robôs alienígenas neurastênicos.

Mas nenhum deles disse “eu te amo” ainda.

É.

Eu juro, esta é a trama romântica da história: dois adolescentes disputando pra ver quem fala “eu te amo” primeiro.

Sam não disse “eu te amo” porque tem medo de afugentar Mikaela se fizer isso (o que tem um fundo de razão) enquanto Mikaela acha que ele não disse isso, porque homens tem medo de assumir compromisso (o que também tem uma certa razão).

Como diria meu amigo de TWO METROS: “Ahhhh, para!”

Sinceramente, ISSO É TRANSFORMERS!!! Transformers é uma franquia para meninos, romances não deveriam sequer ser parte do enredo!

Meninos odeiam romance! Argh, bleargh!!!

Raios, se eu quiser ver romance, assisto Uma Linda Mulher, A Bela e a Fera, ou algo feito pras meninas suspirarem e pra ajudar os meninos a convencer as garotas a transarem com eles!

... algo que preciso tentar algum dia...

Mas enfim, colocar um plot romântico em um filme de ação raramente dá certo, não funcionou em Batman Begins, por que funcionaria aqui? E olha que Batman Begins teve um diretor que sabe contar uma história sem explodir metade do cenário.

Ok, você pode usar o pretexto de “mulheres também vão ao cinema e este enredo romântico é para interessá-las no filme.”

Tudo bem, é um argumento, mas uma pessoa que vai ao cinema assistir Transformers e espera ver amor ao invés de robôs gigantes se detonando, com certeza entrou na sala errada o cinema.

Mas estou me adiantando, depois eu falo mais desse aspecto em questão.



Clones, drones, que porra é essa?

Uma cena me fez coçar a cabeça e ficar mais confuso que uma socialite Paulista perdida em uma convenção de anime. Na batalha final, os Constructicons se fundem, viram o Devastador e começam a tocar o caos e tretar com os gêmeos Autobots.

Enquanto isso, os Decepticons restantes lutam com os outros Autobots à algumas centenas de metros dalí.

Decepticons estes que consistem de Starscream, Megatron... os Constructicons e... Bonecrusher, o robô que o Optimus matou no primeiro filme...

MAS QUE PORRA DA MERDA DO CARALHO É ESSA ZONA???

Pras pessoas que não fazem questão de saber quem são os outros robôs além de Optimus, Bumblebee e Megatron, isso não faz a menor diferença, mas para quem é mais atento (e não me refiro apenas aos fãs que conhecem todos os personagens da franquia) é no mínimo bizarro ver essa esbórnia de continuidade mal acabada.

Pra ser justo, o desenho dos anos 80 tem alguns erros absurdos de continuidade, mas de uma über-produção Hollywoodiana que custou o equivalente ao resgate de um rei, eu esperava um pouco mais de cuidado.

Ou será que os Decepticons clonam seus soldados e tem duas coleções de Constructicons dando sopa? Clones não são incomuns no universo de Transformers, o Starscream de Animated tinha seu próprio exército particular.

Custava terem gasto DOIS MINUTOS do filme explicando o que porras são essas tropas de personagens iguais?

Sem mencionar o pelotão de Arcees, que em minha humilde opinião, foi um desperdício de uma personagem muito legal.

Mas mulheres não tem vez no universo de Michael Bay e daqui a pouco falarei disso também.



Opiniões políticas desnecessárias.

No primeiro filme, o presidente só aparece deitado no Força Aérea 1 e pedindo pra aeromoça lhe trazer um “Twinkie.” Acredito que “Twinkie” é gíria presidencial para “prostituta com peitos imensos que me sufoca com sua virilha”, mas acho que só sendo presidente para saber com certeza.

Escutamos sua voz, seu sotaque de Texano ignorante cujos pais são irmãos e vemos suas meias vermelhas que são uma afronta a boa educação.

Supoe-se que este seja George Bush.

Embora não apareça, seu secretário de defesa é durão e usa uma doze pra tentar matar o Frenzy. Ou seja, o governo republicano é durão e gosta de mulheres especialistas em sufocação vaginal.

Aqui, o primeiro representante do governo que aparece é um cretino DO MAL (visto na foto acima) que quer que os Autobots saiam da Terra, pois trazem muitos danos ao planeta com sua guerrinha infantil e imatura.

E aliás, ele diz que o presidente está puto, pois os Autobots são egoístas e não quiseram dividir seus conhecimentos bélicos com a AMÉRICA!!!

Mais a frente, os Decepticons fazem sua presença conhecida para o mundo e uma das primeiras mensagens que os telejornais no filme passam é que o presidente Obama se escondeu em um bunker.

Conseguem juntar as peças?

Michael Bay usou este filme para deixar claro que não gosta de ter um democrata na Casa Branca e que sujeitos que não resolvem as coisas de formas belicistas são covardes.

Sinceramente, não é nenhuma surpresa que Michael Bay pense assim. Aposto que ele veste um lençol branco sobre a cabeça aos finais de semana e se reune com seus amigos membros da Associação Nacional do Rifle e debate com eles o quanto é ruim ter um presidente negro e que isso trará o fim da raça Americana!

Tudo bem, todo mundo tem direito a uma opinião política, mas colocar a mesma em um filme voltado PARA A VENDA DE BRINQUEDOS não é a atitude mais madura a ser feita.

Mas sinceramente, este tipo de Republicanismo não deveria ser surpresa vindo de Michael Bay. Alguém que faz filmes tão militaristas quanto ele sem dúvida deve odiar o fato de ter um presidente que não acha que é cowboy.



Pretender vagabunda de merda!!!

Pra quem não conhece, havia um sub-grupo de Transformers na linha de brinquedos dos anos 80, que se disfarçava de humanos e monstros.

Em termos de história, os disfarces davam a eles habilidades que normalmente não teriam. Uma vez que estamos falando de robôs gigantes que se transformam em veículos, é difícil imaginar que raios de habilidades seriam essas, mas enfim.

Em termos práticos, eram uma desculpa pra colocar Decepticons disfarçados de caveironas que vestem armaduras samurais.

Aqui, temos Alice, uma gostosinha que fica se oferecendo pra Sam e quase estupra o menino em duas cenas.

Daí descobrimos que ela é um Decepticon.

E se não percebeu isso pelas imagens de divulgação da menina, você provavelmente é uma das vítimas de dano cerebral ao qual me referi antes.

Enfim, sua presença no filme não faz diferença alguma, pois assim que descobrimos sua identidade, Alice é morta por Mikaela.

Isso prova minha teoria que morenas naturais são mais poderosas que loiras artificiais, mas não é essa a questão.

A questão é, Alice só serviu como uma desculpa para Michael Bay colocar mais uma mulher agindo como total vagabunda e instrumento visual para estimular punhetas. Sinceramente, era preciso colocar um Transformer pra esse papel? Um que mata com a língua e com um rabo metálico que sai da bunda?

Pelo amor de Willie Turner!

E já que toquei neste assunto...



Mulheres são meros objetos masturbatórios.

Definitivamente, eu não sou um feminista. Trato bem todas as mulheres que conheço, mas não tenho paciência com vitimistas que abusam do bordão "homens são todos iguais" ou oportunistas que usam o feminismo apenas como uma desculpa para atitudes questionáveis.

O negócio é, Michael Bay transforma todas as mulheres deste filme em objetos tão sexualizados que fariam Ron Jeremy corar.

A primeira cena em que Mikaela aparece, ela está debruçada de quatro sobre uma moto e pouco depois, ela troca de roupa no meio da rua pra impressionar o Sam.

Raios, nunca conheci uma mulher que tirasse a calça no meio da rua em plena luz do dia! Pelo menos, não uma que fizesse isso de graça.

E não é só Mikaela que é tratada desta forma, a Pretender vadia sai andando pelo campus da universidade só de camisola sexy após tentar estuprar Sam.

Para Michael Bay, mulheres são uma forma de sub-vida que merece ainda menos respeito que os fãs de Transformers, e a maneira como ele demonstra este sexismo em um filme que deveria ser voltado para a família é doloroso.

Fico imaginando o trauma amoroso que ele sofreu na juventude pra ter esse trauma de mulheres. Aposto que uma prostituta falou que ele tem o pau pequeno, o que deve ter sido o bastante para ele decidir fazer de todas as mulheres de Transformers um bando de vadias no cio.

Aliás, a líder do “Pelotão Arcee” tem uma única fala no filme, depois leva um tiro e cai morta.

Pois é, depois eu que sou machista.


O Devastador é uma decepção.

O Devastador, a máquina suprema de destruição Decepticon, criado para causar evacuações anais em todos que o vissem... é uma bosta neste filme. Continuo adorando sua aparência bestial e sua cara demoníaca que assusta mais que a carranca de Ron Pearlman, mas ele foi muito mal aproveitado no filme.

Na série original, o Devastador era uma criatura bestial. Sua simples aparição era o suficiente para ´nos fazer dizer "fodeu"!

Aqui, a primeira impressão que ele passa é esta mesma sensação de "fodeu", mas que se dissolve logo em seguida porque ele acab sendo facilmente subjugado.

Não vou contar o que acontece com ele, mas pra um ser tão monstruoso e causador de terror, é incrivelmente anti climático ver como se desenrola a luta em que ele toma parte.

Pior, ele de fato tem testículos e a câmera se posiciona bem debaixo deles em uma cena.

Fico feliz de afirmar que ninguém riu no cinema nesta cena, o que prova que ainda existe esperança para a humanidade.

Tal cena é um dedo do meio imenso para todos que decidirem assistir ao filme. A forma de Michael Bay dizer: “O filme é meu, eu achei gaça em fazer isso e quero que vocês se fodam seus otários! Eu vou ficar rico de qualquer jeito!”

Bay com certeza era um valentão na faculdade, do tipo que batia em nerds e comia líderes de torcida vadias (até o dia em que a puta criticou seu bilauzinho, então ele virou eunuco) e este filme é a forma dele de ser valentão com o público.

É triste ver isso, uma vez que os robôs no geral foram tratados com mais respeito e com mais dedicação aos fãs antigos do que no filme anterior. Os animadores se dedicaram em fazer Autobots e Decepticons fiéis a suas encarnações originais, pra Michael Bay continuar sendo um bully com o público e ofendendo a platéia a cada passo que dá.

Mas ele ganhou oitenta milhões de dólares com o primeiro Transformers, então não creio que vá mudar seu modus operandi agora.

E aliás, falo mais da fidelidade dos robôs em relação a suas encarnações originais daqui a pouco.


Fallen é o Imperador para o Darth Vader do Megatron.

Aqui, Fallen é o Decepticon que estava maquinando as tramóias vilanescas desde o filme anterior e é também o senhor e amo do Megatron.

Assim que os dois se encontram, Megatron se ajoelha e o chama de “mestre.”

MEGATRON.

NÃO.

SE CURVA.

PARA.

NINGUÉM!

Esta é uma verdade absoluta sobre o personagem em todas as suas encarnações. Megatron é o comandante supremo dos Decepticons e ninguém está acima dele, nem Fallen, nem Unicron nem ninguém.

Embora seja uma coisa pequena, acho que esta parte da mitologia deveria ter sido seguida a risca.

E novamente, falarei da questão da adaptação do material original mais a frente no texto. Tenha paciência.


Os gêmeos esteriotipados racistas.

Quando fiquei sabendo que ROTF estava sendo filmado, pensei em uma tonelada de robôs que poderiam aparecer na Terra e aumentar o lado dos Autobots.

Cliffjumper, Mirage, Wheeljack e Blaster foram alguns dos personagens que eu realmente gostaria de ter visto aparecerem no filme. De fato, eu acreditei piamente que Cliffjumper seria um dos Autobots, uma vez que um dos carros mostrados durante a pré produção era vermelhinho como o dito personagem.

Não sei a marca do carro, não encha meu saco com isso, ok?

Mas ao invés de usar personagens consagrados ao longo de vinte e cinco anos de franquia, Bay resolveu criar gêmeos incrivelmente irritantes e fazer deles os “personagens engraçadinhos” do filme.
O problema é que os gêmeos Skids e Mudflap são as duas declarações disparadas de que Michael Bay é um racista grotesco que tem “Mein Kempf” como leitura de cabeceira.

Os gêmeos possuem olhos esbugalhados, orelhas saltadas e dentição torta, além de “lábios” grotescos e inchados. Procure por caricaturas racistas e verá que muitas delas retratam negros desta forma.

E mais, ambos falam como se fossem aqueles típicos personagens negros ultra esteriotipados de filmes sobre gangus no gueto. Eles só não falam “fuck” o tempo todo nem mandam os outros chuparem seus pintos robóticos (que eu não duvido que tenham, depois de ver as bolas do Devastador) porque senão a censura pegaria pesado e o filme não daria muito lucro.

Se bem que quando eles estão transformados em caminhão de sorvete ao início do filme, um dos dizeres na lataria do caminhão é “Decepticons, chupem nosso picolé."

Falando sério, a melhor cena com os gêmeos é quando Bumblebee se cansa das bobeiras dos dois e enfia o cacete neles. Acho que o público passou a gostar muito mais do amarelinho depois disso.

Eu particularmente me senti ofendido com estes personagens. Não basta Michael Bay usar um filme de uma franquia direcionada a crianças para fazer piadas de banheiro, declarações políticas e sexismo extremo, ele ainda tem de usar Transformers como veículo para seu preconceito?

Me dói ver algo que eu amo tanto e que significou tanto pra mim em minha infância, ser deturpado desta forma.

E novamente, se você não vê nada de errado nisso, é porque é um débil mental. Vá se foder, seu puto de merda arrombado!!!

Enfim, já descrevi uma tonelada de coisas que desgostei no filme, mas também gostei de outras.

Para mostrar que posso ser imparcial, irei descrevê-las agora.

Coisas de que gostei:


Toneladas de robozões tretando!!!

O primeiro filme existia para apresentar a franquia Transformers para o grande público. Agora, todo mundo já sabe o que é um Transformer e o que eu mais queria ver era uma tonelada de robôs tretando violentamente durante o filme.

Desejo atendido! HOORAY!!!

A segunda cena do filme é um pelotão de Autobots lutando contra o imenso Demolisher em Xangai. Não apenas isso, mas há uma porrada de cenas em que os titãs de CG saem devastando o cenário em confrontos absurdos que raramente vemos no cinema.

Apesar de gostar do primeiro filme, fiquei decepcionado de só haver uma grande batalha ao final. ROTF tem batalhas em excesso, o suficiente para cansar a maioria das pessoas, mas quem quiser simplesmente ver robozões em ação tem um prato cheio aqui.


O humor que não é de banheiro é muito bom.

Acredito que um blockbuster de verão precisa de humor. Piratas do Caribe tinha bom humor, Jurassic Park também e até mesmo a trilogia clássica de Star Wars fazia bom uso de senso de humor. Dito isso, não vejo porque Transformers não pode ter alguns momentos mais descontraídos em seu roteiro.

Infelizmente, Michael Bay se perde em humor de banheiro (que possivelmente culminará com uma cena de Sam comendo cocô em Transformers 3), mas os momentos humorísticos sem conotações escatológicas são genuinamente engraçados.

Os pais de Sam roubam a cena, especialmente sua mãe.

Eu sei que no filme anterior ela foi responsável pela dolorosa e imperdoável piada sobre masturbação, mas ela se redime em ROTF.

As cenas em que Sam está se aprontando para ir pra faculdade e ela começa a ficar emotiva são impagáveis. Ainda melhor é a cena em que ela fica viajando por ter comido brownies “batizados” que comprou de um aluno do campus.

E tem também o fato do agente Simmons ter ido morar com a mãe autoritária (que parece a mãe do diretor Skinner) depois que o Sector Seven foi desativado.

Mas a cena mais hilária do filme envolve um idiota, um taser e um tropeção. Comédia física nunca perde a graça, algo que foi provado por Moe Howard.

É uma pena ver que momentos genuinamente divertidos como estes acabam ofuscados pelo humor grosseiro que Michael Bay prefere usar.


Megatron abusando física e psicológicamente do Starscream.

Starscream sempre foi um dos meus personagens favoritos de toda a franquia e eu fiquei bastante chateado e ver que ele só teve uma fala no primeiro filme.

Aqui, ele aparece bastante e o relacionamento dele com Megatron remete muito ao que víamos na G1: Starscream faz merda, se ajoelha e pede perdão a Megatron e o tirano o espanca, o xinga e continua com suas atividades despóticas sem maiores preocupações.

Eu abri um imenso sorriso quando Starscream apareceu pela primeira vez em ROTF, rastejando para Megatron, sendo o puxa saco de merda que é e apanhando em seguida. Pra ser muito honesto, mal posso esperar pra pegar este filme em DVD e assistir a mesma cena dublada, com os atores da G1 reprisando os papéis que me eram tão queridos na infância.

Isso demonstra que Michael Bay não deu um puto na parte da direção da animação. Ele deve ter deixado os robôs nas mãos do pessoal da Industrial Light & Magic (exceto no momento que decidiu que seria engraçado colocar testículos em um robô) e se preocupou em dirigir os humanos.

E graças a Deus por isso, pois os robôs estão muito mais fiéis as suas versões originais do que eu poderia imaginar e isso demonstra que pelo menos os animadores se preocuparam em tratar a franquia, seus fãs e o público em geral com respeito.

ALGUÉM NO MUNDO nos respeita. Me aquece o coração saber disso.

"E por que isso é bom pro filme, seu fã retardado de merda?"

Porque Transformers é uma ADAPTAÇÃO de um produto que já existe e como tal, deve manter uma certa fidelidade para com seu material de origem. Este é o sentido de uma adaptação.

Você pode discordar (e sei que muitos irão de qualquer forma) mas se é pra mudar coisas básicas da mitologia de uma série, pra que fazer um filme adaptado nela? Por que não criar uma história original de uma vez?

E o Starscream ser saco de pancada do Megatron é uma das convenções mais clássicas da franquia desde que ela foi criada.

Morou?


Optimus chutando muitas e muitas bundas!!!

O Optimus é uma vagina no primeiro filme. Só leva ferro.

Foi triste ver que o herói da franquia e personagem favorito de nove entre dez fãs se tornou um saco de pancada na versão cinematográfica. Claro, ele matou o Bonecrusher, mas em seguida levou um cacete federal do Megatron. Seria a mesma coisa que o Batman espancar um pelotão de capangas, só pra ter o rabo chutado pelo Charada, é emasculador.

Aqui, Optimus está tremendamente durão! Não só ele para sozinho o Demolisher ao início do filme como também sai na porrada com três Decepticons em uma cena na floresta e faz barbaridades atrozes com todos eles.

SENSACIONAL!!!

Sem contar que é ele que vence o mal e espanta o temporal ao fim da história!

Que foi? Como se você não soubesse que os heróis derrotam os vilões no final do filme!

Enfim, este Optimus nos faz ter ainda mais vontade de sair do cinema e comprar um brinquedo dele! Não o de ROTF, pois sua transformação é tão complexa que somente doutores de física com Ph.D conseguem brincar com ele de forma apropriada.

Que bom que eu tenho o Optimus do primeiro filme, ele é bem mais legal!

...

E eu preciso de uma namorada urgentemente...

Conclusão:

Eu fui ao cinema esperando ver o pior filme de todos os tempos. Pior que Star Wars Episódio II: O Ataque dos Clones, pior que Ultraviolet, ou até mesmo que aquele filme em que a menina tem uma mandíbula na xana e sai mordendo e arrancando pintos alheios.

Que fique claro o seguinte: Revenge of the Fallen não é um filme bom, está tão distante disso quanto os Inimigos da HP estão de produzirem boa música.

Mas sinceramente, eu me diverti um bocado quando o assisti.

Pois é, eu também estou impressionado.

Muita gente está malhando ROTF e o tratando como a pior diarréia já produzida em toda a história da humanidade.

Eles estão errados.

Por outro lado, temos uma legião de mongolóides que declaram que ROTF é melhor que a segunda vinda de Jesus para a Terra.

E eles também estão errados.

Para avaliar este filme de forma justa, me lembro de uma frase que meu professor Sérgio Rizzo disse uma vez na faculdade: “Não existem filmes ruins, existem filmes feitos para públicos diferentes.”

Transformers foi produzido por Michael Bay e todos sabem o tipo de filmes que ele faz: cheios de explosões, sem nenhuma história, com romance barato e humor grosseiro.

Acho absurdo que muitos críticos ainda malham os filmes de Michael Bay usando as exatas mesmas palavras que já recheiam reviews pelo mundo afora desde que o sujeito fez Armageddon. Isso já está muito batido.

Ir ao cinema ver um filme de Bay e esperar encontrar um enredo elaborado, humor sensível, respeito às mulheres e nenhuma explosão é o mesmo que assistir um filme de Alfred Hitchcock e esperar que o assassino desmembre a mocinha com uma serra elétrica e use a cabeça decapitada dela para realizar felação em si mesmo.

Ain’t gonna happen!

Não defendo Michael Bay, ele é um péssimo diretor, pessoalmente eu gostaria que Bryan Singer tivesse dirigido os filmes de Optimus e seus compatriotas.

James Cameron seria o diretor perfeito, mas ele tem prstígio e não precisa fazer filmes que vendam brinquedos...

Quem for assistir esperando unicamente ver os robôs vai se divertir, mas expectativas maiores que esta resultarão em decepção inevitável e inexorável.

E recomendo a todo mundo esperar para ver em DVD, pois não vale muito uma ida ao cinema. Como fã supremo de Transformers eu não tinha escolha, mas vocês tem.

E é isso! Aqui encerro o Mês de Cybertron!

Agora vamos esperar o filme dos G.I Joe.

A Baronesa me deixa feliz...

Hmmmmmmmmmm...

...

Hmmmmmmmmmmmmmmmmm...

...

HMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM...

...

É, eu definitivamente preciso de uma namorada...

Cheers!!!

99 comentários:

guilherme.kinni disse...

Você confirmou tudo qu eu esperava do filme, Amer.

João Pedro disse...

Eu esperava algo do tipo...

Amer, tem algo a comentar sobre a perda do Rei do Pop?

Amer H. disse...

Só a de que estou tremendamente triste com a perda de Michael Jackson. O mundo ficou bem mais sem graça sem ele.

AndréBetim disse...

Um critico de cinema finalmente observou um defeito - grave na minha opinião, que havia percebido no primeiro filme, considerando que não assistirei este nem sob tortura - sobre o qual não ouvi muitos comentarios. É o seguinte: "...as transformações das criaturas ocorrem de maneira tão rápida e confusa que jamais conseguimos compreender a relação entre suas formas alternativas e o reposicionamento de suas partes, o que é lamentável...". Putz, concordo plenamente! Pra um filme que dos Transformers, as transformações propriamente ditas sempre me pareceram...confusas demais, decepticionantes (não consegui segurar o trocadalho infame ok?) Francamente, até a transformação daquele carro na propaganda da Citroen é mais legal...excesso de complexidade éo nome da mácula! Afinal, não é pq uma merda de robo tem 20.000 partes móveis e custou alguns milhoes pra aparecer na tela que o resultado final será bom.

É o que eu penso. Quem concorda, quem discorda?

Abraço.

Amer H. disse...

Pessoalmente, acho isso o menor dos problemas.

Transformers Animated tinha o mesmo tipo de transformação incompreensível e era uma das melhores séries de animação que eu já ví.

ChuckNoia disse...

eu tava ancioso para ver ROTF, mas cmom sempre o cinema da minha cidade falhou e não vai trazaer o filme dos transformes

vou ter q caçar um CAM da vida pela internet

BTW, sera q o jogo desse filme ira prestar??

William disse...

Amer, esperava somente sua crítica pois sabia que vc seria direto e coerente... não que nem a maioria dos "críticos" q vemos por aí e se acham o último Optimus Prime da prateleira...
Gostei muito e concordo plenamente com o que vc falou, e quando me perguntarem o que achei sobre TF2 já vou logo mandar seu link (assim posso continuar com minha posição de NERD preguiçoso e tal) assim como fazia no TF1. Sabe o que você podia ter comentado e faltou? A hiper-mega curta aparição dos novos AUTOBOTS (que se quisermos saber como são temos que comprar os brinquedos ¬¬) e o sumiço do Barricade, que nos gibis morreu mas no filme não.
Parabéns pelo blog e pelas críticas sou seu fã!!!!!

PS: E lá vamos nós gastar um zilhão de reais comprando os noivos bonecos...(imagina o preço do Devastator).

Felipe disse...

Excelente critica, eu pessoalmente adoro humor de banheiro, embora seja mais Terrance & Phillip que Transformers, mas apos sua recomendacao devo assitir o filme no cinema modesto aqui perto de casa e economizar um troco.

E que venha G.I Joe...e a Baronesa.

Katchiannya disse...

Você fez o tipo de crítica de cinema que eu gosto de ler (e escrever,claro que eu uso menos palavrões)^^

Eu estava com uma dúvida cruel se eu iria ver o filme no cinema ou não.

E, bem, vc me convenceu a esperar chegar no DVD.

As coisas que eu gostei no primeiro filme melhoraram e as que eu não gostei pioram.

Melhor mesmo esperar para ver em casa.

Só de curiosidade, o que achou de Terminator Salvation? Estou querendo vê-lo, mas minhas reservas com o McG ainda estão me dixando receosa.

Abração

ps- voltei para casa e vi o teaser de Avatar de novo. Realmente deu vontade de ver um pouquinho mais para saber "qual é"

felipe disse...

amer que preconceito é esse com Dream Theater?

Amer H. disse...

Num assisti Terminator Salvation, porque aqui perto de casa só tá passando dublado. Vou esperar o DVD.

Meus amigos que assistiram gostaram, disseram que é um bom filme de ação.

O problema é que quem tá malhando tá comparando com Exterminador do Futuro 2, que é simplesmente o filme de ação mais perfeito do mundo. Nem preciso dizer o tamanho dessa covardia.

Não tenho nada contra Dream Theater, só detesto seus fãs.

AndréBetim disse...

Bom, eu assisti poucos episódios de transformers animated. Achei muito ruim no geral. Realmente, as transformações são tão ruins qto as dos filmes, de um jeito diferente, contudo. A premissa básica de transformers, penso eu, é: robos que se transformam e são seres sensientes- é o diferencial. Se as transformações não convencem...humildemente acredito que é um defeito grave. Posso ser o único a pensar assim rsrs.
Transformers nunca teve uma serie animada realmente, digo REALMENTE boa. Qdo vejo Macross, por ex., penso que Transformers merecia algo tão bom qto...acho que poderia ser muito melhor na verdade! Em vez disso, Transformers Animated...é muito pouco, é pouco demais perto do potencial da guerra autobots decepticons...mas se ta vendendo brinquedo, então acho que os manda chuvas tão satisfeitos! Pena.

Amer H. disse...

Beast Wars foi excelente. Nem questione.

E se está dizendo isso de Transformers Animated, é porque você REALMENTE assistiu pouco.

A guerra e suas consequências começam a ser mostradas com tudo a partir da segunda temporada e em maiores detalhes na terceira.

Ou simplesmente assista “Thrill of the Hunt.” É um dos episódios mais sombrios de Animated.

O erro de todos que criticam Animated é se apegar a detalhes pequenos como o estilo de animação e “as transformações não serem detalhadas” e não se aprofundarem na série pra conhecer o roteiro sério que ela possui.

Sinceramente, é preciso que TODOS os episódios de Transformers tenham uma sequencia de transformação detalhada de todos os robôs?

A G1 mesmo cagava na transformação dos robôs na maioria das vezes. Até no Movie fizeram cagada.

Perdôo animações inconsistentes se me derem um roteiro sólido e é isso que Animated fazia.

× Helena disse...

Nossa, adorei o review!

Acabo de chegar do cinema. Fiz uma "viagem ao mundo" quase, porque procurei um cinema aonde tivesse o filme legendado.

Bom, é aquilo... Não considerei a coisa mais foda do universo, mas me diverti até. Só não curti muito as piadas de banheiro e claro... Os gêmeos. Minha nossa, que personagens mais babacas! Tomara que morram no próximo filme, argh! Também amei a cena do Bee enchendo aqueles merdas de porrada... Tanto personagem bom pra colocar, aí botam aqueles lixos!

Sobre o resto das "coisas ruins", muita coisa eu relevei. MENOS o fato do Megatron ficar chamando o Fallen de mestre (isso me irritou bastante, na verdade) e a cena das bolas do Devastator. Digo, o filme tem censura de 10 anos... Foi algo BEM desnecessário (assim como muitas outras coisas), foi ridículo ficar insinuando que Transformers tem saco e variantes (a cena do Wheelie agarrando a perna da Megan Fox também foi o cúmulo da escrotidão). Imagino que no próximo filme, algum robô deve estuprar o Sam pra valer (já que a Pretender vadia tentou né). E do jeito que o Bay(chona) é, deve ser um robô da estatura do Optimus.

Quanto as coisas boas, a ação foi foda. Eu estava ansiosa por um pouco de "pew pew robot action", e finalmente consegui! Também adorei as partes do Megatron e o Starscream, foram as melhores... É como você disse, não é um filme profundo e cheio de tramóias, mas até que diverte um pouco sim.

E fiquei chateada porque nada do Barricade aparecer de novo! Que bosta, ele era um personagem legal! Melhor que aqueles gêmeos de merda que o Bay(chona) fez!

Ah, outra coisa. Tem uma parte em ROTF em que o Agente Simmons meio que diz uma fala do Megatron em Beast Wars: "eu sou o Alfa e o Ômega". Você reparou nisso também?

... Só eu, né. (é, eu sei do meu destino. Vou morrer sozinha, provavelmente ;_;)

Bom, é isso. Ah, só mais uma coisa: você pretende fazer um review de Terminator Salvation? (nem vi o filme ainda, mas eu queria saber como ele está, hehe)

Beijos!

Paco D. Lee disse...

Robôs? O filme tinha robôs? Ué, só tinha reparado na Megam Fox.

Ah, vai, admirar uma bela mulher (bissexual) não é ser machista.

Amer H. disse...

Vou tentar assistir Terminator Salvation semana que vem. Se eu conseguir, farei review.

E eu reparei na fala do “Eu sou Alfa e ômega” e também pensei em Beast Wars na hora.

Mas quem fala isso é o professor do Sam na faculdade, não o agente Simmons.

Viu? Ainda há esperança pra você! Eu que vou morrer sozinho, esquecido e brigando com um gato imaginário chamado Bill.

E Megan Fox é bonita, mas seria mais se não tivesse aquela tatuagem abominável da Marilyn Monroe no braço.

Parece com as tatuagens do Seu Madruga, pelo amor de Simon Furman!

Karlinha disse...

Oi Amer! Adoro o seu blog e sempre estou por aqui lendo :)

Até que enfim! Fazem três dias que estou esperando a sua crítica sobre o filme hehe :P

Gostei muito da sua opinião, casou quase total com a minha.

Quando eu falei sobre essas coisas, principalmente sobre as piadas de banheiro e sexismo o povo me olhou como se eu estivesse achando cabelo em ovo :/ "Típica reclamação de menina" me disseram.

Vou mandar o link do seu blog para meus amigos hehe

Acredito que seja como você disse, se deixarmos de lado a trama e só nos preocuparmos pelos Tf's e as lutas é diversão garantida.

Bjs

DecoLord disse...

Olá Amer...
Encontrei o seu blog pela internet ontem, e gostei muito dele.
O meu blog também fala a respeito de muitas coisas relacionadas com o que voce escreve...
Gostei da crítica sobrer o novo movie dos transformes, ainda nem sei se realmente vou assisti-lo.
Gostei tanto do sou blog, que vou adiciona-lo aos meus blog favoritos em minha pagina, que voce pode visita-la a qualquer hora..
Então é isso e parabens pelo post...

Pudim de Kana disse...

Concordo com praticamente tudo aí. As lutas foram do caralho, os efeitos tavam do caralho, e o fator "diversão" do filme arrebenta.

Mas as piadas de banheiro, como cê bem disse, constrangem. Apesar disso eu relevei grande parte delas (até mesmo as bolas do Devastator, acredite se quiser) e até gostei dos gêmeos, confesso, porque não levei em consideração o fator racista ali contido e também porque, pra mim, contanto que Bumblebee e Optimus chutem bundas pra valer, os secundários que se explodam. E isso inclui os humanos.

Malditos humanos.

Matheus Vitorino disse...

É concordo com todas as linhas que você escreveu amer,gostei bastante do 1° filme e acho que esse saiu perdendo se compararmos com o 1°,mas eu me diverti vendo o filme,cheguei sem expectativa nenhuma de ver um filme relativamente bom...só esperando ver robôs lutando...e consegui =D.

Agora...bolas no devastator foi sacanagem...sério...foi tão sacanagem quanto whellie trepando na perna de megan fox.

Matheus Vitorino disse...

Não julguem animated pelo seu design,eu de inicio,ao ver o design dos personagens fiquei um tanto quanto decepcionado...mas ao ver a série,principalmente a partir da 2° temporada passei a adorar seu roteiro,e me afeiçoei ao seu design

Rodrigo Narcizo disse...

Pra ser sincero, eu achei o primeiro Transformers um filme fraquinho (e olha que eu fui ao cinema na estréia sem muitas expectativas por saber que o diretor era o Michael Bay e de não ter gostado do design dos robôs), principalmente porque o foco ficou excessivamente em cima dos humanos (com direito a coisas como soldado norte-americano deitando Decepticon na bala e o Sam - e não o Optimus - finalizando o Megatron.. ¬¬)

E sua análise só reforça que eu só verei o ROFT quando ele passar na TV a cabo.

Isso se eu assistir, pois a pancadaria cybertroniana tem que ser muito boa para compensar os defeitos do filme, incluindo atrocidades como o Megatron se ajoelhar... ¬¬

Avalanche(Lance) disse...

Puta que pariu Amer...

Você faz o post novo hoje, 20 loquinhos que não batem papo durante sua ausência postam..


E eu seu fiel acólito to na festa de aniversário da minha tia avó(ta bebi pra calho inclusive o melhor champanhe do brasil e ganhei a lanterna do Batman....) aonde eu estava...

Bem ia fazer um post simples,mas vou escrever oque ainda raciocínio...

O humor de banheiro é foda...não só isso como a cena de sexo sem nudem e desnecessária(alias acho sexo sem nudez mais desnecessário que humor chulo, já que baixaria subjetiva as crianças não entendem).

o “Twinkie” é um doce americano, que quando é preparado pode ser ter na receita maconha, lembre que no filme uma aeromoça come um deles e na sequência ela começa a rir.


cara posso continuar depois?

Despois de dançar coma a mamãe, minhas avó, minha tia e umas primas to meio zonzo..

Bjus ammos vocês em especial a Nanda o/

Henrique de Matos disse...

Nunca imaginei que você, um fã total que cospe na cara dos transfãns putinhas, fosse criticar o ROTF. Eu saí de lá extremamente satisfeito com o que vi, na minha opinião valeu 2 anos pela espera desde o primeiro filme. E que venha o terceiro! E por mais que eu admita que as suas críticas estão correctas, não vou deixar de amar o filme por isso. Mas whatever, cada um tem sua opinião.



PS- O filme do G.I. Joe vai ser uma grande merda, posso garantir isso.

Amer H. disse...

Justamente por ser um fã de Transformers que eu critiquei. O filme tem inúmeras falhas devido ao diretor de merda que possui e as mesmas poderiam ser facilmente resolvidas na mão de um diretor decente.

Sinceramente, não há nada que eu quisesse mais do que um filme perfeito de Transformers, mas não mãos de Michael Bay isso não vai acontecer.

Transformers não é religião e eu não tenho dez anos. Não é porque o filme me divertiu que vou fechar os olhos para os defeitos horríveis que ele possui.

Quanto a G.I Joe, esperemos o filme sair antes de fazer comentários. Ter opinião formada sem sequer assistir a um filme, ISSO SIM é coisa de fã putinha.

E eu acredito que você não quer ser um deles.

Avalanche(Lance) disse...

Continuo bebâdo...(dã)


Mas na boa...foi eu ver os exo esqueletos e perdi total fé nos Comandos em Ação.


Sério isso me fez perder a fé no filme...nem a Nanda me pegando pela mão eu vou no cinema.


GI JOE Não é GANTZ...graças a Deus.

Menino Hanz disse...

Assisti ao filme e gostei, para falar a verdade gostei muito. Concordo com você na parte do Megatron, achei muito 'Star Wars' essa coisa do Fallen ser o grande mentor por trás de tudo e achei ridículo o Megatron se submeter a ele. Como não sou um conhecedor tão grande de Transformers, imaginei que isso poderia ser explicado por algum episódio obscuro, ou ser uma referência a alguma parte desconhecida da longa história de Transformers, mas como não, realmente foi ridículo.
Mas discordo quando você diz que o filme foi feito para crianças. Tudo bem que a franquia, os desenhos, a idéia original foi vender brinquedos, mas para mim o filme tem mais caráter de filme de ação, voltado para um público mais velho que crianças (adolescentes em diante, ou quase isso), o que justifica algumas das suas críticas. E aliás, a sessão que eu assisti se tinham 5 crianças na sala era muito (eu achoq ue não tinha nenhuma). Outra coisa que eu discordo é com relação ao racismo relacionado aos gêmeos, em nenhum momento eu os associei a negros ou achei que fosse algum tipo de referência preconceituosa a isso. Posso ser meio inocente ou tapado mesmo, mas a única coisa que eu enxergava quando os via eram goblins, eram uma referência extremamente óbvia para mim (agora se goblins foram criados com o intuito de estereotipação racista, usar somente isso como argumento é caçar pêlo em ovo).
No mais sou indiferente às outras referências, e o blog é seu, quem sou eu para contrariá-lo.

PS: Megatron pisando Starscream foi muito bom.

Scariel disse...

Megatron não se curva a ninguém.Isso deveria ser uma lei.
Eu q só vi duas séries(incompletas) de transformes sei disso.
Apesar de vc ter sido bem imparcial na sua review, parece q o problema mesmo foi o Michael Bay ser diretor do filme.
Se for ver esse filme só pra ver brigar de robô, ele é recomendado certo?
Ótimo review, como sempre, bom q vc fala dos pontos certos do filme.

:: Luthy Lothlorien :: disse...

Caramba... acho que a parte "coisas que eu não gostei" supera a "coisas que gostei"... Esse diretor é muito FDP preconceituoso pra KCT!!! Na boa, eu tenho alergia a pessoas preconceituosas e suas respectivas obras. Me recusei a fazer certas provas de literatura na faculdade porque NÃO QUIS ler alguns livros do programa que continuam conteúdo claraemnte preconceituoso (me fazia ficar irritada ao ler U_U) tendo que recuperar pontos através de trabalhos escabrosos depois.
Putz... Eu tava seriamente pensando em passar a tarde de segunda-feira vendo esse filme no cinema (Segunda, sim...Tô de férias dá licensa xD). Mas depois de ler taaaantas coisas ruins a cerca do filme até broxei, sério!
Blergh, eu não sou tão fã dos robozões como você é, mas putz, eu GOSTO PACAS de transformers, mas minha caceta, eu não sou tão fanática, então quando um cara que é diretor pega pra fazer um filme desse, ele tem que entender que vai ter gente como eu, que gosta, mas não é fanático, e PLUS, que tem pessoas tão chatas como você e eu que analisam até as letrinhas finais do filme quando a luz do cinema já acendeu! É claro que gente assim nota esse bando de besteira que ele fez, usando o filme como veículo pra mostrar o preconceito dele com uma cacetada de coisa. Meu, piadas escatológicas, que envolvam cocô ou peido NUNCA me fizera rir... Se tem isso no filme, pelamordedeus, tô com um pé ainda mais atrás agora!

U_U... Enfim... Vou contar minhas moedas e ver de vale a pena ficar no cinema vendo o ROTF. A frase do seu professor foi bem sábia e se encaixa em diversos outras situações, não só para o caso de filmes. Vou tentar pensar nisso se eu for ver xD


(PS.: Ô Alf, aquela parte de morenas naturais serem mais poderosas, foi pra me zuar, é? XD Só porque você sabe da real cor do meu cabelo e sabe que eu pinto ele prá ficar preto uma vez por mês, né?... mimimimimimi....)

(PS 2.: removi o comment de antes porque foi duas vezes... Maldito Internet Explorer ¬¬)

guilherme.kinni disse...

Como estão falando do terminator salvation, irei dar a minha opinião sobre ele. Foi um filme divertido.

Pedro disse...

Não nego as falhas que você apresentou. Principalmente quanto à decepção com o Devastator e à aporrinhação dos gêmeos autobots. Os únicos autobots que eu queria que morressem, e fico grato ao Bumblebee por dar umas porradas neles.

Aliás, Bumblebee era uma porra de um ninja nesse filme.

O romance adolescente imbecil eu já fui pro cinema pscicologicamente preparado pra suportar, visando não ofuscar as cenas de luta (o que depois eu percebi que seria impossível, de qualquer forma).

Não vou ser hipócrita aqui concordando com tudo, admito que ri de parte das piadas baixas e que a idéia de um decepticon superior a Megatron me deixou mais pasmo (in a good way) do que revoltado.

Mas em geral, nos momentos humanos não-muito-interessantes do filme eu ficava pensando em porrada de robôs gigantes.

E eu sabia que a Alice era um decepticon desde o começo, aquela vadia. "Nããão, ela é só uma vadia mesmo", me disseram alguns. HA!

Mesmo com tudo isso, eu saí do cinema extremamente satisfeito e com vontade de comprar muitos e muitos bonecos (se o dinheiro permitisse).

Meu desejo primordial fora atendido magistralmente, afinal. As batalhas eram Épicas, a luta do Optimus contra os três decepticons foi impagável, sinto urgência em assistí-la de novo.

ps: Foi coincidência, há mais pessoas que reapararam, ou sou eu ultrapassando os níveis de vou-morrer-sozinho-rodeado-por-gatos quando digo que o autobot (que eu associei ao Prowl, mas não tenho certeza) que corta aquele carro decepticon ao meio com uma espada, logo no começo do filme, fala a frase de finalização de Boss do herói principal de Cadillac's and Dinossaurs ("Damn, I'm good)??

Vocês reclamam, mas são vocês que ainda tem esperança!

Avalanche(Lance) disse...

"fala a frase de finalização de Boss do herói principal de Cadillac's and Dinossaurs ("Damn, I'm good)??"


O Duke Nuken tb fala isso^^

Edson disse...

Como eu disse na comunidade TF Brasil, acho que o roteiro prejudicou mais o filme do que propriamente a direção. É claro que o enfoque sexual e todas as pisadas de bola do Bay são erros grotescos, mas o enredo do filme é uma ofensa para quem não é uma criança de seis anos. =P

No primeiro filme, o cubo Allspark era a coisa mais importante do universo, já que era ele o responsável pela vida em Cybertron. No segundo filme ele deixa de ser relevante e a sobrevivência dos robôs depende de Energon.

E afinal, que porra de casulos eram aqueles? Starscream fugiu no final do primeiro filme pra cuidar de uma maternidade? =P

Eu aceito que a versão cinematográfica não precisa ter nenhuma relação com as séries de TF, mas os caras podiam perder cinco minutos pra explicar como os robôs "nascem". Isso sim merecia uma boa explicação (poderiam cortar aquelas cenas dos cachorros ou a parte mela-cueca do casalzinho pra isso). Ficou tudo muito confuso.

A morte do Optimus não teve a relevância que merecia... nem dramaticidade. Ninguém presta uma homenagem (quando eles voltam pra base, achei que os soldados iriam ficar em posição de sentido e bater continência, mas nada), ninguém mantêm luto por ele... só jogam o corpo dele do alto como se fosse lixo... lamentável.

E agora Transformers também tem elementos místicos... a matriz foi reduzida a acessório da máquina do juízo final e a coisa mais tosca foi a solução "Deus Ex Machina" com o "pó de pirlimpimpim"...

Edson disse...

E pra não dizer que só desci a lenha no filme, achei as cenas de abertura em Xangai muito boas. O Optimus socando o Demolishor foi maravilhoso!

O Sideswipe cortando o Sideways ao meio também foi lindo! =D

E eu vi algumas referências a outros filmes, como Gremlins (um dos robozinhos da cozinha é a cara deles) e do King Kong (Starscream ou outro Decepticon no topo de um prédio de Nova Iorque, igual o gorilão...)

Mas toda a vez que tento entender a história fico com dor de cabeça: Cybertron precisa desesperadamente de fontes de energia e parece que os únicos que se preocupam com isso são os Decepticons (igual na G1).

Os Autobots preferem ficar na Terra esperando os Decepticons fazerem alguma coisa do que fazer algo para garantir a sobrevivência da sua própria raça... mas eles deveriam ser os mocinhos!

Aff...

Daniel disse...

Olá Amer!!Cara eu ainda não fui ao cimema, pois tô meio sem grana, mas mesmo tendo visto as críticas, acho que vale a pena assistir o filme, pois é só ignorar as falhas de roteiro, a apelação das piadas, ou das mulheres que são estão mais pra umas vagabas, é a mesma coisa que os programas fazem hoje pra atrair audiencia! Como sou fã de Transformers, fico chateado, de ver o diretor deturpar a obra. Transformers não precisa desse tipo de apelação, basta criar um roteiro descente, colocar personagens humandos carísmáticos, e destacar os robôs em especial o líder Optimus que é o nosso héroi!!mas graças a sua critica, vou ao cinema sem grandes pretensões e esperando apenas ver uma boa batalha entre autobots e decepticons, e claro ver O Optimos Prime detonar com o mau e afastar o temporal...kkkk valeu Amer!!!

Daniel disse...

ah a proposito amer enviei uma solicitação de amigo no orkut, me add tá legal? Cara é muito massa ler o seu blog, alem de ser interessante, pois vc fala pelo ponto de vista de caras como nós que cresceram na geração 80 e 90, que curte games, desenhos americanos e japones legais, (e não as porcarias que a midia nos empurra) curte e admira herois estilosos de verdade..todo dia leio como passatempo, pois me faz ri pelo humos só seu..
Continue assim Amer, espero que vc encontre a "ruiva dos seus sonhos", amigão!!!..vc é o cara!!!

Daniel disse...

Ah respeito do filme dos transformers, lógico que poderia ser beeeeem melhor, infelizmente a maioria dos filmes e series de hoje, se preocupam mais com a o quesito efeitos especiais e aparencia, devido a tecnologia e recursos de hoje, antigamente como não tinham esses recursos, os caras caprichavam no roteiro e nas historias e fazerem personagens cool...hoje os tempos são outros...
Sou fã de Tranformers porque os protagonistas,não são só maquinas de combates visualmente estilosas, mas tem personalidades de caras fodões, exemplo: Grinlook (o fato dele ter chutado a bunda de um planeta me fez virar fã dele, Dinobot, pelo código de heroi, Bumblebee, pelo seu carisma, Ironhide, por ser o cara psicótico que todo mundo adora, Megatron,por ser um vilão de respeito, e claro, Optimus Prime, tenho muita admiração,pois é o transformers mais foda!!! Ele é corajoso, sábio, determinado, e tem honra e caráter, as crianças de hoje precisam de herois assim, ele não é só uma máquina de combate, mas um verdadeiro heroi!!!

Daniel disse...

Caro Amer.. Acho que poderiam ter feito o filme de Transformers, sem a apelação de falei anteriormente, os personagens humanos poderiam ser carismáticos, lembra do desenho Dinosaucers, em que os dinosaucers eram auxiliados por um quarteto de adolescentes legais e que ensinavam os hábitos da cultura humana, poderiam ter feito a relação de amizade entre humantos e autobots naquele estilo, e tambem algo semelhante a Exterminador do futuro 2, o bom daquele filme é que os personagens, o Exterminador, o jovem Jonh connor, e sua mãe Sarah, precisavam um do outro e formavam uma boa equipe, Acho que eles deveriam ter explorado essa ligação homem-máquina...
Achei os humanos do filme, sem conteudo, parecem pessoas bestas que encontramos na vida real...mas a nobreza e senso de heroismo de Optimus e Cia, salvam o dia...Taí um assunto pro proximo Blog: relação de amizade entre humanos e outras criaturas, senso dee heroismos, nos filmes , series, desenhos, essa é minha sugestão, sei que vc saberá o que fazer, deixo o resto com vc....E aí Amer, o que vc acha?

AndréBetim disse...

Já tinha deixado este link num post anterior, mas pra quem não viu, achei bem legal. O cara faz animação em stop motion e nessa aqui usou dois transformers de brinquedo bem legais:

http://www.youtube.com/watch?v=2r1WasN5JFQ&feature=PlayList&p=16F00D181B315ECD

Raven disse...

MEGATRON.

NÃO.

SE CURVA.

PARA.

NINGUÉM!

Meu caro Amer, você resumiu TUDO nesta unica frase.

Me recuso a ver uma cena como essa!!...

Bolão disse...

Transformers me lembra uma coisa boa que tinha na minha infância: inimigo bom é inimigo morto.

Fico revoltado com aquela história de "não posso destruí-lo pois ficarei tão mal quanto ele"! Blé...

Vou assistir ao filme esta semana e só espero ver uma coisa: robôs gigantes saindo na porrada.

Ademais... ótimo post!

João Pedro disse...

Amer, poderia me responder algo?
você só assiste lutas de wrestling antigas, ou ainda acompanha nos dias atuais?

Amer H. disse...

Acompanho ainda hoje.

Avalanche(Lance) disse...

O The Bash foi um lixo falando nisso.

BIEL !!! disse...

Poxa...gostei dos pais do Sam no primeiro filme,principalemnte da Mãe

e sabe...Quando ouvi falar desses Autobots-gêmeos-caminhão-de-sorvete,já imaginaria que ia sair merda daí

E,essa coisa de testículos em Transformers....pq?Tem algum sentido colocar isso no filme?

Abços

Frodo disse...

Vou ver o filme hoje, depois vou postar as minhas opiniões aqui, apesar que eu sou muito atrapalhado com transformers, confundo todo mundo direto =P

Nanda disse...

Oi gente!!!

Voltei pra cá, depois das semanas mais massacrantes da minha vida (ok, podem ignorar essa frase agora, que semana que vem eu vou falar de novo! Cada vez piora! ahhahahaah)!

E encontro meu nomezinho, meu humilde nomezinho no post..

Meu

nome

no

post

do

halley!

Ahhhhhhhhh!! To tão emoffionadaaa!

"Mesmo sendo cuzão a este ponto, trato com respeito todas as mulheres que fazem por merecê-lo. Se não acreditam, perguntem a Nanda, ela pode confirmar."

Quase infartei! Estou emotiva.. o stress me faz ficar sensível!

Enfim!
Excelente review, como sempre! Vc devia ser contratado por algum site de cinema! Esse povo tá perdendo um excelente crítico!

Ainda não fui ver ROTF.. Mas quinta eu entro de ferias!
aeeeeeeee! \o/\o/\o/

Quinta eu entro de ferias e vou me atualizar no cinema!
Aí eu te falo o que achei, já que esse post já vai ser passado...
(mas meu nome continuará aqui por gerações!)

Acho que vou dormir! ahahahah!
Ignorem meu comentário sem noção!

Halleyyyyy, consegui 299 palavras!!
DUZENTAS E NOVENTA E NOVEEEE!!!!
\o/\o/\o/\o/

Mas adivinha se depois de eu me MATAR no fim de semana pra fazer isso, o prazo não foi prorrogado em 1 mês??
Queria matar um!!

Agora chega que já escrevi mto.. ahahahahah!!
Beijo!!

Addbisi disse...

Poxa, é tão ruim assim? Ah, vou aguardar e baixar o rip.

Ao menos poupo uma grana, já q eu ia ver no cinema.

Max disse...

argh, odeio ver os maiores vilões do universo se curvarem para uns carinhas menos fodas, VADER E MEGA TRON NÃO SÃO LACAIOS, argh porque será que os malditos roteiros de filmes não seguem essa lógica?!? ¬¬

- e amer, mas a cerca de uma semana eu encontrei esse blog e, cara que blog maneiro, aí eu empolgado morrendo de ler as matérias não me dei conta que blog não é como comunidade no orkut e comentei alguns artigos (eu sei foi idiota ¬¬), se dê pra você dar uma olhadinha mesmo assim (eu vou lá quase todo dia conferir se você milagrosamente respondeu algo.. sabe como é expectativa de fã..), eu comentei nos
*Melhores personagens de Street Fighter
*Piores
*Melhores mães
*As suas Ruivas supremas
*e os melhores pokémons..
:D - se der né..

ah, e não diga no orkut "eu só aceito quem não conheço se me convencerem a isso" se não deixa a opção - pessoas desconhecidas podem mandar scrap pra você - desativada ¬¬'

Avalanche(Lance) disse...

"Poxa, é tão ruim assim? Ah, vou aguardar e baixar o rip."

Veja bem...as partes ruins do filme em rip continuam iguais.

A parte boa que é os robos gigantes se perde muito quando não vista do cinema.

Katchiannya disse...

"Transformers não é religião e eu não tenho dez anos. Não é porque o filme me divertiu que vou fechar os olhos para os defeitos horríveis que ele possui."

"Ter opinião formada sem sequer assistir a um filme, ISSO SIM é coisa de fã putinha."

È por essa e outras que eu realmente te adoro, sabia?

E, no caso da primeira frase, acho que dá para substituirmos por qq outra coisa, do tipo Star Wars...Arquivo X...Lost...e por aí vai. ^^

Concordo com vc em genero, numero e grau que o fato de gostarmos de alguma coisa, não quer dizer que tenhamos que fechar os olhos para os defeitos.

bjs

Garoto Confuso disse...

Amer, vc consegue me dar uma definição do que é "critica" e "apenas enumerar as coisas que gostei e que não gostei no filme"??

Qual é a diferença entre os dois? Tanto é que muitos comentários aqui se referem ao seu texto como "critica"!! Pega um dicionário aí, garoto.

E qual a formação universitária de cinema vc tem pra "criticar" os "críticos"? Quais estudos sobre a sétima arte vc conhece? Sabe reconhecer e definir técnicas de roteiro e filmagem"? Fez pós no assunto?
Eu acho que a sua formação sobre cinema se resume a assistir e falar mal.
Ponto!

Transformers 2 foi um lixo total.
Vc deve ter sido o único ser vivo que gostou da mãe drogada e do moleque chato tropeçando em cima do taser (uma cena bem patética de mal feita). Curioso vc não incluir na parte de humor de banheiro. No cinema que eu tava no sabado praticamente lotado, risinhos nervosos e forçados nessas cenas.

"Megatron abusando física e psicológicamente do Starscream."
E daí, porra?? Eu tenho que conhecer esse universo de bonequinhos pra entender isso? Sei lá eu porque um abusa do outro????

Pensa bem.. tira toda essa historia da tela, e o que sobra? Um plot imbecil que nem merecia ser comentado.

Essa historia de "Ir ao cinema ver um filme de Bay e esperar encontrar um enredo elaborado, humor sensível e bla bla bla" é o mesmo que declarar "não assistam mais cinema pipoca de hollywood".
Se for isso, concordo, porque esse tipo de cinema é uma droga mesmo.

Vc deve ter sido mais um que ficou tão encantado de ver robos batendo uns nos outros, que acabou se divertindo. Diversão irresponsável essa.

Vc gosta tanto assim desses bonequinhos que isso bastou?
Que tudo bem eles serem tratados assim?

E quer ver como vc vai dar um reply nesse post?
Tantos comentários interessantes, como os do Edson, vc se lixou, mas quando pegam no seu pé...

Avalanche(Lance) disse...

ahuauhuahua já viram o Review do Nostalgic Critic, ele fica imitanto como o filme deve ser visto e faando toda hora "weak" e "tha's lme" e no final da nota 5 pq tinha um monte de robos brigando[:P]


Porra....demorou pra ver uma putinha do melhor do mundo pra cá.


E é um cara que critica quem critica os críticos....oque me faz um cara que critica quem critica quem critica os críticos e ficamos nessa ciranda pro resto da vida.


Mas no básico...você vem ao blog do cara, sem pagar nada pra ninguém...pq ele achou que um filme de robôs gigantes tinha robôs gigantes...

Mas sério existe alguma revolta contra os filmes de ação?piada ruim por piada ruim acho que o Hancock enfiando um prisioneiro no rabo de outro bem mais ofensivo que uma mãe xapada(cena essa que passou no 70's Show), mas voltado a cena do hancock, o diretor não queria ela no filme,mas era a vez que ele viu uma platéia rir mais.

No geral....não vá ver um filme sobre brinquedos e achar que vai encontrar algo mais além de uma filme que serve para vender brinquedos.

João Pedro disse...

Não achei o The Bash tão ruim...
o que estragou foi Chris Jericho perdendo o IC title depois de um reinado tão curto.

Leandro disse...

finalmente acabou o mês mais sem graça desse blog!

Avalanche(Lance) disse...

Pera aí....vocês comem merda, pq raios reclamam das matérias do Blg do Amer se a porra do Blog é para a opinião do Amer sobre oque ele quer?


Cara...o pessoal se beneficia demais que não podem apanhar via net...

Bom sobre o filme..realmente ele tem um oonte de erros irritanntes,mas se resumem a duas coias:

Ele tem roteiro demais.
E ele é longo demais.

Mas essa de dizer que o Michael Bay é um péssimo diretor...porra olha a cena de guerra pro final do filme...cara aquilo foi bem feito e é inegável isso.

William disse...

"Transformers 2 foi um lixo total.
Vc deve ter sido o único ser vivo que gostou da mãe drogada e do moleque chato tropeçando em cima do taser (uma cena bem patética de mal feita)",


Correção Garoto Confuso, ele não foi o único!

Walmir disse...

Ahahahaha, lembrei de vc quando vi isso aqui, Amer:

http://www.youtube.com/watch?v=DBpk0L42jgE

Só que o cara chama o Drogadito de "Smoke Demon".

Quanto à esse filmeco TF2 aí, não perco mais meu tempo com porcarias.

Walmir disse...

Só pra registro, se importar alguma coisa, essa cena da mãe drogada... silèncio no cinema... duas risadinhas no fundo... eu pensei: "Cacete, isso aí é Transformers ou entrei na sala errada?"...

Avalanche(Lance) disse...

Parabéns Waldir você não achou graça de uma mãe que comeu um bolo de maconha e saiu fazendo oque uma mãe normalmente faz(Humilhar um filho).

Pq não faz a camisa e desfila pela sua cidade?

Scariel disse...

Para os nervosinhos aí.
Já ouviram falar de opinião pessoal?

Walmir disse...

Ô, deslizamento de terra, primeiro que meu nome é WalMir, se vc tem déficit de atenção, o problema não é meu, e sim, dos genes dos seus progenitores. Tenta as células tronco.

Segundo, que minha opinião não vale menos do que a sua. Só porque teu nível cultural equivale a de um jumento e vc gostou de TF2, não quer dizer que vc pode vir falar merda pra mim. Gostou daquela merda? Problema sexual seu.

Vai ser se eu tou na esquina e não me enche a porra do meu saco.

William disse...

Nuss, a coisa tá pesada aqui...

Bom o WalMir citou uma coisa que achei bem estranha mas foi exatamente o oposto, no cinema que eu fui na pré-estréia, o pessoal se "mijava" de tanto rir no filme inteiro . Tinha horas que eu me perguntava "ou eu sou muito mal humorado ou não achei graça nenhuma".

PS: Tirando o humor com teor sexual, EU achei algumas dessas partes engraçadas.
PS 2: Não fiz esse comentário pra discordar do Walmir ou etc. apenas estou agregando um fato que ocorreu.

Avalanche(Lance) disse...

Valdir eu não tenho deficit de atenção...seu nome que não é interessante mesmo.

E eu não gostei de Trannsformers 2, achei o um bem melhor[:P]


E eu tenho o intelecto de um Jumento?

Cacete véio você viu o filme esperando algo mais que uma sessão da tarde com efeitos especiais.


O Jumento é você....e um jumento sem senso de humor^^

Leandro disse...

e os Fanboys do Amer atacam!

Avalanche(Lance) disse...

E vencemmmm \o\


Mas não chore rapaz...

Frodo disse...

povo... sem stress, senão isso vai dar ainda mais discussão que o lance do Holy Avenger, aí eu vou achar um absurdo! hauahua

Assisti e gostei dos robôs trocando porrada, isso foi bem feito e bem divertido.

Porem, quase nenhuma piada colocada lá eu gostei, acho que eu só gostei da piadinha do sinalizador laranja...

A da mãe eu achei horrível... nem vou me atrever a falar muito sobre as gônadas do devastator.

No geral, apenas um filme meia boca, não achei p[erda de tempo e dinheiro, mas não assistirei denovo...

Sobre o Michael Jackson, fiquei triste com a morte dele, mas não me abalou, já que fazia muito tempo que ele não fazia uma música que me interessava.

Sobre Dream Theater, até gosto de algumas músicas, mas admito que os fãs que eu conheço são quase tão chatos quanto os fãs de Nirvana (com todo respeito)

Nossa, tou faando sobre vários assuntos em que eu não fui chamado, podem me chamar de intrometido! =P

PS: estou colocando agora o tranformes de psps para ver como é... mas já tou esperando ser o maior lixo de todos...

BIEL !!! disse...

"Pera aí....vocês comem merda, pq raios reclamam das matérias do Blg do Amer se a porra do Blog é para a opinião do Amer sobre oque ele quer?"

Muito Bem falado!Agora,me responde uma coisa...Qula a definição de um cara ler um Blog de uma coisa que não gosta durante um mês,e depois falar que foi ummês chato no ja mencionado Blog?Peloamordedeus,vai ser otário em outro lugar!

e outra,opinião pessoal é sim,para ser respeitada,agora avacalhar um texto que o DONO DO BLOG fez,de um assunto que ele é fã,por motivos até então imbecis,já não é opinião pessoal,e sim,ser chato!Minha avó ja dizia"Não sabe fazer melhor,não critique"

Recado pro Amer:Cara,virei fã de Transformers por causa dos teus textos,e,me amarrei nesse texto mais uma vez...Parabéns!

Walmir disse...

AHAHAHHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHHAA

http://judao.virgula.uol.com.br/cinema/just-for-teh-lulz-transformers-a-vinganca-dos-derrotados-em-um-minuto/

AHAHAHHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHHAA

Walmir disse...

Isso é a melhor coisa que alguém já fez por esse "filme"

http://www.youtube.com/watch?v=9fqN_wCK9hM

GENIAL, AHAHAHAHAHHAHAHAHAHAH

Rodrigo disse...

Belo review Amer! Não discordo de nada de que vc escreveu.

Acho que o filme já foi bem discutido aqui e muitos colegas já definiram bastante seus pontos de vista.

Ao contrário de muitos que já estão acostumados a lerem as opiniões dos outros de graça e não darem nenhum valor para isso, aproveitando o fato de estarem do outro lado de uma tela para ofender e chingar, eu agradeço até hoje por ter entrado na comunidade da EGM e discutido com vc sobre a NINTENDO (e já faz um tempão isso!). Se não fosse por isso eu talvez nunca ia conhecer este blog que tanta risada já me proporcionou e me enriqueceu com informações sobre assuntos das quais eu nem conhecia =P

Bom é isso. Quanto as cenas de humor no filme, na sala que eu fui (Shopping Eldorado, Cinemark sala 1), todo mundo chorou de rir em quase todas, menos na das "bolas" do Devastator.

Ah! Com relação ao Dream Theater...é uma banda sensacional! Não julguem a banda pelos seus fãs! Eu sou um fã da banda e respeito toda e qualquer opinião sobre ela...mas todo moleque de 15 anos acha que descobriu a melhor banda do mundo, seja ela qual for.

Avalanche(Lance) disse...

E Valdir se desesperaaaaa \o\


Ele não consegue ter amigos e vem chamar atenção...todos prestando muito bem nele...vamos ver se conseguimos fazer ele imitar um macaco enquanto atiramos amendoins nele.

Frodo disse...

Bem, eu não vejo problema nenhum no cara discordar de alguma coisa que o Amer escreveu, e acredito que nem ele vê.

Já cansei de discordar em diversas coisas aqui, mostrei meu ponto de vista, o Amer ou alguêm que eu discordei mostrou o dele e cabou. Ninguêm saiu ferido.

O foda é o cara vim desmerecer o trabalho do cara com comentários do tipo: "Odeio transformers, odeio você, odeio esse mês" ou coisas do tipo.

Podemos agora nos dar as mãos e cantar "Somewhere over the rainbow"?

\O/

Comentário esdrúxulo nº1: cadê as outras meninas que postavam aqui?

Comentário esdrúxulo nº 2: oba! finalmente vou me mudar! \O/

abraços a todos!

AndréBetim disse...

Quase me dá vontade de assistir esse filme só pra poder falar mal com mais propriedade....quase.

Leandro disse...

cara, fanboy gosta de discussão hein! Só tah "ganhando" a parada pq o pessoal dá trela pra ele! E outra coisa, tudo bem, o blog é do amer, mas o que me impede de ter uma opinião contrária sobre seus artigos?

Avalanche(Lance) disse...

To ganhando pq vc foi pra defesiva com o rabo entre as pernas.

Nossa nem isso você admite.

E nada impede de você dar sua opinião sobre a opinião do outro.

Nem nada impede que eu tire um sarro da sua cara e te xingue fazendo você ficar na defensiva chorando...



tipo...viu que argumento de merda o seu?

:/

João Pedro disse...

¬¬
acontece muita coisa ridicula em briga de internet

Nanda disse...

Geeeeente!

Eu digo.. Fico 2 dias sem vir aqui e perco toda uma discussão! Olha o barraco que tá rolando!!

Quem tá com a pipoca?!

Oi Frodo!! _o/
Quanto tempo, rapaz!

Scariel disse...

Só tem um jeito de resolver isso...
mano a mano no Street Fighter, o q reclamar do controle primeiro perde!



...Ta bom, vou ficar quietinho na minha aqui...

Walmir disse...

Caramba, o Amer deu uma sumida.
Até no MSN não aparece mais...

El Catarina Predador disse...

Eu particularmente achei o filme bem divertido,tanto que já assisti duas vezes,mas como eu não vivi nos anos 80 e não sei muito sobre Transformers (apesar de sempre ter adorado) me tire umas dúvidas:

1-Onde o Bonecrusher aparece no filme? não consegui identificá-lo nas duas vezes que assisti.
2-Quem são aqueles 2 autobots novos,o filme nem faz menção do nome deles lol!
3-Onde esse filme se encaixa na cronologia Transformers?

Obrigado!

Jordan Matheus disse...

LOL! ainda tô com esse nome: "El Catarina Predador" o.õ

Mais de 1 ano acompanhando esse blog e agora q venho comentar algo...

Avalanche(Lance) disse...

Ahh anda sempre da tempo de chegar pra discussão, aponte pra alguém e a contradiga...ou só diga "você é imaturo e não pode me contradizer pq tenho direito a opinião".

1-Bonecrush aparece numa tomada aérea do ataque do deserto, aparece um monte de Decepticons e o Bonecrush em forma carro passeando no meio da galera.

2-Skids e Mudflap, falam muitas vezes.

3-O Filme se encaixa depois do primeiro filme, que não tem nada haver com as outras cronologias(fora os quadrinhos sobre o filme).

Jordan Matheus disse...

Skid e Mudflap,te juro q não ouvi cara... talvez seja porq eu só pude ver dublado,vou tentar ver legendado depois,muito obrigado!

E sobre a cronologia,só eu acho que deveria ser feito dando continuidade ou contando tudo de novo oq aconteceu no antigo desenho dos Transformers?

Jordan Matheus disse...

Opa opa cara! agora q percebi,eu não estava falando dos gêmeos,estava falando dos outros dois! o azule o cinzento que aparecem juntos com os Autobots!

Avalanche(Lance) disse...

O Azul é o Jolt(o que da o Choque) acho que o Ironhide berra o nome dele.

o Cinza é o Sidewipe(o que dala Dahn I'm Good), apesar que só vi o nome dele em marketing, não lembro se o chamam.(o cara que ele divide em dois era o Sideway).

Frodo disse...

Nem vou me atrever a comentar os nomes dos transformers pq sou péssimo em nomes! Se eu acertar o nome de 4 ou 5, já é uma ótima coisa!

Nanda: olá! _O/ é... tou meio sumido, eu me mudei de país e ainda tou perdidinho com algumas coisas... como vai sua vida?

Poxa, nem dei oi para o povo, sou mal educado pra caceta... oi povo! =P

alguem quer chá com laranja e gengibre?

Vingaard disse...

Seu review de Transformers 2: RotF ficou excelente!

Amer H. disse...

Pessoas, voltei!

Havia desaparecido da net porque meu PC tava no conserto. Tinha um ninho de ratos dentro, por isso andava me quebrando as pernas.

Muito bem gente, sem brigas.

Quero começar dizendo que tou aberto a críticas, mas que for fazê-las, por favor tenha algum bom senso.

Sinceramente, não devo nada a ninguém. De fato, se considerarmos o quanto eu divirto a todo mundo sem pedir nada em troca, o mínimo que vocês devem ter ao entrar aqui é respeito.

Cada artigo me custa NO MÍNIMO um dia de trabalho, eu não tiro o texto do cu e o coloco no ar.

Assim sendo, quem achar que estou falando sobre um tema "chato", tenha a boa educação de ficar calado, pois eventualmente escreverei sobre algo que você goste e outros não.

Porque é assim que as coisas funcionam.

Lance, já te pedi uma vez e peço de novo: não seja rude com os outros leitores.

O Walmir só colocou a opinião dele, que é tão importante quanto a sua. Não briguem simplesmente porque discordam de algo.

Vocês tem é que se unir contra as putinhas! Isso sim!!!

Porque elas já escapam ilesas ao atacar sites demais...

Edson, você tem plena e total razão em tudo que falou. O filme de fato não tem enredo nem nada, mas lembremos de quem é seu alvo principal: crianças!

Embora colecionemos os toys, é a garotada abaixo de dez anos que vai levar os pais a falência comprando a coleção inteira.

A gente compra UM Sideswipe e fica feliz. O menino vai comprar cinco, pois vai quebrar os outros quatro que ganhou antes.

Morou? Sempre foi assim com Transformers.

E sempre será!!!

ATÉ TODOS SEREM UM!!!

Amer H. disse...

Detesto admitir, mas o Garoto Perdido tinha razão em muito do que disse.

MALDIÇÃO!!! AAAAARRRRGH!!!

Já editei o texto e acho que as coisas melhoraram agora.

Ah bem, vivendo e aprendendo.

Mas devo dizer que o senhor Perdido está errado em uma de suas alegações: "Diversão Irresponsável"?

Meu chapa, cada um se diverte como acha melhor. Não é porque eu me diverti com robôs gigants em um filme ruim que eu estou errado.

Assim como um cara que assista um filme Húngaro de seis horas e se divirta no processo também não estará errado.

Não existe um jeito "certo" e um jeito "errado" de alguém se divertir ao ver um filme e se você realmente acredita nessa história de "diversão irresponsável" você estará sendo mais arrogante do que eu fui com as minhas "críticas aos críticos" quando as fiz.

Admiti que pisei na bola, buddy. Sua vez.

Wallace "Wakko" Morais disse...

Você podia ter falado da cena que o Bumblebee arranca o que seria a espinha dorsal de um dos Decepticons...aquilo me deixou com medo...muito medo!

Hikaruon Dekabase disse...

Assisti o filme e gostei bastante, mas não recomendaira para pessoas menores de 16 anos, e concordo, Devastator foi uma decepção >_<
E concordo também e digo mais Optimus Prime é o Kenshiro na forma robô (apesar que Kenshiro não usa armas), agora fica uma dúvida, é impressão minha ou citaram indiretamente o Unicron?

Walmir disse...

Obrigado pelo comentário a meu favor, Amer.
É irritante mesmo ser atacado pessoalmente apenas porque as opiniões divergem.

Mas enfim, briga-se por emprego, briga-se por um filme, briga-se por tudo.

Eu ainda estou tentando apagar esse "filme" da minha cabeça. Não que tenha me influenciado em porra nenhum, porque inexiste qualquer mensagem (positiva ou negativa) nessa tranqueira. Apenas porque me causou mais irritação do que quando fui assistir Beavis e Butthead.

Só lamento não ter saído da sala no meio, como fiz com o B&B.

Walmir disse...

Detalhe: entre fãs mais ferrenhos, que organizam eventos, compram os toys e se divertem com cada série lançada (fãs das antigas, não a molecada de hoje que fica de 4 pelos efeitos especiais), o filme foi um problema.

Comentário por e-mail de um amigo que estava entre esses fãs:

"Um deles saiu do cinema com cara de bosta...".

Walmir disse...

Hey, Amer.
Vc nem comentou nessa matéria o que conversamos pelo MSN.

Que "...Transformers Animated foi cancelada por causa dessa monstruosidade."

Lembra?

Agora estamos em TF A.
:o(

gustavo disse...

a clasificação dos autobots:primero lugar optimus prime segundo lugar bublebee terçeiro lugar iroride quinto lugar rethet em ultimo lugar jazz

Rafaela Trombini disse...

tem uma parte que eu discordo: tem meninas que gostam de transformers (como eu)e eu odeio esse romance do Sam e da Mikaela eu gosto de ver os robôs,não os humanos.

Rafaela Trombini disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

desse segundo filme, não curti o Humor de banheiro e as bolas do Devastador...

que Primus nos dê forças

mas o humor da mãe do Sam foi boa, melhor do ver aquele agente com fio dental. as batalhas dos robôs são boas, mas o Fallen é um aborto.

o Amer me fez gostar de Transformers. esperando a resenha do terceiro filme.