sábado, 23 de maio de 2009

Tartarugas Ninja - O primeiro episódio da série clássica!


Finalmente, mais uma resenha! Fazia tempo que eu não escrevia um artigo desconstruindo e analisando alguma produção Hollywoodiana e decidi fazê-lo hoje.

Mas sobre o que escrever? Há tantos filmes burlescos sobre os quais ainda desejo dissertar, tantas pérolas desconhecidas que merecem ser imortalizadas nos anais do blog, tatos horrores que quero compartilhar com vocês... oh, dúvida esmagadora.

Então me lembrei que tenho aqui comigo o primeiro episódio do desenho clássico das Tartarugas Ninja e como faz tempo que quero escrever sobre ele, por que não?

Algumas informações antes de partirmos para o desenho.

As Tartarugas Ninja foram criadas por Kevin Eastman e Peter Alan Laird, dois artistas de quadrinhos independentes Norte Americanos em uma noite no bar. Claro que uma idéia tão burlesca dessas não nasceria de uma mente sóbria.

Pois bem, eles transformaram as tartarugas em uma história em quadrinhos, mataram o maior vilão da série logo no primeiro número e eventualmente um estúdio de animação viu o potencial dos personagens para serem transformados em série animada e assim foi feito.

O desenho dos tartarugas estreou na televisão Estadunidense em 1987 e o resto é história.

A série animada tinha bastante em comum com o quadrinho, mas os tartarugas deixaram de ser mutantes que beiravam a sociopatia e psicose. April deixou de ser uma cretina que trabalhava em um antiquário e passou a ser uma cretina gostosa que apresentava um telejornal de macacão amarelo.

Por fim, o Destruidor viveu além do primeiro capítulo e se aliou a muito mais gente com o passar dos anos.

Enfim, se não viveu a época da febre dos Tartarugas, você não faz a menor idéia e quanto eles foram grandiosos. Qualquer criança que quisesse ter amigos precisava conhecer o desenho de cor e salteado e qualquer um que não o fizesse era enterrado vivo no pátio da escola.

Mas eu já falei demais, vamos ao review de hoje.

FORÇA DE TARTARUGA!!!!!!



Nossa história começa com uma reportagem mostrando que o crime já se tornou parte da vida dos cidadãos de Novs York.

Para provar este argumento, vemos um grupo de punks se reunindo ao redor de um carro...



... e o comendo por completo.

Lembrando sempre que os punks eram responsáveis por nove entre dez tragédias dos anos 80. Desde assaltos e estupros até maremotos e deslizamentos de terra.



E apresentando o telejornal, ninguem menos que a linda, a maravilhosa, a extremamente bem dotada April O'Neil, uma das melhores ruivas do mundo.

Interessante notar que a televisão que transmite o noticiário em nada se parece com um aparelho da década de 1980. Mais parece um monitor moderno ou uma tv de plasma antiga.

O que indica que ou este desenho era muito visionário, ou os animadores tinham uma preguiça extrema de desenhar um televisor oitentista com razoavel realismo.



April entrevista o homem mais feio do mundo, que recentemente teve seu laboratório roubado e inúmeras tralhas tecnológicas que só fazem sentido para o Sr. Spock foram ilegamente apropriadas pelos meliantes.

E mais, é quase certeza que o roubo foi perpetrado por ninjas!!!

Como ele pode saber isso?



Simples, as cordas deixadas no lugar pelos ladrões foram fabricadas no Japão.

É claro, no Japão só existem ninjas, samurais, heróis de Super Sentai e pedófilos! Só pode ter sido um ninja, pois as outras classes trabalhistas raramente usam cordas no dia a dia!

Uau, que saudade que eu tenho desse humor racista esteriotipado!



Mas o pior é de tudo é que as deduções do assaltado não estão completamente erradas, pois descobrimos que UMA MÃO DO MAL acompanha as notícias e demonstra grande irritação com o fato de suas operações ilícitas estarem sendo descobertas.

O dono da mão (cuja identidade permanecerá um mistério até o fim deste review) manda seus funcionários matarem April O'Neil, para que ela não mais se aprofunde na sua investigação.



E assim eles vão, com paus e correntes, dispostos a espancar a ruiva até que ela fique morena.

Aliás, aqui vai um pouco de trivia, o loiro com tacape e o mano de jaqueta vermelha e moicano são as versões pré-mutação de Rocksteady e Bebop respectivamente. Alguns episódios mais a frente, o Destruidor se cansa das incompetências humanas deles e os transforma em mutantes.

Claro, eles continuam incompetentes, mas seus bonecos automaticamente se tornam mais interessantes pra garotada.



Nossa heroína ruiva que tem peitos grandes demais para uma série infantil escapa para o esgoto e sai correndo...



... bate de cara em uma parede...



... cai no chão e fica a mercê dos punks comedores de automóveis. Tudo nessa ordem.

E sei o que você está pensando e concordo. Que bom que April é uma gostosa, pois ela é uma completa imbecil.

Mas DE REPENTE...



... heróis do bem surgem das sombras e derrotam os punks da maneira tradicional de se derrotar o mal na década de 1980.



Fazendo um montinho com os pilantras.

Ahhhh, bons tempos, He-Man fez isso tantas vezes que até perdeu a graça!

E embora pareça uma saída não violenta para uma cena de ação, você já pensou no sujeito que está na base do montinho? Ele provavelmente está seno esmagado pelo peso de seus colegas e aos poucos está parando de respirar enquanto sua vida se esvai a cada fôlego mais difícil.

Pois é, aposto que você nunca tinha imaginado isso e se divertia sempre que via algo assim. Fique sabendo que estava sendo cúmplice em homicídio passivo!

Muito bem, vamos em frente.



Os salvadores de April finalmente saem das sombras e se revelam como quatro tartarugas enormes que tem letras na fivela dos cintos.



April nunca frequentou convenções de quadrinhos nem foi na Anime Friends, portanto não está acostumada com tais aberrações e desmaia.

Lembremos sempre que ela estava no esgoto e ao desmaiar, há uma chance enorme dela ter caído de boca aberta sobre aquilo que fora o jantar de alguém na noite passada.

Classudo, eu diria!



Enquanto os tartarugas molestam a ruiva inconsciente (tá, como se você não fosse fazer isso), o vilão laminado assiste a cena e fica muito puto com o fato da menina ter sido salva.

Qual será a nova maldade que ele planejará agora? E mais importante que isso, como picas ele tinha uma câmera convenientemente instalada em um ponto tão específico da rede de esgotos de Nova York?

Perguntas e mais perguntas.



April finalmente desperta (de forma muito sexy) sem saber o que picas lhe aconteceu.

Com certeza ela deve ter pensado que o encontro com os tartarugas não passou de uma alucinação causada pela bebida, o que a faz decidir largar a birita.



Logo que se senta, ela é recepcionada por um rato que lhe oferece chá, o que prontamente a faz decidir largar o crack também.



Mas o rato não é uma alucinação e como prova disso, oferece a ela um pouco de Sushi. Prontamente, April fica convencida, pois alucinações de crack só sabem fazer ovo cozido.

E diga-se de passagem, esse Sushi parece extremamente nojento. Entendo que foi preparado num esgoto e tal, mas essa alga tá cinza demais, não pode ser saudável.

Falando em coisas nojentas...



... os Tartarugas mandam ver em uma pizza de linguiça com sorvete Napolitano.

Sim, esse desenho é do tempo que os Tartarugas comiam pizzas de sabores grotescos, como atum com chocolate, calabresa com marshmallow e banana com mussarela. Mesmo hoje, eu não entendo se isso era uma piada pras crianças ou uma forma dos animadores combaterem a obesidade infantil Americana fazendo as crianças pegarem nojo de pizza.

Eu sei que se foi a segunda opção, funcionou comigo, pois só fui criar coragem para experimentar pizza aos doze anos de idade.

Mas mesmo com a oferta de pizza e sushi preparados no esgoto, nossa ruiva de cinturinha de Barbie ainda está muito confusa. É quando o rato enorme resolve explicar toda a sua história para ela.



Há muito tempo atrás, existia um homem chamado Haamato Yoshi, que era um estudante das artes ninjas.

Ele era nobre, gentil, reservado e tinha a cabeça grande e quadrada.

Yoshi era respeitado pelos membros do clã ao qual pertencia, mas sempre tem um filho da puta nessas organizações que quer foder com o rapaz simples de nobre coração, que vai todos os dias ao bosque recolher lenha.



O filho da puta em questão, era Oroku Saki, que usava um quimono azul e tinha um topete ridículo que fazia com que ele parecesse muito com o Cybercop Jupiter.



Um dia, um velho muito importante visitou a sede do clã e Oroku Saki viu aí a oportunidade de enfiar um nabo enorme no rabo de seu rival.



Saki cravou uma faca nas costas de Yoshi...



... o que prendeu sua roupa na parede e o impediu de se ajoelhar para o velho importante.



Quando removeu a faca, ele foi acusado de planejar matar o velho...



... que prontamente o expulsou do clã.

É interessante notar que Hamato Yoshi não diz uma palavra sequer durante o flashback, o que me faz pensar que se ele tivesse tentado se explicar, pedido desculpas ou algo assim, não teria sido mandado embora e hoje estaria usufruindo de uma boa aposentadoria Japonesa.

E aliás, o velho importante tem a cabeça no formato de um cogumelo.

Ahhhh, bons tempos que os animadores usavam o máximo de esteriotipos possíveis ao desenhar estrangeiros.



Como não tinha dinheiro, Hamato Yoshi foi para os Estados Unidos usando apenas as roupas do corpo e passou a morar nos esgotos.

Pois é, como ele atravessou o mundo para morar na America se não tinha dinheiro também é uma pergunta que me assombra. E se considerarmos que ele nunca trocou de roupa e morava nos esgotos, imagino que esse cara devia feder um bocado.



Um belo dia, um menino imbecil estava voltando de uma loja de animais com quatro tartaruguinhas que havia comprado.



Mas seu cabelo aerodinamicamente irregular fez com que seu ponto de gravidade ficasse em desequilíbrio, o que o levou a uma queda cientificamente inevitável.



As tartaruguinhas cairam no esgoto, sobre Hamato Yoshi, que ficou feliz por ter novos amigos para brincar e pelo fato de que a água do aquário que o atingiu foi o primeiro banho que ele tomou desde que chegou do Japão.

E por falar em Japão...



... Oroku Saki se tornou líder do clãs de Yoshi e o voltou para o crime.

Logo, os ninjas do clã Foot estavam trabalhando em inúmeras atividades ilícitas, como roubo de máquinas de Coca Cola.

Facínoras!!!



Um belo dia, quando voltava de suas atividades como mendigo (porque eu não acredito que Yoshi tenha arrumado emprego) ele encontrou suas tartaruguinhas nadando em uma gosma rosa brilhante.

ESSA NÃO!!!


Há uma pausa na história nesse momento e podemos ver que os Tartarugas se acomodaram ao redor de April, impossibilitando qualquer rota de fuga da menina.

Esses caras realmente tavam sentido falta da companhia de uma mulher.

Mas mais importante é que Michelangelo está deitado logo atrás de April, rodando seu nunchaco perigosamente perto da cabeça dela.

Uau, nunca pensei que veria ato tão negligente em um desenho infantil.


Voltando a história, ao invés de torrar suas tartarugas com um lança chamas e procurar um lugar sem radiação pra viver, Yoshi saltou sobre o lixo tóxico para salvar seus mascotes...


... que através de um efeito especial de desenho oitentista...


... se transformaram em tartarugas humanóides de expressão abobada!


E Hamato Yoshi se transformou...


... em um rato imenso.

É nessa hora que April fala com enorme triunfo na voz: "Então Hamato Yoshi... É VOCÊ!!!"

Puta que pariu, April! Demorou pra perceber, heim?

Se toda mulher com sutiã 94 tiver essa baixa inteligência, quero a garota mais despeitada que eu conseguir encontrar!


Como não há muito que fazer quando você mora em meio a detritos humanos, Yoshi batizou suas tartarugas com nomes de artistas da Renascença e decidiu se chamar Splinter. Ele também os treinou na arte dos ninjas, pois precisava de um hobbie.

E aliás, os Tartarugas finalmente nos são apresentados:

Leonardo, o líder! Ele é nobre e forte!

Donatello, o inteligente! Ele é nobre, forte e fala gírias!

Raphael, o rude! Ele é nobre, forte e fala ainda mais gírias!

E Michelangelo, o festeiro! Ele é nobre, forte e fala tantas gírias que é quase ininteligível a maior parte do tempo.

Pois é, naquela época os personagens de desenho sempre tinham personalidades intercambiáveis. Eram tempos mais simples, eu te digo.

April usa os três neurônios que lhe sobraram e deduz que os Tartarugas foram os responsáveis pelos assaltos, mesmo eles a tendo salvo a menos de dez minutos atrás.

De fato, a salvaram de caras que se apresentaram como funcionários pelo responsável pelos assaltos e assim sendo, não poderiam estar associados aos crimes sob hipótese alguma.

Caralho, mas é burra demais, eu juro.

Nossos heróis decidem manter a ruiva em cárcere privado até que ela deixe de ser uma imbecil e prometem ajudá-la a encontrar os verdadeiros criminosos, para provarem sua inocência e conseguirem conquistar a amizade de alguém que não seja um mutante grotesco com cheiro de fezes.


Enquanto isso, os punks se desculpam por sua falha para com seu empregador...


... que é ninguém menos que o laminado voyeur que possui câmeras por toda a cidade.

O vilão fica puto porque os punks não perceberam se foram atacados por tartarugas. Não sei quanto a vocês, mas eu no lugar desses punks procuraria um novo trabalho.

Quando seu chefe começa a delirar com tartarugas gigantes, é sinal de que o ambiente de trabalho vai se tornar muito pior nos meses vindouros.


Enquanto isso, nos esgotos, Donatello sugere que voltem ao local onde April foi atacada e procurem por pistas de onde encontrar os bandidos responsáveis.

Mas as galerias de esgotos de Nova York são imensas e a chance de acharem algo tão específico são muito pequenas, eles jamais conseguirão...


... uau, eles conseguiram! E incrivelmente rápido!

Ok, eu estava errado. Passe mel em mim e me jogue pras lésbicas!


Nossos heróis vão pra superfície na tentativa de encontrar os pilantras.


Mas não esperavam dar de cara com uma velha neurastênica...


... que carregava uma metralhadora com suas compras.

Uau! Em que vizinhança eles foram parar? Na do Travis Bickle?


April percebe que seus novos amigos chamam muita atenção e resolve arranjar disfarces para eles.


Sim, claro. Porque uma ruiva peituda de um metro e oitenta andando pela rua com quatro nanicos de chapéu e capote que parecem um quarteto de pedófilos não vai chamar atenção nenhuma.

Não. Definitivamente.


Nossos heróis encontram um quarteirão inteiro com lojas de temática ninjas, mas se interessam unicamente pela pizzaria ninja, pois são um bando de glutões de merda.


Mas parar para comer foi uma decisão pouco sábia, pois o vilão da nossa história tinha câmeras na pizzaria também e pode ver o momento em que chegavam e o quanto estavam perto de descobrí-lo.

Não, sério! Os Tartarugas estão REALMENTE próximos de descobrir quem ele é.

Continue lendo.


Enquanto os quelônios param pra comer uma pizza nojenta de chantily com cebola, nossa ruiva apetitosa resolve trabalhar sozinha.


Por incressa que parível, April descobre a empresa que o vilão usa como fachada para suas atividades criminosas: uma firma de segurança.

De fato, ter uma firma de segurança e usá-la para disfarçar uma vida de roubos me parece uma boa idéia, mas tem algo na empresa do Destruidor que torna as reais intenções de seu grupo um pouco óbvias demais.

Mas não consigo imaginar o que é...


Ah tá... tudo bem então.


Mesmo April percebe que há algo errado e resolve telefonar buscando ajuda, mas é capturada pelos guardas da empresa.

E... é impressão minha ou a imagem acima é bastante excitante?

Huhuhuhu... você foi uma menina má, senhorita O'Neil. Precisa ser castigada! Oh sim, vai levar umas belas palmadas, a se vai! E então vai se ajoelhar na minha frente e eu vou...

... eu vou...

...

Oh Deus... me sinto tão sujo... preciso de um banho já!

Esperem aqui.

...

...

...

...

...

Ahhh! Bem melhor! Sinto-me livre destes desejos impuros e nada Cristãos!

Vamos em frente então.


Nossos heróis de capote encontram April amarrada no alto de um prédio e não percebem nada de errado com a situação.


Exceto claro, que era uma armadilha.

Porra, até Peter Griffin teria percebido! Qual o problema dessas tartarugas?


Os tartarugas começam a lutar e Raphael golpeia um dos ninjas com um pouco mais de força, abrindo-lhe a pança e mostrando a todos que era um robô.

Nossos heróis então decidem lutar com toda a força, pois não precisam ter medo de estarem machucando pessoas de verdade.

Mas espera um minuto, considerando que são robôs, podemos deduzir que eles são mais resistentes que humanos, certo? E o golpe do Raphael foi forte o suficiente para abrir seu bucho, certo? Os Tartarugas não sabiam que os bichos eram robôs e o Raphael golpeou com tudo.

Está percebendo aonde quero chegar?

Acho que falei cedo demais quando disse que os personagens do desenho eram menos violentos que os dos quadrinhos, pelo amor de David Banner.


Enfim, os Tartarugas enfiam a porrada nos robôs e vemos uma cena de luta muito parecida com isso.


Através de mais câmeras convenientes, o Destruidor assiste a luta e coça o queixo (mesmo sob a máscara) se indagando como os tartarugas poderiam ter aprendido a lutar o estilo ninja de seu clã.

E eu me pergunto, será que ele já se cortou limpando a bunda?


Os Tartarugas derrotam os robôs e Michelângelo aproveita que April está amarrada pra agarrar seus peitos enormes que desafiam a gravidade.

Como se todos nós não fossemos fazer o mesmo.


Após satisfazer seus impulsos de BDSM, Mike desamarra a ruiva e o grupo se infiltra no prédio, procurando pistas sobre quem possa ser o chefe de toda essa esbórnia robótica.


Logo ele dá de cara com uma das câmeras do Destruidor e então descobrimos que nosso querido vilão é incrivelmente incompetente mesmo neste estágio tão inicial da série.


Ora pois, ele deixou sua web cam ligada, permitindo que nossos heróis dessem uma boa olhada em sua cara.


Não satisfeito, ele removeu sua máscara para mostrar ao telespectador (e consequentemente aos Tartarugas) que é na verdade Oroku Saki!!!

OH!!! ELE É O LANFRANHUDO QUE FODEU COM HAMATO YOSHI!!!

E com isso, percebemos que os criadores do desenho nos davam muito pouco crédito, pois achavam que seu público não teria sacado essa coisa tão básica.

Qualé? Não somos a April! Tudo bem que alguns meninos obesos tinham peitos tão grandes quanto os dela, mas é diferente.

Pois bem, o Destruidor resolve se livrar dos Tartarugas de uma vez por todas.

Sim, é o primeiro "de uma vez por todas" que ele diz nos seis anos em que a série irá se estender. Dá uma certa nostalgia, não?


E ele decide fazer isso inundando o prédio.

Um pouco exagerado, mas pode ser que funcione... exceto pelo fato de seus inimigos serem tartarugas, criaturas criadas para natação.

Não planejou isso direito, não é, senhor Saki?

E de repente me lembrei de dois caras que eu conheci em uma loja de RPG que jogavam D&D com ninjas. Um deles batizou seu personagem de Oroku Saki e o outro chamava seu ninja de Lestat.

Pois é, só queria compartilhar isso com vocês.


Os Tartarugas e April sobem até a cobertura do prédio, que já ficou cheio de água e de onde ela escorre como se fosse um chafariz.

Diga-se de passagem , o arquiteto desse prédio é um gênio, pois as janelas da construção não estouraram mesmo com toda a pressão interna causada pelos milhares de litros d'água.


Falei cedo demais, o prédio explodiu em mil pedaços e a água começou a jorrar como um chafariz de mais de cem andares de altura.

O mais interessante é que isso não trouxe nenhuma consequência para a cidade de Nova York.


De volta aos esgotos, nossos heróis mostram a roupa que tiraram de um robô e Splinter prontamente a reconhece como sendo dos membros do clã Foot.

E a menos que April tenha trazido esse uniforme, não quero saber onde ele foi guardado. Lembremos que nossos heróis não tem bolsos.


Os tartarugas soltam uma (mais uma, na verdade) piada ruim e April fica irritada, perguntando se eles não levam nada a sério.

E eles respondem que sim, tem uma coisa que levam muito a sério.



Enfim, aqui termina o review de hoje! Espero que tenha lhes trazido a tona tantas memórias traumáticas como trouxe a mim.

E vou encerrar o artigo de hoje com um pouco de trivia.

Sabem quem era o dublador Estadunidense do Destruidor?

Este homem!!!


Quem diria? Os Tartarugas e o Jazz tinham um inimigo em comum!

Cheers!!!

71 comentários:

Thyago disse...

realmente, aquele triplo agarrão que a April levou foi...
hmmmm...
uau, ela é uma menina má
muito má 8D

UnderHell86 disse...

Eu tive que tomar um banho pra me livrar de uma série de pensamentos impuros depois desse post...

O que soa estranho, pois temos mais imagens de tartarugas e ninjas do que de mulheres nesse post. Deixa pra lá.

Alguém sabe onde encontra uma corda escrito "JAPAN"?

Caio C. Kapps disse...

Muito bom hammer, pow, com esse sistema de cameras a policia n teria problema nenhum, e até nas favelas do rio n teria crime algum!!!

Abraço...

Solaris disse...

Tio Phill!

Paulo_HT disse...

era muito bom esse desenho, e eu nunca entendi pq as tartarugas e o scooby doo comiam essas coisas bizarras..

esse artigo me lembrou de quando eu era criança e não saía de casa sem os meus bonecos dos tartarugas.

E.D.I disse...

excelente artigo amer, será que algum dia teremos o review do "geração X" se sabe que filme é esse né? putz que merda é aquela?

Scariel disse...

Ótima review Amer, como sempre xD
Isso me fez lembrar também dos jogos de SNES que konami fez,passava finais de semana jogando isso...

Thyago disse...

o amer jah fez um review falando dos games das tartarugas, se nao me engano

Vicente Cardoso disse...

Eu admito, nunca gostei do desenho animado das Tartarugas. Eu achava aquela voz dublada do Leonardo irritante, os vilões imbecis, não tinha a violência dos quadrinhos originais... mas gostei do primeiro filme. E fiquei impressionado com quantas coisas ele tinha em comum com esse primeiro episódio da série. Tirando o fato do filme ser mais violento, e a April do desenho ser mais gostosa... :D

Avalanche(Lance) disse...

Ahh vão dizer que os quadrinhos é melhor?

Neles uma das tartarugas morria, outra virava um cyborgue....


Ainda reclamam dos bonequinhos,mas o gibi delas era bizarro e "dark" demais, parecia revista pra emo era uum treco que só deprimia.

Raven disse...

Santa tartaruga, Amer!!

Valeu, uma vez mais, pelas risadas!

Tadinho do Destruidor, ele sempre foi meio desprovido de sagacidade, mesmo... Mas, sabe como são essas coisas, em desenhos oitocentistas o vilão tem que ser sempre burraldino ou hiper mal-assessorado!

Ah, e nota dez pelo capote, foi um trocadalho do carilho! XD

Abração!

Isabelle de lioncourt disse...

KKKKK...rachei de rir! ah amer nem tudo é perfeito os erros mirabolantes do desenho fazem parte KKKKKK! agora vamos convir que aquele triplo agarrão da april foi um tanto estranho huhuhuhuhu....Maasss pior que tudo isso, só um ninja que tem o nome de um vampiro francês! KKKKKK
ótimo post....virei uma leitora compulsiva deste blog hauhauhua!

Sergio disse...

uma das minhas melhores amigas usa sutiã 46 e é uma das pessoas mais inteligentes que eu conheço.

não sei como ela não quebra, pois é meio magra.


não sei porque a april não é como ela.

Edson disse...

"Ainda reclamam dos bonequinhos,mas o gibi delas era bizarro e "dark" demais, parecia revista pra emo era uum treco que só deprimia."

Ontem eu vi (de novo) esses toys das Tartarugas das HQ´s e fiquei me segurando pra não comprar. Eles são muito bem feitos!

patrickpereira disse...

"Mas seu cabelo aerodinamicamente irregular fez com que seu ponto de gravidade ficasse em desequilíbrio, o que o levou a uma queda cientificamente inevitável."


Isso é arte, eu lhes digo, Arte!

Erick disse...

Hahahahahah Totally tubuloso review, dude! Mondo cool.

João disse...

Meu primeiro post uhuu!!!Quer ouvir uma coisa engraçada? Então, quando eu entrei aqui pela 1ª vez e li as merdas(engraçadas) que vc escrevia eu achava q vc fosse o Makotron da D&T Playstation XP, mas a culpa não é minha! É ele que escreve as piadinhas meio sujas da revista, pó! Eu só percebi que não era ele quando vi q tinha um sujeito chamado Amer. Ai foi só juntar as peças e aposto q até a April decobriria...

PS- Como eu faço pra colocar fotinha do lado da mensagem?

E.D.I disse...

SIMPLES JOÃO É ASSIM MEIA LUA PRA FRENTE, TECO TECO PRA TRÁS E SOCO FORTE, ESPERO TER AJUDADO

Paolalá disse...

Ameeeei o review. Me trouxe lembranças, que ficaram traumáticas agora. Acho que na época achava descolado comida de esgoto.

E a webcam do Destruidor! Genial e super revolucionário. Imagine só, quantos vilões não dariam tudo por uma daquelas.

joão disse...

Eu ria muito quando esse desenho passava na tv colosso...
A dublagem era muito zuada, o rafael tinha uma voz de nordestino e sempre falava gírias da moda como "estourar a boca do balão".
tinha muita piada "abrasileirada" na dublagem que me fazia rir muito.
Era fods....

Avalanche(Lance) disse...

Aham João, nunca esqueço quando o Bebop falou uma vez "vou fazer como Xuxua, beijinho beijinho xauxau"

Eu era piá e imaginava como deveria ser no original...

"uma das minhas melhores amigas usa sutiã 46 e é uma das pessoas mais inteligentes que eu conheço.

não sei como ela não quebra, pois é meio magra."

E ai...foto da dita amiga não rola?

Amer H. disse...

Apoio o Lance nessa empreitada.

Vicente Cardoso disse...

Avalanche, esse gibi ao qual vc se refere foi uma séria fracassada produzida pela Image Comics, com Rafael caolho, Miquelângelo ciborgue e outras aberrações. Mas faça como os criadores das Tartarugas, que admitiram que era um monte de lixo e hoje ignoram essa fase negra. Pessoalmente prefiro a hq original e suas adaptações mais "fiéis", como o primeiro filme e a nova série animada (tirando aquela temporada horrenda em que eles vão parar no futuro).

Walmir disse...

Na dublagem brasileira, nada mais, nada menos que o próprio He-Man fazia a voz do Be Bop.

Garcia Junior fez uma porrada de desenhos, incluindo He-man, o Gênio dos Smurfs, Pica-Pau, entre outros.

Cafaggi disse...

não lembrava de todas essas câmeras que o destruidor tinha pela cidade..
Sempre me divirto nesse tipo de post..

Amer H. disse...

O problema do desenho novo na minha opinião foi a tradução e a dublagem que recebeu aqui. Os dubladores não tavam com vontade e o texto foi muito mal traduzido.

Curiosamente, eu gostei mais do TMNT Fast Forward, justamente porque recebeu um trabalho de dublagem melhor.

E claro, eu poderia ter visto pela net, como fiz com Transformers Animated, mas o estrago já estava feito.

Aliás, o TMNT Fast Forward é o primeiro Cartoon de que me lembro que tem uma pré adolescente de uniforme colante fazendo caras e poses. Acho que deixaram passar porque ela era azul e alienígena e os censores então não perceberam "nada de errado" com sua postura.

Ahhhh sim, boa e velha maneira de usar alienígenas para isfarçar atitudes terrestres bem conhecidas.

André Bacil disse...

Um bando de tartarugas, mutantes, adolescentes, NINJAS, todas batizadas com nomes de artistas renascentistas... álcool não é tão potente assim... esses caras beberam cerveja com cogumelos...

Euclydes disse...

Raven disse:
"Já quanto à mentira, não seja sofista, meu caro! Mentir para salvar um planeta, para salvar uma civilização ou um amigo à beira da morte é uma coisa; mentir para salvar a própria pele é outra completamente diferente, uma prática que beira as desculpas esfarrapadas tekkers, hehehehehehe!"
na verdade, devemos considerar que os machos humanos mentem para garantir a preservação da espécie, desta arte, salvando o planeta e toda a civilização, assim, acho que estaria perdoado até pelo dr. spock... (afinal, ele é metade humano...)
há!
quanto aos dados pessoais, é pq vc cita autores e obras que não são coisas de minininhas mesmo (o que, com todo o respeito, acho o máximo)...

Amer: Depois comento sobre o texto do blog!
Fui!

Avalanche(Lance) disse...

Bah além da dublagem eu odeio essa moda dos personagens quadrados(que não tem nada haver com os japoneses seus otakus de merda).


Sei la me tira metade do tesão e os bonequinhos ficam uma merda.


Hey Vicente...ta aceitando requests de desenhos já?

**

Nanda disse...

Amer, seu coiso!!

Vc me enganou, né? Vc disse que o próximo review era de OUTRAAA coisa!

Humpf!

Amer H. disse...

E era.

Mas tive uma das minhas frequentes mudanças de idéia.

Pra aprenderdes a nunca confiar em minhas promessas de artigos!

...

Bom, pode confiar mais uma ou duas vezes, mas depois, não mais.

Dark_Yamatoman disse...

ótimo post Amer, ri litros xD
E aproveitando... http://www.youtube.com/watch?v=4aFK9KN7pw4

Avalanche(Lance) disse...

Amer...isso quer dizer que minha idéia de post(que é a mais votada na comu)

Não vai sair?

Kesianne disse...

hauahuahauahaua que vergonha, eu rachando de rir, na sala de computadores da facul e todo mundo olhando pra minha cara!!!

o primeiro que eu não aguentei e gargalhei muito foi a entrevista com o cara mais feio do mundo!!! hauahauhauhau realmente, o mais feio do mundo!!!!

Depois uma hora que eu explodi de risada foi imaginar se ele nunca tinha se maxucado ao limpar a bunda, hilário!!!!

Bom, o post inteiro foi maravilhoso!!!

Beijossss

Katchiannya disse...

Eu ADORA as Tartatugas Ninjas quando eu era moleca.

Meu bordão era o Santa Tartaruga na época (hoje em dia eu costumo chamar mais a ajuda da Santa Aquerupita :P)

Na época eu comprei as hqs inspiradas no desenho (muito sme noção) e, uma das primeiras comics que comprei foi a história original do Kevin Eastman e Peter Laird.

Ainda tenho essas "preciosidades" aqui em casa.

E sabe o que é pior, na minha inocência infantil, eu achava que eles desenhavam bem oO

Putz, como eu era ingênua.

Não gostei muito do desenho novo que passava no Jetix, mas, vi poucos epis, então, não acho que tenha realmente base para discernir sobre isso.

Euclydes, como vc é uma pessoa bacana, e, eu prezo pelo seu bem estar e não quero que uma horda de trekkers alucinados incorporando o espírito klingom de ser te massacre, lembre-se, é SR Spock, não DR. (doutor spock é um cara que escreve livros sobre bebês). O Dr da nave é o McCoy

Como eu acabei assumindo o papel de promoter dos meus amigos e conhecidos, não sei se vocês sabem, mas o Vitor Cafaggi e o Puny Parker apareceram nos Melhores do Mundo:

http://www.interney.net/blogs/melhoresdomundo/2009/05/22/voce_conhece_as_tiras_do_puny_parker/

By the way, o que acharam do Dia do Orgulho Nerd?

Eu não sei, essa coisa de Orgulho Nerd me pareceu que estou usurpando o nome de outras pessoas.

Acho que deveria ser um título mais nerdico, algo como Dia Multidimensional dos Nerd, Dia Pangalático dos Nerd e por aí vai...

Btw, ontem também foi o Dia da Toalha e o Dia da Revolução Gloriosa no Discworld.

Feliz festividades atradas.

Abração

Avalanche(Lance) disse...

Que raios de dia da toalha é esse?

Raven disse...

Dia da toalha? Também não sei, Lance, mas tomara que seja das toalhas de mesa!!! Nham, nham!

É, eu sou gulosa. MUITO gulosa!

Eu acho que Dia do 42 ficaria mais legal ^^

Euclydes, reitero minhas acusações de sofisma de sua parte. Você entendeu muito bem o que eu quis dizer sobre salvar a própria pele, ok, espertinho? Hehehehehehe!

Não me enrole, que isso é muito feio! XD

De certa forma, algumas das obras que eu cito no meu blog, inclusive a que lhe dá o nome, me acompanham desde a meninice, mesmo. Pode parecer estranho, mas, sabe como é... Filha única, nerd com poucas amizades e sem um Atari ou similar, acabei me tornarndo uma rata de biblioteca! ^^

Nanda disse...

Dia da Toalha?!?!

Ceus!

Katchiannya disse...

Dia da Toalha (mais nerd impossível ^^)

"O Dia da Toalha é celebrado no dia 25 de Maio como uma homenagem dos fãs ao autor da série O Guia do Mochileiro das Galáxias, Douglas Adams.

A saga de cinco livros conta a história de Arthur Dent e seus amigos em aventuras pela galáxia e pelo tempo. Um detalhe importante da história é a importância da toalha para os "viajantes da galáxia", a qual seria útil para as mais variadas e inimagináveis situações.

Primeiramente, quando do falecimento de Douglas Adams, fãs do autor queriam encontrar uma forma de homenagear uma pessoa que tinha feito o mundo rir, então precisavam de um tema engraçado para sua homenagem. Como sua mais conhecida obra é O Guia do Mochileiro das Galáxias, e como no livro o autor dedicou um página inteira sobre a toalha e sua importância para os mochileiros das galáxias, decidiu-se então pelo uso da toalha como tema da homenagem.

O dia 25 de Maio de 2001 foi o dia em que foi feita a primeira homenagem." (fonte: Wikipedia)

Kallebe disse...

Sensacional. Sou fã de TMNT.

Já li o primeiro volume e nas HQ's o mestre Splinter não é o Hamato Yoshi (mas eu não tenho certeza disso). Você já leu e pode confirmar se é isso mesmo, Amer?

Ah. Outra coisa. Há uma dúvida que me assola desde que conheci TMNT:

Qual é o correto (ortograficamente): Tartarugas Ninja ou Tartarugas Ninjas? Desculpem-me pela minha burrice com relação a isso.

Pronto. É isso.

"Cheers."

Kallebe disse...

Ah.Não tinha lido os comentários, tamanha minha ansiedade por comentar sobre TMNT.

Sobre a toalha, segue um trecho do livro Guia do Mochileiro das Galáxias (pra quem tiver paciência):

“O Guia do Mochileiro das Galáxias faz algumas afirmações a respeito das toalhas.
Segundo ele, a toalha é um dos objetos mais úteis para um mochileiro interestelar. Em parte devido a seu valor prático: você pode usar a toalha como agasalho quando atravessar as frias luas de Beta de Jagla; pode deitar-se sobre ela nas reluzentes praias de areia marmórea de Santragino V, respirando os inebriantes vapores marítimos; você pode dormir debaixo dela sob as estrelas que brilham avermelhadas no mundo desértico de Kakrafoon; pode usá-la como vela para descer numa minijangada as águas lentas e pesadas do rio Moth; pode umedecê-la e utilizá-la para lutar em um combate corpo a corpo; enrolá-la em torno da cabeça para proteger-se de emanações tóxicas ou para evitar o olhar da Terrível Besta Voraz de Traal (um animal estonteantemente burro, que acha que, se você não pode vê-lo, ele também não pode ver você ― estúpido feito uma anta, mas muito, muito voraz); você pode agitar a toalha em situações de emergência para pedir socorro; e naturalmente pode usá-la para enxugar-se com ela se ainda estiver razoavelmente limpa.
Porém o mais importante é o imenso valor psicológico da toalha. Por algum motivo, quando um estrito (isto é, um não-mochileiro) descobre que um mochileiro tem uma toalha, ele automaticamente conclui que ele tem também escova de dentes, esponja, sabonete, lata de biscoitos, garrafinha de aguardente, bússola, mapa, barbante, repelente, capa de chuva, traje espacial, etc, etc. Além disso, o estrito terá prazer em emprestar ao mochileiro qualquer um desses objetos, ou muitos outros, que o mochileiro por acaso tenha "acidentalmente perdido". O que o estrito vai pensar é que, se um sujeito é capaz de rodar por toda a Galáxia, acampar, pedir carona, lutar contra terríveis obstáculos, dar a volta por cima e ainda assim saber onde está sua toalha, esse sujeito claramente merece respeito. “

That's all folks.

Avalanche(Lance) disse...

Kallebe, em teoria a palavra Ninja não deveria ter plural...pq bem os Japas não usam.

mas no Brasil fica Tartarugas Ninjas, já que a palavra Ninja esta no vernáculo, e a história da não pluralização da palavra vira apenas uma curiosidade pra quem quiser dar uma de chato esnobe.

Katchiannya disse...

Para Kallebe: "nas HQ's o mestre Splinter não é o Hamato Yoshi.Você já leu e pode confirmar se é isso mesmo, Amer?"

Não sou o Homer, mas espero te ajudar.

Enfim, nas HQs o Splinter é o RATO DE ESTIMAÇÃO do Hamato Yoshi, que aprende ninjustu imitando o mestre em sua gaiola.

O irmão mais velho do Destruidor estava afim da mulher do Yoshi, e acaba surrando a mulher por ela não querer ficar com ele.

Yoshi acaba matando o cara e fugindo para NY.

Destruidor decide vingar a morte do irmão (básico), treina, toma o comando da organização ninja, vem para a América, massacra o Yoshi e a esposa dele.

Splinter foge para os esgostos, depois que sua gaiola se quebra na bagunça.

Certo dia, um garoto saia de uma loja de animais com um aquario cheio de tartarugas, e, enquanto o amiguinho dele, Matt Murdock, salvava um velhinho de ser atropelado, um tudo de componente químico verde estranho, quica do caminhã, esbarra no aquario, cai no esgoto, em cima do Splinter e das Tartarugas.

O ratão - agora mais inteligente - decide treinar seus novos "filhos" como ninjas para adivinhem?

Vingar a morte de seu mestre.

Eis a origem das TNNT nas HQs.

E o lance do Murdock não é zueira, foi uma homenagem dos criadores dos quelonios ao Demolidor.

bjs

Amer H. disse...

Quanto a palavra ninja, ela tem plural sim.

O termo que os japoneses usam para se referir a ninjas é "Shinobi". Não sei de onde raios veio a palavra "ninja" mas já ví sendo usada no plural inúmeras vezes.

A explicação do Lance está bastante correta nesse sentido.

Aliás, quanto ao dia do Orgulho Nerd, acho de uma babaquice sem tamanho.

A palavra "nerd" ainda é usada como um termo pejorativo, a diferença é que as pessoas hoje em dia aceitam com orgulho esse estigma.

Basta assistir a matéria que o Fantástico fez a respeito pra ver que esse é um rótulo usado da maneira a deixar pessoas como nós o mais estigmatizados possível.

Sejam nerds, mas tenham dignidade. Não saiam por aí com bonecos de Star Wars pra mostrar que gostam da série, tampouco usem peruca azul na rua pra demonstrar que são fãs de cosplay.

Não caiam nessa de sair exibindo pra Deus e o mundo aquilo de que vocês são fãs, pois apenas dão mais combustível para as pessoas que riem de nós continuarem fazendo isso.

Demonstrem dignidade, pois é isso que falta aos nerds.

Ufa! Pronto, falei!

E as explicações da história do Splinter no quadrinho estão corretas. Way to go, Katchy.

E Raven também, por suas explicações do Dia da Toalha.

Raven disse...

Ô, querido, obrigada pelo elogio à explicação do Dia da Toalha, mas eu não o mereço...

Quem forneceu a explicação foi a Katchy, também.

Por sinal, há um bom tempo que ela é minha enciclopédia para essas questões da vida, do universo e tudo o mais! ^^

Avalanche(Lance) disse...

Então foda-se o dia dos Nerds e viva o dia da Toalha!


Aliás eu nem vi a reportágem do fantástico pelo simples motivo do Fantástico ser o pior jornal atual.

Reportagens feitas pela metade e totalmente irritantes...aliás fizeram a reportagem pra vender cd do NXzero¬¬

Amer H. disse...

Verdade. Duplos agradecimentos para a Katchy então e para a Raven... bom, ela é uma Jovem Titã, agradecimentos a ela também.

E Lance, chamar o Fantástico de "jornal" é extremamente gentil da sua parte.

Na verdade, se um de nós usar o Fantástico pra limpar a bunda, vai sujar o cocô.

Raven disse...

Hm, Amer, uma Jovem Titã não tão jovem assim, mas... tudo bem! ^^

E você tem razão, Fantástico sucks :P

Giordano disse...

HIUAHEIOEIHEIEHEIU chorei de rir

DUENÇA MENTAL disse...

Mto bom o review, eu nunca havia assistido esse episódio, parabéns =]
Mas quero dizer uma coisa a você Amer, vc SEMPRE diz que os punks da década de 80 eram todos vandalos, drogados, arroaceiros de merda.
Mas já vi vc reclamar das pessoas da época, que diziam que fliperamas era lugar de trombadinhas, vagabundos e drogados filhos de uma cadela.
Então deixe de ser um nerd gorto, hipócrita e chupador de cana!
Oq acontece, é que o movimento punk é subversivo ao senso comum, a sociedade em geral, e tudo que subverte a sociedade, é reprimido e deturpado pela mídia.
Abraço =]

Avalanche(Lance) disse...

E Duença Mental faz jus ao seu apelido.

Amer H. disse...

Sim, o rapaz faz jus ao nome.

Eu nunca critiquei o movimento punk. Nos meus stextos eu sempre menciono que todo produto dos anos 80 coloca os punks como vilões, seja um game, filme ou desenho.

Quem são os vilões de Ruas de Fogo? Punks!

Em Final Fight batemos em quem? Punks!

Bebop e Rocksteady eram o que antes de se transformarem? Punks!

Ou seja, do mesmo jeito que a sociedade pregava que em fliperamas só haviam maconheiros, eles pregavam também que punks eram o maior mal da sociedade.

Entendeu?

Sinceramente, é gente como você que faz com que um movimento desses seja mal visto. Você sequer leu direito meus textos (se tivesse lido, teria entendido o sentido que usei) e veio me chamar de hipócrita.

E se você não entendeu meus textos, duvido muito que entenda o movimnto punk de forma a acreditar que está apto a defende-lo.

Cresça um pouco antes de sair por aí atacando os outros, moleque.

Avalanche(Lance) disse...

foi oque eu quis dizer,mas sem elaborar[:P]

Amer H. disse...

Mas você já é VIP aqui, Lance. Pode elaborar quanto quiser.

Avalanche(Lance) disse...

nem pq é um assunto que até me cansa, afinal 99% dos auto-intitulados punks não leram porra nenhuma sobre anarquia ou se leram não entenderam nada(oque nõ é la muito estranho, visto que uma grande massa acha que o Sid Vicious é o vocalista do Sex Pistols).

Ainda falam em movimento Punk, oque é uma contra mão num ideal de Anarquia, e isso tudo resulta que o Poser de Punk é enos hipócrita que o cara que fica enchendo o saco de todo mundo ao invés de cuidar da própria vida como um Punk de verdade.

ChuckNoia disse...

aushaush otimo post

BTW, eu vi isso e pensei logo em ti Amer

http://nerfnow.com/comic/50

Henrique de Matos disse...

Não sei porquê, mas nunca consegui curtir Tartarugas Ninjas. Mesmo assim, o post foi exelente, rendeu umas boas gargalhadas!

Hehe... Gostava de ver um post assim com o primeiro episódeo da G1, More Than Meets The eye...

Eduardo Terceiro disse...

Ah A April acordou e viu o ratp e decidiu largar o crack...
Kra muito loko!!
ótimo blog

Otávio disse...

Amer, uma sugestão de artigo para o futuro:

Um artigo sobre a "maldição" dos bonecos do fofão.

Se não interessar, entendo numa boa, mas acho que tem tudo a ver com o tema do blog.

Otávio disse...

Ah, sim:

Um abraço! Continue mantendo a ótima qualidade dos artigos!

Avalanche(Lance) disse...

Não tinha uma fotinho pior do Tio Phil?

Amer H. disse...

Tinha não.

Otávio disse...

Ei, Amer... você disse que o Lance é de casa.

Posso ser de casa também?

(Abre a geladeira e pega uma cerveja)

Amer H disse...

O espaço VIP é dedicado a quem posta aqui TODA SEMANA MAIS DE UMA VEZ POR ARTIGO!

Você se encaixa nestes padrões?

guilherme.kinni disse...

Tartarugas, nostalgia...
Eu estava até lendo o primeiro volume de novo, e álias tenho uma sugestão de post, você pode fazer um post sobre os Combo Rangers.

Otávio disse...

Deixa eu devolver a cerveja...

DUENÇA MENTAL disse...

(Resposta decadas depois, pois só venho aqui ler merdas quando não tenho absolutamente mais nada para fazer)

Pra começo de conversa Amer e Avalanche (provavelmente uma dupla da *pesada*)

Quem disse que eu sou punk? Vcs tem que parar de jogar um pouco de video-game...

Amer, vc parece concordar com a imagem vendida pela mídia sobre os punks.
Quando falam sobre os fliperamas, vc deixa clara sua crítica ao preconceito; coisa que nunca vi vc fazer sobre os punks.
Por isso pensei que concordasse que os malditos punks eram todos uma raça de fdp, mas se não é assim, ou se arrependeu do que disse, tudo bem, talvez sua irônia não ficou tão clara né?

Não precisa de mto conhecimento para defender qualquer coisa contra hipocrisia.
Se vc falasse que acha que os punks são um bando de desocupados, nem ia falar nada. =]

Agora vc vem me falar para crescer? ASASUhuasuhasuhhuasuhsahu
Só pode ser brincadeira...
Ninguem que entrar nessa porcaria de blog tem moral para falar isso para ninguem. Ainda mais se tratando do autor dele =S

Agora Avalanche, vc conhece tanto sobre os punks, que acham que todos são anarquistas né? tsc tsc
To pouco me fudendo para o Sid Vicious

A propósito, vão tomar no meio dos seus cus =)

Obs:Não estou bravo, só gosto de xingar os outros para descontrair xD

Amer H. disse...

Ahhhh, ok.. mais uma vez.

Em momento algum eu critiquei ou ataquei o movimento punk, eu fiz ironia com o que a sociedade pensava e transformei isso em piada.

Todos os leitores entenderam a piada, menos você que acreditou que eu estava sendo hipócrita.

Meu blog claramente é de humor e CLARAMENTE não deve ser levado a sério, mas você acreditou ter o direito de entrar xingando aquilo que obviamente não era uma opinião, mas sim um comentário humorístico.

Ok.

Então recebeu uma resposta a altura das agressões e se achou no direito de entrar e xingar mais, batendo na mesma tecla, mesmo já tendo ficado claro que foi seu o engano.

Ou seja, você xingou um blog de humor e seu autor porque não entendeu o contexto de uma piada.

... é, talvez eu que tenha de amadurecer mesmo...

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

que clima tenso...

mas gostei desse Primeiro episódio das tartarugas, não lembro de te-lo visto. mas foi bacana.

e nunca havia reparado como a April é bonita.....

Adelmo Veloso disse...

Rapaz, me acabei de rir aqui lendo esse review fantástico! Como adquiri 3 tartarugas da Playmates (clássicas - falta o Mike, ainda), fiquei numa fissura por elas e de repente achei esse blog aqui! Muito resenha, mesmo! Parabéns pela matéria e já vou começar um tour pelas outras que vc publicou aqui! té mais!

Fabio Alexandre Rosendo disse...

Você disse nesse Blog que possui esse 1o. Episódio.
Mas é a versão Dublada da época da Globo ??
.
Se sim, compartilha esse episódio e outros Dublados, com o pessoal daqui.
É muito raro encontrar os Episódios Dublados da série clássica.