quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Tipos errados de Nerd!


Eu sou um nerd e todo mundo sabe disso! O que talvez vocês não saibam é que eu sou meio recluso.

Uma vez que trabalho em casa, aproveito para sair o mínimo possível. Há várias razões para isso, que variam da minha preguiça à minha total avareza, mas no geral, tenho o mínimo de contato social diário por dia.

Tenho amigos, claro! Um círculo pequeno, mas muito leal com os quais gosto de me encontrar sempre que tenho oportunidade, mas que não preciso ver todos os dias para ter certeza de que não me esqueceram.

Enfim, não faço muita questão de conhecer pessoas novas. É algo que eu pretendo mudar um dia, mas não agora.

Claro, não é porque sou um recluso hoje que sempre fui.

Por muito tempo, frequentei círculos sociais, tentando achar o "meu nicho." Uma vez que sou nerd, freqüentei lugares aonde iam pessoas como eu, com os mesmos interesses e gostos.

Enfim, estava cansado das pessoas ignorantes e intolerantes que a sociedade massificada jogava no meu caminho e procurei entre os nerds por gente com quem pudesse me dar bem.

E uau... que decepção...

Nerds tem o mau-hábito de esquecer diversas regras de bo-convívio social quando lhes convém, isso eu posso garantir.

Que fique claro, através do artigo de hoje pretendo criticar apenas os extremistas ruins da comunidade nerd, como fiz com os cosplayers algum tempo atrás.

Adoro cosplay quando é feito pra diversão e não por babacas chorões criadores de intriga que querem ganhar campeonatos, acho que isso já ficou bem claro.

Aliás, pretendo citar aqui alguns dos horrores que ouvi ao longo dos anos, portanto, se você sofre de problemas cardíacos ou se impressiona facilmente, não leia este artigo.

Não deixe crianças ou idosos lerem também.

E pode ser que eu seja um pouco cruel, mas antes de se indignarem, pensem um pouco e tenho certeza que lembrarão de ocasiões em que encontraram tipos inconvenientes como os que descreverei a seguir.



Trekkers

Ou "Trekkies", sei lá.

Na época que eu fiz parte do meio Trekker, eu já estava de saco cheio dos otakus (falo mais disso daqui a pouco) e queria encontrar pessoas com quem fosse possível ter um diálogo racional por mais de dois minutos.

Então, passei a frequentar as convenções da Frota Estelar, seguindo recomendação de um amigo que também gostava de Star Trek.

No meio do anime, eu encontrei pessoas que introduziam Japonês errado durante as conversas e tinham faniquitos imitando seus personagens favoritos nos momentos mais inconvenientes.

Mas no meio de Star Trek ví sujeitos com mais de trinta anos usando jargões científicos inventados para a série em meio à conversas normais, tentando parecer inteligentes e com grande conhecimento científico.

Lembro de um mala que ficou me explicando as propriedades de um cristal de trilítio... UMA PORRA DE MINERAL QUE NÃO EXISTE!!!!!

Sem contar que boa parte dos Trekkers que conheci insistiam em ficar enfiando palavras de Klingon no meio das conversas. É um saco ver uma menina escandalosa ficar colocando termos como "kawaii" e "desu ne" quando estamos conversando sobre Irmãos Karamazov (ou algo igualmente não-Japonês), mas ver um sujeito gordo e desocupado de quase quarenta anos fazer o mesmo com um idioma alienígena que foi inventado por alguém ainda mais gordo e ainda mais desocupado... é algo triste demais...

Eis aqui algo que ouvi um Trekker falar uma vez em uma convenção:

"Eu jamais serviria na Deep Space Nine. Eu confio muito no julgamento do Capitão Picard, pois ele é muito ponderado e sempre se questiona sobre suas decisões, evitando tomar uma atitude precipitada. Já o Capitão Sisko tem o temperamento explosivo e tal comportamento pode levar a incidentes culturais gravíssimos. Não é seguro servir com ele."

Ou seja... um sujeito com seus trinta anos de idade estava explicando racionalmente porque preferia servir na nave de um Capitão fictício e não do outro.

...

E tem gente que acha que EU tenho problemas...



Fãs de Star Wars

Que não tem um nome chique como "Trekker" mas que pagam seus micos de qualquer forma.

No geral, os fãs de Star Wars são mais desencanados que os de Star Trek. Possivelmente por que Star Wars não é um amontoado de bobagens científicas não existentes como a outra franquia e sim uma série de fantasia.

Claro, os fãs bobões de Star Wars não deixam nada a dever para os outros.

Antes do lançamento da nova trilogia, havia o Universo Expandido de Star Wars.

"Que porra é essa?"

Bem, diversos escritores fãs da franquia estavam a fim de ordenhar um pouco a milionária saga de George Lucas e começaram a lançar toneladas de livros prosseguindo com as aventuras de Luke e seus camaradas.

Muitas histórias foram lançadas e diversos bons personagens criados, sobre os quais pretendo falar um outro dia. Os fãs se questionavam se tais livros podiam ser considerados "canônicos" ou seja, se faziam parte da cronologia oficial de Star Wars.

E George Lucas sempre disse que sim, afinal, fazendo isso os livros venderiam mais e ele ficaria ainda mais rico.

Então o velho Lucas ficou gagá e resolveu lançar a nova trilogia de Star Wars, para sempre destruindo as boas memórias que tinhamos da série clássica... assunto sobre o qual também pretendo falar outro dia...

Os fãs passaram a se questionar se os livros ainda eram canônicos, ao que o senhor Lucas disse que só o material dos filmes era agora oficial como parte da história.

E até hoje, os fãs bobões de Star Wars discutem assuntos do tipo "Mara Jade e Luke Skywalker nunca se casaram, pois isso não apareceu nos filmes."

Quando a série animada de Guerras Clônicas (aquela boa, em animação tradicional) foi lançada entre Episódio II e Episódio III, lembro de ver discussões infinitas em fóruns com fãs que discutiam se aquilo era canônico ou não.

Sendo que foi lançada para ser um elo entre os filmes, a série sem dúvida era material canônico... embora agora já não seja mais, uma vez que George Lucas lançou seu próprio desenho horrível em computação sobre as Guerras Clônicas...

Mas o pior de tudo são os fãs de Star Wars que tentam colocar ciência em excesso na saga.

Como por exemplo, neste diálogo que removi de um fórum:

"O fato é que Darth Vader nunca aprendeu a soltar relâmpagos como Palpatine, pois a contagem de Midi-Chlorians em seu corpo é baixa. Ele não tem mais os braços e pernas verdadeiros, portanto tem menos sangue no corpo e uma contagem menor de Midi-Chlorians, o que o torna um Jedi muito pouco poderoso. O que o mantia no poder era sua capacidade de assustar, pois ele era muito fraquinho."

Claro... um sujeito que estrangula alguém que está em outro sistema solar usando só o poder da mente realmente é mais fraco que o Raul Gil.

E tem gente que como eu, não gosta da nova trilogia e quer se lembrar de Star Wars como apenas os três filmes clássicos. Fale isso na frente de um fã bobão pra ver o discurso infinito e quase religioso que virá...



Fãs de Quadrinhos

Esses são dose...

Temos duas variantes que irritam muito aqui: o intelectualóide e o fã putinha.

Intelectualóide é o cara que só lê Alan Moore, Warren Ellis, Art Spiegelmann, Neil Gaiman e outros artistas independentes e que olha com desdém pra um sujeito que esteja comprando Batman.

Exceto se for "Batman: A Piada Mortal", aí o intelectualóide vai fazer um discurso enorme sobre como o Alan Moore aborda a loucura e perverte os personagens, pois "Alan Moore é único, você sabe, ele é contra esse sistema corrupto da indústria dos quadrinhos e ele também é bruxo!"

Enfim, este tipo de fã maldito fica horas por dia mexendo no Wikipédia, se acha um poço de cultura sobre quadrinhos e adora se cercar de pessoas que tenham a metade da sua idade (e a metade da sua circunferência) para divagar por horas sobre como Steranko era um gênio e como Brian Michael Bendis é super valorizado.

Igual aquele idiota que você conheceu uma vez que leu José Saramago e não parava de falar a respeito.

Todo mundo conhece pelo menos um puto que leu Saramago.

Quanto ao fã putinha, é aquele que compra tudo, lê de tudo e acima de tudo, ama reclamar de todos os filmes de heróis que são lançados.

Reconheço que filmes como Justiceiro e o Hulk de 2003 deixaram muito a desejar, mas os putinhas fazem reclamações que não tem o menor sentido.

Como esta, que eu precisei me segurar pra não matar o cara que emitiu:

"Tipo, o que estragou o filme do Demolidor foi a escolha do Rei do Crime. Me escolheram um ator negro pra interpretar o personagem, quando ele é claramente branco nos quadrinhos. Isso é falta de respeito com o fã do quadrinho e as pessoas não caem nessa. O filme teria feito muito mais sucesso caso tivessem escolhido um ator branco pro papel, tipo o Marlon Brando!"

...

O sujeito esqueceu que na época, Marlon Brando estava com a forma física da Ilha do Dr. Moreau e não tinha mais o vigor necessário pra interpretar um gangster que deveria sair na porrada e ser mais do que páreo para o herói título.

E mesmo que os pedidos dos fãs putinhas sejam ouvidos, eles ainda serão putinhas e vão reclamar.

Homem-Aranha 3 por exemplo, deveria ter como vilões o Homem-Areia e o Abutre. Os fãs putinhas começaram a putanhar e pedir para que o Venom estivesse no filme. Tanto choraram, que o diretor colocou o vilão na história e teve de espremer toda a saga do uniforme alienígena em um filme de pouco mais de duas horas, tendo que enfiar neste tempo outras duas tramas paralelas.

E você acha que os fãs putinhas ficaram gratos?

NOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!!

Eles reclamaram e reclamam até hoje como as putinhas sifilíticas que são!!! Afinal de contas... o filme ficou muito corrido...

Por isso eu digo, não se deve nunca fazer algo específico para agradar fãs, pois eles nunca vão ficar satisfeitos com o produto final.



Otakus

Convivi mais com os otakus que com qualquer outro tipo de fã e devo dizer, eles são uma desgraça.

Tem os cosplayers criadores de intriga sobre os quais já falei, mas tem também os otakus existencialistas.

Uma coisa que otaku adora dizer, é que "mangá é melhor que quadrinho americano porque tem começo, meio e fim e o quadrinho americano nunca acaba."

E os existencialistas adoram inventar mil e uma teorias (que a maioria das pessoas só pensaria sob influência de drogas, mas que estes caras fazem sóbrios) pra justificar tal coisa.

Eis uma declaração que ví num forum uma vez:

"O negócio é que os Japoneses acreditam na vida como um ciclo, com começo, meio e fim. Os americanos acreditam que são imortais, por isso lançam histórias que nunca acabam! É por causa do ego dos norte americanos que a gente ainda tem história do Batman, mesmo que ninguém mais aguente ele."

Claro! Ninguém mais aguenta o Batman, por isso que Cavaleiro das Trevas foi um dos filmes mais lucrativos de 2008.

O negócio é que Comics e Mangá são diferentes por serem reflexos de aspectos culturais antagônicos entre Ocidente e Oriente. Um não é melhor que o outro, pois são estilos tão heterogêneos que nem deviam ser comparados.

É como comparar Mozart com Metallica, Ambos são música, mas são tão diferentes que só um completo retardado tentaria fazer uma comparação.

E quadrinho Europeu e tão diferente destes dois quanto eles são um do outro. Leia Ranxerox e veja se já foi produzido algo no mesmo estilo aqui no Ocidente ou no Japão.

Se bem que eu acho que um otaku explodiria caso lesse algo desse tipo.

...

Vamos iniciar um projeto para distribuir cópias grátis das obras de Moebius nas convenções de anime? Que tal?



Fanboys de Games

Onde houver um videogame... haverá um fanboy...

Aqui não defendo ninguém! Fanboy é puta, seja da Nintendo, Sony ou Microsoft!

O negócio é que estes fãs se apegam à uma determinada marca de console e a defendem com todas as forças, as vezes inventando estatísticas simplesmente para mostrar que seu console favorito é o melhor de todos.

E este tipo de gente adora entrar em foruns de internet para agredir gratuitamente qualquer pessoa que não tenha a mesma opinião que ele sobre seu console querido.

Eu por exemplo, não gosto do Wii e nem da atual política da Nintendo. Se o sujeito fica contente comprando seu Wii Fit, bom pra ele, tem minha benção e espero que seja feliz.

Mas não venha encher meu saco por causa do meu Xbox 360 e minha predileção por Mass Effect.

O negócio é que o fanboy de games vai tomar como ofensa pessoal caso você critique algum jogo do console querido dele e vai te agredir verbalmente se tiver a oportunidade.

Uma ocasião em que isso ficou claro, foi quando eu e alguns amigos paramos em frente à uma loja para ver o remake de Resident Evil para GameCube, que estava rodando em um dos monitores.

Um sujeito que estava conosco soltou a pérola "a versão de GameCube ficou muito melhor que a de Playstation 1! "

Eu inocentemente mencionei que de fato, ficou melhor, mas deviamos considerar que o GameCube era um console pelo menos quatro vezes mais potente que o PsOne e que a programação em 3D evoluiu muito desde o lançamento do Resident original em 1996.

E completei com "Se não tivesse ficado melhor: caixão e vela preta pro GameCube, pois ia ser uma vergonha."

O paquita da Nintendo me olhou com ódio fulminante, disse "guarde suas opiniões para você" e tenho certeza que se ele estivesse armado, teria me matado alí mesmo.

Ou pelo menos, teria me dado um tiro no saco... não sei o que seria pior...

Tenho certeza que todos vocês já viram um fanboy de games agir assim e caso não tenham tido a chance, passem a frequentar um fórum sobre o assunto.

Verão como seus vocabulários irão se expandir.



Jogadores de Games Online

Aí você comprou aquele jogo online que é a última febre e instalou em seu PC. Entrou na rede, criou seu personagem e começou a jogar.

Você começa a procurar alguém pra fazer grupo com você, mas todos os jogadores te chamam de "n00b" e te alopram pelo seu equipamento de baixo nível. Finalmente, você encontra alguém que te aceita no grupo dele, mas o filho da puta fica te sacaneando e roubando todo equipamento que você encontra pelo cenário.

Só te resta se unir a outros "n00bs" e fazer Quests de baixo nível, para evoluir seus personagens e ensinar uma lição para aquele cara que foi tão cuzão com você quando começou a jogar.

Então, aos poucos você ganha level, melhores equipamentos, se torna mais forte e antes que perceba, está maltratando n00bs do mesmo jeito que te maltrataram... você se tornou aquilo que pretendia destruir...

Este é o poder corruptível dos games online: basta evoluir um pouqinho seu personagem que você se torna um cuzão e começa a ser escroto com quem acabou de comçar a jogar.

Infelizmente, este é um mal que atinge à todos os jogadores online de todos os games online do mundo. Não importa se seu jogo de escolha é Final Fantasy XI, Age of Conan ou World of Warcraft, em algum momento você se tornará um jogador super poderoso e cuzão.

Há raras exceções, mas são as poucas pessoas que mantém sua vida mesmo jogando games online. A maioria infelizmente perde a alma e fica do jeito que decrevi.

Alguns não só ficam assim, como passam a sair na rua usando orelhinha de gatinho...

É muito triste...



Paquitas de Final Fantasy

Os fãs putinhas de Final Fantasy são uma mistura abominável de otakus com Fanboys de games.

É como se os dois tivessem se conhecido no Orkut, combinado de se encontrar em pessoa numa Anime Fest Friends Johnson e levados pelo calor do momento e o exagerado consumo de Muppy, tivessem transado torridamente em um dos vestiários dos cosplayers, gerando nove meses depois um híbrido das duas espécies.

...

... acontece mais do que vocês pensam...

Enfim, o putinha de Final Fantasy vai ser tão devotado à série quanto um fanboy é à sua marca de console favorita, mas não vai usar estatísticas e números de venda pra apoiar seu fanatismo, mas sim a eloqüência furada que os otakus costumam usar pra defender seus animes favoritos.

E existem diversos tipos de fãs putinha de Final Fantasy, como se houvessem sub-raças dentro da espécie.

Tem aqueles que defendem ferrenhamente que a série só presta do I até o VI.

Tem os que acham que só do VII em diante que ela ficou boa e o resto é "velharia."

Tem aqueles que amam a série inteira e tentam amarrar todas as histórias em um enorme universo interligado, mesmo que todos os jogos claramente se passem em mundos diferentes.

E finalmente, tem aqueles que jogaram só Final Fantasy VII e o adotaram como religião, desprezando todo o resto sem sequer ter jogado e não admitindo que ninguém compare o Cloud com o Cecil ou a Aerith com a Celes.

O máximo dessa desgraça é que a população feminina dessa espécie se derrete por qualquer sujeito que apareça em um evento fazendo cosplay de Sephiroth.

Assim sendo, se você for um virgem desesperado que se anima com a perspectiva de comer fãs paquitas de Final Fantasy, basta aparecer na Anime Bronson Enemies vestido de Sephiroth. Não importa se você é obeso, peluso, suado, bufa muito e cheira a presunto. Produza o cosplay que conseguirá se enfiar nas calcinhas de algumas fãs.

Embora eu pessoalmente não recomende que você faça isso, e aposto que a saúde pública concorda comigo.



Fãs de Harry Potter

Que fique bem claro que eu gosto de Harry Potter. Lí todos os livros, ví todos os filmes e acho uma boa série de fantasia contemporânea.

Claro, tem seus defeitos, mas se até Cidadão Kane tem falhas, por que a saga do mago míope não teria?

O problema maior aqui é que os fãs mais radicais adoram criar fanfics mentais (pois são incapazes demais pra colocar no papel) e se inserem no dia-a-dia de Hogwarts. Tais fãs são como os Trekkers que discutem sobre qual Capitão da Frota Estelar preferiam servir, mas que ao invés disso, preferem debater sobre quais aulas preferiria frequentar.

Claro, tem aqueles que adoram debater as ações dos personagens em fóruns e entram em um estado de fúria insana sempre que alguem discorda deles. Todos conhecemos ao menos uma destas pessoas.

Não há problema em discutir as motivações de um personagem fictício, eu mesmo já fiz isso inúmeras vezes. O problema é que estas pessoas acreditavam que elas e SOMENTE ELAS estavam entendendo realmente toda a profundidade e todas as nuances da pérola literária que era Harry Potter.

MAS QUE XAVASCA DE PÉROLA LITERÁRIA? É UMA PORRA DE LIVRO PRA CRIANÇAS! QUE CARALHO!!!!

E já ouvi falar que alguns fãs de Harry Potter tem a pachorra de chamar aqueles que não conhecem a série de "trouxas." Se isso não é prova que a idiotice subiu à cabeça deles, eu não sei o que mais pode fazê-lo.

Em tempo, cuidado quando digitar "Harry Potter" na busca de imagens do Google, pois pode aparecer uma imagem do Daniel Radcliffe pelado.

Depois não diga que eu não avisei...

E não... se digitar "Hermione", nada de Emma Watson pelada... infelizmente...

Mas pelo menos dá pra achar dela com vestidinho curto e sem calcinha (ou calcinha transparente, não sei ao certo).

E ela já fez dezoito anos, não encha o saco!!!

E por falar nisso, os fãs putinhas de Harry Potter também fazem das tripas coração pra defender os atores dos filmes, não importam as merdas que eles façam.

Por exemplo, se você clicar exatamente aqui, verá um bando de fãs putinhas de merda ofendendo horrivelmente a dona do blog, que simplesmente publicou uma notícia que já estava circulando por todos os lados da internet.

Sinceramente, acho que não preciso falar mais nada dessa corja.


Jogadores de Rpg

Joguei bastante rpg quando era mais jovem e eu pessoalmente adorava.

Diabos, brincar de faz de conta nunca deixa de ser legal, especialmente quando você tem amigos que compartilham de seu gosto peculiar.

Ou pelo menos, é o que eu achava.

O negócio é que o meio do rpg tem algumas das criaturas mais desagradáveis que se pode encontrar, aqueles sujeitos que decoram um livro de regras inteiro simplesmente para poderem se gabar para estranhos e mostrar para eles que entendem mais do assunto.

E sinceramente... se você aborda estranhos em convenções de rpg simplesmente para mostrar que entende melhor que eles as regras de como sobreviver a uma mordida de Tarrasque, então você tem sérios problemas.

SÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉRIOS problemas.

Um em especial me ouviu falar sobre Shadowrun e interrompeu a conversa que eu estava tendo com outras três pessoas (que havia conhecido na convenção e que eram bem legais por sinal) para me contar como havia transformado uma magia de campo de força em uma arma letal e que matava instantaneamente qualquer um, baseado na forma como as regras lhe permitiam usar tal poder.

Não vou transcrever o que ele disse, pois não me lembro exatamente. Enquanto ele falava, eu fiquei fantasiando sobre como seria bom se um aerolito o atingisse.

Outra ocasião ruim foi quando eu estava conversando com uma menina fã de Vampiro: A Máscara. Ela estava com um vestido vermelho apenas, bem discreta e bem bacana e estava usando uma coleira também, que era puxada pelo seu namorado, pois eles estavam "brincando" de que ele era o senhor vampiresco e ela sua escrava.

Ok... cada um brinca do que lhe diverte, não é mesmo?

Enfim, a menina estava me dando o cartão de seu site, quando de repente, ela deu um tranco pra trás e quase caiu. O animal do namorado queria sair dalí e levou a brincadeira de "senhor e escrava" um pouco a sério demais, puxando a coleira da menina com mais força do que devia.

Nessa hora fiquei em choque... não sabia se socava o cara por ser escroto, se socava a menina por se dispor a ser humilhada assim, ou se batia em ambos simplesmente pra aliviar a tensão.

Optei por fazer o que qualquer pessoa sadia faria: nunca mais fui em um encontro de rpg.

Sem mencionar que os bichinhas fãs de Vampiro: A Máscara são os responsáveis por transformar tais criaturas da noite em seres tão patéticos e metrossexuais nos dias de hoje.

Maldita Anne Rice! Maldita seja você, toda merda baseada em sua obra e qualquer um que goste de seu trabalho!!!



Trans-Fans

Não acharam que eu tinha me esquecido de vocês, não é mesmo?

Os fãs putinhas de Transformers em sua maioria tem o mesmo defeito: odeiam todo e quaisquer produto que não seja o desenho original dos anos 80.

Tais pessoas vão se apegar à memória de tal série, normalmente a lembrando com um belo filtro cor-de-rosa que os fará esquecer de todas as bobagens e cagadas que a série tinha.

Como o episódio que Optimus faz cafuné no Spike, ou as duas origens diferentes dos Constructicons, ou quando Optimus soltou um gemido prazeroso ao conectar um cabo entre sua virilha e a virilha de sua namorada, Elita-1.

Enfim, tais fãs acreditam que o desenho original é um ícone intocável de sua juventude e não aceitam que Transformers é uma franquia de brinquedos que evoluiu e se expandiu ao longo das últimas duas décadas.

E principalmente, atacam qualquer um que tenha gostado do filme do Michael Bay, mesmo estando quase sempre errados.

Os fãs putinhas de Transformers são os piores que já ví, pois conheço histórias que chegam às raias da agressão física neste meio.

Um acontecimento famoso se deu em uma Bot-Con durante os anos 90. David Kaye, o ator que dublou Megatron em Beast Wars e Beast Machines e que dubla o Optimus em Transformers Animated estava no evento, quando foi abordado por uma fã que começou a agredí-lo verbalmente e dizer que Beast Wars atentava contra a boa memória da série original.

Até onde sei, a tal fã (conhecida no meio como Raksha) ofendeu bastante o ator sem motivo algum. David Kaye é conhecido por ser um sujeito muito gentil que adora encontrar com os fãs e ele ficou realmente abalado com esta história quando aconteceu.

E eu te pergunto, que tipo de demente resolve atacar um dublador em um evento, simplesmente por que não gosta de uma série animada?

Pois é... isso é um fã putinha de Transformers... infelizmente existem muitos...

Enfim, era isso que eu tinha pra falar hoje.

Reconheço que estou com um pouco de teto de vidro hoje ao tratar deste assunto. Eu também sou fã meio extremo de muitas coisas e gosto que as mesmas sejam tratadas com respeito, mas ao mesmo tempo, eu deixo as pessoas em paz com seus gostos e tento não impor minhas preferências a elas.

Acho que o que eu quero dizer é: se quer ser fã radical de algo, você tem todo o direito de fazê-lo, mas tenha bom senso o bastante para não ser escroto com aqueles que não compartilham de sua paixão.

Nerds adoram reclamar que "a sociedade não os entende nem os respeita", mas tem o mesmo hábito de tratar mal e excluir alguém que não seja tão fã de algo quanto eles.

Alguém que não é um "fã verdadeiro."

Isso é merda do maior nível! Ninguém te dá o direito de se declarar o maior fã de uma coisa e mesmo que você pense ser, não tem a liberdade de tratar os outros mal por isso.

Saber a diferença entre um cristal de Trilítio e um cristal de Energon não te faz melhor que ninguém.

Te faz diferente, talvez abilolado e com certeza virgem, mas melhor não.

Nem fudendo.

E é isso! Se tiver reclamações, sabe onde as deixar!

Cheers!!!

76 comentários:

Edmilson disse...

Opa, ótimo texto. Quero só ver se vai aparecer alguma "putinha" xingando!

E a parte do cara puxando a namorada pela coleira quase me fez cair da cadeira. Vai ser idiota assim lá na puta que o pariu!

Vinicius disse...

Grato sou eu Amer pelos seus artigos se não geniais pelo menos os chamemos de acima da média...

Todos eles foram muito engraçados e xeia de raiva pulsante e mortal que afinal de contas é o que todos nós machos de verdades temos e sentimos por esses merdinhas e putinhas que aparecem por ai...

Xega de elogios e agora vamos ao comentario sobre o mais novo artigo... eu sou um nerd que jah viajou pelos maiores mundos nerd.. os RPGistas , o Sci-Fi e o meu mundo predileto até hoji o mundo otaku.... é eu adoro o mundo otaku mas não sou o fã extremista filho da puta que fika misturando japones com imitaçoes de meus personagens prediletos fuck them all fucki'n bastards ... num tem maior mala do que esses extremistas ao extremo...

São coisas extremamente irritantes o ke acontecem nos eventos... eu sou um orgulhoso fã e juiz de batalha campal e trabalho em eventos mas fucki'n bullshit o que nem nesses eventos mais parecem intrigas dignas da malhação...(ééééé´eu odeio malhação)

Mas sempre tem gente boa no meio... se vc algun dia conhecer algun organizador vc verá como eles são caras gente fina porem ao extremo dos desesperados.

bom eu nem fiz um comentario decente e axo que fodam-se todos os que axam o mesmo a opnião eh minha e sobre mim mas soh eu tenhu direito de flar mal de mim mesmo...

Dammit

Cheers Amer e que um dia nos nos conheçamos nu meio de ruivas gostosas e peitudas... se bem que nu meio de ruivas gostosas e peitudas eh bem pouco provavel que a gente consiga se enxergar ... mesmo assim

Cheers!!! (depois se me manda a conta do copyright)

Marcio disse...

Muito bom artigo novamente, sou jogador de rpg a muitos anos e posso confirmar o que voce diz e também evito os encontros... e concordo totalmente sobre Anne Rice, li uns quatro livros dela e posso dizer que tudo que voce fala é verdade. Lembro da reação de um amigo, do meu grupo de rpg, ao qual emprestei o vampiro Lestat, ele devolveu livro dois dias mais tarde dizendo que o livro só tinha vampiros bichas e não ia terminar de ler!E ele jogamva vampiro a mascara! em questao de vampiros prefiro os livros do Andre Vianco!

desculpe pelo comentario longo e parabens pelo post!

Edson disse...

"AMER, VOCÊ É UM TRAIDOR DO MOVIMENTO!!"

hahahahahahahah!!

Esse post me fez pensar que alguns nerds realmente merecem ser excluídos da sociedade!

Como alguns fãs de Transformers! Havia um problema sério de intolerância na antiga comunidade "Transformers Brasil" do orkut, justamente por causa dos "xiitas da G1". E quando o filme do Bay foi lançado a coisa ficou pior.

Mas depois que a comu foi "reformatada" os radicais caíram fora e hoje, graças a Deus, predomina o respeito entre os membros (aliás, fica aqui o convite para você se juntar a nós).

Também pertenço ao meio dos quadrinhos e conheço muitos idiotas que brigam entre si para defender a Marvel ou a DC, de forma tão ou mais radical (e imbecil) do que torcedores de futebol.

É... realmente esse tipo de experiência desestimula o convívio social. Estou seriamente tentado a cancelar uma viagem e usar o dinheiro para comprar um Playstation 3! :P

Bruno disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
BAH disse...

Acho Star Trek chato pra baralho, mas se as pessoas gostam, tudo bem. Nem me incomodo se gostam de fazer sinalzinho com os dedos e se vestir de recepcionista de motel. Mas conversar em klingon e transformar debates em discussões acaloradas pra saber qual o melhor comandante da Enterprise é o fim da picada.

E Deus me livre de aturar algum lambedor de saco do Alan Moore defendendo as opiniões babacas dele!

Não posso ler um livro/gibi de Star Wars sem se preocupar se é oficial ou não? Acho Mara Jade uma personagem legal. Mereço ser atirado no Poço de Sarlaac por dizer isso?

Quer dizer que se eu tiver um PSP e tiver interesse num Nintendo DS eu sou um pecador? Se eu tiver um PS3 e comprar um Wii eu vou arder no inferno???

Fã xiita é uma merda. Quando é nerd então nem se fala...

PS: A "Hermione" da Emma Watson já tá na rede. É só saber procurar!

julio_dcm disse...

Cara, gostei do artigo, mas sobre o Rei do Crime a galera viajou mesmo... Parte da história dele ter 5 metros de altura e ser forte pra caralho é porque ele foi criado num bairro negro por uma tia negra, e por ele ser branco, todo dia ele apanhava por lá, até ele virar um monstro e porrar todo mundo ou algo assim... enfim, o cara da espera de um milagre ficou legal, mas foi como colocar o Pantera Negra como um branquelo de Manhattan ou a Tempestade como uma Chinesa dançarina de brega.
Mas essa é minha opinião, ótimo artigo cara! e morte aos fãs retardados de RPG e aos otakus nojentos.

lance disse...

Puta Amer...tu explodiu meu medidor de sarcásmo nessa matéria.


Mas vou falar com minha amiga eu e ela temos uma teoria de fãs que vc poderia anexas aos seus estudos e tal.


E vc pegou leve com os Otakus...

Que eu nunca canso do argumento quando vc reclama de um desenho(ou anime se vc realmente acha que não é um desenho em movimento) que a série só fica boa depois do episódio 53.

Diego disse...

Hey, Amer!

Excelente artigo! Parabéns! Você conseguiu destilar de maneira ímpar todo o ódio que sinto por essas panelinhas de nerds.

Sim, eu sou um baita de um nerd. Extreeeeeemo mesmo!
Mas odeio tanto fanáticos putinhas quanto você!

Ah! Você se esqueceu de falar dos nerds metidos a cinéfilos! Hahahahah! Esses dias mesmo eu discuti com uma delas lá no Mackenzie. Foi só eu dizer que não gostava de Dogville pra ela me atacar com essa: "Realmente...alguém que gosta de Zé do Caixão não sabe apreciar e entender a complexidade de um Dogville".

...

tomá no cu...

Grrr...lembrar disso me deixou de mal humor.
E qualquer um que subestima o Mojica (gostar é uma coisa, subestimar é outra) merece ser empalado pelo Long Dong Silver bombado com Haste, Stone Skin e Bull Strenght.

Eu falei que eu era um nerd...

Enfim...

Abraços!

Obs: Ah! Eu tava lendo seu post sobre os games de horror e lembrei do Phantasmagoria! Eu tenho ele aqui, mas nunca consegui jogar porque o Windows XP não lê o CD. Você sabe como eu posso fazer para jogar?
E se você quiser o jogo para conhecer, posso fazer cópias pra ti. ^__^

Grato desde já!

See ya!

Heverton disse...

ahh eu jogava vampiro... confesso que n achava tão legal igual a D&D mas gostava.. que coincidência, hoje mesmo na facul comentei que estava com saudades de jogar rpg que não jogo há anos e acabei conhecendo um cara do mesmo curso que joga.. e chego aqui e tem esse artigo..

Quando ao otakus e afins, meu deus, ainda bem que nunca frequentei esse meio, eu acho que acabaria brigando com o povo. Tenho um primo que é otaku fanático, nem perco o tempo discutindo essas coisas com ele senão ele deve acabar me difamando para a família inteira.

Sobre rpgs online e fanboys de videogame.. ok eu confesso que sempre fui carrasco em rpg online quando ficava fortinho, e já fui bem fanboy, hj em dia não sou mais e não jogo mais mmorpg há uns bons anos.

Maneiro o artigo Amer, e espero que você tenha mais paciência com esse povo tão diferente hehehehehehe

Perdido disse...

AMER, VOCÊ É UM TRAIDOR DO MOVIMENTO!! [2]

Eu sou um nerd genérico, acho que participo de quase todas essas "classes" ai...

e era esse "pikachu" que eu tava falando kkkkk

Allan Arauto disse...

Sem contar que nos quadrinhos tem os "marvetes" e os "dcnautas"... putz... reclamando que preferem um wolverine a um superman porque o outro tem drama... ah, se querem ver drama vão ler o livro do Saramago hehoeeoheoeh.

mas eu gosto dos Extreme Otakus from Hell pois sao engraçados demais... rio demais destes malucos e olha que eu sou um otaku e vou a eventos...

Mas sempre tem essa merda dos caras dizerem "ah, vi mais animes que vc" ou "só assisto animes sangrentos que ninguem conhece". Mesmo nos foruns ou orkuts da vida eu já sofri preconceitos destes malucos.

Estava numa comunidade de Naruto, postei uma analise quanto a um fato do roteiro e já apareceu nego com aqueles "nem li", "first page" e outro dizendo que meu tópico nao tinha nada de útil. Retruquei "cara, isso é uma comunidade de um desenho, onde discutimos sobre um desenho japones! nada em nenhum topico daqui tem utilidade real no mundo"
Parei de escrever lá..

Jasque disse...

fiquei de cara com o bixo atacou o dublador na transcon xDDD

Se a moda pega, pobre dos dubladores de Naruto rsrs

e otaku tem mt preconceito msm, eles não suportam pagodeiros por exemplo(po vai entender, um sambinha é maior divertido)

E eu tenho medo desses gordos quarentões fãs de hq e star trek que começam a dissertar sobre o assunto, sobre a edição tal do ano num sei qual

e eu já vi um desses, eles existem

Thyago disse...

amer, sério cara, a parte das putinhas fanboys de games foi a melhor XD
vc devia explorar mais, especialmente as da sony, putaqueopariu, sempre q chego em qualquer fórum ou em qualquer loja de games e vou olhar uma coisa para o 360, me aparece uma putinha sonysta e começa a falar "mas como metal gear solid 4 é muuuuuito superior aos jogos do x-BOSTA!"

tipo, eu só tou falando do 360, se vc nao gosta, mantenha sua opinião de MERDA de UM JOGO SÓ na PUTA QUE TE PARIU!

pronto, desabafei ._.

R.N.Coldheart disse...

Grande Amer! Ótimo artigo!

Em resumo, esses arquétipos de "tipos errados de nerd" se encaixam para qualquer grupo que idolatra cegamente alguma coisa, desejando intensamente que todos que não compartilham de sua posição dogmática sejam estuprados por um urso...

Experimente falar que não gosta de alguma música do Renato Russo na frente de um fanboy da Legião Urbana ou dizer para um apllemaníaco que o Nokia N95 é melhor que o IPhone...

Bom, de todos os grupos listados, sempre estive mais ligado ao mundo do RPG. E uma coisa que é preciso lebrar é que é muito comum (ou era já que eu não jogo há tempos) jogadores de RPG se dividirem em sub-grupos de fanboys que defenden certos tipos de sistemas de regras ou cenários. Não é raro encontrar, por exemplo, um cara que adora Vampiro: A Máscara e considera D&D (e seus jogadores também) como algo a ser banido do mundo do RPG, por não valorizar como se deve a "interpretação de papéis".

Por falar em Vampiro, ele também foi responsável pelo que eu acho o tipo mais insuportável de nerd do RPG: o jogador de Live Action!

A princípio é muito legal participar de uma mistura de festa fechada com jogo, na qual você pode se vestir e agir como seu personagem interagindo em tempo real com outros jogadores. E voltar para sua vidinha normal quando o live acaba.

Mas a diversão acaba quando você começa a perceber que muitas pessoas trazem a intriga do jogo para o mundo real (ainda mais quando há disputas entre os membros do próprio grupo do live e também entre outros grupos) por conta de um status obscuro e fictício, levando o jogo a sério demais e se achando um tipo mais adulto e evoluído de jogador de RPG. ¬¬

Abraços!

Lee, D. disse...

Se você não tivesse admitido que é recluso mas que ainda tem amigos ia imaginar que você é alguém que se exclui da humanidade e guarda rancor de tudo e todos que já encontrou.. hahahahahahahahaha.

Esse negócio de dizer que tal grupo ou outro tal grupo é ruim é idiotice, todos grupos têm pessoas legais e cuzões. Idosos, fãs de futebol, baladeiros, CDFs, forrozeiros, advogados... Quer dizer, advogados não.

Claro que está exposto no artigo que o ataque é para os 'extremistas', mas também não é sempre que será necessário abandonar um grupo por causa de um ou outro cusão.

Enfim, foi um bom guia para se prevenir contra essas criaturas que eventualmente podem passar na nossa frente.

PS.: Ler o artigo me lembrou algo, "Não são pedras, são aerolitos!"

Miyu disse...

Cacetada, mais um post salvador da pátria! Você pegou leve dessa vez, mas ficou ótimo mesmo assim.

Também sou nerd e gosto bastante de alguns dos itens citados, porém parei de freqüentar eventos justamente por causa desses merdinhas que se acham os fodões do universo por saberem muito sobre algo que na verdade nem existe!

Cansei de ser abordada por malucos que pulavam na minha frente vestindo a cortina da avó ou com plaquinhas feitas de papel de caderno sobre qualquer coisa a ver com hentai.

É revoltante ver gente sem noção que não respeita nada (nem a si mesmos) denegrindo ainda mais a imagem que os nerds têm. Aí é só falar que achou Yu Yu Hakusho legal pra acharem que você anda por aí vestida como uma colegial vagabunda com orelhas de coelho.
Prontofalei!

Oops, comentário ficou grande e desabafento demais! No mais, continue com este ótimo trabalho.
Tudibom!

Victor disse...

Er... O Sisko tem um temperamento explosivo?! Onde? E isso gerava incidentes culturais?

...

Pior do que ser fã chato, é tentar impor uma opinião tão míope quanto esta.

O Sisko agia muito bem, principalmente por estar sentado no imenso barril de pólvora que era o setor Bajorano, com os Cardassianos ali, a fenda, e depois o Dominion ainda... e a guerra.

O trabalho número 1 dele era lidar com outras culturas. O cara teve que se virar com um povo que o via como emissário de seus deuses. E teve que receber, todo dia, uma porrada de alienígenas de culturas diversas, algunas só de passagem e outros procurando encrenca.

Enfim... acho que demonstrei muito bem um dos seus pontos. Mas talvez não do jeito que eu pretendia... XD

Charles disse...

aparece a garota sim

http://images.google.com/imgres?imgurl=http://img257.imageshack.us/img257/3005/originalbu3.jpg&imgrefurl=http://qqtahpegando.blogspot.com/2008/04/emma-watson-deixa-calcinha-mostra-em.html&h=728&w=610&sz=219&hl=pt-BR&start=1&um=1&usg=__0JH1glhIyOaRvyXiAmUiJFcHza0=&tbnid=7PosvqxwVNY54M:&tbnh=141&tbnw=118&prev=/images%3Fq%3DEmma%2BWatson%26um%3D1%26hl%3Dpt-BR%26sa%3DN

David disse...

Muito bom artigo, Amer.
Particularmente gostei do fato de você ser mega-fã de Transformers e não deixar seu vasto conhecimento sobre esse assunto te subir a cabeça.
Também gosto de muita coisa mas é ridículo você menosprezar alguém por não ter conhecimento ou não gostar de tal coisa.Enfim, essas putinhas existem, são muitos e incomodam pra burro!
abraço

Edson disse...

Por coincidência, encontrei duas notícias BIZARRAS sobre "tipos errados de nerds".

A primeira é um requerimento feito por um bando de otakus imbecis que pedem autorização do governo japonês para casar com personagens de mangás, animes e games:

http://www.omelete.com.br/quad/100016234/Bizarrice.aspx

A segunda é de um idiota que alterou o nome para "Capitão Fantástico Mais Rápido que o Super-Homem Homem-Aranha Batman Wolverine Hulk e Flash Juntos"!:

http://www.interney.net/blogs/melhoresdomundo/2008/11/05/nerd_muda_seu_nome_para_homenagear_heroi/#more27294

Putz, começo a perder a esperança no futuro da humanidade... :P

Larissa disse...

olá Amer, adorei os artigos, principalmente o "Fãs de Harry Potter"...
mandou ver hein!
ah, e obrigada pela visita...

beeeijão

Sekai disse...

Podia ter mencionado os fãs chatos de Final Fantasy! Tipo os que só consideram a série até o VI, pq depois disso "virou lixo"...

Ou os fanboys do VII, que afirmam que Sephiroth é o maior vilão de todos os tempos e querem dar o cuzinho pra ele, mesmo sem nem conhecerem os outros jogos da série.

Ou os que só consideram os desnehos do Yoshitaka Amano para a série... acho que FF é a série com o maior varejo de fãs malas!

Shad disse...

"Podia ter mencionado os fãs chatos de Final Fantasy!"

Aqueles que quando tu fala o nome com a fonêtica portuguesa eles berram usando a fonêtica americana.


ALiás esqueceu de reclamar que os Nerds chatos smepre tem a mania de sair berrando em público ...sendo que todas as pessoas "interessadas" estão a menos de um metro dele.

Amer H. disse...

Bem lembrado quanto aos fãs de Final Fantasy. Vou acrescentar ao artigo.

E sim, nerds inconvenientes tem esse hábito de berrarem mesmo conversando com alguém que está logo do lado...

É triste...

Allan Arauto disse...

mesmo...
estava ouvido o podcast Animecast (eu recomendo) e uma garota que apresetava disse que tinha odio das menininhas otakus "nyah nyoh" que ficam falando em publico e alto "fulaninho-chan, me dá um abraço".

videnciole disse...

"Sem mencionar que os bichinhas fãs de Vampiro: A Máscara são os responsáveis por transformar tais criaturas da noite em seres tão patéticos e metrossexuais nos dias de hoje."

Tipo...eu gosto de Vampiro:A Máscara, e não sou bicha Õ_o e muito menos acho que vampiros são os metrosexuais de hoje por causa do RPG ou da Anne Rice. Eles são assim pq pessoas gostam deles assim, ou a própria Anne Rice não teria lançado uma série com pancadas de livros com os mesmos personagens feitos da mesma maneira.

As pessoas querem vampiros emos, fazer o quê ? Eu gosto de vampiros emos quase tanto quanto gosto do vampiro original de Bram Stocker (é assim que escreve o nome do cara ?), e acho que não sou o único. Mas como não há muitos Bram Stockers por aí e a maioria das histórias de vampiros são escritas por garotas de 13 anos fazendo alguma fic em que misturam eles com Naruto...... restam poucas opções de leitura.

Principalmente porquê a Anne Rice faz uns vampiros emos legais, as garotinhas de 13 anos não.

Amer H. disse...

"As pessoas" não querem vampiros emo.

Conheço muita gente (eu incluso) que prefere vampiros que sejam os badasses indestrutíveis do passado, ao invés desse bando de metrossexuais que fica fazendo caras e bocas e transforma um assassinato em uma simulação do ato sexual.

Se você gosta e não é putinha, beleza, mas não ache que todo mundo prefere isso hoje em dia.

André disse...

Concordo com todos seus pontos
aliás, sou fan de muitas coisas mas odeio, odeio muito, quando os fans tentam se achar melhores uns que os outros por saberem mais. Obviamente é legal saber de algo que você gosta, mas não quer dizer que o resto do mundo goste da mesma coisa e na mesma intensidade de você. Devo dizer Amer, que você esqueceu de citar um grupo MUITO chato
Os tr00s fans de metal, que, geralmente, são jogadores de MMORPG e RPG normal :P
Que me perturbam imensamente dizendo que só metal é bom e o resto não é música e se vestem com roupas pretas mesmo em dias em que o Sol fritaria um ovo na rua. Enfim, acho que o artigo se aplica a extremistas e imagino que você não tenha nada contra um fã que não seja tão cabeça fechada :P

André disse...

Ah, queria adicionar, adorei você ter citado Dostoiévski, um dos meus autores favoritos, no texto.
\o/

joão disse...

Os otakus são insurpotáveis, mas todas as areas são assim.
na informática é neguinho brigando por causa do I. Explorer é pior que Firefox, na academia é sobre Creatina é melhor que BCAA e tals.
Mas bem divertido o post.
Ae amer, você bem q podia criar um fórum aqui. Seria bem divertido ficar discutindo com o pessoal sobre os posts.

Amer H. disse...

Vocês podem debater aqui nos comentários mesmo.

Este é o canal que vocês tem pra se comunicar comigo e uns com os outros, fiquem à vontade pra usá-lo.

lance disse...

Pqp fui mandar um comentário e esqueci de trocar o loguin da mina¬¬


Bem completando o joão, existe sim Nerd de academia, de Moda etc...

Rafael disse...

Bom vamos lá
gostei muito desse post(?)(como devo chamar?)

APesar de me atinjir
na parte otaku
Mas achei que ate foi bem leve tipo os que xingam os que gostam dos fillers ou MangaxAnime

Não jogo muito MMORPO's mas acho os mais chatos desses

Eu queria que voce tivesse falado mais na parte de comic's que mais tem haver comigo
Eu leio tanto X-men quanto mangas mais variados e vejo muito preconceito nisso alem da DC e seus 1000 e mais uma origens do seus herois ai falam que marvel e melhor acho que existe tanta briga interna nesses meios que eles esquecem que estão falando com pessoas que não tem nada haver com isso .

OS mais legais desses que eu conheço são os do Final Fantasy
QUe crucifixão o "Tactics"
para fazer as pazes.

Quando você falou Shadow Run lembrei de um jogo pra Snes muito bom pra epoca que so por cita-lo como um classico pra mim fui quase arrancado o utero(Eles fariam um transplante pra colocar pra depois tirar um).

Narutard's desgraçam os otakus
Sou culpado

Acho que só

Fábio Catena disse...

Cara achei genial

Sou desenhista, trabalho com animação, e quando vou em algum evento, os nerds acham que você por trabalhar com isso deve saber tudo sobre animação, personagens de animação, animadores, com que eles casam, que tipo de fantasia sexual tem e afins...

Tipo ANime Friends, fui uma vez dar palestra sobre o Incentivo que os Desenhos Animados podem exercer em sala de aula (pois sou pedagog) e as perguntas dos nerds acerca de um tema interessante discursavam entre se anime é melhor que Disney, se NAruto é mais forte que no mangá e afins...

VAI TOMAR NO CU!


Esse post se tornou meu manifesto, pois em 27 anos, só não passei apuros com Trekkers (conheço só um e ele é super gente fina)

Abraços Amer, seu blog é mto fodaaaaaa!!!!!!

Edu xD disse...

Cara, excelente artigo =)
Concordo com tudo especialmente a parte dos otakus XD
Admito que sou um pouco *cof coof* fanboy *cof cof* do PS3 só um pouco mesmo sabe, mais estou tentando mudar, eu vou mudar XD
Muito bom mesmo, continue assim !

Marcelo disse...

Este post me lembrou uma vez na comunidade do Walmir (PSP Brasil) no Orkut, em que desenvolveram um suposto emulador de Nintendo DS para PSP.

Postaram um tópico falando nisso na comunidade do PSP, e alguns minutos atrás o tópico virou um campo de batalha, com milhares de estatísticas de vendas, dados técnicos e citações de jogos bons e ruins, sem contar a famosíssima richa "gráficos X diversão".

Foi lindo ver tanta imbecilidade reunida, e com algo assim, eu pude confirmar a minha teoria sobre não ir a encontros de PSP e NDS.

=P

Edu xD disse...

Recentemente tenho aprendido que comparar video-games é que nem comparar Pelé com Maradona XD
A não ser PS3 vs XBOX 360...
Mais cada um com seu cada um... ;P

Thyago disse...

mas até aqui tu tem q mostrar teu fanboysismo hein edu xd?
vai jogar MGS4 pela nona vez vai, heuaheuaheuaehaeuh

Nanda disse...

Nossa! Esse post rendeu, hein???

Olha... Eu já estive presente na maioria desses grupos que vc descreveu, mas nunca estive "inclusa"... Já tive minha fase de ir em eventos de anime, mas nunca fui uma otaku. Já tive minha fase de jogar RPG, mas nunca liguei muito pra regras e tudo o mais. Jogava games online, mas sempre era a pessoa boazinha que ajudava os iniciantes (minhas listas de amigos eram gigantescas! ahhahahahaahah!!).. Li Harry Potter, assisti Star Wars e Star Trek, mas nunca participei de discussões emocionantes e infindáveis sobre temas aleatórios relacionados a isso... ahahahahahah!! Perceba que eu sou estranha!

É.. foi um post bastante instrutivo! ahahahahahaha!!

Beijo, Amer!!

Edu xD disse...

Nem, da pra eu jogar online 8D

fabricio disse...

Ótimo post Amer!!! Pisando no calo de quem merece... Como todo mundo é Nerd em algum ponto, deve ter se identificado com alguma coisa...
Sou um otaku pobre, quase não vou a eventos, e quando vou, vejo tudo isso que você comentou... Sei que nem todo mundo é obrigado a gostar do que você gosta, e ter a mente aberta é uma dádiva, mas nem todo mundo compreende isso, e se as pessoas usassem o bom-senso, o mundo seria um lugar melhor, sem Cosplayers de Hentay...
Anyway... Quem sabe um dia...

Vou criar uma nova vertente de nerd chato, o "Fã do Amer"!!! Cria comunidades, entra em outros Blogs pra dizer o quanto o Blog do Amer é bom e não aceita quando um amigo "Não-Ameiro" diz que o Blog é um saco!!!

Venham todos e vamos espalhar a Luz do Amer para o mundo!!! Mil mortes não são o bastante para "não-ameiros"!!! Amer para presidente!!! o pelo menos prefeito do Rio de Janeiro!!!

See ya!!! o/

Nanda disse...

"amigo 'Não-Ameiro'" AHHAHAHAHAHAAHAHAHAH!!

Adorei isso!!!

Eu também sou fã do Amer!! \o/

Beijos!!

Raven disse...

Olá, Amer!
Conheci seu blog por intermédio de uma amiga, que me passou o link. E, posso dizer com toda sinceridade: você ganhou uma fã! Uma fã nerd, que odeia os putinhas que tornam nosso mundo cansativo e belicoso...
Porém, vou lhe confessar uma coisa: eu também preferiria servir com o Capitão Picard, não só por suas qualidades pessoais, como também por ser em sua nave que existe um tenente-comandante de pele dourada e olhos ambarinos pelo qual sou per-di-da-men-te apaixonada! XD XD XD
Uma abração para você, parabéns por seus extraordinários textos e, para não perder a oportunidade, vida longa e próspera!

Amer H. disse...

Você sabe que ele é um robô, não?

...

Bom, não posso falar nada... eu sou tarado por robozinhas.

E agradeço à todos que gostam do Amer e seu blog... mas não se denominem "ameiros."

Sei lá... parece nome de comunidade hippie que veste togas e espalha o amor por aí.

Roberto Fraga Jr (Uncle Bob) disse...

Legal... nerds.. nerds de todos os tipos...

Sou um nerd velho...

Gostei do blog!!!

Visite o meu

www.casadosnerds.blogspot.com

Saudações!

fabricio disse...

Qual o problema em "distribuir amor por ai"???

uhauhauhauhuahuhauhauhauhauh

Amer H. disse...

Sério... não vamos falar sobre "distribuir amor."

Isso nunca acaba bem...

Raven disse...

Robô, Amer?!? Mas que falta de respeito com meu estimadíssimo ANDRÓIDE Data, hehehehehe...
Sim, eu sei que ele é de origem positrônica, mas não acho que isso seja um problema... sou uma pessoa sem preconceitos! XD
E você pode ficar sossegado, pois (acho) que não ocorrerá de iniciar-se uma seita de Ameiros que sairão por aí não só espalhando amor como também um bocado de porradas naqueles que tiverem a incauta coragem de falar mal do seu blog!

Antonio disse...

Olha quanto a historia do Rei do Crime Negro tenho um comentario bem simples a fazer:o a ator que fez o personagen atuava muito melhor do que aquele mauricinho do Ben Afleck que era a cara do Murdock. Atuação tem um peso muito melhor do que semelança quando se vai fazer uma adaptação do genero na minha opinião. Ou por acaso o fato do Duende Verde parecer um vilão do Power Ranger no filme do Homem - Aranha comprometeu o personagen?

Amer H. disse...

Excelente comentário, Antonio!

E sim... conheço gente que deixou de assistir o filme do Homem-Aranha por causa da armadura do Duende.

Com certeza acharam que uma roupa verde e roxa de borracha ficaria melhor.

Pois é...

Kira disse...

Hahaha, muito bom o post! Ri muito, vc fez uma boa análise mesmo!

Sou que nem vc, extremo em algumas coisas, chego até ser chato em algumas situações, mas looonge demais de ser um retard =)

Marvin disse...

Ridiculo,eu jogo rpg,jogos online,e só fan de final fantasy.

Tenho uma vida social maravilhosa,apesar de jogar jogos online.

Você disse que os fracos(ou noob como você disse),quando ficam fortes,chamam os outros que são fracos de noobs e assim formando um ciclo,mas você está completamente errado em todos jogos online que ja joguei,tinham muitos que chamavam-me de fraco(noob),mas eu encontrei muitos jogadores fortes de paises diferentes e inclusive brasileiros,que em vez de chamar os iniciantes de fracos(noobs)eles convidavão muitos iniciantes em um grupo e começava a nos upa(passar de nivel).

E hoje em dia também sou forte e não chamo os iniciantes de fracos(noobs),pelo contrario,faço o mesmo que hoje em dia são meus amigos fizeram um dia por mim,ajudo os iniciantes a passarem de lvl e assim conhecendo mais pessoas e ficando cada vez com mais amigos,apesar de morarem tão longe,nos temos os jogos online e o MSN(rsrs)que nos ajudam a se comunicar.

Ja nos outros casos,todos tem sua maneira de se diverti pelo mais estranho que possar ser,cada um tem sua maneira de fazer algo,apesar de ser estranho para nos,essas pessoas se divertem e amam seus animes,jogos,etc...

Bom,não tenho certeza se vou entrar mais no seu blog poís não sou muito de ler blogs.Mas estarei se você quiser conversa,comentar,trocar ideias comigo sobre esse e alguns outros assuntos te mando meu MSN:marvinsouza94@hotmail.com


Vlw Amer

Ana Pimenta disse...

Cara, vc gosta de HP? Eu pensei q a maioria das pessoas não!

Eu gosto de HP desde os 6 anos, mas hoje sou mais chegada a SW

Soda Gardner disse...

Hey Amer,
Eu tbm acho que cada um tem um tiquinho de Nerd em suas veias.
Eu por exemplo,sou uma mistura de tudo;começando pela cor,eu sou cabloco,mistura de índio com branco.
Já como características eu sou mais mano(estilo de maloqueiro,gangster,eu gosto somente de Hip Hop),nerd(jogo muito jogos onlines,RPG-saga FF intira ñ só VII,SOulcaliber,etc-sou cosplayer,assisto animes,mas nunca fui a eventos ou convenções,gosto de ser discreto a mostrar o que gosto ás pessoas)tarado,e um tiquinho de emo(Algumas vezes,só penso em sexo-sou tarado de big tits que nem vc,Amer-,e mesmo assin acredito que algum dia encontrarei meu grande e único amor).
Bem desculpe pela descrição,Amer!
E quem quiser me xingar ou zoar,a única coisa que eu peço é que xupe meu pau e vá pro inferno.
AHHH...EU TAMBÉM SOU UM FÃ DO AMER E SEU BLOG.A gente tem que fazer uma comunidade assin.
Bem,eu sei que eu já flei bastante por hoje,por isso vou terminar pedindo uma coisa po Amer:
VÁ PA PUTA QUE TE PARIU...zoeira,ñ é isso
Amer,vc poderia fazer um artigo fazendo um ranking de melhores jogos de FF,elogiando e xingando seus defeitos e suas maravihas?
OOOOOUUUUUUU....se ñ for pedir muito:
O mês do Final Fantasy!!!
Não sou um fã putinha mas existem muitos jogos que vão além dos limites de ser foda...além de ter milhares de assuntos para falar sobre eles.
Se aceitar,uma maravilha,senão,eu te mato,vc morre,todo mundo chora,depois voltam ás suas vidas normais e td mundo fc feliz no final.Hahahaha...cara,isso foi uma merda,eu sei.
Continue assin que os ameiros vão ficar felizes!!!

Sigma,Esmero disse...

Parabens pelo texto amer
os nerds não são compreendidos, mas vc mostrou bem o que os torna assim
XD naum vou fikar refletindo sobre isso aqui mas apoio o que vc diz
as vezes um lugar onde vc ker se encontrar pra ter amigos ou mesmo se enturmar acaba ficando insuportavel as vezes por quererem crescer..é um habito q precisa ser trabalhado....

Rodrigo disse...

Os fãs putinhas de Final Fantasy são pessoas divertidas. É só aprender a rir-se de ser insultado de maneira inábil.

Perséphone disse...

Huhauhauhauhuahauhauahuahua
Otimo artigo o/

Vc mexeu com bastante coisa que eu gosto sabia?

Sou Trekker, (Trekkies eh o nome d um filme sobre os fãs fiote) Rpgista, ja me chamei um dia de Otome, mas agora tenho me afastado um pko... Além de adorar HP, Stargate SG1, Beast Wars, Cultura oriental, ja mestrei um jogo de X-Men, Atualmente jogo FFX e adoro a Yuna, e perdi alguns meses e alguns neurônios jogando ragnarok... E SIM, tropecei nesse bando de malas que você citou, mas se me perguntar, sei descrever piamente como funciona um motor de dobra, e qual eh a função do Cristal de Dilítio... Se kizer add ai, o e-mail eh o mesmo do MSN, e a gente conversa ^^
Calma q n sou nenhuma psicótica... mas axo q se vc zanzou nesse meio, vc possivelmente deve gostar dele XD

Tokyo Fashion Girls disse...

adoreeeeeeeeeei o post, parabéns!
acho que você deveria mensionar toda a sexualidade reprimida de cada um desses nerds, principalmente dos jogadores de RPG..eu como mulher sofir muito na minha época de D&D pq não conseguia encontrar um mestre que deixasse minha elfa vestida por mais de tres rodadas ._.
devia falar também dos fans de hentai e de tokusatsu...nossa, um cara que acha que o jiraya é Deus é MUITO pé no saco xD

beijos e mais uma vez, parabéns pelo post!

Luana

starmaru disse...

Já fui um fanboy do mega drive, mas eu tinha 9 anos de idade! rsrss
Gostei muito do Blog e concordo com sua opinião.
Não freqüento mais eventos nerds de natureza alguma. Detestava as filas, a maneira como as pessoas se comunicavam por plaquinhas ou gritando sempre para a multidão ao invés de falar diretamente com alguém.

Re Nascimento disse...

Concordo com o post, só não acho que é digno de um post. Deixa eles serem errados, apenas ignore.

*Aramati* disse...

Ae véio, curti o texto. Principalmente por deixar claro q nem todos os Otakus são 'gordos de sailor moon' ou 'virgens de microsaia escolar' e ambos pervetidos XD

Depois desse texto me achei menos nerda, mesmo assim, aliviada. Afinal faço parte dos otakuzinhos pertubados q fazem cosplay pra curtição e saem na rua assim \o\

E diferente do q defende um amigo meu, eu acho possivel gostar de HarryPotter e de Senhor dos Aneis ao mesmo tempo :3

Ps: Sim, otakuzinhas pertubadas não conseguem evitar os emojis/emoticons

Ja ne, até a proxima

Seme QUEEN disse...

Sou otaku devota desde meus 10 anos, mas vou falar a verdade: extremistas irritam a porra do saco!
Gostei muito do post, tá de parabéns! Só fiquei meio ofendida pela parte dos otakus, porque, porra, nem todos os otakus são assim - eu sei manter uma conversa civilizada sem citar Japão e derivados. Também não acho que mangá é melhor que HQ, acho os dois muito bons e leio ambos.
Enfim, o post está muito bom! Parabéns! (:

HikaCheshire disse...

Nossa, super de acordo com esse post!Amei demais!!

Sou fã de HP, gamer, "otaku" (Entre aspas porque eu vejo anime, leio mangá, mas moderadamente...eu acho.), e um tico fã de super-heróis (minha mãe não me deixa comprar ;;, aí tenho que me contentar com os desenhos, VA pra mim.) e tenho uma MEGA vergonha alheia desses fãs piradaços, que querem discutir tudo com você, ou querem se mostrar superiores, é uma bobagem absurda isso.

Eu, por exemplo, leio a saga HP desde seu lançamento no Brasil, mas nunca fiquei "mimimi, conheço a mais tempo que você (uma coisa que tem bastante entre os fãs bitolados!) e vem gente que leu todos os livros em um dia tipo, ontem, e quer se achar o maioral. Acho muita, MUITA bobagem.

Tb odeio guerrinha de console. Meu, bora jogar e vamos ser felizes!

Post sensacional!Você arrasa sempre, Amer!!!

Lucas disse...

cara de fato eu fiquei um pouco arrogante quando me tornei um lv alto no rpg porem nunca deixei de dar instruções ao pobres noobs e ajuda-los porque isso é mais um modo de me engrandecer no jogo e me exibir de modo muito mais elegante HEHE XD

Admin DB disse...

EUAUHEUAEUAEU Meu Site

Jorge Lucas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jorge Lucas disse...

Putz, como eu posso ter acompanhado este blog sem ler esse post? Não responda! :-)

O seu artigo prova que tudo em excesso faz mal, exceto mulheres... mentira, algumas podem arruinar a sua vida. Retiro o que disse.

Eu acabei optando pelo Wii, mas minha escolha foi extremamente influenciada pelo meu lado retrogamer. Aliás, dizer que o remake de Resident Evil para Game Cube é superior ao original é dose, hein?

Tenho um PlayStation 2, mas sei que vou me arrepender tremendamente quando perceber que todos os clássicos dessa geração estarão no Xbox 360, mas até lá eu vou jogando o que der, rs...

Eu também odeio fanboys, e... SEGA, MALDITA, VOLTE A FABRICAR CONSOLES IMEDIATAMENTE! :-)

jogos disse...

Pow blog louco mt legal pelo menos alguem que tem um blog e num usa pra porno,falar besteiras,noticias,jogos,e sites imbecis que dao nojo so de ouvir falar NOTA 1000

Ness_64 disse...

" Tem aqueles que defendem ferrenhamente que a série só presta do I até o VI.

Tem os que acham que só do VII em diante que ela ficou boa e o resto é 'velharia.' "
Entendo... Só como um comentário pessoal, pra mim a série parou de ser boa no X. Depois de ler o que você falou sobre o XI, não ter gostado muito do XII e lido bastante como que é o XIII, prefiro ficar nos jogos antes do X, obrigado :/
Mas essa é a minha opinião (óbvio), não entendo muito como que alguém consegue gostar pra caralho do XII (ao ponto de dizer que é o melhor jogo da série), mas tá...

福田 Fukuda 大輝 Taiki disse...

Jogadores de Games Online os piores dos piores

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

belo post, Amer.

eu só gostei de Star Trek a partir do filme atual, portanto não sou fã. e Star Wars...realmente virou palhaçada. e gostei do Michel Clarke Duncan no papel do rei do crime, queria ver se algum fã iria falar que não tinha gostado da sua atuação na frente dele. e sobre o filme do Homem Aranha 3...uns dos erros é ter colocado o Venon, ele é um dos maiores vilões do Parker, ele merecia um filme próprio.

e nunca fui Otaku, já gostei de cavaleiros do Zodiaco, Dragon Ball e outros. mas com moderação.

ja joguei Shin Megami Tensei IMAGINE, Amer. e cheguei até o nível quarenta lá, e sempre fui humilde. vai ver porque eu não o jogava todo dia. não virei um cuzão de marca maior que maltratava os novatos.

sobre ser fanboy de Final Fantasy...tá, eu admito que tenho uma queda pelo FFXIII, que muitos(para não dizer 99% do planeta)dizem que é o pior jogo da série, nos sites de games, costumo defender o jogo, sem xingar ninguém. mas claro que a pessoa não vai mudar de opinião. mas deixo o que eu penso.

e sobre ser fã de Harry Potter...eu já fiz. já fiz uma fanfic com mais de 800 páginas. mas tive que dar fim. eu lia o livro e via os livros, mas não me estressava com o enredo.

poltergeist disse...

ei amer, adorei o texto, conheco quase todos os tipos de fas que voce citou, mas eu estou escrevendo para te zua um pouco, com todo o respeito,como é que voce sabe das fotos do tal do daniel pelado heim? que azar né encontrar justamente isso, que coisa estranha...sei nao hein.
na boa so zuando, muito bom o artigo, ta de parabens.

poltergeist disse...

ah quem quiser a calcinha da emma watson, acreditem, eh so digitar calcinha da hermione no google, o primeiro link vai ta com um monte de foto.

Jacob F. disse...

No dia que Homem-Aranha foi lançado (lá no distante ano de 2002), alguém percebeu que Sam Raimi também adorava Batman & Robin (além de Zack Snyder)? De outro jeito não faria sentido o Duende verde ter mamilos na armadura.
Será que fazia frio lá??
...
Enfim, conheço essa história de jogadores online, não posso entrar em EverQuest e criar um cosplay do Yoda sem que um otário, trouxa, sujo e nojento me chame de "n00b" como se não houvesse amanhã.
Acho que é crocodilagem por parte dos otakus, viciados em jogar online e os n00bs cuzões que xingam as mães dos caras com palavrões que nem a Dercy Gonçalves diria.
Excelente artigo, Amer!
Bazinga!

Gustavo disse...

Excelente texto, parabéns.
(Xingar deixa tudo mais engraçado; sério, as vezes é melhor que só fazer um texto formal)