sábado, 29 de novembro de 2008

Os monstros gigantes mais legais da história!!!


E agora, um artigo que estou segurando literalmente desde o começo do ano.

De fato, já re-escrevi esta lista tantas vezes que nem lembro mais qual era sua versão original.

Bom, há exatamente um ano, eu fiz uma lista com doze fatos bacanas sobre Godzilla.

Com isso, deixei claro meu gosto por filmes, seriados e demais produções que trouxessem em seu âmago criaturas gigantes e devastadoras.

Não sei quantos de vocês tem esse gosto em comum comigo. Fui corrigido quanto a um erro que escrevi neste artigo do Godzilla e já me pediram pra escrever sobre Ultraman, o que mostra que pelo menos dois leitores adoram seres emborrachados que pisoteam maquetes.

Eu simplesmente adoro criaturas gigantes.

Não sei por que, mas a idéia de seres imensos, invulneráveis à qualquer armamento que nossos exércitos tenham a disposição e que devastam tudo em seu caminho... bom, tal idéia é sensacional pra mim.

Novamente, não sei explicar, eu simplesmente gosto.

Aposto que alguns de vocês gostam de Inimigos da HP, Escaflowne ou prostitutas e é simplesmente algo que não se explica, você curte e pronto.

Mas enfim, hoje resolvi falar um pouco sobre alguns dos monstros gigantes mais legais que eu já ví.

Como sempre, não é uma lista oficial nem nada, é só uma lista de fã.

E mesmo que você não conheça muitos monstros gigantes, dê uma olhada na lista abaixo e imagine o quanto a vida seria mais legal se uma dessas criaturas pisoteasse nossas cidades!


10° Lugar - Baltan

Uma lista de melhores monstros gigantes não estaria completa sem o filho da puta que já infernizou a vida de praticamente todos os irmãos Ultra: Baltan Seijin!

Baltan não é um mero monstro insistente, mas uma raça inteira de montros insistentes que adoram encher o saco do Ultra residente na terra simplesmente porque não tem mais o que fazer.

Ele também é conhecido como "O Ninja Espacial", uma vez que entre seus poderes estão a capacidade de se teleportar, desaparecer e reaparecer atrás de seu inimigo e se multiplicar tantas vezes que o oponente teria uma diarréia mental contando o número total de Baltans a sua volta.

Mas a marca registrada de Baltan é sua risada.

Não apenas ele desaparece e se multiplica, mas também fica rindo da cara do seu oponente enquanto faz isso.

"FUÓ-FUÓ-FUÓ-FUÓ!"

Lazarento das trevas!!!

E é por isso que os Baltans sempre acabavam morrendo de formas horríveis nas mãos dos Ultras! Por serem folgados feito aquele seu tio que aparece na hora do almoço no Domingo.

Pense na seguinte situação: Você é um guerreiro prateado gigante de borracha que simplesmente quer proteger um planeta de mal-agradecidos das ameaças monstruosas e igualmente borrachudas que surgem.

Então aparece um ninja caranguejo espacial filho da puta e fica fazendo "FUÓ-FUÓ-FUÓ" pra você.

Não sei vocês, mas eu partiria esse lazarento no meio e cagaria em suas entranhas.

Embora, que eu me lembre, nenhum Ultra já tenha feito isso... digo, já partiram o Baltan no meio, mas nunca cagaram em suas entranhas.

Provavelmente porque não há cavidades anais visíveis em um Ultraman, mesmo que tecnicamente eles andem por aí pelados.

...

Atingi um novo patamar de baixeza... estou debatendo se o Ultraman tem cu...

Enfim, Baltan é um folgado espacial filho da puta e por ser o único monstro gigante que passa mais tempo sendo um fanfarrão do que devastando o cenário, ele ganha sua posição na lista!


9° Lugar - Destoroyah

Eu não escrevi errado, o nome deste monstro é DESTOROYAH e não Destroyer.

Não sei exatamente porque, mas suponho que "Destroyer" é uma palavra muito genérica e por isso a Toho não conseguiu segurar o copyright dela para usar em seu monstro.

O mesmo acontece com a Hasbro em alguns de seus Transformers. A empresa não consegue registrar palavras que sejam genéricas demais para usar como nomes e então precisa lançar os bonecos com uma prefixo antes do nome.

"Autobot Jazz", por exemplo.

Outra teoria, é que talvez "Destroyer" já fosse um nome registrado, uma vez que existiu um lutador profissional com esse nome.

Seja qual for a razão, a Toho não pode usar tal nome e precisou improvisar. Então acostume-se, pois é DESTOROYAH e não Destroyer.

Aliás, eu peguei a mania do James Rolfe (o Angry Videogame Nerd) de falar "DESTOROYAH" um tom mais alto que o resto das palavras da frase.

DESTOROYAH foi criado a partir de uma mutação causada em microorganismos da era pré-cambriana, pelo "Oxygen Destroyer", a arma usada para matar o Godzilla original do filme de 1954.

Os microorganismos passaram por inúmeras mutações até chegarem à sua versão final: um monstro que parece ter saído diretamente das profundezas do Inferno e queria foder com você, com toda sua família e com quem mais pudesse!

Filho da puta!

Este visual diabólico não é a toa, pois DESTOROYAH foi escolhido como o monstro que mataria Godzilla.

Em Godzilla versus DESTOROYAH, foi decidido que este seria o filme final da franquia e que Godzilla morreria ao final dele. Assim sendo, acredito que os responsáveis pelo visual de DESTOROYAH foram incumbidos de produzir o monstro mais abominável e Luciferiano que pudessem.

Como podemos ver, missão cumprida com êxito.

Embora só tenha aparecido em um filme, DESTOROYAH permanece como um dos monstros mais abomináveis que o Japão já aguentou!

Que bom que em meio a toda pedofilia, o Japão conseguiu desenvolver uma infra-estrutura capaz de sobreviver aos mais horríveis monstros sem problema algum.


8° Lugar - Rodan

Rodan é um passarão pré-histórico que apareceu pela primeira vez em 1956, no filme que leva seu nome.

Basicamente, eram dois passarinhos pré-históricos que estavam em hibernação até que foram acordados por um bando de mineiros que trampavam numa excavação. Os dois passarinhos comeram os mineiros, viraram passarões e sairam apavorando Osaka.

Daí, cairam ambos em um vulcão e morreram... exceto que um deles voltou depois e se tornou camarada do Godzilla.

Rodan é um dos dois monstros que podem ser considerados amigos de Godzilla, pois sempre que rola uma treta com algum ser muito poderoso, ele se une ao Rei dos Monstros e o ajuda a espancar o oponente.

Diga-se de passagem, os outros monstros que podem ser considerados amigos de Godzilla são Anguiras e King Caesar.

Se bem que Godzilla passa metade do seu tempo brigando com toda essa gente, o que prova que ele não consegue se dar bem com ninguém.

Mas Rodan também é um fanfarrão as vezes, pois quando Godzilla foi imobilizado pela Mothra, o passarão se sentou no chão e ficou rindo do amigo paralisado.

E eu digo que vocês não viveram enquanto não tiverem visto uma ave pré-histórica rachando o bico de seu amigo que se deu mal. É como uma versão gigantescamente titânica de Jackass.

Mas a melhor coisa que Rodan já fez em minha opinião, foi atacar Nova York e fazer um mendigo bêbado, um cafetão e um policial voarem longe com uma batida de suas asas.

Descreverei esta cena com mais detalhes em Janeiro, aguardem...



7° Lugar - Aquela coisa do filme "O Hospedeiro."

Aqui temos o único monstro gigante a vir da Coréia do Sul! E que monstro!!!

Tudo bem que ele não é tão grande quando os demais monstros da lista. Este camarada aqui é do tamanho de um caminhão, diferente dos outros que são grandes o suficiente para usarem o Maracanã de troninho.

Mas mesmo assim, ele chuta mais bundas que qualquer um de nós!

Este monstro foi criado quando um grupo de cientistas Estadunidenses irresponsáveis (canalhas!!!) jogou produtos químicos em um rio, causando uma mutação em alguma coisa que lá vivia. Algum tempo depois, esse monstro saiu da água e começou a comer quem passasse na sua frente.

DAMN!!!

Enquanto o governo Coreano (aliado aos Estadunidenses) bota a região onde o bicho apareceu de quarentena, uma família tenta encontrar a coisa pra resgatar sua caçula, que acabou engolida pelo bicho.

DAMN DAMN!!!

Eu normalmente odeio as cenas com humanos em filmes de monstros gigantes. Por mim, podiam deixar o bicho devastando a cidade e pisoteando criancinhas por três horas que eu ficava satisfeito.

Mas os personagens humanos deste filme são muito legais, tanto que em alguns momentos o monstro se torna um mero acessório do roteiro.

E fazer com que o Amer se interesse mais pelos humanos que pelo monstro gigante é um tremendo feito.

Mas voltando ao bicho, o legal é que não dá pra saber que tipo de criatura ele era antes de sua mutação.

Alguns fãs dizem que era um peixe, outros dizem que era um girino e alguns acreditam que o monstro acabou surgindo da fusão do D.N.A das criaturas do rio.

Eu? Eu não dou a mínima, é um monstro gigante e é tudo que me importa!

Mas o melhor de tudo é que ESTE FILME FOI LANÇADO EM DVD NO BRASIL!!! YIPEE-KI-YAY MOTHERFUCKER!!!!!!!!!!!

Procure nas lojas e locadoras, porque sinceramente, vale muito a pena! Todo mundo que assistiu gostou deste.

Claro... tem meia dúzia de filhos da puta no Orkut que não gostaram, mas a opinião desses caras vale tanto quanto um saco de cocô em chamas pra mim.



6° Lugar - Cloverfield

Um dia, J.J Abrams, o produtor daquela série sobre um monte de gente perdida numa ilha, que tem um gordo que não emagrece e um monstro em forma de névoa, anunciou que faria um filme.

E todos ficaram a fazer "OH" e "AH", imaginando como seria este filme.

Então descobrimos que seria a história de um monsto gigante atacando Nova York, filmado de um ponto de vista similar à Bruxa de Blair.

SANTA DIARRÉIA DA TIA ANASTÁCIA!!!

Não sei vocês, mas sempre imaginei como seria estar em meio a um ataque de monstro gigante.

Veja bem, os filmes japoneses geralmente mostram o ponto de vista dos militares, cientistas e repórteres, que estão analisando o ataque dos bichos e tentando bolar uma forma de detê-lo. As cidades são evacuadas em segundos, o que deixa o pobre monstro derrubando prédios vazios.

Por mais legal que seja, não é muito realista.

Digo, se um monstro gigante atacasse a Avenida Paulista, até as pessoas e autoridades se tocarem do que estava acontecendo, as baixas seriam altíssimas e a histeria seria total.

Claro, depois do ataque, a Sonia Abrão entrevistaria o monstro e daria a chance dele se fazer de vítima e colocar a culpa de sua devastação em seu pai monstro que era alcoólatra e batia em sua mãe monstro sempre que chegava em casa de seu trabalho de monstro.

Enfim...

Embora vejamos muito pouco do bicho durante o filme, é justamente isso que aumenta a tensão: tem alguma coisa lá, mas você não sabe o que é. Só sabe que é enorme e vai te comer se você o ficar encarando com uma câmera.

E verdade seja dita, o visual do bicho é sensacional, uma das coisas mais horrendas que eu já ví na vida! Referenciando o Destruidor, ele parece "uma mistura de cruz credo com jabaculê!"

Mas vou ser muito franco agora, Cloverfield só se deu bem porque atacou Nova York, que é uma cidade que claramente não é preparada para lidar com ataques de monstros! Lembram o estrago que Zilla fez quando atacou o lugar em 1998?

E Zilla é um monstro de merda!!!

Se Cloverfield tivesse atacado o Japão, teria devastado parte do país e acabaria trombando com o Godzilla, que lhe daria o maior chutamento de bunda de sua vida!

Diabos, não consigo parar de pensar nisso desde que assisti Cloverfield, que coisa...



5° Lugar - Gigan

Gigan é cool por ser não apenas um monstro gigantes, mas um MONSTRO CYBORG GIGANTE!!!

Em outras palavras, seus criadores pegaram um monstro gigante e o encheram de implantes cibernéticos, para torná-lo ainda mais durão.

Pois é!

Seria uma idéia demente, mas uma vez que os alienígenas conseguiam manter Gigan sob controle, acho que devo dar crédito a eles.

Aliás, de acordo com o Japão, o único planeta que não consegue controlar monstros gigantes é a Terra. Todos os alienígenas que vem para cá tem seu próprio ser colossal adestrado e pronto para devastar nosso planeta.

Não bastasse a incompetência comum dos Terráqueos, ainda vem os aliens e esfregam isso na nossa cara, veja você!

Mas enfim, Gigan é um dos monstros mais bem armados de todos os tempos! Ele dispara lasers de seus olho ciclópico, possui mãos em forma de lâminas que podem fatiar tudo e tem uma serra na barriga, o que pode machucar muito qualquer um que resolva lhe dar um abraço.

O já mencionado Anguiras descobriu isso da pior forma ao tentar cabecear Gigan na barriga... pobre monstro burro...

Não apenas isso, mas Gigan também pode disparar cabos de aço pelas mãos, que ao melhor estilo "COME HERE" servem para puxar oponente distantes para perto.

E mais, em Godzilla Final Wars, após tomar um cacete federal, Gigan foi reconstruido com serras elétricas gigantes e duplas no lugar de suas mãos!!!

SERRAS ELÉTRICAS GIGANTES E DUPLAS!!!

NO LUGAR DAS MÃOS!!!

SANTA SANTA SANTÍSSIMA!!!!!

É quase como um Bruce Campbell ultra-hardcore! Só faltou o queixão, a espingarda e aloprar o Peter Parker!!!

E por me fazer lembrar do Ash toda vez que o vejo, Gigan sempre terá o meu respeito e admiração.



4° Lugar - King Ghidorah

A história de origem de King Ghidorah é uma bagunça, mas vou tentar dar uma resumida.

É um dragão tricéfalo vindo do futuro.

Esta é a parte fácil de entender, agarre-se a ela pois o resto é uma zona.

Os cientistas Japoneses cansaram de ver Tóquio reduzida a canelone pelo Godzilla e fizeram aquilo que qualquer um de nós faria nessa situação: voltaram no tempo e destruiram o dinossauro que seria infestado de radiação e se tornaria Godzilla.

Em seu lugar, deixaram três bichinhos fofinhos... sabe lá Deus por quê.

Quando voltaram a sua devida época, descobriram que os três bichinhos fofinhos haviam sido afetaos pela radiação que criaria Godzilla e se fundiram em um só monstro mal humorado: King Ghidorah.

Os cientistas então fizeram alguma bobagem tecno-científica e recriaram Godzilla no presente, para destruir o dragão tricéfalo que havia vindo do futuro e que devastava a Terra.

Então, todos os fãs ficaram com dor de cabeça, foram tomar um suco e avançaram o filme para a cena que os monstros estão se espancando mais do que Stone Cold Steve Austin e Vince McMahon em 1998.

Sério... viagens no tempo são garantia de dor de cabeça para os fãs, por que raios os escritores ainda a usam é um mistério inexplicável.

De qualquer forma, King Ghidorah é um dos oponentes mais poderosos e perigosos de Godzilla. É graças a ele que o Rei dos Monstros abandona suas tendências anti sociais e se alia a outros seres pra fazer uma esbórnia de porrada onde Ghidorah apanha tanto que com certeza imagina que teria sido melhor ficar no futuro com John Connor.

E ele também já foi reconstruido como cyborg e em Godzilla Final Wars, aparece como uma espécie de centauro-dragão-tricéfalo.

FUCKING AWESOME!!!

E nesta versão ele se chama "Kaiser Ghidorah."

...

E eu juro por Deus, que se algum de vocês fizer uma referência à cerveja, eu vou até sua casa e chuto seu rabo com tanta força que seus filhos vão nascer com a marca do meu sapato na bunda!!!

"Kaiser" é "imperador" em Alemão, uma variante muito inteligente do "King" no nome do monstro.
Enfim, por ter uma origem mais confusa que De Volta para o Futuro II e mudar de forma e nome tantas vezes, Ghidorah é animal! Um dos seres que eu definitivamente gostaria de ver pisoteando a Praça da Sé ou o Viaduto do Chá.


3° Lugar - Gamera

Mas nem todos os monstros gigantes são feras sanguináreas e rancorosas que pisam nos humanos do mesmo jeito que um menino maldoso pisoteia um formigueiro.

Nem tente me enganar, sei que você já passou por um formigueiro enorme em uma praça ou no jardim da sua casa e deu um belo pisão nele, se divertindo depois com o desespero das formigas que não entendiam porque seu lar havia sido devastado de forma tão súbita.

Seu sádico!

Ainda bem que o Gamera não é como você!!!

Gamera é uma tartaruga gigante super gente fina, que protege o Japão de monstros gigantes lazarentos e lanfranhudos que pensam que o país é a Jenna Jameson e querem foder com ele!

Em sua origem, a tartarugona foi criada pelos Atlantes para servir como protetor contra os filhos da puta da civilização Gyaos e ela possui uma ligação telepática com os humanos, especialmente crianças.

Por isso, chamam Gamera de "O Amigo de Todas as Crianças!"

Não é fofo?

Ele também é chamado de "O Guardião do Universo!"

Isso que é responsabilidade!

Entre suas habilidades, Gamera pode cuspir fogo, recolher seu braços, pernas e cabeça dento do casco e voar, propulcionando-se com chamas que saem de dentro dele e é quase indestrutível.

E mesmo sendo mais amigo das crianças que o Bozo, Gamera nunca evitou de usar da boa e velha ultra-violência ao lutar contra seus oponentes.

Gamera desmembrava, decapitava, explodia e esmilinguía seus oponentes sem fazer a menor cerimônia, mesmo sabendo que crianças estariam assistindo!

Assim sendo, o tartarugão ensinou à toda pimpolhada do Japão que violência abominável é plenamente justificável em alguns atos.

Mas nem o Bambalalão conseguiu passar lições tão boas pra criançada!

...

E através deste comentário, revelo o quanto sou velho...

E Gamera já apareceu em Dragon Ball, As Terríveis Aventuras de Billy & Mandy, Liga da Justiça Sem Limites e muitos outros desenhos sem envolvimento com monstros gigantes!

Provando que todo mundo e suas mães adoram o Gamera!



2° Lugar - Mothra

Mothra é um monstro gente fina, que nem o Gamera.

Pra começar, Mothra é menina, o que mostra o quanto ela é durona, por ter conseguido um bom cargo no mundo machista dos monstros gigantes.

Ela também é protetora da Terra!

Ou seja, quando algum monstro lanfranhudo aparece e tenta foder com todo mundo, Mothra sai de sua ilha e enfia a porrada nele, para deixar as coisas seguras mais uma vez para nós, humanos remelentos.

Mothra também é um dos poucos monstros que possui um elo de comunicação com os humanos, através de duas fadinhas bonitinhas que normalmente cantam para ela.

Mais ou menos assim.

Sim, eu concordo. É um saco.

Talvez a Mothra acabe lutando contra outros monstros pra ver se as fadinhas param com essa cantoria chata, mas é algo para o qual nunca teremos uma resposta definitiva.

Mothra também simboliza a imortalidade. Em suas aparições, ela as vezes acaba sendo devastada pelos inimigos, pois reconheçamos, não há muito que uma borboleta gigante possa fazer contra por exemplo, um dragão tricéfalo cyborg.

Mas sem problema, pois mesmo quando é esmilinguída, Mothra re-encarna em uma nova larva em sua ilha, que permanece esperando que outras ameaças pairem sobre a Terra e ela precise enfrentá-las antes que as fadas comecem a cantar.

Agora um fato curioso: sabia que Mothra é o monstro gigante favorito entre o público feminino Japonês?

Sim! Pois é, pois é pois é!

Atribuo isso ao fato de Mothra em si ser uma fêmea e uma figura mais maternal, que protege o mundo ao invés de usá-lo como plataforma de sapateio.

Mas acho que o fato dela parecer um bichinho de pelúcia também ajuda.

Meninas que lêem meu blog, convoco sua atenção agora para que respondam a minha pergunta! Se seus namorados (ou paqueras, ou caras que vocês gostariam de namorar) dessem uma Mothra de pelúcia para vocês, vocês não adorariam? Não achariam a melhor pelúcia de todos os tempos?

Não é um ursinho genérico ou um coelhinho qualquer, mas sim uma borboleta super poderosa que protege a Terra! Fofa e determinada, veja você!

Não seria um ótimo presente? Deixem suas respostas nos comentários, por favor!



1° Lugar - King Kong

King Kong é um dos monstros gigantes mais clássicos do cinema, sinceramente, acho que nem preciso descrever sua história aqui.

Diacho, quem não conhece King Kong e sua história merece uma surra de pau!!!

O negócio é que eu nem sei se Kong pode ser chamado de "monstro", afinal de contas, ele é adorável.

É um gorilão que se apaixonou por uma moça bonita e queria ficar perto dela, como tantos de nós, homens brutos, grossos e desagradáveis já fizemos.

E por isso, foi julgado uma ameaça e eliminado. Como também já aconteceu a tantos de nós, homens grosseiros e incompreendidos.

Pois é...

King Kong é único, pois mesmo sendo grande o bastante para usar um caminhão como chapéu, ele foi a vítima da história.

Pobre macacão...

Enfim, na America ele é o monstro gigante que todos gostariamos de ter como melhor amigo, mas no Japão, Kong teve sua cota de aventuras saindo na porrada com outros seres.

Como Mecha-Kong, que vocês podem ver na imagem de abertura lá no topo.

Diabos, ele saiu na porrada com o Godzilla em uma ocasião! Até enfiou uma árvore goela abaixo do Rei dos Monstros! Devia ter é enfiado no cu dele, isso sim! Aí Kong teria o respeito que merece!

Bom, como eu disse, não tenho o que falar de King kong que já não tenha sido dito antes! Se nunca viu o filme, procure o remake recente que Peter Jackson fez, é genial.

Ou procure o clássicão em preto em branco de 1933, que também é sensacional. Embora eu ache que o novo vai apetecer mais ao gosto dos jovens de hoje.

Mas fuja da versão dos anos 70, pois é tão ruim que vai fazer você virar do avesso e defecar pela boca!

E por nos ensinar que até o mais bruto gorila pode se apaixonar, é de Kong o primeiro lugar!



E o Rei dos Monstros supremo de todos os tempos é: Godzilla

Quem mais poderia ser? Sério, você esperava alguém mais nesse posto?

Diabos, Godzilla é como o Keith Richards: já viu tudo, já fez de tudo, já passou por todo tipo de provação e sobreviveu pra contar a história.

Ele é gigante, super forte, capaz de cuspir radiação, total e completamente indestrutível, tão ranzinza quanto o Batman e não arreda pé de uma treta, não importa o quanto esteja em desvantagem!

E ele já foi ameaça, herói, pai, parceiro de tag team de um robô gigante e até recebeu sua própria estrela na calçada da fama!

Oras bolas, já foram lançados 28 filme do Godzilla e mesmo com o recente hiato em suas produções, já foi anunciado que ele voltará com força total em 2014, quando completar sessenta anos de devastação!

Isso que é currículo!

Godzilla é o Rei dos Monstros e todos os saudamos!

HOORAY!!!

Nada mais precisa ser dito!

Menções Honrosas:



The Giant Claw

E aqui, temos uma das criaturas mais burlescas que eu já ví: the Giant Claw!!!


Basicamente, ele é um urubu gigante de anti-matéria. Essa é a descrição que os cientistas dos anos 50 deram pra ele!

Um urubu.

Gigante.

DE ANTI-MATÉRIA!!!!!

Pense nisso por um segundo.

Além de ter um topete bacana, os principais poderes de Giant Claw consistem em derrubar prédios com bicadas, abocanhar soldados de para-quedas em pleno ar e ser confundido com um navio de guerra.

O que? Como?

Sim, os cientistas e militares dos anos 50 sempre o comparam a um navio de guerra quando se referem a Giant Claw.

Claro, claro!

Porque ao pensar em um urubu, é impossível não associá-lo à um navio de guerra. E eu jamais saberia disso se não fosse este filme! Obrigado, Giant Claw!

E se você quer saber porque tal criatura ganhou uma menção honrosa, re-leia a descrição que acabei de fazer dele até entender minhas motivações.


Stay Puft

Stay Puft, o homem de marshmallow, nascido da imaginação de Ray Stantz em um momento de desespero.


Não sei vocês, mas um gordinho sorridente de marshmallow pisoteando minha cidade seria uma cena que eu filmaria pra mostrar aos meus netos.

E ele é um ser tão querido que acabou voltando na série animada como um cara legal, que em mais de uma ocasião salvou o rabo dos doutores Stantz, Spengler e Venkman.

E do Winston.

Pena que ele apareceu tão pouco no filme original, ou teria descolado uma posição melhor na lista.


O Rancor

Em O Retorno de Jedi, o Rancor era a mascote do Jabba, que ele usava para se livrar de Jedis e dançarinas Twi' leks.

Pra ser muito honesto, eu morria de medo do Rancor quando era pequeno e não gostava muito da cena em que Luke se livrava dele.

Mas hoje o Rancor deixou de ser a coisa assustadora que era antes, pois ao jogar Force Unleashed, temos a chance de matar dezenas deles.

Não só Force Unleashed, mas vários games de Star Wars da atualidade usam os Rancors como bucha de canhão.

É difícil manter o respeito pelos bichos depois disso.

Sem contar que até advogados podem matar um Rancor. Quem assiste Family Guy sabe do que estou falando.


Gorgo

Gorgo foi o primeiro filme de monstro gigante que eu assisti. Nos anos 80 o SBT reprisava esse filme direto na Sessão das Dez. Como fazia com Fuga de Nova York e Férias do Barulho.

Bons tempos... bons tempos...

Gorgo contava a história de um circo Inglês que capturava um monstrinho e o usava como sua principal atração. Claro, a mãe do monstrinho ficava puta da vida e devastava Londres para ter seu pimpolho de volta.

Ver um lagarto gigante derrubar o Big Ben é sensacional, mas Gorgo nunca teve continuações ou se tornou um flagelo como Godzilla e demais monstros da lista e por isso, ganha apenas uma menção honrosa.



Reptilicus

O único monstro Dinamarquês da história: Reptilicus!!!

Diferente dos outros seres da lista, que são caras em roupas de borracha ou seres de computação gráfica, Reptilicus é uma marionete.

É...

Sinceramente, não sei muito dele, pois nunca assisti seu filme.

Mas esses bracinhos fazem ele parecer uma versão cheia de anabolizantes do Horácio e só por isso ele merece ser mencionado.



Satan Goss

O inimigo do Jaspion era legal, mas tudo que ele fazia era "enfurecer os monstros e transformá-los em seres incontroláveis."

Satan Goss simplesmente mandava os outros fazerem seu serviço sujo e nunca botava a mão na massa! Vagabundo de merda!!!

Por ser um indolente de colarinho branco, Satan Goss ganha apenas uma menção honrosa.

E é isso, pessoas! Caso queiram ver outra lista de monstros gigantes, dêem uma olhada na produzida por James Rolfe, clicando bem aqui.

Apesar de termos escolhido alguns monstros em comum, as posições dos mesmos variam bastante, o que prova que duas listas de Top Ten nunca serão iguais!

Me despeço por aqui! Volto a seguir com o primeiro artigo do Mês das Festas!

Cheers!!!

46 comentários:

Marcelo disse...

"Ou procure o clássicão em preto em branco de 1930, que também é sensaiconal."


O classicão é de 1933.

E não é "sensaiconal", seu burro.

Bruno disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcus VBP disse...

"E eu juro por Deus, que se algum de vocês fizer uma referência à cerveja, eu vou até sua casa e chuto seu rabo com tanta força que seus filhos vão nascer com a marca do meu sapato na bunda!!!"

Cara, agora eu tenho certeza que seus artigos demoram pra sair porque fica bolando estas frases mirabolantes geniais. Além dos artigos serem imensos, claro.

Amer H. disse...

Na verdade, eu não planejo muito as coisas, meu chapa.

Eu sou como o Coringa, não planejo, sou só um "cão correndo atrás de carros."

... se bem que o Coringa planejou tomar todo o crime de Gothan e conseguiu...

Ok, eu sou como um escritor jack Sparrow, vou improvisando conforme avanço!

Mas obrigado pelo elogio, irmão!

Michel R. M. disse...

Eu sempre me perguntava onde diabos estavam as pessoas quando monstros gigantescos se enfrentam na arena de isopor.

Daí saiu Cloverfield e vi que não era lá muito interessante não.

XD

Já sobre os outros monstros, só tenho um comentário a fazer: Eu tenho 16 anos.

Mas sua forma de escrever me faz ler tudo mesmo.

Já aprendi muitas ofensas aqui, obrigado.

:D

Marisiaa disse...

Texto bom pra caralho...
apesar de naum conhecer metade dos montros...jah tinha lido sobre alguns deles aki no blog msm...
por falar nisso...jah passei dias aki mais de 10 horas lendo varios posts e rindo pra caralho...hauhauahuahuauahuha

obs:fazendo comentario com profile da esposa...ainda crio vergonha na kra e faço um pra mim...=P

Katchiannya disse...

(1) Eu não gostaria de um bichinho de pelúcia da Mothra, uma presilha de cabelo seria bem mais interessante.XD

(2) Agradeço imensamente por ter se esquecido de mencionar a continuação do Kong dos anos 70, feito em 1986, com a Konga grávida, estrelado pela Sarah Connor. É páreo duro com a merda do Zilla americano.

(btw, ironicamente, o desenho realmente é bom).

(3) Aproveitando a deixa, faltou mencionar o desenho do Godzilla da Hannah Barbera, que tinha o Godzuck. Eu gostava daquilo! Tudo bem que criança gosta de muita coisa sem noção, mas era divertido.

(4) Sabe que até hoje eu não tinha reparado que o Satan Goss compra suas roupas na mesma loja do Darth Vader?

Amer H. disse...

Michel, fico feliz por ampliar seu vocabulário!

Cheque os artigos mais antigos e aprenderá palavras igualmente estapafúrdias e burlescas!

Marísia... que bom que você é um cara. Uma mulher com a boca tão suja me assustaria...

Faz um perfil pra você, man! Vai evitar muitas confusões.

A internet é um reduto de tarados solitários...

Katchiannya... esse filme do Kong dos anos 80 é como um filme de um anão transando com um pônei. É horrível, mas se passar a gente não consegue evitar de ver...

Achei melhor manter pelo menos o meu blog livre de sua influência túrgida...

O desenho americano do Zilla era surpreendentemente bom, e fato! Pretendo falar dele aqui um dia.

O Godzilla da Hannah Barbera... eu gostava também... mas não achei razão de mencionar aqui. Um dia escrevo um artigo a respeito.

Acho que Satan Goss usa a armadura reserva do Vader, que o Império precisou vender no Ebay depois que o Luke os levou à falência.

Quanto à Mothra... você gostaria de ganhar um produto com a carinha dela, isso é o que importa!

Feh disse...

Esses filmes de monstros gigantes sempre me fazem chorar.. Chorei horrores em King Kong, muito triste.. Apesar de eu não conhecer nem metade dos monstros da lista, achei bem legal e fiquei com vontade de assistir.. E aliás, adorei a Mothra e suas fadinhas pé-no-saco. Eu gostaria de uma pelúcia ou qualquer coisa da Mothra.
Aliás, eu tenho uma pelúcia que se parece muito com o King Kong. Dá muito medo, minha mãe me assustava com ela quando eu era pequena :(

Ah, e o meu favorito da lista é o Stay Puft. Não sei porquê, mas eu adoro ele. Também, uma massa branca vestida de marinheiro e sorridente é algo muito foda.

lance disse...

Ahh previsivel vitória XD


Mas esperava o Stay Puff na lista....até que por anos foi o apelido de um colega meu.



e ele não gostava do apelido...

Detetive Quepe disse...

Cara, eu colocaria o monstro com os tentáculos que aterroriza o pessoal no mercado no filme O Nevoeiro!
Caceta! É uma cena marcante quando, com o pessoal olhando para ele estupefato, o monstro é mostrado por inteiro! É uma das cenas mais marcantes da história dos filmes com monstros gigantes!!!

Lucas disse...

Só pra dizer que ''O Hospedeiro'' chegou a passar nos cinemas daqui (eu vi, hehe), e depois seguiu o caminho tradicional pro DVD.

E não canso de dizer: ''Oldboy'' é um filme do caralho, mas a melhor qualidade dele foi ter aberto as portas da América pra essas pequenas pérolas do cinema coreano, que tá crescendo, e bem!

Mas agora, falando sobre o assunto do artigo, você me fez ter espasmos com as dúzias de flashbacks seguidos das minhas tardes de Cinema em Casa no SBT. De novo. XD

Michel R. M. disse...

Só um comentário aleatório que não tem nada a ver com esse post:

Lucas, você leu 20th Century Boys?

O_o

-----

E sim, meu vocabulário está muito melhor agora!

Nada é tão bom quanto mandar uma garota fresca ser fudida por um urso-ornitorrinco.

Allan Arauto disse...

Mosura YA, Mosura YA...

Muito bom este seu artigo e eu só lembro de metade destes monstros(porque lutaram contra godzila)... e tambem lembro do Bambalalão. Mas só porque eu achava a tia que apresentava bem gostosa, visto o fato que eu tinha 8 anos na época hehehehehehe.

Pois é, pode-se ver a evolução na mesma historia. King Kong em 1933 era um boneco de massa de modelar (e o filme é fodastico), no filme de 1970, era um cara vestido de gorila.

(Amer, Lembra-se que o King Kong 2, o gorilão tinha problemas do coração, tinha uma King Konga e no final nasceu o filhote deles, que tinha o tamanho de um ser humano. e passava todo domingo no sbt)

e o do Peter, era feito em CG baseado em movimentos gerados pelo Gollum. Cara, isso é demais, e vivi o suficiente pra ver isso.


Ah, eu gostaria de ganhar o Mothra de pelúcia de presente de alguma garota. Mas tambem aceitaria The Giant Claw de pelucia. Tá, o bicho é feio que dói, mas é um urubu gigante de anti-matéria... nada seria melhor que isso.

Allan Arauto disse...

Ah, lembrei agora... eu tinha um bicho de pelucia que lembra a Mothraa. Bem, ele era vermelho e tinha pernas mas eu não desgrudava dele. Mas o chamava de Peixe, embora parecesse uma borboleta ou um passaro mutante.
Obrigado por reavivar minhas memórias.

Sério cara, vc tem que fazer um artigo sobre king kong 2 (1986)!

Volpi disse...

Puts, agora me lembrou do filme do Garântula, mas esse não merece nem uma Mênção Desonrroza. Mas me sinto na obrigação de falar dele só pelo fato de passar todo mês na Seção da Tarde junto com Lagoa Azul e algum filme sobre algum animal aleatório que é fera em algum esporte mas é campeão mesmo é em matéria de confusão.

E Mothra estará sempre em meu coração por estar no primeiro filme do Godzila que eu vi.

Elson disse...

Não seria Gargantua Volpi? Se for ele merecia sim uma mençãozinha já que não é todo dia que se vê um menino dando fandagos pra um filhote de monstro de borracha.

Quanto a matéria do blog, muito boa! Já tava ficando desanimado com as ultimas que tinham sido publicadas, sempre gostei mais das resenhas cinematograficas e dos top 10 com seres da era aurea dos filmes.

Amer H. disse...

Pretendo resenhar King King Lives aqui um dia... só não tive coragem de assistir de novo pra fazê-lo, mas eu chego lá.

Nunca ouvi falar desse "Gargantua", for real.

Vou fazer bastante review de filmes nos próximos dois meses. Aproveite porque os artigos que virão depois com certeza vão "decepcioná-lo."

...

É cada uma, viu...

patrickpereira disse...

Ótima lista Amer!




"Mas fuja da versão dos anos 70, pois é tão ruim que vai fazer você virar do avesso e defecar pela boca!"

Realmente, na época em foi lançado o remake do Peter Jackson a globo fez a sacanagem de passar essa merda na sessão da tarde... e eu assisti... eu não defequei pela boca mas quase cheguei a esse ponto!


Vlwww Amer!

patrickpereira disse...

Quase me esqueci!

Sei que com o que vou dizer agora muitos de vocês vão querer me mandar pra casa do caralho, mas não dá pra evitar! O Godzilla americano rules! Fuck Yeah! Ele chuta bundas! E fica amigo do Ferris Bueller!

acho que era isso... vlw! e continua com as listas Amer!

Lucas disse...

Respondendo atrasado bagarai: Não só li, Michel, como é um dos meus mangás favoritos. XD

Ora, eu não botaria qualquer um de avatar se não o grande Sadakiyo!

Perdido disse...

Nem um comentário sobre Shadow of the Colossus (PS2)??? Que decepção!

Amer H. disse...

Shadow of Colossus?

É uma lista de monstros de filmes e seriados!!!

Diacho,agora você fez jus ao seu nome.

waspinator disse...

HAAAAA.eu adorei seu blog,cara......So que não gosto muito godzila...nem dos miguxos dele..

Sergio disse...

particularmente não sou o maior fã de monstros gigantes.

mas robos gigantes protetores da terra super poderosos que podem destruir o universo com seu laser super poderoso usando uma energia incrivelmente poderosa sem explicação me atrai

Katchiannya disse...

Cá estou eu de novo.

Andei dando uma navegada nos seus posts antigos e, cara, muito, muito bons! Me diverti muito e queria fazer alguns comentários.

(1) É muito bom saber que existe outra pessoa no mundo que adorava Os Seis Bionicos e também era fã do Capitão N!!!!

(2) Avatar é definitivamente uma das melhores histórias com que eu já entrei em contato nos últimos anos. E digo histórias, pq estou incluindo outras mídias além de animação na minha lista, mas também livros, filmes, quadrinhos e afins. Não foi por acaso que escolhi a Katara para ser meu primeiro cosplay. ^^

(3) Eu sou doida para assistir ao Vingador Tóxico!

(4) Tenho que discordar de você sobre o Expressionismo Alemão (acho que vc comentou no post sobre o filme dos Transformers). Não acho que ele seja um cinema que não se preocupava com bilheteria. Aliás, acho que mesmo os filmes “de arte” se preocupam com isso. Mas no caso do Expressionismo Alemão, como pode dizer isso de um movimento que filmou obras de (grande) apelo popular quando Fausto e Nosferatu (Drácula) e deu origem àqueles deliciosos filmes de terror dos anos 30 feitos pela Universal?

Eu adoro Expressionismo Alemão. XD

Sem ele não teríamos o olhar intenso de Bela “Dracula” Lugosi ou o “It’s Alive!!!!” de Frankestein com o Karloff.

Aliás, considerando o Lugosi, sem o Expressionismo Alemão não teríamos Plan Nine from de Outer Space do Ed Wood!

(5) Sobre tipos errados de nerd, sinceramente, não vejo problemas em discutir em qual nave eu preferiria servir no universo Star Trek ou coisas do tipo por diversão, o problema é quando ficam bitolados apenas nisso, ou não tem senso crítico – ou talvez senso de humor – para perceber que mesmo as coisas que nós gostamos tem seus defeitos.

As pessoas levam as coisas à sério demais, às vezes, e não sabem entrar numa “discussão” sem confundi-la com uma briga.

Eu trabalho em uma livraria especializada em quadrinhos e já vi coisa estranhas, do tipo, um cara de 30 anos batendo boca com uma guria de 16 anos sobre quem era melhor Thor ou Naruto (ele pró-Thor, ela pró-Naruto). Foi surreal!!!! Sinceramente, me senti dentro de um filme do Kevin Smith oO

Outra “clássica” foi a justificativa que me deram sobre a contradição de Lea afirmar no Retorno de Jedi que ela se lembra da mãe biológica sendo que em A Vingança dos Sith, Amidala morre pouco depois de dar a luz aos gêmeos: “Ela abriu os olhos, o Luke não”

No comments

(6) Death of Batman: trauma para o resto da vida oO
Btw, sou fã apaixonada do morcegão, inclusive, fiz uma dissertação de mestrado sobre ele:

http://www.unirio.br/morpheusonline/numero11-2008/anacunha.htm

http://casadosquadrinhos.blogspot.com/2008/11/batman-na-universidade.html

http://www.guiadosquadrinhos.com/monografiaview.aspx?cod_mono=20

Bem, não sei se te interessa, mas se der uma googleada no meu nick vai achar alguns textos meus sobre quadrinhos, cinema e etc. Mas não tão divertidos quanto os seus.

Abração e até a próxima.

Amer H. disse...

Ok, Katchy! Um comentário como o seu merece uma resposta de respeito!

1) Sim! Você não está sozinha em sua paixão por aquele Nintendista tarado por princesas ou por aquela familia Dó-Ré-Mi cibernetizada! Rejubile-se!!!

2) Avatar é uma obra de arte, não tenho nada a acrescentar! Espero que lancem a série completa em dvd aqui.
E eu quero ver seu cosplay de Katara depois. Outra leitora fez um cosplay de Azula que ficou show de bola.

3) Vingador Tóxico é arte! Deveria estar no Louvre!!!

4) Não tenho ABSOLUTAMENTE NADA contra o expressionismo alemão, só falei aquilo pra encher o saco.
Também tem o fato de que conheci alguns otários na faculdade que usavam o expressionismo Alemão como arma pra atacar qualquer "inculto" que gostasse de filmes blockbuster (como eu).
Por isso, as vezes uso expressionismo alemão como uma forma de me referir a tais pessoas, que não entendem nada de nada de cinema mas se acham über-cultas.
Não é meu estilo de cinema, mas respeito que curte. Posso encher seu saco por causa destes filmes de vez em quando, mas é só brincadeira.
Tenho um camarada que ama expressionismo alemão (e os monstros da Universal) e acho que vocês seriam bons amigos.

5) Este artigo dos tipos errados de nerd foi justamente uma crítica aos nerds abilolados que começam a levar a sério demais as coisas que gostam.
Nenhum problema em discutir qual nave da federação você gostaria de servir... mas começar a debater com EXTREMA SERIEDADE os motivos para tal escolha... bom isso é um problema.
Porque normalmente, os fãs que fazem isso são bestas ultra radicais e abiloladas que fazem todo possível pra ser desagradáveis com quem não é de seu universo.
Ou que quer que sua opinião seja a única válida.
Você deu dois ótimos exemplos, e considerando seu lugar de trabalho, sabe muito bem do que eu estou falando. Deveria ser uma das pessoas que entenderia incondicionalmente o porque deu ter escrito este artigo.

6) Death of Batman... faz qualquer um virar ateu...

Me interessa sim! Vou ler seus textos e prometo que comento neles.

Cheers!

Amer H. disse...

Ok, Katchy, lí suas resenhas sobre Homem Aranha 3 e X-Men: O Confronto Final.

Muito boas, gostei muito! Bom ver críticas de cinema que não são parcialistas ou esnobes.

Queria agora ver você resenhando algumas das obras sobre os quais escrevi aqui, como Robo Vampire ou o próprio Vingador Tóxico.

O resultado seria no míunimo interessante...

Cheers!!!

AndréBetim disse...

Olá. Só queria registrar que nos episódios finais do Jaspion o Satan Gos sofreu uma mutação, ficou mais feio que bater na mãe com martelo e saiu no braço com o Daileon...ou pelo menos acho que saiu...enfim, parou com aquele negocio de ficar só enfurecendo os monstros (como se fosse um cantor de axé). Abraço.

Paco D. Lee disse...

Nossa, é sempre bom ver que tem outras pessoas que gostaram de Cloverfield!

É terrível estar em uma sala de cinema cheia, sair todo mundo chingando o filme e você ter achado ele excelente. ¬¬'

Amer H. disse...

Eu sei disso, André. Mas não importa, pois ele passou 95% do seriado mandando os outros fazerem seu trabalho sujo e nenhum monstro gigante de respeito pode ter essa atitude.

Paco, eu adorei Cloverfield. O grande público não gostou porque... bom, porque é burro feito uma torta.

As pessoas foram ver Cloverfield esperando não sei o quê e ficaram putas ao ver que não era o que elas esperavam que fosse.

Mesmo elas não esperando porra nenhuma do filme.

No tocante a cinema, o grande público não consegue entender nada mais complicado que "A Casa de Cera" ou "Todo Mundo em Pânico."

E posso estar sendo parcial e rude, mas sinceramente, tenho poucas provas em contrário desse tipo de comportamento.

Claro, quabdo digo "grande público", não me refiro a vocês, meus queridos e belos leitores (e leitoras), vocês são show de bola!

... com uma ou outra exceção...

Paco D. Lee disse...

Então, essa também é minha opinião a respeito do "grande público", mas eu prefiro não expressá-la publicamente porque podem achar que é "mimimi cinéfilo que se acha superior mimimi" e eu realmente não tenho paciência de discutir com... bem... vocês sabe... GENTE BURRA.

É, quando acabou a sessão algum aleatório gritou: "Que filme bosta!", aí um playboy de merda se levantou e gritou: "QUE FILME?!". Deu-me vontade de levantar e sair correndo por entre as cadeiras e dar uma voadora do losango aberto nos peitos dele. Mas deixe.

Em compensação fui assistir "Super-Herói, O (tss, tss) Filme" e todos acharam mágico, enquanto eu tinha que cutucar meu estômago para ver se dava alguma risada e me socializava lá.

Quanto a Cloverfield (e eu tive que escutar a mesma lorota de gente BURRA na sala de REC, que é excelente) acho que isso é coisa de putinha labirititica que fica tonta com ui ui ui a camêra tá balançando ui ui ui. Outro me reclamou que em REC você não sabe o que está acontecendo... CLARO, POMBAS! O filme objetiva te pôr na posição de um participante aleatório desses eventos fora do comum, é óbvio que você não saberia o que é o monstro, porque está lá, onde está agora, o que o exército está fazendo ou o que está acontecendo no prédio abandonado cheio de zumbis.

São esses tipos de pessoas que acharam o Godzilla norte-americano a última Coca-Cola do deserto. XD

Ah, a respeito de filmes sob a perspectiva do participante, me dei a liberdade de denominar Blair Mockumentary, escrevi sobre no meu blog. Well, apenas a título de informação... Não estou fazendo merchan... Calúnias!!!...

Amer H. disse...

Pode falar do seu blog aqui a vontade, lad! No sweat!

O negócio não é ser "cinéfilo mimimi", o que fode é que o grande público vai no cinema como iria a um bar: pra socializar com os amigos.

Quando eu fui ver Batman Begins, as pessoas não calavam a boca e não paravam de fazer piadinhas.

Por que isso? Por que as pessoas hoje em dia não tem mais o hábito de ver filmes. Ir ao cinema se tornou uma mera experiência de socialização, como estar em uma balada.

Então, o grande público só vai ao cinema pra assistir comédias (pois são de fácil digestão) ou filmes nacionais (pra bancarem os intelectuais depois) e todo o resto eles desprezam, frequentando as salas de exibições de vez em quando pra se amassarem com as namoradas ou... ficarem aloprando o filme em voz alta, achando que todo mundo está gostano de sua atitude infantil.

Mas este é o país que vivemos, não tem muito que se fazer.

Quando tava na faculdade, escolhi dentre as matérias optativas, a de Jornalismo no Cinema.

E entre meus colegas de sala, apenas dois assistiam filmes regularmente.

Repito, esta era uma matéria OPTATIVA e a maior parte da turma não assistia filmes.

E mesmo assim escolheram a matéria.

Pois é...

Isso explica muita coisa, não?

Katchiannya disse...

Fico realmente feliz que tenha gostado dos meus textos. Eu sou meio “chata” com as minhas críticas. Claro que às vezes a gente acaba colocando uma ou outra opinião pessoal, mas eu tento mesmo embasar o que eu realmente considero importante para mostrar se um filme é bom ou ruim (dentro daquilo que ele se propõe). Tem alguns filmes que eu detesto mas que são um cinema realmente bom. Exemplo: Não sou fã do Anthony Minghella, mas não vejo como negar que O Paciente Inglês ou O Talentoso Mr Ripley não sejam filmes excelentes.

Se achar mais prático, posso passar os links dos meus textos por e-mail para vc ver se tem algum que te interessa,inclusive os da minha dissertação sobre Batman. ^^

Meu e-mail é carol@agalaxia.com.br

Sobre resenhar algo no gênero de “O Vingador Tóxico”, quem sabe algum dia? Estou tentando pensar se já fiz algum texto sobre esse tipo de filme, mas acho que o mais próximo que eu fiz foi entrevistar o Seu Mojica na época de “Encarnação do Demônio”.

Seria algo interessante de se escrever. Talvez alguma coisa do Peter Jackson. Acho que eu mencionei a fase trasheira dele na minha resenha do King Kong.

Ou quem sabe eu escreva alguma coisa sobre O Mestre da Guilhotina Voadora algum dia. ^^

Meu cosplay de Katara está disponível na galeria do Mundo Avatar:

http://www.mundoavatar.com.br/album_cat.php?cat_id=11

O cabelo está uma porcaria, não repara não. Não deu para tirar fotos no evento e acabei tirando depois, na segunda pós-Anime Festival, depois de emendar 15 dias de serviço, sendo que sábado e domingo foram no evento. 12 horas cada dia de AF.

E sobre a Azula, a Glaucia – que faz o cosplay - é minha amiga, fui eu quem apresentei seu blog para ela.

Bem, sobre o Expressionismo Alemão, agora vc tem uma arma contra os “über-cultos”, afinal, como te disse, foi o Expressionismo Alemão que acabou dando ao mundo O Pior Filme de todos os tempos, Plan 9 from Outer Space.

Vou indo.

Estarei sempre passando por aqui, deixando comentários quando puder.

Abração.

Amer H. disse...

Então você é a amiga da Azula...

Que mundo pequeno...

Mas anyway, ficou muito bom seu cosplay de Katara. Seu grupo de amigos cosplayers é bem dedicado, seria bom se todo cosplayer brasileiro fosse assim.

Quanto ao expressionismo alemão... é, bem colocado...

Apareça quando quiser!

Cheers!

AndréBetim disse...

Sabe que essa papo de monstros gigantes me lembrou de um desenho bão que passava no SBT nos anos 90 (acho) Os Inumanóides. Lembra desse? Eu sempre pergunto dele mas quase ninguem lembra...taí uma sugestão de post, "desenhos animados que (quase) ninguem lembra" Eu ainda citaria Black Star, Goldie Gold, Visionários...na categoria longa metragem tem O Principe Suzano e o Dragão de Oito Cabeças (ganha um kinder ovo se ja viu esse). Otra coisa, fui eu que apresentei seu blog pra Katchiannya, ela gostou tanto que repassou pra trocentas pessoas hehehe...uai! Abraços.

Amer H. disse...

Meu Deus... que mundo pequeno... todos se conhecem...

Já falei de Inumanóides uma vez, quando escrevi sobre Desenhos dos Anos 80 que deveriam virar filmes.

E vou mencionar de novo no primeiro artigo de Dezembro, fique de olho que daqui a pouco tá no ar.

Quanto aos outros... sim, uma hora posso escrever a respeito.

Cheers!

AndréBetim disse...

Fui dar uma olhada no artigo sobre desenhos que deveriam virar filmes...putz, adorava Mask. Tinha outro que passava juntinho e eu gostava tb, Pole Position. Época boa sô!

Oghma disse...

...isso vai soar muuuito mal, mas o fato é que eu acho a Mothra o monstro mais legal dos que você listou e gostaria de ganhar uma de pelúcia...

...e não, eu não sou menina nem pretendo ser tão cedo. Mas é uma borboleta, é borboletas são fofinhas!

*grimaces*

macgaren disse...

olá..acabei de conhecer seu blog(acabei é modo falar, já que estou lendo-o ah 4 horas seguidas)..é muito bom comecei com os posts sobre games..mas cacabei lendo todo o resto...com certeza já entrou nos meus preferidos e sempre que possível, passarei por aqui..

só uma coisa sobre a dúvida da palavra "destoroyah" ela é a forma japonesa de escrever "destroyer" já que naquele alfabeto não esistem letras sozinhas(alem das vogais e o "n"). ou seja, acaba dando no mesmo o nome do monstrão ..

Miyu disse...

Tava enrolando horrores pra terminar de ler este post. Não conhecia a maioria dos monstros (ou então não sabia o nome deles) mas o texto ficou legal de ler mesmo assim.

Respondendo a sua pergunta, agora que eu sei o que é Mothra, ficaria feliz em ganhar uma sim. Só que eu prefiro um Godzilla ou um Stay Puft xD

Amer H. disse...

Mcgaren, eu sei da questão da fonética Japonesa e tudo mais.

Mas os monstros geralmnte são batizados com a versão "ocidentalizada" de seus nomes.

No caso, DESTOROYAH de fato devia ser Destroyer, tanto que é assim que o chamam na dublagem americana.

Mas o nome oficial que a Toho liberou do monstro é DESTOROYAH e não Destroyer.

Por isso que mencionei que eles possivelmente não conseguiram o copyright de "Destroyer" e resolveram registrar o personagem com a pronúncia Japonesa.

That's it.

Diamantix disse...

Godzilla - "God" + "Zilla".

Não sei o que diabos é "Zilla", mas o "God" faz jus á esse monstrengo que me acompanhou durante toda a minha infância.

E não foi caso pra chamar a PF, garanto ;)

Bom post Amer. Parabéns.

Jacob F. disse...

Fiquei muito feliz quando o Gojira desintegrou a iguana que devastou Nova York.

..claro, o DESTOROYAH ou o Baltan também podiam ter devorado ele, mas acho que Gojira fez um excelente trabalho.

"FUÓ-FUÓ-FUÓ!"

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

FUÓ-FUÓ-FUÓ para você Amer.

gostei do visu de Destroyah, bem maligna. pena que não assisti Cloverfield todo, parecia bacana o monstro.

e eu gosto do Godzilla 2000. pelo menos ele ou ela estava em forma, mas a maioria prefere a sua versão gordinha.

Jacob F. disse...

Amer, o Gargantua é um filme de terror de 1998, e tinha até o Speed Racer lá.

Só pense num Bulbassauro que depois se tornou um monstro que parece ter saído da Troma.

Só assim sei descrever o monstro.

Seu artigo tava fodástico, e bela menção ao Gojira, pois adorei quando ele estraçalhou o Zilla de CG (computação gráfica).

Até eu detestei o filme, mas podia ser pior se fosse do Michael Bay, não?