quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Os Cavaleiros do Zodíaco - Aquele Filme lá da Éris



Alô, meus queridos! Como estamos hoje? Todos de férias, desempregados ou na cadeia?

Que ótimo, pois assim todos terão tempo de ler meu novo artigo. Os textos do Amer devem ser degustados como um bom vinho: sem pressa e com uma cara de nojo que indica o quanto você é melhor que todos ao seu redor.

Pois bem, hoje tratarei de um assunto que evitei por muito tempo: Os Cavaleiros do Zodíaco! Por que eu nunca escrevi sobre os Defensores de Atena? No lo se! Não desgosto da série, muito pelo contrário, foi graças a ela que iniciei minha obsessão de uma década por animes, que me alienou de toda e quaisquer vida social que eu pudesse ter, me afastou da garota dos meus sonhos e me fez juntar uma coleção de mais de 300 fitas VHS... Que não resistiram ao avanço do tempo, viraram colônias de bichos e tiveram de ser sacrificadas.

Que puxa.

Mas enfim, minha paixão por Cavaleiros do Zodíaco vem e vai, como herpes. Como bem expliquei no último especial de Natal de 2013, passei este feriado jogando Cavaleiros do Zodíaco: Bravos Soldados no Playstation 3, o que reavivou meu amor pela série no momento. Assim, tenho passado meus dias julgando as pessoas com base no Cavaleiro de Ouro que as representa e decidi que não havia melhor maneira de iniciar o ano que relembrando o primeiro longa da franquia: Aquele Filme lá da Éris.

É. Aquele filme em que Éris, a deusa da discórdia, é a vilã.

Sejamos francos, ninguém guarda os nomes imbecis dos longa metragens baseados em séries de anime. Nos referimos a eles pelo nome do vilão que os adorna. Fazíamos isso na minha época e não acho que a molecada de hoje seja menos preguiçosa do que eu e meus agregados eramos nos anos 1990.

Pois bem, sem mais delongas, vejamos o que Éris aprontou nessa porra de filme.

AVANTE, CAVALEIROS ATENIENSES!!!


Nossa aventura começa no Orfanato Criança Abandonada é Criança Feliz, o único depósito de crianças do mundo que foi construído em frente a uma auto-estrada, porque não tem como isso dar merda.


Aqui, as crianças aproveitam uma gostosa manhã de sol, com muitas brincadeiras, diversão...


... E bullying.

Claro, o que vocês esperavam? Crianças são sociopatas em miniatura. De fato, aqueles dentre vocês que tem filhos, podem ter certeza que seus pimpolhos estão pensando em diversas maneiras de matá-los neste exato segundo.

Olhe nos olhos deles e me diga se estou errado.


O menino que sofreu bullying é o Akira. E claro, ele é o gordo do orfanato. Porque gordo só existe pra ser zoado no mundo.

E como todo gordo chorão de merda...


... ele corre para a professorinha de plantão e dedura o amigo que roubou seu aviãozinho.

E Deus abençoe a existência de todas as professoras que imediatamente tomavam o partido de uma criança gorda numa briga de escola. Digo, existem dois tipos de menino gordo: aqueles que sabem que são maiores que os outros meninos e usam isso a seu favor e os complexados super protegidos pela mãe que não conseguem ganhar uma briga de um saco plástico.

E sabemos que a maior parte de nós se encaixavam no segundo grupo.


Makoto, o bully residente, não gosta da bronca que leva da professora e joga o aviãozinho longe.

E sim, eu me lembro dos nomes de todas as crianças do orfanato dessa série. O que vocês querem de mim?


AH LÁ! Falei que construir essa porra de orfanato na beira de uma auto-estrada ia dar merda! Mas alguém escuta o Amer? NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃO! Se eu fosse ex-BBB todo mundo ia prestar atenção em mim, mas como eu sou só uma Celebridade de Nível C da internet e tou ficando careca, as pessoas me ignoram.

Pois vão se fuder todo mundo!


Ellie, a professora chave de cadeia, corre em direção a Akira para salvá-lo, mas é tarde demais!!!


É o fim! E tudo por causa de um aviãozinho de papelão! Maldito menino gordo! Maldito seja você e o cavalo que o trouxe!

Mas quando tudo parece perdido, eis que subitamente...


MELANCIA DA JUSTIÇA!!!


OH!!! Eles foram salvos por Vince Neil!!!


Não, não. Era só o Hyoga mesmo.

Ellie e Akira estão petrificados demais para falar, então o Cavaleiro de Cisne quebra o gelo (HA-HA) comentando que veio visitar a garotada e trouxe melancias de presentes para todos, mas infelizmente, uma delas precisou ser sacrificada.

Ou seja, ele deliberadamente atirou a melancia na pista, para fazer o carro derrapar e assim poder segurá-lo com uma mão só mais facilmente.

Hãããããã, ok. Certo. Vamos ignorar que uma melancia não seria capaz de diminuir a velocidade de um carro ao ser esmagada por ele e fazer um veículo em alta velocidade escorregar sem controle também não é o curso de ação mais sábio, especialmente quando se quer evitar que ele atinja a pessoas que estejam na estrada.

Aliás, Hyoga está xavecando Ellie bem na frente do carro que acabou de segurar e o motorista sequer sai do veículo para trocar informações com o rapaz. Hyoga causou perda total na frente do automóvel, é justo que alguma medida legal seja tomada, certo?

Isso me leva a conclusão que o motorista bateu a cara com tudo no volante e sofreu um traumatismo craniano.


Ellie, toda corada, porque recebeu uma cantada do segundo cara mais bonito do desenho, pega Akira no colo (ignorando que o menino provavelmente cagou nas calças nos últimos minutos) e convida Hyoga para tomar uma xícara de café.

E ninguém se dá ao trabalho de chamar uma ambulância para o motorista agonizante.


Mas Hyoga não é o único que veio passar o dia no orfanato. Seiya, Shun e Saori também não tinham mais o que fazer com seu tempo livre e decidiram que vangloriar-se para a garotada era uma maneira saudável de se passar um domingo.

Ora, são um bando de órfãos. Até parece que eles tem escolha.


Mas tudo tem seu lado positivo, Shun recebeu uma piscadinha xavecante de uma das meninas do orfanato.

...

Claro, ela tem quatro anos, mas tudo bem, não é como se o Shun fosse tirar proveito. Ele é um bom menino.

Falando nisso, essa história se passa mesmo em um domingo, não? Que de outra forma, essa garotada toda devia estar na escola. De fato, os Cavaleiros de Bronze mesmo deviam estar em uma sala de aula. Vamos lembrar que eles todos tem entre 13 e 15 anos de idade.

Diabos, se no Japão até mesmo crianças de um futuro pós-apocalíptico precisam receber uma educação, então defensores de uma franga grega não podem ser a exceção.

RIMOU!


Enquanto isso, a cinco metros dali, Ellie fica sonhando acordada com o cavaleiro loiro de olhos azuis que a salvou e encharca suas calcinhas no processo.

Digo, isso é meio errado, não? O Hyoga tem 14 anos e Ellie claramente tem uns 13. Eles são muito jovens pra ficarem tendo fantasias sexuais um com o outro, ainda mais em público. Este é um desenho que estimula a promiscuidade infantil, eu...

...

Eu passo tempo demais pensando nas idades dos Cavaleiros do Zodíaco, não passo? Vou tentar parar.


E aliás, que crianças idiotas são essas? Logo atrás delas tem três caras que podem derrubar o monte Fuji com peidos cósmicos e elas estão empolgadas com uma menina brincando de cama de gato?

Sério, esse deve ser o orfanato mais chato do mundo, pra uma brincadeira com um barbante parecer tão divertida quanto um Meteoro de Pégaso.

E falando em Pégaso...


... As crianças decidem matá-lo.

Acho que até órfãos tem um limite pro número de vezes que aguentam escutar: "Então eu cortei fora a orelha do Cássio e o Gilberto Baroli me deu uma armadura de bronze."

E vejam só, tem dois moleques tentando comer a perna do nosso herói. Bom, considerando que o orfanato deve servir sapatos para eles em suas refeições e que as melancias do Hyoga não vão dar pra todos, qualquer carne que aparece no pedaço é válida.

Eis que somos presenteados com um momento Crepúsculo.


OH!!!


AH!!!


OH... digo... ooops...

E em menos de um minuto de cena, um desenho de porradinha dos anos 1980 conseguiu ser mais fofo e romântico que toda a saga de Stephanie Meyer.

VÃO SE FODER, BELLA E CEDRICO!!!


Mais tarde naquele dia, após todas as crianças desmaiarem de exaustão, Hyoga e Ellie dão um passeio pelo cais que fica logo em frente ao orfanato.

Espera... Tem uma auto-estrada E um oceano logo em frente ao orfanato? Quer dizer que se as crianças sobreviverem aos carros, elas ainda correm o risco de cair na água e se afogarem?

Mas quem fundou esse orfanato? Hitler? Stalin? Disney?

Bom, Hyoga resolve aproveitar o momento a sós com Ellie para tentar descolar uma namorada, pois ele é o único dos cavaleiros de bronze que não tem um par.

Subitamente...


VEGETA CHEGA NA TERRA!!!


E dispara um cagalhão Super Sayajin de sua nave.

MAS VÁ SE FODER, VEGETA! VÁ CAGAR NA CAMA DO FREEZA, MAS QUE PORRA! SUJANDO MEU PLANETA!


Impressionada pelo brilho dourado dos coliformes fecais do principe dos Sayajins, a menina nem presta atenção no papo de Hyoga.

O que é uma pena, pois o rapaz está usando suas melhores cantadas:

"Bom, eu passo muito tempo no fundo do mar congelado da Sibéria, porque é onde está o corpo da minha mãe morta. Ela faleceu quando eu era pequeno e eu fiquei obcecado em reencontrá-la pela maior parte da minha vida. Inclusive me tornei cavaleiro só pra conseguir nadar até onde ela está. Eu já disse o quanto vocês são parecidas? Você acha que eu estou falando demais da minha mãe?"

Igualmente hipnotizada pelo cocô espacial e assustada com o complexo de Édipo de Hyoga, Ellie diz que precisa ir embora, pois toda noite de domingo ela depila as pernas com uma pinça. O cavaleiro de Cisne então dá boa noite para a menina e promete trazer fotos de sua mãe na próxima vez que a visitar.


Então, sem maiores explicações, um templo grego aparece nas montanhas.

E absolutamente NINGUÉM em Tóquio percebe o terremoto causado pela súbita transformação geográfica do local, nem o festival de luzes que acontece no meio da noite, em uma montanha que pode ser vista de toda a cidade.

Esses japoneses são distraídos demais. Deve ser culpa dos videogames e da pornografia.


Livre do papo chato de Hyoga, Ellie vaga até o cagalhão intergaláctico e descobrimos que ele na verdade é uma maçã dourada que veio do espaço.

O que levanta ainda mais perguntas.


Na manhã seguinte, Saori Kido pratica uma de suas atividades favoritas: Hipismo. Claro ela tem apenas 13 anos e deveria estar na escola, a fim de receber uma educação e não acabar mãe solteira aos 16 anos. Mas que se dane, ELA É RYCA e não precisa de um diploma do ensino superior.

E essa foi a última vez que mencionei as idades totalmente sem sentido dos personagens desta série, eu juro.

Aliás, esta cena sempre me fez pensar em uma coisa. Quem está cavalgando? Saori ou Atena? Eu nunca processei direito essa história de Saori ser Atena.

Ok, vamos lá. Pelo que dá pra entender, Saori Kido é o corpo humano no qual a alma de Atena irá reencarnar nesta época, da mesma forma que Julian Solo é o corpo de Poseidon. Agora, a transformação da menina se deu de forma muito rápida, basicamente, seu mordomo Tatsumi chegou um dia e falou para os cavaleiros de bronze: "Aí galera, essa pirralha mimada é a reencarnação da deusa Atena sim." E meros minutos depois, Saori, que nunca teve treinamento algum no controle do Cosmo, já estava manifestando o poder da deusa, como se fosse a coisa mais natural do mundo.

Agora, quando Poseidon se apossou do corpo de Julian Solo, ele manteve-se dormente na maior parte do tempo. Quando o deus dos mares despertou, sua personalidade subjugou totalmente a do rapaz que era seu corpo. De fato, podemos ver na saga de Hades, que sempre que Poseidon se apossa do corpo de Solo, o milionário não se lembra de nada do que aconteceu quando desperta, como se sua mente "apagasse" sempre que isso acontece.

Então, quando Saori descobriu que era Atena, a personalidade da deusa subjugou a da menina milionária? Por isso que ela conseguia controlar seu cosmo com tanta facilidade pouco depois de descobrir sua verdadeira identidade? Ou as personalidades de Atena e Saori combinaram-se em uma só, e por isso a deusa pode tirar prazer de atividades que a moça gostava?

Viram, essa é uma das coisas que mais gosto em Cavaleiros do Zodíaco. A série possui um dos panos de fundo mais fascinantes criados para um Mangá, mas que infelizmente, Masami Kurumada não soube desenvolver porque é um PÉSSIMO roteirista.

Pelo menos, os fãs podem passar horas tentando preencher todas as lacunas que o autor deixou passar. Não sei vocês, mas eu me divirto um bocado com isso.


De volta ao filme, enquanto cavalga em seu jardim de 17 quilômetros de extensão, Saori dá de cara com Ellie. A milionária saúda a menina e pergunta o que ela faz em sua propriedade, já que recebeu um carregamento novinho de sapatos para dar de refeição no orfanato.

Mas antes que Saori possa chamar a PM e dispensar um pouco de justiça burguesa contra a cachola pobretona de Ellie, a loirinha usa seus novos...


PODERES DO MAL!!!


O que faz o cavalo de Saori agir como se sua dona fosse o Christopher Reeve.

Adoro esta cena, nunca fui com a cara da Saori. Vaca de cabelo roxo que se acha boa demais pro Jabu.


Saori acorda presa a uma cruz, pois este é um desenho japonês e seus produtores estão pouco se fodendo se ofendem aos cristãos. Disposta a descobrir a verdade, ela logo interroga sua captora:

Saori: Ellie, o que você tá fazendo? Me tira dessa cruz A-GO-RA, ou eu juro por Zeus que vou processar você e cada um daqueles órfãos de merda! Seus pirralhos vão ter de trabalhar em minas de carvão pelo resto da vida pra pagar minha indenização!
Éris: Poupe-me de suas ameaças, Atena. Não sou mais Ellie, sou Éris, a deusa da discórdia. E tudo graças a isso!
Saori: Um cocô dourado? Menina, vai num médico ver o que é isso, porque ninguém devia cagar ouro.
Éris: NÃO É UM COCÔ, SUA PIRANHA! É o Pomo da Discórdia. E ele veio direto do espaço em uma estrela cadente, o que me permitiu reencarnar no corpo desta jovem.
Saori: Por que um artefato mitológico, tão ligado a uma divindade da Terra, teria vindo do espaço? Isso não faz o menor sentido.
Éris: Não importa. Com o Pomo em minhas mãos, poderei absorver toda a sua energia e com isso me tornarei a senhora deste mundo. Alguma pergunta?
Saori: Éris... Eu estou usando um vestido cerimonial e não era com esta roupa que eu estava quando nos encontramos. Você me despiu por acaso?
Éris: Ora... Bem... Sim...
Saori: PUTA MERDA, ÉRIS! VAI SE FODER, SUA COLA VELCRO DO CARALHO!


Cansada das acusações de lesbianismo de Atena, Éris dispara um raio para o céu...


... que atinge a mansão de Saori e desenha um mapa de onde ela e a burguesinha estão, como um desafio aos cavaleiros de bronze.

Digo, eles são os únicos que podem salvar Atena e frustrar o plano de Éris e se a deusa da discórdia não os tivesse avisado, eles não perceberiam a ausência de sua chefa até ser tarde demais. Mas quem sou eu para apontar as falhas de lógica óbvias do plano da vilã?

Shun reclama, pois MAIS UMA VEZ eles terão de levar porrada por horas pra salvar Saori. Hyoga lembra seu amigo que eles moram de graça na mansão de uma bilionária, com direito a mordomo, comida, roupa lavada e cocaína a vontade. E que apanhar por 43 minutos é um preço pequeno a se pagar para eles não terem de arranjar empregos de verdade.


Cercada de seus leais seguidores, só resta a Éris aguardar a chegada de Seiya e seus camaradas. Enquanto isso, as duas deusas fazem uma última troca de farpas:

Éris: Pois que seus defensores venham, Atena! Meus guerreiros são muito mais fortes que os cavaleiros de bronze!
Saori: Seus guerreiros são cavaleiros de prata?
Éris: Não.
Saori: Ouro?
Éris: Não, são Cavaleiros Fantasmas!
Saori: "Fantasma" não é metal.
Éris: ME ERRA, VADIA!


Seiya é o primeiro a chegar no templo de Éris e se deparar com seu oponente.


Maya: Olá Seiya de Pégaso, eu sou Maya de Flecha.
Seiya: Não foi você que disparou uma flecha na teta da Saori e nos forçou a participar da Batalha das Doze Casas?
Maya: Não, não fui eu.
Seiya: Porque eu tenho certeza que...
Maya: Não fui eu, ok? De fato, você nem tem como saber o que acontece na Batalha das Doze Casas, porque esse filme se passa antes dessa fase da série.
Seiya: Como? O único espaço de tempo em que essa história poderia acontecer seria depois da Saga do Santuário. Não existe nenhuma outra brecha cronológica no enredo antes disso.
Maya: Mas se fosse assim, vocês estariam usando suas armaduras de bronze novas, não?
Seiya: Sim, mas...
Maya: Chega, Seiya. Apenas entenda que este é um filme sem ligação com o cânone da franquia, criado para arrancar alguma grana dos fãs com base na popularidade de sua série! AGORA MORRA!!!


ATAQUE GENÉRICO DE FLECHAS QUE NINGUÉM FARÁ QUESTÃO DE APRENDER O NOME!!!


METEÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓRO DE PÉGASUUUUUUUUUUUUUUUU!!!


E como a série leva o nome do Seiya, é claro que seu golpe vence a disputa e arromba o adversário.


Após derrotar seu inimigo, Seiya vai até seu cadáver e começa a chacoalhá-lo, exigindo que ele lhe conte todos os planos de Éris.

Pois é, Seiya não é o lápis mais apontado do estojo, definitivamente. Ele nem percebeu que uma flecha acertou seu pâncreas.

Oh bem.


É a vez de Hyoga enfrentar seu oponente, que o encontra no exato momento em que ele estava procurando a lente de contato que caiu no chão.


Este é Cristo, do Cruzeiro do Sul.

Sério, o nome deste vilão é Cristo. Porque do fundo do coração, foda-se o Cristianismo.


Hyoga fica extremamente ofendido com o nome do seu oponente, sendo ele o único personagem Cristão deste Anime, que apesar de sua religião, segue e obedece a uma deusa pagã.

E para demonstrar sua indignação, ele DANÇA!!!


E Cristo não dá a mínima para o balé de Hyoga, pois ele sabe imitar o Ultraman.

Vou contar pra vocês, quando assisti este filme pela primeira vez, eu estava numa fase de absoluta obsessão por Ultraman. Quando vi esta referência, gozei nas calças com tanta força que minha cueca virou um pedaço de gesso.

E eu não tive a mesma reação ao imaginar a cena em que Éris despe Saori... O que deve dizer muito sobre mim.

Enfim, os dois poderes se confrontam...


KA-PLOU!!!


... E Cristo acaba preso em uma quase cruz de gelo.

Porque Hyoga não irá blasfemar ainda mais do que já faz ao seguir Saori diariamente por aí.

Mas antes que o Cisne consiga extrair qualquer informação de seu adversário...


... Éris, toda linda e garbosa, aparece.

Assim que avista a loirinha, Hyoga se empolga e comenta que trouxe um álbum cheio com fotos de sua mãe, e que eles poderão passar a tarde medindo todos os detalhes faciais que Ellie compartilha com a velha congelada.


Cristo, de saco cheio do papo incestuoso de Hyoga, salta sobre ele e o estrangula, poupando todo o público de aguentar diálogos que só seriam aceitos na casa dos Lannister.


Éris aproveita a chance e...


Sim. Cristo morreu para nos salvar, mais uma vez.

Sugiro que em memória a este sacrifício, uma vez por ano compremos uma caralhada de chocolate e nos empanturremos. Porque nada melhor para honrar o sacrifício do filho de Deus, do que intoxicação alimentar e diarreia causadas por excesso de cacau.


Enquanto isso, Saori tem sua energia sugada pelo Pomo da Discórdia e aguarda pacientemente a chegada de seus salvadores. O que me causa um certo incômodo.

Porra, Atena não é uma deusa? Que possui um Cosmo maior e mais poderoso que o dos Doze Cavaleiros de Ouro juntos? Então por que, ao menos uma vez na vida, ELA NÃO SALVA A PRÓPRIA BUNDA BURGUESA DAS GARRAS DO VILÃO? Ela é plenamente capaz de se virar numa luta, ela provou isso quando tretou com Poseidon e o sujeito estava disparando GALÁXIAS contra ela usando um tridente divino.

Ela não consegue se livrar de UMA PORRA DE UMA MAÇÃ CÓSMICA?

Ai, ai... Que seja.


Bom, é a vez de Shiryu enfrentar um Cavaleiro Fantasma. O guerreiro espreita o perigo...


... Mas é surpreendido com um chute na cara.

NA CARA!!!


O vilão do mal que odeia o bem é Ian de Escudo, e...

...

Espera, escudo? A constelação do cara é Escudo? Mas quem se importa com escudos o suficiente para dar a eles sua própria constelação? Escudos são super valorizados, qualquer coisa pode ser um escudo. Uma tampa de lixo pode ser um escuso, o assento da sua privada pode servir de escudo. ISSO MESMO, UMA TAMPA CUJA ÚNICA FUNÇÃO É IMPEDIR QUE BOSTA RESPINGUE NAS PESSOAS QUANDO ELAS DÃO DESCARGA É UM ESCUDO!!!

E pensando assim... Escudos até que parecem mais importantes. Beleza, podem ter sua constelação.

Ian diz que seu escudo é o mais poderoso do mundo e que nenhum ataque no mundo pode danificá-lo. Shiryu não aceita esta afirmação e garante que seu punho do dragão pode destruir qualquer coisa.

QUALQUER!!!

COISA!!!


Bom, não aconteceu como você planejou, né Shiryu?

Pelo menos, você ainda tem o Escudo do Dragão, que é totalmente impenetrável, não?


É... Parece que hoje não é seu dia, Shiryu.


Desarmado e desprotegido, o Dragão recebe uma série de socos no estômago, que de alguma forma o fazem sangrar por todos os poros do corpo.

Mas este ainda não é o fim de Shiryu, ele possui uma última arma.


Shiryu arranca sua armadura, o que de alguma forma inexplicável o torna mais forte, e prepara-se para disparar todo o seu Cosmo em um único ataque contra o inimigo.


*AIMEUDEUSSHIRYUTIROUAARMADURAQUETESÃODEHOMEMMARAVILHOSOMEENCHECOMOSEUDRAGÃOVOADORSUADELÍCIACHINESAFAZREVERTEROFLUXODAMINHAXAVASCAAIMEFAZSUAREGEMERCOMOSEOMUNDOFOSSEACABAREUQUEROMEESFREGARNOSEUESCUDOMEFAZCACHOEIRADEROZANEUSOUSUUUUUUUUUUUUAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!*


E com apenas um peitoral desnudo e um punho desprotegido, o Dragão atravessa o coração de seu inimigo.

Em seu último suspiro, Shiryu pergunta a Ian: No céu tem pão?


... E morreu.


Enquanto isso, lá longe, Seiya está ficando chapadão, tendo alucinações com demônios, assombrações e a Geisy Arruda. Tudo por causa da flecha envenenada em sua pança que ele não fez questão de remover.

NOSSO HERÓI, SENHORAS E SENHORES!


O foco da ação muda para Shun, que como qualquer pessoa sensata, se questiona quem teria esculpido estátuas gregas bem no meio do Japão.

Mas seu raciocínio é interrompido pelo surgimento de um novo oponente.


Orfeu: Olá Andrômeda, eu sou Orfeu de Lira.
Shun: Você não é o Orfeu que aparece na Saga de Hades?
Orfeu: Não vou cair nesse bate papo, tá pensando que eu sou o Maya?


Antes que possa questionar a falta de cronologia da série, Shun é preso no Réquiem de Cordas... Que também o impede de perguntar se Orfeu roubou este ataque do Guerreiro Deus Mime de Benestachcchiushtk.

Ou... Seja lá qual for o nome da estrela do Mime. Alguns Guerreiros Deuses tinham nomes complicados demais.

Antes de prosseguir, quero ressaltar que TODOS os longas de Cavaleiros que foram produzidos nos anos 1980 tratam o Shun de forma muito injusta. Ele sempre acaba como bucha de canhão dos inimigos, que o espancam até que Ikki apareça para salvá-lo. E isso é BULLMERDA! Shun é o cavaleiro de bronze mais forte ao lado de seu irmão.

Sim, ele é. Shun foi o único cavaleiro que não precisou usar de Cheat pra derrotar um cavaleiro de ouro. Todos os outros tiveram um lampejo do Sétimo Sentido que os salvou na hora H, aumentaram o Cosmo até um nível absurdo por terem perdido todos os sentidos, usaram o código da Konami para ganhar 30 vidas, ou alguma outra pilantragem que lhes garantiu a vitória.

Shun enfrentou Afrodite de Peixes, passou a luta inteira avisando que não queria brigar e pediu pro Afrodite não o zoar. Afrodite zoou ele até o limite, então tomou uma Tempestade Nebulosa nos cornos e morreu. Shun não é fraco, ele só odeia violência e evita usá-la até o ponto em que se torna ridículo, mas se a coisa aperta, ele não deve nada ao seu irmão e supera de longe os seus outros amigos.

Aprenderam?

Mas... Este é um longa metragem. Então a função de Shun é tomar uns cascudos até que...


... Ikki aparece para salvar o dia.


*YEAHMACHOPACARALHOFINALMENTEESSEDESENHOVIROUCOISADEHOMEMFODECOMELESIKKIMECOMEEARREBENTAMINHASPREGASQUEEUSOUSUA... Hããããã... Digo... Pega eles, Ikki! Eu não sou gay.*


Arrogante que só ele, Orfeu comenta que Ikki jamais poderá derrotá-lo. Seu poder como Cavaleiro Fantasma é inigualável e sua lira oferece uma doce canção que antecede a morte agonizante que...


CALA ESSA BOCA, TRAVESTI DA PUTA QUE PARIU!

GOLPE FANTASMA DE FÊNIX!!!


QUEIMA NO INFERNO, BOQUETEIRO DE SATÃ!


Orfeu se recupera do Golpe Fantasma de Ikki e proclama que uma ilusão diabólica nada significa para ele, que veio direto das trevas e...


MANDEI CALAR A BOCA, FILHO DE UMA PROSTITUTA BABILÔNICA!!!

AVE FÊNIX!!!


E com isso aprendemos que se todos os defensores de Atena fossem mais como o Ikki, Cavaleiros do Zodíaco teria seis episódios.


Envenenado, alucinado, broxado, mas ainda vivo, Seiya finalmente chega ao centro do templo de Éris e EXIGE que ela liberte a Saori, ou ele será forçado a socar a loirinha até ela perder toda a semelhança com a mãe do Hyoga.

E pensando bem, isso seria um favor para todos nós.


Neste exato momento, Éris dispensa o corpo de Ellie. A Deusa da Discórdia absorveu energia suficiente de Atena para reconstruir sua forma original e... OLHA QUE PEITÃO!!!

Considerando o tamanho do sutiã de Éris e a forma como Masami Kurumada define a idade de seus personagens, é justo deduzir que com um corpo desses, a moça deve ter uns... doze anos.

Não se preocupe, você não se tornou pedófilo por causa disso. Você já era, na época que esfregava uma pra Saori. Ela tem só treze anos.

Eu sei, eu prometi parar de comentar a idade imbecil dos seres deste Anime... Mas foi mais forte que eu.

Com pedofilia ou não, Seiya ordena a Éris que solte Saori, ou irá fazer com seus 98 centímetros de peito o mesmo que Rocky Balboa fazia com a carne no frigorífico.


Mas antes que Seiya tenha acesso a Éris e dê motivo para a deusa usar a lei Maria da Penha, surge o mais poderoso cavaleiro fantasma em seu caminho: Jaga de Orion.

Espera... Jaga?

...

Se eu fosse um comediante de internet um pouco mais medíocre, eu faria uma referência óbvia a Thundercats. Mas não. Não farei.

JAMAIS FAREI!!!


Jaga comenta que Seiya está com uma ponta de flecha venenosa na pança. O herói finalmente percebe que o vazamento de suco gástrico, sangue e veneno em seu interior é o que deve estar lhe fazendo mal.

Mas isso não é empecilho para um cavaleiro de Atena. Seiya avança contra seu inimigo...


... Esbarra em um lençol que estava no varal e perde a batalha.

Jaga olha com desgosto para Éris e comenta: "Eu vou cobrar cachê por este trabalho mesmo assim."


Após dezessete minutos de suor, sangue e lágrimas, Seiya consegue se desvencilhar do lençol e prepara-se para lutar novamente. Felizmente, Ikki de Fênix segura o amigo e diz que lutará em seu lugar, para que ele não se humilhe ainda mais.

Mas isso que é um cara legal! Ikki deve ser o tipo de cara que fica na porta do banheiro pra ninguém entrar quando o camarada tá lá dentro vomitando, que aceita ficar com a chata da Marin pro Cássio ter uma chance de dar uns malhos na Shina, que bate um papo com os Cavaleiros de Aço e explica que eles não são inúteis só porque desapareceram da série depois de três episódios. ISSO QUE É BROTHER!!!


Enfim, a treta de Ikki com Jaga é ÉPICA. O ponto alto do filme e a melhor razão para qualquer pessoa assisti-lo. De fato, recomendo a qualquer fã dos Cavaleiros que nunca o tenha feito, que dê uma chance ao filme de Éris assim que terminar de ler este artigo.

Ou... Talvez fosse melhor ter visto antes, já que agora eu enchi vocês de spoilers.

Bom, que se há de fazer?


Infelizmente, Jaga chuta Ikki nos ovários e o cavaleiro de Fênix é derrotado de forma fulminante.


Éris: Está vendo, queridinha? Seus cavaleiros não são páreo para os meus. Você foi derrotada.
Saori: Eu acho que não.
Éris: Como assim?
Saori: Meus cavaleiros jamais irão desistir, eles se erguerão quantas vezes forem necessárias e lutarão para me salvar. E sabe o que acontecerá ao fim deste dia, Éris?
Éris: O que? Me diga!
Saori: Eu continuarei sendo uma das personagens principais num dos Animes mais populares da década de 1980. E mesmo quando a série acabar, os fãs ao redor do mundo exigirão para que a Toei produza a animação da saga de Hades. Eu permanecerei viva e querida por pelo menos mais duas décadas e até farei uma cena de nu artístico no Prólogo do Céu. Quanto a você...
Éris: Pare...
Saori: Você será reduzida a uma coadjuvante de segunda categoria de As Aventuras de Billy & Mandy. Não vai passar de uma deusa cretina com uma falha nos dentes da frente, que sempre será feita de idiota por uma sociopata e um mongoloide...
Éris: Pare com isso...
Saori: E seus fãs? HA! Os únicos fãs que terá são os tarados, quarentões, gordos do 4Chan, que dedicarão as vidas a desenhá-la sendo comida por um moleque retardado de nariz imenso. Como se sente, Éris, ao saber que os únicos que a adorarão no futuro, o farão com mãos suadas, cheias de gordura de coxinha, enquanto a vêem tendo um poste enfiado no c...
Éris: EU MATO NÓS DUAS, SUA VACA!!! EU JURO POR ZEUS QUE MATO NÓS DUAS!!! JAGA, ESTOURA OS OVÁRIOS DESSE PÉGASO!!!


E Jaga assim o faz, comprovando de uma vez por todas que não entende picas de anatomia.


Após ter toda a terceira temporada de Lost apagada de sua mente com o chute de Jaga, Seiya desfalece. Parece que é realmente o fim dos cavaleiros de bronze.


Exceto que Ikki, mesmo com os ovários estourados, continua se arrastando desafiadoramente pelo chão. Jaga, incrédulo, pergunta ao cavaleiro de Fênix daonde ele tira tanta força.

E Ikki responde: Da amizade.

Sim, é aquele momento que ocorre pelo menos 857 vezes por episódio em Cavaleiros do Zodíaco. Quando todo mundo aporrinha o Seiya para que ele se lembre do poder da amizade e então tire forças da fraqueza para vencer o mal e afastar o temporal.


Shiryu: Seiya, levante. Não se entregue.


Hyoga: Seiya, não desista.

Shun: Seiya, somos todos cavaleiros de Atena.

Ikki: Nós nunca nos entregamos, não importa o perigo.

Barney Gumble: Não desista, Mary Poppins!

Ultraman: SCHWACH!!!

Snape: Menos cem pontos pra Grifinória.

Batman: Eu sou a vingança, eu sou a noite!

Arnold: GET TO THA CHOPPAH!!!


CHEEEEEEGA!!! SAI TODO MUNDO DA MINHA CABEÇA, CARALHO!!!


E ao manifestar um ódio que intimidaria ao próprio Raul Gil, Seiya consegue evocar a magnânima armadura de Kurumada.


DEUS EX MACHINA!!!


Éris não se intimida diante do novo poder de Seiya e manda beijinho no ombro pro recalque.


Como bom Thundercat que é, Jaga coloca-se na frente de Éris e diz a Seiya que para ele tocar em um só pentelho de sua deusa, terá de passar por cima dele primeiro.

Grande erro.


Seiya explode se cosmo e utiliza a lendária técnica do Golpe Milagroso que Resolve Todos os Conflitos da História de Uma Só Vez!!!


KRAKATUA!!!


Derrotado e desvirginado, Jaga aceita finalmente a superioridade e a nobreza de Seiya e lamenta que não possam ter lutado juntos pela justiça e pelo amor.

Qual o problema com os vilões de Cavaleiros, que sempre que estão a beira da morte reconhecem todas as virtudes de Seiya e dos demais e os cobrem de elogios?

Bom, que seja. Vamos acabar logo com isso.


Mesmo com a morte de todos os seus guerreiros, Éris ri até mijar nas calcinhas. Ela se gaba de que Seiya JAMAIS irá descobrir qual é seu ponto fraco, antes que a vida deixe o corpo de Atena.

Em seguida, ela faz um reflexo seu aparecer no Pomo da Discórdia.

E descobrimos que Éris não é mais inteligente que o cavaleiro de Pégaso. É isso que dá abandonar a escola aos treze anos pra brincar de panteão grego.


Agora que sabe o que deve atingir, Seiya saca o Arco de Kurumada e prepara-se para disparar a flecha da justiça.

Vamos lembrar que os cavaleiros eram proibídos POR ATENA de usarem armas. Somente o cavaleiro de Libra tinha autoridade da deusa de usar armas e providenciá-las para seus colegas, quando julgasse que eram necessárias em um combate.

Claro, essa regra não se aplica a quem vestir a armadura de Sagitário, porque é o signo do autor da história e por isso tem privilégios.

Sério, VÁ SE FODER MASAMI KURUMADA!!!


Sem delongas, Seiya atravessa o cérebro de Éris com uma flechada e sem querer, cria uma das cenas mais hardcore de toda a série.


A flecha também perfura o Pomo da Discórdia e para a exato um milímetro dos peitos da Saori.

Depois de todo o sufoco da Batalha das Doze casas, imagino o quanto de porrada os outros cavaleiros de bronze dariam no Seiya se ele varasse o coração de Atena com uma flecha.


Com a maçã de ouro destruída, Éris é tragada direto para As Aventuras de Billy & Mandy, de onde nunca deveria ter saído.


E sem a presença da deusa, o templo da discórdia começa a desmoronar, porque É CLARO QUE O TEMPLO IA DESMORONAR!


Seiya e Ikki lamentam, pois mesmo com todo seu poder, não puderam salvar Shiryu, Hyoga, Shun ou Ellie. Pior ainda, não puderam salvar Saori e precisarão arranjar emprego.

Ou dar entrada no Bolsa-Família. O que for mais rápido.

Eis que subitamente...


Saori e os demais aparecem completamente intactos dos escombros do templo. A deusa se libertou e protegeu a todos com seu cosmo divino, que poderia englobar o mundo se necessário.

Em outras palavras, ela podia DE VERDADE ter se soltado quando bem entendesse. e os últimos 45 minutos foram a maior perda de tempo deste lado da Grécia.

Piranha!


FIM!!!

Nota do Amer:


A seguir, um nobre debate sobre os Cavaleiros de Ouro.

Não, minha tara por Cavaleiros ainda não passou. Se não gostam, vão assistir Shurato!

Cheers!!!

73 comentários:

Jefferson M. disse...

Sempre achei muito triste mesmo que em CDZ Shun nunca lutasse e sempre fosse salvo por ikki, caraios ele é a porra de um cavaleiro de bronze e em nenhum dos filmes ele ganha uma luta ._.

Ian Dimas disse...

Excelente post Amer, ri demais! Espero que um dia fale sobre os outros filmes também, aposto que vai ser genial, haha =]

Avalanche Alvers disse...

Como o desing dessa bosta era legal...e o roteiro uma merda^^

Aliás....notaram que a porra da Deusa não fez discórdia nenhuma, né?

Bom....o filme do Lúcifer ainda é pior que isso.

Adan Ribeiro disse...

Gostei.

Marcio Cardoso disse...

Amer, tu se superou! Quase me caguei de tanto rir aqui no trabalho lendo essa matéria/resenha/zoeira sem limites HEAUAEHAUEHAUEAHUEAH
Sendo eu mais dos nascidos na maravilhosa década de 80, assisti esse OVA zilhões de vezes em VHS na minha infância. Saudosismo define.
Te amamos, Amerino! <3
Cheers!

Mauricio Augusto disse...

chorei de rir,com essa analise!
Valeu Amer pelo Post

j. disse...

um amigo de infância roubou esse filme de uma locadora e eu tenho ele em VHS e vejo até hoje. lol

Guilherme Filipe Pereira de Santana disse...

Muito louco esse filme eu nunca vi na locadora que tinha perto de casa só tinha o filme do lúcifer. O poder da amizade é um saco mesmo hahhahahahhaham

Matheus Allan disse...

O interessante é que os cavaleiros fantasmas apresentados no filme são cavaleiros de prata já mortos, por isso existem dois Orpheus, claro, mesmo que essa explicação não existisse, ainda tem o fato dos filmes não fazerem parte do plot principal.Prólogo do Céu era o único que iria ser canon e ainda era o que daria inicio a saga de Zeus... mas Kurumada quer dinheiro e dizer não a fãs mimimizentos significa perder os cascalhos, então a ideia foi removida e surgiu Next Dimension.

É engraçado ver também que os filmes do CDZ gostam muito de usar cavaleiros de athena mortos contra a própria Athena, igual o filme do Abel

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

só o Amer para fazer desse filme algo hilário!!!

e saudades dos Tempos que Cavaleiros era algo legal.

a série clássica é show!

Lost Canvas...legalzinha

Omega.....que o produtor desse anime seja estuprado pelo Nemesis e pelo Forest Whitaker. e sem KI

aguardando e que o Doutor Who te proteja dos Cybermens

Danilo Silva disse...

Ainda tenho o VHS desse filme junto com mais 3 action figures dos cavaleiros de ouro dos anos 90

Blogima disse...

"Golpe Milagroso que Resolve Todos os Conflitos da História de Uma Só Vez"... e esse é provavelmente o único golpe do Seiya que tem uma animação decente.

Vai ser mês de cabaleros? Oba!

Marcel disse...

Amer, estou te aplaudindo de pé. Impressionante como você conseguiu levantar vários pontos de discussão a respeito de Cavaleiros neste artigo sobre o OVA. :D

E falando nesses pontos:

- O Kurumada não é somente um péssimo roteirista. Como desenhista ele também deixa muito a desejar.

- Sobre os filmes sempre mostrarem o Shun como bucha de canhão, acho que o especial que mais respeita o personagem é justamente o Prólogo do Céu. Sim, o Ikki aparece para ajuda-lo na batalha, mas ao menos o inimigo só é derrotado pois os dois unem forças.

- A Toei sempre cagou para as idades reais do personagens. Prova disso é que em certo momento da batalha com os cavaleiros de prata, há uma cena em um episódio onde aparece o Hyoga dirigindo um automóvel com o Ikki no banco de passageiros.

- Essa regra dos cavaleiros não poderem usar armas é a maior balela do mundo. Além de Libra e Sagitário, as armaduras de Andrômeda, Hidra, Cerberus, Auriga e Lira também possuem armas.

Bem, de cabeça foram esses os pontos que eu lembrei.

Espero poder ter contribuído com a discussão. :D

Marcel disse...

Amer, uma pergunta: como é que você conseguiu capturar as imagens do filme com essa qualidade? Foi no braço (usando o pause nos momentos certos) ou você usou algum programa para isso?

Corto Blog Maltese disse...

Muito bom. Muito engraçado. A parte das idades não faz o menor sentido mesmo.

Jon_Hen disse...

mais um belo artigo Amer.....caralho eu morri de rir com essas "cantadas" do Hyoga....sera que funcionam msm???

Luis Filipe Schmidt disse...

Muito bom, menino Amer. Poste mais, porque minha tardes ficam mais ensolaradas com suas palavras.

Bruno He disse...

Nunca assisti a um episódio do Cavaleiros do Zodiaco, mas a mitologia da série eh tão popular q deu pra entender quase todo o artigo.

Grande post como sempre Amer.

Juliane Ivanow disse...

Eu já adorava esse filme, sua descrição dele fez ficar ainda melhor ahahaha.

E a luta do Ikki com o Jaga realmente é épica.

Azrael_I disse...

Ê, grande Amer, como sempre nos fornecendo doses cavalares de nostalgia (mais viciante que qualquer outra droga, exceto talvez nicotina, hehe). Qualquer um com mais de 20 anos com certeza se lembra desse período em que Cavaleiros foram febre aqui no Brasil (e obrigaram muitas mães a deixarem de assistir pelo menos uma maldita novela global ou mexicana para que nós os filhos pudéssemos ver nosso desenho favorito...). Assim sendo, como viciado em Cavaleiros que sou, peço licença da palavra para explicar alguns pontos:

- Cavaleiros sempre retratou o Bullying, muito antes sequer da definição dessa palavra se tornar popular no Brasil; não apenas nesse filme, mas em vários episódios, mostrava alguns dos cavaleiros ainda crianças sacaneando seus companheiros (e um dos que mais aprontava era justamente o Seiya, que vivia dando porrada nos mais fracos e sacaneando a Minu, além claro da Saori que humilhava todos; o castigo veio depois, Seiya sofria Bulliyng do Cassius e Saori dos outros deuses, hehe). O interessante é que nasceram poucas rivalidades reais dessas brigas; Akira e Makoto eram muito amigos (eles só brigam mesmo nesse filme), Ikki sempre defendia o irmão (desde criançaa... ô sina...) e o único caso de briga pós-pré-adolescência foi entre o Seiya e o Jabu, no começo da história.

- Não entendi se foi brincadeira do Amer, mas o Hyoga não jogou a melancia, ele teve que soltá-la para usar uma mão (mesmo para um cavaleiro com poder de destruir um carro, é difícil equilibrar três melancias com uma mão...). Mas pow, se era assim, por que ele não destruiu o carro com um chute? To achando que o Amer tem mesmo razão, foi pro carro derrapar...

- Não esqueça que o Shun, além de bom menino, é o favorito das garotas, como provou sua luta com o Jabu.

- Quanto à questão da idade, lembro que havia uma teoria que a história faria mais sentido se acrescentássemos 10 anos à idade de todos os personagens. Assim, nenhum dos cavaleiros realmente precisaria trabalhar (já que têm emprego vitalício como seguranças de uma patricinha) nem estudar (todos já teriam mais de vinte anos), todos poderiam beber álcool (episódio do primeiro retorno do Ikki), o Seiya poderia continuar morando sozinho (o único que não mora na mansão, aliás) e o Hyoga poderia dirigir sem problemas...claro, isso tornaria incoerente o Episódio G, onde o Garan proíbe o Aioria de beber vinho por ser menor de idade, mas tornaria coerente TODO o resto da série.

- Dos cavaleiros, Hyoga é o segundo que se deu pior com as garotas (provavelmente por nenhuma suportar o papo da mamãe dele), o pior é o Ikki, cujas garotas que chegam perto dele sempre vão parar rapidinho na cova...

- Quem fundou o orfanato foi alguém pior do que Mao Tsé-Tung: Mitsumasa Kido, que usou o orfanato para abrigar todos os seus cem filhos bastardos e depois enviar os pirralhos pra conseguirem as armaduras de Bronze ou morrerem tentando. Nem Mao faria uma atrocidade dessas! (pra ressaltar ainda mais a maldade do velho, ele deixou sua herança para a neta adotiva em vez de pra um de seus filhos biológicos condenados á morte e ao sofrimento)

- Acho que os japas perceberam sim a chegada do templo da Éris... mas devem ter confundido com um peido do Godzilla ou coisa assim. No Japão esse show de luzes é normal pelo menos uma vez por semana.

- A explicação de quem é a Saori, afinal, fica mais clara no mangá: ela é de fato a Athena mitológica, encarnada em um corpo próprio a cada duzentos anos (parece que em CDZ os deuses também têm ciclo de vida, embora aparentemente suas almas não morram), ao contrário de Poseidon que prefere encarnar em um corpo humano muito provavelmente para manter seu corpo divino em segurança. Hades faz a mesma coisa: ele mantém seu corpo verdadeiro escondido nos Campos Elísios e envia seu espírito à Terra para encarnar num humano (nesta geração, foi no Shun). Se Poseidon tem um corpo verdadeiro ou se o vaso de Athena impede que ele gere ou acesse o corpo, nunca foi explicado.

Azrael_I disse...

- Além disso, no mangá, Saori descobre que é a Athena muito mais cedo: Mitsumasa Kido conta pra ela em seu leito de morte, quando os Cavaleiros de Bronze estão treinando. É a partir daí que ela procura corrigir sua atitude (coisa que só acontece bem depois no mangá, na mini-saga da Jisty e os Cavaleiros Fantasmas que não são da Éris). Diferente do anime, também, Seiya e os demais no começo SE RECUSAM a serví-la, mesmo ela dizendo que é Athena! Só quando ela é sequestrada pelo Jamian que começam...

- Por outro lado, na primeira vez que vi eu não tinha entendido essa história de ela mudar de roupa... santa inocência de criança, que não me fez imaginar as segundas intenções da Éris... pelo menos o erro da Éris avisar os Cavaleiros onde elas estavam em vez de roubar o poder da Athena em segredo eu notei, desde a primeira vez. Fazer o que, se fosse assim não teríamos lutas né?

- Quanto aos Cavaleiros da Éris, todos são Cavaleiros de Prata ressuscitados (por isso que aparece o Maya usando a armadura de Sagitta, e não o Tremi).

- Sem comentários para a questão do filme ser um "entre-sagas" de cavaleiros, acho que foi o primeiro filler que assisti na vida (errado, tem os da Jisty, os do Dócrates...); o mais engraçado é que na série tem uma pequena cena desse filme: o segundo episódio da luta de Shiryu contra Máscara da Morte começa com uma recapitulação de toda a série, e uma das cenas mostra o Ikki literalmente "batendo asas"; essa cena acontece quando ele se livra do golpe do Orfeu. Nunca tinha entendido de que episódio era essa cena até ver o filme.

- Também nao sei se foi piada, mas o Seiya notou a flecha (tanto que a quebra),e comenta que nem estava doendo.

- Eu nem achei tão estranho assim a Saori não se livrar da porcaria do Pomo; o mais estranho foi que uma deusa mais fraca, sem poder e sem corpo conseguiu NOCAUTEÁ-LA.

- Verdade a respeito do Shun (exceto de que o Seiya, graças ao protagonismo, ainda é o mais poderoso...). Ele realmente começou como o Cavaleiro de Bronze mais poderoso, mas devido à sua postura pacifista não se desenvolveu no mesmo ritmo que os outros e demorou para mostrar seus poderes. No filme seguinte (o do Durval), ele consegue derrotar um oponente, mas em todos os outros ele não faz nada que preste, está ali só para enaltecer o Ikki (que, aliás, nem precisava disso para mostrar que é fodão).

- Por falar em Ikki, acho que ele não é o amigo legalzão quebra-galho, ele está mais pro tiozão que diz "deixa de frescura e manda ver, moleque! Ou então vá à merda e desista de uma vez e saia do meu caminho". Tipo o Vegeta.

- Azar do Jaga ter acertado na cabeça do Seiya; afinal, como ele iria imaginar que ali é o ponto mais calejado do Cavaleiro de Pégaso? Não sério, em quase TODAS as lutas do Seiya vem um que resolve usar a cabeça dele como saco de pancada ou carpete pra limpar os pés: a Shina tentou, o Shiryu, o Misty, o Mouses, o Jamian, o Aldebaran, o Aioria (esse, MUITAS vezes), o Milo, o Saga (mais vezes do que quase todos os outros) e fora muitos outros... às vezes o próprio Seiya bate com a cabeça (como quando usou para quebrar o Pilar principal do Poseidon). Ele dá um novo sentido à expressão Cabeça-Dura...

- Não é só em Cavaleiros que tem essa história do "Poder que vem da Amizade", isso é muito comum em animes e seriados japoneses, principalmente nos Super Sentai (como aliás, você destacou algumas vezes aqui no Blog). Mas tá, em CDZ isso acontece com mais frequência...

- Vai ver, essa história dos vilões reconhecerem a superioridade do Seiya vem daquela filosofia do Máscara da Morte, que "os vencedores determinam a Justiça". Tô achando que essa é a filosofia do próprio Kurumada, falando através de um de seus mais odiosos personagens só pra se fingir de bonzinho e fazer os fãs pensarem que o "titio Kururu" nunca diria uma coisa dessas por ser bonzinho demais...


Enfim, valeu pelo post, Amer! Aguardando ansioso o post dos Cavaleiros de Ouro!

Camorel disse...

Amer; Cruzeiro-do-Sul? O Shin não ficou bravo por essa afronta. Ele traiu o melhor amigo por menos; e qual seria o resultado se o senhor Você-Já-Estar-Morto aparecesse nessa esbornia.

Rafael M. disse...

Oba!! Primeiro post do ano e já começou bem!

Shurato é legal. Eu não me lembro de quase nada mas tenho certeza que gostaria ainda hoje.

Eu tinha uma coleção de Samurai Warriors. E nesses plágios de CDZ, quase nasceu uma categoria nova de mangá. Sabe, existem vários estilos de mangá... shonen, shoujo, seinen, hentai...
Só faltava a categoria dos heróis de armadura.

É... eu viajei.

lilycarroll disse...

Obrigada por me fornecer o argumento definitivo para as brigas q sempre acontecem quando digo que o Shun é o meu cavaleiro favorito!

Vitor Vallombroso disse...

Valeu Amer! Adoro cavaleiros, e esse filme á uma verdadeira pérola. Realmente, o Kurumada é um filho da puta, tem perosnagens fodas, mas não os desenvolve e deia sempre a mesma formula batida. Custava a porra do Ikki derrotar o Jaga? Ninguém ia desmerecer o Seyia mais o que ja desmerece, caralho! Nego nunca vai aprender que personagem John Cena tem prazo de validade.

Outra coisa, sobre o Shun, semrpe tive uma teoria dele ser um personagem inspirado em Jesus. Sabe, ele pode matar todos com um pé nas costas, mas prefere ficar ando a outra face até não poder mais, nesse eterno sacrificio.

E o cara que falou que canvas é elgalzinho: VAI SE FODER JUNTO COM O CRIADOR DE OMEGA. Com mil caralhos, canvas é a melhor coisa que ja aconteceu com CDZ. Alguém que sabe fazer um roteiro e dar destaque a todos os personagens resolveu fazer uma saga para respeitarmos os cavaleiros de ouro, com suas perosnalidades e histórias próprias. E um protagonista de pegaso que é foda, mas não um pé no saco que sempre vence com esse mimimi de amizade.

E só para não perder o costume, VÁ SE FODER TOEI.

Era só. Me sinto mais leve. Se possivel, faz um do durval, de longe o pior filme da série.

Fate Averruncus disse...

Viadagens de lado, a parte do Ikki foi a mais foda, HUSAHSUHUSHUSUSHASHASUSSAHUAHSUUAHSHUSUSUSHUSHAHUSAUHASAHUSAHUSUHASHUASHUSAHUAS,Hããã, digo... Pega eles, Ikki! KKKK

Fate Averruncus disse...

Nunca mais vou conseguir levar esse filme a sério, bons tempos de assistir com a VHS ali da locadora, KKKKKKKKKK, mas a capa do Jaga/Jager (se não me engano era caçador que significava, mas o fator cômico da pronuncia ser EXATAMENTE Jaga NUNCA MAIS me permitirá pensar nisso, KKK) com a piada do lençol foi lendária AUSHHAUSAHUSHUAS Quem disse que o Seiya é invencível? Uma flechada no bucho + lençol no varal = Seiya OWNADO. KKKK

Juninho! disse...

Quer me matar de tanto rir por acaso, Amer?

Eu ri de praticamente tudo, os diálogos estão super fodas mas a melhor parte foi....

CALA A BOCA SEU TRAVESTI DA PUTA QUE PARIU!

Meu, eu ri tão alto que assustei quem tava do meu lado.

Mas isso não vem ao caso, só espero que faça de todos so longas da série porque eu quero rir dobrado. Afinal eles não são grande coisa mesmo, então que você se encarregue de dar uma utilidade cômica pra essas abominações.

Cheers!

Jonathan Ribeiro disse...

Excelente e hilário artigo como sempre.
E essa questão da idade dos Cavaleiros sempre me incomodou,como diabos o Ikki tem só 15 anos?
Ele parece ter uns 20 no mínimo,mas isso deve ser coisa de Animes,lembro que no Street Fighter Victory Ryu e Ken tinham 17 e a Chun-Li 15 e eles pareciam ser mais velhos que isso.

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

Vitor Nervoso qualquer coisa: vá ser violado pelo demônio, seu fanvoy da porra! qual é o seu problema além de falta de miolos na cabeça?

e não só eu penso assim. a não ser que tu seja muito novo e não viu bem que a série clássica, apesar dos furos é melhor. e a Lost Canvas achei só legal mesmo, e daí? repetir uma saga que já fora feita? e logo da Hades que não gostei.

e aquele papo de Tenma ser o Seiya e os outros cavaleiros também num futuro achei mó bola fora.

e o Omega, além do Traço ser quase essa moda Moe de hoje em dia, os que os jovens lá vestem nem são armaduras. parecem roupas costuradas, se for assim, qualquer Cosplayer pode ser cavaleiro?

e vá se foder de novo, pois não ofendi ninguém aqui, oras

Galomortalbr disse...

Amer voce diz ter muito interese em animes ruims como genocyber e apocalse zero,acharia foda se tu falase de animes merda atuais,como voce fez com High School of The Dead achei muito engraçado,se animes hojem em dia que faz esses ai parecer obras primas de tao cliche e cuatos

vou so listar alguns(sao merda pessada)

Lista:

Kanakon

Haiyore! Nyaruko-san


Baka to Test

High School DXD


e um anime muito foda que tu vai gostar pa caralho


Detroi Metal City

esse ultimo e foda demais

Rafael M. disse...

Olha, Amer aqui no Rio existem várias escolas perto de rodovias movimentadas. Não são todas, claro mas têm.

O Chiriu adora ficar sem armadura. Acho que ele fica esperando alquém quebrar aquilo só pra mostrar a carta na manga... O PEITORAL DEPILADO DO DRAGÃO.

Não entendo porque Masami Kuramada trocou os capacetes dos cavaleiros de bronze por tiaras.
Ta bom, não ficou mal, deu uma incrementada no visual e tal mas POW, SEGURANÇA PRIMEIRO NÉ MEU FILHO!!

E o mestre ancião que fica jovem, alto e muda até a tonalidade da pele pra entrar na armadura de libra. É isso que te espera, Chiriu. Quero ver se alguem vai querer ver você sem camisa com a pele roxa e pelancuda.

Vitor Rezende Viana disse...

Leandro, você vem querer defender uma saga cheia de furos, com animação e traços ruins e dezenas de personagens mal aproveitados e eu sou o fanboy?
E se quer dizer que alguém não tem miolos, favor não confundir Canvas e Next DImension.

Giovanni disse...

Grande Amer!

Excelente post como sempre! e isso me lembra muito meus primeiros anos em que a TV Manchete ainda existia e eu acompanhava minha irmã assistindo CDZ.

E pra falar a verdade, quando criança meu cavaleiro preferido era o Shun! Digo, enquanto os outros tinham que trocar socos e pontapés contra os vilões, o cara usava a porra de uma corrente que podia controlar a vontade! ERA MUITO PICA!! E só depois de alguns anos eu comecei a perceber o quão "afeminado" era o rapaz, mas considerando que eu comecei a assistir quando eu tinha uns 3-4 anos e hoje possuo uma relação saudável com minha namorada e outras garotas, acho q correu tudo bem.....

MAS ENFIM!
Estou esperando ansiosamente pelo próximo magnífico post!
Allons-y!!

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

Vitor, foi você que me ofendeu primeiro lembra? e eu falei que Tenma não vai ser o Seiya no futuro? reincarnado e tals? seria válido se fosse APENAS só ele. mas não, os cavaleiros de Ouro, Prata e Bronze também. falta de criatividade, por que não fazer novos cavaleiros de ouro e com golpes diferentes? eu pensaria em várias possibildades.

e o que tem de dizer que é "Legal" ou por acaso legal hoje em dia é xingamento para alguma coisa? o que me lembra...

"AH, QUE DELÍCIA CARA!!"

maldito pai de familia, graças a ele, nunca mais vou usar a palavra "delícia" de novo.


Vitor Rezende Viana disse...

Leandro, não reclamei de você me xingar, estou dizendo que seus comentarios não te dão moral. E se esse é o grande problema de canvas, pqp, hein. Para de caçar defeito para justificar seu fanboysmo. Não legal não é ofensa, mas alémd e legalzinho soar perjrativo, acho injusto com a série. O Kiki é legalzinho, o Ikki precisa ser no minimo foda, entende?

Vitor Rezende Viana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vitor Rezende Viana disse...

Leandro, não reclamei de você me xingar, estou dizendo que seus comentarios não te dão moral. E se esse é o grande problema de canvas, pqp, hein. Para de caçar defeito para justificar seu fanboysmo. Não legal não é ofensa, mas alémd e legalzinho soar perjrativo, acho injusto com a série. O Kiki é legalzinho, o Ikki precisa ser no minimo foda, entende?

Azrael_I disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Azrael_I disse...

Rafael M., a culpa não foi exatamente do Kurumada e sim do Shingo Araki (Character Designer do anime dos Cavaleiros; rest in peace); no mangá os capacetes nunca existiram, todas as armaduras dos Cavaleiros de Bronze (e também a de Ouro de Capricórnio) só tinham tiaras como proteção para a cabeça. No mangá, aliás, as armaduras de Bronze protegem menos ainda: só os braços, os joelhos (não tem aquelas botas, só joelheiras)os braços, parte do peito e das costas, o cinto e as tiaras. Para o anime, Shingo Araki decidiu fazer armaduras que chamassem mais a atenção e parecessem proteger mais (com aqueles capacetes fechados); entretanto, a partir da segunda fase (Asgard em diante) ele decidiu explorar o design original do mangá, com armaduras mais leves (provavelmente só para a Toei Animation ter motivo para vender mais bonequinhos dos mesmos personagens...).


E pessoal que tá brigando, se não conseguem chegar a um consenso, pq não brigam em outro lugar em vez de ficarem faltando com o respeito com todo mundo aqui?

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

Vitor, fanboy eu não sou. eu nem sou Otaku. tenho pavor dessa raça e animes me dão um medo desgraçado e nojo. ah, antes disso...

VÁ SE FODER OH GREAT!!!

VÁ SE FODER KENTARO MIURA!!!

VÁ SE FODER O CARA QUE FEZ O SPIN OFF DE HOKUTO NO KEN BASEADO NO REI.....!!

E QUE O GO NAGAI VÁ PRA O DIABO QUE O CARREGUE!!!

ufa, estava com isso entalado a tempos, enfim...vou ser justo. se comparar a saga clássica com a Lost Canvas EM MANGÁ...Tenma e seus amigos levam a melhor, sem duvidas. mas também relevar algo feito nos anos 80 com algo feito em 2000 e pouco é sacanagem.

agora em ANIMAÇÃO, me desculpe. mas acho a série clássica leva nesse quesito, Lost Canvas me lembra essa moda Moe (fazer o anime ficar bunitim e fofim....sabe?) que infesta os animes hoje em dia e se quer comparar, veja saga a Saga de Hades de Seiya e sua turma.e muitos que conheço me confirmam isso. talvez eu poderia gostar mais se fizessem uma saga diferente. pombas!! tem tantos Deuses Gregos malignos, por que o Kuramada não pensou nisso? a Saga de Hades não gostei em ambas as séries. é minha opinião

mas a Yuzuhira de Garça (TOIM!!)....hmmm, compensa assistir. hehe

mas voltando ao assunto...eu pensaria em alguns nomes de Deuses...mas não sou fã de Deus da Guerra.

ao menos concordamos que Omega é um balde de porra mal cozida...certo?

Rafael M. disse...

Valeu pela informação, Azrael. É por isso que eu tenho um mangá da boa editora panini em que eles estão enfrentando os cavaleiros de ouro com essas armaduras.

Vitor Rezende Viana disse...

Sim, concordamos. E olha que eu tentei gostar de omega, fui até o 14º episódio, mas não da. É muito mimimi o anime.


É, talvez eu tenha me equivocado. A verdade é que a série de Hades para mim, no classico, foi um pé no saco porque ja estava cansado da repetição do anime/manga. Meu deus, semrpe a mesma coisa. E quando vi canvas me encantei, por ver que, picas, praticamente todos os personagens tinham suas histórias detalhadas. E mais ainda, Ele eram importantes!

Mas tudo bem, no fim é uma questão do que você valoriza mais e o que eu valorizo. Embora eu continue achando uma ofensa pessoal canvas ser apenax legalzinho, hehe (:

Rafael M. disse...

Desculpem pela gafe, mas cdz é da JBC. Tava com preguiça de procurar o bendito mangá.

Matheus Allan disse...

"Vá se foder Keitaro Miura"? Qual é a tua moleque?
Ei Vitor, sabe o que curti na saga de Hades? A parte do Santuário, Kurumada é um lixo pra fazer boas historias, mas em Santuario, foi tudo orquestrado muito bem, mesmo qualquer um sabendo que os cavaleiros de ouro que estavam lá como espectros eram totalmente leais a Athena, eles escondiam isso tão bem que as vezes levava a pensar que estavam mesmo traindo Athena.
Isso sem contar o que acontece logo depois, cavaleiros de ouro contra cavaleiros de ouro, a luta do Shaka contra o trio é simplesmente foda, e o desfecho desse "miniarco" é muito surpreendente.
As vezes penso que se Saga do Inferno desse mais destaque aos cavaleiros de ouro que sobraram, igual o Kanon, ela seria muito mais divertida, até hoje eu não vi um cavaleiro de ouro sequer dependendo do "Poder da amizade" que tanto enche o saco.

Lyons Kamau disse...

madre de dios....coisas que não percebemos quando eramos piralhos...
mas eu sempre achei que o cavaleiro de flecha era o carinha das doze casas que tinha morrido e virado cavaleiro fantasma...hauahaha
No mais mais um artigo, sr Amer...fico feliz de ler mais um e aguardo os próximos com ansiedade

Leo disse...

Nossa, um artigo de CDZ aqui...uhuuu
Me amarro em todos os artigos, morro de rir, mas to com medo agora de ler o quanto o Amer vai esculachar meu desenho preferido de infância. hehe

Marcelogan disse...

Show de bola Amer, excelente trabalho. Também criei um blog, o El saco de las risadas. Dê uma passadinha porlá. Valeu!!!!

Marcelogan disse...

Show de bola Amer, excelente trabalho. Também criei um blog, o El saco de las risadas. Dê uma passadinha porlá. Valeu!!!!

Rafael Uchida disse...

Nostálgico e muito engraçado como sempre, Amer.
As lembranças de quando fui ao cinema ver o Filme do Abel voltaram (acho que o único filme dos CDZ que me lembro ter chegado aos cinemas). Esse se não me engano fez muito sucesso na época do VHS.
É isso. Aquela passada diária por aqui continua firme.
Grande abraço, amigo.

Diogo Batista disse...

Eu nunca fui grande fã desse filme da Éris, mas vendo pela sua perspectiva, ele subiu alguns degraus, hahahaha!

Muito bom otexto Amer ^^

Luis Paulo S.M disse...

Amer, você com certeza é um dos melhores blogueiros de todos os tempos, e deveria ganhar um programa na Internet!! (pois a TV brasileira anda uma merda hoje em dia)

Por isso, dedico a você estes dois posts que escrevi:

http://luispsm.blogspot.com.br/2014/01/dez-motivos-para-assistir-transformers.html

Transformers Prime: a série definitiva da franquia

http://luispsm.blogspot.com.br/2013/09/dez-motivos-para-assistir-my-little.html

My Little Pony: a melhor série animada da atualidade.

E lhe peço que faça um artigo chamado "Doze motivos para assistir Ultimate Spider Man", a recente série animada do Homem Aranha e que por sinal, é muito boa!!

Carlos Balbino disse...

Muito bom, Amer!

Sempre que vejo CDZ me lembro de bandas de Hard Rock dos anos 80, como o Motley Crue ou o Guns n Roses. Alias, o Hyoga pra mim, é a encarnação animada do Duff Mckagan do Guns.
Agora faço uma pergunta aos manjadores:
Existe alguma luta em que o Shiryu não termine semi pelado? Todas as lutas (que eu me lembro), ele termina sem parte da armadura.

SH disse...

"MANDEI CALAR A BOCA, FILHO DE UMA PROSTITUTA BABILÔNICA!!!"

HUAEHAUEHUAHEUAHEUAHEUAHEUH

Eu acho esse filme chato demais, quase tanto quanto o filme do Durval, mas senti vontade de assistir pra rir agora que li esse texto.

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

"Agora faço uma pergunta aos manjadores:
Existe alguma luta em que o Shiryu não termine semi pelado? Todas as lutas (que eu me lembro), ele termina sem parte da armadura."

rapaz....agora tu me pegou. me pergunto...ah sei, tem aquela do Lobo do Norte/Fenrir, na fase Asgard lembra?

ao menos a armadura AINDA estava nele quando caiu do precipio. já no resto da saga...não sei dizer

nicholas disse...

"Existe alguma luta em que o Shiryu não termine semi pelado? Todas as lutas (que eu me lembro), ele termina sem parte da armadura. "

pior que na saga de hades ele termina as lutas sem ficar semi pelado, até na hora que destruíram a armadura dele, ele ficou com a camisa xD

Vinix disse...

Sobre o caso da Saori e do Julian Solo. É meio diferente...
Se não me engano existem duas maneiras de um deus se manifestar em Saint Seiya.(Além de usar o corpo original)

Com um recipiente, como Julian Solo é para Poseidon e Shun é para Hades.

Ou por meio de reencarnação que é o caso da Saori. Ela meio que não é um "recipiente" de Atena, e sim a própria Atena reencarnada. No inicio de vida ela não tem nenhuma memoria ou traços de personalidade da deusa(O que é natural, quando você reencarna você não tem lembranças da sua vida passada) mas quando ela "desperta" como Atena, ela apenas se lembra de quem ela realmente é.

Há! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Germano Pilar Ribeiro disse...

Eae Amer, tudo certo? Cara, você nunca mais vai escrever no gameblog?
Não sei se tu já se pronunciou a respeito (se já eu não devo ter visto :p)... valeu ai!!

Carlos Balbino disse...

Inspirado por seu post, fiz este desenho do Hyoga que seria uma ideia de "como seriam os personagens de Mangá se fosse feito pelos ocidentais". Fiz num estilo HQ Americano;

http://edubalbino.deviantart.com/art/Hyoga-de-Cisne-Cavaleiros-do-Zodiaco-Saint-Seyia-431985222?ga_submit_new=10%253A1391612622

denyscry disse...

cara seu blog e o ti mo ate que enfim alguen gue entende minha ligua

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

Densycry.....o que foi que tu falou? num intendi nada fi

Nanoverso disse...

Caro companheiro blogueiro,

Estou desenvolvendo personalizações de imagens de cabeçalho pra blogs, você gostaria de participar ganhando um header personalizado pra suas publicações ?
Não cobro em grana, somente peço que coloque um link para o meu blog na barra lateral do seu, pra ajudar divulgar meu trabalho.

Visite meu blog para ver se algum modelo pronto te interessa, ou solicite uma personalização !

Grato,

Banner Header Nanoverso

Vitor Vallombroso disse...

Germano, na falta de resposta do Amer respondo eu. Ele disse que tentará atualizar este blog com mais frequência, enquanto puder. Que infelizmente atualmente não consegue manter ambos.

Karen Soarele disse...

Kkkkkkkkkkkkkkkk, muito bom!

Dan Max disse...

Ha, senhor Amer. Duplo Ha para você!

Como ousa malhar dessa pelicula incostestavel? xD

Cara, muito bom os textos da vossa pessoa. São os textos que eu mais me divirto.

Não suma por muito tempo men. Surfar na rede mundial de computadores não é a mesma coisa sem o blog do amer.

Hikari disse...

Pô, Amer, devia fazer um post sobre Shurato!

Maria Rafaela disse...

Eu gosto do seya!
Sobre esse filme da eris eu não gostei muito na época que assiste achei muito corrido e pouco desenvolvido achei o filme do Durval
mais interessante, mas o que eu gostei de filme foi o clima meio sombrio com aqueles cavaleiros fantasma ressuscitando.

ChocHolic disse...

Cool I just got a free Minecraft gift code at http://freeminecraftgiftcode.net

William P. G. Ferreira disse...

Amer, obrigado por mostrar que não estou sozinho na defesa do Shun. Sempre defendi que ele era o mais forte e o engraçado é que foi exatamente pelo mesmo motivo que você disse, ele derrotou um CDZ de Ouro sozinho e sem frescura (só um pouco). Sem falar aquela vez que ele derrotou o Sorento (épico no mangá).

Obrigado de coração.

Ah, chupa pq sou de Sagitário!

taisa Xavier disse...

não gosto de cavaleiros, mas adorei sua versão da historia muito boa mesmo

parabens

Sr. L disse...

A menina de rosa, na foto logo acima do chilique feminino diante do Shiryu sem camisa. Só digo isso.

Ad disse...

Que mensagem mais prolixa. Parece coisa de bicha. Se bem que tem gay que é Muhammed tentando camuflar Allah meu bom Allah.