domingo, 26 de agosto de 2007

Cadillacs and Dinosaurs: O único game onde se pode bater num tiranossauro!


C&D é um excelente beat'em up lançado para arcades pela Capcom em 1993 e que era baseado em uma série de quadrinhos de mesmo nome.

Não conheço o quadrinho portanto não posso falar dele, mas acredito que devia ser muito popular, uma vez que serviu de inspiração para uma série animada além deste game e um outro de Sega CD.

A série animada passou no Band Kids na época que o programa estreou. Quem assistiu pode se lembrar que era uma diarréia gigantesca em jato e com pedaços de milho boiando nela.

Enfim, o game é um dos melhores beat'em ups de sua geração: Os gráficos eram ótimos, o controle era preciso, a dificuldade era alta mas não do tipo que causa derrames e como era de praxe na época, havia uma boa variedade entre os personagens a nossa disposição.



Jack Tenrec era o personagem equilibrado ao estilo Cody e sua característica mais marcante era sua incrível cara de ressaca.

Hannah Dundee era a obrigatória personagem gostosa com peitos imensos e um decote igualmente imenso, que todos usávamos simplesmente por que ela estimulava nossos feromônios.

Mas jogando hoje em dia é perceptível que ela é um dos melhores senão a melhor entre os quatro personagens, o que mostra um dos primeiros casos dos games onde a mulher é mais capacitada que os homens mas só é escolhida pelos seus atributos físicos...me sinto tão machista neste momento...

Mustapha Cairo tem esse nome para deixar bem claro que ele é árabe, egípcio e possivelmente muçulmano.

Normalmente, quando um beat'em up tem mais de três personagens, um deles se torna aquele que ninguém joga, pois simplesmente duplica as habilidades de um dos outros três. No caso de Mustapha, ele era o personagem ágil, mas tinhamos Hannah que era o segundo personagem com tal atributo e que era muito melhor no uso de itens do que ele (entenda-se: as armas tinham mais munição e as comidas restauravam mais energia) o que deveria torná-lo obsoleto.

O caso é que MUITA gente jogava com ele por causa de sua voadora, que causava tanto dano nos inimigos que eu tenho certeza que deve ter sido um erro de programação. Essa patada atômica foi o único motivo para que ele não se tornasse o personagem esquecido do game.

E finalmente temos Mess O'Bradovich, que parece o Tonho da Lua depois de ter se submetido a uma rigorosa dieta de carboidratos e proteínas, que é o típico personagem pedreiro que anda devagar, bate feito um caminhão e que quase ninguém escolhia.


C&D seguia a fórmula tradicional dos Beat'em ups, o que significa: Ande, bata em tudo, continue andando, coma coisas que encontrar pela rua e quando chegar no chefe enfie a porrada nele e lhe ensine o sabor da justiça ou vingança, dependendo do tema do game.

A história deste game deriva do quadrinho, onde aparentemente aconteceu um cataclisma no mundo e os dinossauros voltaram a reinar. Os humanos vivem em certa harmonia com os grandalhões, mas existem caçadores que descobriram que pele de velociraptor vale mais que a de chinchila e resolvem descolar grana fácil pegando os dinos. O papel dos heróis é evitar que isso aconteça, enfiando porrada em todo cartel de caçadores até que não sobre mais nenhum, meio que agindo como um Green Peace com big cojones!!!

Sim, parece um outro game sobre o qual já escrevi.

Alias, com C&D e Growl, são dois games que eu analiso e que seguem a mesma temática, o que me faz imaginar que talvez o Green Peace real devesse usar mais da força física pra proteger as espécies ameaçadas.

Quem assistiu o DVD dos Supremos viu Thor usando de força quase letal contra caçadores de baleia e sabe que funcionou! Acho que era hora do Green Peace começar a usar lança foguetes para explodir caçadores, especialmente se forem mulheres de tailleur!


Uma das coisas mais legais do game é a presença de dinossauros pelo cenário.

Aqui se encontra de tudo um pouco: Triceratops, velociraptors, uns dinos que eu não faço idéia do que sejam e meu favorito: um tiranossauro (que inicialmente aparece dormindo, com enormes "Z" sobre sua cabeça)

O melhor é que dá pra acalmar os bichões enfiando a porrada neles.

Sim, acalmar! Pois como membro de um Green Peace über violento, você logicamente só pode matar humanos e nunca animais.

Todos os dinos aparecem laranjas como os triceratops da foto, o que indica que eles estão muito putos. Depois de uma boa dose de punhos na cara, os bichões voltam a cor normal e vão embora.


C&D também tem em comum com Growl o uso de armas de fogo, algo que poucos games do estilo tinham.

Na verdade, agora que penso a respeito, um monte de beat'em ups nos dava armas de fogo para usar: Punisher, Captain Commando, Alien vs Predator e tenho certeza que há mais dos quais não estou me lembrando agora.

Após esta conclusão, percebo que usei um parágrafo inteiro para falar de nada, então vou apenas frisar o fato de que em C&D as armas tinham suas próprias onomatopéias e que Hannah era realmente gostosa.



Ah sim, haviam trechos motorizados no game, em que dirigiamos um Cadillac (o que dava sentido ao nome do jogo) e que era preciso atropelar o maior número de inimigos possível antes que o carro fosse pro saco.

Novamente podemos ver o uso de violência excessiva e totalmente justificada na defesa dos dinos...o que me faz pensar se os bichos eram incapazes de se defender sozinhos.

Cacete! Todos vimos Jurassic Park e o trabalho que os heróis tiveram com UM velociraptor! Como os vilões do game podiam capturar uma manada inteira deles eu não faço idéia! Usando ratoeiras talvez?

Mas por que picas eu estou divagando? É um beat'em up! Não precisa fazer sentido, só precisa me dar um motivo para pressionar o botão de ataque três mil vezes em menos de uma hora!

Caraio, jogar muito rpg tá me fazendo mal.



Bom, como era moda na época, os chefes eram uma coisa absurda e que causavam muito mais dano em nós do que nós neles, embora verdade seja dita, C&D não era um dos games mais difíceis do gênero, sendo bem mais generoso com os itens de energia e armas do que Final Fight, Undercover Cops ou Metamorphic Fighters por exemplo.

Sim, eu sei que você nunca ouviu falar de Metamorphic Fighters, mencionei de propósito.

Apesar de ser um dos melhores games no estilo, C&D nunca foi lançado pra nenhum console doméstico. Nem Super Nes nem Mega Drive nem nada, tampouco apareceu nas coletâneas que a Capcom lançou recentemente para PS2 e Xbox, o que é uma pena.

Mas felizmente existem os emuladores! Deus os abençoe!

Só pra finalizar, eu disse no início que C&D foi lançado pra Sega CD em 1994, mas não é uma conversão do arcade e muito menos um beat'em up:



É uma merda imensa, nojenta, grotesca, do tipo que espirra na privada, suja a bunda inteira e que não deve ser jogada por ninguém que tenha um mínimo de bom senso ou bom gosto!

Enfim, se você curte enfiar a porrada de forma exagerada e despreocupada, C&D é um dos melhores títulos do gênero e eu lhe ordeno que vá jogar agora!

Socar triceratops com uma tetuda nunca perde a graça!

Cheers!!!

8 comentários:

Ian disse...

Porra, pode crer, C&D é mto bom =]
Ainda é um dos meus Beat em up preferidos =D

Fabiano disse...

Fala, cara!
Nossa, C&D... eu tinha até me esquecido disso!
Quanto às personagens femininas, além de estimularem os ferormônios, elas tem outra qualidade: elas são ÁGEIS!
E DÁ-LHE CHUN-LI!
Abraço!

anderson disse...

Só não concordo quanto ao shadow, eu fecho sem morrer com qualquer personagem, porque o jogo é de porrada mas tambem tem estratégia.Quando eumorro eu começe do zero porque continuar esse jogo pra mim perde a graça.

frankcastiglione disse...

Ótimo post!

Recebi a indicação dele de um amigo que me enviou por e-mail.

Considero este o melhor jogo do gênero. Joguei muito no fliperama, é uma pena que não tenha saído para nenhum console.

Não sei se você já conhece, mas tem um podcast de games chamado Nowloading, onde fizeram um especial sobre Beat'em Up e adivinha qual foi escolhido como melhor jogo?

Se quiser conferir, segue o link:

http://www.nowloading.com.br/round-53

cpazuos disse...

Eu gostava de jogar esse jogo quando era pequeno, na verdade eu não gostava de jogar com agarota puramente pq eu sabia, na época, que eu nunca iria ganhar o jogo e não gostava de perder com a garota, não entenda que sou marxista sei que ela era boa mas eu não me considerava digno de conduzi-la até a vitoria na época.

e me lembro que onde eu morava a maioria dos caras que eu via jogar era sempre com o Mustafar e eu tbm jogava mais com ele. que na minha opinião era o com o visual mais maneiro e eu mi via como sendo ele.

Eu só vim a zerar esse jogo depois de muitos anos e só por causa que um primo meu tinha uma lanchonete e tinha alguns flipes e entre eles estava C&D e durante um tempo que eu estive em Itaguai eu tirei um dia só para zera esse jogo e como o dono do fliper era meu prime gatei todas as fichas que tive direito. e outro jogo que cheguei a zera graças a isso foi o Tekken (não lembro qual deles agora).

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

eu só ia com o tonho da Lua. massacrava pra caralho com ele

Davi Brito disse...

Tem como baixar ?

Davi Brito disse...

Tem como baixar ?