quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Mês das Festas: O Especial de Natal dos Gokaiger


Olá, queridos! Como estão? Todos bem e fora da cadeia? Excelente, fico satisfeito por aqueles dentre vocês que se mantiveram puros, castos e fora do alcance de Satanás.

E sejam bem vindos então a mais um MÊS DAS FESTAS!!! HOORAY!!!

Para aqueles que são novos leitores (e eu espero ainda estar conseguindo novos leitores) e não fazem ideia do que eu estou falando, costumo utilizar o mês de Dezembro para escrever unicamente sobre coisas natalinas. Amo as festas de fim de ano e algumas de minhas lembranças mais legais de infância remetem a este período, como deve acontecer com muitos de vocês. Assim, uso esta época para relembrar de especiais de Natal, sejam clássicos ou contemporâneos, e também para debater sobre uma questão de grande importância que sempre merece ser lembrada nos últimos dias do mês: BRINQUEDOS.

Que foi? Achou que eu ia falar de "paz na terra entre os homens de boa vontade?" Sério, você é novo aqui mesmo, heim?

Hoje, viajaremos até o outro lado do mundo e celebraremos ao lado de alguns dos mais queridos heróis japoneses dos últimos anos, os GOKAIGER!!!

...

... Você nem sabe que são os Gokaiger, não é verdade? Seu lazarento, lanfranhudo, chupador de cavalo! Se fosse o Fluminense você saberia de quem eu estou falando, não é? SEU MALDITO!!! CHEIRADOR DE TORCIDAS ORGANIZADAS DA PUTA QUE PARIU!!!

...

Bom, esses são os Gokaiger.


Kaizoku Sentai Gokaiger foi o 35º Super Sentai, aquelas séries anuais de super grupos japoneses, que eventualmente são transformadas em Power Rangers no ocidente. Nos últimos tempos, a adaptação consegue ser bastante fiel ao material original, exceto pelo fato de que ao invés de termosum elenco japonês ruim, temos um elenco multi étnico ruim na história.

Gokaiger marcou a comemoração de 35 anos da existência dos Super Sentais e como tal, prestou-se a homenagear todas as séries que vieram antes. Na história, todos os 34 grupos que vieram antes dos Gokaiger uniram-se para destruir o Império Zangyack, que ameaçava conquistar a Terra. Os heróis concentraram toda a energia que possuíam e a dispararam contra a frota invasora, salvando nosso mundo no processo.

Infelizmente, o poder dos heróis se dispersou no espaço e eles perderam a capacidade de se transformar. No entanto, a energia dos Super Sentais não desapareceu, apenas tomou a forma de chaves, conhecidas como Ranger Keys.

Chaves assim:


E aí entram os Gokaiger, piratas espaciais que passam a série reunindo todas as Ranger Keys, para com elas descobrirem "o maior tesouro do universo". São eles, Capitão Marvelous (o líder que tinha pais que acreditavam MUITO na capacidade de seu filho ao lhe dar nome), Joe Gibken (o fortão da turma), Don Dogoier (o inteligente, porém inseguro do grupo), Luka Milfy (a menina durona e ocasional fanservice da série) e Ahim de Famille (a obrigatória japa ultra fofinha causadora de diabetes).

Como um bônus, eles ainda podem usar as Ranger Keys para se transformarem em TODOS os Super Sentais que vieram antes deles.

Sério, é muito legal!

E já que esta é uma série que presta tributo aos heróis que vieram antes, é claro que muitos veteranos de Sentai aparecem para dar sua benção a nova geração.

Por exemplo:


Nesta imagem você pode contemplar Kazuoki Takahashi (o Change Griffon), Kihachiro Uemura (o Green Flash) e Issei Hirota (o Blue Mask).

Não, os anos não foram gentis com o Change Griffon. De fato, sua carreira decaiu tanto que ele passou ANOS sem trabalhar, até que conseguiu um papel numa série de filmes eróticos. Você sabe, daqueles em que colegiais com quase trinta anos são estupradas por monstros de borracha cheios de tentáculos.

Um homem precisa pagar as contas, fazer o quê?

E vou tirar um minuto pra falar que Megumi Sakita, (de Fiveman, que nunca passou por aqui) única moça da imagem, continua extremamente pegável, mesmo com mais de 40 anos. Japonesas são as elfas da vida real, é o que eu sempre digo.

Mas bem, se querem um pouco mais de nostalgia, aqui vai.


CONTEMPLEM!!! Jun'ichi Haruta, o Google Black!

Ok, você odiava Google V. Todo mundo odiava... mas sabem quem mais ele interpretou? O MacGaren, em Jaspion!!!

E agora que deixei todos com os olhos marejados de saudade da rede Manchete e de uma época em que não existia Show das Poderosas, é melhor eu começar logo com o artigo, pois acho que acabo de quebrar todos os limites da enrolação aceitos pelo homem.


Nossa história começa no Gokai Galleon, a nave espacial de nossos heróis, que tem o formato de um navio pirata.

Como eu disse, os Gokaiger são piratas e provam isso vestindo-se de forma adequada com sua temática, representando os diversos tipos de bandidos marítimos que infestaram nosso mundo com o passar dos anos.

E eu já falei que cada um deles vem de um planeta diferente? Eu adoro como a ficção científica japonesa sempre representa alienígenas como seres borrachudos ou pessoas que se vestem de maneira idêntica a das pessoas da Terra, não importa a quantos anos luz de distância tenham nascido.

Mas bem... De acordo com os Estados Unidos, todos os povos do espaço falam inglês... E de acordo com Dr. Who, todos os seres do multiverso tem sotaque britânico... Então... é.

BOM, nossos heróis do bem que odeiam o mal encontram-se sorumbáticos, pensando em qual será a próxima jogada de seus inimigos, quando DE REPENTE...


... Ikari Gai entra na sala e coloca uma árvore de Natal na mesa, pondo fim ao clima ruim.

Esqueci de mencionar, Gai é o sexto membro do grupo e o único que não veio do espaço. Na verdade, ele é um japonês típico que cresceu assistind... hãããããã, acompanhando as aventuras dos Super Sentai e graças a sua força de vontade ridícula, ganhou o direito de ser um Gokaiger.

Basicamente, ele é um otaku de heróis japoneses que ganhou super poderes. Imagine um daqueles moleques fedidos com bandana de Naruto que você tromba em toda convenção de Anime, agora pense que toda vez que ele faz um Jutsu com a mão, ele de fato consegue disparar um poder.

Ikari Gai é mais ou menos isso, só que com uma higiene melhor.

Enfim, após decorar a sala com um pinheiro, Gai é forçado a explicar a seus amigos o que é o Natal. Obviamente, pois todos são alienígenas nascidos em planetas onde um carpinteiro não morreu dois mil anos atrás para absolvê-los de seus pecados diante de uma entidade cósmica rancorosa. OS GOKAIGER NÃO PASSAM DE PAGÃOS INTERGALÁCTICOS!!!

Com toda paciência do mundo, nosso sexto integrante conta a seus colegas que o Natal é uma época de amor e respeito, onde temos de demonstrar o quanto nos importamos com aqueles ao nosso redor.


Logicamente, isso o leva a ir as compras de Natal com Luka. Pois nada representa melhor o espírito das festas do que se endividar até o cu para dar merdas que ninguém precisa, para pessoas que detestamos.

Mas eis que em meio a sua jornada consumista, nossos heróis se deparam com uma cena dantesca.


PAPAI DO MEL!!! SIM!!! O VELHO PECADOR FINALMENTE RETORNOU DE MARTE!!!

E no Japão, Noel não tem renas de merda para lhe ajudar, nada disso! Ele tem UMA PORRA DE UM PANDA DANÇARINO!!!

UM PANDA!!!

DANÇARINO!!!

FAÇA MELHOR, ROBERTO JUSTUS!!!


Enfim, Luka, que é uma interesseira da porra, vai até Noel e estende as mãos esperando um presente. Gai contou a ela que o velho satanista distribui tralhas nesta época do ano e a moça decidiu aproveitar esta oportunidade única.

Infelizmente para ela, Papai Noel nega-se a lhe dar qualquer coisa. Para deixar as coisas bem claras, ele explica que só dá presentes para crianças boazinhas e não para jaçanãs..


E Luka reage com AS BOCHECHAS INFLADAS DA INDIGNAÇÃO!!!

... Eu juro, mas que vontade de morder as bochechas dessa menina!

Aliás, já que toquei no assunto, quero comentar sobre algo no qual tenho pensado nos últimos dias. Todos vocês sabem que sou apaixonado por ruivas, não? Que eu paro o que estiver fazendo se uma ruiva passar por mim, só pra contemplar a beleza da moça e imaginar como seriam nossos filhos... Caso eu fosse um bom  partido e não um velho repelente que fede a salmão e espanta mulheres feito a peste bubônica.

...

Enfim, ninguém leva a mal minha paixão por ruivas. De fato, minhas amigas de cabelos avermelhados nunca expressaram desgosto por isso.

Mas o caso é que me sinto extremamente atraído por japonesinhas também. E eu nunca revelei tal preferência aqui porque bom, as pessoas passam a te considerar um tarado no momento que você admite isso.

De fato, já perdi a amizade de algumas moças nipônicas após admitir que sentia atração por japonesinhas. E ainda tive de aguentar o discurso de "você está perpetuando um estereótipo negativo das orientais quando cria fetiche por japonesas e blá blá blá".

Mas que porra? Se eu explicar nos maiores detalhes uma fantasia sexual com uma ruiva, ninguém se espanta, mas se eu disser que acho japonesas uma gracinha, sou um racista, sexista e pedófilo que oprime a todo um grupo étnico?

Sério? Sério mesmo?


Mas de volta ao episódio, Luka decide arrancar a bunda de Noel e a enfiar na frente das calças do velho para que ele mesmo se estupre. Gai, ciente dos instintos assassinos da amiga, decide acalmá-la mostrando que a garotada de Tóquio está montando uma árvore de Natal no meio da cidade.

Ahhh, o Japão! Primeiro mundo! A certeza de que se pode construir uma árvore de Natal em público e saber que no dia seguinte ela não terá sido depredada por neonazistas nem estará coberta de fezes de mendigo.


No momento que nossos heróis chegam ao local, um menino burro está colocando a estrela no topo da árvore.

Ele perde o equilíbrio, cai...


... E é salvo por Gai.

A irmã mais velha do garoto corre para ver se ele está bem.


O chama de estúpido e lhe dá uma bofetada.

Bom... Diferenças culturais. No Japão, isso deve ser uma reação de extremo afeto para com uma criança que quase ficou tetraplégica num acidente.


Enquanto isso, a meros 100 metros dali, os monstros da semana passeiam pela cidade e decidem o que farão no feriado.

EU JURO, os vilões estão simplesmente batendo perna e pensando qual a melhor forma de passar o dia de folga. E fazem isso sem chamar atenção nenhuma, embora sejam mais coloridos e espalhafatosos do que os assistentes de palco da Lady Gaga.

Bom, após 35 anos de invasões espaciais de monstros borrachudos, acho que a população japonesa já aprendeu a lidar com este tipo de coisa.

E como os monstros decidem passar seu Natal?


Transformando as pessoas em bonecos de pano retardados.

...

Posso pensar em maneiras muito menos produtivas de se gastar um feriado. Não vou recriminá-los.


Os monstros, todos pirilampos, saltitam pela cidade transformando transeuntes feios em bonecos de R$ 1,99 até que esbarram em nossos heróis.

E você achou que eu tava brincando quando falei que eles estavam a meros 100 metros de distância uns dos outros, não?

Assim que avistam Gai e Luka, os monstros fazem a única coisa com sentido lógico no momento.


Transformam Estrupício-Kun em um boneco.

É... Não lembro o nome do guri e não vou rever o episódio pra lembrar. Vou me referir a ele da mesma forma que acho que sua irmã o chama quando seus pais não estão vendo.

E acho que vou chamar a menina de Sonsa-Chan... Porque motivos.


OH MEU DEUS! ESTRUPÍCIO-KUN VIROU BONECO! AGORA SEU DESTINO SERÁ SERVIR DE BRINQUEDO PRA GATOS OU SER INCINERADO POR OUTRAS CRIANÇAS MALDOSAS!!! OOOHHH, A HUMANIDADE!!!


Mas os monstros não estão satisfeitos de transformar um único menino feio em boneco e decidem fazer o mesmo com sua irmã, pois querem colecionar a família toda.

Mas Gai, sempre heroico e muito pouco esperto, protege a menina do ataque mágico intergaláctico...


... e também é transformado em um brinquedo de gato.

E só agora que eu reparei que ele usa ceroula rosa por baixo da calça. MAS QUE TIPO DE HERÓI USA CEROULA ROSA???

...

Aí me lembro que amo heróis como Superman e Batman, que passaram décadas usando a cueca por cima da calça.

Sou um hipócrita.


Tudo parece perdido, quando os demais Gokaiger aparecem na hora H e salvam o dia!

Pode parecer muito conveniente, mas a nave deles estava ancorada a meros 120 metros de distância. Eles puderam ver tudo que aconteceu no episódio pela janela da sala.

O Japão é um país muto pequeno...


Assim que nossos heróis chegam, ROLA UMA TRETA NERVOSA!!!

Não vou descrever a luta, porque não tem coisa mais maçante do que ver alguém criar parágrafos e mais parágrafos explicando cada momento de uma cena de ação num filme. Se ficou curioso, vá assistir o episódio.

Ou assista a série inteira de uma vez. Você vai me agradecer depois.


Um dos monstros se cansa de toda essa esbórnia e quer mais é voltar a aproveitar o feriado. Ele tira uma marreta gigante do cu, dá uma porrada milenar no chão, causa uma explosão nuclear e usa a confusão para fugir com seus colegas.


Aos Gokaiger, resta apenas observarem frustrados que seus inimigos sumiram sem deixar vestígios e que o ataque devastador da marreta gigante não causou dano nenhum ao parquinho onde lutavam.


Após a peleja, Luka encontra-se com Sonsa-Chan e pergunta por que diabos ela não fugiu? A menina está em idade colegial e mora no Japão, qualquer encontro dela com monstros espaciais pode acabar tão mal quanto um jantar com Roman Polanski.

Mas Sonsa-Chan está em choque, pois perdeu seu irmão. E agora, quem lhe fará companhia? A mão de quem ela vai queimar no fogão? Quem ela vai pegar pelo pé e bater contra a parede? Quem ela vai dar de comida pra dois pastores alemães, quando for longe demais nas surras diárias e precisar se livrar do corpo?

Pobre Sonsa-Chan... seu mundo caiu...

Enquanto presenciamos o desmoronamento emocional da menina...


... os Gokaiger saem na porrada com o monstro da marreta atômica logo na esquina. Obviamente, sem causarem nenhum dano a propriedade com todas as explosões e defenestrações ao qual sujeitam um ao outro, e sem chamar a atenção da polícia, exército ou do Trevor no processo.


Luka recebe um telefonema dos amigos, que a avisam que está rolando uma nova treta.

Sim, um telefonema mesmo, pois a tralha de transformação dos Gokaiger também é um celular. Se chamam "Mobirates".

Heh!

Enfim, Luka decide unir-se aos amigos na porradaria, mas Sonsa-Chan insiste em ser levada junto. Luka fala que um cenário de luta com armas intergalácticas mágicas não é lugar para uma criança. Mas Sonsa-Chan afirma que jamais irá se perdoar se não for com ela até o lugar do conflito.

Luka reluta mais um pouco, mas muda de opinião ao ver o olhar determinado de Sonsa-Chan...


...

Eu disse OLHAR DETERMINADO! Mas que porra, não podiam ter arrumado uma atriz melhorzinha? Fico imaginando a gravação da cena como foi.

Diretor: Muito bem, silêncio no estúdio, close na cara de Sonsa-Chan. Sonsa, faz o olhar mais determinado que puder. E... AÇÃO!
Sonsa-Chan: *FOM*
Diretor: Determinação! Vai menina, você consegue!
Sonsa-Chan: *FOM*
Diretor: Determinação, franze as sobrancelhas, respira pesado, qualquer coisa!
Sonsa-Chan: *FOM*
Diretor: Pelo amor de Deus, menina! Não faz essa cara de filha do padeiro!
Sonsa-Chan: *FOM*
Diretor: CORTA! Corta essa porra! Foda-se, manda pra edição que vai ficar assim mesmo. Já chega, vou pra casa espancar meus filhos.


Após lidar com todo o espírito e determinação de Sonsa-Chan, Luka vai de encontro a seus amigos e chega ao local da batalha exatamente as 7:43 da manhã.

Ela prepara-se para atacar, mas...


*SAGOUZO*


... acaba sendo transformada em uma boneca que servirá apenas de prostituta para o Woody, em noites de muita solidão na caixa de brinquedos do Andy.

Que? Woody é um cowboy. E Cowboys faziam muito uso dos serviços das mulheres da vida, para entretenimento e alívio de tensão. De fato, podia ser uma profissão bastante lucrativa no velho oeste, especialmente para as moças que conseguissem não morrer de velhice aos 25 anos.


Mas ora, vejam só! Tudo não passou de uma distração que Luka armou para tomar o cetro mágico do monstro e fazer todas as pessoas voltarem ao normal!

Mas que pirilampa, essa menina!


E claro que seu plano deu tão certo quanto tomar um balde de Coca Cola para tentar curar uma diarreia.

Sério, tem gente que faz isso.


Os Gokaiger contemplam a cena e ficam putos da vida. Agora eles estão reduzidos a três homens e uma garota e isso não vai dar certo. Esta é uma série infantil, não um filme pornô onde três sexagenários abusam de uma debutante até que o espectador fica desconfortável demais para se masturbar.

Droga Japão, sua pornografia me revolta!


Mas esperem, nem tudo está perdido! Sonsa-Chan chega ao lugar da ação e... ela está com o Mobirate de Luka e sua Ranger Key.

Será que...


Oh não!


Oh sim!

Ela se transformou em Gokai Yellow e vai ensinar um pouco de justiça texana para o monstro lafranhudo que a privou de seu irmão saco de pancadas.

E aí você pensa no que uma japonesinha de 40 quilos pode fazer contra um monstro espacial composto de mágica, radiação e quindim.

Ora, bem.


Ela o chuta na vesícula biliar...


... e toma seu cetro mágico sem nenhum problema.

Dez anos usando o irmãozinho como tobogã pra descer pela escada sem dúvida serviram para algo.


E sem hesitar, ela libera mágica por Tóquio, fazendo todo mundo voltar ao normal.


Sim, uma japonesinha comum e sem nenhum talento especial conseguiu fazer o cetro mágico de um ser interplanetário funcionar na primeira tentativa e reverteu o feitiço que foi lançado pela cidade.

É uma série pra crianças, não Breaking Bad. O que vocês querem de mim?


Gai fica puto pra caralho que os vilões do mal tentaram foder com o seu Natal. Ele arrebenta o cetro mágico com a fúria de um Mewtwo na TPM e então...


GOKAI CHANGE!!!


E agora esses monstros tão tudo fudido!


Revitalizados pelo poder do Natal, da amizade e pelo Raul Gil, nossos heróis dão uma surra épica nos seus inimigos.

Então, em homenagem a Luka... porque o episódio foi praticamente dedicado a ela...


... Os Gokaiger se transformam em heróis amarelos das mais variadas séries!

E todos os mostrados na imagem acima foram adaptados para Power Rangers em um momento ou outro. Quantos vocês conseguem identificar?


Mas o monstro da semana não tá nem aí pra esse grupo cheio de hepatite e espanta a todos com uma Explosão Galáctica.


Em seguida, ele adverte os Gokaiger para nunca subestimarem um travesti.

...

Não estou inventando, é o que está na legenda. De fato, no texto original, o monstro chama a si mesmo de "okama", que significa literalmente, "bicha". Assim, creio que os fansubbers responsáveis pela tradução desta série tiveram um pouco mais de classe que os produtores do episódio.

E lembrando mais uma vez que o público alvo de Gokaiger são CRIANÇAS, na faixa dos 7 aos 10 anos de idade. E mesmo assim, o uso da palavra "bicha" é totalmente liberada em um episódio da série.

Diferenças culturais são mesmo uma coisa fantástica.

Pois bem, nossos heróis decidem que precisam de poderes igualmente FA-BU-LO-SOS para derrotar seu adversário.


E transformam-se em Battle Fever J.

Para quem não conhece (a maioria de vocês, porque vocês tem VIDAS), Battle Fever J foi a terceira série Super Sentai. Lançada em 1979, a temática dos heróis era a dança e cada um deles representava um estilo vindo de um país diferente.

Inclusive, este foi o primeiro Super Sentai em que o grupo usava um robô gigante. Mas não foi o primeiro Tokusatsu a fazer isso, o seriado japonês do Homem-Aranha foi o pioneiro em trazer embates de mecanóides colossais contra monstros abilolados.

E sim, a moça da esquerda usa uma peruca por cima da máscara.


Enfim, rola mais uma treta monumental.


E Gai, que não pode fazer parte da transformação (porque Battle Fever J não tinha um sexto membro) pede emprestadas as Ranger Keys de seus colegas Vermelho e Verde.

Assim, usando da força de vontade, do espírito natalino e da necessidade de se criar mais um brinquedo para ser empurrado goela abaixo dos espectadores mirins desta série, ele se transforma em...


GOOOOOOOKAI CHRISTMAS!!!


E que maneira melhor de celebrar o nascimento de Jesus Cristo do que enchendo de chumbo dois monstros espaciais?


Gokais Christmas prepara seu ataque mortal natalino, enquanto os demais montam a bazuca do Battle Fever J... Porque é claro que eles tem uma bazuca, toda porra de super grupo japonês tem bazuca! Você pensa que eles compram essas armas no atacado.


O vilão é explodido em um milhão de pedacinhos e todo tipo de radiação cósmica desconhecida é espalhada pela cidade no processo.

O que é o Natal sem a propagação de material carcinogênico pelo ar?


Mas como estamos falando de um Tokusatsu, É CLARO que o monstro e seus massagistas ficam gigantes.


E É CLARO que os heróis chamam seus robôs titânicos pra enfrentá-lo.


E É CLARO que temos mais uma explosão do tamanho do estado do Acre.

Mas que porra, Gokaiger! O que nós falamos sobre espalhar material radioativo por aí? Salvaram o mundo, mas criaram toda uma geração de crianças com leucemia! Estão felizes agora???

Seus putos!


Mas enfim, nenhuma criança desenvolveu um tumor ainda, então todos podem desfrutar da árvore de Natal da praça, que apesar de todo o caos do dia, foi reparada bem a tempo da véspera do feriado.




Eis que estúpido-Kun comenta que poderia estar nevando.

Garoto... Você foi transformado em um boneco de pano, sua irmã precisou lutar com um horror cósmico para trazer você de volta e a cidade foi alvo de ao menos duas explosões nucleares. Acho que o dia de vocês já foi cheio o suficiente e você pode sobreviver se não nevar essa noite.


Mas Luka decide fazer um mimo para o moleque de qualquer jeito. Ela se transforma num dos 57 personagens extras da série Magiranger, mais especificamente, aquela que tinha o poder de gelo e com a qual ninguém se importa.

E com seus novos poderes...


... Ela faz nevar.

YAAAAAAY!!!

Foda-se o aquecimento global, a inversão térmica e todos os males para a natureza que essa mágica de alteração climática irá trazer! Fodam-se as consequências para o meio ambiente, porque o que importa é fazer a vontade de um menino burro.


E lá longe, tudo é observado pelo Papai Noel que não quis dar um presente pra Luka no começo do episódio.

E pela cara do sujeito, ele deve estar pensando em se esfregar em todas as criancinhas que brincam ao redor da árvore.


Não, espera. Ele não é um pedófilo, ele é Battle Kenya, um dos integrantes originais de Battle Fever J! E sua cara de satisfação é justificada, pois ele está feliz com as boas ações dos Gokaiger.

Mas mais importante que isso, este personagem é interpretado por Kenji Ohba, uma lenda do Tokusatsu.


Ohba fez jornada tripla em Gokaiger, pois interpretou três heróis que deram as caras na série.

Bom... Se a jornada foi tripla, claro que ele só podia ter interpretado três personagens. Porra de pleonasmo da puta que pariu!!!

Enfim, ele deu vida a Battle Kenya, de Battle Fever J, Denji Blue, de Denjiman e ao grande Xerife Espacial Gavan, no longa em que o personagem é enviado a Terra para prender os Gokaiger. De fato, no filme em questão, seus três heróis se encontram e transformam-se juntos, para a alegria de todos os quarentões da platéia.

Mas se você não conhece nenhuma dessas séries, tudo bem...


... Kenji Ohba também foi o careca que trampava pra Hattori Hanzo em Kill Bill.

Mundo pequeno, não?


De volta ao lar, os heróis do bem que odeiam o mal percebem que o baú onde guardam todas as Ranger Keys está brilhando.


E isso apenas porque depois de suas boas ações do dia, eles ganharam o privilégio de usar o poder supremo de Battle Fever J.

Seja lá qual for.


E nesta noite de neve e felicidade, Marvelous e sua tripulação recolhem-se e vão comer bolo.

No Japão, as pessoas comem bolo no Natal. Considerando que é a celebração do aniversário de Jesus, um bolo é mais apropriado que um peru. Quem diria que um país que não cedeu ao Cristianismo comemoraria a maior festa Cristã que existe com mais bom senso que o resto do mundo?

Nota do Amer:


E por hoje é só, meus lindos. Volto mais uma vez até o Natal.


Cheers!!!

25 comentários:

Joao Felipe Felix disse...

Post sensasional Amer ! E eu sempre achei não importa o quanto uma serie de Super Sentai seja ridicula, os Estados Unidos conseguem fazer pior com os Power Rangers...
Mas mudando de assunto será que sai uma resenha do filme The Amazing Spider Man (2012), sempre imaginei você analizando os rombos de roteiro deste filme...
E seu post foi um belo presente de aniversário atrazado algumas horas pra mim :D , parabéns Amer você guanhou mais um fã

Rafael Uchida disse...

Nostálgico demais, Amer.
Fiquei até com vontade de voltar a ver tokusatsus.
E fiquei mais feliz ainda de ver que voltarás até o Natal.
Vou guardar meus desejos de boa vontade e aquele abraço para o próximo post então.
Até e abraço!

Jon_Hen disse...

wow Amer você me deixou com vontade de ver super sentai....nunca acompanhei pois sou meio que jovem quem sabe agora..... excelente artigo serio msm

Álvaro Freitas disse...

Fantástico post. Gokaiger ftw eterno

Ian Dimas disse...

Excelente post! Ri bastante relembrando esse episódio :D
Eu não sabia que gostar de japonesinhas era mal visto! Estamos no mesmo barco então, haha :P

Vitor Vallombroso disse...

É, vou baixar a série... volto para te agradecer depois.

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

um "Power Rangers" com um Otaku com poderes...rapaz, prefiro tentar desativar uma bomba nuclear do que lhe dar com um sujeito desse, imagina os tipos de estragos que o mesmo causaria.

"mas se eu disser que acho japonesas uma gracinha, sou um racista, sexista e pedófilo que oprime a todo um grupo étnico?"

Japoneses, não tente entendê-los. um dia talvez crie um MEME com essa frase(se é que não já existe). mas em suma gostei desse episódio. ri demais da menina com "olhar determinante"...sério, fez a minha tarde hoje.

e a cara do Lider Goikaiger, parece de algum cantor dessas bandas coloridas...e a Luka é uma graça

Bruno Bronze disse...

Nossa, que artigo bom, vou assistir Super Sentai so pelo fato de ter lido seu artigo. Bom Natal e Ano Novo Amer.

Fellipe Igor disse...

Excelente post. Dificíl de entrar na minha cabeça a idéia de que algo que aparentemente mantém o mesmo formato há três décadas consegue fazer sucesso.

Achava que só Chaves havia conseguido a façanha de passar três décadas fazendo sucesso mesmo com os episódios manjadíssimos.

E sobre a ruiva japonesa, somos dois que curtiram. Googleando vi que a atriz fez uns ensaios sensuais, impossível não achar linda.

lucas disse...

Ótimo artigo, Ameríndio!

Como fã virgem e puta de PR e Sentai, porém, vou apontar um errinho - Dairanger não foi adaptado para Power Rangers (O Yellow da equipe - cujo nome não me lembro - aparece na formação dos Yellows lá). O Saban optou por pular Dairanger e continuar utilizando as roupas de Zyuranger quando fazia os Power Rangers originais. Somente a roupa do Kibaranger - o sexto integrante dos Dairanger - foi utilizada para formar a roupa do Ranger Branco.

SE BEM QUE os trailers da próxima temporada - Super Megaforce, que vai adaptar Gokaiger - mostrou os Dairangers, aparentemente eles vão aparecer lá. Não sei qual vai ser a desculpa.

Então acho que você é capaz de prever o futuro.


Pra quem ficou com vontade de assistir sentai, esse canal tewm basicamente tudo que já foi fansubbado em inglês até hoje: http://www.youtube.com/channel/UCWPcX6DwyqDmObbKvOY1b8w

Recomendo Sun Vulcan e Jetman pra quem prefere os antigões.

Bruno He disse...

Amer sempre se supera. Não conheço nenhum nome q tá ai com exceção do "Power Ranger" mas ainda dei mta risada.

Será q tem tempo pra mais um post nesse mes das festas?

mr.Poneis disse...

Mestre Amer, Smurf-bot Dog! (Com pelo menos 5 anos desde que o termo foi lançado, acredito já podemos considerar isso uma saudação natalina, não?).

E Gokaiger parece realmente muito bom... embora o máximo que eu já tenha visto da série tenham sido uns bons quinze minutos de um dos filmes em exibição em um dessas convenções de anime...

Bom, tenho de sanar a minha deflação qualquer hora dessas... tanta coisa para assistir...

E se não for me intrometer demais... será que se você usasse o termo nipófilo, teria mais sucesso que se usasse pedófilo? Espera aí... parece que usaram o termo em você... a bom, provavelmente eu já esteja imerso demais nesse negócio de 2D pra tentar oferecer auxílio com o pessoal de carne e osso... sinto muito...

Bom, e já que estamos falando de 2D...

Sekatsuyo!

Tem ídolos japonesas, tem um torneio de wrestling, e talvez tenha diversão o suficiente para um dia ou dois...

O que eu posso dizer? Boston Crab parece doer pra c***...

Boas festas!

Até mais ver
mr.poneis





Rafael disse...

Quando eu achar que a minha vida não tá legal, vou refletir que pelo menos não estou na cadeia.

Não entendo porque um homem ocidental não pode se interessar por uma mulher asiática sem ser taxado de otaku, ou tarado ou os dois.

Cara, estamos no Brasil. Uma das poucas coisas legais do nosso país é essa liberdade de se relacionar com alguém independente da raça.

Esse post me fez lembrar de quando eu era pequeno e brincava com meus colegar de ser "PAUER RENJI", quase sempre sobrava pra mim o papel de ranger preto por ser o mais escurinho.

Além de Might Morphin Power Rangers, também gostava de Power Rangers na Galáxia Perdida, que no último episódio mostra o rosto do ranger vermelho dentro do capacete... aquilo foi show XD.

Amer, desejo boas festas pra você pra todos que lêem seu blog.

comer e legal disse...

caramba que saudade desse blog.

comer e legal disse...

caramba que saudade desse blog.

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

"Não entendo porque um homem ocidental não pode se interessar por uma mulher asiática sem ser taxado de otaku, ou tarado ou os dois."

quer dizer Rafael, que uma japonesa pode achar um ator de Hollywood bonito e desejar a maionese do cara em sua Esfiha. mas, se eu dizer para uma nipônica que ela é uma graça e lindinha, só como elogio é o mesmo que se eu dizesse:

"Aí mina, vou comer o seu cu e te jogar no pântano"

e claro, sair com japonês que assiste Violence Jack e Bible Black é TOTALMENTE aceitável por elas?

.............

não sei se fico assustado ou fico com ainda mais pena. triste

Rafael disse...

É Leandro... é por aí mesmo ha ha ha.

Mas não me referia unicamente a meninas que nasceram do Japão. Pode ser uma asática daqui mesmo.

Hades disse...

Amer, você esqueceu uma palavra:

"Não vou descrever a luta, porque não tem coisa mais ? do que ver alguém criar..."

Qual seria?

Rafael disse...

Diacho, tô com a musiquinha do Buk e Skull na minha cabeça.

A Rita e Escorpina são as mesmas atrizes da série original Zyuranger.

Não sei se ainda hoje é assim, mas nas primeiras adptações americanas pegavam as cenas de ação das versões japonesas. Por isso que a Trini não tinha peitos, porque na verdade era o Manabu he he he.
Tô de zoera, na verdade tanto nos EUA como no Japão, nas cenas de luta se usam dublês.

Alguém pode me esclarecer se Haim Saban é israelense ou egípcio?

Zigga disse...

Ahhh, Gokaiger. Uma lembrança feliz do início da minha vida de fã-virjona-de-tokusatsu-e-Power-Rangers... e início do meu ódio latente por fãs bestas de toku que acham que sentai é melhor que PR só porque é japonês, e que endeusam Gokaiger e Shinkenger :p

mal posso esperar pra ver o que a nova Saban vai fazer com as filmagens do Gokaiger no super megaforce

ah, e a quem interessar possa, Haim Saban é egípcio

Amazing Leo disse...

Eu gostava de Google Five.

Ótimo post.

Rafael disse...

Obrigado Zigga.

Ace Shadow disse...

O power ranger amarelo do tempestade ninja que apareci na formação dos Yellows sentais é interpretado por um brasileiro (meio australiano) não sei se sabia ou não mas como não tinha nada melhor para falar então é isso

bom artigo

mutilated93 disse...

Não conheço nada de Sentais, só conheci Power Rangers e perdi a época de Jaspion, mas depois de ler isso eles parecem ser involuntariamente hilarios. XD E sempre rio com os nomes que você dá pros personagens.
Tambem não entendo o lance de "não poder" gostar de asiaticas. Se você curte, te chamam de tarado, se nao, provavelmente de racista. Me olham estranho quando digo que curto ruivos. Curtir ruivas é normal, mas ruivos de repente é estranho. rs
Enfim, bom artigo e, uau, tem mais um!

Flávio disse...

HuaHAUAHAUAHA, senri falta dessa porra! No bom sentido! Só vc pra azucrinar Gokaiger e eu achar legal!

E comprovando a otakice, o ator do McGaren faz o pai do KyoryuGreen no sentai atual!

Assistam Gokaiger pra ver como é um Red de verdade ("Foda-se, eu sou um pirata") e Kyoryuger SE quiser rir. Diz a lenda que existe um Sentai entre esses, mas eu nego.