segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Mês das Bruxas - Highschool of the Dead


Bem vindos, meus amores, a mais um MÊS DAS BRUXAS DO BLOG DO AMER!!!

MWA-HA-HA!

...

E após esta fracassada tentativa de imitar Bela Lugosi, vamos ao artigo de hoje.

Bem, eu gosto de Anime. Não sou um Otaku abilolado, mas costumo acompanhar a indústria da animação japonesa com interesse, pois vez ou outra ela solta alguma pérola que merece ser assistida. Assim, vez ou outra eu me aventuro por fóruns ou blogs que tratem sobre o assunto e fico a par do que a otakada está devorando no momento.

Ano entra, ano sai, e vejo sempre o mesmo comportamento. Os Otakus alucinados por alguma série nova, consumindo todos os produtos existentes sobre a mesma, comprando briga pela internet para defender seus personagens favoritos e pregando fervorosamente sobre ela com relinches que se resumem a: ÉOMELHORANIMEJÁFEITOETODOMUNDOTEMDEASSISTIROHMEUDEUSDOCÉUCÉREBRODEEINSTEIN

Então, dois anos se passam, o Anime que causou toda essa comoção é prontamente esquecido e os Otakus reiniciam o ciclo com uma nova animação. Acontece com Attack on Titan hoje em dia, da mesma forma que aconteceu com Neon Genesis Evangelion vinte anos atrás e que se repetirá com inúmeras outras produções até o dia em que nosso sol entrar em supernova e engolir a Terra sem nenhuma cerimônia.

Olha, vou falar que pelo menos nisso os fãs chatos de Cavaleiros do Zodíaco merecem respeito. Eles se mantém consistentes em sua loucura fazem vinte anos. O que é uma qualidade que a molecada "modinha" de hoje parece não ter.

Pois bem, alguns anos atrás, o Anime da moda era Highschool of the Dead. Imaginem The Walking Dead, mas acontecendo no Japão ao invés de nos Estados Unidos, e com peitos e closes em calcinhas no lugar de desenvolvimento de personagens.

Claro, essa premissa já deveria ser mais que o suficiente para afugentar qualquer pessoa com dois neurônios ativos. Mas a abertura de Highschool of the Dead era capaz de fazer um reconsiderar:


Uau! A música tema (Punk Rock? Hard Rock? O que é isso? Me ajudem!) nos enche de adrenalina! E ver os protagonistas massacrando zumbis com espadas de madeira e golpes de kung-fu? SENFAFIONAL!!!

E o que é aquilo? UMA PORRA DE UM BLINDADO MILITAR??? PELO AMOR DO KUWABARA!!! ESTE DEVE SER O ANIME DE AÇÃO MAIS FRENÉTICO DE TODOS OS TEMPOS!!!

Claro, tem peitos e bundas expostos de forma meio gratuita, mas um pouco de fanservice nunca matou ninguém. Sem dúvida, esta introdução nos fazia ter boa expectativa para com o conteúdo da série.

Vamos ver se Highschool of the Dead cumpriu algo do que prometeu?

SIGAAAAAAAAAAAAAAAM-ME!!!


Nossa história começa com um monólogo imbecil sobre o fim do mundo, folhas de cerejeira e seu lugar no mundo de acordo com o Taoismo. Afinal de contas, estamos no Japão e uma história aqui nunca pode começar com "JESUS CRISTO DA PORRA, ESTAMOS FODIDOS NESSE CARALHO! VAMOS TODOS MORRER!!! LILIAN POTTER É UMA PUTA!!!"

Não senhor! No Japão, nem mesmo a queda da civilização como a conhecemos é desculpa para se agir como um bronco que mora em Guarulhos.


Então, somos apresentados aos protagonistas da história, que estão no telhado da escola, correndo em meio a um exército de zumbis e tentando sobreviver ao caos que se instaurou.

Claro, fugir para o telhado da escola (ou de qualquer prédio, diga-se de passagem) quando se está cercado por zumbis e correr o risco de ficar encurralado em um lugar onde a única saída é uma queda de cinquenta metros me parece extremamente burro, mas deixemos isso de lado por enquanto.


Nossos heróis abrem caminho a paulada e tudo parece correr bem, até que...


... ao chegarem na escadaria que leva ao observatório, a mocinha decide matar um de seus perseguidores.


O que prova ser uma péssima ideia. Por algum motivo inexplicado, os zumbis de Highschool of the Dead tem super força. O que é diferente de todas as demais obras de ficção do mundo, onde tais monstros podem oferecer tanta resistência física quanto um Stephen Hawking resfriado.

Seja como for, a mocinha é derrubada, o que nos leva...


... a um ângulo totalmente desnecessário de sua calcinha.

De fato, isso é algo que vai acontecer muito neste episódio, então que tal fazermos um jogo? Pegue uma cerveja, vodka, whisky, tequila, saquê, jurupinga, absinto, ou o que quer que tenham em casa, e sempre que uma calcinha totalmente irrelevante para o enredo aparecer, vocês tomam uma dose!

Eu? Eu não bebo. Sou o amigo sóbrio cuzão que convence os outros a encherem a cara e que filma todos os seus cômicos vexames enquanto estão enebriados. Todo mundo tem um desses.

Bom, tivemos o primeiro Panty Shot de hoje, então...


... um brinde!


A mocinha é obviamente salva pelo namorado, enquanto o melhor amigo da dupla se limita a gritar dramaticamente "O QUE ESTÁ ACONTECEEEEEEEENDO!"

Sério? Sério que em pleno século XXI, quando estamos soterrados em filmes, games, quadrinhos e séries que mostrem holocaustos zumbis, você não faz ideia de que porra está acontecendo? Sua mãe apagava charuto na sua cabeça quando você era bebê? QUAL É SEU MALDITO PROBLEMA?

Mas enfim, como foi que os protagonistas acabaram no telhado da escola, cercados por todo o elenco de Onechambara? Pois bem, a história convenientemente volta algumas horas para elucidar esse mistério.


Tudo começou nas primeiras horas da manhã, quando o protagonista da história estava matando aula na escada de incêndio, com uma expressão de angústia que me faz crer que ele é fã de Depeche Mode.

Aliás, aqui fica uma dúvida. Se vai matar aula, por que ficar na porra da escola? Vai pro fliperama, pro clube de golfe, pra um lugar que faça orgias com mastins dinamarqueses... Mas se é só pra ficar sozinho e entediado no terreno da escola, fique na sala de aula mesmo. Assim você ao menos não repete por faltas!

Enfim, nosso herói está absorto em seus pensamentos.


Ele se lembra de quando tinha cinco anos de idade e sua melhor amiga prometeu que eles se casariam quando crescessem.


Viram só? Ela jurou juradinho!

Mas com o tempo, a promessa foi esquecida...


... e a garota escolheu outro homem para amar e a quem se entregar...


... O que encheu nosso herói de angústia e amargura. Pois uma promessa quando é quebrada...

...

Espera, o quê? Você tá com ódio e depressão porque sua melhor amiga não cumpriu uma promessa que fez QUANDO VOCÊS DOIS TINHAM CINCO ANOS DE IDADE??? VOCÊ É TÃO VIRJÃO QUE FICA CONTANDO COM UM JURA JURADINHO DE CRIANÇAS PRA NÃO MORRER SOZINHO??? MAS QUE TIPO DE HOMEM DESPREZÍVEL É VOCÊ??? SEU RESTO DE ABORTO DESGRAÇADO!!!

Quer saber? A única forma de fazer jus a merda que é esse personagem, será o batizando com um nome que homenageia um monte de fezes tão grande quanto ele!

Doravante, o chamarei de Ceduriko!


Ceduriko fica sentindo pena de si mesmo e ódio da promessa não cumprida do qual foi vítima. Eis que uma de suas colegas surge do nada e o tira de suas elucubrações com o maior esporro do universo.

A menina chama Ceduriko de imbecil por matar aula, que ele vai repetir de ano, que é tão burro que levou três anos pra aprender que precisava abaixar as calças na hora de cagar, e que é tão mongoloide que deve ser leitor fiel do Olavo de Carvalho.

Vou poupar o trabalho de vocês, essa menina é secretamente apaixonada por Ceduriko, mas a única maneira que ela encontra de demonstrar é através de ódio fulminante e inexorável. Isso é o que chamamos de Tsundere em obras japonesas de ficção.

De fato, chamarei essa menina de Tsundere Pink, pois como sempre, não me dei ao trabalho de aprender o nome de ninguém nessa merda de desenho.

...

Anime É desenho. Vá encher o saco de outro.

Tsundere Pink ofende Ceduriko mais um pouco, dizendo que a mãe dele deve ter sido estuprada por um cabideiro para dar a luz a alguém tão imbecil, e...


... WOW!!!

Não, não! Coloque essa garrafa no lugar, combinamos que você beberia com closes desnecessários de calcinhas. Isso foi um par de peitos desnecessário, não vale.

Sei que você está doido pra me usar como pretexto pra encher a cara, mas controle um pouco seu alcoolismo, sim?

Agora, fanservice a parte, vou admitir que esses são seios extremamente bem desenhados pra um Anime. Claro, são ridiculamente grandes, mas foram representados de forma mais realista do que costumamos ver nesse tipo de série. Tsundere Pink está curvada e obviamente, não usa sutiã, assim seus seios reagem a gravidade da forma que... Bem... Seios grandes o fariam na vida real.

Quem diria? Um Anime de bosta que consegue dar aula de anatomia para a maioria das obras de ficção que existem por aí.

Claro, não chega a ser surpresa quando descobrimos que o desenhista de Highschool of the Dead costumava trabalhar com quadrinhos eróticos. E eu pessoalmente acho que não existem artistas com melhor noção de anatomia do que aqueles que ganham a vida com Hentai.

Mas voltemos ao episódio de hoje.


Ceduriko dispensa a companhia de Tsundere Pink e volta a relembrar da promessa não cumprida de seu passado, desta vez, a imaginando com trilha sonora do Evanescence.

Eis que um acontecimento no pátio chama a sua atenção.


Um mendigo batendo a cara contra o portão da escola.


A diretora e alguns professores vão até o portão e a moça ergue o dedo e pede rispidamente que o sujeito pare de causar confusão e se retire, ou ela será forçada a repetir a ordem em um tom um pouco mais ríspido até que ele a obedeça.

E minha nossa senhora, deve estar fazendo muito frio, porque a diretora está de casaco e ainda assim podemos ver seus mamilos entumescidos através da roupa.

O professor de educação física, todo pimpão e sarado, resolve bancar o macho alfa e dar uma surra no invasor, pois ele acredita que isso com certeza irá impressionar a diretora e lhe dará uma chance de borrifar seu molho especial na tortilla da chefe.


Mas as coisas não acontecem como ele planejava.


Ceduriko fica impressionado e faz "OH", como boa contraparte japonesa dos Cullen que é.

Enquanto isso, o pessoal no pátio tenta atender o professor de educação física, que após um breve desmaio, se levanta...


... Ataca a diretora e a come!

...

Novamente, não foi como ele planejava, mas as vezes temos de nos contentar com aquilo que a vida nos dá.


Após ver tamanha esbórnia, Ceduriko corre alucinadamente, com certeza para chamar ajuda, da polícia, do exército ou do Roberto Justus, quem estiver disponível.


Ou... Não. Após ver homicídios e canibalismo, Ceduriko decide que o melhor curso de ação é voltar para a sala de aula. Talvez o rapaz tenha chegado a conclusão que apenas uma boa educação evitará que ele se transforme em um comunista que devora seus semelhantes.


Não, me enganei de novo. Ele só foi pra sala de aula para pegar sua amiga, Blondie Juradinho, a mesma que fez a promessa de se casar com ele quando os dois eram pequenos demais para saber o que um acordo pré-nupcial era, e que maquiavelicamente quebrou sua palavra e entregou sua margarida a outro homem.

Mesmo com a TRAIÇÃO IMPERDOÁVEL de Blondie, Ceduriko decidiu que ela era a única que merecia ser salva do fim do mundo!

Isso que é amor!

...

Amor ou a obsessão doentia de um stalker que faz roupas com a pele das mulheres por quem se "apaixona". Deixarei que vocês sejam os juízes.


Tsundere Pink fica enfurecida com a aparição súbita de Ceduriko e a sua OU-SA-DI-A de dar atenção a outra mulher que não seja ela.

Menina, simplesmente diga pra ele o que sente. Você já anda por aí sem sutiã, já tem meio caminho andado pra conquistar o coração de qualquer homem.


Enquanto isso, outro rapaz, a quem chamarei de Gordinho-kun, faz cara de culpa. Provavelmente porque está se masturbando debaixo da carteira, enquanto pensa em todas as suas colegas de sala ao mesmo tempo.

Blondie Juradinho se nega a sair da aula com Ceduriko, porque está cansada de suas besteiras e imaturidade. O rapaz, desesperado para proteger sua amada, faz uso do único recurso que conhece para provar seu amor e preocupação genuína para a amiga.


Um tapa texano!!!

...

E ESSE É O HERÓI DA HISTÓRIA, SENHORAS E SENHORES!


Blondie Juradinho olha para Ceduriko com um ódio capaz de fulminar o Pato Donald, mas seus impulsos assassinos terão de esperar, pois os sobreviventes do corpo docente avisam a escola que algo estranho está acontecendo e que os alunos devem evacuar o local o mais rápido possível.


Gordinho-kun nem espera o final do anúncio e escapa da sala de aula antes dos demais. Do lado de fora da classe, ele esbarra em Tsundere Pink, que o acompanha em sua ousada fuga.

Se não me engano, Gordinho-kun é apaixonado por Tsundere Pink e com certeza imaginou que o fim do mundo como o conhecemos seria uma chance de molhar o nugget no molho barbecue da menina. Mas infelizmente, não é o que vai acontecer. Como todo personagem rechonchudo, ele vai acabar a série mais virgem que um fã de Transformers numa balada do centro de São Paulo.

Confiem em mim, sei do que estou falando...


Todos os demais alunos da escola permanecem completamente imóveis, enquanto escutam o anúncio de que monstros canibais aparentemente indestrutíveis atacam a instituição. Diabos, eles poderão pagar com suas vidas por não fugirem antes da situação piorar, mas não ignorarão a regra da boa educação que diz que eles não devem sair enquanto alguém está falando.

E o que é isso? Um close desnecessário em uma bunda com shortinho ultra apertado? Hmmmm, tecnicamente não é um Panty Shot, mas declaro válido.


Um brinde.


Assim que o aviso nos alto-falantes acaba, a ação muda inexplicavelmente para a enfermaria, onde somos apresentados a Nurse Boobies, que tem peitos tão grandes que os usa de travesseiro.

Não... Sério. Essa cena só existe pra mostrar a enfermeira da escola dormindo sobre os próprios peitos. Digo, isso é impossível, certo? Mesmo que uma mulher tenha seios maiores que a própria cabeça, dormir usando os mesmos como colchão deve ser horrivelmente desconfortável, sem contar que provavelmente dificulta a respiração...

... MAS DE QUE PORRA EU TOU FALANDO???

Vamos voltar ao desenho. Ao fim do anúncio da diretoria, os demais alunos da escola resolvem abandonar o local de forma organizada e civilizada, como foram ensinados.


É.

Aliás, uma das alunas caiu na escada e mostrou a calcinha.


Um brinde.


Bom, a fuga dos alunos continua e...

Ok, não tem o menor motivo pra isso estar acontecendo. Anunciaram o fim do mundo e o vagabundo acima decidiu que era uma boa hora pra arrancar o couro cabeludo de sua amiga e enfiar na bunda pra descobrir qual é a sensação?

Bom, não há momento melhor para se tornar assassino serial do que quando um apocalipse zumbi tem início. Vamos concordar.


Enquanto isso, longe dalí, outro aluno decide ajudar uma colega a descer as escadas e...

OPA, calcinha desnecessária!


Um brinde.


Mas e quanto a Ceduriko e Blondie Juradinho? Junto do namorado da menina, a quem chamarei de Takeshi Desnecessário, eles decidiram fugir da escola pelo prédio que pertence ao corpo docente, a fim de evitarem toda a selvageria causada pelos demais alunos.

Com isso descobrimos também, que escolas japonesas são tão grandes quanto Londres, uma vez que os professores tem seu próprio prédio para relaxar e assistir Kamen Rider nos intervalos entre as aulas.

Mas no meio do caminho, o trio se depara com o professor de literatura.


Mesmo putrefato e zumbificado, tenho certeza que esse cara é mais bem pago e respeitado pelo estado do que os professores brasileiros.


Mas agora, sem controle sobre suas ações, o professor ataca sua ex-aluna.

E pelo foco de seu ataque, descobrimos que os japoneses mantém suas prioridades mesmo após a morte.


Blondie Juradinho defende-se com tudo que pode do avanço de seu inimigo, o que faz com que sua saia subitamente pare de obedecer a lei da gravidade.

Bom, vocês já sabem.


Um brinde.


...


Outro brinde.


Cansada de ver suas roupas voltarem-se contra os ensinamentos de Isaac Newton, Blondie tira forças da fraqueza (como todo herói japonês faz ao menos 87 vezes ao longo da vida) e empala o coração de seu ex-professor com um cabo de vassoura.


O que não funciona, obviamente.

Que diabo de mundo é esse, em que as pessoas não tem o conhecimento BÁSICO de como se mata um zumbi? O que essa gente assistiu enquanto crescia? Só Hannah Montana e Glee? Eu não ficaria surpreso, viu!

Aliás, panty shot!


Beba!


Após ver sua namorada lutar por sua vida por quase cinco minutos, Takeshi Desnecessário finalmente intervém e aplica um mata-leão no zumbi que tentava violar a menina...


... O que acaba exatamente como todos esperávamos.

Desesperada, Blondie tem um ataque histérico e grita com Ceduriko, exige que ele seja um homem e faça alguma coisa.


Motivado pelos gritos da amiga, o rapaz estoura a cabeça do zumbi com um taco de baseball. Claro, não vemos a cena, apenas o sangue espirrando na parede e no chão de forma tão pouco realista, que mais parece o rastro deixado por um Michael J. Fox carregando um balde de tinta.

Digo, Highschool of the Dead agracia o espectador dezenas de closes de calcinhas tão apertadas que devem estar cortando a circulação de sangue na virilha de quem as usa... Mas mostrar um zumbi sendo morto a pauladas é pesado demais para aparecer no desenho?

E sabem o que é curioso? Se fosse uma série norte americana, teríamos o exato oposto. O herói poderia arrancar a cabeça do zumbi e beber seu cérebro, mas uma heroína aparecer vestindo um biquíni, por mais discreto que fosse, seria considerado "inapropriado".

Valores sociais são estranhos, não importa o país.


Blondie corre para Takeshi, que garante a ela que está bem e a dentada que recebeu é "apenas um arranhão".

De repente... um grito!!!


Uma aluna está sendo atacada por um gordo! OHHHHHHH, OS MEUS SAAAAAAIIIISSSSS!!!


Blondie fica horrorizada e comenta que todos se transformaram em monstros. Takeshi rapidamente a lembra de que estão no Japão e aquilo que estão vendo não passa de um estupro normal das três da tarde.

A menina percebe que ele tem razão, se acalma e os três decidem qual será seu próximo curso de ação. Eles concordam que o melhor a fazer é correr para o telhado da escola, pois ninguém mais tem acesso ao lugar e eles estarão seguros por lá.

Claro, eles ignoram a lógica de que se tiverem acesso fácil ao telhado, qualquer um terá e que eles estão se encurralando feito ratos caso o pior aconteça.

Mas hey, quem sou eu pra tentar ensinar lógica a personagens de Anime? Freeza, que era o Hitler espacial, não tinha a menor noção de quanto são cinco minutos. Vamos deixar esses estudantes boçais em paz.


No telhado, nossos heróis finalmente podem vislumbrar a cidade e vêem que a civilização caiu.

Sério? Digo, o apocalipse começou tem duas horas no máximo. E a cidade já tá nesse estado? Eu esperava um pouco mais de um país que lida com ataques de monstros gigantes toda semana.


Como fazem dois minutos que não vemos nenhuma calcinha, helicópteros militares passam voando perigosamente perto da escola.


Mande pra dentro.

Eis que o foco da ação muda e somos testemunhas da CENA MAIS DESNECESSÁRIA DE TODOS OS TEMPOS!!!


Duas miguxas correm pela escola de mãos dadas. Elas juram que serão amigas para sempre, jamais se abandonarão e que mesmo um apocalipse zumbi não será suficiente para destruir o laço maravilhoso que as une.


Aí, Miguxa 1 é agarrada por um zumbi e arrastada escada abaixo.


Ela luta pra se soltar e... Hmmmm...


Bem, já sabem o que fazer.

Miguxa 1 pede ajuda a Miguxa 2. Claro, ela é a pessoa mais importante e querida de sua vida, e jamais a deixaria na mão em uma situação de crise como esta.


Miguxa 2 responde com um "me erra, vadia" e chuta Miguxa 1 na cara.


E Miguxa 1 é comida pelos zumbis e por alguns Otakus que simplesmente resolveram ir no embalo dos mortos.

Porque Otaku adora uma modinha, puta que pariu.

E sim... Calcinha desnecessária...


Concordo, Georgie. A brincadeira já perdeu a graça.

Podem parar de beber. Nesse ritmo, vocês entrarão em coma alcoólico antes do fim do artigo.


Quanto a Miguxa 2, o Karma se incumbe dela.

E lembramos dos bons tempos em que assistíamos Animes que tinham filler de maior relevância, como Naruto ou InuYasha.


Eis que a cena muda inexplicavelmente mais uma vez e somos apresentados a uma aluna com olhar severo e uma espada de madeira. Ela obviamente é forte e durona, o que significa que irá demorar um minuto inteiro a mais que o resto do elenco feminino para arrancar a roupa e esfregar a genital na câmera.

Como este é o único momento em que ela aparece, não me darei ao trabalho de inventar um nome para ela.

...

Mas se o fizesse, a chamaria de Musashi Pussy Justice.


Pois bem, a escola está um caos. Pessoas são comidas, incêndios acontecem sem controle e todos perdem o horário de voltar pra casa e assistir Japan Pop Show em paz.


E aqui a história alcança o ponto em que começamos, com o trio de protagonistas correndo em meio a uma horda de zumbis no telhado da escola, o que prova que realmente, não é um lugar de difícil acesso, mesmo para seres com a inteligência e velocidade de um bolo de casamento.


Ceduriko, Blondie e Takeshi conseguem, sabe-se lá como, erguer uma excelente barricada contra os zumbis e se isolam ainda mais no topo da escola.

É quando um momento de extrema dramaticidade ocorre!

... Ou, tanta dramaticidade quanto um Anime focado em exposição de calcinhas pode ter.


Takeshi Desnecessário percebe que o fim está próximo e que logo ele terá o mesmo destino de todos os que foram avariados por zumbis (AGORA, eles já perceberam que estão enfrentando zumbis). Ele volta suas atenções para Ceduriko e pede que ele o mate, pois quer encerrar sua existência enquanto ainda é humano.

Blondie diz que isso é bobagem, que Takeshi está bem e não vai se transformar. Mesmo tendo uma marca de dentada do tamanho do Acre no braço e após tossir sangue suficiente para abastecer a Cruz Vermelha por cinco gerações.


Eis que Takeshi tem uma convulsão galopante e morre.

Blondie chora desesperadamente. Em parte por ter perdido o namorado e em parte porque a morte dele provou que sua última frase estava inacreditavelmente errada.

Eis que...


Ceduriko manda ela se afastar, já que ele tem de estourar a cabeça de Takeshi antes que ele seja reanimado como zumbi.

E... Ao ver essa imagem, não sei se Ceduriko está armado com um bastão de baseball, ou se ficou com uma ereção enorme ao ver que o cara que pimbava o amor de sua vida morreu bem na sua frente.

Digo, bater com a pica dura na cabeça de seu rival até estourar seu crânio é uma excelente maneira de colocar sal na ferida, não?


Mas eis que Takeshi Desnecessário se ergue. Blondie Juradinho fica aliviada, porque agora tudo está bem.

Claro, seu namorado está fazendo um som gutural e desumano, e traz um brilho assassino nos olhos. Mas deve ser só stress, não é verdade? 


Ceduriko não espera pra saber, grita "GYAAAAAAAAAAHHHHH" avança contra Takeshi...


... E começam os créditos do desenho.

...

Então, temos a cena pós-créditos mais longa já feita. O que me faz imaginar que foi o estagiário do estúdio quem dirigiu este episódio da série.


Blondie Juradinho, em choque por ver o cérebro de seu namorado espalhado pelo chão, começa a acusar Ceduriko de ter gostado de matar Takeshi. Afinal, ele sempre teve ódio de ter perdido seu amor para o rival.


Ceduriko não fala nada, porque sejamos francos, é a mais pura verdade. Mesmo que esteja meio maluca, Blondie não falou nada que não estivesse mais claro que a água.

Eis que Ceduriko resolve ter a atitude mais cuzona que já aconteceu em um Anime. O rapaz diz "pelo visto, minha presença aqui não é bem-vinda", ruma em direção a barricada, decide pular sobre ela e atirar-se aos zumbis.


Blondie, claramente traumatizada com tudo que passou nas últimas horas, entra em pânico pelo medo de ser deixada sozinha, implora o perdão de Ceduriko e se agarra a ele, para impedi-lo de cometer suicídio.


E Ceduriko aproveita a situação e tira uma casquinha da amiga, enquanto nos presenteia com o monólogo interno: "E no dia em que perdi tudo, foi quando consegui abraçar pela primeira vez a mulher que eu amava."


Tudo isso a menos de dez metros do namorado assassinado de Blondie.

Assim, aprendemos com Ceduriko que é moralmente aceitável manipular uma garota que esteja emocionalmente devastada, se ela não cumpriu uma promessa que fez quando ainda tinha dentes de leite.

E ESSE É O HERÓI DA HISTÓRIA, SENHORAS E SENHORES!!!

Nota do Amer:


Quanto ao resto de Highschool of the Dead, eu não assisti e não tenho a menor ideia se a história se desenvolve depois deste ponto. Mas duvido muito, pois sei que em episódios posteriores, acontece isso:


Eu juro, já vi pornochanchadas com roteiro mais trabalhado e menos putaria que essa série.

Por hoje é só. Volto um dia desses.

Cheers!!!

40 comentários:

Meia Dose disse...

Muito boa a postagem.
Eu estava quase pegando a garrafa de rum que tinha comprado esse fim de semana, mas como eu já tinha visto esse episódio fiquei com medo de começar uma vida como alcoólatra.

Parabéns por conseguir fazer várias postagens em poucos tempos. Estava com saudades de ler seu blog.

Siga bem e tenha bons dias.

sarahcastanha disse...

Lilian Potter não é puta. O Snape que era um virjão.

Nanako Chan disse...

Azzh Meninasshhh de Highssschool of the Dead nao são putashhhh e o gurdim é o pica das galaxias ....

Damn amerido... vou acordar de ressaca amanha... foram-se 2 garrafas de vodka vagabunda só nesse post...

mas ficou muito bem escrito, e apesar dos pesares, high school of the dead tem seus meritos... e se voce quer ver putaria gratuita em HSOD, veja o OVA ...

Luis Paulo S.M disse...

Amer, eu queria saber como vc consegue aquelas imagens dos filmes que vc analisa. Vc puxa da internet ou faz alguma técnica doida no PC?

Eu quero fazer um review do 1º filme do Homem Aranha e queria saber como postar as imagens de cada cena.

Frodo disse...

Apesar de eu nao ser muito fã de desenhos em geral, vez ou outra eu olho o que rola no Japão para ver se acho uma coisa legal para assisti. Foi assim que conheci pérolas como GTO.

Mas esse com certeza passarei longe. Já estou saturado de zumbi, agora um anime de zumbi ruim ainda por cima! xápralá.

Excelente post como sempre. E apesar de que eu tenha curtido os últimos posts, esse eu achei que esta em um nível bem superior, e me garantiu bastante diversão! obrigado, Amer.

Fico feliz em ver o site atualizado! =) té mais!

Jon_Hen disse...

Boa postagem como sempre Amer!!!!!Acho que meu api vai me bater por ter acabado com a 51 dele

Marcel disse...

Eu curti o desenho, até porque gosto muito de animes curtos, que que aguenta assistir os 56325463 episódios de One Piece, mas mesmo não concordando co o Amer sobre a ruindade de HSOTD, eu ri bagarai do artigo.

Nappa_ disse...

Excelente post como era de se esperar.
Tá de parabéns mais uma vez.

Pendragon disse...

Ri muito da "Blondie Jurandinho" xD.

"Assim, aprendemos com Ceduriko que é moralmente aceitável manipular uma garota que esteja emocionalmente devastada, se ela não cumpriu uma promessa que fez quando ainda tinha dentes de leite."

PQP cara kkkkkkkkkk.

Amer, seu blog é show, seus artigos são hilários.
Eu assisti HOTD e mesmo não tendo achado tão ruim como você achou, eu adorei esse post.

Parabéns cara, sucesso e felicidades.

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

olha, estou de saco cheio de Zumbis e aparece um anime falando de mortos vivos e fan-service extremamente desnecessários, não são do meu agrado.

mas como diria o Amer uma vez: Sem Hentai ou Fanservice, o Japão quebra sua economia.....que coisa triste, e deve haver uma verdade nisso.

mas o artigo foi hilário e concordo, ver muitas calcinhas num unico episódio, tira até o tesão. assisti Ikkitousen e depois de 10 minutos, achei a série inteira um saco e nada sem pé ou cabeça. e olha que assisti 4 temporadas.

saudades quando os animes eram Sagas e não temporadas....

e realmente nem sei se vale a pena ver como essa história acaba e vemos um heroi cuzão e manipulador, eu jogava a menina aos leões e ficava com a enfermeira ou a de cabelos roxos.

animes me dão medo, Otakus me dão mais pavor ainda. verdade

Yung Doidão disse...

Adoraria ver o Amer comentar sobre todos os episódios, mas acho que isso seria pedir demais, então vou apenas aguardar pacientemente outro artigo novo enquanto eu procuro por mais um hentai de Highschool of the Dead para apreciar.

Bruno He disse...

MÊEÊÊÊÊÊS DAS BRUXAAAAS KRAI.

Dois posts em um periodo tão curto de tempo eh como um presente Amer, vlw.

E bom ver q tu perder os pudores de postar coisas mais... hã... ousadas aqui.

Esperando anciosamente pelo próximo post.

L disse...

kkkkkkkkkkkkkk Excelente post Amer, a piada do Bush foi uma grande sacada. Aproveita e faz umas listas, que nem aquela dos personagens mais machões dos games ou personagens mais podres das hqs, que tal uma lista com os personagens mais chatos dos animês?

L disse...

Ainda vou ficar bêbo vendo esse anime, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

J.J. disse...

Adoro seus artigos Amer. São sensacionais...mas, nesse aqui, acho que ficou um pouco demais.

High School of the Dead é sensacional, desde que você compre a idéia maluca dele: um anime de zumbis, trash ao máximo, com fan service a cada dois segundos.

Não é nenhum Cowboy Bebop, é claro, mas é muito divertido, se você botar seu cérebro num pote de geléia. Coisas muito mais absurdas do que essas acontecem mais pra frente, e você se diverte quilos com elas.

O Profeta disse...

Amer conhece Watamote?
Vai gostar desse anime, é sobre uma menina travada e anti-social, que tenta de todo modo fazer amigos, mas não consegue por ser muito nerdona e falha.
Recomendo acho que você vai gostar.

Lady Strawberry disse...

Reparei que os zumbis devoraram primeiro a miguxa 1 porque ela tinha mais peitos... Zumbis japoneses sendo zumbis japoneses :B
Enfim, espero não ser trucidada por otakus raivosos sedentos de sangue por digitar isso, mas... Me lembro da época em que esse anime era o "boom" do momento, eu nunca fui fã de histórias envolvendo zumbis... Salvo, é claro, se tiver um bom enredo envolvente. Mas histórias que APELAM para zumbis pra parecerem "descoladas" nunca me atraíram. Quando eu assisti esse anime, foi somente essa a impressão que o mesmo me passou .__.'um anime oportunista pegando carona na onda do momento, que teve que (por garantia, talvez) encher de fan-service pra atrair ainda mais a molecada. Mas não tenho nada contra quem é fã dele,obvio. Muitos amigos meus eram na época e... Me achavam maluca por não acompanhar o anime. Mas não duvido nada que não assistiam simplesmente pelas calcinhas saltitantes 'u'

Mystik disse...

Primeiro de tudo, 2 artigos em tão pouco, até sorri de felicidade aqui!

Agora...eu não deveria ter lido isso no trabalho, porque quase ri 5 minutos MUITO alto quando vc nomeou o protagonista de Ceduriko! xD muito apropriado.

Outro anime que eu dispenso. Obrigada pelos momentos de humor do dia.

Ana Beatriz disse...

Se você der uma chance para a história ela é legal (não fantástica, foda, the best anime evaaaaaaaar, só legal) mas a pornografia (por que o que é mostrado na tela já ultrapassou o limite do fanservice) é tamanha que o que existe de roteiro fica completamente de lado. Chamar o anime de sexista e suas representações de personagens femininas de degradantes é chover no molhado, mas só falando por falar mesmo. Amer, de fato os seios de HSOD são mais realistas que a média dos animes, mas nem por isso são muito realistas. E os artistas de hentai não costumam ser muito fidedignos nas suas representações anatômicas femininas, muito pelo contrário eles costuma distorcer ela de modo a ficar o mais sensual e picante possível. Seios gigantescos, espinha quebrada para poder mostrar os seios e a bunda a mesmo tempo e seios gigantes e flutuantes são algumas das práticas bem comuns nesse tipo de obra. Ps: Pra não dizer que o anime não prestou pra nada e não divertiu fiquem com esse AMV da cena em que o protagonista usou os peitos da sua amada como apoio para atirar.
http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=5lrfAPJZd2E

Amer H. disse...

Aí depende muito, Ana. Tem artistas de Hentai que realmente se esforçam pra desenhar anatomia da maneira correta, porque a arte fica mais sensual assim. O pessoal do estúdio Saigado é mestre em desenhar meninas de todos os tipos físicos, normalmente puxadas pra realidade. Tem histórias desse estúdio com meninas mais gorduchas, outra com moças magrinhas, com seios pequenos e tudo mais. Love Junkies, de Kyo Hatsuki, também mostra garotas com proporções bastante aceitáveis e consegue ser de mais bom gosto que Highschool of the Dead, só pra citar um.

Claro que tem muito exagero e distorção também no Hentai. Estamos falando de Mangá afinal de contas. Mas encontrei mais aberrações em trabalhos de artistas renomados que em quadrinhos eróticos japoneses.

Masamune Shirow, criador de Ghost in the Shell que é venerado por nove entre dez otakus, adora criar mulheres sem vértebras, que sim, se contorcem de formas impossíveis pra mostrarem os peitos e a bunda no mesmo quadro.

Tem muito artista de Hentai que torce todas as proporções de suas personagens, mas uma parcela enorme também tenta representar a figura feminina com algum realismo. Pelo menos, mais do que costumo ver em Mangás e Anime de linha.

Jonathan Ribeiro disse...

Aí Amer,como vai?

Bem,você diz logo no início do texto,que o protagonista gosta de matar aula no terraço da escola em vez de ir embora,por,eu acho que isso é comum no Japão,já que o Yusuke no começo do Yu Yu Hakusho fazia a mesma coisa.kkkkkk

chibi Mari-chan disse...

Eu lembro de ter assistido uns 6 episódios de HOTD, e Blondie Juradinho só vai se tornando cada vez mais insuportável, fora os acontecimentos que desafiam a lógica de qualquer um.

Muito bom o post, adorei o blog!

chibi Mari-chan disse...

Eu lembro de ter assistido uns 6 episódios de HOTD, e Blondie Juradinho só vai se tornando cada vez mais insuportável, fora os acontecimentos que desafiam a lógica de qualquer um.

Muito bom o post, adorei o blog!

mr.Poneis disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
mr.Poneis disse...

♪~ (Assovio)

O Amer esta voltando a boa forma... folgo em saber...

Psicologia reversa a parte... estou com sentimentos conflituosos em perguntar sobre Sword Art Online aqui...

Então vou oferecer outra coisa...

The Punchline is Machismo - Manly Guys doing Manly things

Commander costuma me lembrar o Amer boa parte do tempo, exceto por ser loiro... Mas a leitura parece ser deveras interessante...

até mais ver
mr.poneis

mr.Poneis disse...

Em tempo...

#Visão interessante sobre Lilliam Potter... faz realmente todo o lance do Snape parecer bem mais miserável...

#E eis a deflação mais bizarra do mundo... alguma dica em como um sujeito quase na casa dos trinta consegue ficar a par com tudo o que planeja assistir? Highschool of Dead esta na minha lista a um tempão (e provavelmente pelos motivos errados...) e parece que não vai sair de lá tão cedo... minha lista atual ainda tem 30 animes diferentes que eu ando acompanhando...

Divagando demais, maldito déficit de atenção...

Foi um post bem interessante... Muito obrigado pelos seus esforços

até mais ver
mr.poneis





Helio Mendes Jr ou Kamen Homer disse...

ei amer, queria te fazer uma pergunta que pensei recentimente, no seu artigo sobre paixão por personagens ficticias, no desenho da chun-li feito pelo midou tsukasa voce gosta do traço dele,e se gosta gostaria de saber alguns de seus desenhistas hentai favoritos?

se não for pedir muito

pois adoro hentai e gostaria de saber a opinião de quem curte tambem.

Orokoify disse...

Post novo e falando de uma perola (entenda perola como voce quiser) da animação Japonesa, o que mais eu podia pedir a Deus?

Otima postagem como todas as outras e agora eu tenho certeza que não vou querer me arriscar vendo Highschool of the Dead.

Uma dica caso voce decida se aventurar no mundo magico e pervertido da animação Japoensa denovo: Nunca chegue perto de Guilty Crown.
Trust me, essa coisa vai drenar sua sanidade mais rapido que Crepusculo.

(e gordinho-kun daria um protagonista melhor)

juubi o primeiro de dez disse...

Filler,zombis, Naruto....

Já ouviu falar da Quarta Guerra Mundial Ninja?

Bem, bem, dessa sem-vergonhice eu já tinha ouvido falar, mas com qualquer coisa com zombi, eu passo.
Ainda mais com esse fanservice exagerado.

Eu só espero que essa enxurrada de zombies cultural aprodreça e morra logo, como cadáveres normais.

Matheus de Carvalho disse...

"forma que aconteceu com Neon Genesis Evangelion vinte anos atrás"

Objection! Evangelion ainda possui uma enorme fanbase autista e fanática, até porque ainda há filmes da série sendo lançando. E também há gente que acha o Shinji um dos melhores protagonistas de todos os tempos mesmo depois DAQUELA cena em The End of Evangelion.

Rubens Leite disse...

Primeiro de tudo eu queria agradecer por mais um post Amer você é muito hilario. E sim, assisti 13 episódios e HSOD. Mesmo sendo muito ruim eu sempre via outro episódio até que minha irmã viu também e...... pois é. Não dava nem pra ler esse post direito porque aqui o PC fica na sala kkkkkkkkkk. Vlw mesmo Amer. Aproveitando o tempo eu queria fazer um comentário sobre os hentais. Eu acompanho e tenho que dizer que alguns hentais são uma obra de arte, quando se junta uma bos história com traços bem feitos e muita comédia não dá pra resistir cara, eu choro de rir com alguns. Em compensação tem MUUUITA MERDA por exemplo: hentai lolicon, e aquelas bostas exageradas em que as personagens parecem ter saído de outro planeta tamanha é a discórdia com a realidade, sem falar nos de incesto. Enfim, parabéns Amer você faz o da valer a pena.

Rubens Leite disse...

Ah Amer lembrei. Queria que você fizesse um post sobre os desenho Apenas um Show ou Hora de Aventura. Eu Acho esses desenhos muito bons e assisto toda vez que passa no cartoon network, pode repetir um milhão de vezes mas sempre é legal, o que você acha deles? Já assistiu algum? Se não, eu recomendo muito, nunca tinha visto um desenho com tanto senso de humor e tão loucos como esses. Parece que o cara usou LSD e criou o desenho. Na verdade o episódio piloto de Apenas um Show mostra um dos personagens que come um Bom-bom de com LSD huehuehuehuehu. Cara ainda tem a trilha sonora de Apenas um show que é d+ tem muita música dos Anos 80. Por favor Amer faz um post Deles vai.

Antonio Bento disse...

O mês das bruxas esta de volta e com um artigo sobre um desenho ruim de zumbis,kratos seja louvado!!!
Ótimo artigo Amer, como não tinha nenhum álcool por perto acompanhei o artigo com doses de todynho, sem coma alcoólica pra mim, talvez uma futura diabetes...

Vitor Vallombroso disse...

Ai Hammer, você é um gênio, cara!

Odeio esse tipo de comentário que não acrescenta, mas é simples assim.

Aldenora disse...

Muito bom o post, estava com saudades de ler o blog, adoro os artigos e sempre leio quando posso, adoro seu trabalho você escreve muito bem (:

Nisnast disse...

Pelos deuses Amer!
Você tem que fazer mais episódios desse anime!
Não me divirto tanto assim desde as postagens de Crepúsculo!

Nisnast disse...

Pelos deuses Amer!
Você tem que fazer mais episódios desse anime!
Não me divirto tanto assim desde as postagens de Crepúsculo!

hugo cesar disse...

Concordo em tudo que vc falou nessa postagem. Também tentei ver essa bagaçada da animação japonesa e como vc não passei do primeiro episodio. E se vc acha o fan servisse desse anime exagerado devia ver queem blade a cada 2 minutos ou menos aparece um peito
A protagonista além de tonta e burra vive pagando um peitinho vc devia escrever um artigo desse anime

Marcel disse...

"alguns anos atrás, o Anime da moda era Highschool of the Dead. Imaginem The Walking Dead, mas acontecendo no Japão ao invés de nos Estados Unidos, e com peitos e closes em calcinhas no lugar de desenvolvimento de personagens." - Amer, superestimaste muito o nível de desenvolvimento de personagens em Walking Dead nessa frase.

E Musashi Pussy Justice, esse é nome pra personagem de filme do Tarantino, muito bom! XD

Tsuss disse...

Assisti esse anime em 2011 e lembro de ter gostado muito na época. O que mais curti foi o pacing da série, principalmente nos primeiros episódios é pura adrenalina, é o tipo de anime que não tem como ficar entediado assistindo. Mas não sei se assistisse hoje eu teria essa mesma impressão positiva, eu era muito novo na época e meu gosto pra animes mudou muito de lá pra cá. Mas enfim, ainda acho que HSOTD teria sido melhor aproveitado se tivessem feito como um hentai, com tantas garotas gostosas que tem no anime teria sido melhor do que esse show de calcinhas aparecendo e closes em peitos.