sábado, 12 de março de 2011

Desenhos Banidos!!!

Acho que todos vocês já sabem que sou obcecado por desenhos animados, não? Bom, se não sabem, fiquem sabendo agora.

Eu amo animação, desde que me conheço por gente. E sempre preferi um bom desenho animado a um filme. Se um amigo me mandar escolher entre assistir Bastardos Inglórios, ou Meu Vizinho Totoro, garanto que Totoro vencerá todas as vezes.

Mas como qualquer bom nerd obcecado por algo, não fico satisfeito apenas em assistir, preciso conhecer a produção destes desenhos tão queridos e a história por detrás deles. E em minhas pesquisas, descobri que a produção de uma animação difere muito pouco da de um filme.

Os produtores de desenhos animados muitas vezes testam o limite de até onde podem ir com suas obras, seja porque acreditam em uma mensagem ou porque simplesmente querem fazer barulho. Seja como for, eles sofrem com censura da mesma forma que qualquer artista que trabalhe com cinema.

As vezes, as coisas são piores para a animação, pois ter o público infantil como alvo não o torna um alvo menos notável para os cães de guarda da censura, não senhor.

Assim sendo, vamos conhecer algumas animações, que por um ou outro motivo, foram tiradas de circulação nos Estados Unidos. Algumas chegaram ao Brasil intactas enquanto outras realmente se perderam, o que só aumenta o interesse sobre elas.

E vamos nós!

Coal Black and de Sebben Dwarfs

Sei que falar de desenhos da década de 1940 é covardia, mas quero escrever sobre esta animação há muito tempo e agora me pareceu uma boa hora.

Coal Black foi produzido em 1943 pela Warner Bros, como uma paródia ao então über sucesso da Disney, Branca de Neve e os Sete Anões.

A história se passa durante a Segunda Guerra Mundial e todos os personagens do conto original foram transformados em estereótipos negros, bastante comuns as produções da época. Inúmeras cenas da animação da Disney foram duplicadas com perfeição, mas com sérias conotações sexuais.

Coal Black and de Sebben Dwarfs faz parte do infame “Censored Eleven”. Onze desenhos produzidos pela Warner Bros durante a década de 1940 e que são considerados extremamente ofensivos nos dias atuais. Hoje estas animações foram recuperadas por motivos históricos, mas não desfrutam da mesma popularidade que outros desenhos da époda perante o grande público.

E o que há de tão errado nesta animação? A caracterização dos personagens é EXTREMAMENTE preconceituosa.

Sinceramente, eu acho que a maioria das pessoas que prega o “politicamente correto” são só sujeitos hiper sensíveis, que não querem enfrentar um problema real e que procuram chifre em cavalo pra poderem sentir-se um pouco menos medíocres.

Dito isso, EU acho que a representação dos personagens negros neste desenho é racista demais. E isso deve dizer um bocado.

Curiosamente, o diretor Robert Clampett acreditava que esta animação era uma homenagem ao Jazz e a cultura que o gerou. Incrível saber que existiu uma época em que uma paródia racista era o mais próximo que Hollywood conseguia chegar de demonstrar respeito à comunidade negra.

Agora, vejamos alguns desenhos mais modernos e menos racistas.

As Novas Aventuras do Super Mouse

Honestamente, sempre achei o Super Mouse um personagem cretino. Ele e o Vira Lata.

Mas que diabos? Eles são super heróis? Pra que vou querer assistir os desenhos deles se posso ver heróis de verdade no Batman ou Homem Aranha? E se eles são paródias, com certeza são as menos engraçadas que já vi.

Mas isso mudou em 1987, quando o lendário produtor Ralph Bakshi produziu uma nova série com Super Mouse e diacho, fez um trabalho nada menos que brilhante com o personagem.

Aqui, ele foi enviado para a Terra por seus pais, para fugir á destruição de seu planeta (um condomínio condenado, que estava para ser demolido). Já adulto, Super Mouse assume a identidade do repórter Mike Mouse e passa a usar seus poderes para combater o crime sempre que este surgir.

MIKE MOUSE!!! REPÓRTER!!! ÚNICO SOBREVIVENTE DE UM MUNDO CONDENADO!!! É ASSIM QUE SE FAZ UMA PARÓDIA, TÃO VENDO, SEUS IMPRESTÁVEIS???

O desenho era total e completamente insano, com um humor bastante arriscado para a época e que chamou a atenção de muita gente. De facto, muitos indivíduos famosos do meio da animação começaram aqui, como Bruce Timm (produtor de todo o universo animado da DC) e John Kricfalusi (criador de um desenho que daqui a pouco aparece no artigo).

A nova versão de Super Mouse agradou todo mundo e fez um bom sucesso, então... veio o episódio em que o herói cheirava cocaína... e as coisas mudaram um pouco.

Em uma história, Super Mouse está fraco e desanimado, para resolver o problema, ele pulveriza uma flor e a aspira... como que por encanto, ele recupera as forças.

Yep.

A cena foi a responsável pelo cancelamento do desenho, que durou apenas duas temporadas. Bakshi esperneou, reclamou, falou um monte, declarou que desde a época em que produziu Fritz The Cat (primeiro desenho da história Americana a receber a classificação “XXX”) suas produções são mal interpretadas, que qualquer desenho pode ser visto como obsceno e errado se tirado de contexto e blah-di-blah-di-blah.

Por mas que alegue inocência, o alto teor de humor adulto da série deixa bem claro que a equipe de produção quis forçar a barra com esta cena e ver se conseguiriam sair impunes.

Se lascaram, mas ao menos inspiraram toda uma geração de artistas a viverem pelas mesmas leis.

Beast Wars – Dark Glass

Pra quem não sabe, havia uma série bem bacana na década de 1990, chamada Beast Wars. Era uma continuação direta da série original dos Transformers e contava a história dos Maximals e Predacons (descendentes dos Autobots e Decepticons, respectivamente) em guerra em um planeta selvagem e inóspito.

Embora a animação em computação gráfica de Beast Wars tenha envelhecido consideravelmente (qualquer desenho atual em CG da Nickelodeon pode esbofetear Beast Wars com o pinto), os roteiros daa série eram incrivelmente bem escritos e mesmo hoje permanecem um exemplo de como um produto licenciado pode ser bem feito se tiver uma equipe decente.

No entanto, um episódio nunca do papel: Dark Glass. E fez uma falta incrível para a continuidade da série.

Ok, para entenderem o episódio, aqui vai um breve resumo de fatos importantes a ele:

Havia um personagem chamado Dinobot, ele era um Predacon que mudou de lado, pois estava insatisfeito com o comando de Megatron. Ele se aliou aos Maximals e embora fosse rude e tivesse um sério problema de controle da raiva, era um guerreiro honrado... na maior parte do tempo.

Na segunda temporada, Dinobot traiu os Maximals e deu uma ENORME vantagem estratégica para os Predacons. Graças a isso, ele passou a ser alienado pelo resto de seus companheiros quando voltou a lutar junto deles.

Dinobot finalmente se redimiu quando sacrificou a própria vida para salvar um grupo de primatas inocentes de serem chacinados pelos Predacons. Ele morreu como um herói e os fãs bateram continência, enquanto uma lágrima silenciosa corria de seus olhos.

Mas Megatron sempre teve uma obsessão nada saudável com Dinobot e na terceira temporada construiu um clone dele, mais violento que o original e sem nenhuma honra.

Eis que entra Dark Glass. Rattrap, o melhor amigo do Dinobot original, encontra um backup com a memória de seu companheiro no computador da nave, eis que ele fica obcecado em instalar estas memórias no clone, na tentativa de trazer seu camarada de volta.

De acordo com o roteiro que vazou, as duas personalidades de Dinobot duelariam pelo controle do corpo em cenas bastante angustiantes e o próprio Rattrap ficaria bastante perturbado em ver o conflito. Eventualmente, o clone venceria a briga e a mente do Dinobot original desapareceria, nada restaria a Rattrap, exceto se conformar que seu amigo estava perdido para sempre.

Aparentemente, os chefões da Hasbro não gostaram do episódio por ter “pouca ação”. Afinal de contas, sem pancadaria no desenho, as crianças não destroem seus brinquedos, nem vão correndo comprar novos. Pessoalmente, acredito que alguém considerou este episódio sombrio demais e achou melhor deixá-lo na gaveta.

Infelizmente, isso teve conseqüências para a continuidade da série. No episódio final, o clone de Dinobot começa a relembrar de sua vida como um guerreiro honrado e trai Megatron mais uma vez, o que é a chave da vitória dos heróis. Sem as memórias do Dinobot original, esta cena não faz o menor sentido e o que deveria ser um momento definitivo da série se torna apenas um buraco enorme na continuidade.

E aliás, o episódio que tomouo lugar de Dark Glass na produção foi “Go With the Flow”, onde três maximals se envolvem em uma aventura descendo o rio com crianças primatas.

É, um episódio importante pra série foi substituído pelo clássico “vamos fazer uma história em que os heróis são babás”.

Considerando que a Hasbro entregou sua franquia mais preciosa nas mãos de Michael Bay, eu nem devia me espantar.

E acabo de perceber que já escrevi sobre este episódio em um artigo passado... ah bem, acontece. Se não gostou, me processe, vamos, eu o desafio!!!

Gárgulas – Deadly Force

Na década de 1990, a Disney resolveu produzir uma série animada de ação mais séria, provavelmente influenciados pelo sucesso que a Warner Bros desfrutava com as animações de Batman e Superman. Assim nasceu Gárgulas, uma série que mostrava uma família de monstros medievais vivendo na Nova York do presente.

A série era muito bem escrita, seus escritores tinham muito cuidado com a continuidade e diversos temas sérios eram tratados, como analfabetismo e paternidade, algo incomum para produções da Disney.

Entra o episódio Deadly Force, criado especialmente para mostrar às crianças o perigo das armas de fogo.

Os Gárgulas tinham amizade com Eliza Maza, uma policial de Nova York que era o único contato do grupo com o mundo. Uma noite, ela recebeu a visita de Broadway, o mais infantil dentre os gárgulas do grupo. Eliza deixou sua arma sobre a mesa, Broadway adora filmes de detetives... e dois erros não fazem um acerto.

Exato, uma policial é alvejada por um tiro acidental em um desenho da Disney. Você não achou que viveria pra ver este dia, tenho certeza!

A moça vai pra cirurgia, Broadway se desculpa com ela e tudo fica bem, mas este episódio trouxe inúmeras conseqüências para a série. Posteriormente, Broadway cria total aversão a armas de fogo e fica furioso (até para os padrões do grupo) sempre que vê um bandido armado. Eliza por sua vez, aprende a cuidar melhor de suas armas e a vemos trancando seu revólver em uma gaveta em um episódio futuro.

Mesmo com a mensagem óbvia de que armas são perigosas e devem ser tratadas com cuidado, a Associação de Pais Desocupados da America declarou que o episódio era violento demais e ordenou seu banimento. Deadly Force ficou fora de circulação por oito anos, quando todo o sangue presente nele foi removido e a Disney pode trazê-lo de volta do limbo.

E o que aprendemos com essa história? Que não importa a boa intenção dos animadores, pais e mães desocupados sempre atacarão desenhos animados ao invés de tentarem... você sabe... educar seus filhos e assumirem responsabilidade por eles.

Haverão mais exemplos disso ao longo do artigo, não tema.

Pokémon – Férias em Acapulco

Sim, tem um episódio de Pokémon que remete a um episódio do Chaves. Certas coincidências dão muita graça à vida.

Mas bem, Pokémon tem sua cota de episódios banidos, mas todos no Ocidente. No Japão a maior parte deles circula livremente, exceto por um sobre o qual falarei daqui a pouco.

Enfim, no episódio de Acapulco, Ash destrói o barco de um transeunte inocente durante uma de suas brigas de galo glorificadas. Disposto a reparar o mal que fez, ele prontamente inscreve Misty em um concurso de biquíni, na esperança de que a ausência de curvas da amiga desperte o pedófilo interior de cada um dos juízes presentes e ela ganhe o prêmio em dinheiro.

Infelizmente, Jesse e James também estão interessados na grana e se inscrevem no concurso também. Ok, Jesse é uma gostosa por mérito próprio, mas James é um cara, como ele se inscreveu nessa merda e ninguém notou algo de errado?

Simples, ele apareceu com peitos IMENSOS no concurso. De fato, com o toque de um botão ele fez os peitos inflarem e ficarem ainda mais... aconchegantes. Claro, peitos infláveis devem ser uma comodidade muito fácil de ser encontrada no Japão, mas isso não explica como raios ele ficou com curvas femininas também.

E mais, quando os juízes preferem ele a Misty (oy, melhor curtir travesti que ser pedófilo), James aperta seus peitos e diz para a menina “é isso que faz as pessoas gostarem de você”.

É, boa mensagem.

Mas os poderes de tesão de James não adiantam, pois no fim a mãe do Ash compete também e leva o prêmio, o que mostra que todos curtem uma MILF.

O episódio foi banido por anos nos Estados Unidos, até que uma versão editada dele chegou ao país. Nela, o concurso de biquínis foi removido e o troféu que a mãe de Ash recebe no final diz “melhor mãe do mundo”.

Não sei se este episódio foi exibido em versão editada por aqui, mas todo fansubber que se preza o tem a disposição de seu público.

Sim, estou ciente de que todo mundo já assistiu este e aos demais episódios banidos de Pokémon! Vai encher o saco de outro, eu escrevo sobre o que quiser, ok?

Seus bichas!

Pokémon – A Lenda de Dratini

Sim, mais Pokémon. Acostume-se.

Neste episódio, Ash e seus lacaios chegam a Zona do Safari, aquela área do game que nos fazia gastar uma grana e um tempo miseráveis na esperança de que pudéssemos capturar um Dratini. Quando finalmente conseguíamos, passávamos dias o treinando para ele evoluir para Dragonite... e então descobríamos que o Dragonite era um bosta mais frágil que uma flor.

Mardição.

Na Zona do Safari, os heróis dão de cara com um velho que acha que é parte do elenco de Por Um Punhado de Dólares, e que aponta um revolver para todos que vê. De fato, ele ameaça dar um tiro na cara de Ash logo que o conhece.

Algo que todos já quisemos fazer ao menos uma vez, tenho certeza.

Eventualmente, a equipe Rocket chega ao lugar e Jesse mantém o velho refém sob a mira de um revólver também. Tudo acaba bem no final, mas não antes de várias situações que pareciam saídas de um filme de Robert Rodriguez.

O episódio foi banido por um motivo óbvio: ARMAS! Mostrar um adulto ameaçando uma criança com um revólver é algo impensável para a censura Americana, por conseqüência, nunca vimos cor desta história por aqui também.

Novamente, os Fansubbers distribuem este episódio livremente, pois grupos de fãs que legendam Animes não se importam muito se crianças estão sob a mira de revólveres empunhados por velhos psicologicamente instáveis.

Pokémon – Porygon! O Soldado Elétrico!

Eu gosto de Pokémon! E daí?

E sim, este é AQUELE episódio que fez a molecada ter ataques epiléticos no Japão.

Todo mundo conhece a história, então serei breve. Ash e seus lacaios entram em um computador para deter um Pokémon virtual, em um certo momento, o dito Pokémon dispara mísseis neles e Pikachu os detona com o Choque do Trovão, o efeito especial usado na cena fez a molecada Japa ter convulsões na frente da televisão e nunca soubemos se o Pikachu ganhou Level por este feito.

Por razões óbvias, este episódio nunca foi exibido nos Estados Unidos e foi permanentemente banido no Japão. Só Otakus terminais que o gravaram em sua exibição original possuem cópias do mesmo.

Novamente, alguns Fansubbers o distribuem, por menos sábio que matar seus clientes possa ser.

“Mas Ambrosia, isso tudo não é frescura? Digo, quem garante que a sequência de luzes do episódio foi o que fez mal pra molecada Japa? Até onde sabemos, pode ter sido a quantidade de tentáculos diários que elas precisam agüentar quando vão pra escola!”

Não posso afirmar quanto aos tentáculos, mas assisti a dita cena e não me senti muito bem depois. Claro, eu a vi sete vezes seguidas e muito próximo ao monitor do PC, mas mesmo assim, não foi algo agradável.

A cena está disponível no Youtube, para quem quiser ver. Não coloquei o link aqui porque... bom, não quero ser responsabilizado caso algum de vocês caia no chão espumando e balbuciando em dialetos antigos.

Mas quem quiser, vá em frente! Procurem, assistam e tentem me mandar suas opiniões quando estiverem no C.T.I.

A Vida Moderna de Rocko – Humor testicular

Rocko é um daqueles desenhos que forçava a amizade sempre que tinha a chance. Tudo bem que a Nickelodeon dava bastante liberdade a seus artistas (não consigo imaginar Hey Arnold em outra emissora), mas o criador Joe Murray parecia querer testar todos os limites do canal.

Muito do humor do desenho era sutil, feito de forma que a molecada não entendia, mas que era óbvia para seus pais, como o episódio em que Rocko arranja emprego como operador de Tele Sexo ou quando ele e Vacão se hospedam em um motel de beira de estrada e o gerente pensa que os dois são um casal gay.

Mas algumas piadas eram mais óbvias que outras, como a masturbação do Vacão e a vez que Rocko comeu o testículo de um urso.

...

...

...

Sim, você leu direito.

Em um episódio, Vacão dorme em uma fazenda, na área onde ficam as outras vacas. Um fazendeiro então conecta uma mangueira a ele, na esperança de ordenhá-lo e... é.

Aqui, dê uma olhada.

E em outro episódio, Rocco e seus amigos estão no campo e Rocko arranca uma frutinha circular de um arbusto e a come. Em seguida um urso sai de trás do arbusto e corre, com expressão de dor nos olhos e as mãos na virilha.

... é...

Não estou certo sobre a masturbação de Vacão, mas a cena do arbusto foi cortada do episódio original e nunca mais foi exibida na televisão Americana. Tenho certeza que pelo menos a primeira passou por aqui, pois os censores da televisão Brasileira são inacreditavelmente relapsos em seu trabalho, algo pelo qual agradeço a Deus diariamente.

Mas sei que vocês pararam de prestar atenção a tudo que escrevi assim que leram que Rocko comeu um testículo de urso. Ah bem, aqui está a cena.

Feliz? Agora volte a prestar atenção no artigo! Foco, vamos!

Ren & Stimpy – Man’s Best Friend

Se Rocko tentava enganar a censura de forma sutil, Ren & Stimpy cagava na boca dela e ainda dizia “isso não é mousse de chocolate, é bosta mesmo!” A série contava as aventuras de Ren, um chiuaua neurastênico e violento, e Stimpy, um gato semi retardado que era seu companheiro e eterno saco de pancadas.

O humor de Ren & Stimpy baseava-se em escatologia, violência extrema e um machismo tão descarado que cada episódio lançado fazia os direitos da mulheres regredirem em dez anos.

Permitam-me um adendo para explicar melhor o quanto a série é barra pesada.

Eu me considero um cara razoavelmente vivido em relação a desenhos animados. Já assisti centenas de pérolas da animação ao longo da minha vida, desde obras de qualidade inquestionável como A Bela e a Fera e Akira, até horrores como Heavy Metal 2000 e Apocalypse Zero.

Diga-se de passagem, Apocalypse Zero é uma animação onde uma mulher gigante e obesa de 900 quilos que não depila a virilha e anda por aí vestindo apenas faixas de couro, agarra uma ninfeta e a espreme até a menina expelir os intestinos pela boca.

Em outras palavras, não existe muita coisa capaz de me chocar em um desenho animado.

Pois bem, Ren & Stimpy... eu não consigo assistir a maioria dos episódios até o final.

Só pra citar um exemplo, há uma cena em que todos os dentes de Ren caem e ele começa a puxar os nervos expostos com uma Pinça.

...

A série é cheia de momentos assim.

Mas o limite supremo foi atingido com o episódio Man’s Best Friend. Nele, um maluco chamado John Liquor adota Ren e Stimpy e começa a adestrá-los. O treinamento do cara é pura e simples tortura, mas nem é o pior da história, não senhor.

Ao final do episódio, Ren imobiliza John, apanha um remo e começa a espancar o homem com uma brutalidade excessiva até mesmo para os padrões da série. A cada close no rosto de Liquor, ele fica mais disforme, enquanto Ren gargalha alucinadamente durante a surra.

Kricfalusi finalmente conseguiu apertar o botão vermelho dos chefões da Nickelodeon e foi demitido da empresa. Ren & Stimpy foi cancelado e a carreira do animador foi pro brejo, tudo que lhe restou foi dirigir dois episódios do Zé Colmeia para o Cartoon Network (porque algum dos chefões do canal deve tê-lo visto pedindo esmolas e se condoeu), fazer a animação de um clipe da Bjork e depositar todas suas fichas restantes em Ren & Stimpy: Adult Party Cartoon, uma versão ainda mais extrema de suas criações e que terminou de afundar o pouco que restava de sua credibilidade.

O episódio Man’s Best Friend está presente no DVD de Adult Party Cartoon, com outros cinco episódios que parecem ter sido criados apenas para chocar ao público. O conteúdo destes episódios era tão horrendo, que Billy West, um dos dubladores originais do desenho, se negou a participar deles, com medo de que isso machucasse sua carreira.

Todos os episódios de Adult Party Cartoon foram exibidos no Brasil pelo Canal VH1 e contavam com os dubladores da época que a série era exibida na Nickelodeon.

Lamento muito por todos eles.

Buzz Lightyear e o Comando Estelar - Supernova

Eu sempre me perguntei se Tim Allen, o ator que dubla o Buzz nos filmes de Toy Story, também tinha emprestado sua voz para a série animada. Acabo de descobrir que não, foi Patrick Warburton que o fez.

Boa Tim Allen, bancando o superastro! Até parece que sua carreira é lá grande coisa pra dispensar o trabalho em uma série animada. Sir Patrick Stewart dubla desenhos, QUEM VOCÊ PENSA QUE É?

Aliás, eu odeio Matt LeBlanc! Você sabe, o Joey, de Friends! E por que? Porque escutei uma entrevista dele em Dezembro para o programa de Opie & Anthony, em que ele fala com enorme desprezo de uma colega sua que saiu de uma série da HBO e “não era grande coisa como atriz, por isso agora dubla desenhos”.

VÁ SE FODER, MATT LEBLANC!!! VOCÊ NÃO MERECIA FICAR COM A RACHEL E FICO FELIZ QUE SUA SÉRIE “JOEY” TENHA SIDO UM FRACASSO!!! ESPERO QUE VOCÊ TENHA CÂNCER NA LÍNGUA E SEU MAXILAR CAIA!!!

...

...

...

Eu levo dublagem muito a sério.

...

...

...

Mas voltando ao desenho, Buzz Lightyear e o Comando Estelar supostamente é a série que Andy assiste e que o fez querer o boneco de Buzz Lightyear no primeiro Toy Story. Por que só o Buzz e não os demais personagens, jamais vou saber, não existe uma criança no mundo que fique satisfeita em ter apenas o Duke quando começa a gostar de G.I Joe.

Enfim, no episódio em questão, Buzz e seus amigos atendem um chamado de emergência de uma nave médica que está prestes a explodir. O dia é salvo graças a Mira (a garota azul linda e sexy do grupo), que assim como Kitty Pryde, pode se tornar intangível e atravessar objetos. Ela “entra” no cristal que energizava a nave e o estabiliza, o que resolve todos os problemas.

Infelizmente, ao fazer isso, a menina recebe uma descarga de energia que a deixa... “animada”. Eventualmente, o efeito da descarga passa e ela volta ao cristal para receber mais uma dose, logo, Mira passa a entrar escondida na nave para receber uma dose nova por hora.

Buzz e os demais percebem o vício de Mira e tentam ajudá-la, mas ela não dá bola, diabos, o pai da menina tenta fazê-la perceber o problema, mas ela acredita que ele está sendo o velho super protetor de sempre.

No fim do episódio, o vilão Zurg captura Mira e usa seu vício para fazê-la manter estável o cristal que abastecia uma de suas armas. O Comando Estelar a salva e seu pai revela a Mira que ele passou pelo mesmo problema no passado, por isso sabe o que a filha anda aprontando, é então que Mira percebe que tem um problema e aceita ajuda.

O episódio tinha uma mensagem anti drogas MUITO clara. A menina bonita do grupo se vicia e se deteriora (algo que chama mais atenção do que se o viciado fosse o alien grandão e gordinho) ao ponto de ajudar involuntariamente seu inimigo, só pra conseguir outra “dose”, um tema bastante sombrio para um desenho Disney. Mais ainda, o episódio mostra o pai de Mira como um ex-viciado, que o que mostra que as pessoas podem superar seu problema com drogas, contanto que o reconheçam e busquem ajuda.

Os executivos da Disney devem ter ficado muito satisfeitos com este episódio e sua mensagem, mas infelizmente, a associação de pais desocupados da América mais uma vez bateu o pé e declarou a história inadequada, pois “podia estimular seus filhos a usarem drogas”.

...

É.

Super Nova foi exibido apenas uma vez em 2000 nos Estados Unidos e nunca mais viu a luz do sol depois deste ano. Não sei se o episódio foi exibido no Brasil, pois no começo da década de 2000, eu tinha coisas mais importantes pra fazer do que assistir Disney Cruj (terminar Chrono Cross pela 16º vez consecutiva por exemplo).

Pedirei ajuda às forças superiores para sanar esta dúvida: Guilherme Briggs, se estiver lendo este artigo, você se lembra de ter dublado este episódio?

*Senta e aguarda resposta enquanto joga Project Diva 2*

Tiny Toon – One Beer

Qualquer pessoa que cresceu na década de 1990 tem lembranças muito carinhosas de Tiny Toon, um dos primeiros desenhos animados produzidos para a molecada, mas que era inteligente o bastante para agradar os espectadores mais barbados.

Tiny Toon também era uma série que forçava a barra inúmeras vezes e teve mais episódios banidos (como Night of the Living Pets, sobre o qual falarei em outra ocasião). Claro, não era como Animaniacs que vez ou outra sexualizava a imagem infantil de Dot e que fez a baixinha proclamar que fazer fio-terra no Prince era uma má idéia.

Eu juro.

Mas mesmo assim, Tiny Toon forçava a barra mais do que os demais desenhos da época e a gota d’água veio com o episódio One Beer.

Aqui, Perninha encontra uma cerveja na geladeira de sua casa e resolve dividi-la com Plucky e Presuntinho. Após UM GOLE os três se transformam em mendigos fedidos e desdentados, que vadiam pela cidade e são inconvenientes ao extremo.

Os três tentam passar um xaveco em Lilica, Fifi e Leiloca, mas o bafo de birita deles afasta as garotas. Eles então roubam uma viatura de polícia e saem fazendo barbeiragens, até que finalmente se jogam de um precipício e morrem.

No fim, os três são vistos tirando as roupas de anjinhos (eles morreram e foram pro Céu, claro) e vão embora dos estúdios da Warner, enquanto Perninha declara: “Espero que as crianças tenham entendido a mensagem.”

O episódio foi banido do Cartoon Network, mas eventualmente voltou a circular através da Nickelodeon, que era muito mais liberal em relação a seus desenhos do que as demais emissoras.

Novamente, pais se revoltaram contra o episódio, pois acreditaram que “estimularia seus filhos a caírem na bebida”. Além da fala final de Perninha, ele ainda diz no começo do episódio que “hoje mostraremos os perigos do álcool”, o que deixa óbvio que a história era uma crítica. Não adiantou, pois todos sabemos que desenhos animados estimulam as crianças a se tornarem alcoólatras e não o fato de verem o papai entornar litros e litros de cerveja todos os dias.

No Brasil, o episódio foi exibido sem problemas, pois a Rede Globo não dá a mínima para o que exibe em sua programação infantil. Se fosse o caso, a molecada da minha geração não teria sido forçada a agüentar a Xuxa por mais de uma década.

Dexter’s Rude Removal

Ahhhh sim, Dexter’s Rude Removal! O desenho que me levou a escrever este artigo!

Dexter’s Rude Removal não é exatamente um episódio banido, pois nunca foi produzido para exibição pública. Ele existe apenas para ser desfrutado por funcionários do Cartoon Network em festas da empresa.

Mas ele foi exibido publicamente uma vez, na Comicon, durante uma palestra de Genndy Tartakovsky, criador de Dexter.

Ao fim da palestra, uma funcionária do Cartoon Network pediu a todos os menores de 18 anos para levantarem as mãos e então disse para saírem da sala, pois não poderiam assistir o que viria a seguir (cada um deles ganhou um presente exclusivo do Cartoon Network, como compensação), depois, ela alertou aos que ficaram que não queria ver NINGUÉM FILMANDO, pois estava autorizada a confiscar qualquer câmera presente.

Claro que ela não tinha esse poder, mas intimidar nerds não é difícil.

E em seguida, começou a exibição de Dexter’s Rude Removal... e logo no título, Dexter exibia a bunda pra platéia enquanto DeeDee mostrava o dedo do meio.

No episódio, Dexter constrói uma máquina capaz de remover a maldade de uma pessoa, para que assim possa se tornar o menino perfeito. DeeDee invade o laboratório, mexe na máquina, merda acontece e gêmeos malignos dos dois são criados.

Os gêmeos DO MAL nocauteiam o Dexter e a DeeDee originais e então começam a disparar uma enxurrada de palavrões um contra o outro. A DeeDee maligna chama o clone de Dexter de “Seu necrófilo do caralho” em uma cena.

Então, a mamãe os chama pra jantar, os dois vão até a cozinha (ainda proferindo mais palavrões que um personagem de Quentin Tarantino) e sentam para comer, o que fazem disparando peidos e arrotos em uma velocidade incrível.

Mamãe pergunta se o jantar está bom, o que leva Dexter a dizer “essa merda tá boa pra caralho” e gera a resposta “não fala caralho na frente da porra da mamãe” de DeeDee.

A mãe desmaia, os gêmeos do mal continuam xingando e é quando o Dexter verdadeiro surge com outro invento e os neutraliza. Ele prontamente suspira de alívio e declara “que bom que os detemos antes que fizessem mal a alguém”.

É quando mamãe aparece, com uma barra de sabão na mão e um olhar furioso! A câmera fecha em Dexter que só pronuncia “Ai, porra” e o episódio acaba.

Agora, qual a veracidade dessa história e quais as chances deste episódio existir mesmo?

Não sei, sinceramente. Ví mais de um relato pela internet de pessoas que dizem ter visto este desenho na Comicon, mas é difícil de acreditar que esta pérola realmente existe e nunca vazou na internet (nada mais fica em segredo muito tempo hoje em dia).

Se querem minha opinião, acho que existe apenas UMA CÓPIA desta animação e Tartakovsky a guarda muito bem em casa. O artigo de hoje já deixou claro que existem muitos babacas moralistas nos Estados Unidos e se este episódio vazasse de repente, poderia custar muito ao senhor Tartakovsky.

Acredito que eventualmente este desenho vai aparecer no Youtube, mas por hora, devemos ser pacientes.

Paciência Padawan. Coisas boas vêm para quem espera.

E por hoje fico por aqui. Queria encerrar o artigo com uma mensagem de boa fé e relevância, mas direi apenas Yammi-yammi-yammi-yamma!

É, isso.

Cheers!!!

70 comentários:

Kyo disse...

se não me falhe a memória, acho que Supernova foi exibido aqui no Brasil, mas não tenho total certeza.

Vejo pelo artigo que muitos episódios foram banidos por motivos bobos, acho que só o de Ren e Stimpy mereceu mesmo o facão.


Aliás, há outro episódio de Pokémon banido (no japão), da 11ª ou 12ª temporada, em que ocorre um terremoto no episódio. Ele foi banido por conta de terremotos ocorridos no Japão na semana da exibição. E alguns episódios "resumo" que foram cortados aqui no ocidente, por motivos óbvios, eram apenas resumos.

Ikari disse...

Censura é algo foda, mas que é muito presente em qualquer produção, até mesmo produtos que são direcionados para o público adulto.

Lembrei que a versão com nova dublagem de CdZ também caiu em muita censura, como o clássico corte da cena que Shiryu corta o braço de Shura de Capricórnio na luta deles. Fora trocentos outros cortes(como no movie de Lúcifer e a bíblia queimando no inicio)

É até garantido que muita coisa nos USA sejam censuradas. Caraca, eles mudam músicas para Hip Hop, Deus-sabe-Porque, quando as originais são fantásticas.

Enfim, me lembrei de Globo e sua compra de determinados animes que eu sabia que seriam censurados, como Inu-Yasha e Shaman King. Comprou apenas para não exibir e tirar a oportunidade de outras emissoras conseguirem sucesso com eles.

Muito bom o post, Grande Amer.
Tá atualizando bastante nesse inicio de ano! To gostando de ver!

o/

Bitetti disse...

Night of Living Pets foi banido!?????
Que putariaaaaaa!

Eu lembro desse episodio da cerveja dos Tiny Toons, muito bom mesmo.

Quiof disse...

esse dos Gárgulas passou na Globo sábado passado (um tanto sombrio pra Disney, como toda a série).

esse do Tiny Toon é clássico.

Rocko era bem escatológico, tem algum banido de Catdog?

Avalanche(Lance) disse...

Porra Amer senti muita falta de você falar dos Road Rovers e da fatidica músca do "Sonafabitch".

Aonde o personagem russo(todos eles eram cães antropormóficos como as Tartarugas ninjas de países diferentes), bem o russo era questionado sobre seu nome completo ...e ele CANTA uma música aonde dizia que seu nome era Sonovavish.

Um trocadilho com SOn of a Bitch< que significa literalmente, Filho de uma Cadela,mas também é o palavrão "filho da puta!".

A cena da música foi cortada...e o desenho eventualmente foi cancelado(apesar de ser a maior audiência infantil da época, superando o Superman de Bruce Timm)

Quiof disse...

teve um episódio do Máskara onde ele procura a pena do chápeu e aparece uma stripper que tinha namorado o prefeito e ela tá coberta de dinamites, o Maskara tira e ela fica nua na frente do Kellaway e do Doyle, agente só vê o sobretudo.

será que foi banido nos Estados Unidos?

hoje em dia desenhos como o Pica-Pau ficaram assexuados, não tem mais episódios onde ele briga com o Zeca Urubu por mulher ou o clássico:" Mulheres, comida. Mansão, comida” / “Mulheres, dinheiro. Iates, dinheiro. Automóvel, dinheiro”.

Zigga disse...

Wow! Curiosidades sobre desenhos inapropriados! ESSE artigo eu vou ler com meus irmãos mais novos!

Eu queria ver como funcionam essas Associações de Pais Desocupados.

E poxa! Sobre esse episídio de Rocko em que o Vacão é.. ordenhado. Fizeram a mesma piada no "A Era do Gelo 3" e o filme é censura livre aqui no Brasil e em todos os lugares em que foi lançado! WHAT!? Mudança dos tempos? Você pode falar besteiras em filmes pra crianças mas não na televisão? Qual a lógica por trás disso?

E apesar de eu ter um pouco de medo de Ren & Stimpy, alguns episódios não são tãããão asquerosos assim... Claro, não vi muito da série então não posso falar nada. Só sei que o blog do criador da série é muito maneiro!

E que fim levou o Ralph Bakshi? Ele ainda não morreu mas meu google-fu não mostra nada que ele tenha feito depois dos anos 90...

Rael XX disse...

Poxa Amer, você é um escroto. Atiçou minha curiosidade em relação ao tal episódio do Dexter.

Zigga disse...

Quiof, do que estás falando? O epísódio do clássico "Automóvel, mulheres, dinheiro, mulheres..." ainda passa, mesmo com a censura podre da Record. Aliás, a dita frase continua intocada. Não sei se ainda é assim nos países que valem, mas...

Scariel disse...

Tempos que eu não comentava por aqui.
Mais esse post ficou muito bom! Sempre quis saber mais detalhes desses episódios banidos.
E como tem pais atoa nos states...

Matheus disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Diogo Dornas disse...

Sempre que vejo uma censura dessas penso na hipocrisia das pessoas que brigam para censurar uma cena...

Fora que alem de hipócrita é sem sentido censurar muita coisa só porque é um desenho animado, até hoje tem gente que acha que desenho é coisa de criança mas tem muita animação feita para um publico mais velho. Pena que os "pais desocupados da América" não tem nada melhor para fazer do que jogar vídeo-game e ver desenhos apenas para encontrar razões para censurá-los/proibi-los.

Jack, The Ripper disse...

O vendedor de sorvetes de "Coal Black and de Sebben Dwarfs" é o negro mais estereotipado que eu já vi na minha vida! Aliás, eu adoro o gato Fitz e Ren & Stimpy. Quem não adora?

Evil Monkey disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Evil Monkey disse...

Se eu não me engano, o episódio de invasor Zim que ele roubava os órgãos das pessoas por objetos que ele achava por aí quase foi censurado.

Sorte que ele foi feito na época em que a Nick era dirigida por pessoas com cérebro e valores (ao invés desses plagiadores acéfalos que dirigem a companhia hoje), então ela bateu o pé e defendeu o desenho.

Se bem que ela cancelou-o duas temporadas depois, mas foi pois ele não dava quase nenhuma audiência.

Na boa, o "fodimento" de Jhon Kircfalusi foi merecido na minha opinião, eu quase tinha a sensação de que em cada episódio ele estava falando que podia fazer o que porra quisesse sem consequências.

Dizem que Seth McFarlene faz a mesma coisa, mas É MENTIRA!

Seth McFarlene faz qualquer coisa por uma piada, sem falar que ele usa o humor para fazer uma paródia e uma crítica social da sociedade americana e das suas atitudes.

Ren & Stimpy é apenas idiota (na minha opinião, é claro).

Minha memória pode estar falha (eu era muito pequeno) mas eu lembro que gárgulas era um puta desenhaço, sensível, inteligente, profundo e bem-escrito.

Ai-ai...saudade do bloco insônia da Fox Kids...

MALDITO SEJA DISNEY XD!!!!!

E eu amo piadas sutis de desenhos infantis, o melhor foi de castores pirados aonde Norb começa a bater a cauda e Dag é contra.

Então o pai fala com Dagget: "Filho, eu me lembro que você gostava de bater a cauda, batia o tempo todo na banheira!".

Man, sacanagem o Super Mouse ter sido cancelado só por um deslize do criador, aquele desenho era tão bom...

É, já escrevi demais e não disse nem metade do que eu queria falar...

Jean disse...

Ótimo artigo, Ammer.

... Quantas vezes você zerou Chrono Cross? E eu feliz com 10...

Meh, enfim, sobre o artigo: Não sou exatamente contra a censura (por mim, Ren & Stimpy seria todo censurado, odeio o humor desse desenho... E não, não sou gay), mas algumas censuras são ridículas, como as do Pokémon e do Beast Wars (Que eu acho ducaralho). Amer meu velho, que tipo de censura você acha justificável?

William disse...

Amer, o que sempre me divertiu na infância era o desenho da Vaca e o Frango. Depois que cresci fiquei barbarizado com o tanto de humor adulto contido no desenho (sexual, racista, religioso...).

Elder Henrique disse...

O da "ordenha" do Vacão passou, inclusive, esses tempos na Band, nesse horário de exibição de desenhos da Nick, nos sabados a tarde (que estava legal até trocarem por Maz Steel). Me lembro de ter me surpreendido pelo fato da cena não ter sido censurada.

Bispo disse...

Sobre drogas teve um episódio de Thundercast em que o Tygra fica viciado em LSD, inclusive trai o grupo por causa do vicio.
http://www.youtube.com/watch?v=pnwHkszamPc

Agora queria saber se os desenhos do pateta, do motorista e do fumante, foram banidos, lembro que eram muito errados :)
http://www.youtube.com/watch?v=cfnrHz_gM20
http://www.youtube.com/watch?v=gmjjHkxTItE

Edyy disse...

Esse episódio de gárgulas veio pro brasil sem problemas, lembro de assistir elas nas reprises demadrugada, não me lembro em qual canal.

Esse episódio do dexter que foi uma surpresa, nunca tinha ouvido fala disso mas concerteza foi melhor pro Tartakovsky que ele não vazasse, senão Samurai Jack poderia nem ter sido feito, muito menos Symbionic titan.

Double M disse...

Olá Amer. Sou um leitor antigo seu (este é o único blog em que eu fiz questão de ler TODOS os posts. Desde o "vou fazer minha monografia baseado em South Park" até hj) mas, como dá pra perceber, não comento muito.

O post sobre esses desenhos banidos ficou muito bacana. Seria legal se vc também dedicasse um post (qdo vc puder, claro) aos Creepypasta, os famosos "episódios perdidos" de desenhos que possuem conteúdos macabros (Ex: o "Episódio perdido do Bob Esponja" e o "Episódio perdido dos Simpsons").

Matheus disse...

Boa noite Amer, acompanho seu trabalho a algum tempo (na verdade, quase 100% neste blog mesmo...) e nunca escrevi nada, nem um comentário nada... Então vamos lá, primeiramente eu gostaria de parabenizar por TUDO! Desde os seus passatempos, seus contratempos, sua vida corrida... TUDO!! Você é um grande (como posso dizer....) exemplo... Por diversas façanhas já realizadas e por diversos taletnos demonstrados durante os "posts"...
Bom, chega de babação de ovo... hahhahhaa!
Na verdade, é o seguinte, eu estou cursando engenharia mecânica na ETEP (uma escola em São José dos Campos) e sim, eu sei q não é uma área humana e blá blá blá... E um dos "módulos" denomina-se como "Expressão e linguagem" e eu REALMENTE não conheço ninguém que se encaixe mais nesse perfil... Por isso queria pedir sua permissão e utilizar trechos de seu blog em um trabalho que estou desenvolvendo (Obviamente colocarei a fonte de onde retirei os artigos e darei o devido privilégio a alguém tão estimado)...
Não sei se esse lugar dos comentários seria o melhor lugar para pedir isso, mas n vi outra "alternativa". Agradeço desde já por todos os "fins de semana dedicados a ler artigos no blog do amer", hahahaha.
UM ÚLTIMO COMENTÁRIO!!!
VOCÊ ESTÁ CERTO!! RUIVAS SÃO FODAS!!!!!!!!!!!!!!!
ABRAÇOS!

(desculpa se estiver mandando novamente esse comentário, é que não o achei, então acho que não foi...)

Quiof disse...

Zigga, eu que quero dizer é que eles fizeram a nova série do Pica-Pau e ela é totalmente politicamente correta, assexuada.

a Record corta alguns episódios como o do Rachador, a cena do Zeca Urubu sendo cortada pela serra não passa mais etc...

também acho uma merda esses desenhos baseados em filmes como Rambo, Ace Ventura (que me parece gay no Desenho), os Debilóides etc...
substituem arma de fogo por laser, as piadas são polidas.

Amer faltou falar do clássico Red Hot Riding Hood do Tex Avery.

Matheus White disse...

Eu via Rocko quando era pequeno e o achava sem graça, talvez porque não entendesse nada.

Recentemente eu vi a cena da masturbação na programação noturna da Nick e fiquei horrizado! XD

Engraçado ver algo que você não entendia antes e de repente se tocar do que estava acontecendo.

Nappa_ disse...

Cara fico feliz sempre que vejo algo sobre Beast Wars ou Gárgulas, eram criações muito boas da minha infância. Rocko, Buzz Lightyear e Tiny Toon eu gostava muito também.

Enfim Pokemon acho que só vale a pena até a segunda/terceira temporada no máximo.

Vacão de fio dental foi impagável, ri muito com a imagem. =D

Buzz Lightyear - faz um bom tempo que vi, então não tenho 100% de certeza, mas acredito que passou o supernova aqui sim.

Bastante informativo esse post, curti bastante. No aguardo do próximo.

Nanda disse...

"Agora queria saber se os desenhos do pateta, do motorista e do fumante, foram banidos, lembro que eram muito errados :)"

Bispo, se foram banidos da televisão eu não sei, mas que o episódio do Pateta motorista não foi banido das aulas do CFC (auto-escola), isso é!! hahaah! Passa toda vez!

Halley, adorei esse post! Muito divertido!
Eu lembro das 2 cenas de Rocko! Achei até estranho vc ter dito que a do testiculo foi censurada e desapareceu, pq eu me lembro claramente de ter assistido mais de uma vez na Nickelodeon!
E acho que ele não come o testiculo... Pelo que eu entendi ele só aperta! ahhahahahaha!

Ren & Stimpy é horrivel, ponto. (MINHA opinião!)

Eu não lembro do episodio do Night of Living Pets!! Pq vc não falou dela no artigooooo??? Humpf!

De resto, tudo ótimo!!
Ah, nos desenhos antigos, até nos não-censurados, os negros são sempre muito estereotipados!

Beijo!!

Lucita disse...

Assisti a esse episódio de Gárgulas na Globo sábado passado! Tô assistindo ao restante da série DE NOVO pq esse desenho é mt foda!!! Eu não sei pq ainda me espanto com a hipocrisia de gente desocupada, um desenho com ótimas mensagens não pode, mas vender armas e munição no Wall Mart pode...ah, mas o Wall Mart não pode vender um mangá hentai PELA INTERNET tbm! Podia todos se matar com armas do Wall Mart e ficar só as pessoas que REALMENTE têm algo para passar pra frente...

Renver disse...

O desenho dos Gárgulas era outro nível...

qualquer dia faço uam resenha sobre ele

Vi o episódio da arma (to reassistindo a série) não é tão forte quanto eu esperava... mas tem sangue pra caramba quandopa Elisa caí no chão.

Black Barth disse...

Artigo bacana Amer! Queria saber mesmo se realmente existe esse polêmico episódio do Dexter...

Queria fazer uma sugestão pro próximo artigo : DMC! eu vi no seu twitter os comentários e fui atrás e esse anime é mto foda! Queria ver vc falando dele e do Live Action

Fafah Katsu disse...

Essa foi rápida. Amer The Flash!

Ah, Super Nova passou no Brasil sim, lembro dele perfeitamente. A nossa Associação de Pais e Desocupados deve ser um pouco mais relapsa.

No mais, ótimo post como sempre.

Kaique Lucas disse...

Maldita Seja a APD(Associação De Pais Desocupados)!

Seu melhor artigo de 2011 até agora foi esse,Amer.

Sala de Leitura disse...

Nunca pensei que veria o nome "Project Diva 2" escrito neste blog...

Enfim, ótimo artigo, como de costume

Mattheus disse...

Ren and Stimpy... tão... perturbador...

Rafael disse...

Esse post e fez lembrar de um episodio da Vida Moderna de Rocko no Band Kids, onde o cachorro dele havia se apaixonado por uma vassoura, e em uma cena, de manhã, Rocko levantava da cama e quando foi abrir o armario de limpeza viu que o cachorro havia transado com a vassoura!

Faz algum tempo que tinha assistido a esse episodio, e pelo que lembro, era isso que tinha acontecido, eu até estranhei quando ví O_O

Kaique Lucas disse...

Como eu odeio Ren e Stimpy...

Cindy disse...

Faltou aquele episódio da Jynx de pokémon que foi considerado racista por causa da aparência dela.
Esse Ren & Stimpy me deu uma puta agonia. Ai.

Caio Catarino disse...

Valeu Amerildo, o seu post salvou o meu péssimo fim-de-semana!

Ótimo texto, vendo esses exemplos não consigo entender a razão deles terem sido censurados e outros (como o Animaniacs que você citou) não. Acho que tem dias em que os censores simplesmente não vão trabalhar XD

Gustavo Bastos disse...

Supernova passou no Brasil, sim, lembro dele. Não tem como esquecer um episódio onde a personagem certinha e independente, princesa que abre mão da boa vida pra salvar o universo, vira viciada.

Inclusive achei ele online: http://terratv.terra.com.br/videos/Especiais/Infantil/Buzz-Lightyear/4562-228760/Buzz-Lightyear--Super-Nova.htm

disse...

Parei de raciocinar direito depois que li "Project Diva 2".
Lembrei o quanto sou infeliz de não ter um PSP e ser obrigada a ficar longe da minha deusa Miku por muito tempo.

Que vida cruel.


De toda forma, excelente artigo, nos faz tomar raiva dessa tal Associação de Pais altamente desocupada. Tanta merd pra eles arrumarem por aí e vão implicar logo com desenhos que estão obviamente CRITICANDO coisas "nocivas"?

darkside disse...

Amer eu não sei se tu tem bola de cristal, mas esse episódio do Gárgulas passou na Globo no sábado passado!!!!!!!!!!!!

Math-kun disse...

Ola Amer =]
eu conheci seu blog faz um tempinho (foi numa comunidade do orkut de "odeio crepúsculo", alguem postou aquelas suas analises de crepúsculo e eu morri de rir, então resolvi ler o resto do blog e morri tambem com a maioria das postagens XD agora eu entro aqui de vez em quando pra ver se tem atualização )mas nunca comentei, então resolvi comentar agora ^^

Eu fico muito puto com esse pessoal que não tem oque fazer e resolve dar uma de politicamente correto e começa a pegar no pé dos desenhos e_e
Os pais estão sempre reclamando que desenho não ensina nada que preste, que não passa mensagem positiva e essas coisas, mas quando eles fazem um desenho deixando BEM CLARO que estão criticando as coisas ruins (bebidas, armas, drogas e etc) os pais acham que isso vai influenciar os filhos a quererem experimentar essas coisas?
Acho que esses pais são cegos, qualquer um que assistisse um desses desenhos que foram banidos (injustamente) ia perceber que estão falando sobre os perigos de se usar essas coisas, e não que é legal e que todo mundo deveria usar
Pra mim esses desenhos cumprem perfeitamente sua tarefa de passar uma mensagem positiva para as crianças, se eu assistisse quando era pequeno sem duvida iria entender que não é uma coisa boa usar drogas (por exemplo), e tambem mostraria esses desenhos sem problema algum pros meus filhos '-'

E sobre Ren e Stimpy...Eu fiquei feliz lendo uns comentários aqui, porque eu sempre achei que era o único a odiar esse desenho =|
Na verdade, eu tenho um pouco de medo...Não medo medo de cobrir a cara enquanto estou assistindo, eu até assisto, mas fico um pouco perturbado com isso e as vezes acabo até tendo pesadelos o.o'
Um dos primeiros episódios que eu vi foi um que o cachorro (eu nem sei qual é qual e_e') achava que ia morrer e era enterrado vivo com o gato em um caixão super enorme que era tipo uma mansão, daí no fim do desenho chega um verme gigante e come toda a carne deles o.o eles ficam só uns esqueletos com umas carnes podres caindo x.x' mas AINDA ESTAVAM VIVOS e falando!!! E pra piorar, o desenho deles assim foi feito de um jeito muito realista o.o oque deixou tudo mais assustador...Eu fiquei meio horrorizado olhando pra TV, depois nunca mais quis olhar pra esse desenho =|

lilycarroll disse...

A censura do episodio do James traveco sempre me deprimiu. Saudades da epoca em que o Pica Pau e Pernalonja se tranvestiam sem problemas e não pensavem duas vezes antes de sair beijando outros caras...

Gargulas era muito foda, lembro de um episodio que os humanos eram transformados em pedra e alguns eram mortos/quebrados por aquela gargula femea.

Cara...Ren & Stimpy sempre me deram muita aflição >_<

Hotaru Tomoe disse...

Excelente o Post Amer! Fico embasbacada com a hipocrisia de quem censura desenhos achando que vai resolver todos os problemas do mundo sendo que o buraco está muito mais em baixo!

Eu via a vida moderna de Rocko e não me lembro dessas coisas tão pesadas, tomei um susto!

Fiquei curiosa em relação a esse episódio perdido do Dexter, rola uma investigação?

Amer,por favor faça uma parte 2 e dessa vez com mais animes!

X-Y-A disse...

Na minha opinião,ficou faltando um episódio muito polêmico,e que assim
como ''Rude Removal'' Nunca chegou a ser exibido,tratasse do episódio Bye Bye Beavers (Tchau Tchau Castores), que seria o derradeiro episódio da série, mostrando Norb tentando convencer Dag de que eles eram apenas personagens em um programa de televisão - indicando a quarta parede. Um dos membros da produção, Micah Wright, disse que a Nickelodeon odiou esse episódio, já que ele inclusive fazia piadas sobre o fato do canal nunca fazer novos episódios para A Vida Moderna de Rocko e Ren e Stimpy preferindo exibir reprises.(Wikipedia salva).Apesar do episódio nunca ter sido produzido,registros das gravações da dublagem,são muito ouvidas no Youtube,o que sempre deixa um gostinho de ''Ahhnn!Eu quero'' na minha opinião.Em um artigo no site de Wright, sobre o cancelamento da série, ele diz: "A Nickelodeon odiou esse episódio porque contava a verdade para as crianças: o programa estava acabando!".
PS:Esse foi um dos meus Post favoritos ate agora.

PSP: O episódio ''Super nova'' pode ser conferido aqui:
http://terratv.terra.com.br/videos/Especiais/Infantil/Buzz-Lightyear/4562-228760/Buzz-Lightyear--Super-Nova.htm


Ds:Estou me sentindo muito mal por ser um furry/lolicon e achar a Doty Sexxy....oh Boy!

tiago neko disse...

os americanos sao muito frescos, tava na cara que alguns dos desenhos serviam para alertar os moleques que coisas como alcool e drogas sao prejudiciais, dai os pais ficam chiando metendo cerveja goela abaixo dai o filho começa a beber e poe culpa no que o moleque ve . tomar no cu ne






maldita curiocidade da porra ¬¬ fui ver uns videos no youtube desse Apocalypse Zero. e me arrependi armagamente u.u

Zigga disse...

Hm, Amer, você curte o Cracked, não? Eles publicaram um texto parecido com o seu, sobre esses desenhos proibidos.

Não se preocupe, não estou te enchendo o saco dizendo que você copiou. Diabos, acho que todas as piadas são diferentes e o texto é de 2008...

Era um top 5, e eles citaram o Pato Donald Nazista e o Pernalonga Blackface...

Isa disse...

Muito bom artigo Amer!Esse é um tema polêmico e você o explorou bem e com muito humor como sempre.Eu sou apaixonada por desenhos animados também e me identifiquei totalmente com a sua opinião, mas fiquei curiosa sobre uma coisa:Você disse que gosta do Meu vizinho Totoro,e também já mencionou A viagem de Chihiro uma vez.Na boa, quantos filmes do Miyazaki você já viu?Só por curiosidade, é que eu também adoro esses filmes...

Kaique Lucas disse...

Eu não gosto de Ren e Stimpy,mas tive coragem de assisitir o episódio banido,mesmo correndo o risco de sentir agonia.Enfim,eu assisti,e não vi nada de tão ruim nele.Alguns episódios da séries são beeeeeeeeeeeeeeeeeeem piores...

E alias,Gargulas detonava!Tiny Toon,Super Mouse e Buzz Lightyear tambem.

leco disse...

parabens pelo artigo cara, a cena q o boneco come o testiculo do urso e hilaria...

Estevan disse...

eu lembro de um episódio das meninas superpoderosas em q uma vilã disfarçada da secretária do prefeito pega a mão dele com um lápis e o aponta no apontador elétrico...o vibrar da máquina faz o prefeito ficar com uma cara de orgasmo
baita conotação sexual q passou despercebida kkkkk
existem vários casos assim
ótimo texto amer...acho q vc já tinha prometido uma postagem assim a muito tempo e cumpriu
se resolver fazer uma continuação um dia, vamos adorar ;D

Caio Jorge disse...

sério, procurei em todo lugar o episódio do pokémon mas não achei. me senti burro. e com razão. mas o post tá ótimo Amer, valeu.

http://lanternadojuizo.blogspot.com/

Igor PhOeNiX_H disse...

Amer, curiosamente o ultimo episodio de Family Guy tinha a mesma temática desse do Dexter. Não sei se você assiste, mas no ep, Stewie cria uma máquina para criar todo o mal que "despercebidamente" foi cessando dele ao decorrer do seriado, só que nessa criação, acaba eliminando todo o mal e criando um ser separado que tem todo esse mal acumulado.

Tal ser tenta matar Brian colocando baterias de um controle remoto no seu nariz e tapando a respiração pela coleira, logo em seguida, massacra o Stewie "do bem" na porrada, corta o rabo de Brian e faz o Stewie "do bem" quase engolí-lo.

Na fuga ele para no meio da pista pra uma mulher em um carro parar. Quando tal mulher vai ver se ele está bem, ele corta ela ao meio com uma cimitarra.

No fim do episodio há aquele velho clichê dos dois stewies brigarem e ficarem vestidos iguais (só de fralda) enquanto Brian tem uma arma laser na mão. Brian usa uma tática pra reconhecer o Stewie "certo" e quando tudo parece acabado, Stewie olha para camera com um olhar malígno (e olhos de gato amarelos) e começa a ter uma gargalhada DO MAL de som de fundo.

Eps de FG costumam ser assim, mas quando você falou desse ep "banido" de Dexter eu lembrei na hora aehuaehauehae e também esse ep conseguiu ser bem mais bizarro que Family Guy já é.

o/

Rafael Trindade disse...

Beast Wars, ai que saudade dos desenhos da década de 90, eu adorava este personagem de que vc falou, afinal quem não gosta de um anti-herói.

cpazuos disse...

Amer, esse seu artigo foi muito bom. me lembrou de muitas coisas que já foram abordadas em outros comentarios. Como os episodios que realment foram exibidos aqui no brasil, o fato de "todos" odiarem Ren e Stimpy, invazor zim e outros.

Mas eu gostaria de comentar sobre o assunto da arma de fogo em desenhos animados. Quando vc falou do episodio dos gargulas eu me lembrei dele e quando o vi, mas eu acabem penssando e lembrando de outro desenho que abordou esse tema e eu acho que não foi cancelado, na verdade ele abordou esse tema (na minha percepção) duas vezes, uma no inicio e outro em um episodio a parte que tratou ao mesmo tempo o tema do Bulyng nas escolas, estou falando do Super Choque". no primeiro episodio minutos antes dele ganhar os poderes na explosão do bigbang, ele ganhou uma arma do chefe da gang que ele ia entrar e acaba jogando-a na agua. Em outro ele e seu amigo tentam ser amigo de um nerd solitario que sofria bulyng e que sabia onde a arma do pai ficava, neste o amigo do Virgil, o Ritchie, leva um tiro na perna quando tentava convencer o nerd a não atirar no sujeito que maltratava ele no colegio. no final do episodio super choque aparesse e fala que fez uma pesquisa sobre armas de fogo e de casos de acidentes envolvendo crianças. foi uma boa menssagem e não sei se chegou a ser cancelada lá no EUA.

e eu tbm lembrei da "liga de mutantes" que passava no sbt, era muito violenta e nogento, mas como o amer falou uma vez era isso que atraia agente quando eramos crianças.

falou é so isso por agora, vlw amer. continue escrevendo seus artigos e espero que vá tudo bem na sua vida, tanto no pessoal quanto no profissional.

Rafa disse...

"Neste episódio, Ash e seus lacaios chegam a Zona do Safari, aquela área do game que nos fazia gastar uma grana e um tempo miseráveis na esperança de que pudéssemos capturar um Dratini. Quando finalmente conseguíamos, passávamos dias o treinando para ele evoluir para Dragonite... e então descobríamos que o Dragonite era um bosta mais frágil que uma flor.

Mardição."

Caiu uma lágrima minha. 100% nostalgia

Atum disse...

vejam :
pedrozonex.blogspot.com
so uma postagem mas vai crescer

crisgunnm disse...

Matéria mto foda véio!apesar de varios desenhos que era mto lokos serem banidos por as vezes um episódio ou algumas cenas é fóda apesar de ter outros varios desenhos, ainda que mostram cenas nesse tipo mais só que um pouco mais disfarçadas no caso do desenho dos padrinhos magicos onde os pais do Timmy Turner contrata uma babá que é a verdadeira encarnação do mal pro moleque,onde ela aponta lança chamas usa armas de choque e outras coisas . Com varios casos de acontecimentos de babás que eram fragadas pelas cameras agredindo crianças . outro desenho axo que poucos recordam, que não foi banido mas que foi usado em estudos biblícos na igreja que eu frequentava que era o desenho a pedra do sonhos que já no primeiro episódio mostrava um dos soldados criaturas narigudas sendo transformado em pedra atirado,pelo seu chefe que era o vilão do desenho em um poço cheio de monstros que o devoravam eu alembro que eu era pivete,e ficava chocado com essa cena e tbm quando eu frenquentava a igreja esse desenho foi usado como mal pra molecada na visão do Pastor da igreja e varias mães que assim ouviram o estudo proibiram de nós assistir esse desenho pelo fato tbm em um dos episódios sobre a origem do vilão era lembrado no estudo que era assemelhado na queda de Lucifer do céu para o inferno.vixe!!! ae eu fico pensando se este desenho fez um Pastor de uma igreja a fazer um estudo então esse desenho era do mal mesmo!mas mesmo assim eu assistia por que fora isso o desenho era emgraçado pacas!!!e passava na melhor emissora de rede aberta que era a tv cultura .

nightrider disse...

sensacional!esse episódio do dexter me deixou hiper-curioso!adoro o do roko!ri d+ com a cena do saquinho do urso!KKKKK

Adelheid K. disse...

MEU PAI DE SANTO!!!!! ENQUANTO EU LIA SOBRE DEXTER'S RUDE REMOVAL, EU IMAGINAVA AS CENAS COMO SE ELAS JÁ ESTIVESSEM NO MEU CÓRTEX CEREBRAL!!!! DEUS DO CÉU E DO CHÃO!!!!!! OU EU JÁ VI ESSE EPISÓDIO, OU ESQUECI DE TOMAR MEUS REMÉDIOS PARA DELÍRIOS!!!! OH, OS MEUS SAIS!!!!!!!!!!!

Jacob F. disse...

O episódio do Pokémon foi satirizado pelos Simpsons uma vez, se não me engano. Foi muito engraçado, devo dizer.

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

estou vendo que tem muitos pais desocupados nos States. e eu não gostava do Super Mouse, era melhor passar um desenho de herói de verdade mesmo.

sobre os desenhos que passam alguma mensagem, realmente é uma vergonha. pois a maioria dos pais americanos deixam seus filhos para a TV cria-los e quando os ensina, vão reclamar.

e eles são o país de primeiro mundo.

Adan Ribeiro disse...

Top da Superinteressante sobre desenho "estranhos".

http://super.abril.com.br/blogs/superlistas/7-momentos-obscuros-de-programas-infantis/comment-page-2/#comments

João Pedro de O. Braga disse...

Putz,meu tu falo e saiu msm!! O rude removal foi postado oficialmente no youtube,mas com censura aos palavroes,acho...
Tah no canal do adult swim

Thiago Lopes disse...

Acredito que eventualmente este desenho vai aparecer no Youtube, mas por hora, devemos ser pacientes.


Mas é um profeta do caralho:

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=TLN_ka1ZSDg

vinicius disse...

faltou o epispodio banido das meninas superpoderosas
uma ópera onde um duende pega os poderes delas em troca da salvação da cidade
o episódio se chama:
see me, fell me, gnomey
.
mt bom tópico, mas a internet acha tudo dos eps de pokemón até mesmo o do dexter, conseui achar todos
pode até estar bem escondido, mas ainda sim existe

Victor Galli disse...

http://www.youtube.com/watch?v=Eu9S5AQdfp0

Aqui está o Rude's Removal.
Começa em 2:41

Victor Galli disse...

http://www.youtube.com/watch?v=Eu9S5AQdfp0

Aqui esta o link para o Dexter's Rude Removal.Começa +/- em 2:41

Octavio Bannach disse...

O episódio 'Pingu Dreams' da série Pingu foi banido. Sério, Pingu teve episódios banidos. =D

Sanderson Rx disse...

teve muitos que foi bobeira(ou não), por exemplo tom e jerry sofreu censura naquele capitulo que um acendo o cigarro pra outra. mas enfim por a culpa de "falta de dedicação aos filhos" em desenhos e mais facil né.

Thiago F disse...

Não sei se você já conhece o canal dele ou não;"The Mysterious Mr Enter". Ele faz avaliações de animações boas e ruins. Aqui esta o vídeo sobre R and S: Adult Party Cartoon. Aproveite! https://www.youtube.com/watch?v=YHxbSpbRTFw&list=UUOCs7lAn_5fZWhnqMOOYfXQ

Related Posts with Thumbnails