quarta-feira, 14 de julho de 2010

Os Melhores Personagens de Dragon Ball!


Hooray!!!

Sim, eu sei, não tenho feito atualizações com a mesma freqüência do passado e peço desculpas por isso. Fazem semanas que questões pessoais vem dinamitando meu ânimo e minha inspiração, e infelizmente é o blog quem sofre por isso.

Agradeço a todos que estão sempre checando o blog em busca de novidades, obrigado por me fazerem sentir que meu trabalho vale a pena. Se não fossem vocês, eu acho que já teria parado de escrever há muito tempo, nos blogs e profissionalmente.

Mas enfim, falemos de Anime!

escrevi artigos que caçoam impiedosamente dos Animes, mas a verdade é que gosto muito de animação Japonesa. Diabos, quando eu tinha meus nove anos de idade, me acabava assistindo Zillion, Rei Arthur, Honey Honey e Comando Dolbuch, foi uma grande infância.

Então veio a década de 1990 e comecei a colecionar Animes com uma fúria que aterrorizaria até mesmo os deuses. Enquanto meus colegas passavam a adolescência ficando bêbados e engravidando, eu acumulava horas e mais horas de Slam Dunk, Rayearth, City Hunter e Yuyu Hakusho.

Quando entramos no novo milênio, comecei a perder um pouco o interesse por Animes, em parte pelo tipo de material que estava nos sendo oferecido.

Digo, Chobits? Uma série com uma robozinha que tem o botão de ligar na xana, e cujo grande dilema do herói é decidir se transa ou não com ela, pois corre o risco de desligá-la se o fizer?

Duas palavras: sexo anal!

Pela santa da aquerupita!

Enfim, perdi o gosto por causa de séries desse tipo e também por causa dos Otakus. Não vou elaborar o assunto, mas há um limite para o quanto uma pessoa aguenta de “Evangelion tem muito mais profundidade psicológica que Thundercats.”

Enfim, há algumas semanas mudamos o provedor de televisão paga aqui em casa e finalmente tive contato com o canal Animax. Pude então assistir Death Note e constatar que é uma das merdas mais chatas que já assisti na vida, as únicas coisas que eu gostei foram a Misa Misa e a música Nightmare.

Eu juro, Misa Amane é uma das adolescentes de Anime mais bonitas já criadas. Tanto que após ver o desenho, cheguei a conclusão que a Francesca Dani não deve mais fazer Cosplay dela. Da última vez que eu chequei, a personagem não tinha marcas de expressão.

40 anos e ainda faz cosplay de ninfeta! Porra, Pipa! Realiza!!

Mesmo assim, foi a fagulha que eu precisava para reacender meu gosto por Anime e passei as últimas duas semanas assistindo toneladas de desenhos e tirando dez anos de atraso.

sobre o assunto.

“Mas Yamcha, o que esse discurso todo tem a ver com o artigo de hoje?”

Em primeiro lugar, se me chamar de Yamcha de novo eu arranco seu crânio e o uso de penico, seu filho de uma égua! Em segundo lugar, meu Anime favorito de todos os tempos é Dragon Ball e já que falarei de animação Japonesa o mês inteiro (provavelmente), nada melhor que começar pela obra do senhor Toriyama.

E é muito justo que eu enumere quais meus personagens preferidos da série, pois são eles que sustentam a franquia e nos fizeram acompanhá-la com tremendo carinho por mais de dez anos.

Mas chega de enrolação, vamos ao artigo de hoje!


20º Lugar – Mestre Kame

Não torça o nariz, seu mal agradecido, devemos muito ao Mestre Kame.

Pois bem, ele é um dos velhos tarados originais dos Animes. Quando surgiu, a piada de velhos tarados ainda era nova e pioneiros devem sempre ser respeitados.

Tem mais, ele fez a Lunch vestir lingerie sexy e a convenceu de que era uniforme de treinamento. Ainda preciso colocar essa técnica na prática na vida real e ver se tenho o mesmo sucesso.

Finalmente, Kame ensinou que todo homem tem o direito de fazer Paf-Paf.

Você sabe, Paf-Paf. Quando você pega uma garota com magumbos imensos, posiciona sua cara apropriadamente e faz... Paf-Paf.

...

É, Paf-Paf.

...

Quer saber, jogue Dragon Quest VIII. Tem um lugar escondido nas montanhas onde você pode pagar uma moça com bastante recheio pra lhe fazer Paf-Paf.

Fazer Paf-Paf é bom... eu queria poder fazer Paf-Paf de vez em quando...

...

Não se atreva a me julgar! Metade de vocês estaria fazendo Paf-Paf agora se tivesse chance!

Mardição!



19º Lugar – Nappa

Nappa nunca foi o personagem favorito de ninguém. Digo, ele é um brutamontes careca, com bigodinho de arame e tão intelectualmente estimulante quanto um daqueles jogos de computador que vem na caixa de Sucrilhos.

Pois é, Nappa é como aquele seu tio idiota que conta piadas do Ary Toledo sem perceber que elas deixaram de ser engraçadas em 1989, que acredita ser politizado porque assiste o Casseta & Planeta Urgente e que adora narrar em voz alta a operação para remover um furúnculo de sua bunda.

Claro, ele matou o Tenshinhan e o Chaos... mas ninguém nunca deu a mínima pra eles, isso não chega a ser um ponto brilhante de sua carreira.

Mas então, veio Dragon Ball Abridged e tudo isso mudou.

Mas o que? Você não conhece... VOCÊ NÃO CONHECE DRAGON BALL ABRIDGED??? MAS VOCÊ MERECE UMA SURRA DE PAU, SEU SACRIPANTA!!!

Nappa só aparece a partir do episódio 3, mas clique em "episodes" no site e assista tudo, fará bem ao seu espírito. Costumava ter legendado no Youtube mas tiraram do ar então... se vire com a versão em Inglês.

“PELO MENOS NÓS NOS DIVERTIMOS, CERTO VEGETA? VEGETA! VEGETA! VEGETA! VEGETA! VEGETA! VEGETA! VEGETA! VEGETA! VEGETA!"

...

Isso tem muito mais graça depois que se assiste Dragon Ball Abridged, vai por mim.



18º Lugar – Andróide 18

Eu juro, a colocação dela não foi intencional.

Houve uma época que Akira Toriyama só conseguia desenhar um tipo de rosto feminino. Todas as garotas que saiam de sua caneta eram exatamente iguais, exceto pelo cabelo e pelas proporções físicas, dá pra fazer Paf-Paf em algumas, enquanto outras não permitem momentos Paf-Pafantes.

Isso se tornou um problema tão grave (se é que ganhar milhões de dólares com história em quadrinhos pode ser chamado de “problema”) que uma personagem de Dr. Slump usou a inaptidão de seu criador para se disfarçar como outra garota, algo sobre o qual Toriyama protestou em um balão de diálogo ao longo da dita história.

Um belo dia, provavelmente após algumas doses de vodka, Toriyama disse “FODA-SE A POLÍCIA” e após bravata tão poderosa e sem sentido, dedicou-se a desenhar uma menina que diferia das demais moças de seu trabalho.

E assim nasceu a Andróide 18, toda loirinha e linda, com olhinhos puxados e tão bonita que só nos restava ficarmos total e irremediavelmente apaixonados por ela.

Claro, assim que vimos seu irmão gêmeo, ficamos todos muito desconfortáveis, mas isso logo passou.

De qualquer forma, a Andróide 18 participou de grandes momentos da série, como quebrar o braço de Vegeta e fazê-lo gritar feito uma putinha, ser vomitada pelo Cell e dar um fora Olímpico no Kuririn mesmo após ele pedir a Sheng Long que removesse a bomba que havia em seu corpo.

Claro, ela repensou a sua atitude e casou-se com Kuririn pouco depois, mesmo ele sendo um monstrinho careca de um metro e meio, sem nariz e com certeza virgem aos 30 anos.

Em outras palavras, há uma mulher linda a espera de cada um de nós, mesmo que pareçamos com um aborto da natureza. Só precisamos remover a bomba que existe dentro delas para que passem a nos dar bola.

Lógico, o casamento com Kuririn deve ser um saco, pois ela vive emburrada na saga de Majin Buu... mas pelo menos o sexo é bom.

Eu tenho um Manga Hentai que prova isso, Kuririn sabe o que faz... os mais bonzinhos são sempre os mais espertos...



17º Lugar – Majin Buu

Que fique claro que quando falo do Buu, não me refiro ao nanico que destruiu a Terra, tampouco ao bombado que como uma boa atriz pornô, queria os demais personagens dentro dele. Não senhor, estou falando da primeira versão dele, a que usa fralda, uma toalha de mesa amarrada no pescoço e tem uma séria desordem alimentar.

Eu poderia passar horas dando motivos para ele entrar nesta lista, como por exemplo, ser o primeiro super vilão de Dragon Ball Z que não parece nem remotamente perigoso. Freeza era mais feio que o Tião Macalé, e nada de bom pode vir disso, enquanto Cell é uma barata enorme, e nada de bom vem das baratas.

Enfim, eu poderia enumerar milhares de motivos nobres para justificar a entrada de Buu na lista, mas seriam mentiras, MENTIIIIRAAAAAS!!!

O fato é que ele é adorável e isso basta!

Olhe pra ele, ele é todo gordinho e abraçável, e inocente, e fica brincando com o cachorrinho, e faz o Mr. Satan de escravo e transforma pessoas em doces e as come enquanto ainda estão conscientes e sentindo a dor de suas dentadas...

...

Ok, isso não é legal, mas não podemos culpá-lo por ser um sociopata de 500 quilos, ele age como uma criança, e todos sabemos que elas são versões mirins de Tony Soprano, esperando o menor estímulo para gerarem uma explosão de sociopatia. Buu não é diferente disso, exceto que sua saga demorou muito menos tempo pra terminar do que Família Soprano e seu final fez muito mais sentido, e irritou bem menos gente.

...

Reconheço que meus últimos parágrafos não ajudaram em nada à causa de Buu, então vou passar para o próximo personagem e fingir que nada disso aconteceu.



16º Lugar – Bardock

Bardock era um homem simples, de uma época menos complicada. Como membro da classe trabalhadora de seu planeta, sua função era devastar civilizações inteiras durante o fim de semana para que Freeza pudesse vender os planetas na Segunda Feira.

Se tivesse nascido na Terra, a carreira mais próxima disso seria trabalhar no Recicla Cidadão.

E Bardock não contava com as firulas dos jovens de hoje, nada disso. Ele não usava Kamehameha, ou Galick Gun, ou Makankosanpou, tampouco outro ataque com nome próprio. De fato, um raio de energia genérico acompanhado de um grito de “MORRA” era mais que o suficiente para ele.

Ainda digo mais, Bardock é de um tempo em que não existia Super Sayajin, nem Super Sayajin 2, Fusão, Sementes dos Deuses ou qualquer uma destas coisas modernas que impedem os jovens de hoje de se tornarem homens de verdade.

Sim senhor, Bardock era tão macho que encarou Freeza sem sequer ter um bordão!

...

E agora ele está morto. De repente, se tornar um Super Sayajin não é tão mal assim.

Aliás, sabiam que Bardock foi o único personagem criado para um especial do Anime, que Akira Toriyama gostou tanto que deu um jeito de acrescentar no Manga? Pois é, o próprio criador da série admitiu que o velho do Goku é legal o suficiente para fazer parte da obra original.

E aliás, ele parece ser capaz de se reproduzir por bipartição, pois em nenhum momento vimos a mãe de Goku na série. Os Sayajins descartam as mães depois que as crianças nascem?

O que é bastante curioso... esponjas se reproduzem desta forma... e o dublador Brasileiro do Goku também dubla o Bob Esponja, desta forma...

...

OH MEU DEUS!!! SEMPRE ME QUESTIONEI POR QUE GOKU E BOB ESPONJA NUNCA FORAM VISTOS JUNTOS!!! AGORA TUDO FAZ SENTIDO!!!



15º Lugar – Pan

Posso quase ouvir o “Ahhhhh, qualé” coletivo que todos os odiadores da Pan soltaram neste momento, por acreditarem que ela não merece fazer parte da lista e por acharem que só a acrescentei ao texto porque estou chapado.

Nada disso, eu adoro a Pan e não fumo mais maconha... porque meus olhos já melhoraram.

Que foi? O médico que receitou.

Enfim, boa parte do ódio destinado a menina vem dos fãs inconformados com GT, que se sentiram enganados pois a série não era tão boa quanto Dragon Ball Z e que decidiram direcionar sua frustração a tudo que viesse dela.

Deixa adivinhar, vocês se acostumaram com a ação, bom humor e lutas sencacionais presentes na série tradicional certo? E quando assistiram GT, ficaram decepcionados porque tudo isso... continuava a fazer parte da série como sempre foi?

...

Vocês são retardados por acaso?

Dragon Ball GT é mais de tudo aquilo que amamos em DBZ, só que com canções de abertura e encerramento melhores. Somente um completo idiota purista de meia tigela declararia ódio a um desenho que possui exatamente o mesmo conteudo da obra que ele tanto ama.

Você também é fã purista da G1 de Transformers? De alguma forma, isso não me surpreenderia.

Mas voltemos ao assunto em questão.

Pan é fofinha e moleca e completamente adorável. Tudo bem que ela caça namorados com dez anos de idade, mas quantos de vocês não fizeram isso?

Não se atrevam a desligar o monitor e sair de fininho pra comer doce de leite na cozinha, vocês não me enganam seus taradinhos!

Claro, ela nunca se tornou Super Sayajin, mas isso foi culpa do Toriyama, que não sabia como uma mulher poderia ficar caso atingisse esse nível de poder.

Felizmente os caras de Dragon Ball Multiverse o fizeram! HUZZAH!!

...

Você não conhece Dragon Ball Multiverse também? Pelo amor de... aqui, apenas leia, sua besta babilônica, antes que eu mande o Belo Ursinho Fritz até aí!

Uau, fazia tempo que eu não falava dele, não?

E já que eu mencionei Deus Ex Machina alguns parágrafos acima...



14º Lugar - Vegito

Eis minha fusão favorita de toda a série.

Pra falar a verdade, a única fusão da série de que gosto. Nunca vi graça em Gogeta e detesto Gotenks com todas as minhas forças.

Ok, Vegito. Poucos personagens conseguem ser tão exageradamente fortes como ele. Dragon Ball é cheio de sujeitos que tem tantos poderes diferentes e estapafúrdios que até Cavaleiros do Zodíaco parece um desenho mais dosado em comparação, e mesmo assim, Vegito extrapola todas as normas do bom senso quando aparece na história.

De fato, acredito que ele estrelou apenas meia dúzia de episódios justamente por isso. Se continuasse na série, ela acabaria mais cedo e Toriyama deixaria de receber cheques enormes semanalmente.

Agora, os fãs adoram se questionar sobre qual fusão é a mais poderosa: Gogeta ou Vegito.

Pois vejam só, ELES SÃO O MESMO CARA!!! A única coisa que muda neles é a roupa! Lembra aquela regra da multiplicação que você aprendeu no primário? “A ordem dos fatores não altera o produto?” Pois é, mesma coisa.

E... eu não tenho mais nada a dizer sobre ele, então vou passar para o próximo.



13º Lugar – Freeza

Freeza é o mais próximo que Dragon Ball tem de um Lex Luthor.

Ele é um empresário DO MAL, presidente Organização de Troca de Planetas, cujo principal trabalho é erradicar raças inteiras e descolar um troquinho vendendo seu mundo desabitado e devastado.

Claro, isso levanta todo tipo de pergunta. Quem compra planetas devastados e desabitados? Por que? Quem são os acionistas da empresa? Eles pagam com o que? Ouro? Comida? Mulheres? Euros? Figurinhas da Copa?

E mais, se existe gente com mais dinheiro que o Freeza no universo, por que ele não os mata e simplesmente toma suas fortunas? Daria menos trabalho do que despovoar planetas e tentar convencer o comprador que todos aqueles cadáveres espalhados pela superfície não são um problema pois “com o tempo isso sai”.

Outra característica muito legal de Freeza é sua educação, ele definitivamente é um dos personagens mais refinados de Dragon Ball.

Se o encontrasse na rua, Freeza lhe daria bom dia, perguntaria como vai sua família eo que você conta de novo, sempre com um sorriso no rosto... então ele mataria seus filhos, torturaria você e se tivesse uma genitália, estupraria o cérebro da sua esposa.

Aliás, Freeza, assim como os Silverhawks, nos ensinou que a nudez aumenta a força de um indivíduo. Qual a primeira coisa que ele faz quando resolve encarar os amigos do Goku? Arranca seu colete e fica peladinho, é aí que ele mostra todo seu poder.

Digam o que quiserem, mas estar pelado ao se espancar uma pessoa torna a surra muito mais humilhante

E apesar de ser um sádico nudista filho da puta, Freeza é o chefe perfeito, pois só se importa com a eficiência de seus funcionários. Se ele não liga para as firulas das Forças Especiais Ginyu, ele definitivamente não se importaria comigo amassando uma lata de refrigerante na testa.

...

Eu fiz isso logo na minha primeira entrevista de emprego...

...

Apesar de tudo, consegui o trabalho, o que de certa forma faz de mim o Capitão Ginyu.



12º Lugar – Cooler

Apesar de Freeza ser o patrão com qual todos sonhamos, ainda acho o Cooler mais legal. Sei lá por que, simplesmente acho.

De fato, sempre que jogo Dragon Ball Z Budokai, a primeira coisa que faço é escolher o Cooler e dar uma surra no Freeza.

É.

E vamos para o próximo.



11º Lugar – Goten & Trunks

Novamente, eu detesto Gotenks. Acho o um dos personagens mais intragáveis, sujos, pestilentos e sarnentos, gato polar de toda a franquia.

Moleque só pode ficar transformado por meia hora e ao invés de matar o porra do Majin Boo de uma vez, enrola por 12 episódios. Todos sabemos que no mundo de Dragon Ball, meia hora dura só 11 episódios, com mil cacetes!

Mas Goten e Trunks sim, estes são divertidos.

Veja bem, os acrescentei como um personagem só, pois eles só tem graça quando formam sua dupla dinâmica mirim de sociopatas, que consegue dar um jeito de escapar de todo tipo de punição quando seus pais não estão por perto.

Eles fizeram gato e sapato da Videl no segundo longa metragem do Broly, encheram o saco dos guerreiros biológicos no terceiro longa metragem do vilão e espancaram Hitler no especial do Gogeta.

Eu não decoro os nomes dos longas, me refiro a eles pelo item de maior destaque presente em sua história. O que gerava alguma confusão quando eu não sabia o nome do vilão ou quando nada que merecesse atenção acontecesse no episódio... mas estou divagando.

E assim como todos nós, se reunirem as Esferas do Dragão, ambos não pedirão porra nenhuma que preste. Nada de desejar a paz no mundo, tampouco acabar com a fome do planeta ou ressuscitar alguém morto injustamente, eles vão é pedir doces e brinquedos em quantidades burlescas.

E quer saber? Ambos são de famílias ricas! Trunks é herdeiro da empresa que detém o MONOPÓLIO MUNDIAL sobre todos os meios de transporte do planeta, enquanto Goten é filho de uma princesa.

Chi Chi é filha do Rei Gyuma, então logicamente é uma princesa e cheia da grana, mesmo que viva no meio das montanhas com um caipira que nunca trabalhou e acha que esbofetear homens feios interplanetários é um modo honesto de ganhar a vida.

Enfim, os dois poderiam pedir o que querem para suas mães, mas eles preferem utilizar os poderes milenares de um deus sagrado para ganharem doces que comerão em meio segundo e brinquedos que logo estarão jogados debaixo da cama com todos os outros.

Isso aí meninos! Com uma atitude como essas, vocês com certeza serão membros produtivos da sociedade!



10º Lugar – Bulma

E chegamos aos dez principais! Huzzah! Celebremos!

Pois bem, Bulma! Por que ela merece fazer parte da lista?

Bom, ela foi a força que colocou a história em andamento. Se ela não tivesse encontrado Goku na montanha e o convencido a percorrer o mundo atrás de esferas sagradas para que ela arrumasse um namorado, nosso querido montanhês ainda estaria morando no meio do mato, pescando peixes enormes para o almoço.

Sem mencionar que ele ainda seria mais virgem que o Kuririn.

Ela também nos agraciou com uma boa dose de fanservice. Pudemos vê-la no banho, sem calcinha e com os peitinhos de fora em público, o que involuntariamente salvou o Yamcha quando ele lutou com o homem invisível.

Isso tudo faz muita diferença para um moleque de 15 anos desesperado em uma época sem acesso a internet e pornografia infinita, acreditem em mim.

E verdade seja dita, ela foi um dos poucos personagens da série que mostrou alguma evolução. Bulma começa Dragon Ball como uma adolescente mimada e cheia de saliência, se torna uma adulta... mimada e cheia de saliência.

Ela desfilava de calcinha na frente do Kuririn, quando os dois estavam sozinhos em uma nave espacial. Uma mulher precisa de muita saliência pra provocar um super virgem desta forma.

Para falar a verdade, Bulma só amadurece de verdade após o nascimento de Trunks, quando se torna mais paciente, dedicada e carinhosa com a família e os amigos... embora ainda tenha uma certa saliência.

Você realmente acha que foi o Vegeta que tomou a iniciativa no relacionamento? Pois eu tenho um Hentai que prova que não, definitivamente! Ele nem sabia como alegrar uma mulher!

...

Eu tenho Hentai demais...



9º Lugar – Videl

Sim, sim, Videl! A menina que provou a todos nós que Gohan não é gay, Deus a abençoe por isso.

O legal de Videl é sua simplicidade. Uma garota durona, que não leva desaforo pra casa, teimosa ao ponto de ser linchada por uma besta careca simplesmente por não desistir de uma luta e que ainda acredita que seu pai o maioral.

Mas acho que o mais cativante nela é que Videl traz a inocência da primeira paixão para a série. Ela e Gohan não se beijam, andaram de braços dados uma ou duas vezes em todo o desenho e não exibem muita afeição... pois estamos falando de um desenho produzido no Japão.

Por outro lado, ela confia cegamente nele e quando está toda cheia de fraturas, Videl come uma das Sementes dos Deuses que Gohan lhe traz.

Isso se chama CUMPLICIDADE!!! E na minha humilde opinião, é a coisa mais importante de um relacionamento! O casal não precisa ficar se agarrando e trocando saliva em público pra demonstrar o quanto se gosta, eles confiam um no outro, sentem amizade, carinho e preocupação um pelo outro e DEMORAM pra aprenderem a se gostar.

Lembra como ela não ia muito com a cara do Gohan quando os dois se conheceram? Eles precisaram treinar juntos para que ela percebesse que aquele guri abobado que se vestia de super herói era o cara da sua vida.

Se querem minha opinião (e se não quisessem, não estariam lendo meu blog), mesmo Dragon Ball sendo uma obra de pancadaria descerebrada, o namoro fofinho e adolescente de Gohan e Videl é mais realista do que metade das coisas ultra idealizadas que vejo em Shojo. Eles começam como amigos, ambos possuem falhas e aos poucos, começam a apreciar o que o outro tem de melhor, até que declaradamente se apaixonam, se casam e geram a 15º personagem da lista.

E por colocar esta dose tão improvável de realismo e romance em uma série sobre super arianos que combatem baratas do futuro e ditadores espaciais nudistas, ela mais do que merece nosso carinho e adoração.



8º Lugar – O Grande Saiyaman

Farei uma confissão agora: eu não gosto do Gohan.

É.

Quando aparece na série, ele é um molequinho chato, chorão e mimado, que precisou tomar umas porradas do Piccolo pra criar vergonha na cara.

Então, na saga de Freeza, ele quer ser aquele garoto sério, que tenta agir com maturidade além de seus anos e que sempre morde mais do que pode engolir... como aquele seu amigo que só lê revista Contigo e Harry Potter, mas tenta conversar sobre ciência política com as pessoas.

Daí, vem a saga de Cell, e após perder parte de sua infância treinando com seu pai idiota na Morada do Templo (que criança não adoraria isso?), ele decide combater Cell... só pra tomar uma surra e então cometer o maior pecado dentre os heróis de Anime: fazer um discurso sobre a coragem e a amizade antes de finalmente reagir contra o vilão.

Foi um discurso curto... mas um dircurso mesmo assim.

Então chegou a puberdade, os testículos de Gohan desceram e ele finalmente foi matriculado em uma escola, pois de alguma forma, sua mãe percebeu que ele não seria um grande Acadêmico se continuasse isolado em uma cabana no meio do mato.

E foi neste ponto que ele se tornou interessante.

Durante a infância, Gohan não agia como uma criança normal, ele era mais a criança com o qual os pais sonham: comportado, bonzinho e sempre pronto a fazer a coisa certa.

Argh, é quase como uma versão do Wesley Crusher de Dragon Ball.

Então, Gohan cresceu e qual a primeira coisa que fez? Ele fez cosplay de Machine Man pra poder voar pra escola sem ser reconhecido!

ELE SE TORNOU ABOBADO E ALEGRE COMO O PAI!!! É ISSO AÍ!!!

Acredito sinceramente que, quando criou Gohan, Toriyama ainda não tinha filhos e não fazia a menor idéia de como uma criança de verdade age. Podem ver que Goten é bonzinho, mas parece mais uma criança normal do que Gohan quando tinha a mesma idade.

Por ter nos mostrado que debaixo daquele moleque chato existia um adolescente divertido, devemos todos lhe dar um grande abraço!



7º Lugar – Mr. Satan

SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N, SA-TA-N!!!

Acredito que nada mais precisa ser dito.



6º Lugar – Cell

Quando penso no Cell, me lembro da conversa que tive com um colega na época do cursinho. Foi mais ou menos assim:



O cara: Então, eu tava pensando em um novo vilão pra Dragon Ball.
Eu: Manda.
O cara: imagina, tipo assim, um vilão que tem todas as técnicas de todos os personagens de Dragon Ball.
Eu: ...
O cara: Ele tem o Kamehameha, aquele raio pirulito do Piccolo, dispara as lâminas do Kuririn e tudo mais, e ninguém sabe como vencer ele, porque ele tem todos os poderes dos heróis!!! Como se vence um cara assim??? Ia ser MUITO FODA!!!
Eu: Já inventaram esse vilão, é o Cell.
O cara: *Silenciosa Contemplação*
Eu: *Apenas Silêncio*
O cara: É VERDADE MANO! MUITO FODA!!!

História verídica essa, eu juro. Tenho uma tendência a atrair esse tipo de idiota quando estou em uma instituição de aprendizado... e quero fazer mestrado pra dar aula em universidade, o que mostra que não aprendi minha lição.

Apesar de ter todos os poderes de todos os personagens, não é essa a melhor característica de Cell, é o fato de que ele é o vilão com menos motivação da história da existência.

Ele não quer poder, nem dinheiro, nem fama, nem glória, nem a Xuxa, nem nada. Ele só quer porradear todo mundo pra provar que pode e assim que fizer isso, vai explodir o planeta e ir para outro sistema solar... onde vai espancar mais gente ainda por nenhum motivo que faça sentido.

É quase como uma versão super poderosa do Biff Tannen, o que é muito conveniente, pois ambos viajaram no tempo e foderam com a vida do McFly.

...

Ok, Cell não fodeu o McFly e sim o Trunks. Mas o teria estragado o dia de Michael J. Fox também se tivesse a oportunidade, pode ter certeza.

Pra colocar sal na ferida, a cabeça dele tem o formato do chapéu do Papa, o que pode significar que Bento Palpatine XVI só quer foder com todo mundo e viajar para outros universos para espalhar terror após destruir nosso planeta.

Acabei de imaginar o papa voando por aí e disparando Kamehameha nas cidades, depois de anunciar um torneio de artes marciais onde deseja enfrentar Henry Sobel e o Hulk Hogan.

De repente, minha vida ganhou mais sentido.



5º Lugar – Broly

E chegamos então ao melhor vilão de toda a franquia. Lógico, ele tem o maior trapézio do planeta Vegeta.

Lembro que sempre que assistia um longa metragem de Dragon Ball Z, eu sabia exatamente quando o jogo ia virar. Goku e seus amigos podiam passar horas tomando porrada, que no momento que um deles se transformasse em Super Saiyajin, começasse a gritar mais alto ou quando a música mudasse seria o fim da luta.

Então assisti o primeiro especial com Broly.

Ok, eles se transformaram e continuam apanhando.

Muito bem, eles começaram a gritar... e ainda tão apanhando.

Santa santa santíssima! A música mudou e o vilão ainda tá descendo a lenha neles!!!

Eu realmente temi pela vida de Goku quando vi este longa. Normalmente ele apanha por vinte minutos e vira o jogo, mas após 40 minutos de surra, as chances disso acontecer se tornavam cada vez menores.

Pelo menos até o momento DEUS EX MACHINA em que ele venceu a luta. Dragon Ball tem tanto Deus Ex Machina que uma hora até paramos de ficar ofendidos com isso.

De qualquer forma, Broly chutava a bunda dos heróis e depois a chutava mais um pouco. Quando não estava chutando a bunda de alguém, ele pisava nela pois nenhuma bunda deve ficar sem espancamento.

E outra, Broly é o único personagem da franquia cujos golpes são inspirados em luta livre e não artes marciais. Ele usa muitos agarrões e arremessos, e poucos socos e chutes; nas raras vezes que não agarra alguém, ele usa um clothesline no oponente.

Broly é também o segundo (o primeiro sendo Bardock) a quebrar a barreira dos longa metragens e aos poucos ser enfiado na cronologia oficial da série. Nos próprios games, se os produtores só podem colocar UM vilão de fora da série no jogo, escolhem justamente ele para preencher esta lacuna.

Claro que isso acontece mais por causa dos fãs, mas eu não vejo a mesma coisa acontecendo com o Dr. Wheelo.

Sem mais perguntas, meritíssimo.



4º Lugar – Kuririn

Não há como colocar de outra forma: Kuririn é um perdedor.

Ele é careca, tem um focinho ao inves de um nariz, é pouca coisa mais alto que o Nelson Ned e como eu disse anteriormente, provavelmente perdeu a virgindade com 35 anos.

De fato, ele é tão perdedor que em um episódio foi aloprado pelo Chaos.

ALOPRADO!!!

PELO CHAOS!!!

Ser aloprado pelos heróis ou pelo vilão principal é uma coisa, mas tomar chupada do elenco de apoio é a maior marca de um perdedor.

E mesmo assim, não há como não adorá-lo, porque há um pouco de Kuririn dentro de todos nós.

Todos passamos por aquela fase da vida onde tudo dá errado e nos sentimos totais e completos fracassados. Kuririn foi assim pela maior parte da série, mas permaneceu um otimista que ri das próprias cagadas e que solta uma piadinha quando o universo está pra ser aniquilado.

Sem contar que mesmo sendo a latrina do mundo, ele nunca tentou descontar isso nos outros. Kuririn sempre seguiu o bom exemplo de Goku e se dispôs a ajudar aqueles que necessitavam, assim como poupou a vida de seres que qualquer veterinário colocaria pra dormi sem pensar duas vezes.

E ele é um romântico, algo que tá cada vez mais em falta no mundo. Mesmo que sua única experiência amorosa por um longo tempo tenha sido com uma Maria Gasolina que fugiu dele assim que avistou um cara com uma lancha, ele não se tornou um misógino que dispara Kienzan na cara das moças indiscriminadamente.

Claro, o Karma o recompensou eventualmente, pois ele se casou com a Andróide 18, o que nos ensina que após 35 anos de solidão e virgindade insuportáveis, o universo nos recompensará com uma loirinha linda que está sempre de mal humor.

E é por isso que me mantenho sorridente... embora eu vá ficar muito puto se não tiver minha própria Andróide 18 daqui a cinco anos...



3º Lugar – Trunks

Sim, eu sei. Coloquei o mesmo personagem duas vezes na lista, bla bla bla, errado, yadda yadda yadda, injusto, humina humina humina, perda de credibilidade jornalística.

Eu responderia a altura, mas após três dias escrevendo este artigo estou muito cansado e vou deixar passar.

Seja como for, drama e precisão científica não são coisas muito comuns no enredo de Dragon Ball. A série se preocupa mais em mostrar gente explodindo de formas espetaculares do que garantir algo que nos mantenha pensando quando não há um espetáculo de show e luzes na tela.

Mas Trunks reúne estas duas características de forma magistral.

Ok, ele voltou no tempo pois seu futuro foi devastado pelos Andróides 17 e 18, e seu objetivo era alertar seus amigos a respeito destes terríveis oponentes, de modo que pudessem se preparar para enfrentá-los.

Normalmente, neste tipo de história, o viajante do tempo tem a esperança de mudar sua era ao afetar eventos do passado. Mas existe uma regra pouco mencionada na ficção científica que diz que é impossível mudar o futuro de onde se veio, pois foi uma certa cadeia de eventos que gerou o indivíduo que está tentando modificá-los em primeiro lugar, o máximo que pode acontecer é a criação de uma linha de tempo paralela onde existe uma outra versão do viajante.

Ok, tome fôlego.

...

Tudo bem? Podemos seguir? Ok então.

Trunks não conseguiu modificar o mundo de onde veio a fim de que ficasse menos esmerdeado. A única coisa que podia fazer, era treinar com seu pai e amigos no passado para ter a força necessária e derrotar os andróides ele mesmo quando regressasse a sua linha temporal.

Sim, após passar um bom tempo na companhia dos amigos e da família que nunca conheceu, só restava a ele voltar para seu mundinho de bosta, onde seria órfão de pai e não poderia passar os dias com os amigos tão queridos que fez no passado, pois já estão mortos em seu tempo.

E com Piccolo morto, nada de Dragon Balls.

...

Você nunca tinha pensado em nada disso, não é verdade?

Como a cereja do bolo, Trunks transformou Freeza em Shish Kebab, em apenas dois episódios! O cara tem de ser muito especial pra fazer uma luta durar menos de um mês em Dragon Ball.



2º Lugar – Piccolo

Piccolo é um daqueles caras que provam que quem nasce pra rei nunca perde a majestade.

Filho de um grande demônio, Piccolo é feito de pura malícia e ódio e vivia apenas para poder confrontar Goku e transformá-lo em um tapete para sua sala de estar.

Depois, ele desenvolveu uma das mais letais técnicas (do começo) da série. Infelizmente leva cinco minutos para se carregá-la, o que é uma desvantagem grave durante uma batalha, mas nada que usar Goku de escudo humano não resolvesse.

Então, após a morte de seu odiado rival, Piccolo adotou Gohan. Aprendemos então que “paternidade” é uma palavra com significado muito diferente em seu dicionário, pois como disse antes, ele espancava o moleque como se não houvesse amanhã.

Finalmente, ele heroicamente se sacrificou, sendo dizimado por um raio de Nappa para salvar Gohan, quando seria muito mais fácil simplesmente tirar o garoto do caminho.

E o resto é história.

Picollo é um dos personagens mais fascinantes da série e acho que isso se deve ao fato dele ser um tanto único. Temos bicas de terráqueos e Saiyajins, mas ele é o único Nameck que pega no pesado durante a série.

Kami-Sama e Dende só ficam na borda do templo, olhando para a Terra e fingindo que estão ocupados. Piccolo é o único que de fato faz alguma coisa.

Sem contar que ele faz entradas dramáticas muito bem. Lá está o Gohan, prestes a virar bacalhau, quando de repente Piccolo aparece, desvia o raio do inimigo e dramaticamente para no topo de uma estrutura alta para que sua capa tremule ao vento.

E não importa onde picas Gohan estivesse, fosse em uma floresta, área vulcânica ou na Nicarágua, Piccolo sabia exatamente onde buscar o guri... o que indica um certo voyeurismo da parte do sujeito. Se fosse o Gohan, eu ficaria muito paranóico cada vez que pensasse estar sozinho com a Videl.

Por falar nisso, Piccolo é um dos personagens favoritos das fãs da série. Existe uma TONELADA de Fanfics eróticos onde ele é colocado como “par romântico” das personagens femininas criadas especialmente para contracenar com ele.

O que é ainda mais perturbador se levarmos em conta que sua espécie é assexuada e ele não tem o equipamento necessário para fornicações.

Tenha medo... tenha muito medo...



1º Lugar – Vegeta

Vegeta é definitivamente o personagem mais trabalhado da série e o que passou por mais mudanças e evoluções ao longo dela, o que quer dizer um bocado, se considerarmos que este nunca foi o foco de Dragon Ball.

O rapaz começa como um psicopata violento, cheio de sadismo e que comete crimes abomináveis como canibalismo. Acha que eu tou brincando? Procure a primeira imagem dele, tanto no Manga quanto no Anime pra ver.

Então ele veio para nosso planeta e assistiu sem nenhuma emoção o massacre que Nappa causava nos humanos em seu caminho. Quando o grandão deixou de ser útil, Vegeta o matou sem nenhuma cerimônia, mesmo ele sendo seu companheiro mais antigo.

Em Nameck, Vegeta continuou o mesmo sádico de sempre e massacrou dezenas de inocentes. Após levar uma surra homérica de Freeza, ele chegou a conclusão de que não era mais poderoso que seu odiado rival Goku e começou a mudar seu estilo de vida para atingir esta meta.

Este foi o primeiro ponto de mudança em sua personalidade. Ele deixou de ser um homicida frio para se tornar um guerreiro mais disciplinado.

Como todo vagabundo presente na série, Vegeta se mudou para a casa da Bulma ao morar na Terra e a garota aos poucos conseguiu se aproximar dele, o que já demonstra alguma mudança em seu caráter. Se isso tivesse acontecido alguns meses antes, com certeza Bulma acabaria entre duas fatias de pão e assada em fogo brando.

Ok, então apareceu o Trunks do Futuro, para quem ele não dava a mínima. Vegeta continuava o mesmo cuzão de sempre e o máximo de atenção que deu a seu filho foi quando os dois treinaram por um ano na Morada do Templo.

Isto é, até Cell matar o rapaz, o que fez Vegeta pirar e foi seu segundo ponto de mudança na série. Ele nunca havia lutado por ninguém além de si mesmo e de repente enlouquecia de fúria ao ver seu filho caído no chão em uma poça de sangue.

Finalmente, vieram os sete anos de paz entre a saga de Cell e Majin Buu. Vegeta não era mais o sociopata perigoso de antes, mas apenas um homem ranzinza e com pavio extremamente curto.

Infelizmente, o mal em seu coração ainda existia e isso permitiu a Babidi controlá-lo, ele voltou a ser o sádico dos bons e velhos tempos... até que se viu diante de seu filho de novo. Neste momento, Vegeta percebe que tem algo mais pelo que lutar além de si mesmo e abraça Trunks antes de se sacrificar, o que é o ponto de mudança final para ele.

Daqui em diante, o personagem que ele era ao começar a série simplesmente desaparece. Ele ainda levaria algum tempo para aceitar que sempre estaria um degrau abaixo de Goku, mas ele não mais lutou com malícia, e sim passou a se dedicar a proteção de seus entes queridos.

De certa forma, vegeta mostra que o ambiente molda o homem. Quando estava entre os soldados de Freeza, ele matava e destruía, pois era algo comum entre essa gente, mas uma vez na Terra, vivendo entre regras e costumes que viam seu antigo comportamento como abominável, ele se modificou até se tornar um rival respeitável do protagonista da série.

Toriyama mesmo admitiu que não esperava que o personagem se tornasse tão popular e com certeza se dedicou bastante para transformá-lo de um vilão sádico em um dos principais heróis.

Estou arrependido de dizer que Dragon Ball é diversão descerebrada...



Supremo Colocado: Goku

Claro, quem mais poderia ser? O Pui Pui?

Acredito que Goku é um dos melhores protagonistas já criados para uma obra. Coloco-o no mesmo nível de Superman, Optimus Prime e Kenshiro, sem medo.

Eu poderia passar horas o dissecando como fiz com Vegeta, mas sinceramente, vou destacar apenas a sua qualidade que é minha favorita: sua bondade.

Hoje em dia tamos em um mundo onde as pessoas idolatram os heróis ultra violentos. Se um sujeito saca uma metralhadora e estraçalha um bandido com sete trilhões de tiros, ele é massa, caso contrário não.

Curto ultra violência tanto quanto qualquer um, adoro o Justiceiro e outros heróis que pensam com balas e granadas, mas isso não significa que heróis que vivam por outras regras mereçam ser automaticamente desprezados.

Goku luta com ferocidade e não hesita em pulverizar um inimigo, mas ele nunca o faz por um desejo de sangue ou violência, mas como uma forma de proteger a Terra e aqueles que não podem fazê-lo.

De fato, ele demonstrou piedade por boa parte de seus oponentes, Piccolo, Vegeta, Freeza e mesmo Majin Buu foram poupados por ele, que não viu necessidade em matá-los uma vez que estavam derrotados e não mais representavam ameaça.

Não acredito que quadrinhos, desenhos animados ou vídeo games possam estimular uma criança ou adolescente a cometer atos violentos, mas sem dúvida acredito que os heróis destes meios podem influenciar beneficamente a aqueles que os acompanham. Um herói piedoso, gentil e que nunca abandonou a simplicidade e a pureza de seu coração é um excelente exemplo pra todos que acompanham suas aventuras, se você me perguntar.

É só não imitarmos seus modos à mesa que tá tudo bem.

Menção Honrosa:



Yamcha

Deixa ver se eu entendi, o sujeito morava no deserto, com um gato voador como única companhia, então deu a sorte INIMAGINÁVEL de conseguir namorar uma das garotas mais gostosas, ricas e taradinhas da série... e foi infiel a ela?

OOOOOOHHHHHHHH, EU O ODEIO!!!

E por hoje é só. Sei que o artigo ficou longo, mas pode demorar um pouco até o próximo, então aproveitem este o quanto puderem.

Agradecimentos ao meu amigo Vulto Amarelo pela ajuda na fase final do artigo, que tava dura de sair.

Cheers!!!

88 comentários:

Leandro disse...

AEEEEE!

Mais uma atualização!

Ótimo artigo, Amer. Tbm curto mto Dragon Ball, quem não curte? :D

Lembro que quando eu era muleque, meu pai foi assinar alguma tv a cabo (acho que a Sky) e no site deles tinha uma promoção que dava 8 mangás do Dragon Ball. Foi a única promoçãorifa/sorteio que ganhei na vida, mas valeu a pena...
aah Bulma no deserto... :)

Kallebe disse...

Dragon Ball também é o meu anime favorito. Não só anime, como desenho mesmo. Sempre gostei de Dragon Ball e sempre procurei ter vários jogos de video game da série.

Gostei muito do artigo, Amer. Só que meu personagem preferido é o Gohan, talvez por eu me identificar com o jeito tranquilo dele quando eu era criança (não era chorão, antes que alguém diga alguma coisa).

Eu poderia dizer agora que Dragon Ball é infinitamente melhor que Cavaleiros do Zodíaco, mas não o farei para evitar flame war desnecessário.

Há braços.

GuilhermeKinni disse...

Dragon Ball é infância!!! Eu acabei de perceber o quanto sou fã de Dragon Ball, já que eu me lembrei de todos os filmes e especiais que você mencionou. Realmente Dragon Ball é muito bom.
mas no final das contas o meu anime favorito é Clannad, já assistiu Amer?

Lucas Sena disse...

Nossa, eu me lembrei agora da minha infância como não fazia a um bom tempo.

As tardes que passei assistindo Dragon Ball no Cartoon Network, a época em que DBZ era moda e eu e meus amigos ficávamos tentando soltar kamehameha, ahhh bons tempos.

Esse texto foi nostalgia pura!

Sem dúvida um dos melhores animes de todos os tempos.

E boa sorte com o mestrado Amer, tenho certeza que será um excelente professor e que conseguirá sua Androide 18 em breve.

Cheers!

lilycarroll disse...

"Existe uma TONELADA de Fanfics eróticos onde ele é colocado como “par romântico” das personagens femininas criadas especialmente para contracenar com ele."

Na verdade existe tb uma tonelada de material romantico dele com o Gohan XD ( desculpe, sou uma fã de yaoi sem salvação.)

Gostei muito do artigo, falem o que quiserem,mas Dragaon Ball é um dos mais divertidos animes produzidos e são esses personagens que nos fazem aguentar quase um mês para o planeta namek explodir.

Vicente Cardoso disse...

Ok, vou direto ao ponto: eu GOSTAVA de Dragon Ball no comecinho, quando comprei meu primeiro mangá em japonês mesmo, numa lojinha do Centro cujo gerente era um velhinho sério que não gostava muito de atender "não japoneses". Lembro da revista até hoje, uma Shonen Jump nº 16 de 1992, com uma capa fuderosa do Tetsuo Hara (que na época desenhava Hana no Keiji, a versão samurai e risonha do Kenshiro). Sim, eu sou velho idoso. Mas o que me fez comprar aquela edição com textos indecifráveis além da capa absurdamente foda? Uma hq lá no meio, com o traço meio infantil e personagens com cabelos esquisitos, incluindo um com um eterno ar de enfezado e que era a cara do Tetsuo, de Akira. Não tive dúvidas, comprei o tijolão (e mais alguns que vieram depois).
Mesmo sem ler japonês, eu me amarrava no traço do Toriyama e graças aos games que vieram depois, pude ter uma noção geral dos personagens, seus nomes, motivações, personalidades, e aos poucos fui criando a expectativa de uma possível exibição da série no Brasil, o que só foi acontecer quatro anos depois, nas manhãs de domingo do SBT. Bons tempos, bons tempos...
O que estragou tudo pra mim foi a overdose. Quando Goku e cia. começaram a aparecer em tudo quanto era videogame, brinquedo, álbum de figurinhas, revistas (des)informativas, até o choque do meu segundo Animecon, quando tive contato direto com os temíveis otakus. Aí foi demais, nesse dia fui comprar umas edições Vertigo para me desintoxicar. Doce demais dá aquela dor de barriga.
Enfim, tantos anos depois, não odeio Dragon Ball. Até tenho as primeiras edições "definitivas" da Conrad, e vez por outra assisto algo do DBKai no youtube. Lembranças de um tempo mais feliz.

Falando em tempos felizes, Amer, fica de olho no meu blog a partir do próximo domingo. A semana "Girls from Transformers" já está em fase de produção... ;)

vD disse...

Melhor. Artigo. Do Amer. Ever.

Pela primeira vez eu li um artigo aqui e entendi/sabia de 95% das coisas citadas.

Não vou nem discutir nada dessa vez, obrigado.

Paulo Voluz disse...

Excelente artigo Amer!
Também lembrei da minha infância, nostalgia pura.

mr.Poneis disse...

Bem vindo de volta, e muito obrigado pelo bom trabalho.

Feliz por saber que fez as pazes com um antigo mau hábito. Grande artigo como sempre...

Não sei quais animes anda pensando pra este triunfal retorno... mas vou deixar uns dois centavos na forma deste aqui:

Gintama

Garanto que é bem diferente de One Piece pelo menos...

Até mais ver
mr.poneis

ps.: Se por acaso passar por um anime chamado K-ON eu modestamente pediria para que você ignorasse... e apesar de qualquer coisa que possa parecer, o único motivo real, é que não seria lá muito feliz ver meu jornalista favorito massacrar meu anime favorito.

Nanda disse...

Adoreeeei!! Adorei adorei adorei!

Acho que é a primeira vez que eu concordo com sua lista inteira!!
A hora que eu olhei a colocação da Pan me deu vontade de te xingar, mas depois de ler as justificativas... acho que eu teria feito igual! hahahaha!

Muito bom!!
Mas eu tenho um comentário... O Broly só tem o maior trapezio de Dragon Ball porque ele aparece do meio pro fim da série!
Porque até a saga do Freeza todo mundo tem aquele pescocico e aqueles bracinhos roliços!
Pode olhar, de Dragon Ball, até a saga do Freeza todo mundo tem um pescoço que não sei como sustenta as cabeças!
E aí, do nada, eles criam alguns musculos a mais que a maioria das pessoas e ficam ultra-bombados! hahahahahah!

E Halley! Vc é a unica pessoa que eu conheço que viu o canibalismo do Vegeta!!!! hahahahahahahaha!! Nunca tinha conhecido ninguém que tinha percebido aquele detalhe!!

Adorei o post! Muito bom mesmo!
Beijao!!

Estevan disse...

gostei Amer
vc colocou Brolly,Trunks do futuro,Goten eTrunks,Gohan...gostei
só achei q faltou uma menção honrosa ao Ten Shin Han q dos fracos e esquecidos é o mais dedicado e vive sempre a treinar e por conta disso foi útil por "segurar"(ocupar..sei lá) vilões fortes por alguns minutos(ou segundos kkk)sendo um pouco útil para os q podiam fazer a diferença(os super guerreiros :P)

pensando um pouco melhor...ele dispensou a Lunch loira e isso fez com q ela virasse uma caminhoneira q provavelmente vive sem rumo e isso pode trazer problemas para a moreninha se um dia depois de um espirro acordasse em um local hostíl com uma metralhadora na mão e não soubesse utilizá-la... um viado viciado em treino não merece ser mencionado mesmo kkk

sugestão para um possível assunto a postar se algum dia te der na telha e tiver saco pra isso...Personagens esquecidos de DB..sobre alguns não há muito oq falar mas com seu modo de escrever a coisa pode ficar engraçada e interessante

valeu Amer
continue assim

Amer H. disse...

Também lí Hana no Keiji, Vicente. Só não sabia o nome, por isso chamava de "Rurouni Kenshiro", me parecia adequado naqueles tempos.

E damn, otakus estragam muita diversão. O negócio é ignorá-los e simplesmente curtir os Animes, esta foi a lição que aprendi.

Eu já ví K-On e até o momento gostei. A trilha sonora é sensacional.

Sim Nandoca, todo mundo era meio gordinho no começo de Dragon Ball, só depois da saga do Freeza que eles descobriram as maravilhas dos esteróides, como todo atleta profissional.

E que bom que todo mundo tá gostando. Achei que os leitores iam reclamar do artigo ter ficado grande, fico feliz de ter me enganado.

João Miguel disse...

Excelente artigo! E, com isso, fica provado que dar tempo ao Amer faz bem para o blog!

Paulo_HT disse...

ótimo artigo, como ja disseram, esse tambem foi pra mim o unico que eu entendi (quase) tudo que voce falou.

e death note é uma merda mesmo assistindo um episodio avulso. pra gostar tem que ver todos ou pelo menos uns 4 em sequencia.

eu ja tive animax por um tempo, mas nao assistia por causa das dublagens que estragavam alguns animes. eu ouvi dizer que ia começar a passar legendado, é verdade isso?

Jadson Vasconcelos disse...

Boa gostei do artigo, e YuYu Hakusho é um dos animes mais bem feitos da história, só discordo um pouco da sua opinião sobre Death Note, tendo em vista que você viu o anime dublado, Death Note tem uma temática interessante com personagens envolventes (descartando a viadagem do Light e do Lawliet), quanto a nova geração de animes, eu realmente estou chateado com os animes intermináveis como Naruto e Bleach, que as produtoras entopem de fillers só pro anime durar mais e assim a audiência vai pro lixo céus Bleach não consegue alcançar nem os 3 pontos de audiência no Japão, triste e não venham com desculpas de que é porque o mangá tem atrasos pois os fillers de One Piece duram no máximo 10 episódios...
Bons tempos de YuYu Hakusho.. Até a dublagem era bem feita naquela época *Lembrando da atual dublagem de Blue Dragon que ficou uma merda*...

Bom é isso ae!!! E mais uma coisa Dragon Ball pramim acaba no Z!

GuilhermeKinni disse...

Eu sou outro que gosta de K-on. Agora para comentar:
- Sobre Chobits, não pense muito nisso, é só a Clamp mexendo com as nossas cabeças, você já ouviu falar do final do mangá?(uma dica, é diferente do anime) E pra cada Sakura Card Captors tem um X1999, e pra cada Guerreiras Mágicas de Rayearth tem um Tsubasa Chronicles/xxxHolic com uma saga crossover tão estranha e complexa(um personagem se torna filho do próprio clone!!!) que eu ainda estou tentando desvendar tudo o que aconteceu.
- Eu nunca gostei muito de Death Note, para ler um mangá inteligente e estratégico, Liar Game é melhor.
- Existem alguns shoujos que tem relacionamentos realistas também, Aishiteruze Baby por exemplo.
- Tudo o que o Jun Maeda faz é bom, mas ele fez Clannad, então isso era de se esperar.
- Com a equipe que tem, Dragon Ball Abridged não tinha como não ser bom.
- Eu queria conhecer o seu chefe.
- Pelo menos você admite que tem Hentai.

Heverton disse...

Excelente artigo Amer, como sempre, entro no site (mais os outros 2) pelo menos 3 vezes por semana procurando atualizações mesmo sabendo que não as terei (igual abrir geladeira de 5 em 5 minutos só para apreciar!)

mas raramente comento. Agora quando vi o artigo sobre Dragon Ball não pude me conter! Este sim é de longe o meu anime favorito!!! Em especial a primeira saga, do Goku criança

Pois nada como dar risada de um ninja vestido de roxo com o seu bastão enfiado na bunda correndo desesperado pelo cenário! HAHAHAHAHA

Abraços e continue firme e forte!

E se possivel, queria saber o que pensa sobre CDZ Lost Canvas.

Nunca fui fã de mangás, portanto não acompanho nada, mas quando assisti todos os episódios de lost canvas, realizei que este era na minha opinião, uma das melhores sagas (não sei se posso falar saga...) de CDZ já criada!

Vagabundo da Lei disse...

Artigo foda cara.

Scariel disse...

Que foda! Nada melhor que falar de DB! Ah!Minha infância!
Gostei e concordo com praticamente tudo que vc escreveu, mas minhas posições seriam diferente, tbm gosto do Gohan.
Pual,Oolong e Pilaf com seus guardas costas eram muito engraçados nos priemiros episódios de DB, não cabe numa menção honrosa?

Helio Mendes Jr ou Kamen Homer disse...

Otimo Amer muito bom,gostei

no começo da adolecencia eu gostava de dragon ballz,mas depois dos 16 anos por ai,eu preferi mesmo o Dragon ball original,devido ao humor,a putaria e claro as artes marciais,ja no Z ficou meio dramatico e os caras viraram deuses,que cu é esse,e ja que comentou sobre o Animax(se foi isso mesmo que eu li)

voce viu a MERDA que ele ta atualmente?
voce prefére esse cu de canal ou a saudosa locomotion?

Raven disse...

Piccolo! Piccolo! Piccolo! Piccolo! Piccolo! Piccolo! Piccolo! Piccolo! Piccolo! Piccolo! Piccolo! Piccolo!

Rodrigo disse...

OOOOOOOOOOOOOOOW CARA EU NEM LI AINDA PRA DIZER SE CONCORDO! MAS VOU CONCORDAR, POR MIM O ELENCO INTEIRO ESTAVA AI! PARABÉNS E FAÇA MAIS POSTS SOBRE DB! SE POSSIVEL SOBRE O DRAGON BALL ANTIGO!(A essa altura já ficou claroq ue é meu anime preferido... morra a anta que inventou DB GT!)

PS: Eu também adoraria um review GIGANTE sobre alguns jogos mais antigos da serie!

Rodrigo disse...

Agora sim, bom a unica coisa que eu não disse acima, que eu posso dizer agora é:

Eu não odeio a Pan, ela é adoravel! Eu não gosto de Bragon Ball GT, simplesmente porque ele é uma reciclagem da mistura dos dois anteriores... sei lá, eu amo o primeiro DB, o Z eu gosto... o Gt jah deu no saco... se é que me entendem...

Paradiddle disse...

Sempre respeitando opiniões alheias, acho o GT uma bosta. E não, não sou Otaku cego que vai com a onda modista nem odeia qualquer coisa que tenha vendido toneladas de brinquedo. Nem Otaku sou.

Sei que gostei de DBZ por causa das lutas superforçadas e dinâmicas e simplesmente não vi disso no GT. Droga, nem a saga Buu teve a mesma graça...

Mas deixando minha opinião (que ninguém liga mesmo) de lado pra não começar brigas, nosso colega aqui em cima lembrou muito bem: NINJA PÚRPURA PORRAH!

Ah, e o Piccolo também é do cacete. Pena que o melhor que ele fez na saga Buu foi jogar "vôlei" com o bocoió do Gotenks (essa tenho que concordar).

E como sempre ótimo texto Amer. Com certeza seu trabalho vale a pena, pois é o MELHOR blog que conheço!

Thyago disse...

Olha só, mais uma atualização, e das boas!
Melhoras aí pra você e seja lá qual seja a barra que vpocê está enfrentado.

Agora... eu tenho que falar da sua defesa qto a Dragon Ball GT.

Não vou fazer o mimimi de simplesmente dizer que é ruim "porque é ruim". Assim como você, acho DB bom justamente por conta de seus personagens. Diabos, para mim, Mestre Kame devia estar entre os TOP 10.

Agora, ver você defender a saga GT me doeu porque... bem, não tem NADA a se gostar dessa saga. Os personagens receberam uma diminuição da força deles de forma que ainda fosse mantido o climão de aventura da série clássica, que não deve em nada quanto à ação da série Z. Entretanto, temos que engolir algumas coisas como o Chibata, Ludo, o dragão de 2 estrelas que é um furão, Trunks com medo de cair de uma PONTE e os... urgh... IRMÃOS PARA-PARA.

Eu JURO que um testículo meu quase cai quando eu assisti esse episódio.

O único momento que Dragon Ball GT presta é no finalzinho... mas finalzinho MESMO, com ele enfrentando o dragão de uma estrela, com direito a várias reviravoltas na batalha que não ajudam em nada pra deixar as coisas interessantes. Ver goku levantar um prédio segurando pela vidraça foi dose XD. Diabos, o dragão tenta matar o GOKU jogando um relógio nele.

Aliás, o único dragão que para mim foi divertido ver foi o de 4 estrelas.

Eu sei, eu sei, Dragonball nunca fez muito sentido, o que faz parte do charme da série.

Sem falar do Gyu, o robô que engole o radar do dragão...
"PAN PERIGOSA, PAN PERIGOSA PAN PERIGOSA..."
Isso deixa de ser engraçado depois de ser dito umas 500 vezes todos os epis.

Junte ao fato da transformação de SSJ4 ser... boba (afinal, goku ganha CALÇAS qdo se transforma e perde a camisa, além de ficar adulto. Voltando ao normal, a camisa volta...)

Eu sei, parece mimimi, mas quando você a compara com outras transformações...

Enfim, DBGT parece uma máquina de respiração artificial, entubando uma série que já tinha morrido para a Bandai socar ainda mais dinheiro goela abaixo. O próprio autor dava sinais de "that's it" no final da saga cell, quanto mais no final da saga buu.

Me lembra Kojima que por mais que tente, não consegue matar MGS por mais que ele queira dar uma conclusão à história XD

Zigga disse...

Acho que o pessoal não gosta tanto do GT porque teve contato depois de ter visto o Z e o DB original e acabou que o GT é meio que um marmitex requentado do que foram os dois primeiros. Ainda tem tudo o que tinha, mas sem aquele tchan.

Amer H. disse...

GT não é do Toriyama. Se não me engano, ele fez só o design dos personagens, mas outras pessoas escreveram o enredo.

Falta um certo tempero e admito que não é a mais inspirada fase de Dragon Ball, mas ainda é bom e tem excelentes momentos.

Vegeta sendo pai coruja e espantando os adolescentes que tavam dando em cima da sua filha cheia de saliência é um desses momentos.

O sacrifício do Piccolo também.

Tem várias partes que valem muito a pena em GT, é só procurar.

sergio disse...

Tudo bem amer? Assim que eu vi que o tema era sobre animes eu pensei em dar uma opnião sobre alguns animes bons...mas ja que vc não gostou de death note, então nosso gosto é muito diferente...mas quer saber,vou escrever assim mesmo
full metal alchimist
hellsing
berserk
gantz
etc
Adorei o artigo sobre dragon ball,aprecio demasiadamente este anime e espero ansiosamente pelos proximos artigos.

Avalanche(Lance) disse...

"Apesar de Freeza ser o patrão com qual todos sonhamos, ainda acho o Cooler mais legal."

Porra Amer como tu perdeu a piada de dizer que o Cooler era mais Cool que o Freeza?

E nheeeee o Piccolo é o melhor, só pela frase: "Goku...seu idiota!"

No mais...faltou aquele gordo inutil do Iajirob ou sei la o que.

ERIC_Cavalier disse...

Muito boa lista, mas pra mim PICCOLO é o primeirão! E a 18 teria uma posição melhor, porque ela é awesome.

mr.Poneis disse...

...

O Amer assistiu K-ON... e gostou...

Enfim, comentando sobre o assunto em pauta... esse ódio aos fillers é bem engraçado... um equivalente ocidental por definição é quando autores diferentes escrevem pra uma mesma revista de super heróis, técnicamente o Batman foi criado por Bob Kane e Bill Finger, o que tornaria peças como O cavaleiro das trevas, Bravos e destemidos filler (Embora a DC enquanto editora e proprietária dos direitos diga que é canônico até sabe lá quando). Menção pra série com o Adam West (ela conta como um filler pro Batman certo? Se bem que o termo correto acredito que seja Spin-Off).

De um ponto de vista otaku, provavelmente o conceito de filler com certeza fere aquela idéia de que sic "manga é melhor que comics porque tem só uma pessoa que trabalha na idéia e desenvolve ela até um final comum" (e foram descartados os dois ou três assistentes que estavam lá junto seja na arte final ou com uma ou duas sacadas geniais do roteiro).

E eu ia falar de Dragon Ball...

Verdade seja dita GT não é esse diabo que todo mundo pinta... o povo reclama que muitas coisas ficaram reminiscentes da saga Z, mas a intenção com certeza era a de não se distanciar do original... e pensem bem se você tivesse que bolar um inimigo pra caras que demolem planetas e acreditam que um pedido de desculpas resolve, vocês teriam um senhor emprego e olha que o amigo do Amer tentou...

Os irmãos Parapara também não são tão ruins devem pelo menos empatar com aquele sujeito que transformava as pessoas em cenoura (que aliás era um coelho), técnicamente só deram o azar de aparecer na saga GT.

E uma série que consegue fazer um de seus Badass repetir: Gosto de carne, de leite e de pão... eu ainda estou defendendo GT certo?

E reza a lenda que Dragon Ball estava planejado pra acabar no final da saga do Freeza com o Goku tendo morte heróica e tudo mais. De fato, as pessoas gastam muita energia contra GT...

Em tempo: fillers a parte minhas expectativas estão em saber se eles pretendem colocar aquele episódio da auto escola no Dragon Ball Kai. Certo que a premissa original é uma exibição livre de fillers...

até mais ver
mr.poneis

ps.: ganhei meu dia

Rodrigo disse...

Apesard e não estar assistindo o Kai(Tenho a coleção de Mangás, e ja decorei ela!) meus amigos assitem, e até agora pelo que eles me falam está sem filler nenhum e já chegou na parte dos Androides. Na minha opinião ainda está faltando um Remake do DB original, Eu ia adorar ver a luta do Ninja Purpura em HD! A saga RR na minha opinião é a melhor de toda a linha DB/DBZ!

Avalanche(Lance) disse...

Mr. Poneis, achoq ue vc está saindo.

o Filer no Mangá é quando a revista sai da história principal para enrolar enquanto não se decidem o que escrever no futuro.

Isso têm um monte nos quadrinhos...e odiamos isso também(a exemplo de X-men que possui 200 tramas abandonadas).

Mas no caso Bravos e destemidos não faz parte de nenhuma saga do Batman e sequer interrompe a hq principal do Batman, entáo não conta como Filer...é uma história Extra.

Um Exemplo melhor, na The Boys do Garth Ennis, ela possui uma história paralela(que não é um filer, [e uma revista adicional) chamada de Herogasm, e possui sim um Filer de 4 edições contando a origem de três personagens.(que não parece muito,mas é um terço do ano sem a história prosseguir.

Agora imagina no Japão aonde os Filers chegam a durar mais de um ano.

Nappa_ disse...

Qual não foi minha surpresa ao ver esse artigo, meu anime favorito sempre foi o DBZ, enquanto muitos amigos elegiam CdZ, YuYu e outros para seus favoritos, eu sempre soube que DBZ era o meu. E sou fã do Nappa, até uso o nick Nappa_ em MSN, usava no mIRC, nas contas que eu crio por aí (fotolog, etc). Foi bom vê-lo no ranking mesmo sendo no final.

Eu concordo com todos que entraram no ranking, todos que stão deveriam mesmo estar lá, embora eu discorde um pouco da ordem, acho que alguns deveriam estar melhor posicionados. Mas não vou fazer meu próprio ranking. Mas Mestre Kame acho que é unânime que ele devia estar numa colocação melhor, muito true ele.

Como todo mundo sabe, o GT tem incoerências tais como: os pelos faciais dos saiyajins mudarem, as caudas crescerem depois que eles ficaram adultos, quando o Toriyama disse na série original que isso não poderia acontecer. Então ou os discípulos dele não fizeram o dever de casa gastam ou simplesmente quiseram ir contra seu mestre. Realmente não é a melhor coisa do mundo o GT, mas o povo gasta muito tempo e energia indo contra a série e tentando rastrear os defeitos que existem e até criar mais alguns.

Só uma correção Amer, Nightmare é a banda e não a música. Inclusive ela tem mais de uma música como Opening/Ending de Death Note.

Se for contar quantas vezes se repetem as palavras "grande" e "artigo" nos comments, vai ver que é um número até alto, mas não há como negar que é um ótimo artigo assim como os outros. Inclusive eu sempre esquecia de fazer a sugestão de você usar seu conhecimento para escrever um artigo sobre o Dragon Ball, que é quase unanimidade que todo mundo gosta. Esse post é muito nostálgico e com certeza trouxe à vida a infância de todo mundo que leu.

Ah só um alerta, para quem gosta de um bom texto, uma boa leitura, não tem isso de texto grande. Acompanha até o final com empolgação. E como seus textos são de leitura fácil e divertida, realmente parece até passar rápido demais.

Assino o feed do blog há um tempo, então não me desespero procurando atualizações, quando ele me avisa que tem coisa nova eu venho e confiro.

Alessandro disse...

Muito legal seu artigo Amer, como sempre. não se preocupe se não puder escrever com muita frequencia, todo mundo tem problemas pessoais e outros compromissos. Qualquer que seja o problema que você está passando, espero que resolva.

b´´´ disse...

a minha preferida é a 18 *--*
e como você pode não gostar de chobits, amer? é tão lindo! D:

Shinji. disse...

É a primeira vez que eu faço um comentário, sempre fiquei lendo e me divertindo com seus textos nas sombras, mas tive que comentar desta vez.

Gostei muito do artigo, fiquei muito feliz ao ler sobre Dragon Ball, traz muitas lembranças (maravilhosas, por sinal).

Sobre Dragon Ball GT, concordo plenamente. Ouço até hoje diversas críticas, mas não consigo ver uma diferença estrondosa entre o Z e o GT.

Também gostei quando você comentou sobre as horas gastas em Slam Dunk e Yu Yu Hakusho, são grandes animes que eu levarei como favoritos para o túmulo.

Estarei ansiosa para ler seus próximos posts sobre animes. Apesar do Japão ter falhado (e ainda estar falhando) com muitos animes/mangás, há grandes obras que merecem ser lembradas com muito carinho.

Sobre Chobits, eu ainda não assisti. Mas só de me lembrar da minha infância com Sakura Card Captors, perdoarei o CLAMP por tudo.

Terry_Masters disse...

Amer esse post foi epic !!!!

Dragon Ball é o meu anime e desenho preferido.

Fiz várias loucuras pela série(tenho tds os filmes e episódios convertidos para DVD XD, já desenhei histórias paralelas e também criei alguns personagens(nada comparado aos do grande Toryama, tentei fazer jogos no RPG maker; mas td isso apenas para diversão e para minha própria satisfação em relação a série.

Como fã acho que esse foi um dos posts mais memoráveis para mim.

Obrigado Amer !!!

Taty chan disse...

Post sobre anime no amer ! Obaaa! 8D~
Meu primeiro lugar fica com o Gohan, adoooorun ele *-*~ (...bem, ninguem perguntou xD)

Amer amer amer, você ficou sabendo que aquela cosplayer que você adora, (aquela que fez coslplay de aluna da sonserina..xD) vai ter nenem?! *-*

...o filho é seu? :ooo

ahusahusahasu xD ..eu tava doida pra falar isso tem uns 2 meses ! *inútil*

beijinhos :*~

Vulto Amarelo disse...

Amer meu velho!

Ficou muito bom MESMO.

Obrigado por fazer agente lembrar desta que foi uma das "novelas" mais longas que já acompanhamos na vida....

Meus favoritos sempre foram o Piccolo e o Vegeta...mas nunca tinha pensado a fundo porque adorava tanto o Vegeta.

Abraço meu querido!

Amer H. disse...

Não... não sou pai do filho da Lindze...

...

...

...

E agora vou sonhar em como seria isso pelo resto de minha vida...

Elder Henrique disse...

Ah, eu gosto tanto do Chaos...

Otimo artigo!

Uris disse...

Adorei o Post Amer! sou fanatico por Dragon Ball desde 2 anos de idade!


O mais engraçado é a que a lista é quase igual a minha lista de melhores personagens de Dragon Ball.

E apesar de eu, ao contrario de você, adorar Death Note, eu também concordo que a Misa Misa é uma garota pupulante inesquecível...

Se bem que eu nem sei se você também acha ela pupulante e coloridinha, Mas enfim... Post Fantastico!

Carlos_Magnum disse...

Olá jovem Sith Lord, como vai?

Apesar de acompanhá-lo há algum tempo, não tenho costume de responder seus posts ou enviar comentários.

Porém, ao ler uma referência ao meu trabalho, senti-me compelido a vir dar algumas satisfações.

Bom, eu quem traduzi o DBZ Abridged no Youtube, e até que tive algumas boas críticas e razoáveis visualizações, mas logo o Team Four Stars teve seu canal deletado, junto com todos os vídeos (provavelmente coisa da Toei ou alguma coisa que o velha no ocidente) e os meus vídeos acabaram ficando em maior destaque, uma vez que os originais haviam sido deletados.

Acabou acontecendo o esperado, começaram a deletar os meus vídeos, e a maldita equipe do Youtube passou a fazer terror psicológico comigo, ameaçando deletar a minha conta caso outro vídeo fosse denunciado como não sendo de minha propriedade.

Mas na época em que trabalhei nesta tradução, foi coisa de final de semana de solteiro (não que agora não esteja) em que as únicas opções de diversão na noite eram trabalhar em algo produtivo e levar um pouco de humor a alguns NERDs ou ficar deitado na cama brincando de Power Rangers contra o Lord Zedd enquanto imaginava a Rita Repulsa ensaboando a Divatox numa banheira de hidromel. Bom, quase sempre os cinco venciam rapidamente o monstro que cresce, e acabava sobrando tempo pra traduzir os vídeos.

Enfim, espero que tenha gostado do trabalho, qualquer dia eu pretendo refazê-lo da forma correta e enviar pro Team Four Stars (que aliás, traduzirei a nova temporada também) para que disponibilizem no site.

Um abraço, impetuoso mancebo, e um bom final de semana.

Corto Blog Maltese disse...

Bom, essa uma opinião de um kra que se amarra em Cavaleiros do Zodíaco e em discursos de coragem e amizade nos animes, quando sinceros: Dragon Ball é a maior cascata de todos os tempos.

Nunca vi uma animação cagar tanta regra na minha vida inteira. Ter furos é normal. CDZ tem, Yu Yu tem, Macross tem, Thundercats tem, Caverna do Dragão tem, mas o Dragon Ball é o único que parece ter orgulho dos erros, regurgitando-os na frente do público como se fossem acertos e boa parte do público engole mesmo.

Não estou falando de perder a lógica, que é algo muito subjetivo do entendimento de cada um do público, mas sim de trair sua própria lógica interna, ir contra a sua própria proposta.
Dragon Ball é isso. O Toryiama mistura uma porrada de coisas e termina criando um dos universos mais incoerentes da história da ficção. O kra não se atém a um tema e só um grande roteirista consegue se sair bem sendo multifacetado assim e o forte do Toryiama não é a história, é descaradamente o desenho.

Aquilo que o Amer citou do sem fim de Deus ExMachina na trama de fato não me ofende após um certo ponto, mas porque eu já não conseguia levar aquilo a sério e muito menos criar expectativa (a maldita história da Lua foi a gota d'água). Acho que a prova dos exageros demedidos é a existência recente de Dragon Ball Kai, onde o autor limou mais de metade dos episódios da versão anterior.

Ainda consigo assistir DB, DBZ e DBGT, mas estritamente como entretenimento superficial. Apesar disso, consigo enxergar o potencial ali presente e concordo com o posicionamento dos personagens no post e alguns apontamentos, como o Gohan se tornar melhor na adolescência, o Picolo continuar sendo interessante mesmo não sendo o mais forte, a relação Vegeta/Trunks... agora que é duro de engolir um personagem tão bacana como o Goku criança virar adulto isso é. Assim como é duro de engolir quando o desenho coloca inserções dramáticas num contexto tão lúdico.

Avalanche(Lance) disse...

Carlos Magnun Bela bela Metáfora.

Uris disse...

Eu respeito sua opinião, mas discordo de você Corto Blog Maltese.

Na minha opinião o enredo de Dragon Ball é fraco e definitivamente esse não é o ponto forte da série, porém, ele não chega a ser extremamente incoerente no meu ponto de vista.

Vejamos, erros de continuidades existem em Dragon Ball, mas são pouquissimos, o unico que lembro no momento como exemplo é o fato da lua ter sido destruida duas vezes,depois desse não vejo mais nenhum, e se tiver serão só mais um ou dois no máximo.

E quanto as incorencias. elas também existem, porém, também são poucas, lembro como exemplo o fato da Genki Dama conter a energia do planeta Terra e ser pequenina em uma ocasião, e conter a energia do mesmo planeta Terra e ser enorme em outra ocasião, e ainda por cima, a segunda citada ser capaz de destruir Majin Boo, um ser que até mesmo a PRÓPIA FUMAÇA é o suficiente para faze-lo voltar a vida. Por que o Majin Boo levou multi zilhões de golpes e rajadas de Ki, e se por acaso sobrasse apenas algo como uma unica molécula o desgraçado sempre voltava mas quando foi com a Genki Dama ele foi totalmente aniquilado?

Nunca iremos saber, mas não é por isso que a serie inteira é ruim e icoerente!

Eu também nunca vi Dragon Ball "trair sua proposta" essa sempre foi uma série de aventura e luta com bom humor e um enredo meio fraco, isso foi assim desde Dragon Ball até GT, desde os 16 primeiros volumes do mangá até os 26 restantes.

E o fato do goku crescer na minha opinião não é algo ruim, veja bem, nas histórias de mangás temos normalmente personagens que crescem e evoluem com o tempo, isso chega até a ser quase uma caractéristica do Mangá Shonen. O Goku quando cresceu continuou o mesmo de sempre e a evolução do tanto do corpo quanto de caractéristcas basicas como voz e cabelos ficaram coerentes.

A questão da dramatização no conteúdo lúdico também não afeta a série na minha opinão, eu penso que só por que um conteúdo é ludico não é obrigado ser algo sem dramatização, até por que seria super incoerente que as personagens da série não tivessem cenas dramaticas e líricas as vezes
quando todo o sentido da série geralmente se baseia em defender a terra e os amigos.

E pra finalizar, quanto aos exageros no enredo e a diminuição feita em Dragon Ball Kai posso afirmar que é algo chato mais que não atinge diretamente a ideia original da série, o enchimento de linguiça do enredo no anime original acontece por pura e simple estratégia comercial dos estudios de animação, não é exatamente um erro do enredo, até por que o enredo do mangá original é bastante dinamico e direto.

Mattheus disse...

Quanto maior, melhor, Ammer..

...

...

O ARTIGO ORAS PICAS!

Mas enfim, ótimo como sempre..

Ah, DBZ.. nostalgia pura.

Até mesmo a saga GT trás boas memórias. Aliás..

Será que você ainda pode falar de garotinhas como a Pan com tal entusiasmo fervoroso sem ter problemas legais?

Fica a pergunta, Yamcha.
Abraços.

Royal_Draco_&_Dani disse...

Porra Hammer ate que em fim um atualização, ja estava pegando minha tocha e chamando os vizinhas pra te queimar em praça publica...
-
Ha!, eu etava lendo alguns de seus artigos, e vi o sobre como arranjar uma namorada nerd...
-
Se quiser eu posso te ajudar a conseguir sua ruiva curvilinea, não, não sou um cafetão...
Caso queira saber como me add no msn: wizard185@hotmail.com .
-
Ha! ia me esquecendo, adorei seu post so os melhores personagens, tbm tenho os meus, e acho que como você sou uma das 3 pessoas no mundo que gostam da PAN.. xD
NO AGUARDO DA PROXIMA ATUALIZAÇÃO
-
PS: Se passar + de 2 semanas sem atualizar, irei reunir de todos os leitores deste blog, e iremos na sua casa lhe torturar com uma navalha e limões... xD

mr.Poneis disse...

Então meu ponto falhou no momento em que eu defini uma história oficial como filler...

certo, anotado...

então Turn back the Pendulum em Bleach pode ser considerado filler, mesmo sendo material do autor original... a sensação de fato é familiar...

acredito que entendi... muito obrigado sr. avalanche

até mais ver
mr.poneis

Paulo Voluz disse...

Acabei de assistir aos 16 episódio de Dragon Ball Abridged, e posso afirmar que foi uma das coisas mais engraçadas que eu vi nos últimos tempos!
Valeu pela dica Amer!

Amer H. disse...

Só pra constar, o filler preparado para a série animada não era criada pelo autor original do Manga.

Toriyama criava o design dos personagens específicos do filler e também dos longas. Acredito que ele também supervisionava, mas o roteiro não era dele.

Erros de continuidade (que eu acredito que é ao que vocês se referem quando falam "Erros de coerência") a série tem, mas diabos, TODO PRODUTO DO GÊNERO TEM, seja uma série ou filme.

Cidadão Kane tem um erro logo no começo do filme que tira todo o sentido da trama se pararmos pra pensar nele, mas todo mundo releva. Por que não relevar as falhas de Dragon Ball?

E a série nunca traiu sua premissa. Ela começou como um Manga de ação e comédia e se manteve assim até o fim, Toriyama nunca "traiu o movimento".

slatanic disse...

putz, belo artigo amer, me fez lembrar de um porre de coisas. pode parecer boiolice, mas toda fez que me lembro daquele episodio em que o goten se despede do goku, quando ele ta voltando pro ceu, me dá uma vontade tremenda de chorar...

Uris disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Uris disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Uris disse...

Concordo com o Amer, ele praticamente escreveu o mesmo que eu escrevi no meu último comentário com outras palavras.

André Madeira disse...

Aew Amer ótimo artigo! parabéns!

já que você voltou a ver animes e sei que tu gosta de Mechas, dá uma olhada no anime Tengen toppa Gurrenn Lagann e me diz o que acha.


sucesso!

Rodrigo Narcizo disse...

Cordiais saudações, Amer.

Não costumo comentar, mas estou sempre vindo nos seus blogs conferir as atualizações. Fico contente que você continue escrevendo nos blogs, apesar das dificuldades que tem passado.

Encontrei o blog por causa daquele artigo das piores idéias do Wrestling (lembra?) e desde então tenho acompanhado o blog sempre.

Além dos artigos serem bem divertidos, também mostra seu amor (e as vezes ódio) por coisas que também fazem parte da minha vida até hoje (e sempre farão) como videogames, quadrinhos, animação e luta livre.

E graças a você li Hokuto No Ken! Kenshiro! Kenshiro!!!

Bom, isso tudo é só para dizer obrigado por continuar mantendo o blog (outros já teriam desistido há tempos).


Sobre o artigo, eu gostei muito, apesar de não concordar com algumas posições (Kame, Picollo, 18 e Kuririn estariam em melhores colocações e eu trocaria a Pan pelo Gohan).

Adoro Dragon Ball, só não gosto da GT, que não passou de um sonho ruim... Ela não tem os momentos engraçados da DB e não tem as lutas empolgantes da fase Z. Mas gosto é gosto.

Lezard valeth disse...

Cara pra que ficar procurando "Erros de coerência" no desenho assisti a pancadaria e pronto, isso é o divertido, nao fica dando uma de papa do anime procurando erros POrraaaaaa



belo artigo Amer

Franci23 disse...

Majin Boo eu não curto muito não pois ele parece um chiclete gordo e gay!

Vicente Cardoso disse...

Oi Amer! Eu deixei um recado no seu orkut, mas achei bom postar aqui também: preciso do seu e-mail! Quero trocar umas idéias a respeito da "Semana Transformers"... o meu é vicentecardoso7185@gmail.com

Vou aguardar sua resposta. Você tem MSN?

b´´´ disse...

'vou te comer, vou te comer, vou te comer' HSUAHSAOYE'

Lano_Shokan disse...

O que dizer do seu artigo?
Fantástico cara! Parabéns! Sou um fã seu...
Entretanto, eu digamos que achei 'injusto' [não sei se essa é a palavra certa] a ausência de Tenchinhan!
Pôxa o cara era dos humanos o mais fantástico dos personagens [minha opinião]. Acho que uma menção honrosa cairia bem! \o/\o/

Mas valeu mesmo cara! Tá de parabéns! Me divirto demais lendo seus artigos, que são muito inteligentes e de muito bom gosto!
Valeu Amer! Por fazer da internet um lugar melhor! Hahahaha
Un abbraccio!

Lano_Shokan disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Corto Blog Maltese disse...

Uris, tb respeito sua opinião, acho que vc foi muito lúcido, mas acho tb que Dragon Ball esgota minha dose de tolerância com deus exmachina que fogem do que foi mostrado antes.
Porém, a única coisa que vou discordar completamente de vc por estar muito além da questão de gosto é o seguinte: O Goku não luta pela Terra em primeiro lugar. Ele luta pra ficar forte. Ponto. Depois vem a vontade de proteger seus entes queridos e a Terra.
Isso pra mim coloca o Goku como herói atrás de personagens como os Cavaleiros de Bronze de Athena, Kenshin Himura, Ichijo Hikaro, Rei Arthur, Batman, Superman, Homem-Aranha, Hulk, Sr. Spock e uma infinidade de outros que colocam sua ambição pessoal de lado em troca de um bem maior. Se fosse só uma fase, mas não... ele não evolui disso. O Goku é assim e ponto.

Corto Blog Maltese disse...

O que eu quis dizer com erros de coerência?

- Todo mundo olhar torto pro Goku desde o início porque ele tem rabo de macaco... sendo que o presidente é um cachorro!
Isso me lembra aquele clássico questionamento: "Se o Pluto é um cachorro o que o Pateta é?"
Ora, no universo Disney ninguém olha torto quando o Pateta leva o Pluto pra passear. Então porque raios o mesmo povo que é governado por um cachorro de calças tem que olhar torto pra um menino de rabo de macaco?

- Lembro como o Kuririn achou normal quando descobriu que Picolo e Kami Sama eram alienígenas porque eles sempre foram estranhos... Alguém me explica como Picolo e Kami Sama podem ser estranhos num mundo onde existem Tenshinhan, Chaos e Sr. Popo? Ou será que secretamente todo mundo também pensa que eles são aliens e isso é tão sutil na série que eu não notei?

- Uma hora o bastão mágico leva Goku até a Lua... dps não chega nem ao topo da Torre Karin.

- A forçação cega em algumas piadas sem graça. Kra, já não basta terem tornado a Chichi (a personagem feminina mais legal em Dragon Ball) numa personagem insuportável em DBZ, eles insistem na mesma piada "Gohan tem que ir pra escola mesmo que Freeza destrua a Terra" até cansar...
Acho que existem momentos cômicos bem inseridos (Goku e Picolo aprendendo a dirigir) e vários outros nada a ver com nada (Goku e Vegeta conversando com uma família de solitárias dentro do Majin Boo).

- A Fusão ou Confusão.
Picolo e Kami Sama se separam. Aí Goku mata Picolo que antes de morrer cospe um ovo que é seu filho/ele mesmo reencarnado. Esse "filho" se funde com New em Namekusei e dps na Terra se reconfunde com Kami Sama.
Pior que isso só Majin Boo... primeiro o gordo se divide em dois, o próprio gordo e um magro. Aí O MAGRO ENGOLE O GORDO DE CUJO CORPO ELE ACABARA DE SAIR! Nem o Picolo qdo viu entendeu essa cena, imagine o público!?

- No início da Fase Z um Vegeta "fraco" destrói um planeta com um dedo num piscar de olhos... dps Freeza no auge do auge dos poderes não consegue destruir Namekusei direto (aliás, o maldito planeta parecia que não ia explodir nunca, só faltou eles pararem pra tomar um chá).

- Se vc tivesse que se transformar num gorila gigante pra vencer seu oponente e precisasse ou de uma bola de energia feita facilmente com sua mão ou da aparição da Lua cheia, qual vc escolheria primeiro?
O que realmente quero dizer é: POR QUE A ANTA DO VEGETA FICA PROCURANDO PELA LUA SE ELE PODE TER O MESMO EFEITO SIMPLESMENTE ESTENDENDO A MÃO????

- Quem raios afinal era o supersayajin que Vegeta viu no espaço de relance e sumiu sem deixar vestígios? Era o Brolly? Aquele episódio era uma ligação com o primeiro especial dele?

- Onde um cientista da Força Red Ribbon, que perderam pro Goku antes dele sequer aprender a usar o Ki, ia conseguir tecnologia na Terra pra fazer Andróides mais fortes que um SuperSayajin?
Lembrando que Bulma e seu pai precisaram de tecnologia extraterrestre pra sequer planejarem uma viagem espacial. Ah, sim... o Dr. Maki Gero observou e copiou os Guerreiros Z durantes anos a fio com uma máquina que ninguém sabia que estava lá... mas estava lá!
É muito engraçado inclusive a presteza deles em destruir esse "inseto-robô" como se isso fosse fazer uma grande diferença aquela altura...rs

- As sementes dos deuses curam tudo... menos uma doença do coração a qual nunca foi diagnosticada nem se ouviu falar mais... Aja deus exmachina...

- Como diabos Tenshinhan conseguiu derrubar tantas vezes o Cell sem que este sequer pensasse em soltar um raio em cima dele?

- Trunks fatia Freeza e seu pai rapidamente... mas dps qdo fica a sós com um Cell ainda não completo ele não repete a façanha...

- Goten virar supersayajin sem sequer saber voar foi a banalização total do conceito de "lendário" dos supersayajin!

Corto Blog Maltese disse...

- Aquela história de outras esferas do dragão sendo guardadas no Templo em GT (acredito que as tais esferas negras, não lembro agora) foi a coisa mais forçada do mundo.
A mitologia de DB era bem clara: O Grande Patriarca criou as esferas e o Shenlong de Namekusei. Kami Sama, que tb tinha esse dom, foi mandado pra Terra pra ser salvo da iminente destruição de seu planeta e aqui criou esferas e um Shenlong novos sem se recordar de onde veio ou das antigas esferas. Depois sucessor do Patriarca e Dendê tomaram suas respectivas posições.
Aí do nada me surgem essas novas esferas na mão do Pilaf? E só pra variar mais poderosas que as demais até então vistas... ¬¬

- Como um Supremo Sr. Kaio podia não saber da existência do Cell após ele quase ter destruído a Terra e se até o Sr. Kaio comum sabia?

- Aquela cena em que Cell se autodestrói, mas ainda resta uma célula propositalmente preservada para reconstituí-lo inteiro em questão de segundos é o cúmulo... nem o Wolverine nas histórias mais delirantes da Marvel teve uma regeneração assim...
De que guerreiro Z o Dr. Gero copiou esse poder? Não lembro mesmo.

- Uma Genki Dama em Namekusei não matou Freeza, mas destruiu Majin Boo na Terra?
Tipo, eu sei que são condições diferentes mas... o poder da Genki Dama não vem mais de todos os seres vivos de um planeta e a maioria destes seres não tem muito pouco poder? Eu não consigo entender que a diferença foi tão grande assim... se eu estiver esquecendo alguma coisa nessa cena assumo o erro e fico até feliz por isso.

- Como diabos aquela luta final entre Goku Supersayajin 4 e o último dos últimos Dragões malignos com poder de destruição superior a TODOS os inimigos anteriores... mal destrói um parquinho de diversões? ¬¬

- A banalização de morte e ressurreição. Acho que isso atingiu o ápice qdo o Supremo Sr. Kaio de sei-lá-quantas-gerações-passadas se sacrificou pra ressuscitar o Goku... e a única "grande" diferença é que a auréola de um passou pro outro! =P

- A defasagem dos sábios. A cada saga não só surgia um inimigo mais forte, surgia tb um mentor mais sábio e poderoso pro Goku... tornando o anterior completamente obsoleto.
Foi assim como Mestre Kame, dps Mestre Karin, dps Kami Sama, dps Sr. Kaio, dps o Supremo Sr. Kaio, dps o Supremo Sr. Kaio-de-trocentas-gerações-passadas.
A solução encontrada pelo Toryiama era tentar transformar todo mundo em núcleo cômico, mas chega uma hora que incha tanto o elenco que sobra gente demais.
Fica nítido, inclusive, que ele se perdeu com tante gente em cena. Até hoje Lunch não sabe que Tenshinhan ressuscitou?

- Eu sei que são ambos fillers (como muito do que eu citei acima) mas poxa... custava tentarem fazer um inferno em GT um pouco mais parecido com o que Goku visitou quando caiu do caminho da serpente?

Podia falar mais um monte, mas vou encerrar com uma lembrança boa que vejo pouco falarem. Eu gosto muito da relação pior inimigo/maior amigo entre Goku e Picolo a acho que esse é o ponto culminante do fim da história em GT.
Goku batendo no vidro da nave ao ver que Picolo ficou pra trás pra explodir com a Terra, Picolo ajudando ele a sair do inferno e principalmente o fato dele ser a última pessoa de quem Goku se despede antes de desaparecer com Shenlong são momentos tocantes pra mim...
Taí, aí eu poderia até admitir houve (ao menos uma tentativa de) um processo de humanização maior do Goku (e talvez por isso justamente o pessoal tenha virado a cara) e acredito que sua amizade com o Picolo foi um ponto culminante pra ele.

Scariel disse...

Eu nunca pricisei de buscar tantas respostas assim pra me divertir com DB,mas vou tentar responder algumas ao Corto Blog Maltese.
-O Freeza fica com medo de morrer na explosão do Planeta Namek,por isso que ele n destoi de uma vez só.
- A Genki Dama que o Goku usa no Majin Buu além da enrgia dos Terráqueos teve a ajuda dos guerreiros Z,que a de Namek não teve.
O Goku mesmo fala que só com o poder deles a Genki Dama ficou enorme.
- Pelo menos no inicio da saga Cell, as sementes dos deuses não cura doenças.
- O Goten e o Trinks transformarem em Super Saiajin foi fodaço mesmo xD.
O resto eu não faço idéia.

b´´´ disse...

nunca imaginei que alguém levasse dragon ball tão a sério. ._.'
quanto ao humor, isso é opinião pessoal não 'erro' da série.
e momentos nonsense sempre houveram, eu só fiquei meio 'oi?' quando o piccolo explodiu a lua(porque isso traria trocentas implicações para a terra), mas enfim, licença poética.
dragon ball trouxe tantas coisas boas pra ficar pensando nesses furos.
medo do Corto Blog Maltese.

Amer H disse...

Dragon Ball foi criado pra ser uma comédia de ação, não uma série de ficção científica.

De facto, Jornada nas Estrelas mesmo, que prima por um roteiro "plausível" tem furos enormes. Porque Dragon Ball não pode tê-los?

Quanto a meta do Goku de se tornar mais forte, não é uma questão de ambição pessoal, mas uma diferença cultural.

Na cultura Asiática, o arquetipo do herói é aquele que busca o aprimoramento pessoal, para então usar o que aprendeu para ajudar aqueles que precisam. Pode ver que muitos filmes de Kung Fu mostram um jovem extremamente talentoso que se acha melhor que todos os outros. Só depois que encontra um mestre a aprende a ter paciência, humildade e compaixão que ele se torna o herói de facto do filme.

Goku segue este tema. Ele quer sempre se tornar o mais forte, então usa o que conseguiu pra derrotar seres mais fortes que ele e proteger a terra.

Tanto que, no fim de GT, ele passa o manto de protetor do mundo para o Vegeta. Ele escolhe um sucessor, sabendo que não mais ia poder continuar com esta tarefa.

Levar Dragon Ball Z a sério é um gasto de energia desnecessário, vão por mim.

Scariel disse...

Pior que é.
Mais assistindo ao DBK kra,eu tenho me divertindo mto de novo,qndo eu assisti DBZ pela primeira vez eu era muito novo.
Mas tem algumas respostas que da pra encontrar na própria história.
Mas ainda bem que esse Maltese não tentou entender a história do DB Online.

Dark_Yamatoman disse...

Corto, parte do que você falou aí é filler, então vou me focar em tentar explicar o que ainda tem alguma chance de fazer sentido :P

- Todo mundo olhar torto pro Goku desde o início porque ele tem rabo de macaco... sendo que o presidente é um cachorro!
Isso é meio forçação de de barra, mas diria que é porque um humano com cauda não era algo comum, mesmo pro mundo de Dragon Ball. Existem vários animais humanóides em Dragon Ball, Oolong por exemplo, aparece logo no começo também, mas você não vê nenhum humano com tromba de elefante, ou alguma outra mistura do tipo =p

- Lembro como o Kuririn achou normal quando descobriu que Picolo e Kami Sama eram alienígenas porque eles sempre foram estranhos... Alguém me explica como Picolo e Kami Sama podem ser estranhos num mundo onde existem Tenshinhan, Chaos e Sr. Popo? Ou será que secretamente todo mundo também pensa que eles são aliens e isso é tão sutil na série que eu não notei?
Novamente é meio forçação de barra, mas basta pensar que o padrão do que é normal pra eles é diferente do nosso :P (Afinal, o mundo deles é bem diferente do nosso de qualquer maneira XD)

- Uma hora o bastão mágico leva Goku até a Lua... dps não chega nem ao topo da Torre Karin.
Do que você está falando? GOku nunca tentou usar o bastão pra subir a Torre Karin.

- A Fusão ou Confusão.
Pode ser confuso, mas não quer dizer que não faça sentido :P

POR QUE A ANTA DO VEGETA FICA PROCURANDO PELA LUA SE ELE PODE TER O MESMO EFEITO SIMPLESMENTE ESTENDENDO A MÃO????
O Vegeta explica isso no momento em que cria a Lua artificial, essa técnica gasta muita energia, então ele prefere usa-la somente quando REALMENTE precisar :P

- Onde um cientista da Força Red Ribbon, que perderam pro Goku antes dele sequer aprender a usar o Ki, ia conseguir tecnologia na Terra pra fazer Andróides mais fortes que um SuperSayajin?
Essa é uma pergunta legítima, ainda mais considerando que o Radar do Dragão da Red Ribbon era muito pior que o da Bulma XD

- As sementes dos deuses curam tudo... menos uma doença do coração a qual nunca foi diagnosticada nem se ouviu falar mais... Aja deus exmachina...
elas curam cansaço e feridas, e não doenças. A pergunta é o que aconteceu com aquele vaso gigante cheio de sementes visto na saga do Piccolo Daimaoh XD

- Como diabos Tenshinhan conseguiu derrubar tantas vezes o Cell sem que este sequer pensasse em soltar um raio em cima dele?
Aparentemente, o Tenshinhan não estava dando tempo pro Cell se mover =p

- Trunks fatia Freeza e seu pai rapidamente... mas dps qdo fica a sós com um Cell ainda não completo ele não repete a façanha...
Ele quis ser criativo :D

- Goten virar supersayajin sem sequer saber voar foi a banalização total do conceito de "lendário" dos supersayajin!
Isso é, mas aí o Toriyama já estava tentando inserir mais comédia na série, lembre-se que a transformação dele e do Trunks foram tratadas como piada =p

Dark_Yamatoman disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dark_Yamatoman disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dark_Yamatoman disse...

- Como um Supremo Sr. Kaio podia não saber da existência do Cell após ele quase ter destruído a Terra e se até o Sr. Kaio comum sabia?
Cada senhor Kaioh cuida de um setor do universo, se o Kaiohshin nao sabia nem que os guerreiros da Terra eram fortes daquele jeito, porque saberia do Cell? =P

- Aquela cena em que Cell se autodestrói, mas ainda resta uma célula propositalmente preservada para reconstituí-lo inteiro em questão de segundos é o cúmulo... De que guerreiro Z o Dr. Gero copiou esse poder? Não lembro mesmo.
Foi do Piccolo. Ele pode usar esse poder enquanto estiver vivo, que no caso do Piccolo, é enquanto sua cabeça estiver intacta, e no caso do Cell, essa célula safada =D

- Uma Genki Dama em Namekusei não matou Freeza, mas destruiu Majin Boo na Terra?
Tipo, eu sei que são condições diferentes mas... o poder da Genki Dama não vem mais de todos os seres vivos de um planeta e a maioria destes seres não tem muito pouco poder?

Aí é que está, Não tinha mais quase ninguém vivo em Namekusei, enquanto no caso do Majin Boo, foi energia vinda de toda a população da Terra =P

- A banalização de morte e ressurreição. Acho que isso atingiu o ápice qdo o Supremo Sr. Kaio de sei-lá-quantas-gerações-passadas se sacrificou pra ressuscitar o Goku... e a única "grande" diferença é que a auréola de um passou pro outro! =P
Isso era pra ser uma piada XD

- A defasagem dos sábios. A cada saga não só surgia um inimigo mais forte, surgia tb um mentor mais sábio e poderoso pro Goku... tornando o anterior completamente obsoleto.
Mas isso não é normal? Afinal, se Goku não superar seu mentor, não tem por que o mentor não lutar contra o vilão XD

Fica nítido, inclusive, que ele se perdeu com tante gente em cena. Até hoje Lunch não sabe que Tenshinhan ressuscitou?
Segundo o mangá, nem é mostrado se ela sabe ou não se ele morreu XD
Mas sim, o Toriyama se perde nos personagens, por que ele vai se esquecendo desses deles e de outros detalhes. O fato é que ele foi inventando enquanto ia fazendo, geralmente de última hora e empurrando com a barriga. Eu acho surpreendente ter saído uma série tão sólida nessas condições :P

Uris disse...

Concordo com o amer, discutir chega a ser perca de tempo, Dragon Ball é uma serie cujo enredo não é o forte, eu sempre disse e concordo que Dragon Ball tenha incoerências, mas estas não são tantas o suficiente para atrapalhar o foco da série...

Até porque algumas coisas que aparentemente são erros de contiuidade podem ser explicadas facilmente como por exemplo os fatos do Goku não ter como subir na torre de Karin com o Bastão Mágico e o Vegeta não ultilizar a lua de energia que existem pois a Torre de Karin é uma torre magica cuja única forma de se atingir é pelo esforço própio e a Lua de energia acabar com boa parte da energia de Vegeta.

Arthur disse...

Amer, por favor
O QUE É PAF-PAF?!?!?

Vagabundo da Lei disse...

Fala do filme do Dragon Ball Amer.

Guerra disse...

Cara...Você é a melhor coisa que a Internet já proporcionou ao cybermundo!!!

Putaqueopariu..Parabéns!!!

Maycon Cruz disse...

Cara muito legal o artigo!!

Confesso que que sou meio noob quando o assunto é anime...
na verdade a unica saga que acompanhei inteira foi a do Majin Boo (que por sinal era muito boa) mas depois nao tive muito tempo de continuar acompanhando...

Eu sei, me envergonho por isso :(

Mas tem um que eu gostaria muito de acompanhar chamado SENGOKU BASARA (que foi feito a partir de um jogo da Capcom).

Pena que acho que por enquanto so tem pros japas!!
Se alguém souber desse mais desse anime manda informacao.
Falei de mais e otimo trabalho Amer!!

Kabral disse...

Dragon Ball é eterno. Excelente postagem, destaco principalmente a análise do Goku. Curto muito Gohan, apesar de tudo, digo, antes da fase Boo e ele ter se tornando um adolescente imbecil.


E aí? Que tal o review de Dissidia Final Fantasy, hein? Após os cinco posts awesome sobre a franquia FF, quero ver suas palavras sobre Dissidia, você disse que faria.


Abraços!

Arthur Malaspina disse...

Ótima lista!

E sinceramente, todo mundo pode criticar Dragon Ball, mas usar Cavaleiros do Zodíaco como parâmetro é sacanagem. Posso passar semanas elencando falhas terríveis de cavaleiros... Sem falar que a genialidade de Toriyama nunca esteve no plot e sim no desenvolvimento do humor a partir das cenas, como ele havia feito de maneira mais sintomática em Dr. Slump...

M. disse...

Realmente, eu fui gostar do Nappa depois do grande trabalho do grupo Team Four Star!

dimytri disse...

cara sou seu fã ae parabens pelo seu trabalho

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

legal o post...

o Mestre Kame treinou o Goku. e por isso me basta.

Nappa: BAH!

N.18...bom, pelo menos teve o saco de aturar o Kuririn. e que bom que é feliz com ele, apesar de sua eterna TPM.

também gosto do Majin Boo normal/gordo mesmo. e Bardock, como ele se transforma num Super Sayanjin? tipo, não teria que ter um treinamento monstruoso para tanto...ah, esquece.

não tenho nada contra a Pan.

olha eu prefiro Godita a Vegeto, acho que Godita é mais sério que a sua outra parte e encerra logo as lutas. mas se levarmos em conta que ele só apareceu num filme que estava nos ultimos minutos e a fase Godita SSJ4 não matou o Um Estrela...minha teoria vai pro saco.

Frezza...Duplo Bah! e ainda não vi algum filme que Cooler tenha aparecido, então vou deixar quieto.

Goten e Trunks são umas pestes, sempre tive vontade de enfiar um tiro de espingarda em cada um. mas com crianças pestes e insuportaveis, fazem bem o serviço.

não consigo achar a Bulma atraente, sério...sei-la, Akira Toriyama não sabe desenhar mulher, então...e Videl, gostava dela, mesmo achando o pai dela fodão por ter supostamente matado o Cell...ingênua.

Grande Saiyaman: Triplo Bah!

Satan...sem palavras.

sobre o Cell, pelo menos ele não quer dominar o Universo ou algo assim. e gostava da voz do ator que o dublava...apenas isso

Kuririn pegou a 18, o que já é muito. Trunks do futuro...acho que nada a falar também.

Veditta só passei a gostar realmente dele quando virou Majin. pode parecer pouco, mas aquele "M" na sua testa me fez parecer até mais forte do que o Goku...até o seu virar Super Sayanjin 3, mas ainda sim eu acho fodão. um dia vou jogar esse tal Dragon Ball Budokai que tanto falam e se tiver a sua versão Majin, surrarei todos como se não houvesse amanhã. e sobre o relacionamento dele com a Bulma, acho que ela devia estar com inveja pelos filhos da Chi-Chi serem capazes de devastar o planeta e o seu marido é o mais forte daquele universo, por isso acho que ela investiu no Veditta, na minha opinião.

Piccollo é Foda! além dele ter bolas para encarar seres poderosos sem se transformar em SSJ, ele é o mais perto de um "Mano" na trupe de heróis da série...na minha opinião. e os momentos hilários com é duas vezes mais engraçados do que com os diversos personagens.

Brolly...o que se tem a dizer dele. o cara é o SSJ lendário a cada mil anos, é grande feito Bane e louco feito Kefka. um SSJ é legal, mas um com mais de 2 metros de altura já ganha fodacidade automática. e ganhou três filmes na série, é o cara. meu SSJ favorito!

Goku....é o Goku e já deu.

Yancha....quem liga para ele?

sergio disse...

O melhor sistema de TV HD www.tvhd.com.br

wilson psn disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
wilson psn disse...

ae cara achei muito legal ,legal mesmo,principalmente na hora que vc falou da pan eu gosto muito dele e bom sabe que vc gosta também eu amo ela literalmente