sábado, 4 de julho de 2009

Um tributo a Michael Jackson.


Quero começar este artigo comentando algo que acredito, pouca gente notou.

Em Grand Theft Auto: Vice City, logo após o filminho de abertura, o jogador precisa guiar o “herói” Tommy Vercetti até o carro mais próximo e então começar a dirigir pela tresloucada cidade que dá nome ao game.

Ok, assim que se entra no veículo, há um anúncio de que as pontes da cidade estão interditadas e logo em seguida, uma música começa a tocar.

Algum de vocês já reparou que música é essa?

Billie Jean.

SEMPRE toca Billie Jean.

Tenho as versões de Ps2 e Xbox de Vice City e em ambas, a primeira música que ouvimos logo que o rádio começa a funcionar é Billie Jean, não importa quantas vezes se inicie um New Game.

O povo da Rockstar queria que o jogo fosse uma experiência completa de viagem no tempo direto para os anos 80 e decidiram que a melhor maneira de criar uma boa imersão no jogador seria tocando Billie Jean nos momentos iniciais do seu título.

Uma decisão tremendamente acertada na minha opinião, pois nada nem ninguém era maior que Michael Jackson nos anos 80 e suas músicas eram uma forma perfeita de nos fazer viajar no tempo.

Uma viagem que pelo menos pra mim será agridoce de agora em diante.


Pode ser um total clichê, mas 25 de Junho de 2009 é um daqueles dias fatídicos dos quais todo mundo se lembra o que estava fazendo quando recebeu uma notícia chocante.

Eu estava trabalhando no computador em casa, quando minha mãe me chamou em seu quarto e me pediu pra traduzir uma notícia que estava passando na CNN. O jornal dizia que Michael Jackson havia sido vítima de uma parada cardíaca e se encontrava hospitalizado.

Menos de dez minutos depois, a Band News noticiou que Michael Jackson tinha morrido, mas eu me prendi a crença de que se realmente tivesse acontecido, a CNN diria algo e que por hora, tudo não passava de especulação.

O tempo passou, diversos sites começaram a noticiar a morte de Michael Jackson, mas eu continuei esperando a confirmação via CNN.

Então a confirmação veio e eu fiquei em choque.

Minha tristeza foi meio abalada pelas piadas de que alguns amigos começaram a fazer pelo MSN, o que acabou me afastando quase que totalmente do Messenger pelo fim de semana inteiro.

E desde então estou meio anestesiado.

Digo, é meio difícil acreditar que Michael Jackson de fato morreu. O cara era um símbolo vivo de tudo que a década de 80 representou e eu esperava que ele ainda estivesse por aí quando eu apresentasse sua música aos meus filhos.

Mas infelizmente as coisas não acontecem da forma que a gente planeja.



Não sou um grande conhecedor de música, nem quero fazer parecer isso. Escuto exatamente as mesmas bandas e músicos há anos, com pouco ou nenhum acréscimo de novos talentos aos meus aparelhos de som.

Mesmo assim, devo dizer que Michael Jackson foi parte importante de minha vida.

Eu fui uma criança dos anos 80, nascido exatamente quando a década se iniciava. Comecei a escutar as músicas de Michael Jackson graças a minha mãe, que tinha os discos Off the Wall e Thriller. De fato, sendo a criança consumista que eu era, eu tinha uma luva com brilho, exatamente como as que Michael Jackson usava e também uma jaqueta igua a que ele vestia em Beat It.

Não lembro se a jaqueta era originalmente minha ou se eu a tinha roubado do meu irmão, mas não importa agora.

O negócio é que eu tinha essa parafernália e tentei muitas e muitas vezes imitar (sem sucesso) os passos de Thriller em casa, enquanto fazia cosplay de Michael Jackson.

Bons tempos...

Pode ser difícil pra gurizada de hoje em dia acreditar, mas o cara era maior que a própria vida nos anos 80. Sempre que ele lançava um novo videoclip, o mundo parava pra assistir.

Foi assim com Thriller, depois Bad e finalmente com Black and White.

O Fantástico anunciava durante a semana inteira quando planejava apresentar o lançamento de um dos videos de Michael Jackson e todo o Brasil marcava no calendário quando seria o dia para se prostrar em frente a televisão.

Lembro que quando o clip de “Remember the Time” estreou, havia um pelotão de amigos do meu pai aqui em casa. Eles haviam vindo buscar meu velho pra uma reunião importante ou coisa do tipo, mas assim que o vídeo se iniciou, todos ficaram imóveis assistindo.

Eu estou falando de homens de mais de cinquenta anos que não viam atrativo algum em sua música e todos só levantaram e foram embora depois que o clip acabou.

Este era o poder de Michael Jackson.

Maior que a vida, como eu disse antes! De que outra forma ele poderia estrelar seu próprio videogame?



Pois é, Moonwalker! Um dos primeiros e mais queridos jogos do console 16 bits da Sega até os dias atuais!

Michael Jackson gostava muito de videogames, tanto que sempre manteve um bom relacionamento com a Sega.

Como esquecer sua aparição em Ready 2 Rumble como um dos pugilistas?



Socar o presidente Clinton com o Rei do Pop é uma experiência que todos deveriam ter em algum momento da vida, é o que eu digo!

Aliás, reza a lenda que Michael foi o produtor musical de Sonic 3.

Não tenho certeza disso, mas muitos fãs do jogo acreditam fielmente que é verdade e colocaram diversos videos no YouTube para dar força as suas teorias.

Mas honestamente, eu quis escrever este artigo não apenas como um tributo, mas como uma forma de desabafo.

Me dói muito ver a maneira que o mundo deu as costas a Michael Jackson e só está voltando a reconhecer seu valor após sua morte.



Michael Jackson era um artista de primeira, um indivíduo brilhantes, capaz de compor, cantar e dançar como a maioria de nós apenas sonha em fazer. Por duas décadas ele criou trabalhos de altíssima qualidade musical e entreteu pessoas do mundo inteiro com ele.

Mas em um dado momento, isso perdeu o valor.

As pessoas passaram a se interessar mais pelas mudanças em sua aparência e pelo seu estilo de vida excêntrico do que pelo seu talento e pela música que ele criava.

Jornais de fofocas entupiam as fuças do povo ignorante com teorias bizarras sobre os tratamentos que ele teria feito para “se tornar branco” e todo mundo engolia.

Todos esqueceram de todas as contribuições que ele tinha feito pela música e o reduziram ao status de uma aberração de circo. Alguém que no século dezenove seria trancado em uma jaula, exibido como curiosidade e em quem as crianças arremessariam restos de comida.

Então vieram as acusações de pedofilia e o mundo simplesmente as aceitou como se fossem uma verdade absoluta e incontestável.

Vamos pensar um pouco agora.

Nada nunca foi provado. Se Michael Jackson realmente tivesse abusado de crianças, vocês não acham que haveriam provas? Não haveriam marcas indeléveis na garotada supostamente molestada por ele?

E mais, levando em consideração o quanto os investigadores norte americanos levam mais a sério casos envolvendo celebridades, eu tenho certeza que reviraram o rancho Neverland em busca de provas e o fato de nunca termos ouvido resultados a este respeito significa que não havia nada pra encontrar.

Então vem um sabichão e afirma: “Ok, se ele não era pedófilo, por que vivia cercado de crianças?”

Simplesmente porque ele tinha mais afinidade com crianças do que com adultos.

Assim como uma professora, uma babá, um pediatra ou qualquer pessoa que se dedique a uma profissão no qual irá lidar com pimpolhos.

Pela sua lógica, um homem que tenha decidido ter cinco filhos também é pedófilo.

Entende aonde quero chegar?

Os pais deixavam seus filhos andarem com Michael Jackson, daí lembravam que o sujeito tinha uma fortuna de milhões e ficavam gananciosos. Canalhas do pior tipo usavam seus filhos como instrumento para extorquir uma das poucas pessoas genuinamente boas que existiam no mundo.

E o resto do planeta simplesmente foi na onda, apontando para alguém que um dia admiraram e o taxando como um monstro, apenas porque ele era diferente e teve sucesso na vida. Porque ele era um adulto com coração de criança, algo que a sociedade não aceita.

O mundo se torna a cada dia um lugar mais cínico e hipócrita. Ao mesmo tempo que as pessoas se derretem para personagens fictícios com personalidade infantil (como o Hagrid de Harry Potter) elas apontam e caçoam de indivíduos reais que sejam assim também.

Aos homens é permitido cada vez menos sonhar e aqueles que ousam fazê-lo são abatidos.

Isso é algo que me entristece, pois a morte de Michael Jackson poderia ter sido facilmente evitada, caso ele tivesse recebido a ajuda que precisava. Eis uma pessoa muito solitária, triste e deprimida, que precisava urgentemente de socorro, mas que recebeu apenas chacota e desdém.

Não quero ser demagogo e dizer que devemos mudar o mundo pois isto é impossível. Mas acho que todos devemos ter um pouco mais de boa vontade e devemos passá-la para nossos filhos.

Pois acredito que este é um valor que vale a pena ser ensinado.



Desde a última quinta feira, não estou apenas triste mas também com um enorme vazio no peito.

Os anos 80 foram a época mais feliz da minha vida, simplesmente porque eu era uma criança e não tinha preocupações. A vida era só desenhos, brinquedos, video games e diversão.

E agora, Michael Jackson morreu e levou os anos 80 consigo.

Ela não é mais aquela década especial que estava sempre viva ao meu redor, agora é uma época distante que infelizmente foi embora por completo.

Acredito que muitos se sentem como eu no momento.

Mas pelo menos temos o maravilhoso legado musical que nos foi deixado e acredito que devemos tratá-lo como o tesouro inestimável que ele é.

Eu vou ensinar minha filha a fazer o Moonwalk! E vocês?

É, eu sei que também vão...



Michael Jackson, você deixou um espaço em branco que jamais será preenchido. Onde quer que esteja, espero que fique em paz e descanse de sua vida turbulenta e sofrida, pois se tem alguém que merece isso, é você.

Obrigado por toda a diversão, músicas fantásticas e lembranças que nos deu em todos esses anos. Que Deus o abençoe.

E agradeço a todos que tiveram a paciência de ler meu desabafo. Que fique como um pequeno tributo a memória de alguém que eu admirava e que foi embora muito antes do que todos gostariamos.

Prova de que os bons morrem cedo...

E no próximo artigo, voltamos com nossa programação normal.

Cheers!!!

62 comentários:

guilherme.kinni disse...

Cara... A única coisa que eu posso dizer é... Vá em paz Michael.

E sim, vou ensinar a minha filha a fazer Moonwalk

DecoLord disse...

Também fiquei muito triste como a morte de Michael Jackson...
Nasci mo final dos anos 80(89), mas M.Jackson fez parte minha infancia, acho que conheci as musicas pelos lp`s de meu tio, não tenho certeza.
Mas quando eu era menor, achava as musicas muito loucas, não sabia o que elas diziam, mas gostava das danças e dos paços de M.Jackson.
O cd(BAD)que eu tinha, que nem sei por onde foi para, ficou todo ralado de tanto eu ouvir quando pequeno.
Mas também acho que M.Jackson não podereia ser pedofilo, logo que se ele fosse, teria abusado de seus proprios filhos, como vemos muitos desses casos aqui no Brasil.
Para mim ele é inocente como sempre foi...
E valeu pelo post Amer, em homenagem ao nosso grande Jackson

Diego disse...

Parabéns pelo post, Amer.
Assim como você, ainda estou em choque pela morte do Rei. Posso não ter vivido nos anos oitenta, mas aprendi a gostar dos trabalhos do Michael desde muito cedo (é, meu pai sempre teve muito bom gosto musical).

O cara foum gênio, porra!. Não tem como dizer o contrário.

Descanse em paz, Michael! Muito obrigado por este legado de entretenimento e cultura que você nos deixou!

O foda é aguentar toda essa hipócrita "onda de choque" pela morte do Michael e a mídia - que outrora não teve freios morais ao se alimentar dos dramas pessoais do cantor - explorando à exaustão a morte dele. Isso é uma crueldade sem tamanho.

Enfim...acho que desabafei um pouco também.

Caio C. Kapps disse...

Muito bom...

Eu nasci em 93, naum peguei os anos 80 mais meu pai tinha uns lp's e umas fitas de video, me lembro de ficar ouvindo horas e horas e tentando dançar como ele (Também sem suscesso algum). Eu fiquei muito triste por naum poder ver os shows dessa turnê q ele marcou...

Uma coisa q me deixou muito pra baixo tbm foi q a minha prof de inglês tinha dado um trabalho para fazermos sobre uma celebridade americana pra intregar dia 19 de junho. E advinha qual celebridade meu grupo escolheu???

Michael Jackson!!!

foi um choque pra mim saber dessa noticia, e uma coisa que tem me deixado com raiva são essas piadas q saum muito sem graça...

Naum, eh muito palhaçada q estaum fazendo...

Mesmo assim q fique minha homenagem a essa grande pessoa!!!

Descanse em paz Michael Jackson!!!

(eh, axo q fui mais um a desabafar)

Walmir disse...

Ainda me lembro de pegar os discões do Pipes of Peace e We Are the World nas mãos.
O We are the World era muito bonito, com as assinaturas de todos os artistas que participaram.
Nem comento Thriller e Bad, que fizeram parte da infância de todo mundo que nasceu nos anos 70/começo dos 80.

Meu irmão armou uma quadrilha pra dançar Beat It no meio da rua, eu era o cara que amarrava os pulsos dos brigões.

Perda irreparável.

Quando Christopher Lloyd e Dan Aykroid morrerem, aí podem enterrar de vez os anos 80.

Frodo disse...

Obviamente não estou falando de você Amer, mas me deixa bem irritado o fato de que basta alguêm falecer para virar herói, eu não sei se o povo faz isso porque quer seguir a "onda" do momento, ou se realmente as pessoas só dão valor as coisas quando perdem...

Para mim, ele foi um grande músico no passado, fazia tempo que não lançava algo de meu agrado e não estava apostando muitas fichas na volta dele, mas era inegável que ele explêndido nessa área.

Sobre o lance da pedofilia, não vou ser hipócrita e dizer que nunca acreditei que ele fez, mas era outro assunto que me irritava profundamente. Nenhum pai das supostas crianças molestadas falava algo do tipo "Meu filho foi abusado, está traumatizado, quero justiça e que esse homem pague pelos crimes que cometeu", era sempre falado outra coisa: "Meu filho foi abusado, está traumatizado, preciso de DINHEIRO para ter justiça", ahh faça-me o favor!

Espero que ele esteja em paz agora, e que finalmente parem de "urubuzar" a vida dele.

E peço desculpas se alguêm se sentiu ofendido com meu ponto de vista.

Abraços!

Sergio disse...

esetava esperando um post assim, vou começar a ler agora.

eu fiquei triste quando ele morreu.

ele é tão cool.

Thyago disse...

eu fiquei chocado e realmente a ficha caiu: morreu um símbolo.
agora este é o PRIMEIRO blog q vejo que realmente pode dar sua homenagem a michael jackson sem nenhuma hipocrisia.
digo isto por você ser um REAL FÃ DE MICHAEL JACKSON, um dos poucos que conheci, mesmo na internet.
tenho visto uma verdadeira onda de "eu amo michael jackson, o rei morreu", sendo que dois dias antes da morte dele estariam apontando e rindo dele.

eu nunca fui fã dele, mas reconheço o que ele fez.
que agora ele tenha a paz que tanto quis na vida.

Rodrigo disse...

"Acredito que muitos se sentem como eu no momento."

Eu.

Discuti feio com pelo menos 3 amigos próximos meus que escreveram/falaram gracinhas sobre a morte do Michael.

Eu nasci em 83, e minha infância não seria nada sem o Michael...conheci ele no "Bad" e minha paixão por músicas então começou.

Faço das sua palavras nesse post, as minhas.

Espero que ele esteja descansando em Paz, junto com Peter Pan ;)

Marcelo Guardsman Green disse...

sei esse vazio parece q é inacreditavel como pode uma pessoa morre assim!! é triste muita saudades
Jackson Descanse em Paz

Thedriver² disse...

Eu tenho Grand Theft Auto: Vice City para PC. Adivinhem qual e a primeira musica???? nao preciso falar....

O cara e um icone do pop e da musica mundial, merece o respeito de todos

R.I.P. Michael

Hey Hoy Cowboy disse...

Cara..sem palavras, vivo desde a sua época tbm, e..putz..muita tristeza, ficou essa lacuna deixada por um um grande ídolo genuinamente de nossa época, descanse em paz MJ.

joão disse...

realmente o cara era incrível.
Outro artista como ele, nunca mais.
Me lembro de quando ele fez o monnwalk a 1º vez e no dia seguinte na escola, todo mundo tentando fazer igual.
Bons Tempos.
Agora falando sobre o lado musical dele, depois do black or white, as músicas dele ficaram muito água-com-açucar, paz e amor/vamos salvar o mundo e tals.
Bem diferentes das letras de smooth criminal, dirty diana, you make me fell, essas sim músicas que o consagraram.
Também esperava um retorno triunfante do MJ ás raízes, com músicas mais "enérgicas" (na falta de outra palavra melhor), letras mais elaboradas e novas coreografias, pena que não deu tempo.

Com certeza ele vai fazer falta.

joão disse...

Importante notar também, que em 1982/83 não existia a internet, a MTV, TV a cabo, e as notícias do exterior demoravam para chegar até nós.
Mesmo assim me lembro que passavam os videos dele toda hora na TV, no rádio só tocavam as músicas dele, nos jornais e revistas e albuns de figurinhas só se falava nele.
Sem contar a famosa jaquetinha vermelha, que todo mundo queria uma.
O cara foi um fenômeno, quem viveu os 80's sabe disso.

patrickpereira disse...

pOtimo post Amer!


Quase chorei aqui....

William disse...

Minha tristeza foi meio abalada pelas piadas de mau gosto que alguns amigos começaram a fazer plo MSN, o que acabou me afastando quase que totalmente do Messenger pelo fim de semana inteiro.

Essa foi a pior parte, quando eu dizia que sentia pela morte dele e que era fã o pessoal vinha com aquela história "Sério?"....Porra Lógico, quem num era fã do MJ?

Descanse em Paz MJ e Amer boa semana!

Paulo_HT disse...

o pior foi que depois da morte dele as crianças que supostamente haviam sido molestadas confessaram que foi o que os pais delas mandaram falar só pra arrancar dinheiro do coitado.

essas "pessoas" acabaram com a carreira e com vida dele, e não tem perdão pra isso.
eu nunca acreditei que ele realmente tivesse feito isso e nunca pensei que as pessoas dariam as costas à alguém que teve tanta importância e marcou uma década com o seu talento.

eu sempre tive pena dele e não o culpo por ele querer se sentir como uma criança, já que ele não teve esse direito por que desde pequeno o seu pai o obrigava a ensaiar 10 horas por dia.

enfim, como a maioria das pessoas fiquei muito triste com essa notícia e acho que o mundo não vai ser mais o mesmo sem Michael Jackson.

Avalanche(Lance) disse...

Só tenho a dizer oque já disse nno orkut, não existe alegação de molestação sem provas(até por que são as mais fáceis de se arranjar)


Então só falao...

NANDA TO NA GLOBO!!!

KIRA disse...

Olá Amer, leio seu blog ah algun tempo e gosto muito..pulando o "puxasaquismo", gostei do desabafo pois aonde eu vou ou qualquer canal de Tv estão falando do Michael, sempre bem , mais as mesmas pessoas antes criticaram, isso é ridiculo , enfim não sou o maior fãn dele mais o adimirava, o cara era um genio mesmo sendo meio "difenrente" ,por causa da minha mãe tbm,ela tinha o vinil do Bad...bons tempos ,(e eu só tenho 15 anos falando assim pareçe que é 30)mais eu sempre achei legal fazer o Moonwalk e jáa ensinei pra e pro meu irmão e ensinarei pra meus filhos.
E Valeu pelo post em especial e a homenagem ao Michael e pelo blog completo que me divete muito.

Obrigado Michael Jackson pelo thriller, faço essa coreografia desde primeira vez que vi aos 9 anos.

Abraço

Phinderblast disse...

Revolucionou a música... "Só" isso. Poxa, um cantor sem igual, dançarino sem igual... Não deveriam julgar um artista pela sua vida pessoal. E daí que era excêntrico? Deixe que seja! Roberto Carlos também é excêntrico e ainda é o nosso rei. Afogaram sua figura em infâmias e sua carreira estagnou, mas o que estava feito estava feito. Também me estressei com as pessoas do meu msn, ouvindo coisas como "menos um pedófilo, graças". Sem comentários para essas pessoas. Sem mais o que dizer, Amer disse tudo o que estava engasgado.
Obrigado pela matéria, esperava por ela mesmo.

Lucas disse...

É engraçado... eu nunca fui fã dele...nunca fui de sentar só pra ouvir uma musica do cara.
Sempre o adimirei, claro, como o grande artista que foi. Mas fã eu nunca fui.
Esses dias agora, tem sido uma enchorrada de musicas dele o tempo todo na TV, e aí que percebi. Me peguei sabendo de cor a letra de todas as músicas dele.
É fato. Simplesmente por ter vivido a década de 80 já fez com que ele fizesse parte da minha vida. E com certeza ele vai fazer MUITA falta.

Belo post Amer!

PS: Sim, eu também tinha o cartucho do jogo dele!

Edmilson disse...

Não concordo com a questão das polêmicas na vida dele. Acho que ele pode, sim, ter sido culpado.

Mas isso tudo não me importa. Não espero que ele seja perfeito. Não preciso disso para apreciar o trabalho de ninguém. O dele principalmente.

Um abraço

fernandoagz disse...

Vou dizer que já esperava por esse belíssimo post Amer.

Desde o seu post de Moonwalker no Game Blog, vi que era um autêntico fã de MJ, assim como eu, e que o tratava com a seriedade que merece. Sem as piadinhas convencionais sobre as acusações de pedofília.

Seu post resumo exatamente o que sinto em relação a sua morte. E espero que agora ele realmente tenha o valor que merece.

Joao disse...

desde que soube da morte eu esperava sua postaguen especial,fez uma homenaguem a altura,pelo menos com sua morte ele descançara e sera lembrado pelo que realmente deveria ser lembrado, sua musica.

Kallebe disse...

Admito que eu sou uma das pessoas que acreditavam que ele era pedófilo e que até ria das piadinhas sobre isso com ele nos filmes (Todo mundo em Pânico, por exemplo) mas depois que ele morreu eu fui pesquisar mais sobre ele e descobri o quão importante ele foi (e é) de fato, tanto para a música quanto para a cultura mundial. Fica aqui o meu perdão (apesar de ele não poder mais ouvir) a você, Michael Jackson.

E sobre GTA Vice City, eu também tinha notado, tanto que fiquei com uma extrema vontade de voltar a jogar Vice City, o que eu farei daqui a alguns dias.


É isso.

mr.Poneis disse...

É isso eu com certeza sou a pessoa menos indicada pra falar de Michael Jackson. Nascido em 86 a primeira memória que me ocorre dele é com certeza o clipe da música Black and White e um show que ele teria feito no Criança Esperança e a sua participação em Os Simpsons (aliás um bom episódio). Isso e talvez o Filme e mais o desenho dele e dos irmãos que passava na Manchete. Só isso de conhecimento deve com certeza me fazer um leigo ou um herege de sua obra...

Enfim a lembrança mais recente que eu tinha dele era uma homenagem que Eichiro Oda fez em seu mangá One Piece na forma de Saiminjutsushi Jango e Thriler Bark...

Também não posso comentar nada a respeito de qualquer escândalo recente por que esse negócio de imprensa marrom gasta muita energia (enfim é um saco) ...

E bom, eu ainda não sintetizei direito esse negócio da morte dele
Sei lá, tinha a impressão que se você procurasse por imortal no dicionário teria uma foto ou duas dele (Dançando).

Salve MJ

até mais ver
mr.poneis

ps.: Todo mundo falou de passar o moonwalk adiante, mas o passinho difícil! Nada menos daqueles que foi considerado o homem feito de mercúrio...

ps2.: ah sim, post flamejante Hammer

Don disse...

nao sou da geraçao de 80- ou 70(é incrível que um artista tenha conseguido ser tao influente durante décadas tendo em vista estas celebridades isntantâneas de hoje em dia!)- mas lembro de como eu gostava do macaco Bubbles do sr. Kaio, isso na época que DBZ passava na Globo, sem nunca sonhar que ele tinha sido inspirado num macaco real e que este pertencia a Michael Jackson!

minha visão de MJ antes de sua morte era muito vaga, tudo que se ouvia era sobre um cara que tinha virado branco ou seus escândalos e é triste que apenas post mortem sua obra foi lembrada.

a morte é e sempre será incompreensível aos seres humanos... num dia o cara tava se preparando para uma turnê mundial, no outro simplesmente está morto! é extremamente injusto. é feio dizer, mas apenas com essa triste notícia pude conhecer mais profundamente a obra desse gênio da música, dança, cultura pop em geral... enfim, na falta de um termo nacional, um perfeito entertainer.

Michael Jackson era simplesmente a personificação da cultura pop, um mito que infelizmente teve seu período de auge e de decadência(e que triste decadência...)
o que fizeram com ele nos últimos tempos foi o reflexo da nossa mídia deturpada, em que o próprio indivíduo é um produto para entreter, sua vida pessoal é simplesmente tornada pública, e acho que ninguém aguenta ser visto tao de perto por tanto tempo...

o que mais me chama atenção em MJ é como ele elevou a cultura negra e quebrou preconceitos, sendo o 1o artista negro a ter um clipe exibido na MTV. como abriu espaço para artistas em comercial, talvez sendo precursor do Jordan na Nike. como ele era uma pessoa boa e ativista dos direitos humanos, lutando pelas pessoas da África e pelas crianças do mundo. e por fim, como usaram disto contra ele, com aquele horrível 'documentário'que mostra simplesmente uma pessoa frágil e debilitada exposta cruelmente. talvez tenham faltado boas companhias para ele nos últimos tempos... talvez restem poucos realmente bons nos tempos de hoje. :l

(sou leitor do seu blog há pouco tempo mas esse seu ótimo texto refletiu em muito o que pensei sobre isso entao resolvi comentar! gosto da sua escrita, é bem humorado quando lhe cabe ser, mas também sabe falar sério quando necessário... xx' acho que falo meio que demais)

Don disse...

PS: disse que minhas referências tinham sido 'vagas', mas pensando melhor eram permeadas... acho que todo mundo conhece ao menos uma pessoa que tenha 'thriller', pois lembro que um pai de meu amigo tinha e o ouvia constantemente(e afora isso ele só ouvia música evangélica). acho que isso atesta muito bem o que você disse sobre a 'magia' e como o cara conquista os mais variados públicos.

Zé Abrão disse...

muito bem merecido esse tributo, gostei muito Amer, você foi muito sincero, coisa que também faltou a essas homenagens meia-boca que estão passando na TV 24h agora que o cara morreu ao invés de terem feito algo bom pra ele enquanto era vivo. Gostei muito, cara.

João Pedro disse...

eu saí na porrada com o cara da gráfica que iria fazer meu trabalho por causa de uma dessas piadas de mal gosto...

Paulo disse...

Uau.tiveu m Flashback com a lembrança de Ready 2 Rumble Boxing O.O. Sdds do meu Dreamcast. =(

Nanda disse...

Bem, levando em consideração que ele conseguiu fazer com que a Pepsi fosse mais popular que a Coca Cola nos EUA com um comercial (e isso se mantém até hoje), isso mostra como ele era poderoso!

Alguém me ensina a fazer o Moonwalk?? ó.ò

E eu tinha o Moonwalker!! Adoraaaava esse jogo! ahahahahah!!

the peste disse...

nasci nos anos 90 mas michael jackson também marcou minha infância com seus clips e todo resto e sim vou ensinar pro meus filhos moonwalk assim que aprender a faze-lo

Suze Dean. disse...

quase chorei agora!

Edson disse...

Nesses dias estava pensando que, se fosse possível definir a década de 80 em uma frase, poderíamos dizer que ela foi a "década dos ícones".

Nenhum outro período produziu tantos e tão grandes talentos artísticos, principalmente na música, seja com bandas de rock (lembrando que naquela época até as bandas nacionais conseguiam lotar estádios sozinhas), quanto os "popstars" (Michael Jackson e Madona principalmente).

É triste ver que hoje em dia a garotada só tem Britneys da vida, que nada mais são do que cópias da Madona... Em outras palavras, os anos 90 e 2000 foram incapazes de produzir grandes talentos e talvez por isso até hoje as pessoas reverenciem o AC/DC, o Van Halen, Tears for Fears, Simple Minds, Duran Duran... e, claro, Michael Jackson.

Nessa semana estava voltando do trabalho com meu sócio e o rádio começou a tocar "Welcome to house by sea" do Phil Collins. Esse cara fez a minha "trilha sonora" dos anos 80! E daí lembrei da morte do Michael e percebi que aquela época de infância, por mais legal que tenha sido, passou.

Não preciso dizer que fiquei triste e por isso sei do que o Amer está falando. Michael Jackson foi um "ponto de referência" pra todo mundo que viveu nos anos 80/90 e, com certeza, o meio artístico perdeu um de seus maiores e mais genuínos talentos.

P.A. disse...

Caramba, belo post mesmo!
Também não era um dos grandes admiradores dele, mas o cara é um mito sem dúvidas! As músicas dele unidas com a coreografia que ninguém conseguirá imitar...

Você disse no texto algo sobre somente agora darem valor, bem isso se chama comoção! Nós seres humanos somos assim, qndo tá tudo certo descemos a lenha e qndo o cara morre, pagamos pau!

Foda!

MatheusTeixeira disse...

cara....esse foi o post mais sentimental que jah li seu!! isso nao eh uma critica negativa, realmente os anos 80 foram embora, cresci nos anos 90 e ainda sim vi mta coisa dele com o filme Moonwalker e o game!!

Michael R.I.P! e sim, vou ensinar meus filhos a fazer Moonwalk!!

Felipe disse...

Ha alguns anos li um livro chamado
O Idiota de Dostoievski, o personagem do titulo, conhecido como principe michikin eu acho, sempre preferia a compania de criancas, por se identificar com elas nao havia conotacao sexual alguma...ele ate tenta se casar mas e um torrao impar. Desde entao eu me perguntei se o Michael nao seria assim tbm,

Marcelo Maciel disse...

"Me dói muito ver a maneira que o mundo deu as costas a Michael Jackson e só está voltando a reconhecer seu valor após sua morte."


Sabe, Amer, eu penso EXATAMENTE a mesma coisa, cada letra dessa frase... acho nojento ver a forma como ele era tradado (e ainda é), odeio as piadinhas que fazem a respeito dele, e não tenho dúvidas de que as acusações de pedofilia são uns belos de uns filhos da puta que queriam tirar uma grana fácil e o povão que acredita/zoa só faz o seu papel de dedo podre, pra apontar pra direção que dá mais falatório...

Michael Jackson foi um gênio, mudou o mundo (sem exageros, eu penso que mudou mesmo) e agora é ainda mais nojento ver as pessoas santificando ele depois que morreu... dá raiva mesmo, se todo mundo o amava tanto, porque na época em que era vivo não o defendiam das acusações e piadas ridículas que sempre fizeram...

Não sou fã de música pop, não tenho u m grande conhecimento sobre a carreira dele, mas mesmo antes de ele partir, sempre tive esse pensamento, e num blog que basicamente é feito pro humor, conseguiu me emocionar de verdade, pois é como se o que eu falo pra todo mundo com quem converso a respeito da morte do Michael fosse publicado e um número bem maior de pessoas pudesse ler o que eu penso...

Grande post cara, grande pessoa mesmo foi o Michael, e antes de dizerem que ele fez cirurgia porque não aceitava a própria cor já que não querem acreditar na doença, pense pelo menmos em quantas vezes ele não deve ter ouvido que era um absurdo o rei da música ser um negão...

Quem lembra dos anos 80 sabe que ele era BEM menos contido em relação a isso que agora...

jocker disse...

vejam isso:
http://www.youtube.com/watch?v=hMnk7lh9M3o
agora esse vídeo não tem mas toda essa magia

Bruno disse...

Quando começaram as especulações sobre a morte do Michael eu tinha acabado de jantar e estava vindo para o meu quarto.

Mas eu disse "estava", eu sentei no sofá e comecei a ouvir as noticia.

O reporter da globo disse o nome de um site, esse site dizia que Michael estava morto.

Na hora pensei:

"- Aff, que nada a ver."

Mas porém, eu infelizmente estava errado.

Na hora que confirmaram eu já vim no PC ouvir umas músicas dele no You Tube.

No dia seguinte fui na casa da minha prima, no Multishow estava passando um especial sobre ele.

Eu nunca conheci muito sobre esse cara, nem fazia questão de conhecer... mas as coisas mudam.

As vezes pensamos que esses caras são imortais ou que pelo menos a maioria chegaria aos 100 anos.

Isso não aconteceu.

...

Enfim, comentando por falta do que fazer.

breno disse...

Sou "novo" (1993), não cresci com Michael Jackson e não era o seu maior fã!
Mas eu nunca fui uma daquelas pessoas que sempre o taxava de coisas que eu tenho quase certeza que ele não era.
Sempre admirei suas musicas, sua dança e seu carisma.

Eu vou ensinar minha filha a dançar Moonwalk simplesmente porque O Michael era foda! 8)

Mr. Ace disse...

Eu não vou ensinar a minha filha a dar o Moonwalk... Porque nem eu sei =(

Bom... Michael Jackson foi uma puta perda pro mundo da música, óbvio, mesmo eu nunca tendo escutado muito Pop eu sempre escutei ele...

Com certeza isso vai marcar a vida de muita gente...

Quando eu for jogar Vice City não vou ter a mesma sensação de antes, ou qualquer coisa que envolva a música Pop, mesmo que seja algo com os anos 80, eu não terei a mesma sensação, vou sentir que está faltando algo...

R.I.P
1958 - 2009

Jordan Matheus disse...

Eu gostava mto das músicas dele e sempre o defendia em discussões contra meus pais! Adeus Michael!

sirilo disse...

parabéns pelo post!

e por essas e outras que o considero um dos melhores blog man desse país.

Frodo disse...

Sobre a enquete: tenho uma fobia irracional de.... baratas. E tenho a impressão que só eu tenho mesmo...

Giordano disse...

também não peguei a melhor época de michael, nasci em 91, mas aprendi a gostar por causa da minha mãe que tem os lps. estava no colégio fazendo um trabalho paralelo quando anunciaram, cara, não lembro de ter ficado com tanta ansiedade como naquele dia, foi horrível. amer, eu lacrimejei muito lendo seu post, ele realmente vai deixar muita saudade. =/

jocker disse...

eu estava sentado assistindo a multishow quando começou a passar thriller ,eu pensei "finalmente uma musica boa ,uma musica clássica"
foi aí que apareceu a tarja
"michael jackson teve uma parada cardíaca"
nunca esquecerei esse dia...
belo post amer.

jocker disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Max disse...

Bom, eu não sou tão fã quanto a maioria aqui mas com certeza fiquei triste com a morte dele (poxa logo tão perto da volta) assisti e me diverti quando ele veio pra cá em 96, sempre curti (e continuarei curtindo, é lindo) thriler e todas as suas outras músicas são sensasionais..

mas uma coisa que amer falou eu liguei a um homem que eu realmente admiro e amo, Jesus Cristo, a parte que Amer diz:

>>> Por duas décadas ele criou trabalhos de altíssima qualidade musical e entreteu pessoas do mundo inteiro com ele.Mas em um dado momento, isso perdeu o valor.As pessoas passaram a se interessar mais pelas mudanças em sua aparência e pelo seu estilo de vida excêntrico do que pelo seu talento e pela música que ele criava.Jornais de fofocas entupiam as fuças do povo ignorante com teorias bizarras sobre os tratamentos que ele teria feito para “se tornar branco” e todo mundo engolia.Todos esqueceram de todas as contribuições que ele tinha feito pela música e o reduziram ao status de uma aberração de circo. <<<

do mesmo jeito que Jesus, os caras que o idolatravam depois o crucificaram, coitado do michael foi perseguido pelos próprios fãs..

eu também fiz um tributo a ele no meu blog inexperiente..
http://maximomach.blogspot.com/
mas não achem que eu o comparei a orochimaru ¬¬

Nanda disse...

Frodo, não se sinta só!

Eu tenho um medo inexplicável de insetos (principalmente voadores)... Então compartilho do seu medo de baratas!

PANICA!!

confrontopessoal disse...

Realmente, o mundo reprimiu ele por ser diferente, não interessa o quanto era brilhante, os trevos de 4 folhas sempre são retirados quando encontrados, Michael era um deles.

Guidcs disse...

Quem cresceu ouvindo michael jackson sabe o vazio que foi receber essa noticia.Nunca discuti sobre a vida pessoal dele por que para mim não cabe a ninguem julgar a vida pessoal de ninguem .Fiquei extremamente feliz quando teve o relancamento do cd thriller com ate participação de astros pops recentes ,era um reconhecimento dos mais novos que foram inspirados pelo rei.Logo quando lancou comprei 3 cds , um para minha mãe que tb é fâ , um para minha irmã e um para mim claro.Espero que lembrem dele com carinho pela música ( muitas delas extremamente engajadas em relação ao pré-conceito e ignorância com os negros no mundo todo ).Fica meu abraço e meus pesames pela perda de todos nós.

Guidcs disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
David disse...

Amer, tô há um bom tempo sem comentar aqui mas não deixo de ler os posts e os comentários da galera.
eu tenho passado por uma fase meio chata porque perdi meu emprego mas isso é outra história.
Sobre o Michael, quem nunca tentou fazer o MoonWalker?eu lembro que
quando pequeno chegava da escola de tarde e corria pra assitir no videocassete o show que ele fez aqui no Brasil(não lembro o ano) gravado em cima dos episódios de Cavaleiros do Zodíaco.eu colocava as meias nas mãos fingindo que era as luvas dele e fazia um cosplay meia-boca.
O cara vai fazer falta.
O que nos sobra de consolo são muitas músicas e clipes bons e as referencias que ele deixou na mente de muita gente que teve a sorte de vê-lo quando ele tava no auge.Mas COM CERTEZA meus filhos, sobrinhos e netos vão conhecer por mim quem ele foi de verdade e não oque muita gente com falta do que fazer dizia dele.
abraço.

Bidu disse...

Cara, foi um dos melhores tributos lidos ultimamente na mídia (falada e escrita). Você conseguiu passar a mensagem perfeita, ele realmente era tudo isso e não foi preciso morrer para ser tornar alguém, porque ele era alguém de verdade e sua morte só fez acordar a mídia que tanto o julgou e o colocou para baixo.
Parabéns Amer.

Helena Rocha disse...

euuuuuuu adoro as musicas de Michael Jackson por issu resolvi deixar meu comentario aki nesse post, agora faço parte dos seus seguidores e t esperu por lá di volta.

bjússss milll
Le

@ntiqueira disse...

Ele morreu no dia do meu aniversário. Desde então, eu lembro que faço X anos e que faz X anos que o MJ morreu. Entrei na adolescência nos anos 80, mas, antes disso, já tinha um tio que colecionava tudo do Jackson 5. Michael Jackson fez parte da minha vida muito antes de eu entender sua grandeza e importância. Nunca mais haverá um artista como ele porque neste mundo não há mais espaço para artistas ousados e genuínos. Nada mais se cria.

@ntiqueira disse...

Ele morreu no dia do meu aniversário. Desde então, eu lembro que faço X anos e que faz X anos que o MJ morreu. Entrei na adolescência nos anos 80, mas, antes disso, já tinha um tio que colecionava tudo do Jackson 5. Michael Jackson fez parte da minha vida muito antes de eu entender sua grandeza e importância. Nunca mais haverá um artista como ele porque neste mundo não há mais espaço para artistas ousados e genuínos. Nada mais se cria.

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

a unica coisa que posso dizer é o que o Amer mencionou uma vez:

"Michael era um DEUS entre insetos"

vou ser sincero que estava meio em cima do muro quanto essa história, mas eu não achava que ele era capaz de assediar crianças, sei-lá, tirando o rosto dele vindo de um filme de terror, ele não tinha aura de pessoa assim.

e no fim, só depois de morto é que descobriram que era invenção do pai do moleque....

ou seja, ele teve de morrer para ser agraciado para sempre.

tenho cada vez medo de ter filhos num mundo de FDP como esse....

vá em paz, Michael.

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ronin Hayate disse...

O Blog do Amer é incrível!
Adorei essa homenagem ao Michael Jackson. Sem dúvidas o maior artista que o Mundo já viu!
Linda Homenagem!