segunda-feira, 18 de junho de 2007

Carros dos meus sonhos


Vou iniciar o post de hoje com uma confissão: Eu não dirijo!!!

Nunca fiz auto-escola, tampouco sei algo além de dar ignição em um carro.

Não sei explicar a razão disso, tenho pouco interesse em aprender a dirigir, embora saiba das óbvias vantagens de se ter um carro, como poder sair de noite sem ter que me preocupar com perder o último busão, ou ter um motel ambulante no banco de trás sempre que precisar. Se bem que com o meu tamanho, precisaria ser um daqueles utilitários americanos imensos onde cabe uma família inteira de refugiados, para eu poder usar o banco de trás desta forma sem deslocar algum osso.

Na verdade, acho que os carros da vida real são muito pouco atraentes considerando certos veículos que cresci vendo nos filmes e seriados.

É triste ter um veículo que simplesmente...anda!!!

Quando tiver um carro, quero que ele seja capaz de feitos heróicos, tenha armas poderosas, fale comigo ou simplesmente seja cool pra cacete!!! Ou isso ou nada!!!

Pelo visto, vou continuar andando de ônibus por um booooooom tempo...

Enfim, aqui vai meu pequeno tributo a estas máquinas sensacionais que nunca dirigirei!


Ecto 1

Ahhhhh sim, o carro dos Caça-Fantasmas! Não dava pra começar de outro lugar.

Pura e simplesmente, o carro é uma beleza! Era nele que nossos heróis partiam para suas aventuras ectoplásmicas carregando apenas sua garra, coragem e um reator nuclear não licensiado nas costas cada um deles!

O mais legal do Ecto 1 era sua sirene! Eu odeio sirenes, acho incrivelmente irritantes e pior, se você ouve uma sirene quando está no trânsito, pode ter certeza de que algo ruim aconteceu. Fica uma sensação meio desagradável as vezes, pelo menos em mim.

A sirene do Ecto 1 era diferente.

Sim, era incrivelmente irritante mas de uma maneira legal e mais importante, ela não simbolizava algo ruim que tinha acontecido, mas sim nossos heróis indo resolver alguma treta fantasmagórica, o que me deixava cheio de ímpetos heróicos sempre que a ouvia!

Um tempo atrás eu estava decidido (de verdade) a comprar um carro do mesmo modelo e reformar para parecer o Ecto 1.

Essa idéia morreu porque eu provavelmente seria multado, preso, assaltado ou contratado por alguém para caçar fantasmas caso dirigisse uma pérola dessas por aí...

Ah bem...ces’t la vie...



Interceptor

O carro do Mad Max! Yeeeeah!

Pra ser muito honesto, não assisti a todos os filmes de Mad Max e sim, é algo de que me envergonho. Só vi o primeiro em partes e a Cúpula do Trovão, esse inteiro.

Até hoje não assisti Mad Max 2 e sei que preciso corrigir este erro.

Assim como preciso assistir Curtindo a Vida Adoidado, outro erro que ainda não corrigi e de que me envergonho, mas isso é uma outra história.

Embora tenha assistido Conan - O Bárbaro pelo menos 9 mil vezes, e acho que isso compensa um pouco.

Bom, voltando ao carro, eu não vi Mad Max direito só trechos, mas sei que o Max mata todos os punks da Austrália enquanto pilota essa belezinha e não é preciso ser um gênio pra perceber que atrás do volante do Interceptor dá pra atravessar uma passeata de estudantes universitários na Paulista, estraçalhar um monte deles, passar por cima do outro monte e não ficar com um amassadinho sequer na lataria.

Mel Gibson devia ter usado esse carro na Paixão de Cristo, garanto que seria um filme bem menos chato se Jesus o tivesse pilotado pra enfrentar Poncio Pilatos.



Benny, o taxi

E aqui eu chego ao trecho que demonstra o quanto eu queria ter um carro que falasse.

Pode ser seqüela de assistir Transformers por tanto tempo, mas mesmo assim, ia ser legal poder trocar uma idéia com a minha caranga, especialmente se ela fosse como Benny e xingasse mais que um marujo!
O mais legal de dirigir este taxi gordinho é que se me fechassem no trânsito eu nem precisaria me manifestar, o carro xingaria o barbeiro até as cabeças dos filhos dele explodirem! E melhor ainda, se o sujeito resolvesse bancar o machão, teria de encarar o carro e não a mim, correndo o risco de ser atropelado ou de levar uma bela mordida.

E não importa o que digam, a mordida de um taxi deve arrancar partes bem importantes da anatomia humana. Nem mesmo os Transformers podiam morder seus inimigos ou humanos folgados, quem diria?

Benny 1, Bumblebee 0


DeLorean

Tem algo que eu acredito que pouca gente já percebeu: O Delorean é um Passat que as portas abrem pra cima. Papo sério, procure imagens do Delorean sem capacitor de fluxo pelo Google e vai concordar comigo.

O melhor deste carro é que ele pode ser facilmente tunado para viagens no tempo, bastando apenas o já mencionado capacitor de fluxo e um pouco de plutônio, algo que se pode conseguir facilmente com aquele terrorista islâmico amigo seu.

Ahhhh vamos, aposto que você tem um amigo terrorista e nem sabe!

Anyway, as possibilidades de se ter um DeLorean são infinitas! Desde voltar no tempo e impedir a si mesmo de tomar um porre e comer aquela garota horrenda que conheceu numa noite de manguaça ou voltar no momento exato que sua colega gostosa de faculdade tava completamente mamada e pronta pra transar com o primeiro cara que aparecesse.

E como disse um grande sábio: Todos os inventos da humanidade acabam uma hora se voltando para o sexo e eu acabei de provar isso com as viagens no tempo.

Há causas nobres que podem ser atingidas usando o DeLorean, como impedir Christopher Lloyd de participar de todos os filmes abomináveis que fez nos últimos anos, mas provavelmente seria necessário todo o plutônio do mundo pra tanta viagem.


Kitt

Eis o melhor amigo do homem em versão automotiva!

Kitt é tudo e faz tudo: Tem nitro, alcança velocidades burlescas, dá conselhos amorosos, é a prova de bala, tem o vozeirão do dublador do Esqueleto, ressucita dos mortos, tem uma luzinha vermelha completamente inútil mas totalmente cool na sua frente, e aposto que se alguem jogar um frisbee, ele salta no ar e pega.

Acho que todo mundo já quis dirigir o Kitt, afinal, mesmo sem seus poderes e vozeirão ainda é um puta carro lindão, do tipo que desperta inveja fumegante nos inimigos e vizinhos.

Uma coisa que eu me lembro em específico, é que quando lançaram os brinquedos dos Go-Bots no Brasil (aqui batizados de "Mutantes"), um dos robôs, cujo nome não me lembro, mas que era a fêmea dos robôs do mal, veio como “Super Máquina”. Isso porque se transformava em um carro preto que nada se assemelhava ao Kitt...mas era um carro preto!

Isso é a prova de que nossas empresas de brinquedos são controladas por imbecis desde priscas eras.

E por aqui acaba a lista de carros de sonhos de hoje, e antes de reclamarem que e não falei de um ou de outro veículo famoso, veja que esta é a parte UM deste artigo, e que voltarei ao assunto um dia. Não faço idéia de quando, mas eu volto.

Quem sabe até lá já tirei minha carteira?

Provavelmente não.

Cheers!!!

Um comentário:

Felipe disse...

Eu demorei um bocado pra tirar minha carta, e confesso que uso mais o ônibus que o carro ainda (principalmente de dia).

Você ainda não assistiu Curtindo a Vida Adoidado???????? quanto mais velho ficar, menos graça o filme terá (exceção feita à nostalgia de quem o viu numa era distante).