sábado, 14 de abril de 2018

Crítica do Amer: Senran Kagura Estival Versus


Não há muito o que se falar sobre Senran Kagura Estival Versus. De verdade, o jogo tem a profundidade de um pão sírio.

De fato, sua crítica poderia ser resumida da seguinte forma: LOLI, LOLI, TETA, TETA, XOTA, XOTA, CU!

Este é o ponto em que eu poderia acender um charuto, colocar os pés sobre as costas do meu escravo filipino e dar meu trabalho por terminado.

Mas exibirei um pouco mais de profissionalismo e tentarei descrever Senran Kagura Estival Versus de forma mais detalhada e informativa.

Ou vou simplesmente colocar uma loirinha pelada aqui, o que for mais eficiente

Ok, a história... Se é que podemos chamar de história... Começa com Ryobi e Ryona, irmãs, lolis e pertencentes ao clã de ninjas clandestino da escola Hebijo. Ambas estão de luto pela morte de sua irmã mais velha, até que um belo dia, enquanto brisavam pela floresta, percebem um ritual bisonho, que aparentemente traz a finada onee-san de volta ao mundo dos vivos.

Ela aparece com uma auréola, o que deveria ser um sinaleiro em chamas de seu status como ser vivente, mas as irmãs caçulas ignoram e ficam felizes de ver a mana mais uma vez.

EIS QUE SUBITAMENTE, as meninas e todas aquelas de sua escola, bem como as estudantes de outras três outras academias ninja, são transportadas para uma estranha ilha, que se assemelha muito a um resort de verão. Lá elas terão de lutar, porque... Moe.

É como as Guerras Secretas da Marvel, mas com menos Beyonder e mais lingerie.

Lingerie que acaba em muitos lugares inapropriados

Tenho certeza que expliquei a história de forma toda errada, mas eu tenho uma boa desculpa: Perdi o interesse no enredo do game dois minutos após sua introdução. Senran Kagura Estival Versus apresenta seu roteiro através de longas cenas paradas, onde as heroínas dialogam infinitamente sobre o que as está acontecendo. Em um game de ação frenética capaz de alimentar déficit de atenção de qualquer Millenial, tal forma de narrativa traz o mesmo nível de excitação de se assistir a um bicho preguiça cuidando de duas tartarugas após se encher de leite quente e melatonina.

Dito isso, a maioria das pessoas não irão ligar para o roteiro dessa desgraça. Diabos, a maioria das pessoas só saberão diferenciar as personagens por seus uniformes e armas, sequer se darão ao luxo de descobrir seus nomes. Eu mesmo precisei pesquisar os nomes de Ryona e Ryobi, porque lembrava delas como “a sem peito” e “a tetuda lasciva”, e olha que eu platinei este game.

Sim, tenho muita vergonha daquilo que sou.

NuncamudeJapão1.jpg

Visualmente, Senran Kagura Estival Versus é espetacular... SE VOCÊ FOR UM TARADO!!!

Deixem-me tentar de novo.

Visualmente, Senran Kagura Estival Versus é espetacular... SE VOCÊ FOR UM OTAKU!!!

Ok, deixem-me tentar mais uma vez.

Visualmente, Senran Kagura Estival Versus é espetacular... SE VOCÊ FOR UM OTAKU IMUNDO E SAFADO, QUE ROUBA AS CALCINHAS DA SUA IRMÃ DA LAVANDERIA E FICA ESFREGANDO A PIROCA NELAS, ENQUANTO SONHA O QUANTO SERIA BOM SE VOCÊS FOSSEM LANNISTER!

Ok, acho que agora me fiz entender.

Os gráficos de Senran Kagura... E vou pular a parte do “Estival Versus” daqui pra frente, pois todos já sabemos de qual game estou falando... São uma mescla perfeita dos anime Moe que foram febre absoluta nos anos 2000 e dos animes safados que foram moda do surgimento da animação japonesa até dez mil anos no futuro. De fato, a abertura traz uma mistura de animações tradicionais e cenas utilizando os modelos de personagens dentro do jogo, e em alguns momentos é difícil saber qual é qual.

As meninas seguem quase todas o mesmo padrão: Atarracadas, com peitos e bundas gigantescas, e cara de criança. Algumas fogem ao padrão, são altas musculosas musculosas, enquanto outras são tão despeitadas que sentir qualquer tipo de atração por elas é suficiente para colocá-lo em uma lista muito especial da Polícia Federal.

NuncamudeJapão2.jpg

 Infelizmente, as personagens não esbanjam muita personalidade... O que é uma maneira educada de dizer que são todas intercambiáveis. Há grandes chances de que você aprenda o nome de nenhuma delas, e apegue-se a uma ou duas porque mexem com algum fetiche seu em especifico, no meu caso foram Jasmine, a única adulta do grupo e a já mencionada Ryona, que parece a versão lasciva da irmãzinha peituda de um amigo meu.

... Não se atrevam a me julgar...

O áudio do game é competente, mas nada especial. As atrizes fazem seu melhor para dar vida a personagens tão incrivelmente sem sal, com resultados apropriados mas que não chamam a atenção, enquanto a trilha sonora é tão esquecível quanto um disco do Los Hermanos. De fato, este é um daqueles games perfeitos para serem jogados enquanto se escuta um podcast.

De preferência o PODCAST DO AMER!!! ESCUTEM!!! DELICIEM-SE!!! MANDEM NUDES!!! ME FAÇAM BOQUETES!!!

Entre outras coisas.
 
Ok, vou colocar ao menos uma imagem sem putaria aqui

E COMO SE JOGA ESSA DESGRAÇA? É muito simples comissário, essa fita mostra tudo.

Senran Kagura Estival Versus (segunda parte do título do game de volta a jogada em menos de um parágrafo! HUZZAH!) funciona como um “Musou” da vida. Você sabe, games ao estilo Dynasty Warriors, Samurai Warriors, Hyrule Warriors, Fist of the Northstar: Ken’s Rage, aqueles onde um único herói solitário espanca hordas de inimigos até ter a chance de enfrentar o chefe da fase e enfiá-lo em seu próprio reto. A diferença é que aqui você controla uma loli tetuda ao invés de um Samurai ou do Kenshiro.

Conforme massacra inimigas, sua ninjinha ganha experiência. Com isso seus combos tornam-se mais longos, seu medidor de energia maior, e sua capacidade de usar magia, representada por pergaminhos ninja, também aumenta.

MAS ESPERE! AINDA TEM MAIS! Sua personagem pode se transformar ao longo da campanha, porque Japão.

A primeira mutação se chama Shinobi Transformation, que pode ser ativada a partir do momento que sua menina tiver um pergaminho de magia ninja no estoque. Ao ser ativado, sua guerreira arranca toda a roupa (claro) e veste um traje novo, fica mais forte, com novos combos e pode usar todas as magias ninja disponíveis em seu arsenal (que podem usar entre um e cinco pergaminhos e que também são adquiridas conforme as garotas ganham level).

E de volta a nossa programação normal

 A segunda transformação é o Frantic Mode, que é ativado de forma mais... Hããããã... Peculiar.

Ao pressionar R1 no controle, a câmera dá um close nos peitos de sua personagem, então, você precisa... Passar os dedos pelo Touchpad do joystick como se estivesse estimulando os mamilos da menina, que fica MAIS LOUCA QUE A LOUCA DOS GATOS, ARRANCA TODA ROUPA E CAI NA PORRADA COM O MUNDO!!!

Não, sério!

Eu juro! 

No Frantic Mode, as personagens tornam-se mais ágeis, possuem combos diferentes de suas formas normal e Shinobi, mas perdem um pouco de sua resistência. Algumas personagens funcionam melhor após a transformação Shinobi, outras no Frantic Mode, algumas são ótimas em ambos os estilos e existem aquelas que não prestam pra nada. Cabe ao jogador decidir com quais lutadoras ele se adéqua mais e em qual versão ficam mais a seu gosto.

Ou se ele prefere ver transformações ao estilo Sailor Moon para adultos, ou se gosta mais de estimular os mamilos de meninas de anime sem seu consentimento expresso.

Aliás, o jogo possui 28 personagens (sem contar DLC’s) e todas conseguem ser diferentes umas das outras. Preciso tirar meu chapéu para os produtores do jogo, que conseguiram evitar de cair na armadilha Ryu-Ken-Akuma-Dan mesmo precisando trabalhar em um elenco tão grande.

NuncamudeJapão3.jpg

 “MAS E COMO DEIXA AS MENINAS PELADA, AMER! É DISSO QUE O POVO GOSTA!!!”

Pelo menos você é honesto em suas taras, precisamos de mais gente como você.

Ok, existem diversas maneiras. Pra começar, as moças já ficam peladas durante suas transformações, mas existem outras formas de fazer com que apareçam do modo que vieram ao mundo.

A maneira mais simples é derrotando as oponentes com um ataque que cause uma quantidade de dano estúpido, normalmente uma magia ninja de nível 5. Isso se tornará mais fácil conforme suas personagens ganharem Level e tornarem-se mais poderosas, o que permitirá que suas magias sejam capazes de remover toda a energia das adversárias de uma única vez, o que consequentemente transformará suas roupas em uma distante memória.

Existem também os Creative Finishers, que são finalizações que se espalham pelos cenários de jogo, quase como versões safadas do The Pit em Mortal Kombat.

COMO FUNCIONAM? Bem, espalhadas pela fase estão plaquinhas com sinais de exclamação. Derrote uma oponente próxima a tais plaquinhas, e ela não só perderá as roupas, como será exposta a algum tipo de humilhação extra, como voar pela janela de uma casa na hora do almoço, ter sua bunda transformada em bumbo, ou ser molestada por um polvo.

Um sábado qualquer em Okinawa

 E... Já falei tudo que tinha pra falar.

Senran Kagura Estival Versus não foi criado para ser uma obra complexa, eternamente lembrada e querida por seu valor artístico. É apenas um game safado, que vai o mais longe que pode sem se tornar pornográfico, criado para vender unicamente porque sexo é uma das poucas mercadorias que sempre garantem retorno financeiro em nossa sociedade.

É simples, divertido, capaz de causar algumas boas risadas, mas que será esquecido tão logo todas as suas fases sejam completas, ou todos os seus troféus conquistados.

Se lhe interessa passar uma boa semana na companhia de um bando de colegiais ninjas peitudas, então este jogo é aquilo que você busca. Mas se quer algo com mais substância, talvez seja melhor passar longe.

Agora, uma imagem gratuita de uma loli pelada e de quatro na areia.

NuncamudeJapão4.jpeg

Porque eu sou um machistóide mesoclítico.

COOOOOOOOOOOOBRAAAAAAAAAAAAAAA!!!

Cheers!!!

7 comentários:

Rodrigo Pinheiro dos Santos disse...

Belo review, Amer! Em vários sentidos.

Além disso é completo. Não consigo pensar em algum comentário para fazer que não seja chover no molhado, pois você já disse tudo.

Um dia ainda vou jogar isso. Se der.

Um abraço!

Leandro"ODST Belmont" Alves the devil summoner disse...

Ahhh...errr... apenas digo que jogar qualquer Dead or Alive com um mod de deixar as meninas do game peladas, seria menos constrangedor do que jogar esse Senran Kagura. menininhas moe sem roupas não funciona comigo. Jogaria esse game somente para dizer que eu o joguei mesmo. Bom review, Amakusa.

COOOOOOOOOOBRRRAAAAAAA!!!!!

Adan Ribeiro disse...

Gostei.

Bier disse...

Adicionando à lista... perai...

OK.

Obrigado pela sua análise, mestre Amer.

Goddoshin Milgrau disse...

Otimo blog senhor hammer , sou eu ryouta com a minha conta do google que algum dia eu mudo.

Dyel disse...

Sua análise do game é muito engraçada!! entrei aqui apenas por que sou um idiota curioso...
HÃÃÃÃÃÃÃ...Só me tire uma dúvida: O que é Lannister???

Franci23 disse...

Esse jogo parece uma maravilha porque especial é mamilos.