terça-feira, 28 de agosto de 2012

Grandes Garotas dos Animes



Alou, queridos! Há quanto tempo, não?

De fato, meu último artigo saiu em janeiro, o que dá quase... oito meses sem nada novo sendo postado aqui.

Oh bem, não vou entediá-los com detalhes. O fato é que passei boa parte desde ano lutando com uma crise de depressão profunda. Foi um momento muito sombrio da minha vida, mas já passou graças a meus incríveis amigos (melhores que os Amigos do Aranha) e a ajuda adequada.

Direi apenas isso: se você acha que está sofrendo de depressão, não tenha medo de procurar ajuda da família, amigos e profissionais especializados. Esse tipo de coisa não é brincadeira tampouco frescura (como muita gente adora dizer) e quanto antes você tiver apoio pra sair dessa, melhor.

Antes de continuar, quero agradecer aos leitores que mantiveram contato, desejaram melhoras e me diziam o quanto o blog lhes fazia falta. Agora, mais do que nunca, vocês foram a única coisa que me impediu de abandonar meu pequeno endereço virtual para sempre.

Mas chega desse drama! Vamos ao que interessa: mulheres de Animes!

O Japão não é o país mais progressista do mundo no que diz respeito aos direitos da mulher, definitivamente. Claro, houve alguma evolução por lá nas últimas décadas, mas sejamos francos... a população feminina do país existe para ser vista e não ouvida.

Assim, é sempre interessante quando uma mulher ganha lugar de destaque em um Anime ou Mangá, sem ser a namorada submissa do herói, a deusa tonta que ele precisa proteger ou a garota aleatória que ele tentará estuprar como uma forma de vencer suas inseguranças e que em seguida se desculpará com ele por ter se defendido de tão abominável agressão.


Embora homens durões ainda existam aos litros (ou pelo menos EXISTIAM antes dos Animes serem tomados por hipsters metrossexuais), já é mais difícil encontrar uma mulher durona no meio. Ou melhor, é difícil encontrar uma que não caia nos estereótipos de “mãe neurastênica”, “namorada psicótica” ou “garota incapaz de se interessar por um homem, sexual ou romanticamente”.

Mas quando fogem destes arquétipos, as mulheres japonesas demonstram uma complexidade que falta a muitos personagens masculinos. De fato, deu trabalho, mas eu consegui encontrar um bom número de personagens femininas admiráveis, que conquistaram o público sem precisar usar decotes imensos.

... na maior parte das vezes...

Muito bem então, sigam-me, jovens! E vejamos se sua heroína preferida entrou na lista.


10º Lugar: Saya – Blood The Last Vampire

Nos tempos de hoje, que vivemos cercados de vampiros mais gays que um dia de verão, a profissão de caçador de vampiros é mais importante do que nunca. E é aí que Saya entra.

A menina parece com uma colegial normal (como acontece com qualquer japonesinha entre 15 e 48 anos), mas na verdade ela é uma matadora de “Chiropteras”, uma nova espécie de vampiros que parecem cosplayers ultra realistas do Morcego Humano. Saya trabalha com a “Red Shield”, organização norte americana vinculada ao governo, cuja única função é viajar o mundo atrás de tais criaturas.

Os Estados Unidos tem muito dinheiro pra jogar fora mesmo.

Basicamente, Saya e sua organização descobrem que existem Chiropteras em algum lugar, a menina se infiltra no mesmo e quando a situação parece propícia, ela saca uma katana e parte o seu inimigo ao meio da maneira mais brutal e sanguinolenta que lhe é possível.

Uau! Wesley Snipes, devolva suas bolas!

O que mais me chama a atenção em Saya é o nível de sua alienação para com o mundo. Aparentemente, ela é a última dentre os vampiros “originais”, o que indica que ela foi manufaturada na Europa e não na China.

Assim, Saya não tem mais um povo com quem possa se identificar, sem contar que ela possui um desprezo notável pelos seres humanos. Para piorar as coisas, ela é obrigada a executar a nova raça de vampiros que surgiu no mundo, os únicos seres que tem alguma semelhança com ela. Sua demonstração de piedade para com o último destes monstros que ela derrota, demonstra que ela não tem ódio deles e talvez esteja realizando este trabalho contra sua vontade.

Saya é uma personagem trágica como poucas. Não há lugar no mundo para ela, então ela prossegue como uma assassina da própria espécie, sem tirar nenhuma satisfação disso. Seus motivos só são conhecidos dela mesma e ao público só resta especular.

E é uma lufada de ar fresco ver uma heroína trágica que não é uma princesa sequestrada, ou noiva abandonada, ou princesa da lua deprimida, ou algum dos outros motivos que reservam a personagens femininas que não sejam pululantes, histéricas e sexualmente incompreensíveis.

Aliás, quando me refiro a Saya, falo apenas da que vimos no filme. Nada tenho a declarar sobre a personagem de Blood +. Esse é um Anime gay! Gay e retardado!

Gaytardado!

Uau! Inventei uma nova palavra! Essas férias do blog fizeram bem ao meu cérebro!

E Saya não será a única personagem nessa lista a se envolver com vampiros, vocês verão.


9º Lugar: Apple - Zillion

Zillion tem uma história de bastidores interessante, então prestem atenção pois só vou contá-la uma vez.

Bom, você sempre pode ler tudo outra vez... e desta forma minha ameaça perde todo o impacto. Ai de mim...

Zillion começou como uma nova franquia de brinquedos e videogames criada pela Sega no final dos anos 1980. Isso mesmo, aquela empresa que hoje fatura uns trocados prostituindo o Sonic para o Mario.

Na época, a Sega precisava de alguma forma de divulgar seu produto. Então, da mesma forma quea Hasbro encomendou uma série animada para vender seus Transformers, a casa do Sonic bancou um Anime para divulgar sua nova linha de tralhas.

E rapaz, que Anime! Zillion é uma das séries mais sensacionais que eu já assisti. E não é ilusão causada pela infância, pois a vi novamente depois de me tornar idoso e impotente, e ela continua espetabulosa.

O desenho se passa no ano de 2387, no planeta Maris, uma colônia da Terra. Os humanos estão sendo sistematicamente exterminados pelos Nozas, um exército de invasores alienígenas que não tem dificuldade alguma em subjugar as nossas defesas avançadíssimas da década de 1980.

Bom, no desenho não víamos nada mais avançado que um walkman, então acho que a humanidade atingiu seu ápice tecnológico em 1987. Nossa arma mais poderosa devia ser a Cindy Lauper.

Quando tudo parecia perdido, três pistolas misteriosas literalmente caíram do céu, enviadas por alguma força cósmica como Galactus ou Corey Feldman. O exército apostou tudo nestas armas capazes de destruir os Nozas e montou uma força especial para lidar com os mesmos.

O grupo se chamava White Knight e era composto de J.J, o protagonista imbecil, incompetente e tarado, mas que tinha uma sorte extraordinária, Champ o bonitão que era o mais próximo que se chegava de um Bishonen naquela época e Apple, a garota durona da turma.

Agora, como todos os membros do elenco, Apple era bastante tridimensional e tinha qualidades e defeitos bem notáveis. Por exemplo, ela era a melhor combatente corpo-a-corpo do time e em mais de uma ocasião, provou ser tão competente quanto seus colegas homens.

Assim, ela logo se tornou “um dos rapazes”. Champ e os demais personagens a tratavam como um colega soldado, que é exatamente o que ela era. Ela ainda acabava envolvida em brigas dentro da equipe, mas sempre vinham de diferenças pessoais e nunca do fato dela ser mulher.

Mesmo assim, Apple não era perfeita. Ela tinha um gênio terrível e muitas vezes explodia tanto com Champ quanto com J.J... ESPECIALMENTE com J.J e sua mania de falar demais. Mas ela não era a típica menina chata e reclamona que vemos em Animes, ela servia como uma voz da razão que apontava o óbvio para seus amigos, quando o orgulho besta dos dois os impedia de vê-lo.

Aliás, ela tinha uma queda IMENSA por J.J, mas tinha muito pouca paciência para suas infantilidades e costumava colocar o dever a frente de sua vida pessoal, o que sem dúvida atrapalhava qualquer possibilidade de romance entre os dois.

Nem preciso dizer o quanto essa atitude é bem vinda num mundo onde as heroínas ficam com as calcinhas molhadas sempre que um vagabundo com smoking alugado arremessa uma rosa no chão e cita uma frase daquela série “Amar É...”

E embora não se produzisse tanto nem fosse tão feminina quanto outras garotas da série, Apple também não chegava a ser masculinizada. Ela usava sempre um discreto decote, que era mais que o suficiente para nos lembrar que havia uma mulher bem bonita debaixo de todo aquele treinamento militar.

E vou admitir, Apple foi a primeira garota vinda de um desenho animado por quem me apaixonei.

Sim, eu gostava mais dela que da Cheetarah. Foda-se a Cheetarah, biscate pedófila que fica pelada na frente de moleques de dez anos! Tá pensando que é a Xuxa por acaso?


8º Lugar: Fujiko Mine - Lupin III

Fujiko pra mim está no mesmo patamar que outras mulheres poderosas da ficção. A primeira que me vêm a mente quando penso nela é a Mulher Gato.

Veja bem, Fujiko é uma ladra extremamente inteligente e habilidosa, que não vê mal algum em usar sua sensualidade para aproximar-se de seus alvos e tomar deles aquilo que deseja. O único indivíduo a sua altura é Lupin, protagonista da série e rival gatuno, que também não é exatamente imune a seus charmes.

Em outra ocasião, ao falar da Mai Shiranui, expliquei que mulheres ninja eram treinadas para utilizar sexo como uma arma. Elas se mostravam extremamente desejáveis, o que fazia seus alvos otários baixarem a guarda o suficiente para serem assassinados.

Pois homens esquecem o mundo quando estão diante de um par de peitos. De fato amiguinhos, se Kate Upton aparecesse na frente de vocês vestindo apenas lingerie, ela poderia roubar toda sua casa e incendiar seu cachorro, que vocês não perceberiam nada até uma semana depois.

Homens são estúpidos.

Fujiko foi possivelmente uma das primeiras personagens sensuais de Mangá e Anime que não existia apenas pelo fanservice ou para ser a namoradinha boazuda e tonta do herói. Ela nasceu como uma “Femme Fatale” e sempre desempenhou seu papel com enorme carisma. Ela é odiosa em muitas ocasiões, mas é muito difícil não torcer por ela.

Mas mesmo com toda a sua capacidade e independência, o fator que mais me atrai em Fujiko é que ela não é autossuficiente ao ponto de não se apaixonar por alguém. Ela tem uma queda muito notável por seu declarado rival Lupin.

Vejam só crianças, muitas feministóides pregam que uma personagem feminina forte NÃO precisa jamais de um companheiro homem. Pra mim isso é uma bobagem IMENSA! Todo mundo quer ser amado e querido e qualquer um que diga o contrário é um mentiroso. Um mentiroso GRANDE E GORDO!!!

E Fujiko ter um interesse em Lupin apenas a torna uma personagem mais tridimensional para mim. Ela vê em Lupin um igual, o único capaz de lhe passar a perna e isso é algo que de alguma forma o torna muito interessante para ela, por mais que se esforce em esconder.

E talvez seja um caso também de “opostos que se atraem”. Enquanto a moça é uma completa oportunista e pensa apenas em si mesma, Lupin vez ou outra deixará seus interesses de lado para ajudar alguém.

Outro paralelo interessante que posso traçar com Fujiko, é comparar sua relação com LUpin a de Sherlock Holmes e Irene Adler. Holmes tinha um notável desprezo por mulheres, com a única exceção sendo Adler, alguém que ele considerava uma igual em questões intelectuais e por quem tinha mais do que apenas um respeito passageiro.

Neste caso, Fujiko seria Holmes, com sua “ética profissional” inabalável e Lupin seria Adler, a única pessoa capaz de fazê-la perder um pouco a compostura e se interessar genuinamente por alguém do sexo oposto.

Interessante como os papéis masculino e feminino se inverteram com o passar dos anos, non?


7º Lugar: Revy – Black Lagoon

Revy não é exatamente uma personagem original, as características que a compõem já foram usadas dezenas de vezes em outras histórias. Mas a graça está em como estes traços de personalidade foram reunidos aqui.

Revy tem origem sino-americana e criou-se nas ruas de Chinatown. Lá, ela tinha que roubar diariamente para seu “padrinho”, ou seria espancada por ele quando voltasse para casa.

Eventualmente, as coisas pioraram e ela foi surrada e estuprada por um policial corrupto. Isso partiu alguma coisa em sua mente, pois deste momento em diante, ela se tornou uma pessoa extremamente brutal e violenta. Suas primeiras vítimas foram seu “padrinho” e o policial que a abusou.

Já adulta, Revy age como o músculo de um grupo mercenário. Ela deixa a diplomacia para seu colega Dutch e entra em ação apenas quando a força bruta e a truculência se fazem necessárias.

O que diferencia Revy de tantas outras personagens é o modo como a tragédia em sua vida a moldou. Ela não é uma “menina-frágil-de-exterior-duro-que-espera-por-um-amor-que-a-liberte-e-faça-dela-a-princesa-que-na-verdade-é”, muito pelo contrário.

Revy possui uma visão extremamente niilista da vida, ou seja, não acredita que exista um sentido na vida. Violência e dinheiro são as únicas coisas que fazem algum sentido para ela. Não é uma personalidade 100% original, como eu já disse antes... mas normalmente é reservada para homens.

Dificilmente personagens femininas recebem esta postura completamente amoral. Existe um lado mais gentil em Revy, demonstrado raríssimas vezes quando ela precisa proteger um de seus colegas, ou quando é boa com crianças de rua, mas ela logo reverte a sua personalidade desagradável que é a sua verdadeira natureza.

E em meio a um grupo de homens, Revy é a personagem mais assustadora. Ela já ameaçou matar um de seus colegas mais de uma vez e não daquela forma divertida do tipo “vou ti matar!!! NHÓIM!”. Quando Revy diz que vai colocar uma bala na testa de alguém, ela COLOCA uma bala na testa de alguém.

Revy fuma demais, é praticamente uma alcoólatra, tem uma personalidade violenta e sádica. Nenhum de nós gostaria de tê-la por perto e ela é UMA DAS HEROÍNAS DA SÉRIE.



Acho que já falei o suficiente.


6º Lugar: Emeraldas - Saga Captain Harlock

Antes de continuar, tem algo no trabalho de Leiji Matsumoto que eu gostaria que todos notassem. Ele não consegue criar personagens que sejam um meio termo, ou ele faz seres de beleza estonteante, ou indivíduos que OH MEU DEUS, MATE ISSO COM FOGO!!!

A imagem acima é um claro exemplo.

De um lado, temos a Emeraldas, alta, elegante, curvilínea e tão linda que chega a ser ridículo. Enquanto o duende a seu lado é seu marido Tochiro.

...

Sim, essa mulher linda é casada com aquela porção de carne em conserva. Eu diria que é a mais pura fantasia, mas conheço mulheres lindas que são casadas com seres mais feios que um rato atropelado, há gosto para tudo no mundo, graças a Galactus.

Mas enfim, piratas são fenomenais, ainda mais quando estão no espaço... porque o espaço é fenomenal. Assim, piratas espaciais são = fenomenal x2.

Infelizmente, o mundo ainda sofre de uma séria deficiência de piratas femininas interessantes. De cabeça, me lembro apenas daquela vaca feia de One Piece que depois ficou bonita (ou foi o contrário?), da vaca da Nami, também de One Piece e da Nico Robin... TAMBÉM de One Piece, mas que é uma personagem do qual inexplicavelmente eu gosto.

E tem também a Elizabeth Swan, cujas únicas habilidades são de fazer discursos chatíssimos e infinitos, se apaixonar pelo cabeção de Lego conhecido como Orlando Bloom e beijar um Johnny Depp tomado pela gengivite.

A jornada de Emeraldas é simples, ela viaja pela galáxia a bordo de sua nave (a “Queen Emeraldas”) e luta contra a tirania e opressão pelos diversos setores que passa. Ela é um espírito livre, porém preso a um rígido grupo de regras pessoais que a obrigam a sempre lutar pelos mais fracos.

Emeraldas é aquilo que eu gosto de chamar de “personagem absoluto”. Ela já passou por todos os arcos de evolução narrativa e atingiu o ápice daquilo que pode ser como heroína. Ela não mais vai progredir ou mudar, mas sua mera presença altera o mundo ao seu redor.

Sabem qual outro personagem eu vejo por este prisma? Um senhor chamado Kenshiro.

Pense nisso por um minuto.

De fato, Emeraldas é vista quase como uma criatura mitológica pelos civis que encontra em suas aventuras. Algo que ela compartilha com Harlock, PERSONAGEM CUJO NOME ADORNA O NOME DA FRANQUIA DA QUAL ELA FAZ PARTE.

Impressionante...

Sério, se você acha que One Piece tem piratas de respeito, vá assistir a saga de Harlock e Emeraldas. Vai fazer crescer cabelo no seu peito.

E se você for uma menina... mulheres de peito peludo devem ser consideradas sensuais em algum lugar do mundo. Talvez em Calcutá.


5º Lugar: Princesa Safiri - A Princesa e o Cavaleiro

Hoje em dia virou moda colocar uma princesa aventureira e destemida em histórias de fantasia. Exemplos claros podem ser vistos nas princesas Fiona e Merida.

Mas fique sabendo, pequeno gafanhoto, que esta tendência é mais antiga do que você pensa.

Nos idos de 1950, Osamu Tezuka resolveu criar a série A Princesa e o Cavaleiro, que era um conto de fadas muito bonitinho que com certeza chocou muitos japas conversadores e ébrios.

Aqui, os governantes de um reino são abençoados com o nascimento de uma linda princesa... o que é um problema enorme. Neste reino, mulheres não podem herdar o trono e o próximo na linha de sucessão é o Duque Duralumínio, um lanfranhudo profissional, que vai foder a vida de todo mundo se um dia chegar ao trono.

Para impedir que esta desgraça aconteça,. O rei decreta que teve um menino. Assim, Safiri é educada de modo que possa agir como um garoto, não importa a situação. Ao invés de aprender atividades femininas como bordado... e... hãããã, bem... ela é ensinada práticas do mundo masculino, como esgrima... e... é... hmmm...

Não tinha muito que se fazer nos tempos medievais.

Mas isso nunca foi um problema para Safiri, pois ela era parte menino!

...

Deixem-me explicar melhor isso.

Um anjinho foi destacado para supervisionar a criação de Safiri e garantir-lhe o coração de uma menina. Infelizmente, este anjo entrou no céu por cotas e era um tremendo incompetente, assim, ele colocou o coração de um menino na princesa. Para melhorar a situação, ao invés de consertar a cagada, ele decidiu colocar também o coração de uma menina nela.

Em outras palavras, Safiri tem dois corações e é UMA ABERRAÇÃO!!!

Deus ficou muito puto com essa história e baniu Shinji (o anjinho) para a Terra. Ele só poderá voltar ao céu assim que remover o coração errado de Safiri, o que significa que ele terá de sacrificar a vida de uma inocente para aplacar a fúria do Criador.

Estou certo que este desenho mostra o Deus Católico. Nenhuma outra religião adora uma figura tão amarga e cheia de ódio.

Como no céu deve tocar Caetano Veloso o dia inteiro, Shinji opta por ficar ao lado de Safiri e torna-se seu companheiro em diversas aventuras.

A Princesa e o Cavaleiro trazia histórias típicas de fantasia, como colocar os heróis em uma floresta ameaçadora em busca da cura para um veneno mágico, mas também lidava com assuntos bastante maduros para a época, como revoltas populares e diversas outras demonstrações de que a vida em um conto de fadas não é tão boa quanto parece.

Talvez seja desnecessário dizer, mas Safiri pavimentou o caminho que as demais heroínas de Mangá um dia trilhariam. Ela provou que meninas poderiam fazer parte de histórias tão interessantes e relevantes quanto meninos. E embora seu sexo fosse um tema constantemente revisitado, ele normalmente dava lugar a assuntos de relevância muito maior ao enredo.

Se você é feliz com sua Sailor Moon ou Sakura Card Captors (ARGH!) hoje em dia, já sabe a quem agradecer.

Aliás, Safiri já se encontrou com a Turma da Mônica. Isso é AWESOMENESS em nível máximo!!!


4º Lugar: Hikaru, Umi e Fuu – Guerreiras Mágicas de Rayearth

Rayearth foi o primeiro Anime Shoujo que eu assisti e é até hoje uma das minhas séries animadas favoritas. Lembro-me que foi exibido no Brasil em horários abomináveis e eu sempre acordava ridiculamente cedo para poder gravá-lo.

Aqui conhecemos Hikaru, Umi e Fuu, três colegiais japonesas normais, que nunca haviam se visto, até o dia em que suas escolas decidiram fazer uma excursão até a Torre de Tóquio. Como sempre acontece nestes casos, uma luz envolveu o local e o trio foi transportado até o mundo mágico de Zephyr.

Lá, elas descobriram que tinham de libertar a princesa Esmeralda das garras do feiticeiro Zagard. Esmeralda era o “pilar” de Zephyr, ou seja, sem suas orações diárias, seu mundo se partiria em pedaços e explodiria em cinco minutos, exatamente como aconteceu com o planeta Nameck.

Aliás, é “Nameck” não “Namekusei”. “Sei” significa “planeta” em japonês. Se chamar de “Planeta Namekusei”, você estará na verdade dizendo “Planeta Planeta Nameck” e o Yamcha vai rir de você.

Amer também é cultura.

Prosseguindo, as três precisam resgatar Esmeralda, mas ao contrário do que a série Pequenos Espiões nos mostra, crianças não podem salvar o mundo. Assim, Hikaru, Fuu e Umi precisam amadurecer um bocado em sua jornada, antes de cumprirem seu objetivo.

E assim elas o fazem, cada uma a seu jeito.

Hikaru, sempre brincalhona e impulsiva, aprende que brincadeira tem hora e que muitas vezes, o melhor curso de ação é esperar e formar um plano. Ela também aprende que vitória muitas vezes requer grandes sacrifícios e que ser a líder nem sempre é fácil.

Umi começa a saga como uma patricinha mimada, mas com o tempo aprende a ser mais sensível e altruísta. A garota percebe que o mundo não gira a seu redor e que as pessoas que a cercam têm muito a oferecer se ela não se fechar em sua carapaça de arrogância.

Fuu, muito insegura e com um complexo de inferioridade bem claro em relação a sua irmã mais velha, descobre que possui muitas qualidades admiráveis com os quais seus amigos contam. Ela também descobre que beleza é um conceito relativo, vide que é a única das meninas que termina a primeira temporada da série com uma paquera.

As três enfrentam o exército de Zagard, descobrem novos poderes e crescem como pessoas, até finalmente se tornarem guerreiras dignas. Elas vencem Zagard e resgatam Esmeralda... e é aí que as coisas vão pro ralo de vez.

Esmeralda DESPIROCA FEITO A LOUCA DOS GATOS e decide destruir Zephyr. Hikaru, Umi e Fuu então não tem escolha, exceto matá-la.

Acontece que Zagard e Esmeralda estavam muito apaixonados um pelo outro e o feiticeiro não se conformava com o fato de que a princesa tinha de abdicar de sua vida em prol de um povo que sequer valorizava o que ela estava fazendo.

As Guerreiras Mágicas eram apenas ferramentas para serem usadas contra o pilar de Zephyr, no momento que este perdesse sua utilidade para o mundo. As heroínas da série precisaram matar uma pessoa inocente que queria apenas deixar uma vida de sofrimento para ficar ao lado de alguém que amava e desfrutar de um pouco de felicidade.

E assim que o fazem, as meninas são transportadas de volta para a Terra. Sem grandes conclusões, elas apenas cumpriram seu dever e foram descartadas. O que fizeram foi certo? Foi errado? No final, não importa. Elas cumpriram sua obrigação e muitas vezes, isso é tudo que um herói pode fazer.

O final de “Guerreiras Mágicas de Rayearth” é um dos mais agridoces que já vi e permanece até hoje como um de meus Animes favoritos.

Claro, quando eu ignoro a segunda temporada. Pelo amor da Yūko Ichihara.


3º Lugar: Motoko Kusanagi - Ghost in the Shell

É meio difícil falar da senhorita Kusanagi, porque em cada encarnação de Ghost in the Shell ela é mostrada de forma diferente. Mas vou me esforçar para tenta fazer sentido aqui.

Kusanagi começou nas páginas do Mangá ilustrado e escrito por Masamune Shirow no início da década de 1990. A série era basicamente de ação e seus visuais eram estonteantes, graças a incrível habilidade de Shirow como ilustrador.

Aí ele ficou gagá e começou a desenhar mulheres com colunas reajustáveis, que ficavam em posições impossíveis somente para que pudéssemos olhar para suas bundas e seios simultaneamente. Pouco depois, Shirow desenvolveu um gosto inexplicável por desenhar mulheres com peitos que parecem bananas e que estavam constantemente oleosas. Foi nesta época que ele começou a produzir peças como uma imagem de uma Cowgirl transando com um cavalo em uma tina de água.

Não, não vou passar esta imagem para vocês. Se querem ver tamanha imundície que ofende os olhos de nosso senhor Thanos, usem o Google.

Enfim, nas mãos de Shirow, Kusanagi era uma cyborg e membro de uma divisão especial da polícia japonesa, que caçava mechs, criminosos cibernetizados e outros tipos de transgressores típicos de ficção científica. Ela era arrogante, babaca e tratava seus superiores como lixo, porque é assim que policiais realistas agem.

E nas horas vagas, ela se envolvia em surubas lésbicas no cyberespaço.

Sério, Shirow começou a ser afetado pelo Alzheimer da perversão muito mais cedo do que qualquer um podia imaginar.

No filme dirigido por Mamoru Oshii, Kusanagi aparece como uma mulher de aparência andrógina, ainda dedicada a combater mecanóides transgressores, só que de forma mais bruta (pelo menos até onde vi) do que no Mangá. Ela passa metade de seu tempo questionando a condição humana e sua própria existência, o que enche o saco de metade da platéia e causa micro-orgasmos em pseudo intelectuais que acham que entendem de cinema.

Tente conversar com um deles sem perder a cabeça e espancá-lo. Eu o desafio.

Embora o longa não tenha sido escrito por um autor que vê as mulheres como bonecas infláveis de luxo, Kusanagi ainda tem o inexplicável hábito de ficar pelada sempre que vai neutralizar um alvo. Devo entender que neste mundo, nudismo equivale a um aumento de força?

Finalmente, temos Ghost in the Shell – Stand Alone Complex, onde nossa heroína é uma representação bastante fiel de sua versão original... menos a parte de ser uma cretina que dá pra todo mundo pela internet.

Reduzindo Motoko Kusanagi a seus componentes mais básicos, temos uma personagem forte, determinada e decidida, que dedica parte de seu tempo a tentar entender melhor sua condição como humana a fim de se aprimorar.

Além disso, temos sua coragem e responsabilidade para com o dever e seus parceiros policiais. Não importa o turbilhão que esteja sua mente, Kusanagi nunca deixa o trabalho policial em segundo plano, nem seus homens na mão.

E esta essência da personagem manteve-se constante em cada uma de suas encarnações, não importando as ideias que os autores tinham para trabalhar com ela. O que prova que aquilo que a personalidade marcante de Kusanagi transcende suas histórias e marca aqueles que escrevem sobre ela também.

Quando penso na atrocidade feita com Samus Aran em Metroid: Other M, é que vejo o quanto essa estabilidade é valiosa.


2º Lugar: Integra Hellsing – Hellsing

Em Animes, uma mulher só recebe o papel de liderança absoluta se for a rainha da Lua, a dona de um puteiro ou a deusa Atena. Na maioria dos outros casos, terá sempre um homem lhe dando ordens ou a agarrando no metrô e ficando inconformado caso ela ofereça resistência.

Heh, Japão...

Mas não Integra Hellsing! Não senhor! Essa moça tem bolas de aço!

...

Ovários de aço, que seja.

Integra é a chefe do maior grupo de caçadores de vampiros, monstros e cruz credos de toda a Inglaterra, a Organização Hellsing.

Bom, dãã!

Mas ao contrário do que normalmente acontece nesses casos, Integra não sai por aí de noite, com sobretudo, um machado, uma besta e outros armamentos primitivos demais para se usar em pleno século 21. Nada disso, ela caça vampiros da melhor maneira que existe: coordenando um exército particular com mais de 100 soldados de elite, algo que deve ser um pouco mais eficiente do que um Wesley Snipes solitário.

Como se isso não bastasse, ela também controla ninguém menos que o conde Drácula.

O PORRA DO CONDE DRÁCULA!!!

Que aqui resolveu chamar-se “Alucard”, possivelmente para confundir as fangirls histéricas que jogaram Castlevania: Simphony of theNight.

Enquanto seus homens saem para espalhar pedaços de Edward e Bella por aí, Integra fica atrás de uma escrivaninha, pensando em novas maneiras de evitar que a coroa britânica corte sua verba. Afinal de contas, os burocratas do governo esperam sempre o menor deslize para desligar a organização Hellsing da tomada.

Pois quem é que acredita em sobrenatural, mesmo quando zumbis e monstros pipocam na sua frente toda semana, não é verdade??

Não bastassem os políticos ingleses e seus bigodes, Integra ainda tem de lidar com a Organização Iscariote, formada pelo Vaticano. Embora este grupo tenha o mesmo objetivo que o da moça (matar aberrações), ambos vivem entrando em conflito, pois a Hellsing é protestante e a Iscariote católica.

Nestes casos, Alucard entrar na sala e atirar na cabeça de todo mundo não seria o melhor curso de ação. O mais divertido, sem dúvida, mas não o melhor. Assim, Integra usa da diplomacia até onde pode, com uma lábia que faria inveja ao Sarney e uma cara de pau que deixa a nossa governanta Dilba no chinelo..

Mas todo esse stress tem seu preço. Integra não possui vida pessoal alguma e existe apenas pra manter a Hellsing funcionando. Alguns flashbacks mostram que quando mais jovem, ela tinha uma personalidade mais alegre e despreocupada, mas isso mudou assim que ela tornou-se uma líder. A moça precisou endurecer, pois de outra forma, não conseguiria lidar com todos os perigos que a cercam.

Só que isso não tirou sua humanidade. Em diversas ocasiões, Integra demonstrou compaixão e pesar para com seus soldados que foram mortos em combate. De fato, ela segurou uma Selas Victoria (a vampirinha mascote de Alucard) enfurecida, que estraçalhava homens da Hellsing que haviam sido transformados em zumbis.

Integra conseguiu manter-se razoavelmente decente no mundo sombrio em que vive, mas esconde isso debaixo de muitas camadas cuidadosamente construídas de segurança e cinismo. Não é fácil ser chefe.

E além de tudo isso, ela deu um tiro na cabeça de um daqueles insuportáveis meninos-gatinho que infestam o Japão. Se ela não fosse um simples desenho Protestante, eu acho que me apaixonaria!

...

Droga, tarde demais...


1º Lugar: Favos de Mel – Honey Honey

Sim, batizar a filha “Favos de Mel” é uma forma muito cruel de se aplicar uma pegadinha em sua prole. Digo, o número de piadas infames que podem vir com este nome é grande demais, até para meu blog imundo e despudorado.

Muito bem, pessoas velhas e acabadas como eu sem duvida lembram deste Anime, pois ele era exibido no SBT nos idos da década de 80. E você assistia, OH SIM, EU SEI QUE ASSISTIA, NEM ADIANTA MENTIR PRA MIM SEU LANFRANHUDO! Do mesmo jeito que você ficava esperando o fim de tarde no SBT pra ver Jem e as Hologramas, mas fingia que queria ver Duck Tales. Não tente me enrolar, seu suíno!

Aqui, conhecemos a princesa Flora, que é uma vaca, mas que por ser da realeza, tem muitos pretendentes. Entre eles, um índio pele vermelha e um oficial da Gestapo.

Sim, um dos personagens desta série era um membro do partido Nazista. Ahhh, Animes... sempre tão politicamente incorretos! Deus os abençoe.

Enfim, Flora não está interessada em nenhum deles, então enfia seu anel de brilhantes em um peixe, o joga pela janela e declara que aquele que reaver sua joia poderá se casar com ela.

E onde entra Favos de Mel nessa história? Bom, ela trabalhava como garçonete no castelo de Flora no dia dessa festa e sua gata Lili comeu o dito peixe. Eis que a menina precisa viajar pelo mundo com sua companheira felina, para que ela não seja estripada pelos estereótipos que planejam casar-se com a princesa Flora.

Claro, se eles entendessem um pouquinho só de biologia, entenderiam que bastava esperar algumas horas para que o anel fosse expelido normalmente pela gatinha. Mas pra que simplificar as coisas em uma série de três décadas atrás, não?

O que destaca esta história de muitos Shoujos de sua geração é a personalidade da heroína. Favos de Mel é órfã (porque séries assim possuem uma taxa de mortalidade parental maior do que no gibi do Batman) e nunca teve uma educação “adequada”, por assim dizer. Então ela é tonta, desajeitada, rude e não vê mal algum em partir para a violência as vezes.

Mais adiante na série, ela acha que Flora matou Fifi. Sua reação? Pegar uma peixeira na cozinha e partir pra cima da princesa, enquanto esta, totalmente acuada, implora por sua vida. Se a gatinha não tivesse acordado, não duvido que Favos de Mel teria estripado sua rival e servido seu figado acompanhado de fava e um bom vinho Chianti..

Favos de Mel não é uma heroína idealizada, perfeita, delicada e fofa, ela tem uma verdadeira lista telefônica de defeitos, como qualquer um de nós. Isso não a impede de ser uma protagonista carismática com o qual todos podem se identificar de alguma forma. De fato, acho que este é o motivo que faz ser tão fácil gostar dela.

Como uma das responsáveis por ajudar a mudar o jeito como se escreve personagens femininas no Japão, Favos de Mel merece muitos louvores! HOORAY!!!


E as garotas mais legais a saírem de um Mangá/Anime são: Nana & Nana – Nana

Pergunto a vocês, meninos e meninas: qual a coisa mais difícil do mundo?

Crescer.

A cada aniversário, somos forçados a encarar as responsabilidades da vida com um pouco mais de seriedade. Não dá pra dependermos de nossas famílias pra sempre e se quisermos ter uma existência minimamente decente, precisamos aprender a nos virar com o tempo.

Acontece que a vida é cheia de lições amargas, capazes de destruir a determinação de qualquer um. Somos desafiados financeira e emocionalmente todos os dias, e muitas vezes não importa o quanto lutemos, não vamos sair vencedores no final da história.

Estas pequenas derrotas do dia-a-dia são coisas tão difíceis de se trabalhar em um roteiro, que não existem muitas séries que tratem destes temas sem descambar pro dramalhão.

Nana é uma das raras exceções em que consigo pensar.

Na história, conhecemos duas garotas na casa dos 20 anos: Nana Osaki e Nana Komatsu.

Osaki veio de uma vida familiar menos que ideal e tornou-se forte e independente com isso. Uma punk rocker, ela terminou com o namorado quando este teve a oportunidade de entrar para uma banda de destaque no cenário musical japonês. A moça tinha ambição demais para aceitar o papel de “namorada de um rockstar” e decidiu seguir adiante com o seu próprio grupo.

Já Komatsu é praticamente a Sandy japonesa. Veio de uma família linda e fofa, acredita no amor, na justiça e nas cordas de pular, e é tão dependente dos amigos e do namorado, que chega a ser ridículo. De fato, ela muda-se para Tokyo simplesmente para ficar perto dos amigos.

As duas Nanas se conhecem em uma viagem de trem e tornam-se amigas. Mais tarde, como o Japão é do tamanho de uma amêndoa, elas acabam se interessando pelo mesmo apartamento e decidem alugá-lo em conjunto. Ao contrário do que todas as leis do bom senso ditam nestas ocasiões, as duas tornam-se grandes amigas e passam a dividir suas experiências.

Mas suas vidas estão longe de serem perfeitas.

As duas são forçadas a tomar decisões muito adultas enquanto ainda lhes falta o discernimento de uma pessoa mais experiente. Logo, elas cometem erros de julgamento e precisam lidar com as consequências dos mesmos.

E Nana não segura nenhum soco. Suas protagonistas precisam lidar com relacionamentos sem amor e ataques de pânico, dois temas bastante pesados e que raramente ganham as páginas de uma história em quadrinhos.

O público por sua vez, pode se identificar com as duas Nanas, tão cheias de imperfeições, sonhos e esperanças. Nos vemos nelas e ficamos um pouco mais tranquilos quando aprendemos que as incertezas da vida adulta são coisas que perseguem a todos. Não é possível acertar sempre na vida, mas decisões erradas não são o fim de tudo.

Amadurecer é um jogo duro, mas sempre podemos aprender algo no caminho. Esta é a lição que tirei de Nana.

Sem mais comentários, meritíssimo.

Menções Honrosas

Faye Valentine – Cowboy Bebop

Muitos de vocês devem ter achado que Faye estaria em uma das colocações mais altas dessa lista... MAS ESTAVAM ERRADOS!!! AGORA VÃO PRAQUELECANTODELÁ E PENSEM NO QUE FIZERAM!!!

O negócio é que Faye, assim como todos os personagens de Cowboy Bebop, é uma fachada, o que ela mostra pro mundo não reflete o que realmente se passa em sua cabeça.

Pois é, minha teoria sobre a série é que nenhum dos protagonistas é aquilo que aparenta ser. Jet Black age como se não ligasse para seus colegas, mas ele já perdeu uma família no passado, o que o faz agir como um paizão para com seus colegas de nave. Spike age de forma apática, mas isso é só para esconder seu passado violento e traumático, e Ed... bom, a Ed é a Ed, a exceção que comprova a regra.

Faye por sua vez, age como se sentisse a mais descolada, gostosa e fodona de todos e “OLHA PRA MIM, EU ESTOU FUMANDO, OLHA COMO SOU ADULTA!”

Mas a verdade é que ela é insegura... MUITO insegura. E sempre que se enfia em uma encrenca, precisa que seus colegas a salvem. Ela joga um jogo perigoso como caçadora de recompensas e demonstrou inúmeras vezes que não tem o preparo necessário para tal profissão.

Assim sendo, lamento Faye. Tente de novo daqui a 100 anos.

Claro, até lá eu estarei morto e este blog terá sido comprado pela Eletronic Arts, mas sinta-se livre para tentar.





Lady Oscar – A Rosa de Versalhes

Até onde eu sei, Lady Oscar foi uma das heroínas primordiais dos Mangas e Animes, das que estabeleceram o estilo “HEY! NÃO SOMOS INDEFESAS E NEM PRECISAMOS DE UM BICHOLA COM ARMADURA PARA NOS PROTEGER!”

Infelizmente, não li nem assisti a Rosa de Versalhes, assim, uma menção honrosa terá de ser suficiente para Oscar por enquanto.

Plus, tenho certeza que ela não pode com o Freeza.

...

O que? Você diz que Nana e Nana também não podem com o Freeza e que meu argumento é inválido? BAH! Que tolice! Fantasias sem nenhuma prova!!! O que? Suando, eu? Que besteira, como se atreve?

*COFF-COFF*

Oh Deus, onde está meu remédio pro coração? ACK!!!

VIRAM O QUE VOCÊS FIZERAM SEUS DELINQUENTES SACRIPANTAS???





Shiki Ryōgi - Kara no Kyōkai

Embora Shiki seja durona pra diabo, assisti apenas um dos filmes de Kara no Kyōkai e não entendi porra nenhuma.

PRÓXIMA!




Priss – Bubblegum Crisis

Apesar do nome que parece ter vindo de um especial de iCarly!, Bubblegum Crisis é uma série bastante bacana sobre um grupo de combate de elite, composto unicamente de mulheres, que caçam androides descontrolados no futuro.

Sim, parece Blade Runner, e daí? Quem se importa! Como se o Indiana Jones fosse o único indivíduo digno de meter um balaço num robô pelancudo com a cara do Rutger Hauer.

Enfim, Bubblegum Crisis foi, junto de Akira, um dos responsáveis por difundir o estilo Cyberpunk nos Animes. Antes de séries como Silent Möbius ou Cyber City Oedo 808 pegarem a bola e correrem com ela.

E antes claro, de Genocyber... ack!

Infelizmente, não assisti Bubblegum Crisis em detalhes, então não posso falar muito de sua protagonista. Mas afirmo que a trilha sonora é FODABAGARAI!



Nausicaa – Nausicaa do Vale dos Ventos

Nausicaa só ganha uma menção honrosa, porque eu acho esta uma das obras mais panfletárias de Hayam Miyazaki.

Isso aí, eu chamei Miyazaki de panfletário! Me processem!

Ok, não tenho nada contra mensagens em prol da natureza, mas sinceramente... o velho exagera. Dedicar um filme de DUAS MALDITAS HORAS a falar dos males que o homem traz ao mundo... se quisesse ver isso, ia assistir a um filme da Xuxa, não a um Anime.

Duas menções a Xuxa em um só artigo? Deve ser um novo recorde! HOORAY!!!

E por hoje é só, meus queridos! Espero que tenham gostado desse artigo, pois pretendo falar de Anime muito mais vezes por aqui. Não sei se isso é bom ou ruim, deixarei que a história me julgue de acordo.

Antes de partir, quero agradecer a minha amiga Lais Ravache pela ajuda com este artigo. Vou dizer pra vocês, eu pretendia seguir um rumo completamente diferente (entenda-se: cretino) com este texto, mas uma boa conversa com ela me mostrou uma forma muito melhor de se desenvolver esta ideia. Aplausos pra ela, que ela merece!

E agora devo partir, meu planeta precisa de mim!

Keelah se'lai.

...

Cheers!!!

177 comentários:

[ADM]Hayako disse...

S2S2s2s2s2ss2S2s2S22 AMER ÇEU DLÇ

Koyce Allado disse...

Que susto tomei quando abri essa página e não vi mais o gollum na capa...

Lázaro disse...

Poxa cara, e as meninas de Claymore?

Amer H. disse...

Não assisti Claymore.

Karina barroso disse...

Adorei o post, muito bom e tb muito engraçado... "Deus católico" foi ótima rsrsr E obrigada por ensinar que “Sei” significa “planeta”.
:)

Marco Antonio disse...

Putz, que bom que o blog voltou e acima de tudo, que bom que você está no caminho para superar este problema. Eu posso dizer de vivência o quanto é possível, não por ter tido o mesmo problema mas por estar vivendo NESTE MOMENTO o drama de ter a pessoa que amo nesta condição, felizmente, ela também está a cada dia melhor.

Os posts continuam ótimos. Tenho certeza que não vai aparecer nenhuma feministóide desta vez para elogiar o artigo tão elogioso as mulheres. Posso apostar.

De resto, parabéns pela melhora e pela luta por estar bem, também por reconhecer o problema e lutar contra ele.

PS: Posso ter alguma esperança de um detalhado post sobre Mass Effect 3?

Marco Antonio disse...

Onde eu disse "o quanto é possível" eu quis dizer "o quanto é dificil"..rs

Amer H. disse...

A todos que esta mensagem alcançar: meu próximo review no blog de games será sobre Mass Effect 3.

Hizaki disse...

Que bom que postou de novo e já está melhor da sua depressão. Ficar sem ler coisas novas daqui é realmente triste.
Você colocou a Revy de Black Lagoon, imaginei que a Balalaika fosse aparecer também.

Arthur Malaspina disse...

Aêêê! Que emoção ver esse blog voltar! Não suma novamente querido Amer!

Emerson disse...

Parabéns pela volta por cima, depressão pode derrubar uma pessoa pra valer.
Que venham mais artigos.

Lucita disse...

Lindo, lindo, lindo, LINDO...agora me dá uma arma, preciso matar alguém....

Sybellyus Paiva disse...

Tempão sem atualizar o blog, hein, Amer?! Gostei do texto, porém, em particular, sou muito fã de Shirow e não concordo com metade do que tenha falado do velho! hehe!

Bem, poderíamos passar o dia falando sobre shirow, mas prefiro dizer que a qualidade dos seus textos, apesar do tempo, continuam iguais.

Quanto ao seu problema, eu não soube e, sabendo agora, torço para que dê tudo certo!

Força, gigante!

Evil Monkey disse...

Ótimo, ótimo post Amer, devo dizer que o seu Timing melhorou bastante, fazia tempo que eu não ria tanto assim com um de seus artigos.

Eu não vou "exigir" que você volte a postar como antes (eu com certeza adoraria isso), demore o tempo que precisar.

E pra mim o melhor momento da Revy foi quando um nazista tava exibindo a sua Lüger de ouro modificada pra ela e aproveitando a sua distração ela atirou nele.

Caído no chão o cara fica completamente estupefato por ela ter atirado nele e Revy diz:

"A única coisa que isso precisa fazer é atirar!".

O maior passarinho pros animes que passam meia hora exibindo o seu design (quase sempre horroroso) de armas.

Eu quase pedi ela em casamento.

Teles disse...

Aê! Amer de volta é só alegria!

Se possível, gostaria de saber qual sua opinião sobre Legend of Korra em um artigo ou mesmo num comentário do blog. Grato.

Raven disse...

Ah, que saudade!! Adorei vê-lo de volta!

E Sir Integra RULEIA!!! \o/

Mestre Ryu Kanzuki disse...

Aewww!!!! Depois vou ler o post todo. Já estou feliz por te ver aqui de volta.

Agora os dias de internet ficarão mais felizes. :D

Ivanccarvalho disse...

Ah, eu achei que a Anna do Shaman King ia entrar nessa aí

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

eita Amer, mais uma matéria. graças a Morgan Freeman que você está voltando.

as Guerreiras Mágicas de Rayearth, saudade. mesmo tendo assistido poucos episódios e a musiquinha brega que cantava na apresentação me lembro até hoje. pena que não vi, pois estudava de manhã e estava viciado pelo Seiya e sua turminha do barulho....e a Fuu foi a primeira personagem que fiquei gamado, tanto que o meu primeiro amor(platônico) foi uma menina de cabelos curtinhos e também usava óculos que sentava ao meu lado na sala de aula.

ahh, bons tempos.

...e alias, seu game para o Sega Saturn é do tubalacobaco, mesmo sendo em japonês.

a Major Kusanagi de Ghost in The Shell...eu acho ela uma peteca,e não sabia que Kusanagi tinha encarnações diferentes. não vi nenhum filme ou mangá dela, mas me conformo com as fotos.(sem ser Hentai)


"Foi nesta época que ele começou a produzir peças como uma imagem de uma Cowgirl transando com um cavalo em uma tina de água.

Não, não vou passar esta imagem para vocês. Se querem ver tamanha imundície que ofende os olhos de nosso senhor Thanos, usem o Google"

ainda que mesmo você, apreciador de Hentais, acha abominavel cenas como essa, é por esse tipo de coisa que tenho um pé atrás com animes e mangás.

quando vi a Integra pela primeira vez, jurava que era um Homem...o Japão adora nós confundir quando o assunto é a sexualidade de seus personagens...oh desgraça!

e Favos de Mel...acho que me lembro vagamente desse desenho no SBT, passava de umas 5 horas da tarde se não me engano e ainda nem ia para o jardim de infância. eu não prestava muita atenção, o meu negócio era Super Mario que passava na Globo....

quando se tem 5 anos, até aquele desenho horrível do Mario era fantabuloso.

e esse Nana, já vi muitos falarem bem desse mangá(geralmente meninas) mas não levei fé. mas se você deu seu selo de qualidade, quem sou eu para questionar?

Amer, aprecio o seu retorno, mesmo que lentamente. pelo menos poste se possível uma matéria por mês, não tenho nenhum direito em pedir isso, mas como um de seus fãs, peço humildemente. apesar de ler e reler suas matérias sem enjoar, ficava meio meh, pois só o descobri quando estava nas ultimas...pelo menos assim achava.

ansioso em você fazer uma matéria em resumos hilários dos Filmes como o de Transformers: o Lado Oculto da Lua, o que você acho do ultimo filme do Batman e do Vingadores talvez?

e sim, o de CresPUSculo: Amanhecer... não olhe feio assim Grande Nerd. pois mesmo sendo uma tortura para você, eu morria de rir com o resumo dos três filmes. e Stephen Meyer é uma femistoíde idiota e a Bella...sem comentários.

volte Amer, o GRANDE E SUPREMO NERD!!!! nem que seja aos poucos.

Hee-Hoo!!

Há! disse...

Meu deus, a cara do Gollum não está mais está mais estampando o blog...

Vou alí do lado ter um infarto e depois eu volto, okay??

Mas antes de encarar os malefícios provindos de uma complicação cardíaca, quero salientar a admiração que tenho por você, Amer. Além de ser o meu CÉREBRODEEINSTEN, você está conseguindo dar a volta por cima de uma situação que eu não desejaria nem pros meus inimigos - Isso é, no dia que eu tiver algum (FALOU A GAROTA AMIGÁVEL, TA CERTO!!!)

Acho que já falei coisa do gênero antes, e não possuía necessidade nenhuma de repetir isso exceto para preencher espaço inútil desse recanto de comentários e te deixar desconfortável, afinal, alimentar bolas alheias de gente que nunca vi na vida é um dos meus artifícios ... Por tanto, encare meus elogios da forma que lhe convier.

Estou ciente que parte dessa tietagem sobre o seu trabalho pode perder o efeito ao vir de desconhecidos; e que, por hora, deve ser desconfortável para você escutar essas babações genéricas e chocolatantes de gente carente e solitária que não saberia te reconhecer na rua.

Mas quer saber?? Sou uma guria retardada carente e solitária assumida! Foda-se a minha (mínima)dignidade perante aos seus olhos!! Que se dane se eu parecer só mais uma mina querendo chamar a atenção... Garanto que tem gente bem pior fora do convívio virtual. Basta dar uma passada numa balada aleatória. No final, meus confeitos açucarados não são tão ruins, non??

Ou são??

Ah, agora já foi...

Enfim, permita-me continuar com o meu infarto.

Volte sempre, Amer o/
Tu não imagina a falta que teus Artigos fazem... xD

Luciane disse...

AMEEEERR!!!!!!!
Estou mto feliz de vc estar de volta!!
Eu não sabia q vc tava passando por situações tão difíceis assim... Imaginava algo como "faculdade, trabalhos, trabalhooss"
Acompanho o blog há um bom tempinho, mas nunca postei nada por... preguiça. Me desculpe!!
Mas enfim, amo o seu blog e estou feliz por sua volta! YAY!
Por favor, continue bem. Pelo que eu vejo, muitas pessoas gostam de você (eu também UHAHUAUHAHU) =)

Anderson "ANDF" Ferreira disse...

Texto muito bacana! Espero que continue também com suas resenhas demolidoras da SAGA CRÉU-PÚSCULO. Hehehe!!!

Anderson "ANDF" Ferreira disse...

E espero que tenha uma nova lista de animes brutais. ;)

Louis Almiquist disse...

Andou lendo Nana, Amer? Isso explica sua depressão.kkkkk
Esse mangá é extremamente triste, impossível nao lê-lo e ficar com um nó na garganta.
Mas brincadeiras a parte, estamos todos felizes que tenha voltado, sua graça fez muita falta. E eu não sei se isso ajuda, mas voce tem uma verdadeira legião de fãs que admiram seu trabalho, então sempre que se sentir deprimido,obrigue seus leitores a te saudarem e colocar seu ânimo pra cima, afinal temos uma dívida contigo, por nos fazer rir tanto com um conteúdo tão bem escrito.
É isso, fique em paz.

Unknown disse...

Seja bem vindo de volta Hammer :)
Sentimos sua falta.

(Otimo artigo por sinal, me supreendi por vê-lo colocar Nana :))

Alecs disse...

Obrigado por Voltar Amer, Senti Muita Falta dos Posts, Espero Melhoras pra Você! Tenho Que Fazer a Mesma Pergunta do Cara Ali em Cima, "Se possível, gostaria de saber qual sua opinião sobre Legend of Korra em um artigo ou mesmo num comentário do blog. Grato."

Lance Sonovavish disse...

Saudades de volta \o/

O cara que ainda vai nos unir como bloggers[:P]

na boa...só teria descido mais a Princesa Safiri , afinal..ela TEM um coração de menino...oque tira um pouco a questão dela ser uma menina foda.

E no geral..essas dai apanham pras minas dos Love N' Rockets [:P]

Shinji. disse...

Nem acreditei quando li no seu Twitter que você tinha atualizado, fiquei com cara de 'não creio não creio não creio EU CREIO, ALELUIA'. KP´SA´KPASAS

Adorei o tema escolhido, foi bom lembrar dessas grandes personagens que marcam por irem contra a maré dos esteriótipos japoneses cutezinhos e buh. Só senti falta da Lina Inverse, de Slayers. Acho que ela é uma grande personagem, pra protagonizar um shounen e ficar no nível de muitos heróis conhecidos, sem perder sua feminilidade e seu carisma.

E foi genial a atenção especial à Nana, essa obra são puros ensinamentos sobre a vida.

Fico muito feliz por você ter se recuperado, estava torcendo pela sua volta. Espero que tudo fique bem de agora em diante, e que venham mais posts incríveis!

Jester disse...

AMER! SEU SACRIPANTA! Bem vindo de volta =)

Bardock disse...

MEU SENHOR, HE'S BACK!Seu post foi uma das coisas mais esperadas do ano! Obrigado Amer!

Juuh disse...

Que bom que você está de volta Amer!!! Fico feliz em saber que as coisas tem melhorado!
E você voltou com tuudo! Ótimo artigo,ÉPICO...(alias, como sempre)!!!
Fazia tempos que não via nada sobre mangás e muito menos sobre animes... Me sinto bem em voltar a ler sobre esse assunto! Parabéns pela volta triunfal!

Frodo disse...

Oi Amer, beleza? (aqui é o Frodo Dylon, se vc ainda lembra)

fico feliz que você tenha superado seus problemas, tive um caso desse na minha familia e quase tive algo assim quando morava sozinho, então espero que seu futuro seja brilhante, como você merece e se precisar de algo, só chamar!

Sobre o post, apesar de que eu não seja um fa de animes, foi bem suave e divertido de ler, meus parabens!

Rodrigo Casagrande disse...

Na minha humilde opinião, faltou a Misato de Evangelion.

Zagui disse...

Otimo post, pra mim só faltou a Yuno do Mirai Nikki!!!

Fabiano Forte disse...

Fala, Amer! Puxa, que dureza, hein? Espero que você já esteja melhor agora!
E gostei muito do artigo! Abraço, cara!

Isnard_Oak disse...

Olá Amer.
Sou um frequentador do seu blog há alguns anos, mas essa é a primeira vez que comento (só adquiri o hábito de comentar em blogs esse ano).
Sempre gostei do que vc escreve e vejo que muitas opiniões suas são muito parecidas com as minhas.
Fico feliz que vc tenha superado essa má fase pela qual passou.
E logo na volta dos seus artigos vc me apresenta um tão legal.
Sou muito fã de animes, mas, infelizmente, por ser mais um pouco mais novo que vc, não conheço a maioria desses que vc citou.
Agora me sinto na obrigação de correr atrás e assistí-los. Quem sabe com essa greve nas universidades eu consiga ver tudo, não?
Mais uma vez, é bom vê-lo de volta e ficarei ansioso esperando os artigos futuros...

vic666 disse...

Welcome back! Tava com medo de ter que passar pelas eleições sem teus posts!

Shadow Geisel disse...

cara, juro que pensei que vc tinha batido as botas. pensei até em tirar o link do seu site do meu blog, pois mexer com essas coisas de fantasma dá um puta azar rsrsrs. ainda bem que vc tá vivo. vou ler um pouco do post e termino no final de semana, pois to sem tempo.

Kinni disse...

Glass Mask é o melhor shoujo que eu conheço. Eu teria colocado a heroína da série Maya Kitajima e a rival dela Ayumi Himekawa na lista, mas você provavelmente nunca leu glass mask.

Eu tive o mesmo problema ao assistir Kara no Kyoukai. O negócio só começa a fazer sentido no quarto filme.

Você já ouviu falar em Magi? Eu acho que você iria gostar. Liar Game e Aria também.

Ainda existem caras fodões em animê e mangá, é só saber onde procurar. Um dos melhores exemplos é Toriko.

A protagonista de Grenadier também é legal.

Cynthia the Mission é outro que você talvez gostasse, e também é bem pouco conhecido.

Vai assistir o animê de Jo Jo's Bizarre Adventure?

Bruno He disse...

Por favor Amer, nunca mais desapareça, vc é o único cara q eu sempre leio o texto, não importando de q tema seja.

Unknown disse...

porra Amer você ta vivo cara, vou me cagar de felicidade agora!

Mundo de Jepo disse...

Vida longa ao blog!

Força, Amer. Você não sabe o quanto foi triste esse primeiro semestre de 2012 sem ter publicações periódicas neste que é o melhor blog que já acompanhei.

Parabéns pela volta!

Sobre o post, achei que ia entrar a Nanami do anime El Hazard (chegou a passar na Bandeirantes na época do Band Kids, junto de Tenchi Muyo, Seis Biônicos, Cadillacs e Dinossauros e claro, Dragon Ball Z). Tudo bem que, compará-la a Safiri, Favos de Mel e até mesmo Esmeralda é um grande erro. Mas gostava da personalidade forte da garota sem ser "a menina que temos que proteger e precisa ficar no encalço do herói". hehe

Enfim, é sempre muito bom acompanhar suas postagens aqui. Espero que continue o grande trabalho e obrigado por dedicar um pouco do seu tempo a assuntos de suma importância para pessoas como nós!!

Keep it up!

Álvaro Freitas disse...

Bem vindo de volta, cara. Todos nós comemoramos.


(mas véi, SÓ MENÇÃO HONROSA PRA FAYE???)

Lubeck Euzebio disse...

Versailles no Bara e show man, mas fica para a porxia, não esqueça de escrever NÃO SUMA AGAIN seu...seu... droga como posso falar isso sem deprimir o cara?

Gecko disse...

Amer seu grandessíssimo filho da mãe , que bom te ver por aqui, abrir a página do blog do amer e não ver mais a foto do gollum animou o meu dia, pois quer dizer que o amer voltou, maior, melhor e mais forte? Enfim, espero que esteja tudo bem contigo, e desejo que isso seja uma nova faze na sua vida, repleta de realizações, obrigado por todos os artigos, nunca me dei muito ao trabalho de comentar por pura preguiça mas, você merece um esforço, saiba que você é uma inspiração pra mim seja por seus textos profundos ou esse humor sábio que só nós nerds temos!
Um abração, e bem vindo de volta meu amigo!

3 Cheers because Amer is FUCKING BACK!!!

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Unknown disse...

Amer, não sabe o quanto fiquei feliz com sua volta e seus fantásticos textos. Sou um grande fã de seu trabalho a muito tempo (inclusive o estava acompanhando no cinepop)e fiquei triste por saber que passou por tudo isso.
Grande abraço e que possa sempre nos agraciar com seus incríveis e únicos textos sobre tão vasta cultura.

Shadow Geisel disse...

Amer, desculpa pelo outro comentário. ainda n tinha lido o começo do texto e n sabia que vc estava passando por esse problema de depressão. já tive muitas fases depressivas e sei como é isso. só queria dizer que, assim como os outros leitores do blog, fico muito feliz por vc ter se recuperado e voltar à ativa no blog. do fundo do coração, espero que isso não aconteça novamente, mas se acontecer, saiba que vc tem o apoio da cambada que lê os seus hilários textos. espero ansioso pelo próximo post (tomara que seja sobre games), mas já queria dar um puxão de orelha em você: dei uma olhada rápida nas posições e percebi que vc não colocou nenhuma personagem feminina de Avatar, que é um anime. merecia um Mega Stomp da Tough na cabeça por causa dessa.

Shadow Geisel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Selune disse...

Quando será que vou te ver na rua de novo pra te dar uma abraço?

Como sempre, um texto FODA! Posso dizer que não conheço metade das moças descritas, mas só de falar das minhas paixões maiores, as Guerreiras Mágicas de Rayearth, eu já surtei, imagina quando vi Nana no início da lista?

Até te perdoo por falar mal de Sailor Moon e Sakura (curto mocinhas bobinhas, afinal, sou uma delas), pq sou sua fã!!

;***

Darth Imperius disse...

AEEEEEEEEE Fico bastante contente em ver o seu blog de volta a ativa Amer, por mais que este seja um post de um tema que não me interessa.

Comecei a ler seus posts logo depois de você ter "sumido" e por mais que sua ausência tenha sido por um motivo muito triste (depressão é foda mesmo) ela gerou algo bom. Foi graças a você e minha pouca paciência para esperar por novas postagens que resolvi criar o meu próprio blog.

Normalmente eu abomino pessoas que fazem propagandas de seus blogs nos sites das outras pessoas... mas vou abrir uma exceção hoje para o meu caso.

E pare de me olhar com esse olhar acusador, eu nunca aleguei que eu era perfeito.

Não sei se você faz parcerias, mas caso faça segue ai o link de uma de minhas postagens http://epicamentefalando2.blogspot.com.br/2012/07/rei-arthur-magos-fajutos-e-maquiadas.html

No mais muito sucesso e coisas boas para vossa senhoria, que a força esteja com vc... sempre!

Giovanni disse...

OH CÉUS!!! COMO É BOM TER VC DE VOLTA!!
POST SENSACIONAL COMO SEMPRE!

sabe, eu estava acessando seu Blog uma vez por semana, e já que não tinha nada novo, eu lia seus post antigos.... e sinceramente estava ficando sem post pra ler....

fico muito feliz que vc esteja de volta! e fico mais feliz ainda que vc tenha superado essa fase ruim, sei por experiência própria que são nessas horas q os amigos são fundamentais.

até a próxima grande Amer! espero anciosamente!

Helio Mendes Jr ou Kamen Homer disse...

THE FUCKING HAMMER IS BACK DUDES!!!!!!

seja bien viendo hammer,pelo visto voce ao encontro do mais foda!!!

leco disse...

hhhaa cara muito bom o post, parabens e comtinue com as postagens,pois são muito divertidas e interessantes.....

Alan Djayce disse...

CAAAARA! Que mágico ler uma publicação sua!
Digo, comecei á ler o blog no período sem posts e acho que em menos de quatro meses li TODOS os posts anteriores!

Ótimo post cara o/

Helio Mendes Jr ou Kamen Homer disse...

correção você foi ao encontro do mais foda

Leandro Durazzo disse...

Salve, seu Amer. Bom te ver de volta por aqui. Eu nunca comento, mas o retorno de vossa Suma Sacripantice é motivo mais que digno para um alô. Então, meu velho, alô, e continue com a gente, não siga pra luz, não siga pra luz!

Barangurte disse...

HE IS ALIVEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE

AMER VOCÊ POSTOU MUITO OBRIGADA EU TE AMOOOOOOOOOOOO

<3
<3
<3

MEU PRIMEIRO FILHO VAI SE CHAMAR BLOGDOHAMMER

<3
<3
<3

Pronto, acalmei.
Agora vou ler o post!
--
@zumblorg

Zero Sete disse...

Sério, meu? Sem Lina 'Dragon Slave' Inverse? Por quê? Tem guria de anime mais durona do que a guria com o poder de destruir o universo e (possívelmente) fazer frente ao Goku? D: /disappointed

Barangurte disse...

Ok, agora eu li.

Você me magoou um pouco com as menções a Blood + e CDZ. Podem não ser as maiores obras primas do Japão, terem um roteiro pobre, repetitivo, as dublagens fazerem o Ikki dizer várias vezes 'céLebro' em vem de cérebro... Tá, minha argumentação é inválida.

Gostei muito do post, me deu vontade de assistir Guerreiras Mágicas de novo :)
--
@zumblorg

Barangurte disse...

A propósito, foi um puta tapa na cara esse post. Estou enrolando um bom tempo pra procurar terapia, larguei mão do meu blog também... Bom, acho que todo mundo passa por situações ruins e já passou da hora de eu seguir seu exemplo e procurar ajuda.

Fabricio disse...

Caramba Amer, não faça mais isso com a gente cara....8 meses é muito tempo. que bom que vc voltou... seus posts continuam muito inteligentes e engraçados...Parabéns...de novo...

Unknown disse...

Quando vai rolar as "Grandes Garotas dos Games"???

Anon Anonimo disse...

Parabéns pela volta Amer.

MAS !

Você leu o artigo sobre o anime que você citou, e que tem a cena de tentativa de estupro ?

Eu achei uma sacada genial do autor demonstrar a relação pertubada entre os protagonistas daquela forma. O sexo é um grande tabu no japão, vista a timidez de inúmeros japoneses na vida real (que descamba em fantasias, bem ao estilo freudiano). Um surto psicótico daqueles seria perfeitamente plausível em alguém desesperado, e é cheio de simbolismo e significado.

A incapacidade da vítima de se enfurecer ou reconhecer uma violência por parte do protagonista, por sua vez, mostra que ela também está em um estado alterado.

É um simbolismo riquíssimo - até que ponto ela está pertubada, e de onde bem essa pertubação ? O "perdoe 70 vezes 7" do Jisuis é realmente adequado, o "livre-se do apego" do buda ? É possível que algum tipo de relacionamento seja criado depois disso ?

Claro, sempre vai ter alguém que vai dizer que "estupro é errado, terrível, imperdoável, profano e não vamos falar sobre isso".

Besteira.

A maior parte do medo que nós temos do estupro é ilusão. É um ato de violência sim, é humilhante sim, mas não é a pior coisa do mundo, e nem a mais traumática. Censurar a temática do estupro como tabu ou "coisa de japonês" não é necessário ou adequado.

Só para citar um exemplo a respeito :

Se o japão é bizarro por fazer um protagonista quase estuprar seu "par romântico", o que podemos dizer da relação entre Comediante/Primeira Espectral de Watchman ?

O Comediante não só tentou estuprar a Espectral em um surto psicótico - ele quebrou ela de porrada e teria terminado o ato se não tivesse sido impedido.

Mais tarde na HQ, descobrimos que a Espectral I na verdade, mais tarde, VIVEU UM ROMANCE com o Comediante !

Alan Moore agora é japonês ?

Sinceramente, a historinha que você colocou alí no canto, sobre a menina que sofre violência sexual, é muito provavelmente um fruto do ódio irracional e da ilusão que eu falei.

"Vocês já imaginaram temer alguém tanto que você coma o seu próprio vômito"... me lembro de uma frase sua assim, em algum post passado.

Bem, isso não vem da violência sexual - isso é violência psicológica, e esse nível é absurdo. Não pense que os casos de pedofilia na vida real são assim - eles não são.

Bem pelo contrário. A grande maioria dos casos de pedofilia nunca é descoberta (inclusive depois que a vítima chega à idade adulta) justamente porque existem sentimentos conflitantes da vítima em relação ao agressor. E quando eu digo isso, quero dizer que amor convive com raiva (a maior parte dos casos de pedofilia acontecem dentro de casa), que convive com culpa, que convive com aceitação, que convive com a dúvida, a curiosidade, a mágoa, a sexualidade....

Demonizar o acontecimento ofende à própria vítima, inclusive - ignora o universo sentimental complexo desenvolvido alí, botando ênfase na "vítima super abusada" versus "o grande lobo mal".

E antes que meia dúzia de imbecis venham dizer que eu não sei do que estou falando, gostaria de deixar claro que falo da minha experiência pessoal com abuso sexual na infância, visto que passei por isso.

Meu caso foi até bem ligth. Houve penetração, mas não houve violência. Eu fui seduzido, e não violentado. E isso, visto que conheço outras pessoas que passaram por experiências e foram violentadas, faz MUITA diferença. Não por causa do ato, não por conta da pedofilia - e talvez até não por causa da violência, mas sim porque algumas dessas pessoas não conseguem, até hoje, ser "normais". Elas não podem dividir a carga emocional do que passaram, elas não podem viver experiências que a diminua. Isso significa que elas nunca vão enfrentar os próprios medos e demônios, fortes e destrutivos, vista a violência.

Tudo isso porque ? Porque nós vivemos em uma cultura onde as pessoas não se dão ao trabalho de parar e pensar no que é a pedofilia - onde as pessoas se entregam à raiva cega, e acabam só piorando a situação, graças à sua ignorância.

Bia Chun-li disse...

Primeiro, parabéns pela volta Amer! Até postei o link do seu artigo lá na comunidade da Animax no Facebook, pois o pessoal de lá se amarra no seu blog!^^

Segundo, sei muito bem como é a depressão. Já tive e a pouco tempo minha sogra quase não parte deste mundo por causa dela. Então cara, força.

Sobre o artigo, pena que Oscar não está em destaque. mas eu entendo o motivo. Ao menos para quem curte história, é uma boa ler o mangá e/ou assistir o anime, tem bastante referências sobre a Revolução Francesa.

Sobre Princesa e o Cavaleiro, ao menos no mangá, Deus não manda sacrificar ninguém. Com a retirada, Safire (ou Safiri) não morreria, seria uma menina/mulher completa. Tanto que o filho do Duque só se torna um homem (por assim dizer, já que ele era um paspalho) quando recebe o coração da princesa.

E mais uma vez, meus parabéns. Estava sentido falta de ler os seus artigos!!!!^^ Kisses e melhoras, pois a vida continua! ^^

Rodrigo Narcizo disse...

Cordiais saudações, Amer! Cara, que bom que você voltou. Depressão é realmente algo hard (só quem teve sabe...)

Excelente artigo. Eu entendo o motivo da Nausicaa receber apenas uma menção honrosa, mas para mim ela é top 10.

E eu confesso que assistia Honey Honey quando criança.

Pedro "Hypérion" disse...

AMER!! Vc está de volta seu lindo!! XD Muitas saudades dos seus textos, entrava no blog toda semana pra ver se tinha algo novo, tomei um susto hj quando entrei e vi algo diferente "opa, não era essa a imagem q estava aki antes..." ^^
Mas o importante é q vc está bem agora, certo?
Texto muito bom, como sempre, gostei muito, q mais venham XD

Blade Malik disse...

E quando eu já havia perdido todas as esperanças, Amer surge e ilumina meu momento de maior escuridão de um jeito que traria vazamento de óleo nos sensores óticos de Optimus Prime...

Ikari disse...

Espalhem aos 4 ventos: o mestre Amer voltou! E direto na sua fuça com uma ótima lista de personagens femininos!

Thiago Ribeiro disse...

KRAIO QUE BOM TE VER(LER) DE VOLTA.

Bom saber que você está bem e que não preciso mais me preocupar com minha sanidade mental por entrar durante meses em um blog esperando atualização...

Heverton disse...

Semnalmente aqui estava eu em busca de um artigo novo. Fico MUITO feliz de ver que saiu mais um do forno e que você está bem, Amer!

O Garoto maravilha ressurge disse...

Amer!!VOCÊ VOLTOU!!!!!Cara, seu blog é muito foda!!Eu não comentava pois achava desnecessário, mas vou começar a comentar a partir de agora!Esta no top 3 de blogs que eu mais gosto!(leio uns 30!) É muito legal a forma como você escreve um texto é gigantesco e não fica algo cansativo!Você chega a ser um formador de opinião pra mim!
Gosto principalmente dos post sobre filmes, onde você comenta como o filme é errado(na maioria das vezes) e fala exatamente o que o leitor esta pensando!Espero que faça mais posts assim, falando mal de filmes,tipo quando fez com os do Crepusculo, sei lá, de heróis por exemplo(é uma fonte grande:Motoqueiro fantasma, wolverine, Homem-aranha "da nova geração", lanterna verde, etc)
Enfim, Continue com o ótimo trabalho!

Luciane disse...

Ah, eu acho que faltou a Kanzaki Urumi de Great Teacher Onizuka! Ela é muito legal! A propósito, se vc não viu GTO ainda, veja! É mto legal.

Vulto Amarelo disse...

Amer, ótimo post, como sempre!
Continua assim meu querido.

Anon, sobre o teu comentário...
Muito legal você ter resignificado sua experiência em que te comeram quando criança, como algo sadio e cheio de afeto.
Direito seu, e ninguém tem nada a ver com isso.
Mas é o limite da ignorância você fazer de conta que só porque esse foi o seu mecanismo de defesa para lidar com isso, que os mecanismos dos outros são só ilusões ou exageros.
Você curtiu, mas muita gente não é “seduzido”, sendo simplesmente violentado.
São coisas muito diferentes, mas que você está teimando em projetar como o mesmo, só porque isso permeia suas fantasias sexuais, já que foi sua primeira experiência e você gostou.

Isso pode ser o próprio inferno para a pessoa, como é na maioria dos casos, especialmente para mulheres, uma vez que a passividade dela e a dominância por outro durante o ato sexual acaba remetendo a experiência traumática, comprometendo toda saúde afetiva.

Cada caso é um caso. Muita gente não pensa em cortar os pulsos porque foi vítima de estupro realmente, mas daí alegar que quem se sente assim está exagerando é tão estúpido quanto alguém não acreditar que a pessoa pode seguir sua vida normalmente. Mas independente da percepção da vitima, o estupro é um crime hediondo, que pode levar a um sofrimento sem igual, e precisa ter uma punição exemplar, pois nem todos vão passar a ver isso com desejo e prazer como você passou.

Um abraço.

Nappa_ disse...

Um ótimo retorno, aguardando mais postagens. Ei Amer, não estaria na hora de começar a escrever sobre Harry Potter? Seria sucesso total e tem muito material bruto para zoar nos filmes... Acho que a galera clama por reviews de H.P.

Rubens Leite disse...

AAAAAAAAÊÊÊÊÊÊÊÊÊ!!!! O AMER ESTÁ DEFINITIVAMENTE DE VOLTA!!! Valeu por voltar Amer, sei que é difícil escrever esses artigos sem ganhar nada nada em troca... mas se de algum modo eu poder retribuir irei começar lhe agradecendo por fazer ótimos artigos. Continua assim cara. E não desanima, pois tem centenas de pessoas que gostam de você... Putz queria ver a minha cara ao entrar e aqui e não encontrar aquela mesma postagem...

Nicolas disse...

Concordo com Vulto amarelo, não se trata de "demonizar" o estrupo, porque demonizar remete à uma concepção religiosa que por vezes não tem embasamento racional.

No casodo estrupo, creio que a palavra demonizar deva ser substituída por repudiar/execrar/abominar e outros sinônimos, porque o estrupo independente de sua experiência com o mesmo constitui um crime hediondo que pode afetar a saúde mental da vítima pelo resto da vida.

Ressignificar essa experiência como algo que não seja extremamente traumatizante talvez seja uma saída, no entanto, nem todos conseguem elaborar novos significados para algo tão traumatizante quanto a violência sexual.

Creio que o estrupo e a violência psicológica intrinsica a ele sejam muito mais devastadores do que a violência física. Não creio que seja um ato amoroso ou afetivo, mesmo que a sociedade em épocas anteriores não condenasse tanto esses atos devido ao não reconhecimento dos minímos direitos do cidadão.

PoisonPlush disse...

Eu não entendi direito uma coisa , vc disse Blargh para CardCaptors Sakura , mas colocou Guerreiras Mágicas de Hayearth em uma posição considerável , sendo que ambas são do mesmo grupo de mangakas , a CLAMP.

Amer H. disse...

Eu não odeio Clamp, mas detesto Sakura Card Captor. Acho que as autoras erraram a mão e acabaram criando personagens infantis muito cheias de fetiches sexuais.

Não condeno quem gosta, mas não é pra mim, definitivamente.

E gostar de um trabalho do grupo não significa que eu deva gostar de todos. Adoro Yuyu Hakusho, mas detesto Hunter x Hunter. Ambos são do Yoshihiro Togashi.

Caetano disse...

Eu ia citar o Magus agora que você voltou dos mortos, mas, como sou só uma sombra, me limito a dizer que ficamos felizes por ter se recuperado da depressão.

Vida longa e próspera, Amer.

Eu esperava que colocasse a Yuria, cadê a Yuria? o.O

Holland disse...

Ele voltou!!! Oheeeeey!

Marcelo Maciel disse...

"Foi um momento muito sombrio da minha vida, mas já passou..."

Melhor parte do post.

Tudo de bom pra ti meu velho, que tu melhore em definitivo para poder continuar com o velho mau humor impresso em tiradas satíricas nos dadas de graça!

Scariel disse...

Amer voltou!

Luis Paulo S.M disse...

Seja bem vindo de volta, Amer!!!

Tenho-lhe três pedidos pra fazer:

Faça um "doze motivos para assistir The Spectacular Spider-Man";

Poste dicas sobre como montar um blog maneiro;

E por fim, acesse o meu blog
"Luis S.M Tales", onde estou postando minha série "Kitsune-Roh".

Darklontra disse...

Até que enfim conheci alguém que acordava as 6h da manhã pra ver Rayearth.

Ana Beatriz disse...

Amer, que bom te ver de volta! Ver o seu blog atualizado de novo é como ver um velho amigo que viajou por uns meses!

Gostei bastante do artigo, num mundo feito por e para homens é bom ver umas garotas dando duro para conseguir seu espaço sem apelar para um par de peitos. Como o Lázaro citou, recomendo Claymore lá temos garotas guerreiras com grande personalidade que não fazem feio a nenhuma das mulheres citadas na sua lista Amer.

Recomendo a grande resenha da Roberta Caroline e recomendo mais uma para a galeria de grandes mulheres dos animes: Hiroko Matsukata do desconhecido porém excelente anime Hatakari-Man (Algo como homem-trabalhador). http://www.elfenliedbrasil.com/2012/08/corrente-de-reviews-hataraki-man-mulher.html#more

Enfim, estou torcendo para você continuar vencendo essa luta chamada Depressão, saiba que se depender dos seus leitores ela não está com nada pois você tem o meu carinho e o de muitos deles. Beijão pra ti Amer!

David disse...

Sou da época que só tinha uns 10 comentários em cada post e nem tinha essa interação toda.
Legal que tenha voltado e não largue o blog(blogssss)não poque tem muita gente que gosta tanto do blog e de você.
Não levo jeito pra puxar saco então, sendo honesto, não suma mais e não precisa mantar um prazo "certinho" pra escrever.Escreva quando puder e sempre sendo você.
Gostei de Nana no topo mas se a lista fosse maior teria um espaço pra Chi-Chi(esposa do Goku).

Ulrick Valeth disse...

Amer is Back Bitches!!!


FUCK YEA! e voltou com um grande Artigo!

BrunoCaesarBC3 disse...

ÔôôoÔÔôô !
O imperador voltou !

Quero ver quando o blog vai ser comprado pela EA !

Adorei o artigo Amer , mas não curti as partes em que você botou o fundo negro. Fica dificil de ler.

Zerei disse...

Senti falta da Birdy de Birdy The Might nas Menções Honrosas. Pra quem não conhece, existe um OVA de 6 episódios bem divertido.

Amer H. disse...

O fundo negro não foi muito uma opção minha. Deu um problema de formatação na hora que o texto foi ao ar e trechos dele ficaram completamente ilegíveis. Precisei alterar a cor do texto e do fundo em que ele estava para que isso fosse sanado.

E a combinação de cores que vocês viram foi a melhor que consegui arrumar.

Vou ficar de olho no futuro pra tentar evitar que esses erros de formatação aconteçam, mas não depende unicamente de mim.

Igor Chacon disse...

Feliz pela sua volta!!!

Igor Chacon disse...

Feliz pela sua volta!!!

JJDeluxe disse...

Poxa, Amer, que bom que voltou, checava semanalmente pra ver se tinha algo novo. <3

juubi o primeiro de dez disse...

Primeiro, HALIIIIIIIIIIIIII-HO!

Agora, Deus Católico. Espera, vou ler de novo pra ver se isso foi sério..................

Deus judaico, Javé, Iavé, Santo Zeus, o nome dele é impronunciável. Esse é o Deus que você estava procurando. Esse é o ser severo que manda anjos destruirem cidades, joga pragas ao torto e a direito e muda mais de ideia do que Hitler mudaria se fosse bipolar(ou ele já era?).

O Deus Católico é aquele ser nunca citado, nunca presenciado do Novo testamento que supostamente é paz e Amor e é ainda considerado A Origem de Tudo.( Pra onde foi o mal, Deus? Onde?). Eu não sei o que você quis dizer com católico, pois eu nunca ouvi falar de alguma profunda diferença de visão entre os católicos, os protestantes, e os ortodoxos em relação a Deus.

PS: Eu queria ter evitado esse assunto, mas....não deu.

Amer H. disse...

Bom, eu cresci em uma família católica que tinha como lema a frase "DEUS NÃO VAI TE PERDOAR".

E escutei isso de algumas freiras também, pois estudei em colégio católico.

Então, assumo que o Deus católico é puro ódio, fúria e chamas. Não me culpe, os servos deles tão fazendo um péssimo trabalho em fazê-lo aparecer bem na fita.

Deh disse...

Ammeerr fiquei tão feliz que você voltou! Seus posts fizeram MUITA falta a todos!
E voltou com força total, fazer uma lista dessas não deve ser fácil. Parabéns! Só queria ter visto aí a Misato do Evangelion =/ Mas o importante é que você superou essa fase e volta a nos agraciar com seus artigos!

juliodc disse...

Amer, também sofri um problema parecido, e só quem passou sabe o quão frágil e suscetível é a nossa cabeça, de maneira que fico muito feliz e um pouco preocupado com o senhor (embora nem te conheça pessoalmente). Tenha certeza que você fez muita falta, e que nos faz muito feliz por voltar com seus artigos!

Conte com a gente!

juliodc disse...

Amer, também sofri um problema parecido, e só quem passou sabe o quão frágil e suscetível é a nossa cabeça, de maneira que fico muito feliz e um pouco preocupado com o senhor (embora nem te conheça pessoalmente). Tenha certeza que você fez muita falta, e que nos faz muito feliz por voltar com seus artigos!

Conte com a gente!

Deh disse...

Ah, e adorei as Nanas em primeiro lugar!!

Caetano disse...

Deh tomou o centésimo comentário.
xD

L disse...

Amer, seu desgraçado! Jurava que vc tinha morrido rapaz (ahahhaha), não nos assuste mais desse jeito viu. Parabéns pela lista, vc sabe fazer uma listas bem legais, não nos abandone de novo!!

Kinni disse...

O negócio sobre essa gente que diz que "Deus não vai te perdoar" é que eles tem medo que as pessoas cometam crimes e tudo mais porque sabem que vão ser perdoados no final, o que eu acho um medo ridículo.

De fato, os ensinamentos católicos dizem que a única coisa que NÃO pode ser perdoada são "ofensas contra o espírito santo".

Gabriel Santana disse...

porra amer sou muito seu fã ainda bem q o blog voltou,espero q vc esteja bem cara vc é demais

Bernachio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bernachio disse...

Tomei um susto ao não ver o Gollum na capa hehehhe.
Ótimo artigo Amer,pelo visto os quase 8 meses sem postar nada não afetou sua forma de escrever.
-
Não sabia que estava com depressão mas que bom que conseguiu sair dessa.

Makoto Bakura disse...

"De fato, os ensinamentos católicos dizem que a única coisa que NÃO pode ser perdoada são ofensas contra o espírito santo"

Que legal... Depois de ler essa frase, sem querer comecei a imaginar várias ofensas contra o Espírito Santo...
Agora tô lascado mesmo =D

Bom, tudo bem... Eu já tava conformado mesmo em ir pro Inferno desde o dia que mandei Deus pra vários "lugares bonitos", fazer várias "coisas bonitas" porque fiquei revoltado com o mundo u.u

Makoto Bakura disse...

Aliás, Amer, aproveitando que você tá por aqui agora, dá uma conferida nesse Blog quando tiver um tempinho livre...

http://legendazoada.blogspot.com.br

É o mínimo que posso fazer pra tentar retribuir as risadas que você já me fez dar =D

rodrigo; disse...

Amer, que bom que você voltou! Fez mais falta do que imagina, e voltou com um incrível artigo!
Deixo só um conselho, assista Kara no Kyoukai, tá ai uma série que vale incrivelmente a pena

Kinni disse...

@Makoto Bakura

Cara, não precisa se preocupar, ofender o espírito santo é bem mais difícil do que parece.

Rubens Leite disse...

Não queria falar sobre isso - é cansativo - mas não consigo me segurar. (Não interprete errado Anon)

Primeiro vamos expor os fatos:

Anon fez um comentário expondo um ponto de vista a respeito da postagem.

Todos estão eufóricos porque o Amer voltou (eu também estava).

Poucos leram todos os comentários do post porque queriam falar logo ao Amer o quanto gostam dele.

Só o Vulto amarelo se deu ao trabalho de falar alguma coisa a respeito do comentário de Anon (com um certo desrespeito), que passou despercebido quando era para chamar atenção (não que esse fosse o objetivo do seu autor).

OK ai vai:

Das 3 uma:

1 - O Anon quer expor um ponto de vista a respeito da postagem do Amer, e para isso citou um caso nada comum que aconteceu com ele, mas foi perfeitamente superado por tal e hoje ele tem uma vida normal.

2 - O Anon quer chamar atenção e falou besteira (inventou a história).

3 - O Anon realmente passou por tal caso, mas não o superou e criou um mundo de ilusão no qual vive, o que fez ele ter uma interpretação um pouco errada do estrupo (quando envolvendo crianças e adolescentes), e acabou postando-a aqui.

O que eu penso:
Quem estrupa merece ser capado e levar uma surra de pé de cabra, pois fez tal ato consciente. Quem é estuprado merece ser tratado psicologicamente, para que não acabe como o Anon disse: se achando uma aberração.

O que eu não quero:
Que essa discussão tome rumo e o Amer tenha que se preocupar em dar aulas de ética, moral, psicologia psicanálise e tudo mais. E que venha mais pessoas falar também sobre isso tudo, e o blog acabe uma discussão eterna sobre estrupo.




cpazuos disse...

Caral que bom que vc voltou. tava sentindo falta de ler os seus textos...

espero que seus problemas estejam todos resolvidos.


falando sobre esse texto quando li o titulo tinha vindo na minha cabeça que estaria no meio dele a Yuria mas depois que eu percebi que o texto é sobre garotas duronas e "fortes".

parabéns pelo blog que ainda continua divertido.

Unknown disse...

yay amer voltou o/

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

Amer, o novo cartoon do Avatar já está passando. você pretende fazer alguma matéria sobre isso?

Unknown disse...

OMG vc fez falta....... \o/
Espero que esteja tudo bem.

Pablo Jackal disse...

Amer seu lindo! vc voltou! *-*

imperion disse...

ai amer pensei que tinhamos ficado orfãos. ainda bem que voltou. foram meses de lançamentos, sem poder passalos pela sua opinião critica.

Diana disse...

Amer

Antes de tudo, já vou lhe avisando que esse comentário é imenso, então prepare sua paciência.

Ano passado, estava eu passeando pela internet, quando me deparei com seu blog. Eu lembro que o primeiro texto que li foi sobre o traço de Rob Liefeld (hilário). E pronto! Foi suficiente pra eu começar a visitá-lo com frequência.
Isso porque você é um cara muito inteligente e dono de uma grande personalidade. Você tem um dom com palavras, Amer. E a prova disso é a quantidade de pessoas que te deram forças nesse momento tão difícil.
Fico muito feliz que você esteja de volta à ativa! Já estava sentindo falta dos seus textos. E pra você ter uma ideia do quanto você escreve bem, eu li todo seu novo artigo (e gostei muito), mesmo não gostando de anime.
Aliás, eu nunca fui grande amante de animes e mangás e não entendo praticamente nada de games, mas eu já li vários artigos seus abordando esses temas. E sabe de uma coisa? Eu adorei ler sobre eles, mesmo não gostando ou entendendo nada. E sabe por quê? Porque você tem um talento sem igual com palavras. Já perdi a conta de quantas vezes eu me peguei rindo sozinha lendo seus textos (os melhores são os que zoam Crepúsculo...). Mas não se trata de um simples humor vazio, não senhor. Há muito conteúdo no que você escreve.
Aliás, o seu texto sobre a rixa ridícula entre Game of Thrones e O Senhor dos Anéis é sensacional e deixa aquela mulher que o escreveu no chinelo...
Não o conheço pessoalmente, e muito provavelmente nunca irei conhecer. Mas posso dizer, sinceramente, que passei a admirar você. E se antes eu não acreditava que pessoas pudessem se identificar só pela internet, pelo seu blog, eu passei a pensar diferente. E por mais meloso que isso possa parecer Amer, eu devo confessar que fiquei preocupada em não ver mais posts seus. E fiquei muito feliz de ver que você se recuperou!
Parabéns pelo seu blog, e continue sempre assim! Sei que é fácil pra quem vê de fora dizer isso, mas não se entregue à depressão, pois você tem grande potencial.
E como já te disseram antes, Amer, você é grande!

PS.: Desculpe o comentário imenso. Espero não ter feito você entrar em coma diabético com minha mensagem...

Anderson disse...

Ae, o Amer voltou\o/

Blazer disse...

Você voltou !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!11

Old_Nash disse...

Pensei que vc tivesse morrido.
Vlw pelo Post.
Ainda mais pq não esqueceu das mulheres clássicas.


Cuide-se.

Unknown disse...

Bem vindo de volta, Amer! Ansiava pelo seu retorno. Apesar de nunca ter dito nada, acompanho seus posts há um bom tempo e sempre entrava aqui e no Game blog esperando por novos posts. Espero que tudo continue muito certo na sua vida! Bom, sobre o post, gostei bastante, principalmente por falar de Mangás que não conhecia e que vou procurar conhecer, mas pergunto: e Mireille e Kirika, de Noir?

Mata ne!

Peri disse...

"este anjo entrou no céu por cotas e era um tremendo incompetente"

anti-joke chiken: cotistas tem desempenho melhor do que aqueles que ingressaram sem cotas: http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,desempenho-de-cotistas-fica-acima-da-media,582324,0.htm (e olha que esse jornal é notavelmente contra esse tipo de política, mas teve que admitir mesmo assim XD)

Luis Paulo S.M disse...

Cara...

CADÊ MEU "DOZE MOTIVOS PARA VOCÊ ASSISTIR THE SPECTACULAR SPIDER MAN"!!!!

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

Luis... talvez o Amer faça um post sobre o filme do do aranha. que só vi até a metade. quero que faça uma resenha de trasformers 3. e sobre o novo peter, está melhor que o Tobey Maguire. me pergunto onde ele estará

D.N. Ledas disse...

E aí Amer, a quanto tempo! que bom que vc voltou! Seu blog é um dos melhores que eu leio na net. Gostaria de convidá-lo para visitar meu blog. Passe lá;
www.oanjodasruas.blogspot.com

Adriana Rodrigues disse...

O AMER ESTÁ DE VOLTA!
HOORAY!

Cara, que bom que você tá de volta. Seus posts fazem falta pra caramba e que ótimo que você superou sua depressão. E eu aqui achando que você só tinha se cansado do blog, ou arranjado um emprego puxadão. :/

Mariana Almeida disse...

AMEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEER *_*
Ai eu nem acredito que você voltou, Amer! Não vejo muitos animes, mas só por você ter voltado a escrever eu ganhei meu dia! (que até agora estava uma merda =/)
"Que susto tomei quando abri essa página e não vi o gollum na capa" +1
Espero que você esteja melhor, Amer, espero de verdade! Minha permanência na internet não era a mesma sem minha visita semanal ao seu blog.
Cheers e bem-vindo de volta!

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Giulian Vaz disse...

Cara, eu até me ajeitei na cadeira quando vi artigo novo. Não da pra medir o quanto eu fiquei feliz.

Como tenho tido pouquíssimo tempo para ver novos animes ou rever alguns eu concordo com a lista.

Só colocaria nas menções a Otsu (Vagabond). Natureza gentil e prestativa conquistando a confiança do grande Yagyu em pouco tempo.
Digo, quantos duelos de vida ou morte Musashi venceu só pela vontade de revê-la, saber pelo menos como ela está.
Mais como ela não teve grandes feitos, entendo a não inclusão dela.

E como fã incondicional de Hokuto no Ken não deixo de lembrar da Mamiya.

Bom ter você de volta no Game Blog e agora nos dois. Aguardaremos mais um dos seus ótimos textos. Abraço!

Ursula disse...

AAAA Amer que saudade que eu estava de ver um post seu aqui. Fico muito feliz de ter voltado. *-*

Bruno Mattes disse...

Tô sem muito tempo pra escrever, então serei breve, mas entenda isso com todo o meu sentimento de alegria:
Que bom que você voltou, meu amigo, Amer. Sentimos muito a sua falta. Você sabe. Forte abraço. <o/

Genius disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Genius disse...

Bom telo de volta Sr.Hammer, realmente seus postes fazem falta, descordo um pouco de tua opinião sobre Kusanagi, mas todos temos nossas opiniões, tu saiu de uma depressão e eu de uma crise de pânico.
Saudações.

astroty disse...

Olá Sr. Amer, *cof cof*
ja li seu blog faz muito tempo e gosto da forma que você escreve, e sei tambem que você tem um grande conhecimento sobre desenhos animados.
por este motivo queria lhe sugerir um desenho "incomum", mas que faz muito sucesso apesar do nome.
O nome do desenho é my little pony friendship is magic, não, não é aquele da epoca de 80/90/outra data ai, é uma geração nova (G4) que foi lançada no canal estadunidense The Hub, e que, se me permite dizer, é um dos melhores desenhos da atualidade, com uma fandom muito ativa (composta em sua maioria por homens, mas tambem tem mulheres claro .-.)
para se ter uma ideia do quão a fandom é presente, visite este site ( http://www.equestriadaily.com)
ps: atente-se para o numero de visitas

a comunidade é tão fanática que chega-se ao ponto de criarem projetos(os que vou listar ainda estão em conclusão) como:
episódios feitos por fãs
um filme feito por fãs
um jogo de kart (ponykart)
um jogo de luta (fighting is magic)
um rpg (legends of equestria)

sei que você deve ter assistido vários desenhos em sua vida, e se já foi capaz de assistir ren & stimp deve ter a mente aberta o suficiente para dar uma chance para este desenho e ver o quão bom ele é

Jacob F. disse...

Que bom que voltou, Amer!!!

Pelo que vejo, você tem mesmo bom gosto por garotas que enfeitam os animes.

Eu já tive uma vez pela enfermeira Joy, mas agora não vem ao caso.

O fato que você é subjacente detalhado quando o assunto é Japão.

Felizmente ainda não saiu um artigo falando só de hentai, né?

Hehehehe, Bazinga!

Projeto de HQ - UFPel disse...

Melhor que ter seus posts de volta é saber que um cara legal como você conseguiu superar esse obstáculo.
Um grande abraço e que seu sucesso continue.

Guilherme Pimentel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Guilherme Pimentel disse...

Ainda bem que voê se recuperou e voltou a postar no blog, esse foi um dos melhores blogs que eu ja li parabense obrigado!! :D

Matthew disse...

Mestra Genkai, cara.

sarahcastanha disse...

ELE VOLTOU ELE VOLTOU ELE VOLTOU LALALALALALALA LALALALA LALALA Seja bem-vindo!!!

juliodc disse...

Olmer, não queria postar coisa chata nem nada, mais:

http://www.techtudo.com.br/jogos/noticia/2012/03/especial-a-historia-da-serie-street-fighter-parte-1.html

Achei terrivelmente parecido com o seu artigo de mesmo nome de 2009...

Richard Souza disse...

Muito bom o seu blog Amen, estou acompanhando recentemente.
Seus posts são longos, mas bem divertidos e leves o que não nos canssa. Hehe.

Eu sei que é meio chato, mas estou começando a criar o meu blog. Você e o pessoal não poderiam passar lá, só para dar umas dicas? Agradeceria muito oculosmiopes.blogspot.com.br

AJJ disse...

Que bom que você ficou bem e está de volta! Foi mesmo uma surpresa abrir seu blog e ver uma atuazização! Já estava quase desistindo D: Espero ver mais atualizações e que você só fique melhor :D
Senti falta de Princess Mononoke e Claymore :( Você devia meeeesmo ler Claymore :~

Pablo Henricky disse...

Ja sinto que estamos ficando orfãos de novo!

Bob Mota disse...

Excelente postagem Amer! Estou torcendo para que dê tudo certo para você. Você merece.

-ABVM- disse...

Oh meu Deus, o Amer está vivo!

Calibre 38 disse...

podia ter citado a tenente hawkeye do fullmetal alchemist ela é um bom personagem

any suju disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
any suju disse...

Adoro a Revy ela é um ótimo personagem e me cativou na hora que abri o mangá...... rsrsrss. Sério esse esterótipo de que nós mulheres somos fracas e indefesas está começando a me irritar, gosto muito desse personagem por isso.
Fiquei de cara quando vc citou Guerreiras Mágicas de Rayearth, por que tipo, muitos julgam esse anime por causa do desenho tosco q realmente ele tem, e pelo fato de serem meninas...... na boa.... eu fiz isso. hahahahah
Mas depois q vi e fiquei meio de cara com o final, eu percebi o quão intensa é essa história, Realmente um bom anime.
Nana foi e ainda é um dos meus mangás favoritos, infelizmente como é caro p caralho eu n consigo comprar mais..... mnha coleção esta incompleta..... bosta.
Enfim, me chamou a atenção pelo fato do mangá te jogar na cara dura a seguinte frase "NADA NA VIDA É DO JEITO QUE VOCÊ QUER. VOCÊ VAI SIM COMETER ERROS." É um mangá muito bom.

Bem eu estou começando agora nesse mundo de Blog, sou nova por aqui e o meu ta um pouco GAY ......... ¬¬' vou ter q mexer naquilo.......
Eu até te chamaria pra passar lá...... mas ele realmente ta gay..... pqp.

Sou uma grande fã do seu blog, adoro suas historias.... tanto que quando achei aqui eu li quase todas os seus post anteriores....... é..... to falando sério.... eu li quase tudo..... enfim. E adoro quando vc reaparece...... uma vez por ao e tals....... HÁHÁ, Espero que continue com o ótimo trabalho.

Um beijo

PudimDeLeite da silva disse...

Eu também acho que já li quase todos os posts antigos, só pela saudade.Que bom que o blog está de volta!Trêzentas vivas para o Amer!

Mystik disse...

Você voltoooou! *abraça* e com um artigo MUITO legal.
E o melhor desse artigo foi você ter colocado Nana em primeiro lugar e as razões por te-lo feito. Não poderia concordar mais.

Bem vindo de volta!!!

Bruno Novaes disse...

Amer, ótimo post.

Bem vindo de volta.

Faltou a Gally (Alita) de GUNNM, que acredito ser a personagem feminina perfeita para exemplo.

Até mais!

Allow disse...

Que bom que vc voltou Amer, não sabia oq tinha acontecido com vc e fiquei sem entender o pq da página ficar off tanto tempo, mas que bom que vc está melhor cara. Não abandone esse blog e continue bem ^^

Mixirica disse...

Aee Amer tava pensando em passar aqui essa semana só pra te deixar um abraçao e felicitaciones, pq como todos os leitores eu estava orfão de conteudo decente na net graças a Kami Sama...

Cara depressão é .Oda passei por isso quando descobri que tinha MAV Cerebral, foi muito dificil pra mim mas Graças a Deus e apoio de amigos e familiares estou de pé de novo, não foi facil, dias e dias achando que ia morrer as vezes ainda tenho minhas crise, mas sempre encontro forças pra me reerguer

cara a Fujiko é muito dahora eu assito Lupin (sim assisto Lupin gosto de animes da velha guarda) e racho muito com ela como pode ser tão vagaranha (no sentido de passar perna SEMPRE no tonto do Lupin)

e a Revy... ahh Revy... melhor parar por aqui antes que tenha que ir pro banheiro rsrsrsrsrs

cara que bom que vc esta bem, que Deus te abençõe manolo e te de forças Hail ao Escaravelho... digo digo Hail ao Amer

Gustavo Falleiros disse...

Amer faz a lista dos melhores jogos do ps2 ^^

Unknown disse...

Porra Amer, já vai nos deixar novamente? Ordeno um novo artigo para semana que vem, obrigado.

Daniel França disse...

bem vindo de volta!

Daniel França disse...

bem vindo de volta ao blog,e se tiver outro problema pessoal...AVISA eu sei que é ruim falar sobre a vida pessoal no blog mais eu acabo pensando que você desistiu ;D

Kyrie disse...

AMER!!!!!

AEAEAE! Estarei acompanhando você como sempre!

Abraços!

Tom disse...

minha namorada e a irmã dela estão devorando seu blog- leia: lendo quase todos os artigos- depois que vc mencionou nana. Mandou bem manu.

Rubens Leite disse...

Ufa. Li quase a metade dos artigos do blog cara! Isso me lembrou o quanto você escreve bem Amer. Da até vontade de escrever também, tanto é que comecei a escrever um segundo artigo pro meu blog. Valeu Amer, simplesmente abrigado por existir.

André disse...

Eu leio seu blog há muito tempo e nunca deixo de visitar ele de tempos em tempos, torcendo por uma nova postagem. cê é O cara, Amer!

Ozz disse...

Uma nova postagem! Deus, Amer, quase havia esquecido de ti!!!
Sinto muito pela sua fase de depressão...mas ainda bem que agora você está bem ^_^
O post foi maravilhoso, mas só tenho uma reclamação: Lí Chiropteras como Chiropetas e não pude parar de rir O POST INTEIRO.
Ótimo post! :D

Andrei 'Ashura' Melo disse...

Ótimo texto como sempre, Amer!

Bruno C. disse...

HOORAY!

Oi Amer! Bem vindo de volta! (Se bem que eu tô falando isso mais atrasado que viajante do tempo bêbado) Já stalkeio o blog faz tempo mas nunca tinha postado, mas achei que se tinha uma hora, era agora e tudo o mais. Valeu por escrever artigos tão legais, by the way, você chuta bundas! (E esse artigo chutou muitas delas, pode crer)

Ah, e parabéns pelas melhoras. Eu não consigo mesmo imaginar como deve ser, mas diabos, deu pra sacar que você precisa ser o cara para brigar contra a depressão assim. E os seus amigos devem ser Os Caras também, for sure!

Ah, é, eu ia até perguntar porque não a Yoko por aí, mas eu nem sei se você assistiu Gurren Lagann, então fica aí a pergunta ao invés da primeira xD (Se você não assistiu, hey, recomendação aqui. Melhor anime com robôs gigantes de todos. Personagens tão machos que poderiam ir beber com o Kenshiro e mechas tão animalescos que todo e qualquer resquício dos emos de Evangelion foram EXORCIZADOS DA ALMA DAQUELES QUE ASSISTIRAM-NO)

HFA disse...

Olá Ammer, acompanho seu blog já faz um tempo e gostaria que você desse uma olhada na minha HQ. Os desenhos são péssimos mas tenho certeza de que você vai dar umas boas risadas. http://hfablogs.blogspot.com.br/search/label/Slashman

Eu também tive um ataque de depressão há algum tempo, e tinha cancelado a minha HQ por causa disso.

Lucas Bomfim disse...

O Amer mal voltou e já foi embora. Amer, vc tá doente msm ou isso tudo vc tá querendo enganar a todos e continua trabalhando aqui: http://blogs.pop.com.br/cinema/

Amer H. disse...

A todos que vêm aqui:

Tou trabalhando em um artigo que deveria ter entrado em outubro, o que infelizmente não aconteceu. Ando com falta de tempo e cansaço extremo, o que tem me impedido de escrever aqui com a frequência que eu gostaria.

Enquanto um artigo novo não aparece, só peço que não me chamem de mentiroso. Pois não era o que eu esperava quando me abri com vocês e lhes contei sobre os problemas que tive.

Eu tenho uma vida fora deste blog. Nem sempre consigo encaixá-lo no meu dia-a-dia, ok?

Obrigado a todos que se mostram compreensivos.

Marco Antonio disse...

Nossa, que comentário patético do cara que disse que o Amer estava mentindo porque continua trabalhando no site de cinema.

Amigão, lá é um EMPREGO, ele faz para viver. O blog ele mantém por prazer e se esforça pacas para isto porque os artigos são extensos, com um monte de informações.

Mas nem dê pelota, Amer. Sempre tem alguém para falar bobagem.

¡ HaŗdŃəck ψ ™ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lucas Bomfim disse...

Ok, Ok, não precisam me xingar, foi só uma pergunta. Além do mais, é bom saber que você anda conseguindo se sustentar e tenha um emprego fixo. É que eu só tinha achado estranho vc ñ ter deixado isso explicito na sua postagem, porque é provável que está seja a maior razão do seu estresse e falta de tempo. Mas tudo bem, isso deve passar. Sei como é problemático ter um blog, ainda mais um do seu tipo, com postagens que parecem até uma Bíblia. Foi mal se pareceu que eu te chamei de mentiroso, ñ foi minha intenção. Desculpa.

Nicolas disse...

Malditos sejam aqueles que irritam o grande Amer! PQP, todo mundo espera que os planetas do sistema solar se alinhem para a publicação de um novo artigo, e esse cara desfaz tudo =)

Criticar é normal Lucas, brincar com doenças sérias, não. O cara não deve nada a ninguém, os artigos que ele publica aqui são frutos do prazer dele de escrever em um blog pessoal, só isso. Se ele quer ou não escrever e as causas, são problemas que só interessam à ele, e somente a ele.

A internet é o lar de muitas brincadeiras de mal gosto e do anonimato perverso; no entanto, espero que pelo menos por aqui impere o entendimento e o bom senso.

Abraços!

Shouugo disse...

muito bom!!

Júnior disse...

Amer, não sei se você lerá esse comentário, mas enfim, peço que você veja o anime de Jojo's Bizarre Adventure que está sendo exibido =q tá no episódio 20 e vai até o 26.

Eu sei e entendo o seu desgosto pela maioria dos animes ueHAUehAUe mas cara, pelo o que leio do que você gosta em animes, tenho certeza que você vai gostar NO MÍNIMO de Phantom Blood, que é o primeiro arco de Jojo, do epi 1 ao 9.

E o que isso tem a ver com a lista?
Bom, primeiro tem a Erina, personagem que estaria numa menção honrosa por causa de uma certa coisa e a Lisa Lisa, personagem do segundo arco que é muito respeitável.

Sei que provavelmente meu comentário passará batido, mas tá aí a dica! euahueauheuha Abraços e continue com o bom trabalho! Adoro o blog!

Seu Zé Nando disse...

Amer, se você achou Nausicaa panfletário precisa ver Mononoke Hime (Princess Mononoke é o Walt Disney que me carregue).

Galomortalbr disse...

vei se leu Nausica(o manga),meu na boa acho que ela merecia no minimo 10 Lugar(1# se fosse,personagens feminas fortes)