sábado, 7 de fevereiro de 2009

Crítica do Amer: Capcom Fighting Evolution


Crossovers nos quadrinhos são uma maneira fácil de uma editora faturar uma grana mole com uma história fraca.

Qualquer um que tenha acompanhado a saga Marvel vs DC deve se lembrar da decepção que ela foi: Wolverine sem Adamantium nos ossos inexplicavelmente derrotando o Lobo, Homem Aranha saindo na mão com o Superboy quando definitivamente merecia um oponente melhor e a luta entre Hulk e Superman, que tinha tudo para ser o confronto mais titânico da história dos quadrinhos, acabou sendo mais morna que uma tigela de tapioca.

Nos quadrinhos, crossovers são quase sempre uma decepção, mas nos games, eles valem muito a pena.

Pelo menos, na maioria das vezes.
Quem pode esquecer dos crossovers da Capcom com os heróis Marvel? De Street Fighter vs X-Men até Marvel vs Capcom 2, foram alguns dos melhores games de luta 2D já lançados.

Uma pena que a Capcom estragou tudo quando resolveu fazer um crossover entre seus próprios personagens.

A empresa originalmente estava planejando um game de luta em 3D com alguns de seus personagens mais populares: Capcom Fighting All-Stars. Poderiamos jogar com os eternos Ryu e Chun-Li, além de Batsu de Rival Schools, Alex de Street Fighter III e Haggar e Poison de Final Fight.

HAGGAR E POISON!!!

DE FINAL FIGHT!!!!!

Pare de ler um pouco para recuperar o fôlego.

Isso, assim mesmo.

Enfim, por incrível que possa parecer, os testes com a demo do jogo receberam críticas negativas dos fãs e a Capcom enlatou o projeto.

Entretanto, eles resolveram reciclar a idéia de um crossover com os personagens da casa.

O que foi liberado então... bem... foi uma das coisas mais vergonhosas da história dos games.


Capcom Fighting Evolution reune personagens de Street Fighter II, Street Fighter III, Street Fighter Alpha, Darkstalkers e Red Earth.


Não se preocupe caso não conheça Red Earth, é um jogo relativamente obscuro no ocidente.

Enfim, cada personagem funciona como em seu jogo de origem, mas este acaba sendo um dos piores problemas do título, pois cria um desequilíbrio imenso na jogabilidade.

Isso se deve ao fato de que os personagens foram literalmente "copiados e colados" de seus games de origem e muito pouco trabalho foi feito para equilibrar os mesmos.

Embora o número de 23 lutadores possa parecer satisfatório, os personagens escolhidos para representar seus respectivos universos não foram as melhores opções. Personagens populares como Ken, Sagat, Morrigan e Charlie foram preteridos em função de M.Bison, Anakaris e Karin.

Em minha opinião, quando se faz um crossover, deve-se colocar os personagens mais populares para contracenar e por mais que eu goste de Zangief e M.Bison, sinceramente acho que teria sido uma escolha melhor os trocar por Sagat e Cammy.

A única personagem nova do game é Ingrid, uma menininha de cabelos brancos que depois foi acrescentada a Street Fighter Alpha 3 Max no PSP. De acordo com o pouco de história que recebemos, ela é uma entidade multi dimensional super poderosa que blá blá blá blá, cuecas, lucros.

A história dela não faz nenhum sentido, basta saber que a Capcom quis nos convencer de que ela é mais poderosa que o Akuma.

Pois é, posso sentir o ódio crescendo em seu coração. Una-se a nós! Absolutamente ninguém no mundo gosta dela.

...

Bom, sempre tem um otaku que gosta, mas a maioria dos fãs a odeia.

Quem diria? A Capcom conseguiu criar um personagem pior que a Sakura.


Visualmente falando, o game é porco.


Como eu disse antes, os personagens foram simplesmente copiados e colados de seus respectivos jogos e não houve nenhum tratamento nos mesmos.

Sabe o que isso significa?

PIXELIZAÇÃO!!!

Os personagens são horrivelmente serrilhados, o que se deve à baixíssima resolução do jogo. Não apenas isso, mas eles perderam uma quantidade imbecil de quadros de animação quando foram trazidos para este game.

E você achando que eu tinha pego fotos ruins! Pois é, o jogo é assim mesmo.

Tal fato é incompreensível, uma vez que em Marvel vs Capcom 2, os personagens da Capcom também foram recortados de seus jogos de origem, mas o resultado final não foi terrível como o que tivemos aqui.

E a baixa resolução e falta de frames de animação são muito mais notáveis nos personagens de Street Fighter III e Red Earth, que vieram de games que usavam a placa CPS-III, que permite sprites enormes e com animação barbaramente detalhada.

O pior de tudo é comparar os personagens "convidados" com a novata Ingrid, que por ter sido criada para este game, foi um pouco mais bem trabalhada que o resto do elenco.

O som do jogo não ajuda, mas também não atrapalha.

As músicas não são ruins, mas fica a pergunta de por que a Capcom não utilizou os temas originais dos personagens aqui presentes. Tais músicas estão presentes no jogo através de um Sound Test, por que não usá-las nas lutas?

As vozes continuam as mesmas de sempre, o que é positivo. Mas em um jogo que já é uma batida de trem, tal fator não serve de redenção.


Muito bem, falemos da jogabilidade.


Ela é extremamente quebrada.

Novamente, graças à técnica de "copiar e colar" os personagens replicam exatamente a jogabilidade de seus games de origem.

Os personagens de Street Fighter II possuem apenas uma barra de especial e não possuem refinamentos como bloqueio aéreo ou "dash", a galera de Darkstalkers pode carregar até três barras de ataque especial e pode utilizar as variações de ataque "EX" e "ES", o que lhes dá um arsenal muito maior. O povo de Street Fighter Alpha pode carregar uma única barra, mas não tem acesso a Super Combos. Ao invés disso, eles podem executar apenas "Custom Combos" como se tivessem escolhido o "V-ISM" de Street Fighter Alpha 3 e os de Red Earth podem carregar duas barras e usá-las para ganhar level e aumentarem seu poder, ou executarem ataques especiais.

E por aí vai.

Tais discrepâncias entre os personagens criam um desequilíbrio tão absurdo que é difícil acreditar que o game não é uma piada de mal gosto. Os personagens de Street Fighter Alpha e sua inabilidade de usar Super Combos acabam se tornando os mais fracos de todo o rost, assim como os de Red Earth e seu complicado sistema de evolução, que acaba não sendo uma boa opção em um game como este.

O desequilíbrio é tão burlesco, que se você jogar com um dos chefes (Shin Akuma e Pyron) poderá dizimar a todos os outros oponentes com pouca ou nenhuma dificuldade.

Como a cereja do sundae, os controles não possuem a precisão necessária para um game desse tipo. As vezes é um parto usar super combos como o Shinku Hadouken, especialmente em momentos de desespero.


O game foi lançado para Playstation 2 e Xbox.


Tenha em mente que estou analisando a versão de Xbox que é MELHOR que a de Playstation 2. Aparentemente, a Capcom deu uma ligeira refinada na jogabilidade e visual do jogo, que no Xbox são um pouco melhores do que o que recebemos na versão de Playstation 2.

Mas em ambos os consoles, o game é uma catástrofe.

Se você for um entusiasta de games de luta 2D, vale a pena conhecer esta bomba por mera curiosidade. Mas se quer um crossover que preste, fique com Marvel vs Capcom 2 ou Capcom vs SNK 2, que são escolhas muito melhores.

E nenhum destes games tem a miserável da Ingrid, o que por sí só, já é uma benção.

Cheers!!!

19 comentários:

Ryunoken disse...

"Quem diria? A Capcom conseguiu criar um personagem pior que a Sakura."

Primeiro aquela citação ao vovô Simpson, depois isso.

Cada vez gosto mais dos teus textos.

Bruno disse...

Tô com a leve impressão de que já joguei esse jogo.

Elson disse...

O inicio do artigo falando a respeito de crossovers me lembrou de um que é ate meio velhinho. É uma série de 4 edições que rola Homem-Aranha x Superman, Batman x Hulk e acho que Novos Titãs x X-men.

No Hulk x Batman, o Hulk leva um murro do Batman e perde o fôlego O.O
Eu nunca entendi como um ser que aguenta disparos de tanques de guerra pra cima, perde o ar com uma porrada do Batman...

Quanto ao jogo, não conhecia. Último crossover da capcom que joguei foi o x Marvel 2, que até hoje dou uma jogadinha quando to passando pelo fliper e tem "contra".

Frodo Dylon disse...

quando eu ví o título, confesso que fiquei com medo de você ter gostado do jogo.

joguei poucas vezes, e foi decepcionante, nunca pensei que sairia um jogo de luita 2D que ficasse pior que SNK Vs Capcom

pessoal, quem tiver oportunidade de jogar Capcom Vs SNK 2 ou Marvel Vs Capcom 2 no Dreamcast, faça imediatamente (alguem pode me dizer pq eu fui tao idiota a ponto de dar meu Dramcast para meu priminho???)

Sergio disse...

Capcom VS SNK 2 é bom pra caralho.

até hoje de vez em quando eu jogo umas partidas com meu primo no dreamcast

Smile Time disse...

cuecas, lucros

Hehe, etapa 1 e etapa 3

Thyago disse...

cara, eu joguei capcom vs snk, jogo ÓTIMO, mas temos que adimitir q o ruim daquele jogo eram as telas de loading, q eram constantes e MUITO longas.

quanto a este jogo, passo, com certeza, nem vou me dar ao trabalho de procurar

David disse...

Será que a capcom vai colocar a Ingrid nos futuros jogos do SF?
seria terrivel!
abraços

Alexandre Arthur disse...

thyago, jogue capcom vs snk 2. os loadings são bem pequenos

Marcelo disse...

Falam em crossovers, eu me lembro a minha infancia, quando eu e meus amigos vivíamos nos perguntando quando fariam um Street Fighter vs Mortal Kombat...

=P

Marcelo Hazuki disse...

Excelentes comentários Amer. Pelas imagens que eu vi, esse a Capcom não se esforçou muito pra fazer issso aí que foi chamado de jogo. O que me deixou intrigado é que eu tenho alguns jogos de CPS III como Red Earth, Street Fighter 3, JoJo Bizarre Adventure no emulador e os gráficos são bem maneiros. MAs depois que a capcom descobriu o Ctrl+C Ctrl+V tudo ficou mais fácil né? Hahahahhahahha. Eu de vez em quando jogo no pc, Marvel vs Capcom 2, Capcom vs Snk 2, o gráfico é show de bola. Valeu pelo post.

Cheers and Justice for all!!!

Alexandre Arthur disse...

eu tenho o capcom fighting evolution, realmente é uma merda de jogo, mas vale pelos finais que são bem desenhados. Ae amer, q tal um review de neo geo battle coliseum, a contraparte snk do capcom fighting evolution....

juninho-ad disse...

Única coisa que não concordo nessa postagem é sobre a Sakura, que eu acho muito foda, mas do contrário, eu realmente odiei esse jogo, dificilmente um jogo ruim será pior que esse, Capcom Fighting Shit Trash Evolution é realmente um jogo de merda... acho que de jogos de luta famosos 2D no PS2 somente SNK vs Capcom Chaos supera ele... mas lembrando que SNK vs Capcom chega a ser traumático de ruim...

Praga disse...

Sou um fdp de tão entusiasta, mas mesmo vocês mandando esse jogo ochiro com um shun goku satsu, me arrisco a joga-lo...
afinal, não a nada pior que neo geo battle coliseum...

Natalia Nee-Sama disse...

Morrigan é apenas popular porque ela tem peitos.

Ela na verdade é uma personagem sem personalidade ou carisma. Ela é basicamente "Olhe para mim, sou gostosa" e é tudo. Acredito que no fator comico e personalidade, Anakiris tem bem mais que ela.

Nem tudo que é popular é bom.

Gabriel // zGABRIELz disse...

ViperMu – Servidor de Mu Online Season 4 – Há 3 anos online!

Não conhece ainda a qualidade do ViperMu?

Servidor fácil com 3 anos de tradição, sem lag, melhor anti-hack do Brasil e garantia de diversão, amizade e qualidade! Hospedado no Brasil, com ping médio de 20 ms. Esperando o que para se cadastrar? Acesse agora mesmo: www.vipermu.net

»Nome: ViperMu / 24h Online
»Versão: 1.05D+ Season 4
»Experiência: 10.000x
»Média de players On-Line: 700
»Drop: 100%
» BugBless: /zen
»Reset: Acumulativo
»Eventos Online: Castle Siege, ChaosCastle, DevilSquare, Ilusion temple, Crywolf entre outros.
» Eventos todos os dias com premições ( Ítens full ).
»Cadastre-se e ganhe 7 dias de Vip Gold
»A cada char criado você ganha set e armas full iniciantes para ele.
»Sistema de Master Resets valendo Gold's !

Visite também nosso fórum: http://forum.vipermu.net/

Lembrando que nosso fórum sempre traz eventos valendo Cash's e muitos outro beneficios.

Atenciosamente,
lHaDeSl

Gabriel // zGABRIELz disse...

ViperMu – Servidor de Mu Online Season 4 – Há 3 anos online!

Não conhece ainda a qualidade do ViperMu?

Servidor fácil com 3 anos de tradição, sem lag, melhor anti-hack do Brasil e garantia de diversão, amizade e qualidade! Hospedado no Brasil, com ping médio de 20 ms. Esperando o que para se cadastrar? Acesse agora mesmo: www.vipermu.net

»Nome: ViperMu / 24h Online
»Versão: 1.05D+ Season 4
»Experiência: 10.000x
»Média de players On-Line: 700
»Drop: 100%
» BugBless: /zen
»Reset: Acumulativo
»Eventos Online: Castle Siege, ChaosCastle, DevilSquare, Ilusion temple, Crywolf entre outros.
» Eventos todos os dias com premições ( Ítens full ).
»Cadastre-se e ganhe 7 dias de Vip Gold
»A cada char criado você ganha set e armas full iniciantes para ele.
»Sistema de Master Resets valendo Gold's !

Visite também nosso fórum: http://forum.vipermu.net/

Lembrando que nosso fórum sempre traz eventos valendo Cash's e muitos outro beneficios.

Atenciosamente,
lHaDeSl

David Lima disse...

Não acredito que vc não fez uma comparação com MUGEN , pq é isso que me veio a cabeça quando vi esse jogo . Um MUGEN pra ps2 kkkk..

Jonathan Ribeiro disse...

Esse jogo veio em um mix de jogos de luta da Capcom que comprei e realmente ele é bem ruim.
O único ponto que gostei foram os finais,em especial o do Jedah,que tem a participação do Dante.
Também concordo com o Amer,na parte que se refere a trilha sonora.
Aquelas músicas genéricas enchem o saco,custava colocar os temas dos próprios personagens?
(Apesar que o Marvel VS Capcom 2,também tem esse mesmo problema.
Aquela trilha sonora de jazz me enche a paciência.
Seria bem mais legal usar os temas dos personagens.)