terça-feira, 9 de setembro de 2008

Utopias não muito boas...


O cinema, os quadrinhos, desenhos animados e games tem o hábito de nos mostrar sociedades utópicas aos baldes.

Aqueles mundos onde tudo é perfeito, onde os avanços tecnológicos atingiram patamares impensáveis e tudo aquilo que desejamos está ao nosso alcance imediato e praticamente sem esforço de nossa parte.

Sim, a ficção adora jogar na nossa cara que o mundo em que vivemos é uma merda e que nossas vidas são uma merda igualmente horrível.

Pois bem ficção, foi você quem pediu!!! Hoje vou provar que a maioria dessas utopias são enormes merdas disfarçadas e que nossas vidas nesses lugares seriam ainda piores do que são onde moramos hoje!

Aliás, a imagem acima é a Rapture de Bioshock, seu inculto que não joga videogame! O lugar é uma distopia, estou sendo irônico!

Ora! Acompanhe-me e talvez aprenda alguma coisa!


Atlântida

Onde fica: Nas profundezas do oceano.

O que é: Um continente que há cerca de nove mil anos era muito mais avançado que qualquer outro e que após uma tentativa fracassada de invadir Atenas, acabou afundando no oceano "em um único dia e uma única noite de má sorte" como bem disse Platão.

Como acreditamos que é a vida por lá: Aparentemente, os Atlantes passaram os últimos nove milênios aperfeiçoando sua medicina e sua tecnologia, se tornando uma sociedade ainda mais avançada do que era na época em que afundou.

Os anos tolerando a pressão do fundo do oceano deve ter forçado os seus habitantes a evoluírem para uma raça de seres super-fortes capazes de entortar aço com a bunda e vamos considerar como um bônus o fato de que ninguém nunca viu uma sereia feia.

Como realmente deve ser: Em primeiro lugar, ninguém pode ter aparelhos elétricos, pois eu nem preciso explicar as conseqüências de se ligar uma torradeira quando se está cercado de água salgada, portanto pode dar adeus à coisas como televisão de alta definição, aparelhos de som digital e seu Playstation 3.

Estar embaixo d'água também impossibilita o uso de fogo. Vamos esquecer por um momento que o tal coisa é essencial para o desenvolvimento de qualquer civilização e considerar apenas que será impossível fazer um churrasco ou mesmo esquentar o jantar e que você seria obrigado a comer peixe cru o resto da vida.

E estando cercado de água, não poderia temperar com Shoyu ou Wassabi para variar um pouco o sabor.

Aliás, todas as sereias são lindas, mas que diferença isso faz se da cintura pra baixo você também for peixe?

Por fim, você pode dizer que há versões de Atlântida onde a cidade é protegida por uma redoma e onde seus habitantes são humanos como eu e você.

Isso é ainda pior, pois uma mera rachadura na redoma pode afogar a toda civilização Atlante antes que você pudesse dizer "Aquaman é uma bichona".

Só é preciso uma baleia com péssimo senso de direção.



Nova Thundera

Onde fica: A Thundera original fica em um ponto desconhecido do universo, mas Nova Thundera fica bastante perto do 3° Mundo. Tão próximo que os Thundercats conseguem ir de um planeta para o outro em jatos espaciais que não parecem mais potentes que o 14-Bis.

O que é: Um planeta fundado pelos sobreviventes da Thundera original e regido por Lion, que instituiu a crença da Justiça, Verdade, Honra e Lealdade entre seu povo.

Como acreditamos que é a vida por lá: Um planeta fundado pelos Thundercats? Diabos, deve ser do caralio!

Todo mundo deve ter seu próprio veículo avançado para todo terreno, suas armas sagradas com poderes especiais e mirabolantes, seu próprio Snarf pra cozinhar, limpar a casa e em quem possamos dar uma surra quando estivermos estressados e uma sexy garota felina nos esperando em casa quando chegarmos cansados do trabalho.

E para as meninas não acharem que estou sendo machista (pelo menos dessa vez), não existe nenhum homem em Thundera com físico menos que espetacular.

Como realmente deve ser: O rei passa metade de seu tempo em outro planeta enfrentando Mutantes e uma Múmia cheias de esteróides e no tempo que lhe resta não deve conseguir atender a todas as necessidades de seus súditos, o que deve deixar a população bastante insatisfeita.

Quando as revoltas estouram , com certeza os Thundercats são acionados e então o povo que está vivendo mal-amparado por seu rei ainda tem de aguentar ser surrado pelo Panthro e atropelado pelo Thunder Tank.

Não apenas isso, se a série animada for qualquer indicação, a proporção de indivíduos deve ser de três mulheres para cada cinco homens, considerando que uma dentre as mulheres citadas acabou de completar dez anos.

Nem preciso dizer o tipo de problema que esta proporção causa, dê uma pesquisada e veja os problemas que a China enfrenta por ter quase oito milhões a mais de homens do que mulheres.

Sem contar que muitos homens podem acabar voltando suas atenções para a fêmea de dez anos... e definitivamente não precisamos de mais um Japão.



Cybertron

Onde fica: Nos confins do universo, longe pra cacete.

O que é: Um planeta onde robôs gigantes vivem há milhões de anos e desenvolveram uma sociedade auto-suficiente onde todos podem se transformar em veículos e onde uma fonte de energia limpa e renovável mantém o planeta funcionando sem resíduos ou poluição.

Como acreditamos que é a vida por lá: Todos já quisemos ser robôs gigantes pelo menos uma vez na vida e viver em um planeta composto única e exclusivamente destes seres seria a maior das bençãos.

Não existe pressão para se aprender a dirigir, uma vez que você é seu próprio veículo e não existem grandes diferenças econômicas, uma vez que o combustível é usado como dinheiro em algumas situações.

Sim, é o mesmo que se pagássemos nossas dívidas com moedinhas de chocolate aqui na Terra e seria muito prático se você me perguntar.

Como realmente deve ser: Uma das coisas que todas as continuidades de Transformers deixam bem clara é que acontece uma guerra civil no planeta há milhões de anos!

A Segunda Guerra Mundial durou oito anos e já achamos que foi uma grande coisa, imagine um conflito colossal que ocupa todo o planeta e que literalmente acontece há mais tempo do que existe vida humana na Terra.

Lógico que o dia-a-dia em um lugar assim deve ser duro e aqueles que não nascerem com a capacidade de se transformar em um jato espacial com geradores sub-atômicos na sola dos pés sem dúvida devem pastar um bocado.

Sem contar que não há escolha de carreira. Em um mundo onde o conflito armado é global, sua única opção é se tornar soldado e passar o resto dos dias matando gente, vendo seus amigos morrerem e torcendo pra não levar um tiro na cabeça.

E você nem terá chance de aproveitar a possibilidade de se transformar, pois toda vez que o fizer, será para fugir em disparada de robôs maiores e mais bem armados que você.

Uma guerra civil em tamanha escala com certeza vai exaurir as fontes de energia renováveis do planeta, o que forçará sua trupe a se enfiar numa nave espacial e procurar outros lugares para explorar. Isso levará o seu conflito para outros planetas e espalhará a destruição até outras civilizações que nunca sequer tinham ouvido falar de robôs gigantes.

Aliás, um planeta gigante com a voz do Orson Welles pode aparecer ocasionalmente para comer seu mundo e o que restou de sua civilização, o que com certeza pode estragar seu fim de semana.



Patópolis

Onde fica: Nos Estados Unidos, provavelmente perto do centro criogênico onde a cabeça de Walt Disney foi congelada.

O que é: Uma metrópole habitada por patos e lar do Tio Patinhas, um sujeito mais rico que Bill Gates e dono de praticamente toda a cidade.

Como acreditamos que a vida é por lá: Quando os maiores criminosos de uma cidade são atrapalhados bandidos chamados "Irmãos Metralha", que são presos segundos após fazerem alguma traquinagem, é um sinal de que o lugar deve ser perfeito para se criar uma família.

E como o indivíduo mais rico da cidade é praticamente o dono dela, não há perigo de desemprego massivo causado pela falência de empresas pequenas. As mesmas já devem fazer parte do monopólio de Patinhas há muito tempo, o que sem dúvida deve gerar uma boa estabilidade econômica.

Como realmente deve ser: Uma vez que o dono de todas as empresas e comércios é o mesmo pato, não há competição e ele pode pagar os salários que bem entender a seus funcionários.

Considerando que Patinhas é um Quaquilionário, não é difícil imaginar que ele acumulou tal fortuna fazendo os seus funcionários trabalharem por praticamente nada. E não importa que mudem de emprego, pois para onde quer que vão, terão o mesmo patrão e talvez acabem com um salário ainda menor, por pura birra do velho.

E mais uma coisa, onde estão os humanos?

96% dos habitantes de Patópolis são patos (por isso o nome da cidade) com os 4% restantes comprimindo cachorros, camundongos, pardais e outras espécies não identificadas.

Ser um humano nesta cidade o tornaria parte de uma minoria extrema e com certeza o faria ser mais explorado ainda pelo velho Patinhas, que acabaria lhe dando emprego como cobaia dos experimentos do Professor Pardal, onde você receberia centavos para correr o risco de ser intoxicado, carbonizado ou despressurizado diariamente.



Nova Gênese

Onde fica: Loooooooooooooooooooooooooooooonge.

O que é: Um planeta habitado pelos Novos Deuses, seres imortais com grandes poderes.

Como acreditamos que é a vida por lá: Um planeta cuja população é composta unicamente de divindades é a Utopia suprema!

Os Novos Deuses são belos, fortes, capazes de feitos incríveis como voar, criar vida a partir do nada e o mais importante de tudo, não precisaremos jamais nos despedir de nossos entes queridos, pois ninguém jamais morrem em Nova Gênese.

Como realmente deve ser: Exceto que Nova Gênese está perpetuamente em guerra com o Planeta de Apokolips e seu regente Darkseid.

Quando seu maior inimigo é um sujeito cujo hobbie é tentar descobrir uma equação capaz de erradicar a vida do universo, posso dizer sem medo de errar que você está mais fodido que uma prostituta fazendo serão numa noite de Sábado.

E lógico, há um sistema de castas abissal.

Nem todos em Nova Gênese são Novos Deuses, muitos são meramente pessoas com dons extraordinários mas que não receberam a graça de fazer parte desta elite.

Portanto, se você for da casta inferior e Darkseid resolver exterminar a toda sua cidade, os Novos Deuses não moverão um peido sequer para lhe ajudar e ficarão tomando chá, jogando gamão e debatendo o episódio passado de Lost enquanto você implora pela vida de sua família para um tirano que só fica feliz quando está raspando crianças das solas de suas botas.

E se em um momento de altruísmo você evitar que o filho de um dos Novos Deuses vire ração de para-demônio, provavelmente levará a surra de sua vida quando o mesmo descobrir que você OUSOU chegar perto da criança.

Divertido, não?



A Vila dos Smurfs

Onde fica: No meio da floresta, sempre próxima a colônias de fungos.

O que é: Uma vila cheia de criaturas azuis com habilidades temáticas, que causam muita confusão e que sempre tem uma canção na ponta da língua.

Como acreditamos que é a vida por lá: Cada Smurf tem sua habilidade e propósito na vida, então não importa o que você faça, será sempre querido pelos seus semelhantes e terá a oportunidade de escutar as palavras de sabedoria e encorajamento do Papai Smurf.

Sem contar que terá a chance de espancar o Smurf Gênio quando ele der alguma mancada e cantar uma longa canção de improviso logo em seguida, o que sem dúvida iniciará uma das muitas celebrações que aconteciam por lá.

Como realmente deve ser: Primeiro lembremos que há só uma fêmea em toda vila, o que significa que os Smurfs são insetos. Se não fossem, a Smurfete teria de ficar trepando o tempo todo para manter o número de habitantes aceitável.

Claro, há uma fêmea ruivinha na imagem acima, mas é porque deve ser outra vila que não a do desenho, o que mantém minha teoria de uma única progenitora por território Smurf.

Estando em uma comunidade de insetos, você poderia ser um mero drone. Um dos Smurfs que não ganha uma habilidade especial, um nome engraçado, ou sequer uma roupa personalizada.

E claro, não teria jamais a chance de cantar sua própria canção em uma súbita explosão de criatividade.

Não preciso nem dizer que você jamais poderia tocar na Smurfete, não é?

E mais, em uma das diversas ocasiões que o Gargamel invadisse a vila para capturar Smurfs e transformá-los em ouro (essa era a intenção real dele, apesar do que a dublagem nacional dizia), quem você acha que seria usado de isca e sacrificado para que a Smurfete, Papai Smurf e até mesmo o Gênio pudessem se salvar, heim?



Metrópolis

Onde fica: Nos Estados Unidos, perto de Gotham City, Central City, Star City, Sin City e muitas outras cidades pouco criativas cujo nome terminam em "City".

O que é: A maior cidade do mundo, que é protegida pelo maior herói do mundo.

Como acreditamos que é a vida por lá: Perfeita!

A maior megalópole da Terra, sem desemprego, criminalidade baixa e onde aparecem tantas celebridades que se você for um caça autógrafos vai precisar de um estoque de cadernos e canetas.

O único problema de se morar aqui é o surgimento ocasional de um super-vilão, que será prontamente derrotado pelo Superman após meia dúzia de socos bem colocados. Na pior das hipóteses o azulão pode trazer a Liga da Justiça consigo e após a batalha você pode ter a chance de tirar uma foto com a Mulher-Maravilha.

Como realmente deve ser: Infelizmente, os super-vilões atacam quase diariamente e Superman não se preocupa muito em evitar danos colaterais, destruindo o centro da cidade toda vez que tenta salvá-lo.

Não apenas o centro, mas Metrópolis inteira é uma grande área de risco. Considerando que os oponentes do Superman costumam arremessá-lo a quilômetros de distância, você pode estar tranquilamente almoçando no Burger King com sua família, bem longe do local do conflito, quando de repente um homem enorme vestido de azul atravessa o teto, cai sobre sua esposa e a esmaga.

Fora que praticamente tudo em Metrópolis é controlado pela Lexcorp, cujo dono, Lex Luthor não é apenas um dos homens mais ricos e poderosos do planeta como também um dos mais psicóticos.

Se trabalhar em uma filial da empresa e cometer algum engano que prejudique o senhor Luthor, as chances de você acordar com seus testículos em um copo d'água ao lado da cama são enormes. E ele vai dar um jeito de parecer que foi sua mãe que fez isso, fodendo as vidas de duas pessoas simplesmente porque pode.



O mundo de Pokémon

Onde fica: Em um Japão de uma realidade alternativa onde absolutamente ninguém é pedófilo. Sim, até eu acho difícil de acreditar!

O que é: Um mundo que geograficamente não faz o menor sentido e onde absolutamente tudo gira em torno da captura de criaturas fofinhas usadas para as mais diversas funções, desde duelos até faxina.

Como acreditamos que é a vida por lá: No mundo de Pokémon, a melhor escolha de carreira que uma pessoa pode fazer é ser treinador de Pokémons.

Ao se decidir por essa vida, o menino (ou menina) sai de casa quando completa dez anos e passa a viajar pelo mundo, conhecendo novas pessoas, fazendo novas amizades e participando de um sem fim de aventuras.

Veja bem, com dez anos a criança SAI DE CASA E VIAJA PELO MUNDO! Ela larga a escola e não precisa se preocupar com mais nada, exceto capturar bichinhos e fazê-los lutar de vez em quando. Esta inclusive é uma carreira encorajada pelos pais, que insistem para que seus filhos se tornem treinadores! Ninguém sofre pressão para se tornar advogado, engenheiro, jornalista ou alguma outra profissão besta e convencional.

De fato, treinadores Pokémon são tratados como uma elite e recebem tudo de graça em absolutamente todos os lugares que vão. Quando foi a última vez que você viu o Ash pagar por algo que comeu?

E se for um grande treinador, terá fama, fortuna e com certeza todas as mulheres que quiser. Treinadores Pokémon são praticamente os Rockstars desse mundo!

Como realmente deve ser: Aparentemente, mexer com Pokémons é a única coisa produtiva que você pode fazer da vida.

Todas as boas carreiras profissionais dependem de Pokémons, como Líder de Ginásio, Pesquisador de Pokémons, Enfermeira de Pokémons ou até mesmo ladrão de Pokémons. Imagino que a minoria de pessoas que optaram por serem cozinheiros, jardineiros ou médicos de humanos devem sofrer preconceitos horríveis por parte da sociedade.

"Ah, você tem seu próprio restaurante? Pois eu venci quatro líderes de ginásio com meu Blastoise de Nível 99 ontem a tarde e a noite participei de uma orgia com sete enfermeiras Joy!"

Tenho certeza que muitos Treinadores Pokémon de sucesso já usaram uma ofensa como essa pra estragar o dia de alguém que optou por outra profissão.

E lógico que para alguém ter sucesso, outra pessoa deve fracassar. Assim sendo, devem existir milhares de treinadores que acabaram na miséria e foram obrigados a comer seus Pokémons para não morrerem de fome.



Themyscira

Onde fica: Bem perto da Grécia, em algum lugar onde os Cavaleiros do Zodíaco não foram encher o saco.

O que é: Uma ilha habitada somente por mulheres, as amazonas! As maiores guerreiras do mundo!

Como acreditamos que é a vida por lá: Uma ilha habitada somente por amazonas no auge de sua forma física só pode ser um paraíso.

Não apenas você vai estar cercado de mulheres lindas e perfeitas no mais literal sentido da palavra, mas estará perfeitamente protegido de invasores, uma vez que todas são guerreiras muito mais ferozes que o Stone Cold Steve Austin.

E a princesa da ilha é também uma celebridade no mundo dos homens. Assim como se você morasse em Metrópolis, terá a chance de conhecer muitos membros famosos da Liga da Justiça e poderá finalmente conseguir aquele autógrafo da Mulher Gavião.

Como realmente deve ser: Só mulheres podem viver em Themyscira

Exato, é um clube da Luluzinha.

Pode ser só pensamento positivo meu, mas por ser uma ilha só de mulheres, deve rolar muita colação de velcro entre as amazonas para liberar a tensão dos treinos de combate pesados do dia-a-dia.

Apague esse sorriso do rosto, pois você não vai poder entrar na ilha e espionar.

Claro, você até pode fazer isso, mas se for pego (e com certeza será) acabará sofrendo uma execução horrível, cruel e dolorosa, por ficar olhando uma cena que poderia ver em um DVD pornô de dez reais comprado na banca do seu Jeremias.

A menos que tenha visão telescópica é claro, o que explica os longos períodos de ausência do Superman em "missões" fora de Metrópolis.



O universo de Star Trek

Onde fica: É o nosso universo, só que daqui a quinhentos anos, creio eu.

O que é: O futuro perfeito, aquele com que todo mundo sempre sonhou! Digo... todo mundo menos os nazistas e pastores protestantes ultra-ortodoxos do Texas.

Como acreditamos que é a vida por lá: Tudo é perfeito e lindo!

Acabaram-se as guerras, fome, miséria e doenças. O avanço da humanidade mostrou um enorme dedo do meio para os Quatro Cavaleiros do Apocalipse, que nesta época provavelmente se encontram desempregados.

É também a era da exploração espacial! Todos podem embarcar em uma nave tripulada e vajar para os confíns do universo, conhecendo novas formas de vida, novas civilizações e indo audaciosamente onde nenhum homem jamais esteve.

Fora que ninguém precisa de videogames ou outras formas de entretenimento do passado! Existe o Holo-Deck, que cria simulações holográficas praticamente reais de tudo que possamos sonhar! Se você sempre teve vontade de surrar o Emilio Estevez para impressionar a Brooke Shields, com o Holo-Deck você pode!

E se estiver cansado dos humanos chatos e sem graça (e minha nossa, quem não está) você pode fazer amizade com pessoas de literalmente centenas de raças diferentes!

Pode ter uma discussão lógica com um Vulcano, tentar negociar com um Ferengi, aprender estratégia com um Cardassiano ou se estiver se sentindo particularmente corajoso, pode transar com uma Klingon e amanhecer com pelo menos duas costelas fraturadas.

Sério, elas são meio rudes durante o sexo...

Como realmente deve ser: Tudo é lindo e perfeito até estourar uma guerra.

Eu falei acima que não existem mais guerras, mas elas só pararam de acontecer aqui em nosso minúsculo planetinha azul, pois conflitos são uma constante pelo universo.

Sem querer, seu capitão pode atravessar uma Zona Neutra e ter a nave bombardeada por três naves de guerra Klingon, ou acidentalmente mergulhar de cabeça no conflito armado entre um planeta de fanáticos religiosos e uma ditadura militar que faz a Coréia do Norte parecer a Disneylândia.

E se conseguir sobreviver a tudo isso, ainda existe a chance de uma raça de ciborgues indestrutíveis invadirem sua nave e assimilarem toda a tripulação.

O espaço me parece o lugar perfeito para se ter uma morte horrível, minha sugestão é: fique na Terra e abra uma pizzaria.



O universo de Star Wars

Onde fica: Em uma Galáxia muito distante, há muito tempo atrás...

O que é: Um universo de fantasia e ficção científica, onde nobres Cavaleiros convivem com naves espaciais e alienígenas.

Como acreditamos que é a vida por lá: Uma constante aventura!

A qualquer momento um nobre cavaleiro Jedi pode entrar em sua casa e dizer que você é a última esperança da galáxia.

Você será então treinado na antiga arte dos Jedi e dominará a Força, combaterá vilões de um império galáctico, fará amizade com piratas espaciais e Wookiees, explodirá estações espaciais do tamanho de planetas, terá a chance de matar Ewoks e jogar a culpa em algum Stormtrooper aleatório e com alguma sorte, poderá comer uma princesa mais gostosa do que jamais ousou sonhar!

Ah sim, o cara mais cool da galáxia provavelmente é seu pai e o salvará no momento em que o grande vilão estiver prestes a te matar!

Como realmente deve ser: Primeiro, a Força é praticamente uma doença venérea e a menos que a infecção esteja bem avançada (eles chamam de "Midi-Chlorians", mas pra mim não passa de Herpes Espacial) você não tem a menor chance de se tornar um Jedi e poder fazer truques legais com um Sabre de Luz.

Explodir estações espaciais é uma possibilidade, mas ter sua nave destruída em uma cena espetacular é uma possibilidade ainda maior.

Matar Ewoks é legal, mas eles provavelmente vão capturá-lo e tentar comê-lo em uma cena que será bastante embaraçosa para todos os envolvidos.

E quanto a pegar a Princesa gostosa... melhor nem tentar pois no dia seguinte você pode descobrir que ela é sua irmã.

Mas o pior de tudo é que podem apagar digitalmente seu pai coroa estilosão e colocar um Menudo mau ator no lugar, estragando todas as suas memórias da infância.

Enfim

Estas são algumas utopias com os quais sonhamos ao crescer. Aposto que o lugar onde você mora não parece mais tão ruim, não é?

Cheers!!!

23 comentários:

Vicente disse...

Que bom, outra pessoa além de mim detestou o final refeito do Retorno de Jedi!

Lance Sonovavish disse...

Começou com tanta raiva que levei medo[:P]

Amer H. disse...

Absolutamente ninguém no mundo gostou do final refeito de Retorno de Jedi!

Mas só aquele gagá do George Lucas pra fazer uma cagada dessas!!!

Edmilson disse...

Muito legal. Já tinha pensado nisso antes, mas não destrinchado desse jeito. Muito bom.

"A menos que tenha visão telescópica é claro, o que explica os longos períodos de ausência do Superman em "missões" fora de Metrópolis."

Ótima.

Saindo do assunto. Você abandonou de vez o outro blog com as insanidades diárias? É que hoje já completou um mês sem nenhum post.

Amer H. disse...

Abandonei, man!

Sei lá porque, mas perdi o tesão por escrever diariamente depois que deletaram meu fotolog.

Acho que fiquei traumatizado e precisarei de muita terapia pra me curar disso...

Edson disse...

Ótimo post Amer!

A Cidade dos Gorilas e Asgard mereciam ser lembradas também ... rssrsrsrsrsrs

Abraço!

Amer H. disse...

Sei lá, Gorila City não meparece um lugar muito bom.

Os humanos seriam uma minoria massacrada como em Patópolis... talvez até mais, porque em Patópolis pelo menos há outras espécies além de patos.

E pra chegar em Asgard, só morrendo e isso nunca é um bom começo.

BAH disse...

Patópolis é um lugar estranho. Todo mundo é tio, todo mundo é primo, existe uma velha que é vó de todo mundo mas ninguém tem pai nem mãe!

Quem são os progenitores de Huguinho, Zezinho e Luizinho? Será que Tio Patinhas deu um sumiço na mãe deles para não assumir a paternidade e não ter que dividir o seu rico dinheirinho?

Patópolis esconde mais segredos que Twin Peaks!

Amer H. disse...

Diabos! Tem razão!

Eu nunca tinha pensado por este ângulo!

Dexter KGB disse...

Ammer vc é o cara. Virei seu fã de na moral depois que vi seu artigo sobre os malditos ninjas. E antes que isto fique mais gay( sera que é possível?), eu acho que o mundo de dragon ball deveria entrar nessa lista. Pô, as pessoas naum ficam velhas( o GOKU com 50 é mais estorado que o ROCK da wwe) e da pra tirar uma casa de uma capsula. Oq vc acha cara?? Abraço.

lance disse...

"E antes que isto fique mais gay( sera que é possível?)"

Com sodomia, fica.

Paulo Henrique disse...

cara mto bom esse artigo.

queria saber se vc pode fazer um sobre os melhores jogos de ps2 na sua opinião.

vlw

Amer H. disse...

Pretendo fazer lista de melhores games de todos os consoles que já tive, PS2 incluso.

Mas eu espero o console ser oficialmente declarado morto por sua empresa para fazer isso.

Como o PS2 tá curtindo seus anos de vovô viciado de Viagra, vai demorar ainda pra que eu escreva a respeito dele.

Nanda disse...

Eu também senti falta do mundo de DragonBall!!
Afinal, em que outro mundo vc conviveria com tantos seres diferentes (não só as "raças".. O que tem de animal humanóide ali não é brincadeira! ahahaha)??

Não, eu não fiquei brava com vc, Amer! hahahahah! Eu não viveria sem seu blog! hahahahahaahha!!
Andei sumida porque a semana foi puxada!! Eu sei que vc sente falta dos meus comentários gigantes!

Eu adorei o post! Realmente, eu nunca tinha pensado em como deve ser morar em Metrópolis!!
Agora, e se fosse uma menina a ir à vila dos Smurfs? Vc acha que a Smurfete ia sumir com a mocinha, pra continuar única?? Medo!!

Ah sim!! Tem post novo da minha Saga! hahahahaah!
Beijo!

Amer H. disse...

Quanto à Smurfete, é possível.

Até onde sei, se duas rainhas aparecerem na mesma colméia, elas tretam até a morte e na vila dos Smurfs deve ser igual.

Nanda disse...

Nossa! Essa comparação com as abelhas foi mesmo assustadora!!

Não tinha pensado nisso!

Nanda disse...

Ahhhhh, eu tive que voltar!!

Lágrimas de emoção lendo seu comentário!!
Fiquei lisonjeada!! E me achando! Aliás, eu sempre fui POWER! hahahahhahahahahahahahahah!!
Ok, eu paro!!

Obrigada pelo comentário!! Adorei, mesmo!!
Beijoo!!

videnciole disse...

Tipo...Tio Patinhas não tem filhos , ele não precisaria sumir com ninguém.

De acordo com a revista que foi feita pelo Don Rosa , contando a vida dele , Huginho , Zezinho e Luisinho são filhos de uma pata (irmã do Donald)chamada Drumbela se não me engano ,com um pato desconhecido. ela por sua vez é filha de Matilda , irmã do Tio Patinhas , com Patoso , um dos filhos da Vovó Donalda. Então o patinhas é Tio-Avô dos moleques , não tem que dividir nada com paternidade.

Para os interessados na árvore genealógica da familia pato , ela pode ser encontrada nesta revista que o Don Rosa fez , para comemorar os 40 anos da revista Tio Patinhas , e na web em geral.

Só uma fonte para não falarem que estou mentindo (se quiserem mais cacem na web ù.ù):

http://naviv.blogspot.com/2008/07/rvore-geneolgica-da-famlia-patinhas.html

Heverton disse...

muuito bom Amer!!

mas poxa, confesso que senti falta de Dragon Ball e é claro de Rapture!! quando vi a imagem no inicio do tópico até me emocionei, mas acabei vendo que não tinha um tópico sobre essa fantástica cidade que na minha opinião é a melhor utopia já criada nos videogames!

Abraçss Man

Amer H. disse...

Uau! Genealogia da família Patinhas? Agora já ví de tudo nessa vida!

Mas bacana, vou dar uma olhada nesse link depois.

Quanto à Rapture, bem, não é uma utopia, é exatamente o contrário: uma distopia.

Utopias são mundo perfeitos, onde tudo funciona como deve e onde todos vivem bem como resultado.

Distopia é exatamente o contrário, um lugar onde tudo deu errado e a população paga o pato por causa disso.

O artigo é sobre supostas utopias que na verdade são uma merda. falar de uma distopia que já é uma merda não teria muito sentido.

Quanto ao mundo de Dragon Ball... é um mundo perfeito, nãotem o que se reclamar dele.

A pior coisa que pode acontecer é um vilão destruir o planeta ou dizimar a humanidade no fim de semana, mas Goku e seus amigos cabeludos juntam as Dragon Balls e trazem todo mundo de volta à vida antes da Segubnda-Feira.

Viu? Não há o que reclamar, então também não encaixa no artigo.

Sim, eu sou muito chato e meticuloso, eu sei!

fellipe disse...

(star wars) sem contar que uma nave que viage ha 25% velocidade da luz demoraria 3 meses para frear sem se desintegrar, imagina uma que viajasse 10 x a velociade da luz, alguns anos neh

seria chatooooooooooo

Mauricio Lazaretti disse...

Felipe tambem não é assim, isso são detalhes, filmes sempre são assim,diferentes do que deviam ser, sendo assim nada a ver com utopias e distopias.
E ainda tem que pensar que é uma realidade alternativa.

Raven disse...

Hmmmm, o universo de Star Trek!! Só me faz lembrar de 4 mágicas letrinhas: DATA!!!
*________________*
Eu quero! Eu quero!